Você está na página 1de 9

NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE

CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

Aprova normas e regulamenta


procedimentos para a execução do
Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do
curso de graduação em Fonoaudiologia de
UniCEUMA, e dá outras providências.

O Núcleo Docente Estruturante do curso de Fonoaudiologia, da Universidade


Ceuma - UniCEUMA, no uso de suas atribuições estatutárias, aprova normas
específicas de TCC para o referido curso, condição necessária para a graduação,
respaldado na Resolução no. 043/CEPE/2006 e aprovada pelo Colegiado de
Curso.

Considerando a necessidade de atualizar a regulamentação sobre o Trabalho de


Conclusão de Curso – TCC, visando aprimorar os procedimentos acadêmicos,
técnicos e administrativos nos cursos de graduação da UniCEUMA,

RESOLVE:
TÍTULO I
DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
CAPÍTULO I
DA DEFINIÇÃO

Art. 1º O Trabalho de Conclusão (TCC), que será na forma de Artigo Científico, de


acordo com o estabelecido no projeto pedagógico do curso, é uma proposição
escrita sobre qualquer tema abrangido, direta ou indiretamente, pelos programas
RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 1 de 9
das disciplinas obrigatórias lecionadas no cursos de graduação em Fonoaudiologia
desta IES.

Art. 2º O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC deverá revelar a capacidade do


(a) aluno(a) de aplicar com rigor e competência algum ou alguns dos instrumentos
de análise próprios do campo das pesquisas disciplinares ou interdisciplinares, num
nível de exigência compatível com o que se espera de um profissional em início de
carreira, e obedecendo aos critérios básicos de um trabalho acadêmico. Cabe
ressaltar que o curso de graduação em Fonoaudiologia da UniCEUMA não se
caracteriza por uma linha teórico-metodológica única, mas, ao contrário, pela
diversidade das áreas de interesse, da formação e das concepções científicas de
seus professores, permitindo, por conseguinte, um largo espectro de escolhas
temáticas, teóricas e metodológicas para elaboração do TCC, desde que o
resultado satisfaça os requisitos de rigor, consistência e honestidade intelectual
exigidos de qualquer produção acadêmica.

CAPÍTULO II
DAS EXIGÊNCIAS

Art. 3º O TCC é considerado exigência para conclusão do curso de Fonoaudiologia


da UniCEUMA, conforme definido no Projeto Pedagógico do curso.

Art. 4º O TCC deverá ser efetivado de forma individual.

Art. 5º O TCC deverá seguir as normas estabelecidas pelo colegiado de curso,


conforme anexo 1.

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 2 de 9
TÍTULO II
DA ELABORAÇÃO DO TCC
CAPÍTULO I
DA NORMA ESPECÍFICA DO CURSO

Art. 6º Cabe ao Colegiado do curso fixar as normas, os procedimentos específicos


para a elaboração, prazo para o depósito e apresentação do TCC.

§ 1º A escolha do tema pelo aluno (a) junto ao orientador, bem como a elaboração
do projeto de pesquisa obedecerá às normas e prazos estabelecidos pela disciplina
Pesquisa em Saúde aprovadas pelo Colegiado do Curso. Em caso de mudança de
orientador, o aluno deverá entregar uma nova carta de aceite de orientação e
escolher um novo tema.

§ 2º Fica estabelecido que no curso de Fonoaudiologia haverá apresentação do


TCC com avaliação de examinadores, de acordo com suas normas específicas
definidas pelo Colegiado de Curso.

CAPÍTULO II
DO PROJETO

Art. 7º O projeto da pesquisa a ser realizado antecederá o TCC, servirá para


fundamentá-lo, e deverá seguir as normas da ABNT vigentes.

Art. 8º O projeto de pesquisa deverá ser apresentado na disciplina Pesquisa em


Saúde, subdividido em itens ao longo do 1º e 2º bimestres, de acordo com a

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 3 de 9
orientação do professor que seguirá as normas e prazos deliberados pelo
Colegiado do Curso.

