Você está na página 1de 24

CURSO PROGRESSÃO

Prof Adonis Miguel Jr.


Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Sanzio_01
Exercício 1. O Absolutismo e o Mercantilismo constituíam, pois, a dupla .jpg Acesso em: 10 set. 2013.
face do Antigo Regime. O Mercantilismo, expressão econômica da Exercício 5. A imagem acima, “A
aliança realeza – burguesia, tinha como objetivo básico: Escola de Atenas”, é considerada
a) enriquecer a nobreza; uma das maiores obras de arte
b) promover o enriquecimento do país através da agricultura; renascentista. Foi elaborada sob
c) fortalecer o Estado absolutista; a forma de afresco, realizado
d) eliminar a influência do Estado na economia; entre os anos de 1506-1510, sob
e) criar condições de assegurar o livre comércio. encomenda do Vaticanopara
Exercício 2. Responder à questão estão associando os nomes dos artistas e ornarum
escritores do Renascimento italiano (coluna A) com as características dos aposentos do palácio principal. pal. Rafael Sanzio soube representar de
gerais de suas obras (coluna B). modo magistral o espírito de sua época. No centro do afresco, as figuras
Coluna A dos filósofos Platão e Aristóteles bem como de outros sábios da
1. Sandro Boticcelli2. Leonardo da Vinci Antiguidade.
3. Giovanni Boccaccio4. Michelangelo Considerando o contexto histórico retratado na obra e as proposições
proposiçõ
Coluna B que se seguem, marque a alternativa CORRETA
( ) Escultor e pintor que realizou as obras Pietá, Davi e Moisés, I.A realização da grandiosa obra foi em parte possível pela prática do
inspirando-se na escultura greco-romana. mecenato, que propiciava ao artista as condições materiais para
( ) Escritor que produziu Decameron em dialeto italiano, obra na qual, aprodução de obras de arte e de inventos científicos.
com humor, faz uma crítica ao clero e aos costumes da época. II.A técnica da perspectiva,
pectiva, a valorização do volume dos corpos pelo
( ) Pintor que, além de ter produzido
zido o retrato mais famoso da história da contraste claro-escuro,
escuro, e a utilização, no original, de cores vivas revelam
arte, notabilizou-se como gênio inventivo. a preocupação em representar as pinturas da forma mais realista
( ) Pintor que, influenciado pela mitologia clássica, concebeu possível.
Nascimento de Vênus e Alegoria da Primavera. III.Apesar da crença em um conhecimento racional do mundo, mundo os
A numeração correta na coluna B, de cima para baixo, é: intelectuais desse contexto acreditavam na existência de Deus, que
a) 1 - 3 - 2 – 4b) 2 - 4 - 3 – 1c) 3 - 1 - 2 - 4 dotou o homem de raciocínio para desvendar as leis do universo.
d) 4 - 3 - 1 – 2e) 4 - 3 - 2 - 1 IV.Os intelectuais renascentistas buscaram inspiração nos padrões
Exercício 3. "A consciência da oposição entre coisas antigas e estéticos e nos conhecimentos produzidos pelos clássicos clássic greco-
modernas, e com ela a formação de um conceito de modernidade, romanos da Antiguidade.
surgiu durante o Renascimento, no século XVI. À visão religiosa de a) I, II, III e IV.b) I e IV, apenas.c) II e III, apenas.
mundo da nobreza e do clero, difundida na Idade Média, começa a d) II e IV, apenas.e) I e III, apenas.
contrapor-sese outra visão, a burguesa. Tal mudança coloca o homem no Exercício 6. Observe a figura. Sobre esta obra,
centro do universo (conceito antropocêntrico), abrindo novas apresentam-se quatro
perspectivas ao pensamento político e religioso, assim como ao afirmações.
desenvolvimento das ciências." I)Faz parte da arte
(extraído do livro História Moderna eContemporânea de Carlos Guilherme Mota). renascentista
No que se refere ao Renascimento, julgue os seguintes itens, colocando européia.
