Você está na página 1de 4

CITOLOGIA

O termo célula (do grego kytos = cela; do latim cella = Eucariontes


espaço vazio), foi usado pela primeira vez por Robert Células mais complexas com o citoplasma rico em
Hooke (em 1655) para descrever suas investigações sobre organelas e com o material genético (DNA) protegido pela
a constituição da cortiça analisada através de lentes de carioteca.
aumento. A teoria celular, porém, só foi formulada em Ex: animais, vegetais, fungos e protozoários.
1839 por Schleiden e Schwann, onde concluíram que todo
ser vivo é constituído por unidades fundamentais: as
células. Assim, desenvolveu-se a citologia (ciência que
estuda as células), importante ramo da Biologia. As
células provêm de outras preexistentes. As reações
metabólicas do organismo ocorrem nas células.

HISTÓRICO
As células são geralmente muito pequenas e, dificilmente,
visíveis a olho nu. Por isso, apenas depois da invenção do
microscópio é que foi possível observar uma célula pela
primeira vez. Sabe quando isso aconteceu? No ano de
1665, pelo inglês Robert Hooke, utilizando um
microscópio muito simples.
Ele fez cortes bem finos na casca de uma árvore e Lembrete: Organelas são estruturas encontradas dentro da
descobriu que estas estruturas eram formadas por célula, delimitadas por membranas, e com funções
pequenas unidades semelhantes a favo de mel. específicas. O nome "organela" é usado como alusão à
O nome "célula" foi empregado pela primeira vez por ele "pequenos órgãos".
como diminutivo da palavra "cella", que em latim
significa espaço cercado por paredes. COMPONENTES QUÍMICOS DA CÉLULA
 Água - 70% do volume celular é composto por água,
SERES VIVOS X SERES BRUTOS que dissolve e transporta materiais na célula e participa
Depois da descoberta da célula, tudo que existe passou a de inúmeras reações bioquímicas.
ser classificados em dois grupos:  Sais minerais - São reguladores químicos.
Seres brutos ou Acelulares – que não são formados por  Carboidratos - Compostos orgânicos formados por
células, portanto, sem vida. carbono, hidrogênio e oxigênio. Exemplos:
monossacarídeos (glicose e frutose); dissacarídeos
Seres vivos ou Celulares – que são formados por células (sacarose, lactose e maltose); polissacarídeos (amido,
e que, portanto, possuem vida. glicogênio e celulose). Que tem a função de fornecer
energia através das oxidações e participação em
CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO TIPO DE algumas estruturas celulares.
CÉLULA  Lipídios - Compostos formados por carbono,
Hoje sabemos que as células que existem são de dois hidrogênio e oxigênio; insolúveis em água e solúveis
tipos: em éter, acetona e clorofórmio. Exemplos: lipídios
simples (óleos, gorduras e cera) e lipídios complexos
Procariontes (fosfolipídios). Tem participação celular e
Células muito simples, sem organelas e com material fornecimento de energia através da oxidação.
genético (DNA) localizado em uma região específica do
 Proteínas - Compostos formados por carbono,
citoplasma, mas não protegido por um envoltório, ou seja,
hidrogênio, oxigênio e nitrogênio, que constituem
sem uma membrana nuclear (carioteca).
polipeptídios (cadeias de aminoácidos). Exemplo:
Albumina, globulina, hemoglobina etc. Sua função é
Ex: bactérias e algas cianofíceas, também conhecidas
na participação da estrutura celular, na defesa
como algas azuis.
(anticorpos), no transporte de íons e moléculas e na
catalisação de reações químicas.
 Ácidos Nucléicos - Compostos constituídos por
cadeias de nucleotídeos; cada nucleotídeo é formado
por uma base nitrogenada (adenina, guanina, citosina,
timina e uracila), um açúcar (ribose e desoxirribose) e

