Você está na página 1de 13

Texto: Francisco de Assis Alves

Ilustrações: Klaudiana Torres

Brincar de quê?

Fortaleza - Ceará -2012


Copyright © 2012 Francisco de Assis Alves
Ilustrador: Klaudiana Torres

Governador
Cid Ferreira Gomes
Vice-Governador
Domingos Gomes de Aguiar Filho
Secretária da Educação
Maria Izolda Cela de Arruda Coelho
Secretário Adjunto
Maurício Holanda Maia
Coordenadora de Cooperação com os Municípios
Márcia Oliveira Cavalcante Campos
Orientadora da Célula de Programas e Projetos Estaduais
Lucidalva Pereira Bacelar

Coordenação Editorial Conselho Editorial


Kelsen Bravos Maria Fabiana Skeff de Paula Miranda
Leniza Romero Frota Quinderé
Preparação de Originais e Revisão
Marta Maria Braide Lima
Kelsen Bravos
Isabel Sofia Mascarenhas de Abreu Ponte
Túlio Monteiro
Sammya Santos Araújo
A. R. Sousa
Vânia Maria Chaves de Castro
Revisão de Prova Antônio Élder Monteiro de Sales
Marta Maria Braide Lima
Catalogação e Normalização
Kelsen Bravos
Gabriela Alves Gomes
Projeto e Coordenação Gráfica Maria do Carmo Andrade
Daniel Diaz

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

Ceará. Secretaria da Educação.


Brincar de quê? / Francisco de Assis Alves ; ilustrações de Klaudiana Torres. – Fortale-
za: SEDUC, 2012. (Coleção PAIC Prosa Poesia)
24p.; il.
ISBN: 978-85-8171-053-2
1.Literatura infanto-juvenil. I. Título. Aos meus pais que me conceberam. Aos amigos que me
CDD 028.5 incentivam e, sobretudo, aos meus alunos, minha fonte de
CDU 37+028.1(813.1)
inspiração, para que possam descobrir a magia da leitura.
Anda fala e dança,
seu jeitinho é bem sapeca,
fecha os olhos quando deita
para tirar uma soneca,
não é gente de verdade!
É a boneca de Rebeca.

4 5
Chute vem, chute vai,
no campo e até no céu!
É paixão que não se acaba.
Gira como carrossel,
pula, quica, rala e rola,
a bola de Gabriel.

6 7
Gira, gira sem parar
na terra, unha e na mão,
sua ponta é afiada
enrola-se no cordão,
parece uma carrapeta,
o pião de seu Romão.

8 9
Na pista ele corre, corre
devagar ou ligeirinho,
anda sobre quatro rodas,
fazendo barulhinho.
Atenção na direção
do carrinho de Carlinhos.

10 11
Tem pena para todo lado!
Pula na palma da mão,
de cores bem diferentes
é leve como algodão,
não é pássaro, nem pipoca,
a peteca de João.

12 13
Como ave em liberdade,
com linha e carretel,
sacudindo sem parar
leve voa pelo céu,
parece o peixe arraia
a pipa de Samuel.

14 15
Desenho feito no chão
pula, pula a Aninha,
sempre com um ou dois pés
vai jogando uma pedrinha,
do “um” chega até o céu!
Brincando de amarelinha.

16 17
Estátua! Pega-pega,
a corda para pular
e trinta e um de janeiro
são joguinhos populares
que meninos e meninas
gostam de brincar.

18 19
Ciranda brinco com Amanda;
de anel, com Samuel;
elástico, com Mariana;
de bandeira, com Manoel;
pique-esconde, com José
e grilo, com Daniel.

20 21
Se me falta um brinquedo,
uso a imaginação,
posso brincar sonhando,
num parque de diversão,
só não devo esquecer
da minha educação.

22 23
Francisco de Assis Alves
Olá, sou Francisco de Assis Alves Ferreira,
alfabetizador e mestre em Ciência da
Educação. Nasci em Fortaleza, percorri várias
cidades do Ceará, mas moro em Aruaru,
município de Morada Nova desde os 10 anos.
Assim como esse trabalho, escrevi muitos
textos infantis: Cantigas de roda, O palhacinho
pipoca, entre outros. Contudo, Brincar de quê?
É minha primeira publicação, fato este que
me faz um homem ainda mais feliz. Sempre
tive e esperança que um dia poderia me tornar
escritor, pois a literatura pode eternizar o
homem e, além disso, a leitura engrandece a
alma, como disse Voltaire.

Klaudiana Torres
Nasci dia de Reis de 1976, em Ipu-CE. Vivi a
infância na Fazenda Marruás. Ao anoitecer,
minha mãe contava estórias diversas. Não
tínhamos acesso a livros nem TV e minha
ocupação preferida, era idealizar os personagens
narrados. Hoje resido em Fortaleza; sou
artista plástica e fazer parte dessa coleção
para crianças é uma forma gratificante de
materializar e compartilhar meu mundo
imaginário. Quer me encontrar? Busque-me no
ESPAÇO EM BRANCO.