(V) para “VERDADEIRO” ou (F) para “FALSO” nos parênteses: II)Contém uma
( )Processo de renovação cultural, o Renascimento refletia o gradativo gradat dimensão de humor e
crescimento da burguesia, da vida urbana e das atividades mercantis, de crítica aos
em marcha desde a Baixa Idade Média. comportamentos
( )O racionalismo, uma das características centrais do movimento humanos.
renascentista, estimulou o nascimento da ciência moderna, ao incentivar III)Narra a história das
a pesquisa objetiva e o método experimental. atividades de trabalho
( )A literatura renascentista de elevado senso crítico e comprometida do camponês no início
(Bruegel, Os Provérbios Holandeses 1559)
com a elaboração de um novo conceito de vida e de homem também da Idade Média.
contribuiu para a consolidação dos novos idiomas nacionais, derivados IV)Apóia a idéia da Igreja católica de elevação espiritual
espi humana para
do latim. os pobres e humildes.
( )No campo das artes, o Renascimento afastou-se se do modelo clássico: Estão corretas as afirmações:
as figuras humanas foram retratadas sem a preocupação com estudos a) I e II, apenas.b) I, II e IV, apenas.c) I, III e IV, apenas.
anatômicos, técnicas de cores ou uso da perspectiva. d) II, III e IV, apenas.e) I, II, III e IV.
( )Todas as opções estão corretas
A sequência correta, de cima para baixo, é: Exercício 7. Observe as reproduções das pinturas abaixo e leia o trecho
a) V VV F Fb) F FFF Vc) V VVVV a seguir
d) F V F V Fe) V F V F F
Exercício 4. (Fgv 1996 - adaptado) Acerca do Renascimento:
I - As características do homem no Renascimento são: racionalismo,
individualismo, naturalismo e antropocentrismo, em oposição aos
valores medievais baseados no teocentrismo.
II - O Renascimento não foi um processo homogêneo. Seu
desenvolvimento foi muito desigual e as manifestações mais
expressivas se deram nos campos das artes e das ciências, sendo que
no campo artístico, a literatura e ass artes plásticas ocupavam lugar de
destaque.
III - A arte renascentista tornou-se se predominantemente religiosa,
retratando a vida de santos, de clérigos e o cotidiano cristão da época.
IV - A Itália foi o centro do Renascimento porque era o centro do
desenvolvimento
volvimento comercial e urbano, que gerava os excedentes de
capital para o investimento em obras de arte.
É correto apenas o afirmado em: © Muséedu Louvre/A. Dequier - M. Bard Pintura a óleo, consultada no portal do artista
a) I, II e III.b) I, II e IV.c) I e II.d) I e III.e) II e IV. Retrato de Lisa Gherardini, esposa de colombianowww.fernandobotero.com -
Francesco del Giocondo. Pintado por Fernando Botero é colombiano e nasceu em
Leonardo di ser Piero DA VINCI (1452-1519) Bogotá no ano de 1932.
“Para o historiador acostumado a estudar o desenvolvimento dos
conhecimentos científicos ou filosóficos, a história da arte apresenta um
espetáculo penoso e perturbador, porquanto parece normalmente
norm
caminhar não para a frente mas para trás.”

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 1/4


(COLLINGWOOD, R.G. Speculum mentis, ouThe map of knowledge. Oxford,924, p.82, citado produções artificiais resultantes da intervenção humana e trabalho
em READ, Herbert. História da Pintura Moderna,Editora Círculo do Livro, p. 9)
escravo.
A figura 2 é uma paródia da figura 1. Na sua releitura da obra clássica
e) O comércio europeu e os interesses metropolitanos não foram
de Leonardo da Vinci, o pintor Fernando Botero amplia uma
preponderantes para definir o sentido e a forma de produção e
característica particular da sociedade renascentista italiana na virada do
exploração colonial no Brasil. As colônias, a exemplo do Brasil e dos
século XV para o século XVI.
