Você está na página 1de 34

Índice

Folha de rosto
direito autoral
SEÇÃ O UM
SEÇÃ O DOIS
SEÇÃ O TRÊ S
Conteú do
 
Folha de rosto
direito autoral
SEÇÃ O UM
SEÇÃ O DOIS
SEÇÃ O TRÊ S
 
O CÓ DIGO. A AVALIAÇÃ O. OS PROTOCOLOS.
Esforçando-se para se tornar um ser humano eminentemente qualificado
Por JOCKO WILLINK
Com Dave Berke e Sarah Armstrong
 

 
Direitos autorais © 2020 Jocko Willink
O có digo. A avaliaçã o. Os protocolos.
Esforçando-se para se tornar uma

versã o eminentemente qualificada do Kindle humano


Publicado por Jocko Publishing
Layout e design por Jon Bozak

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicaçã o pode


ser reproduzida ou transmitida de qualquer forma ou por qualquer
meio, eletrô nico ou mecâ nico, incluindo fotocó pia,
gravaçã o ou qualquer
sistema de armazenamento e recuperaçã o de informaçõ es , sem a permissão do editor, exceto
onde permitido por lei.

Jocko Willink
O Có digo. A avaliaçã o. Os protocolos.
Esforçando-se para se tornar um ser humano eminentemente qualificado, disponível para
download via Kindle

LCCN: 2020900497

1. Mente e corpo
2. Auto-ajuda

ISBN 13 do First Edish : 978-0-9816188-3-8

Jockopublishing.com
Jockopodcast.com
 
Diá rio nã o mitigado
 
Disciplina
 
em todas as coisas.
 
 
 
 
 
 
 
 
É o único caminho.
 
SEÇÃO UM
O CÓDIGO.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
o código.
 
Sem um objetivo,
o objetivo nã o será alcançado.
 
Sem um objetivo,
o objetivo nã o será alcançado.
 
Sem um padrã o,
o padrã o nã o será atendido.
 
Sem missã o,
a missã o nã o pode ser cumprida.
 
Sem um ideal,
o ideal nunca será realizado.
 
Sem um caminho claro,
O caminho nã o pode ser seguido.
 
No entanto, nó s, como seres humanos, frequentemente passamos a vida sem nada disso.
 
E assim, vagamos.
 
Vagamos sem rumo, movendo-nos sem progredir.
 
Dias, meses e anos passam por nó s.
 
O tempo é desperdiçado, o que significa que a vida é desperdiçada.
 
E potencial é desperdiçado.
Nosso pró prio potencial, desperdiçado.
 
Percorrendo a vida, em vez de nos tornarmos quem poderíamos ser - em vez de atingir
nossa mais alta manifestaçã o possível de ser, simplesmente nos tornamos ... o que quer que
nos tornemos.
 
Nó s ficamos aquém.
De muitas maneiras, deixamos a desejar.
 
Mas esse nã o precisa ser o nosso destino. Nó s podemos prevalecer sobre a
mediocracia. Fazemos isso perseguindo o ideal.
 
O nosso ideal.
 
Um ideal que devemos definir. Um ideal que devemos codificar em termos incertos, para
que saibamos o que estamos buscando. Precisamos ter um có digo a seguir.
 
 
O código.
 
1. Cuidarei da minha saú de física me exercitando, comendo adequadamente e descansando
o que preciso para recuperar e reconstruir. Eu cuidarei do meu ambiente físico, mantendo-
os em ordem.
2. Me desenvolverei mentalmente lendo, escrevendo, desenhando, construindo, criando e
participando de outras atividades que aguçam e expandem minha mente.
3. Nã o vou perder tempo. O tempo é precioso.
4. Nã o desperdiçarei dinheiro e tomarei decisõ es financeiras prudentes. É difícil ganhar
dinheiro.
5. Estabelecerei metas pelas quais me esforçarei.
6. Vou me destacar no meu trabalho porque o trabalho é essencial para a vida.
7. Serei humilde e nã o permitirei que meu ego afete negativamente minhas decisõ es.
8. Controlarei minhas emoçõ es e nã o permitirei que minhas emoçõ es afetem
negativamente minhas decisõ es.
9. Vou colocar os outros antes de mim. Ajudarei outras pessoas e protegerei aquelas que
nã o podem se proteger. Vou cuidar dos meus amigos e familiares e tratar as outras pessoas
com respeito.
10. Estarei pronto para proteger meus amigos e familiares. Meu equipamento estará
pronto. Vou treinar e me preparar para me defender e aos outros.
 
Este có digo nã o é perfeitamente adequado para todos. Mas nã o é inalterá vel. Você pode
modificá -lo, se necessá rio. Personalize-o para você e sua vida. Embora nã o seja perfeito, é
um bom lugar para começar.
 
E mesmo que nunca consigamos cumprir esse có digo, seremos melhores por ter tentado.
 
Nó s ficaremos mais fortes, inteligentes e rá pidos.
Vamos construir uma carreira melhor.
 
Seremos melhores mã es, pais, maridos, esposas, filhas e filhos.
 
Seremos mais saudá veis. Nossas vidas serã o melhores.
 
E vamos tornar a vida dos que nos rodeiam melhor .
 
E para fazer isso, devemos nos esforçar.
 
Devemos nos esforçar para ser melhores nas coisas que importam.
 
O Có digo estabelece um padrã o,
o mais alto padrã o possível.
 
O mais alto padrã o possível
revela e delineia.
O caminho que devemos seguir.
 
 
Qual é o caminho?
 
O Caminho é como você se torna o que você quer ser, quem você quer ser e o que o
mundo precisa que você seja .
 
É assim que você alcança seu potencial.
 
É o caminho da disciplina que leva à liberdade.
 
O caminho é :
Uma guerra contra a fraqueza, por isso leva a
força.
 
Uma guerra contra a ignorâ ncia, por isso leva a
conhecimento.
 
Uma guerra contra a confusã o, por isso leva a
compreensã o.
O caminho é a sua vida.
 
E assim, The Path é diferente para todos. Sã o seus objetivos, seus sonhos, o que você quer
se tornar.
 
O caminho é SEU.
 
Mas, ao mesmo tempo, grande parte do Caminho é a mesma para todos.
 
