Você está na página 1de 7

TJBA

PJe - Processo Judicial Eletrônico

20/03/2019

Número: 8000801-29.2018.8.05.0001
Classe: PROCEDIMENTO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL
Órgão julgador: 1ª V DO SISTEMA DOS JUIZADOS ESPECIAIS DE FAZENDA PÚBLICA
Última distribuição : 15/02/2018
Valor da causa: R$ 3.906,74
Assuntos: Reajuste de Remuneração, Soldo, Proventos ou Pensão
Segredo de justiça? NÃO
Justiça gratuita? SIM
Pedido de liminar ou antecipação de tutela? NÃO
Partes Procurador/Terceiro vinculado
HEBERTH DA SILVA GOMES (AUTOR) YURI LUIZ RODRIGUES EVANGELISTA (ADVOGADO)
ESTADO DA BAHIA (RÉU)
Documentos
Id. Data da Documento Tipo
Assinatura
17414 02/10/2018 20:29 Acórdão Acórdão
507
EMENTA

RECURSO INOMINADO. JUIZADO ESPECIAL. FAZENDA PÚBLICA. DIREITO


ADMINISTRATIVO. POLICIAL MILITAR.SOLDADO ESCALADO PARA ATUAR NO
FUNCÃO DE CHEFE DE GUARNIÇÃO. SUBSTITUIÇÃO EM PATENTEN SUPERIOR.
SOLDO RECEBIDO EM GRADUAÇÃO INFERIOR. ILEGALIDADE. PAGAMENTO DEVIDO
REFERENTE AO SOLDO E GRATIFICAÇÃO DA GRADUAÇÃO EM SUBSTITUIÇÃO.
RECURSO CONHECIDO PROVIDO EM PARTE.

PODER JUDICIÁRIO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA

6ª TURMA RECURSAL

DECISÃO PROCLAMADA

Conhecido e provido Por Unanimidade

Salvador, 1 de Outubro de 2018.

RECURSO INOMINADO

PROCESSO: 8000801-29.2018.8.05.0001

Assinado eletronicamente por: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA - 02/10/2018 20:29:53 Num. 17414507 - Pág. 1
https://pje.tjba.jus.br:443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=18100220295300000000016509097
Número do documento: 18100220295300000000016509097
RECORRENTE: HEBERTH DA SILVA GOMES

RECORRIDO: ESTADO DA BAHIA

JUÍZA RELATORA: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA

RELATÓRIO

Vistos, etc..

Cuida-se os autos sobre Ação Ordinária proposta por Heberth da Silva Gomes em face da Secretaria da
Fazenda do Estado da Bahia.

Aduziu o recorrente ser Soldado da Polícia Militar do Estado da Bahia, ocupando o posto de Soldado de
1ª Classe. Declarou que “durante o período de fevereiro de 2013 até setembro de 2013 foi escalado para
trabalhar como comandante de guarnição, exercendo temporariamente a função de Sargento PM”,
acumulando duas funções de forma simultânea e sucessiva, sem, contudo, receber qualquer
contraprestação pecuniária.

A sentença, julgou improcedentes os pedidos, ao fundamento de que “razão ao demandado no sentido de


que o pagamento da substituição de função prevista no artigo 9° da Lei 3803/80, desde 27-12-01 (data de
início da vigência da Lei 7990/01), depende de lei que atenda as condições do artigo 166 do EPM e que
até a presente data não foi elaborada”.

Assinado eletronicamente por: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA - 02/10/2018 20:29:53 Num. 17414507 - Pág. 2
https://pje.tjba.jus.br:443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=18100220295300000000016509097
Número do documento: 18100220295300000000016509097
Inconformado, o autor interpôs o presente recurso, requerendo a reforma da decisão.

É o breve relatório, ainda que dispensado, consoante autorizado pelo artigo 38, da Lei 9.099/95, de
aplicação subsidiária aos Juizados da Fazenda Pública.

VOTO

Vistos, etc.

Inicialmente, diante a comprovação de insuficiência de recursos financeiros para arcar com os


pagamentos das custas judiciais, consoante percebe-se dos contracheques juntados, defiro o pedido de
assistência judiciária gratuita.

O recurso é tempestivo e os pressupostos de admissibilidade estão presentes. Assim, dele conheço.

Trata-se de ação de obrigação de pagar e obrigação de fazer, onde o recorrente, Soldado da Policial
Militar do Estado da Bahia, pleiteia o recebimento da substituição durante o período em que exerceu
função de patente superior à sua.

Assinado eletronicamente por: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA - 02/10/2018 20:29:53 Num. 17414507 - Pág. 3
https://pje.tjba.jus.br:443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=18100220295300000000016509097
Número do documento: 18100220295300000000016509097
Os atos administrativos têm presunção de legitimidade e, portanto, a princípio poder-se-ia afirmar a
inexistência de qualquer equívoco por parte da Administração ao analisar os documentos apresentados
pelo autor para provar o quanto alegado na exordial.