E.U.A., por possuírem plena autonomia econômica em relação às
Marque a alternativa que relaciona CORRETAMENTE as figuras do
metrópoles europeias, formaram Impérios Coloniais com suas próprias
quadro com o trecho de Collingwood, citado.
metrópoles, como Salvador que foi a sede do Governo Geral no Brasil.
a) Valorização do naturalismo na pintura com destaque para os
aspectos matemáticos equilibrados da proporção humana, considerada Exercício 10. Na “Carta aberta aos nobres cristãos”, Martinho Lutero
símbolo da perfeição. afirma que uma terra desabitada ou povoada por pagãos é uma terra
b) Expressão da impressão e das idéias do artista, revelando sua selvagem. Se um grupo de cristãos se encontra nessas circunstâncias,
opinião sobre o mundo que o cerca, mantendo independência e seu dever não consiste em converter os pagãos. Os índios americanos
liberdade em relação à sociedade em que se insere. eram parte da natureza e, como todas as coisas da terra, estavam
c) Retomada dos valores clássicos do mundo grego e latino, contaminados pelo pecado e pela morte. Para esses nativos, portanto,
especialmente no que diz respeito aos modelos humanos, que confere não haveria salvação possível. Já os cristãos que se estabelecessem
ao processo artístico um retorno ao passado. “em uma situação onde não exista um sacerdote consagrado” deveriam
d) Crítica dos valores cristãos, especialmente aqueles associados aos eles mesmos eleger o seu.
padrões de comportamento vinculados ao casamento e ao modo de vida Sobre a colonização inglesa de caráter puritano na América do Norte, é
burguês. CORRETO afirmar que:
a) a doutrina protestante foi de mais fácil aceitação entre os nativos do
Exercício 8. Sobre o Renascimento, leia com atenção as afirmações
Novo Mundo do que a católica, por pressupor uma relação direta entre o
abaixo:
homem e Deus, sem intermediação da hierarquia eclesiástica.
I)As características do homem no Renascimento são o racionalismo, o
b) as origens da sociedade norte-americana na Nova Inglaterra, no
individualismo, o naturalismo e o teocentrismo, em oposição aos valores
início do século XVII, não têm caráter religioso, ao contrário da católica
medievais, baseados no antropocentrismo.
América Latina.
II)O Renascimento não foi um processo homogêneo. Seu
c) especificamente no que se refere ao estabelecimento de seus
desenvolvimento foi muito desigual, e as suas manifestações mais
seguidores em terras consideradas “de ninguém”, a visão protestante de
expressivas se deram nos campos das artes e das ciências. No campo
mundo favoreceu uma concepção autoritária de sua própria organização
artístico, a literatura e as artes plásticas ocuparam lugar de destaque.
social.
III)O Renascimento não pode ser considerado como um retorno à
d) a visão de mundo que guiou os puritanos que se estabeleceram na
cultura greco-romana, pois nenhuma cultura renasce fora de seu tempo.
América do Norte fundava-se na crítica à Igreja papista e romana.
IV)O Renascimento foi marcado pela ação dos mecenas – homens ricos
e) a ocupação do território norte-americano pelos colonos puritanos, no
que estimularam e patrocinaram o trabalho de artistas renascentistas.
século XVII, foi mais rápida que a das Américas Central e do Sul pelos
Entre os grandes mecenas encontravam-se banqueiros, monarcas e
católicos espanhóis no século XVI.
papas.
V)O movimento intelectual e cultural que caracterizou a transição da Exercício 11. Na Idade Média, Bizâncio era um importante centro
mentalidade antiga para a mentalidade medieval ficou conhecido como comercial e político. Merecem destaques seus feitos culturais,
Renascimento. mostrando senso estético apurado e uso das riquezas existentes no
Assinale a alternativa que indica apenas as afirmativas CORRETAS. Império. Na sua arquitetura, a igreja de Santa Sofia destacou-se pela
a) I, II e III.b) II, III e IV.c) III, IV, e V. a) sua afinação com o estilo gótico, com exploração dos vitrais e o uso
d) I, III e IV.e) II, III e V. de metais na construção dos altares.
b) simplicidade das suas linhas geométricas, negando a grandiosidade
Exercício 9. Sobre mercantilismo e processo de colonização do Brasil,
como nas outras obras existentes em Bizâncio.
leia os fragmentos abaixo.
c) grande riqueza da sua construção, com uso de mosaicos coloridos e
Fragmento 1
colunas de mármores suntuosas.