O Caminho é como você se esforça para se tornar um
Humano Eminentemente Qualificado.
 
Como encontro o caminho?
 
Encontrar o caminho nã o é tã o difícil quanto você pensa.
Algumas delas estã o claramente definidas no Có digo. O restante de The Path vem de
perguntas simples que você pode se perguntar:
 
Você se importa com o quê?
Quem você quer ser?
O que é mais importante para você?
 
Quais sã o as coisas mais importantes da sua vida?
 
Quem sã o as pessoas mais importantes da sua vida e o que elas precisam de você?
 
Responda a essas perguntas e anote o que você precisa fazer para alcançá -las.
 
Aquelas coisas que você precisa fazer, que deveria fazer, que sabe que deve fazer.
 
Essas coisas sã o o caminho.
 
O Caminho está na sua cabeça esperando por você
Siga isso.
 
Como eu permaneço no caminho?
 
Depois de ver O caminho, você deve começar a caminhar por ele.
 
Essa pode ser a parte mais difícil da jornada - libertar-se da atraçã o gravitacional de
fraqueza, há bito e medo.
 
A melhor maneira de começar é começar. Nã o hesite. Nã o espere. Nã o analise, planeje ou
pesquise.
 
Apenas comece. Agora.
 
Depois de começar o caminho, você logo perceberá que nã o é um caminho fá cil. O Caminho
está cheio de obstá culos e distraçõ es.
 
Preguiça, ego, fraqueza e gratificaçã o imediata tentarã o afastá -lo do Caminho todos os dias.
 
Você deve lutar com eles. Você terá que lutar contra pessoas que nã o querem você no The
Path.
 
Mas você pode lutar.
E você pode ganhar.
 
Cada momento em que você está vivo é feito de escolhas que você pode fazer.
 
Escolhas pequenas e minú sculas que por si só nã o significam nada, mas, quando
combinadas, significam tudo.
 
Você tem que fazer as escolhas certas. As escolhas difíceis.
 
Você tem que negar gratificaçã o imediata e reaçã o contra a fraqueza.
 
Você deve impor
Disciplina diá ria nã o mitigada
em todas as coisas.
 
É assim que você permanece no Caminho.
Devemos permanecer no Caminho se quisermos nos tornar um Humano Eminentemente
Qualificado.
 
Mas como é esse Eminentemente Qualificado Humano?
 
Quais sã o os atributos dessa pessoa?
 
Um ser humano eminentemente qualificado é uma pessoa que alcançou o domínio em
todas as facetas da vida.
 
Essa pessoa atingiu todo o seu potencial de todas as formas mensurá veis.
 
Essa pessoa vive o Có digo.
 
Mas, para vivermos o Có digo, precisamos definir claramente suas partes para que
possamos avaliar nosso progresso todos os dias.
 
Precisamos de um sistema de avaliaçã o para nos classificarmos enquanto tentamos seguir
o Có digo.
 
E isso deve ser difícil.
A barra deve estar alta.
Deve ser quase impossível.
 
Mas apenas nos esforçando, nos tornaremos melhores.
 
E, devemos implementar disciplina.
 
Devemos ter como objetivo implementar
DISCIPLINA DIÁRIA NÃOMITIGADA EM TODAS AS COISAS.
É O ÚNICO CAMINHO.
 
Existem inú meros aspectos da vida, cada um com um nível variá vel de importâ ncia.
 
Mas quais sã o os mais importantes?
Quais aspectos da vida devem ser focados?
Onde a busca pela excelência deve ser concentrada?
 
É fá cil dizer que a vida de todos é diferente e que é impossível quantificar as categorias
mais importantes.
Mas isso nã o é verdade.
 
Há algumas coisas na vida que devem ser universalmente colocadas na vanguarda de
nossos esforços como seres humanos.
 
Para esse fim, aqui estã o as partes mais críticas de ser um ser humano eminentemente
qualificado e como elas devem ser medidas. É assim que estabelecemos um padrã o.
 
Esta é a Avaliaçã o de Có digo:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SEÇÃO DOIS
A AVALIAÇÃO.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1.0 Saúde
Como nosso corpo físico é o mecanismo de apoio ao cérebro, a aptidã o física e a saú de sã o
fundamentais para nossa existência. Para ser capaz de se envolver nos aspectos críticos da
vida, nosso corpo precisa ser capaz de suportar as demandas que colocamos
nele. Precisamos exercitar, estar bem descansados e bem nutridos para alcançar a saú de
ideal. Além da saú de cardiovascular, uma pessoa deve ser forte, rá pida, á gil, flexível e
mó vel. Para ser cada uma dessas coisas, você precisa se envolver em atividades que
impactam positivamente todas elas. O que colocamos em nossos corpos e com que eficá cia
descansamos nossos corpos desempenham um papel igualmente importante para garantir
que possamos desempenhar o mais alto nível. Você nã o pode alcançar seu potencial se nã o
estiver saudá vel.
 
1.1 Aptidão física
Estar em boa forma física permite que você desempenhe funçõ es diá rias, do trabalho,
brincando com seus filhos e movimentando as coisas pela casa - tudo isso evitando
lesõ es. Ter uma rotina de condicionamento físico eficaz quando jovem é a base para estar
em forma mais tarde na vida. Manter sua aptidã o física se torna mais crítico à medida que
você envelhece. Esta é uma necessidade diá ria bá sica.
 
1.2 Sono / Repouso
A recuperaçã o do cérebro e do corpo está enraizada no sono. À medida que os estudos
científicos sobre os efeitos do sono continuam a aumentar, está se tornando cada vez mais
evidente que você deve obter constantemente a quantidade necessá ria de sono para ter um
desempenho cognitivo nos níveis mais altos. Dormir muito pouco ou muito tem efeitos
dramá ticos negativos no seu corpo e na capacidade de realizar. Estabeleça a quantidade de
sono necessá ria e priorize de acordo.
 
1.3 Dieta / Nutrição
Nã o há nenhuma parte de você que sua dieta nã o afeta. O combustível para o seu corpo
determina como ele se parece, se sente e funciona. O conhecimento e a implementaçã o do
que constitui uma dieta saudá vel é imprescindível e fará a diferença entre desempenho
má ximo e desempenho abaixo do padrã o.
 