Entretanto, esta presunção é relativa, a qual suporta exceções.

No caso em apreço, após análise dos documentos acostados aos autos e do contexto fático apresentado
pelo autor, restou evidenciado que este, ocupante da graduação de Soldado de Policia Militar do Estado
da Bahia, exerceu função de Sargento PM, atribuição superior à sua patente, sem receber a
contraprestação devida.

Os artigos 169 e 170 da Lei 7.990/2001 (Estatuto da Policial Militar da Bahia), estabelece que a sequência
de substituições bem como as normas, atribuições e responsabilidades a elas relativas, são as
estabelecidas na legislação peculiar, e que o policial militar ocupante de cargo provido em caráter efetivo
permanente ou temporário gozará dos direitos correspondentes ao cargo, conforme previsto em
dispositivo legal.

Com efeito, ao caso concreto, entendo que deve-se aplicar o disposto nestes dois artigos, que referem-se à
substituição sobre o cargo de policial militar, suas atribuições, deveres e responsabilidades.

Em que pese a Portaria nº080-CG/06 regulamentar a organização estrutural e funcional da PMBA, sobre o
tema, cumpre trazer também a disposição da Lei de Remuneração da PM/BA (Lei 3.803/81), que em seu
art. 9° dispõe que:

“Art. 9º - O policial militar no exercício de cargo ou comissão cujo desempenho seja privativo de posto
ou graduação superior ao seu, perceberá o soldo daquele posto ou graduação.”

Neste sentido tem-se decidido nosso Tribunal:

Assinado eletronicamente por: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA - 02/10/2018 20:29:53 Num. 17414507 - Pág. 4
https://pje.tjba.jus.br:443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=18100220295300000000016509097
Número do documento: 18100220295300000000016509097
APELAÇÃO CÍVEL E REEXAME NECESSÁRIO. AÇÃO ORDINÁRIA. POLICIAL MILITAR.
COMANDO DE PELOTÃO. REMUNERAÇÃO. DIFERENÇAS. RELAÇÃO DE TRATO SUCESSIVO.
PRESCRIÇÃO QUINQUENAL. APELO PROVIDO PARCIALMENTE.É direito do policial militar que
assume posição de Comando de Pelotão perceber a remuneração correspondente ao cargo de 1º Tenente.
Inteligência dos arts. 26 da Lei Estadual n. 3933/1981 e 2º, I e IV, e 9º, da Lei Estadual n. 3803/1980.
Diferenças remuneratórias devidas, com correção monetária pelo IPCA, desde o vencimento de cada
parcela, e os juros, aqueles que remuneram a poupança, incidentes desde a citação. Cuidando-se de
relação de trato sucessivo, a prescrição quinquenal atinge apenas as parcelas anteriores ao quinquênio
precedente ao ajuizamento da ação (Decreto Federal n. 20910/1932, arts. 1ºe 3º, e CPC/1973, art. 219, §
1º). Apelo provido parcialmente. Sentença reformada em parte, inclusive em reexame necessário.
(Classe:Apelação,Número do Processo:0108825-55.2002.8.05.0001, Relator (a): Telma Laura Silva
Britto, Terceira Câmara Cível, Publicado em:10/07/2015 )”

Para que haja aplicação do dispositivo legal acima referido, faz-se necessário o exercício da função em
cargo privativo de posto ou graduação superior à de quem está, de fato, o exercendo.

Tendo o autor ocupado a função de Sargento por um determinado período, atividade correlata ao posto
imediatamente superior, mesmo que em caráter temporário, faz jus a receber pela substituição de função,
não cabendo ao Estado negar o pagamento da função exercida e devidamente comprovada. Assim, se
houve a efetiva prestação do serviço de boa-fé pelo autor, devido é o pagamento das diferenças dos
vencimentos, sob pena de enriquecimento ilícito do Estado.

Isto posto, voto no sentido de CONHECER E DAR PROVIMENTO AO RECURSO, para


reformando a sentença monocrática, determinando que o Estado da Bahia pague ao recorrente os valores
referentes a substituição de função de forma corrigida e retroativa, ou seja, a diferença correspondente à
remuneração com base no soldo de Sargento, nos meses de fevereiro de 2013 até setembro de 2013,
acrescido de juros e correção monetária. Sem custas e honorários.

É como voto.

Salvador, de de 2018.

Assinado eletronicamente por: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA - 02/10/2018 20:29:53 Num. 17414507 - Pág. 5
https://pje.tjba.jus.br:443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=18100220295300000000016509097
Número do documento: 18100220295300000000016509097
Bela. Leonides Bispo dos Santos Silva

Juíza Relatora

Assinado eletronicamente por: LEONIDES BISPO DOS SANTOS SILVA - 02/10/2018 20:29:53 Num. 17414507 - Pág. 6
https://pje.tjba.jus.br:443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=18100220295300000000016509097
Número do documento: 18100220295300000000016509097

Você também pode gostar