Você está na página 1de 1

REFLEXÃO

1. Caros irmãos e irmãs, pandemia nos trouxe muitas preocupações, prejuízos e sofrimentos.
Um deles afetou diretamente a caminhada da Igreja. Com tristeza, tivemos que suspender várias atividades e
fechar as portas dos templos para as celebrações com a presença dos fiéis.
a. Neste reencontro, queremos louvar e agradecer a Deus por este encontro entre irmãos. Oh que prazer
que alegria o nosso encontro de irmãos!
b. Deus fala-nos através dos sinais dos tempos.
Podemos dizer que este período é um tempo de muita provação, no qual Deus tem nos falado
intensamente. É preciso fazer a leitura orante da pandemia.
i. O que significa a pandemia?
ii. O que Deus está a me dizer durante esta pandemia? Lições que carrego... apelos de conversão...
iii. O que digo a Deus?
Qual compromisso assumo com ele?
2. PALAVRA DE EUS ABORDA O TEMA DA MATEMÁTICA DO PERDÃO
a. Primeira Leitura: O rancor e a ira são coisas detestáveis, e o pecador é mestre nelas. Quem se vinga
sofrerá a vingança do Senhor, que pedirá minuciosa conta de seus pecados. Perdoa a ofensa do teu
próximo e, quando o pedires, as tuas ofensas serão perdoadas.
Lembra-te do teu fim e deixa de ter ódio; pensa na corrupção e na morte, e guarda os mandamentos.
a. Já no Antigo Testamento, o Rancor e a Ira são considerados detestáveis;
b. Aquele que se vinga sofrerá vingança do Senhor, condiciona o perdão ao ato de perdoar;
c. Lembra-te do teu fim... Lembra-te da morte e que na morte, precisarás do perdão de Deus...
Perdoe!
b. Segunda Leitura: Cristo é o CENTRO. Nenhum de nós vive para si mesmo. Nenhum de nós, morre para
si mesmo. Se vivemos ou se morremos, é para o Senhor, por que pertencemos a Ele.
Cristo morreu por todos nós, para nos garantir a vida!
a. Antes de qualquer divisão, briga ou discordia... Lembremos que somos unidos a Cristo;
Membros de uma mesma família;
b. Em um mundo de tantas divisões, lembremos que em Cristo, somos todos irmãos!
c. Começou a política: quanta divisão, briga, violência... Famílias divididas, até mesmo
comunidades ou paróquias... lembremos irmãos, que Cristo é o centro.
c. Evangelho: Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou-Lhe: «Se meu irmão me ofender, quantas vezes
deverei perdoar-lhe? Até sete vezes?»
Jesus respondeu: «Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete.
E conta uma parábola com três momentos sucessivos: 1. Patrão perdoa um funcionário, 2. que não
perdoa a seu devedor, 3. O patrão descobre e lhe condena!
3. A PALAVRA DE DEUS NA VIDA
i. Coração é símbolo do amor... para muitas pessoas, símbolo do ódio, do rancor, da ira! Em
muitos casos, o ódio já criou até raízes e sufocou a capacidade de amar!
1. Perdoe ao seu semelhante... você mesmo diz isso quando reza o pai nosso. Se não
perdoa, é mentiroso!
2. Perdoe a si mesmo... Não se condene eternamente por um pecado que Deus já te
perdoou!
a. Perdoar ao outro é dar-lhe uma nova chance!
b. Perdoar a si mesmo, é dar a mim mesmo uma nova chance!
c. Como Pedro perguntamos a Jesus: Quantas vezes? Infinitas vezes!
d. Jesus é o Mestre do Perdão! Jesus é o Perdão de Deus para nos salvar!
3. Perdoa quem é mais forte!
4. Perdoar é um ato de amor!
5. Quem perdoa tem mais SAÚDE! TALVEZ O QUE FALTA PARA TER MAIS SAÚDE
É O PERDÃO!
6. Quem perdoa é mais feliz!
7. Quem perdoa, tem de Deus o perdão!
8. Se você é cristão, perdoe, perdoe hoje, perdoe sempre!
4. ESPERANÇA PELO FIM DA PANDEMIA E PELA ALEGRIA DO REENCONTRO
a. Obediência às normas de segurança;
b. Prudência, pois a pandemia ainda não acabou;
c. Esperança!
Pe. Erivaldo Gomes de Almeida 13/09/2020