 
2.0 Desenvolvimento Pessoal
Assim como nossa necessidade de nutrir e desenvolver nossos corpos, nossos cérebros e
comportamentos pessoais precisam da mesma atençã o. Nosso cérebro precisa de
atividades como leitura, escrita, construçã o, atividades criativas e outras açõ es que
promovam a saú de intelectual. Também precisamos nos treinar para melhorar a maneira
como lidamos com os desafios em nosso mundo pessoal. Fazer o melhor uso possível de
nosso tempo e dinheiro limitados e estabelecer metas contribuem para o desenvolvimento
pessoal.
 
2.1 Aptidão intelectual
Enquanto carregada no chassi do corpo, a mente é suprema. Somos nó s. Precisa ser
protegido, nutrido e treinado. Você exercita o cérebro e o torna mais capaz lendo,
escrevendo, estudando e aprendendo coisas novas. Você precisa se desenvolver em á reas
que nem sempre se enquadram na rotina normal. Mesmo que seu trabalho ou
responsabilidades nã o o exijam, cultive algo artístico, como mú sica, escrita ou canto. Faça
coisas nas quais você nã o é bom e tente atividades que o deixem desconfortá vel. Eles
promovem a criatividade e o crescimento intelectual.
 
2.2 Gerenciamento de tempo
Nã o há recurso mais valioso na vida do que o tempo e é limitado em quantidade. Ninguém
sabe quanto tempo eles têm, entã o você precisa maximizar tudo isso. TUDO ISSO. E, no
entanto, as pessoas desperdiçam seu recurso mais precioso todos os dias. O quã o bem você
gerencia seu tempo determina o quã o produtivo você é. A medida mais fá cil é desperdiçar
tempo versus tempo bem utilizado. Se você perde tempo, nã o é tã o produtivo quanto
poderia e nã o chegou tã o perto do seu objetivo quanto poderia. Evite gastar tempo com
qualquer coisa que nã o seja produtiva. Se você for disciplinado com seu tempo, terá mais
tempo livre e poderá fazer o que quiser quando quiser.
 
2.3 Gestão financeira
Como o tempo, o dinheiro é um recurso precioso. Portanto, evite desperdiçar dinheiro com
qualquer coisa que nã o seja produtiva. Acompanhe em que você gastou dinheiro, o que
economizou e o que investiu. Se você é disciplinado com seu dinheiro, gastará mais com as
coisas que deseja, quando precisar.
 
2.4 Objetivos pessoais
Você precisa saber quais sã o seus objetivos para dar sentido à s coisas que você está
fazendo. Estabeleça metas físicas como correr 5K ou 8000 libras de levantamento
terra. Estabeleça metas intelectuais como aprender um idioma ou obter um
diploma. Estabeleça metas para dieta, sono e gerenciamento de tempo / dinheiro. Avalie
todos os dias se seus objetivos precisam mudar e se você se aproximou deles. Acompanhe
os principais marcos da escola, trabalho e competiçõ es. Estabelecer e atingir metas é uma
busca humana crítica. Torne seus objetivos difíceis de alcançar. Quando você os alcançar,
eles terã o mais significado.
 
3.0 Desenvolvimento Profissional
Ser bom em seu trabalho permite fornecer financeiramente para você e sua família, dar um
exemplo para seus filhos e alcançar seus objetivos a longo prazo. Seu sucesso profissional é
a chave para seu sucesso pessoal.
 
3.1 Desempenho
Estar seguro em sua posiçã o no trabalho fornece estabilidade. Minimize o risco de perder o
emprego e os meios para sustentar você ou sua família, executando bem. Melhore seu
trabalho todos os dias e busque / receba feedback de outras pessoas quando houver uma
oportunidade. Encontre maneiras de apoiar ativamente outras pessoas e melhorar sua
equipe.
 
3.2 Avanço / Qualificações
Descubra quais realizaçõ es sã o necessá rias para promoçã o ou avanço e tome medidas
deliberadas para alcançá -las. Determine quais certificaçõ es ou qualificaçõ es sã o
necessá rias para superar sua concorrência. Entã o ganhe-os.
 
Encontrar significado no seu trabalho. Se o seu trabalho nã o tiver significado, crie uma
estratégia de saída para mudar para uma que tenha. Muito do seu tempo será gasto no
trabalho. Faça com que isso importe.
 
4.0 Caráter / Liderança
Quem somos como pessoa é talvez a qualidade mais marcante em nossa vida. Nosso cará ter
afeta aqueles que nos rodeiam e o mundo em que vivemos e estamos no controle completo
dele. Aprender humildade, gerenciar nossos egos e liderar e orientar pessoas em nosso
mundo sã o maneiras pelas quais podemos escolher desenvolver nosso cará ter. Lembre-se,
você nã o precisa estar no comando de alguém ou de qualquer coisa para liderar. Todo
mundo tem a capacidade e a obrigaçã o de liderar.
 
4.1 Humildade
Essa é a qualidade mais importante em um líder. O ego é o maior assassino em combate,
negó cios e vida. Seja honesto em sua auto-avaliaçã o de seu pró prio ego e controle-o. Se seu
ego perder o controle, você perderá .
 
4.2 Controle emocional
Todo mundo é emocional, mas nem todo mundo pode controlar suas emoçõ es. Você nã o é
eficaz quando está emocional. Você nã o tem conversas produtivas, envia bons e-mails ou
toma decisõ es inteligentes quando perde o controle de suas emoçõ es. Conheça suas
bandeiras vermelhas e aprenda a identificar quando as emoçõ es começam a dominar. As
crianças lutam para controlar suas emoçõ es. Humanos eminentemente qualificados nã o.
 
4.3 Tutoria / Caridade
Ajudando os outros. Ter pontos de venda para fornecer suporte à queles que precisam, de
maneira produtiva para eles. Dê o seu melhor exemplo, mentor alguém, ajude a estabelecer
metas para amigos e familiares.
 
 
5.0 Relacionamento
Os relacionamentos sã o suas ferramentas mais poderosas para o sucesso a longo
prazo. Isso é verdade para todos na vida. Você nã o pode realizar muito sozinho e precisa de
pessoas em sua vida se quiser atingir seu potencial má ximo. Como o tempo disponível para
gastar com as pessoas é limitado, você precisa aproveitar ao má ximo cada minuto que tiver
com elas.
 
