Você está na página 1de 6

CENTRO DE ENSINO DR HENRIQUE COUTO

ROTEIRO DE ESTUDOS - DISCIPLINA LÍNGUA PORTUGUESA – PROFESSOR ERIC

E aí pessoal, tudo bem com vocês?


Eu sou o Professor Eric e sou o titular
da disciplina LÍNGUA PORTUGUESA
nesse período de aulas remotas. Hoje
iremos conversar sobre um dos
assunto do segundo bimestre:
CLASSES GRAMATICAIS, no começo
você recebeu a atividade quinzenal.
Esse é um material de apoio
elaborado para ajudar você!
Vamos lá?

Resumo de Classes gramaticais


Classe gramatical é o nome dado aos conjuntos que classificam
uma palavra, fundamentando-se na sua estrutura sintática e
morfológica. De acordo com um estudo morfológico da língua
portuguesa, as palavras podem ser analisadas e divididas em dez
classes gramaticais distintas, sendo elas:
Tipos de classes gramaticais
Quais são as classes gramaticais variáveis?
Palavras variáveis são as que alteram sua forma para
expressar algum tipo de mudança. As mudanças podem ser de:

Quais são as classes gramaticais invariáveis?


Palavras invariáveis são aquelas que permanecem iguais,
independente se estão sendo usadas no plural, singular,
masculino ou feminino. Ou seja, diferentemente das variáveis,
elas não apresentam flexões.
Quais são classes gramaticais?

1. SUBSTANTIVOS
Substantivos são a classe de palavras responsáveis
por nomear qualquer coisa ou ser. Nomes próprios, objetos, seres
vivos, locais, fenômenos e categorias são expressos através de
substantivos. O substantivo possui variações de gênero, número e
grau, além de poder ser classificado em nove tipos.
Exemplos de substantivos: caderno, bolsa, Victor, jumento,
Itália, felicidade, etc.

2. ARTIGOS
Artigos são palavras que antecedem o substantivo. Eles auxiliam
na identificação e na formulação daquelas palavras. Os artigos
acompanham as flexões dos substantivos, modificando-se em gênero
ou número.
Exemplos de artigo: o, a, os, uma, uns, etc.

3. ADJETIVOS
Os adjetivos são utilizados para a caracterização de substantivos.
Ou seja, são palavras desenvolvidas para a atribuição de
qualidades. Os adjetivos também sofrem flexões, podem ser
diferenciados por:
Gênero (masculino ou feminino);
Número (singular ou plural);
Grau (comparativo ou superlativo).
Exemplos de adjetivos: bonita, inteligente, charmoso, irritante,
etc.

4. PRONOMES
Pronomes são as palavras que acompanham os
substantivos, interligando sua posição em relação ao texto. Ou seja,
os pronomes indicam as relação entre os termos ditos dentro de uma
fala. Eles podem flexionar em gênero, número e pessoa.
Exemplos de pronomes: eu, mim, Vossa Excelência, sua, aquela,
quem, que, etc;

Além disso, há inúmeras subdivisões de pronomes que podem


variar significativamente de acordo com sua função e indicação na
frase.

5. NUMERAL
Numeral é a classe gramatical de palavras que atribuem
quantidades aos seres ou os dispõe em determinada sequência. Os
numerais transmitem, em palavras, o que os números indicam em
relação aos seres. Assim, quando a expressão é colocada em números
(1, 1°, 1/3, etc.) não se trata de numerais, mas sim de algarismos.
Exemplos de numerais: primeiro, quatro, cinco, duplo, etc.

6. VERBOS
Os verbos representam a classe gramatical utilizada para
indicar ações, estados ou fenômenos de algo que ocorreu, ocorre ou
ocorrerá, em função de qualquer sujeito e qualquer tempo. Os verbos
são a classe que mais sofre flexões (chamadas de conjugações), que
podem ser:
Exemplos de verbos: escrever, sairá, comerão, voltaram, etc.

7. ADVÉRBIOS
Advérbios são palavras modificadoras que atuam sobre verbos,
adjetivos ou, até mesmo outros advérbios. Isso acontece através
da expressão de tempo, modo ou intensidade, dando outro caráter ao
elementos relacionados.
Os advérbios sofrem flexão apenas de grau, utilizada de
forma comparativa ou superlativa.
Exemplos de advérbios: demais, ali, melhor, pior.

8. PREPOSIÇÕES
As preposições fazem parte das classes gramaticais invariáveis,
ou seja, não possuem flexões. São utilizadas especificamente para
fazer a conexão, ou relação, entre dois elementos de uma oração.
Exemplos de preposições: para, de, após, entre, etc
9. CONJUNÇÕES
Também invariáveis, as conjunções são usadas para realizar
a ligação de dois termos ou duas orações de mesmo valor gramatical.
Elas podem parecer semelhantes às preposições, mas tratam-se de
opções para contextos específicos, possuindo usos distintos.
Exemplos de conjunções: Conforme, porém, portanto, mas, etc.

10. INTERJEIÇÕES
Interjeições fazem parte da classe gramatical utilizada
para exprimir reações emotivas ou de sentimentos de forma escrita.
Exemplos de interjeições: Ai! Psiu! Ui! Olá! Opa!

Ficou alguma dúvida? Entre em


contato pelo comigo via WhatsApp
no privado! (86994372588) Assim que
puder entrarei em contato! Até mais!

Você também pode gostar