63
um ácido fosfórico.
 Ácido Desoxirribonucléico (DNA) - Molécula em
forma de hélice formada por duas cadeias
complementares de nucleotídeos. O DNA é
responsável pela transmissão hereditária das
características.
 Ácido Ribonucléico (RNA) - Molécula formada por
cadeia simples de nucleotídeos. O RNA controla a
síntese de proteínas.
 Trifosfato de Adenosina (ATP) - Tipo especial de
nucleotídeo, formado por adenina, ribose e três
fosfatos. Tem a função de armazenar energia nas
ligações fosfato. PRINCIPAIS TRANSPORTES NA MEMBRANA
a) Transporte Ativo – Movimento de entrada ou saída
MEMBRANA CELULAR (MEMBRANA de substâncias em uma célula com gasto de energia.
PLASMÁTICA) Ex: bomba de sódio e potássio. Para entender o
Os lipídeos, substâncias oleosas, são as principais transporte ativo, pense em nosso exemplo acima e
moléculas presentes na membrana plasmática e o fato imagine o caso da pessoa que está do lado de fora do
deles não se misturarem com a água ajuda no papel da trem. Para entrar no trem esta pessoa terá que "vencer"
membrana plasmática de separação da célula do seu meio a direção natural de movimento de passageiros. E, ao
externo. Os lipídeos da membrana são chamados de fazer isso, terá que se movimentar contra um
fosfolipídeos e se organizam em uma bicamada (duas "gradiente" de passageiros e se esforçar bastante. Em
camadas justapostas). outras palavras, ela terá que gastar energia. Para
Os fosfolipídios possuem uma cabeça polar, formada por ocorrer a passagem de uma molécula contra um
fósforo (que pode ficar em contato com a água) e caudas gradiente de concentração também será necessário o
apolares (que não tem afinidade por água) que ficam gasto de energia.
voltadas para o interior da membrana.
Além dos fosfolipídeos a membrana também possui b) Transporte Passivo – Movimento feito sem gasto de
proteínas, que funcionam como portas e janelas da célula, energia, ou seja, respeitando o gradiente de
e açúcares ligados aos lipídeos e às proteínas.Ou seja, a condentração.
composição da membrana plasmática ...é principalmente Ex.: osmose.
lipoprotéica ( lipídios + proteínas). O modelo mais aceito
atualmente foi proposto por Singer e Nicholson, como na Osmose – É a difusão da água, ou seja, a passagem de
figura abaixo. água de um meio hipotônico (onde ela se encontra em
A membrana celular é semipermeável e seletiva; maior quantidade) para um meio hipertônico (onde ela
transporta materiais passiva ou ativamente. se encontra em menor quantidade). Em um meio
 Transporte Passivo - Difusão no sentido dos hipotônico existe maior quantidade de água e menor
gradientes de concentração, sem gasto de energia. quantidade de sal dissolvido. O contrário ocorre em um
Como no transporte de glicose. meio hipertônico.
 Transporte Ativo - Movimentação contra gradientes Difusão facilitada – É a passagem de macromoléculas
de concentração, com gasto de energia. Exemplo: através de proteínas especiais denominadas permeases,
bomba de sódio, que concentra K+ mais dentro que que formam poros na membrana.
fora da célula e Na+ mais fora que dentro. A membrana plasmática possui a capacidade de
 Transporte Facilitado - Proteínas transportadoras ou englobar substâncias de maior porte através da
permeases modificam a permeabilidade da endocitose
membrana; ocorre tanto passiva quanto ativamente. Endocitose – Transporte de moléculas em grande
quantidade. Existem dois tipos de mecanismos para
esse transporte:
a) Fagocitose – Englobamento de partículas sólidas
por meio da emissão de pseudópodes pela
membrana plasmática.
b) Pinocitose – Englobamento de gotículas líquidas
por meio de invaginações da membrana
plasmática.