As interaçõ es com os membros da família devem fortalecer os relacionamentos, nã o
enfraquecê-los.
 
O relacionamento com amigos e colegas de trabalho deve ser construído a cada
oportunidade.
 
Passar um tempo com as pessoas da sua vida deve aumentar a confiança, o espírito de
corpo e o apoio mú tuo.
 
 
6.0 Prontidão / Segurança
O mundo pode ser perigoso e coisas ruins acontecem. A violência é uma ocorrência diá ria e
pode se apresentar sem aviso prévio. Você precisa estar preparado fisicamente e
mentalmente e garantir que as pessoas mais pró ximas a você também estejam
preparadas. Você precisa treinar para responder efetivamente a uma crise.
 
6.1 Artes marciais / autodefesa
Ser capaz de proteger você e sua família da violência física.
 
6.2 Treinamento de armas
Ser capaz de proteger sua casa contra invasores ou intervir / escapar corretamente, se
necessá rio em pú blico.
 
6.3 Incêndio / Segurança / Emergência
Tenha um plano e garanta que todos em sua casa executem esse plano sob estresse. Ensaie
esse plano e avalie como sua família está preparada. Tenha todo o equipamento e
suprimentos necessá rios. Todos na sua família devem conhecer a RCP e as etapas bá sicas
para salvar vidas.
 
6.4 Impacto na vizinhança / na comunidade
Desenvolver relacionamentos com outros líderes de sua vizinhança para proteger contra
violência, doença ou desastre e criar um ambiente seguro para outros residentes.
 
A avaliação
 
A maioria das pessoas é capaz de melhorar. Depois de conhecerem os atributos certos e
entenderem quais sã o os parâ metros e como avaliar seu desempenho, muito mais pessoas
se aproximarã o de seus objetivos.
 
Podemos realmente chegar lá ?
 
Nã o, nã o podemos.
 
Ser qualificado eminentemente nã o é um status que alcançamos ou uma conclusã o a que
chegamos.
 
Ser qualificado eminentemente é estar no Caminho que nã o termina.
 
É o modo de viver a vida em que aceitamos que a cada dia há mais a fazer.
 
O Humano Eminentemente Qualificado entende isso e reconhece que, nã o importa o
sucesso alcançado em um só lugar, há mais o que fazer em outro lugar.
 
E à medida que mudamos nosso foco de um para o outro, o sucesso que acabamos de
alcançar começará a diminuir, nossos ganhos decairã o e teremos que reconstruir o que
perdemos.
 
O Humano Eminentemente Qualificado sabe:
Nã o há fim.
 
Como nã o há ponto de parada na busca de se tornar um ser humano eminentemente
qualificado, o que realmente estamos tentando fazer?
 
A resposta é simples:
Estamos tentando melhorar todos os dias.
 
Isso requer crescimento em todas as facetas do desenvolvimento pessoal e profissional.
 
Isso requer AÇÃO .
 
Temos que transformar nossas palavras em açã o.
Temos que transformar nossas idéias em açã o.
Temos que transformar nossas habilidades em açã o.
Temos que transformar nossos objetivos em açã o.
 
Existem muitos recursos por aí que nos ajudam a entender como devemos nos comportar e
o que é importante.
 
O que nã o temos é um sistema de avaliaçã o para seres humanos que nos permite definir
nosso objetivo, identificar os atributos críticos necessá rios para alcançá -lo e acompanhar
nosso progresso ao longo do caminho.
 
Até agora.
 
Aqui está a avaliaçã o:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A avaliação...
 
nã o foi projetado apenas para se classificar, mas também para que você saiba o que está
tentando se tornar.
 
Requer humildade e uma auto-avaliaçã o brutalmente honesta.
 
Ninguém mais está marcando você.
Nã o se compare aos outros.
 
Trata-se da sua capacidade em comparaçã o com o seu desempenho.
 
É  você contra você .
 
Pergunte a si mesmo quanto esforço você coloca em algo e compare-o com o que você é
capaz.
 
Quanto mais esforço você colocar em algo, mais progresso fará .
 
Mas isso é diferente de pessoa para pessoa, e diferente para si mesmo com o passar do
tempo. Se você nunca se exercitou antes e caminha uma milha, pode ter se esforçado perto
do seu limite. Isso pode ser um 5. Esse mesmo treino pode ser um 1 para alguém que está
na academia há anos. Mas, à medida que você melhora e melhora, essa caminhada de 1,6
km nã o representa mais sua capacidade má xima e, portanto, nã o é mais 5 para você.
 
À medida que você desce O Caminho em direçã o a um Humano Eminentemente Qualificado,
sua capacidade aumenta. Como resultado, melhorar na verdade se torna mais difícil ao
longo do tempo. Você precisa trabalhar mais e fazer mais para obter a mesma quantia - ou
até menos - de uma melhoria.
 
Esse sistema só funciona se você entender do que é capaz e se for honesto sobre o que
fez. Ser fá cil consigo mesmo nã o ajuda você ou as pessoas em sua vida.
 
Você deve confirmar.
 
Você deve permanecer no caminho.
 
O que você faz quando cai do Caminho?
 
Você pode e você vai cair do caminho. Isso acontece com todo mundo.
 
À s vezes, fazemos isso para nó s mesmos.
À s vezes a vida nos atinge com algo que nã o prevíamos.
 
As pessoas ficam doentes. Acidentes ocorrem. As coisas acontecem no mundo que nã o
podemos controlar, e essas coisas podem nos tirar do Caminho.
 
Mas você pode controlar como você reage quando cai. O que você faz para voltar ao
Caminho é com você.
 
A situaçã o nã o determina o que acontece com você.
 
Você dita a situação.
Você decide.
 
Quando você sair do Caminho, pergunte a si mesmo por quê. Por que você nã o está fazendo
as coisas que sabe que deveria? Faça uma autoavaliaçã o imparcial, identifique medidas
corretivas e implemente implacavelmente essas medidas.
 
TOME UMA ATITUDE. VOLTE NO CAMINHO. AGORA.
 