§ 1 Excepcionalmente nesta disciplina o aluno não terá direito à avaliação


substitutiva.

Art. 09º Em sua versão final deverá seguir o modelo adotado na disciplina de
Pesquisa em Saúde (ANEXO 2).

CAPÍTULO III
DO ORIENTADOR

Art.10º O orientador (a) da pesquisa, deverá receber da Coordenação do Curso as


normas gerais da instituição e as normas específicas do curso, para orientação
adequada dos discentes.

Art. 11º Uma vez que aceite formalmente orientar a pesquisa de um (a) aluno (a), o
(a) professor (a) torna-se co-responsável pela realização e pela qualidade do
mesmo, devendo acompanhar de perto, na medida das necessidades de cada
orientando(a), todas as etapas da elaboração da pesquisa desde a delimitação do
tema até a finalização da mesma.

§ 1º O aluno terá um prazo estabelecido pelo professor da disciplina Pesquisa em


Saúde para informar o tema do projeto de pesquisa e entrega de documentos
devidamente assinados (ANEXO 3).

§ 2º A entrega do projeto de pesquisa finalizado pelo (a) aluno (a) para a obtenção
da segunda nota regimental da disciplina Pesquisa em Saúde, fica condicionado a

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 4 de 9
inclusão do mesmo na Plataforma Brasil com apresentação do comprovante de
submissão e ficha de acompanhamento de orientação assinado pelo orientador
(ANEXO 4).

§ 3º Para a entrega do TCC, o aluno deverá seguir as normas estabelecidas pelo


Colegiado do Curso sendo necessária a entrega do documento de autorização
para depósito assinado pelo orientador (ANEXO 5).

§ 4º Quaisquer problemas na relação com o (a) orientando (a) que acarretem


desistência deste compromisso da parte do (a) orientador (a) deverão ser
comunicados por escrito à Coordenação do Curso, antes da entrega final do
projeto de pesquisa e TCC.

Art. 12º Cabe ao (a) orientador (a):

I - Referendar o tema escolhido, através da assinatura de um aceite inicial.


II - Prestar a orientação técnica para a pesquisa e referências preliminares
necessárias à delimitação, contextualização e justificativa de relevância do tema.
III - Ler e discutir com o (a) aluno (a) a versão preliminar do projeto e sugerir as
alterações que julgar indispensáveis a fim de que o aluno entregue o referido
projeto para obtenção de nota da disciplina Pesquisa em Saúde.
IV - Na etapa de elaboração do TCC, o orientador (a) deverá além de acompanhar
a elaboração do mesmo, ler e discutir as versões preliminares, indicar as
modificações necessárias de forma e conteúdo, para fins de depósito do referido
trabalho.

CAPÍTULO IV
DO COORDENADOR

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 5 de 9
Art. 13º Cabe ao Coordenador de Curso:
I - Indicar os nomes dos professores que avaliarão o TCC de cada aluno.
II - Emitir certificados pela participação na orientação (por aluno).
III - Abrir protocolo de TCC por aluno, devendo dele constar:
a) Os formulários devidamente preenchidos, incluindo o requerimento do
depósito;
b) O compromisso do (a) orientador (a), ou seja: documento de autorização para
depósito assinado pelo orientador;
c) Duas vias impressas e duas vias em CD do TCC;
d) Encaminhar à Biblioteca um exemplar da versão final impresso e CD do TCC
avaliado e aprovado;
e) Encaminhar à Secretaria Acadêmica o processo de cada aluno (a) com a
respectiva “Ata” para o registro da nota.

CAPÍTULO V
DO ALUNO

Art. 14º Cabe ao aluno:

I - O cumprimento do cronograma de atividades, elaboração do projeto de pesquisa


e entrega do TCC.

II - Em caso de aluno(s) que esteja(m) concluindo mais de um curso, os mesmos


deverão apresentar TCC por curso a concluir, de acordo com as normas
específicas e com base nos conteúdos estudados nas disciplinas de cada curso.