64
ORGANIZAÇÃO DO CITOPLASMA microtúbulos; ausentes nas células dos vegetais superiores.
CELULAR Tem a função de orientação do processo de divisão celular.
CITOPLASMA FUNDAMENTAL
Hialoplasma – colóide com 85% de água e proteínas CÍLIOS E FLAGELOS
solúveis e insolúveis (microfilamentos e microtúbulos); São expansões filiformes da superfície da célula; os cílios
reversão de gel para sol e vice-versa. são curtos e geralmente numerosos; os flagelos são longos
e em pequeno número. São formados por nove pares
RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO (RE) periféricos de microtúbulos e um par central; o corpúsculo
Sistema de endomembranas que delimitam canais e basal, inserido no citoplasma, é idêntico aos centríolos.
vesículas. Tem a função de movimentação da célula ou do meio
líquido.
 RE rugoso - retículo endoplasmático associado a
ribossomos; local de síntese de proteínas; também
denominado RE granular.
MITOCÔNDRIAS
 RE liso - retículo endoplasmático sem ribossomos;
São organelas ovóides ou em bastonete, formadas por uma
local de síntese de lipídios e de carboidratos
dupla membrana lipoprotéica e uma matriz. A membrana
complexos; também denominado RE agranular.
externa é contínua e a interna forma as cristas
mitocondriais. Nestas, prendem-se as partículas
RIBOSSOMOS
mitocondriais, constituídas por enzimas respiratórias:
Grânulos de 15 a 25 nm de diâmetro, formados por duas
NAD, FAD e citocromos. Possuem DNA, sintetizam
subunidades; associam-se ao RE ou encontram-se livres
proteínas específicas e se auto-reproduzem. Produz energia
no hialoplasma; são constituídos por proteínas e RNA
na célula, sob forma de ATP.
ribossômico; ligam-se ao RNA mensageiro formando
polirribossomos. Tem a função de síntese de proteínas.
CÉLULA E ENERGIA (RESPIRAÇÃO CELULAR)
O que é a respiração celular?
COMPLEXO DE GOLGI
A respiração celular é a obtenção de energia pela oxidação
Sistema de bolsas achatadas e empilhadas, de onde
de moléculas orgânicas, principalmente glicose.
destacam-se as vesículas; pequenos conjuntos que são
denominados dictiossomos. Armazenam substâncias
Equação geral da respiração:
produzidas pela célula.
C6H12O6 + 6O2  6CO2 + 6H2O + energia
glicose + oxigênio  gás carbônico + água + energia
LISOSSOMOS
São pequenas vesículas que contêm enzimas digestivas;
AS ORGANELAS
destacam-se do complexo de Golgi e juntam-se aos
vacúolos digestivos. Fazem a digestão intracelular; em
alguns casos, extracelular.

PEROXISSOMOS
Ribossomo Mitocôndria Complexo de Golgi
São pequenas vesículas que contêm peroxidase. Tem a
função de decomposição de peróxido de hidrogênio
(H2O2), subproduto de reações bioquímicas, altamente
tóxico para a célula.

VACÚOLOS Retículo Retículo


Centríolo Lisossomo endoplasmático endoplasmático
São cavidades limitadas por membrana lipoprotéica. Os liso rugoso
vacúolos podem ser digestivos, autofágicos ou pulsáteis.
 Vacúolo Digestivo - As partículas englobadas são
atacadas pelas enzimas lisossômicas, formando um ORGANELA FUNÇÃO PRINCIPAL
fagossomo. Ribossomo É o responsável pela síntese de proteínas.
 Vacúolo Autofágico - Digere partes da própria célula. Mitocôndria Responsável pela respiração celular.
 Vacúolo Pulsátil - Controla o excesso de água da Complexo de Golgi Armazena e secreta substâncias diversas.
célula; comum nos protozoários de água doce. Centríolo Atua na divisão celular.
Lisossomo Atua na digestão intracelular.
CENTRÍOLOS OU DIPLOSSOMOS Transporte de substâncias e produção de
Retículo End. Liso
Organelas constituídas por dois cilindros perpendiculares esteróides.
um ao outro; cada cilindro é formado por nove trincas de Retículo End. Rugoso Transporte de substâncias e síntese de proteínas.

65
OBSERVAÇÃO:

66

Você também pode gostar