Você está na página 1de 4

REVISÃO DA PRIMEIRA AVALIAÇÃO PENAL IV

1) RESPONDA AS AFIRMATIVAS A SEGUIR COM CERTO OU ERRADO. OBS:


justifique as respostas.

a) O crime de explosão é considerado um crime de dano, pois o objeto jurídico tutelado são os bens
materiais. Certo ou errado?
b) Em se tratando dos crimes de incêndio e desabamento, admite-se a modalidade culposa.
c) O crime de envenenamento de água potável ou de substância alimentícia ou medicinal, de uso
comum ou particular, cujo objeto jurídico a ser protegido é a saúde pública, não admite a
modalidade culposa.
d) A conduta de disseminar germes patológicos com o objetivo de infectar plantas e animais não
configura o crime de epidemia.
e) O crime de difusão de doença ou praga é considerado um tipo penal de consumação permanente
e de perigo concreto.
f) Letícia, mediante arremesso de dinamite, expôs a perigo a vida e a integridade física de
passageiros de uma aeronave. Nessa situação, Letícia deve responder por crime de explosão,
que admite a modalidade culposa.
g) Caso, por negligência, o responsável pelo fornecimento de um produto alimentício destinado a
consumo humano provoque alterações nas substâncias originais desse produto, reduzindo-lhe
o valor nutritivo, tal conduta configurará crime contra a saúde pública, mesmo que seja
praticada na forma culposa.
h) No caso de três ou mais pessoas associarem-se com a intenção de cometer um único assalto a
banco, estará configurado o crime de associação criminosa.
i) Os tipos penais definidos como incitação ao crime e apologia de crime são espécies de crimes
contra a paz pública.
j) Em se tratando de crimes de incêndio e explosão, admite-se o concurso de crimes, afastando-
se a aplicação do princípio da consunção.
2) Sobre crimes contra a saúde pública previstos no Código Penal, assinale a alternativa
incorreta:
a) Admitem prática dolosa (dolo direto e eventual) e culposa.
b) Considerado o requisito objetivo de cominação de pena, alguns deles são de competência
do juizado especial criminal.
2

c) O bem jurídico protegido é a saúde pública.


d) Quanto ao agente ativo do crime, nenhum deles é especial próprio.
e) Há apenas dois crimes hediondos (Lei nº 8.072/90), no caso a epidemia com resultado morte
e a falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou
medicinais.

3) Assinale a opção correta acerca dos crimes de perigo comum.

a) Tratando-se de crime de explosão, se a substância utilizada não for dinamite ou explosivo de


efeitos análogos, o agente será menos severamente punido.
b) No que concerne a crime de incêndio, a intenção de obter vantagem pecuniária com a conduta
constitui fato não punível, pois pertence à fase de cogitação do crime e não pode, assim, ser
punida.
c) Não se pune o incêndio culposo, a menos que o sujeito ativo possua o dever legal de evitar o
perigo.
d) Para que o crime de incêndio se consume, é necessário que haja ao menos lesão corporal leve
em uma das vítimas.
e) O crime de inundação é punido mesmo que a vida, a integridade física ou o patrimônio de
outrem não sejam expostos a perigo.

4) Mário, revoltado com os sucessivos defeitos de seu velho carro, levou-o até um lugar
ermo e desabitado e ateou fogo no veículo, destruindo-o. Mário

a) cometeu o crime de incêndio culposo.


b) cometeu o crime de incêndio, em seu tipo fundamental.
c) cometeu o crime de incêndio, em seu tipo qualificado.
d) não cometeu crime de incêndio, porque era o proprietário da coisa incendiada.
e) não cometeu crime de incêndio, porque tratando-se de local ermo e desabitado, o fato não
ocasionou perigo comum e concreto.

5) Em relação aos crimes contra a incolumidade pública e o instituto da ação penal,


assinale a opção correta.
3

a) A pessoa que exerce a profissão de farmacêutico, sem autorização legal, incide em


charlatanismo.
b) É isenta de pena a conduta de quem pratica, gratuitamente, a medicina, ainda que exceda
os limites de autorização legal.
c) Não caracteriza renúncia ao direito de queixa, durante o curso da ação penal privada, o
recebimento pelo ofendido de indenização pelo dano causado pelo crime.
d) A perempção extingue a punibilidade do agente na ação penal pública e na privada.
e) Exerce o curandeirismo a pessoa que anuncia cura por meio secreto ou infalível.

6) Em relação aos crimes contra a incolumidade pública e o instituto da ação penal,


assinale a opção correta.

a) A pessoa que exerce a profissão de farmacêutico, sem autorização legal, incide em


charlatanismo.
b) É isenta de pena a conduta de quem pratica, gratuitamente, a medicina, ainda que exceda
os limites de autorização legal.
c) Não caracteriza renúncia ao direito de queixa, durante o curso da ação penal privada, o
recebimento pelo ofendido de indenização pelo dano causado pelo crime.
d) A perempção extingue a punibilidade do agente na ação penal pública e na privada.
e) Exerce o curandeirismo a pessoa que anuncia cura por meio secreto ou infalível.

7) O art. 288 do Código Penal, com a redação dada pela Lei nº 12.805/2013, define o crime
de associação criminosa como associarem-se 3 (três) ou mais pessoas, para o fim específico
de cometer crimes. A consumação de tal delito ocorrerá

a) quando o grupo iniciar suas atividades criminosas.


b) quando o grupo praticar ao menos dois delitos.
c) quando, independentemente da prática de qualquer crime é demonstrada apenas a pretensão
de habitualidade.
d) quando o grupo, realizando os atos preparatórios de um único fato criminoso, denota animus
socii.

8) Caracteriza crime contra a paz pública:


4

a) associação criminosa.
b) desacato.
c) denunciação caluniosa.
d) motim de presos.
e) desobediência.