Para qualquer coisa que afete a saú de de sua mente ou corpo, consulte seu médico ou
profissional no campo. Nã o é hora de confiar em um amigo ou membro da família. Você
precisa de ajuda profissional, entã o obtenha-o.
 
Dito isto, existem protocolos para ajudá -lo a voltar ao caminho.
 
Estes sã o os protocolos:
 
SEÇÃO TRÊS

Os protocolos.
 
Rompimento
Meu relacionamento acabou e não sei o que fazer.
 
1. Desconecte. Suas emoçõ es sã o seu inimigo durante um rompimento. Eles nã o permitirã o
que você tome boas decisõ es ou faça boas escolhas. Claro, isso será difícil. O nú cleo dos
relacionamentos é construído sobre as emoçõ es. Portanto, para se desapegar de suas
emoçõ es, dê um passo atrá s. Veja a situaçã o do ponto de vista de outra pessoa. Você pode
pensar que ninguém mais entende - e você está certo. Eles nã o entendem as emoçõ es que
você tem. Mas isso significa que as emoçõ es nã o as estã o cegando. Tente ver isso. Se você
tiver problemas para desanexar, vá para a etapa 1.a.

uma. Também pode ajudar a liberar suas emoçõ es - mas faça-o de uma maneira que nã o
afete a situaçã o. Encontre um lugar privado onde você possa gritar, chorar ou liberar suas
emoçõ es. Tente se esforçar fisicamente para se livrar da agressã o emocional. Bata em um
saco de pancadas. Ir correr.

b. Repita a etapa 1.a. como necessá rio.


2. Avalie a pessoa de quem você se separou e avalie quem ela realmente é. A verdade é que
essa pessoa nã o é quem você pensou que era. A pessoa com quem você se importa nã o
existe. A ideia de que essa pessoa era uma companheira fiel e confiá vel nã o é
verdadeira. Você criou um ideal em torno da estrutura deles, mas eles realmente nã o
existem. Eles provaram que nã o existem por suas açõ es. Nã o pense no que era, porque nã o
era. Nã o pense no que poderia ter sido, porque nã o podia. Era mentira.

3. Seja grato. Seja grato por essa mentira ter sido descoberta agora e nã o depois, antes de
você investir ainda mais nessa pessoa, aquela pessoa que você percebe agora nã o era quem
você pensava que era. Seja grato por ter descoberto, quando você fez, que essa pessoa nã o é
confiá vel. Seja grato por poder avançar agora.

4. Deseje-lhes sorte. Sim. Talvez seja uma conversa final, talvez seja uma nota. Mas deseje-
lhes boa sorte. Eles vã o precisar disso. Nã o guarde nenhum sentimento de mal. Esses
sentimentos ruins você nã o faz bem. Deixe-os lembrar de você nã o como um escravo
vingativo e rancoroso de suas emoçõ es e caprichos, mas como uma pessoa boa e madura,
pronta para seguir em frente positivamente no mundo.

5. Vá embora. Você sabe que essa pessoa nã o é quem você queria que fosse e nã o pode
mudar isso. Entã o, vá embora. Ir em frente.

6. Nã o olhe para trá s. Sua mente vai pregar peças em você. Você vai mentir para si mesmo,
dizer a si mesmo que "talvez funcione" e "talvez eu estivesse errado" e "se eu apenas tentar
mais uma vez, talvez ele ou ela mude". Nã o. Isso nã o está acontecendo. Eles nã o vã o
mudar. E o fato é que, quanto mais você rasteja de volta para eles, mais se deprecia e os
afasta. Nã o faça isso. Ir embora. Nã o olhe para trá s.

7. VOLTE NO CAMINHO. Acordar cedo. Exercite-se. Corre. Ler. Escrever. Aprender. Tocar


um instrumento. Treine jiu-jitsu. Coma limpo. Limpe seu quarto. Limpe seu carro. Vá em
frente no trabalho. Quando alguém quebra nossa confiança, nos questionamos. Achamos
que nosso julgamento é ruim porque depositamos nossa fé nessa pessoa que nos
machucou. Entã o, como você constró i essa confiança com você mesmo? Olhe para trá s e
aprenda com o relacionamento. Veja os erros que você cometeu e as bandeiras vermelhas
que você perdeu. Em seguida, procure-os na pró xima vez. Reconheça que existem muitas
pessoas no mundo que sã o confiá veis e fiéis. Vá encontrar um deles. Avance nesse
relacionamento com uma lista limpa. Nã o traga bagagem.
 
 
 
Morte
Alguém que amei morreu e não sei como lidar com a perda.
 
1. Aceite que a morte é cruel e nem sempre é justa. Também é inevitá vel e, portanto, a
morte faz parte da vida. Sem a morte nã o há vida.

2. Lembre-se de tudo o que essa pessoa lhe deu durante seu tempo juntos - as experiências,
a diversã o e tudo o que ela lhe deu, nã o apenas na vida deles, mas na morte deles. Lembre-
se da marca que eles deixaram em você. Reconheça os momentos inesquecíveis e preciosos
que você teve juntos para conhecer a beleza de sua personalidade, atitude e visã o de
mundo.

3. Pegue essas memó rias e momentos preciosos e escreva um elogio para a pessoa. Você
pode ou nã o entregar esse elogio a seu serviço, dependendo da situaçã o. Nã o
importa. Escreva de qualquer maneira.

4. Nã o seja egoísta. Outras pessoas também estã o sofrendo a perda. Nã o é sobre você. Faça


o que puder para apoiar a família da pessoa que morreu. Se você é da família, faça o
possível para apoiar outras pessoas da sua família. Seja forte.

5. Entenda o fato de que você pode perder o controle de suas emoçõ es durante esse
período. Você será atingido por poderosas ondas de emoçõ es. Você pode querer
chorar; você pode querer gritar; você pode querer agitar os punhos para o céu. Quando
apropriado, liberte essas emoçõ es. As ondas parecerã o incontrolá veis a princípio e elas
virã o frequentemente. Com o tempo, essas ondas serã o menos poderosas e ocorrerã o com
menos frequência. Está tudo bem. Isso nã o significa que você se importa menos. Significa
apenas que você está processando gradualmente a perda. Isto é uma coisa boa. Nã o se sinta
culpado por isso. A pessoa que morreu nã o gostaria que você fosse infeliz.