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 6 de 9
III - O desenvolvimento do TCC deverá estar de acordo com o projeto de pesquisa
previamente submetido e aprovado pela Plataforma Brasil. Em caso de mudança, o
aluno e orientador deverão seguir as normas deliberadas pelo Colegiado do Curso.

IV - As despesas de locomoção, digitação, papel, fotocópia, encadernação e outras


decorrentes do preparo e distribuição do TCC.

CAPÍTULO VI
DA AVALIAÇÃO DO TCC

Art. 15º Após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e durante a coleta dos
dados, o discente e orientador submeterão a pesquisa com os resultados parciais à
uma banca de qualificação antes da apresentação final do TCC em calendário a
ser definido pela Coordenação do Curso.

Art. 16º Quando determinado nas normas específicas do curso, após a autorização
formal do (a) orientador (a), o TCC será submetido à correção e nota por dois
examinadores previamente designado pela coordenação do curso.

§ 1º Após a data limite para entrega das cópias finais do Trabalho de Conclusão de
Curso, a Coordenação do Curso deverá divulgar os nomes dos professores que irá
avaliar cada um dos TCCs.

§ 2º O professor orientador e o discente devem acatar a nota atribuída pela banca


examinadora.

Art. 17º Os examinadores levarão em consideração, para a avaliação do trabalho,


os critérios estabelecidos pelo Colegiado do Curso.

Art. 18º Será considerado aprovado no Trabalho de Conclusão de Curso o aluno


que obtiver nota igual ou superior a 07 (sete).
RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 7 de 9
§ 1º A nota final do aluno não poderá ser fracionada em centesimais, devendo o
professor examinador arredondá-la para número inteiro ou número inteiro mais
cinco décimos, imediatamente superior.

Art. 19º Essa avaliação pode dar origem a dois tipos de resultados, quando então o
(a) aluno (a) pode ser ou não aprovado:

a) Aprovação (sem existência de alterações no texto ou com


sugestões de aperfeiçoamentos apenas para fins de envio à biblioteca
e para publicação em periódicos);

b) Reprovação (caso em que o(a) aluno(a) deverá novamente


inscrever-se no requisito “TCC” e apresentar outra pesquisa no
semestre seguinte).

Parágrafo único: Após a avaliação do TCC pela banca examinadora e


independente de qualquer resultado, o discente não poderá solicitar revisão de
nota devendo seguir as orientações supracitadas, seja para aprovação ou
reprovação.

Art. 20º O aluno será considerado reprovado no Trabalho de Conclusão de Curso


nos seguintes casos:
a) Não entrega do TCC na data designada pela Coordenação do Curso;
b) Por obter nota inferior a 07 (sete);
c) Por plágio; que significa cópia de, pelo menos, uma sentença de conteúdo
de obra publicada por terceiro(s), sem a observância da norma do TCC;

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 8 de 9
Art. 21º Em caso de reprovação por plágio, ou por nota, o aluno não poderá mais
apresentar o mesmo TCC para conclusão do curso, devendo elaborar um novo
trabalho e submeter o mesmo à Plataforma Brasil com aprovação pelo Comitê de
Ética e Pesquisa.

CAPÍTULO VII
DA ELABORAÇÃO FORMAL DO TCC

Art. 22º A elaboração formal da pesquisa (TCC) deverá seguir o rigor do caráter
científico, respeitando as Normas estabelecidas pelo Colegiado do Curso vigentes
na ocasião.

Art. 23º Esta Resolução entra em vigor nesta data. Revogam-se as disposições em
contrário.

São Luís, 14 de junho de 2016.

NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE – CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

Prof. Me. Pablo Rodrigo Rocha Ferraz


Presidente

RESOLUÇÃO CEPE Nº011/2012 – Aprova normas e regulamenta procedimentos para execução do TCC no âmbito do UniCEUMA.
VMRM Página 9 de 9

Você também pode gostar