Você está na página 1de 4

CONSERVATÓRIO PERNAMBUCANO DE MÚSICA

Teoria Aplicada 1 – 1º semestre de 2020


Professora: Marcelí Silveira Seabra

Ficha 8 Escalas modais

As escalas modais são bem antigas. Na música vocal do Século XVI essas escalas foram utilizadas de forma bem
diferente daquela usada no Século XX. Aqui, vamos trabalhar com a construção e análise dessas escalas. As
escalas modais são as seguintes:

ESCALAS MODAIS NOTAS DA ESCALA


Jônico dó – ré – mi – fá – sol – lá – si – dó
Dórico ré – mi – fá – sol – lá – si – dó – ré
Frígio mi – fá – sol – lá – si – dó – ré – mi
Lídio fá – sol – lá – si – dó – ré – mi – fá
Mixolídio sol – lá – si – dó – ré – mi – fá – sol
Eólio lá – si – dó – ré – mi – fá – sol – lá
Lócrio si – dó – ré – mi – fá – sol – lá – si

Vamos ver estas escalas na pauta:

A princípio, você pode ficar preocupado achando que vai ter que decorar a sequência de tons e semitons de
cada uma destas escalas. Calma! Isso não será necessário.

Devemos observar alguns detalhes para facilitar o nosso trabalho. O modo Jônico é igual a uma escala maior e o
Eólio é igual a uma escala menor na forma natural. Portanto, só precisamos de um pouco mais de atenção nos 5
modos restantes.

Vamos ver estas duas escalas abaixo:

Mi  Jônico Fá  Eólio

A primeira, semelhante a Mi  maior, é o modo Jônico (Jônico = escala maior). Já a segunda, semelhante à escala
de Fá  menor, é o modo Eólio (Eólio = escala menor).
Agora vamos dar uma olhada na escala modal abaixo:

Para saber o modo vamos dessa escala, vamos seguir os dois passos abaixo:

1. Você deve saber os nomes das escalas na ordem crescente; ou seja:

ORDEM CRESCENTE NOME DO MODO


1º modo Jônico
2º modo Dórico
3º modo Frígio
4º modo Lídio
5º modo Mixolídio
6º modo Eólio
7º modo Lócrio

2. Tomando como exemplo a escala acima: devemos levar em consideração a armadura e a tônica da
seguinte forma: Se “sol” (que é a tônica da escala acima) é o 3º grau de Mi  maior (armadura acima),
então, esta escala será o 3º modo na ordem crescente citada no item anterior.

Em outras palavras: você vai sempre partir do princípio que a armadura utilizada é de uma
escala maior. Então, você faz a associação da tônica com o grau da armadura (da tonalidade
maior da armadura utilizada). A ordem numérica da tônica, em relação à armadura, será a
mesma ordem numérica na relação dos modos.

Vamos colocar em prática com a escala acima: Se “sol” (a tônica) é o 3º grau de Mi  maior (a armadura), então,
a escala modal acima será o 3º modo na ordem crescente, que é Frígio.

Vejamos outros exemplos, com a mesma armadura:

Se “si ” (a tônica) é o 5º grau de Mi  maior (a armadura), logo, a escala acima é o 5º modo na relação crescente
dos modos. No caso aqui – Si  Mixolídio.

Se “fá” (a tônica) é o 2º grau de Mi  maior (a armadura), logo, a escala acima é o 2º modo na relação crescente
dos modos. No caso aqui – Fá Dórico.
Se “lá ” (a tônica) é o 4º grau de Mi  maior (a armadura), logo, a escala acima é o 4º modo na relação crescente
dos modos. No caso aqui – Lá  Lídio.

Se “ré” (a tônica) é o 7º grau de Mi  maior (a armadura), logo, a escala acima é o 7º modo na relação crescente
dos modos. No caso aqui – Ré Lócrio.

Fácil, não é mesmo?

Então, agora, descubra os nomes das escalas modais


abaixo:

Vimos como analisar e classificar uma escala modal. Para construir, o processo é semelhante; porém, o
raciocínio é inverso. Para classificar associamos a ordem do grau com a ordem do modo. Para construir, vamos
inverter: associar a ordem do modo com a ordem do grau.

Vamos construir a escala modal de “Lá Mixolídio”. Utilizando o raciocínio acima: Se Mixolídio é o 5º modo na
ordem crescente, “Lá” (a tônica) será o 5º grau de uma escala maior. Qual é esta escala? Se Lá é o 5º grau, o 1º
vai ser Ré; portanto, utilizaremos a armadura de Ré maior.
Construindo a escala de Lá Lídio: se lídio é o 4º modo na ordem crescente, Lá será o 4º grau de uma escala
maior; sendo Lá o 4º grau, a tônica será Mi (armadura de Mi).

Construindo a escala de Ré Frígio: se frígio é o 3º modo na ordem crescente, ré será o 3º grau de uma escala
maior; sendo ré o 3º grau, a tônica será Si  (armadura de Si ).

Construindo a escala de Sol Lócrio: se lócrio é o 7º modo na ordem crescente, sol será o 7º grau de uma escala
maior; sendo sol o 7º grau, a tônica será Lá  (armadura de Lá ).

Construindo a escala de Mi Eólio: se eólio é o 6º modo na ordem crescente, mi será o 6º grau de uma escala
maior; sendo mi o 6º grau, a tônica será Sol (armadura de Sol).

Construindo a escala de Sol Dórico: se dórico é o 2º modo na ordem crescente, sol será o 2º grau de uma escala
maior; sendo sol o 2º grau, a tônica será Fá (armadura de Fá).

Fácil, fácil, não é mesmo?!

Construa as seguintes escalas modais:


Dó Dórico, Ré  Mixolídio,
Ré Eólio, Mi  Dórico,
Si Mixolídio, Dó  Lócrio,
Fá  Jônico, Si  Lídio,
Fá Frígio, Sol Lídio,
Dó  Eólio e Lá Frígio.

Você também pode gostar