Você está na página 1de 3

Nota: uma boa parte dos doente com fasceite plantar têm esporão calcâneo.

-contudo associação é fraca!!


-muitos doentes com fasceite plantar não têm esporão calcâneo e vice versa
-assim o que interessa é a clínica!
No fundo a clínica é a mesma pois o esporão ósseo é apenas um achado radiográfico que
indica sofrimento da fáscica plantar (esporão resulta de calcificação de osso/fáscia em
sofrimento) e quando há clínica significa que tem inflamação da fáscia associada.
-Ambos resultam da mesma etilogia: micro-traumas locais que levam a resposta local
(inflamação e/ou calcificação).
->O tratamento para ambos é praticamente igual.

Fasceite plantar (fasceíte plantar ou fascite plantar ou fasciíte plantar)


Introdução:
-inflamação com dor de uma banda espessa de tecido designado como fáscia plantar, que
corre ao longo do pé e liga o calcanhar aos dedos

-Se a tensão nos pés for demasiada pode acontecer roturas na fáscia (++ na inserção no
calcâneo), e a repetição desse processo provoca inflamação deste tecido.
-É a causa mais comum de dor no calcanhar
-é uma dor aguda logo nos primeiros passos da manhã após o acordar.
-Acentua-se após longos períodos de pé ou na passagem de sentado para a posição de pé.

Factores de risco:
-excesso de peso;
-Gravidez
-DM
-calçado inadequado
-corredores/ballet/dança aeróbica
-trabalhar em fábricas, ensino ou profissão com muitas horas de pé

Sintomas
-Dor desenvolve-se gradualmente.
-Desencadeia-se e agrava com os primeiros passos matinais, largos períodos de pé ou transição
de sentado para pé.
-dor semelhante a pontada no calcanhar;
-Se ignorada pode evoluir para dor crónica, afectando actividades da vida diária e alterações
na marcha (com provável problema posterior dos joelhos, anca e coluna).

Diagnóstico
-EO
-RX: permite excluir esporão ósseo, fractura de stress

Tratamento
-90% recupera com medidas conservadoras
-repouso/menor esforço, gelo local (na fase + aguda, depois pode-se tentar calor húmido,
conforme preferência do doente), elevação do MI, AINEs tópicos massajando;
-alongamentos são muito importantes (ver razão em MFR)
-tentar ciclo AINEs orais
-corticoides por iontoforese, fisioterapia, ondas de choque
-2ª linha: infiltrações de corticoides
-3ª linha: cirurgia – raramente necessária. Só em última linha em casos de dor intensa sem
resposta às medidas anteriores. Faz-se desinserção da fáscia a nível do calcanhar.

Prevenção
-peso saudável;
-uso de calçado adequado (não correr descalço nem usar salto alto)

Esporão calcâneo (esporao calcâneo)


Definição
-pequena projeção de osso que se forma no osso do calcanhar (calcâneo).
-resulta de pressão intensa sobre a planta do pé durante longos períodos de tempo.
-a dor resulta da inflamação das estruturas adjacentes devido ao processo de sobrecarga
continuada.
-11-27% da população tem esporão no RX, contudo nem sempre há dor.

Factores de risco
-afecta mais as mulheres;
-afecta mais >40 anos
-Excesso de peso
-maior risco de esporão:
-osteoartrite (artrose)
-AR
-insuf circulatória
-doenças degenerativas
-pé chato ou arco plantar muito acentuado
-correr na praia ou superfícies muito inclinadas: mais provável de desenvolver esporão.

Sintomas
-dor intensa na região inferior ou interna do calcanhar
-dor alivia com repouso, agrava com esforço e tende a ser mais acentuado de manhã. Agrava
com o inicio da marcha.
-Agrava também com saltos altos, transporte de pesos

Diagnóstico
-RX

Tratamento
-difícil de tratar
-no fundo muito semelhante ao da fasceite (conservador -> infiltrações -> cirurgias)

Você também pode gostar