6. Saiba que você teve a sorte de ter essa pessoa em sua vida, mesmo que fosse por muito
pouco tempo. Seja grato pela oportunidade de estar com eles. Essa pessoa que você perdeu
ensinou que a vida é preciosa e como somos abençoados por ter todos os dias para crescer,
aprender, rir e viver.

7. Escreva uma carta para o seu ente querido perdido. Explique a eles o que eles
significaram para você. Explique a eles como eles o ajudaram e o que eles ensinaram. Diga a
eles como você realmente se sentiu sobre eles. Se houve atrito entre você, explique. Se você
lhes deve um pedido de desculpas por algo que disse ou fez, peça desculpas. Explique a eles
que você os amava e que sentirá muita falta deles e que nunca os esquecerá . Explique que
você vai se lembrar deles, mas nã o vai morar no passado. Entã o explique a eles que você
continuará com sua vida. Que você viverá sua vida - e prometa a eles que viverá a melhor
vida possível e os deixará orgulhosos.

8. Pegue a carta. Coloque em um envelope. Escreva o nome dele. Traga-o para a lá pide


deles. Se ajoelhe. Coloque a mã o na sepultura deles. Coloque a carta no chã o ao lado de sua
lá pide. Diga a eles que os amava e que você escreveu uma carta para eles. Diga
adeus. Entã o, vá e viva.
9. Todos os anos, no aniversá rio ou no dia em que morrem, visitam seu tú mulo. Traga
flores. Tome um joelho e olhe para a lá pide deles. Leia em voz alta. Entã o olhe para si
mesmo e avalie se você está cumprindo a promessa que fez de viver a melhor vida possível
e se eles teriam orgulho de você.
 
Problemas financeiros
Você perdeu o emprego, teve uma conta médica inesperada, uma emergência familiar,
viagens não planejadas etc. e o dinheiro é escasso.
 
1. Alcançar a liberdade financeira requer
disciplina financeira que começa com o rastreamento de todas as suas atividades
financeiras. Comece com um orçamento de todas as suas receitas e despesas. Você precisa
saber para onde está indo o seu dinheiro.

2. Revise os gastos passados para ver o que é possível reduzir ou eliminar. Se você nã o
acompanhar suas despesas, comece agora. Fique esperto com o planejamento financeiro
bá sico e a economia. Eduque-se.

3. Você pode precisar tomar decisõ es agressivas e imediatas. Venda pertences


desnecessá rios e cancele serviços desnecessá rios. Consoles de videogame e TV a cabo nã o
sã o requisitos. Coma menos e coma mais em casa. Cancele a sua academia e comece a
treinar na garagem. Roupas novas, férias ou um carro novo terã o que ser colocados em
espera.

4. Continue procurando outras maneiras de minimizar seus encargos financeiros. Converse


com seu banco e renegocie as taxas de juros em qualquer cartã o de crédito ou
empréstimo. Pague os empréstimos com taxas de juros mais altas o mais rá pido possível e
evite dívidas adicionais. Faça um segundo emprego ou procure uma posiçã o de
remuneraçã o mais alta. Dedique mais tempo ao seu trabalho atual para se preparar para
um aumento ou promoçã o. Faça o que puder para maximizar a renda e minimizar as
despesas.

5. Nã o mantenha sua família no escuro. Receba informaçõ es de todos os afetados pela


situaçã o e faça um esforço de equipe. Explique para que eles percebam que esse orçamento
nã o é um castigo ... é a ferramenta que você está usando para ajudar todos a alcançar
liberdade financeira e enfrentar a tempestade. Quanto mais eles entenderem, mais fá cil
será .

6. Revise seu orçamento todos os meses, compare a receita e os gastos reais com o
orçamento e ajuste de acordo. Pode levar algum tempo para sair de um buraco financeiro,
mas com disciplina, isso será alcançado.
 
 
Traição de confiança
Alguém me traiu e eu não sei o que fazer.
 
1. Reconheça que você acabou de aprender algo sobre o cará ter dessa pessoa. Agora você
sabe melhor com o que está lidando e deve estar alerta com essa pessoa no futuro.

2. Se esta é uma situaçã o de trabalho e vidas estã o em risco ou se algo está acontecendo
moralmente ou eticamente errado ou ilegal, entã o confronte imediatamente a situaçã o
adequadamente e aumente a cadeia de comando.

3. Certifique-se de ter provas e nã o sair pela metade porque as pessoas enganosas se


preparam e estã o prontas para a batalha para se protegerem. Eles nã o se importam com o
que acontece com outras pessoas - incluindo você. Eles acham que estã o fugindo de suas
mentiras, entã o você deve observar essa pessoa com cuidado.

4. Se houver uma grande traiçã o em sua vida pessoal, desanexe-se mentalmente, avalie o
que será necessá rio para se livrar dessa pessoa. Tome as medidas necessá rias e afaste-se
delas.

5. Se a traiçã o for menor, talvez nem seja digna da palavra traiçã o, você registra isso em seu
cérebro e registra que essa pessoa nã o é confiá vel. Você viu o personagem
deles. Notado. Saiba que você precisa ter cuidado com eles, porque eles pensam que sã o
mais espertos que você e podem se safar. Mas mantenha essa desconfiança e aversã o
internos.

6. Você é um profissional e é emocionalmente está vel. Seja diplomá tico. Seja


diplomá tico. Nã o deixe que as manobras de outro ser humano o deixem excitado. Outra
pessoa nã o deve controlar suas emoçõ es assim. Fique no controle.
 
Problemas no trabalho
Tudo está caindo ao meu redor - e eu não sei o que fazer.
 
1. Reconheça que, à s vezes, é assim que a vida funciona. Quando as coisas dã o errado, elas
parecem acontecer de uma só vez. Eles se combinam e é bem fá cil, à s vezes, sentir-se
derrotado quando você se depara com todos esses problemas e questõ es.

2. Nã o desista. De fato, faça o oposto. É hora de você lutar mais. É hora de entrar e entrar
em pé de guerra. Isso começa com uma das leis fundamentais da liderança em combate -
PRIORIZAR E EXECUTAR.

3. Faça uma lista. Qual é o maior problema? O que está causando mais estresse? Suas
pressõ es no trabalho estã o impactando negativamente sua vida doméstica?
4. Em casa: Sua família provavelmente percebeu o estresse e a tensã o do trabalho. Entã o,
converse com sua família - diga a eles o plano de como você vai lidar com a situaçã o e
conserte-a. Se você vai trabalhar mais horas, verifique se a família está ciente disso e
discuta e planeje como todos podem ajudar a encontrar alguma folga.

5. No trabalho: fale com seu chefe - encare isso. Diga a ele que você vai intensificar o seu
jogo. Aparecer cedo, trabalhar durante o almoço, ficar até tarde. Esteja onde quer que
esteja, sempre que eles precisarem. Explique que você está 100% comprometido em apoiar
a empresa e a missã o.

6. Com um colega de trabalho: é hora de ter uma discussã o profissional e resolver todos os
problemas. Lembre-se de que outras pessoas nã o podem ler sua mente. Seu colega de
trabalho pode nã o ter idéia de como eles estã o afetando sua vida profissional e uma
simples conversa pode melhorar dramaticamente a situaçã o. Assuma o controle do
problema e ouça a outra pessoa com a mente aberta em relaçã o à sua parte em qualquer
estresse no trabalho. Fale sobre o que vocês dois farã o para melhorar a situaçã o.

7. Vai ser difícil porque a vida é difícil. Esses desafios que você enfrenta farã o o possível
para derrubá -lo. Nã o os deixe. Levante-se e desenterre-se. Alinhe esses problemas e lute
contra eles. Deixe que esses desafios o levem - elevem você. As provaçõ es e demandas o
tornarã o mais forte.

8. Deixe que a adversidade que você enfrenta hoje o transforme em uma pessoa melhor
amanhã , para que no futuro você olhe para essas lutas e diga "obrigado - você me fez
melhorar".
 
Desculpa
Eu disse ou fiz algo que feriu os sentimentos de alguém e preciso fazer o que é certo.
 
1. Assumir a propriedade dele. Você é responsá vel por suas palavras e açõ es. Na maioria
das situaçõ es, um simples e honesto "desculpe" é suficiente. Mas à s vezes você precisa
pedir perdã o.

2. Se pedir desculpas faz com que você se sinta desconfortá vel, passe algum tempo
pensando sobre o motivo. Por que você machucou essa pessoa? Quanto você se importa
com essa pessoa? Seu ego está impedindo você de fazer a coisa certa? Você nã o é humilde o
suficiente para reconhecer que o que fez foi errado?

3. Encontre o local e o momento certos para conversar com a pessoa a quem você deseja se
desculpar. Tarde da noite, quando todos estã o cansados ou em locais pú blicos, nã o é um
bom plano. Pense no que você quer dizer e ensaie. Seja autêntico, mas saiba o que vai
dizer. Isso é importante.
4. Evite meias desculpas ditas com um tom que indica que você só quer acabar com isso e
que realmente nã o quer dizer isso. Nã o é hora de expor ofensas passadas que você está
segurando. Concentre-se na ú nica situaçã o e fale sobre isso.

5. Se seus filhos testemunharam a discussã o em que você machucou alguém, informe-os de


que você estava errado e que pediu perdã o. É um momento de aprendizado para eles
verem que pedir desculpas e pedir perdã o é um sinal de força, nã o um sinal de fraqueza.

6. Controle-se no futuro. Seu objetivo deve sempre ser manter o controle de suas palavras e
açõ es para preservar seus relacionamentos. Mas se você perdeu esse controle, lembre-se
de que O caminho a seguir para restaurar seu relacionamento começa com você.
 
 
Acidente / Doença
Como avançar após um acidente ou diagnóstico médico grave?
 
1. A luta nã o acabou - na verdade, apenas começou. Diagnó stico de câ ncer? Acidente com
ferimentos graves? É hora de deixar de lado qualquer coisa que nã o seja direcionada
diretamente para todo o seu esforço em superar o diagnó stico ou aprender a se adaptar à s
novas circunstâ ncias. Entenda que isso pode levar tempo, possivelmente anos para se curar
ou se adaptar.

2. Você está vivo agora. Está na hora de lutar. Prepare-se para a longa guerra.

3. Seu primeiro passo deve ser obter ajuda. Reú na todas as ferramentas possíveis para
combater - médicos, familiares, amigos e quaisquer recursos que ajudarã o na sua
recuperaçã o. Construa um plano e trabalhe com disciplina e crença.

4. Você precisa de uma contraparte nesta batalha. Alguém com quem você pode
contar. Alguém que fará perguntas difíceis e dará respostas diretas para você e seus
médicos - para sua família. Pode ser um membro da família, um amigo ou um colega de
trabalho. Sua principal qualidade precisa estar falando a verdade. Quanto mais tempo eles
ficarem ao seu lado, melhor.

5. Organize-se. Haverá papelada, compromissos, prescriçõ es, contas e inú meros outros


detalhes que precisam ser rastreados. Rastreie-os . Faça um sistema. Use-o.

6. Converse com seu trabalho. Explique sua situaçã o. Peça por ajuda. Utilize seus recursos,
se houver.

7. Você precisará de ajuda e as pessoas a oferecerã o. Use-o, mas lembre-se, que a logística
dos mecanismos de suporte pode ficar esmagadora. Entre as pessoas que oferecem ajuda,
peça a uma delas para liderar a equipe de suporte.

8. Saiba que você pode ganhar. Você pode sair ainda mais forte porque agora conhece a
verdadeira escuridã o e agora realmente aprecia a luz.

9. Concentre-se em superar isso e nã o importa o resultado, você saberá que fez tudo ao seu
alcance para lutar e vencer e isso é uma vitó ria em si.
 
 
 

 
 
Vício
Sou viciado em uma substância, atividade ou algo que me controla e não sei como quebrá-lo.
 
Lidar com esse vício pode exigir ajuda profissional. Se for esse o caso, compre agora. Nã o
deixe seu ego ficar no caminho de obter a ajuda que você precisa.

1. Admita que você é controlado por algo externo em sua vida. Isso torna a sua vida pior,
nã o melhor, e impede que você atinja seu potencial má ximo. Você nã o pode se tornar o que
é capaz até vencer isso.

2. Nã o culpe os outros nem aceite que você é uma vítima - assuma total responsabilidade
pela situaçã o.

3. Anote tudo de ruim que vem disso. Calcule o custo financeiro, emocional, mental, físico e
o impacto em seus relacionamentos por causa de seu vício.

4. Em seguida, anote tudo de bom que vem dele.

5. Agora, anote o resultado a longo prazo de manter esse vício. Que efeitos isso terá na sua
vida no final e como você vê as pessoas no mundo sendo afetadas por isso?

6. Crie um plano para parar. Isso é algo que você pode fazer e pode controlar. Mas,
novamente, você pode precisar de ajuda profissional. Nã o subestime sua necessidade de
suporte. Se for necessá ria ajuda profissional, obtenha-a.

7. Domine este plano. Comprometer-se com as etapas necessá rias para vencer e ser
disciplinado em segui-las todos os dias.
8. Separe do seu vício. Evite pessoas que ativam seu vício e nã o querem vê-lo derrotá -
lo. Cerque-se de pessoas que querem ver você ganhar.

9. Quando o desejo de alimentar seu vício ocorrer, discipline-se com exercícios, leitura,
escrita ou qualquer outra coisa que o impeça de cair do Caminho novamente.

10. Se você cair do Caminho novamente, volte a ele.

11. Faça o que for necessá rio. Você sabe a resposta e sabe o que fazer. Você está 100% no
controle de suas pró prias açõ es.
 

 
 
Trauma
Sofri um trauma psicológico e não sei como lidar com isso.
 
Lidar com esse trauma pode exigir ajuda profissional. Se for esse o caso, compre agora. Nã o
deixe seu ego ficar no caminho de obter a ajuda que você precisa.
 
1. Aceite que você foi afetado por um evento sério que teve um impacto psicoló gico real em
sua vida.

2. Nã o aceite que você é uma vítima - essa pode ser uma situaçã o difícil, mas você tem
controle sobre como responde ao trauma.

3. Anote tudo de ruim que veio do trauma. Considere o impacto que isso causou em sua
vida, o dano que causou a você física, mental e emocionalmente. Reconheça onde você está
agora por causa do que aconteceu.

4. Anote tudo de bom que veio dele.

uma. Isso fez você apreciar o que tinha antes?

b. Isso fez você perceber que poderia ter sido pior?

c. Você vê que outros sofreram pior?

d. Isso mostrou que há resiliência e força dentro de você?

5. Evite comportamentos contraproducentes. Nã o beba, nã o use drogas. Nã o procure


maneiras de evitar ou entorpecer a dor.
6. Crie um cronograma disciplinado. Acorde cedo e faça exercícios. Coma saudá vel, trabalhe
duro, passe um tempo de qualidade com sua família, amigos e pessoas importantes em sua
vida.

7. E quando você sente que essas pessoas nã o entendem, você está certo, elas nã o.

8. Está tudo bem, porque você entende. Nã o evite a escuridã o, nã o a ignore.

9. Você conhece a escuridã o. E por isso, você conhece a luz.

10. Siga um caminho em direçã o à luz. Encontre alegria, riso, sol, exercício e natureza.

11. Nã o deixe esse trauma bater em você ou tirar isso de você. Avançar todos os dias.

12. Vença esse trauma vivendo sua vida.


 
 
 
O desconhecido
O que faço quando não sei o que fazer. Algo ruim aconteceu e eu nem sei por onde começar.
 
Este é o protocolo de estratégia. Como todo cená rio nã o pode ser tratado, esse é o
protocolo para o que fazer quando você nã o sabe o que fazer.
 
1. Comece dando um passo atrá s. Desanexar. Respire fundo e olhe em volta. Certifique-se
de avaliar tudo o que está acontecendo.

2. Pense em quais sã o suas possibilidades e quais decisõ es você pode tomar AGORA e quais
sã o os resultados prová veis dessas decisõ es.

3. Escreva. Como é o sucesso nessa situaçã o? Como você pode chegar lá ? Quanto deve
demorar? Você conhece alguém que possa fornecer orientaçã o ou aconselhamento?

4. Trabalhe o plano. Tome medidas que o levem adiante. Nã o fique estagnado. Nã o mora. Dê


um pequeno passo em direçã o ao que você acha que é a melhor decisã o. Nã o é um passo
gigantesco - porque você nã o sabe exatamente o que está acontecendo. Esta é uma etapa
que permite avaliar novamente antes de decidir o que fazer a seguir.

5. Empurre para frente, faça uma pausa e reavalie novamente. Repita e pressione para
frente até o ponto de atrito. Pressione até chegar ao ponto em que você vê uma nova
oportunidade ou uma necessidade de recuar e reavaliar novamente.
6. Deixe espaço para manobrar. Quando fica difícil - nã o se renda, nã o desista, nã o
desista. Entã o você nã o falhou. Tudo o que isso significa é que você precisa se reagrupar e
recolocar. Você aprendeu, ganhou experiência e AINDA ESTÁ VIVO .
 

 
 
Como lidar com o sucesso no The Path:
 
Você está no caminho. Você está vendo os resultados do seu trabalho duro e seus esforços
estã o valendo a pena. Disciplina diá ria nã o mitigada em todas as coisas nã o é apenas um
ditado - é a sua vida.
 
Sua saú de é excelente, o trabalho e o desempenho pessoal estã o superando as expectativas,
você está liderando em todos os aspectos da sua vida.
 
E agora?
 
Agradeça a quem o ajudou ao longo do caminho. Faça um balanço do que você alcançou.
 
Entã o vá mais difícil.
 
Conduzir.
 
Lidere sua família, sua comunidade, seu país. Lidere todos e tudo em seu mundo.
 
Guie outros ao Caminho. Mostre-lhes o caminho.
 
 
 
 
Diá rio nã o mitigado
 
Disciplina
 
em todas as coisas.
 
 
 
 
 
 
 
É o único caminho.
 
 
Acompanhe seu progresso
com formulá rios de avaliaçã o para download em:
 
 
 
jockopublishing.com/downloads