“O monopólio do comércio das colônias pela metrópole define o sistema
d) imitação que fazia dos templos gregos, com altares dedicados aos
colonial porque é através dele que as colônias preenchem a sua função
mitos mais conhecidos, revelando paganismo.
histórica, isto é, respondem aos estímulos que lhes deram origem, que
e) consagração dos valores católicos medievais, em que a riqueza
formam a sua razão de ser, enfim, que lhes dão sentido. [...] o sistema
interior era importante em toda cultura existente.
colonial promovia, ao mesmo tempo acumulação de capitais, por parte
dos grupos empresariais, e expansão dos mercados consumidores dos Exercício 12. Sobre a cultura medieval ocidental, considere as seguintes
produtos manufaturados. [...] É nesse contexto que se torna possível afirmativas:
compreender o modo como se organizaram nas colônias as atividades I - A maioria dos "não-romanos" desconhecia a escrita e utilizava-se da
produtivas [...].” (NOVAIS, Fernando A. O Brasil nos quadros do antigo sistema colonial) oralidade para orientar a vida social.
Fragmento 2 II - No campo da Filosofia, verificou-se a influência do pensamento
“[...] a colonização dos trópicos toma o aspecto de uma vasta empresa escolástico, que retomou o debate entre fé e razão.
comercial, mais completa que a antiga feitoria, mas sempre com o III - A arquitetura medieval caracterizou-se pela presença de grandes
mesmo caráter que ela, destinada a explorar os recursos naturais de um construções inspiradas em motivos religiosos, como mosteiros e igrejas.
território virgem em proveito do comércio europeu. É este o verdadeiro IV - O heroísmo da cavalaria e o amor, temas característicos da poesia
sentido da colonização tropical, de que o Brasil é uma das resultantes trovadoresca, tornaram-se comuns na literatura medieval. Assinale a
[...].” (PRADO JR., Caio. Formação do Brasil contemporâneo) alternativa correta.
Analisando os fragmentos acima, é correto afirmar: a) Apenas as afirmativas III e IV são verdadeiras.
a) Segundo os fragmentos, a colonização do Brasil foi organizada a b) Apenas as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.
partir da exploração de recursos naturais, monopólio sobre o comércio e c) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
a produção colonial, e sistema de acumulação de riqueza voltado para d) Apenas as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.
os interesses de grupos empresariais da metrópole. Podemos e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
considerá-las características do mercantilismo e sistema colonial Exercício 13. O predomínio da Igreja Católica marcou o mundo feudal. A
praticados no Brasil entre os séculos XVI e XVIII. sua presença se fez também nas realizações culturais. Dentro dessa
b) Nos fragmentos apresentados no enunciado da questão, Caio Prado perspectiva e analisando a arquitetura medieval, a sua literatura e a sua
Jr. e Fernando Novais possuem ideias divergentes. Para Fernando arte, podemos afirmar que:
Novais, o sentido da colonização do Brasil reside na liberdade de a) a Igreja Católica definiu os princípios estéticos, levando a que não
diferentes nações em acumular riquezas a partir do comércio de houvesse manifestações artísticas profanas.
manufaturas praticado autonomamente no Brasil. Para Caio Prado Jr., a b) apesar do domínio da Igreja, houve manifestações críticas que
riqueza era resultado apenas da exploração de recursos naturais sem mostravam as injustiças existentes.
associação de uma vasta empresa comercial. c) a influência da Igreja prevaleceu mais nas obras arquitetônicas que
c) O monopólio comercial da colônia pela metrópole não pode ser definiram os estilos das construções existentes.
considerado uma das características da prática do mercantilismo, pois d) os princípios da arte clássica não foram usados na Idade Medial
limitaria a expansão do mercado. Ocidental, pois a Igreja Católica os proibia.
d) A exploração dos recursos naturais se limitaram apenas ao pau-brasil e) a arte medieval não teve originalidade, sendo sufocada pelo excesso
e minerais preciosos como o ouro, ambos encontrados na natureza. A de religiosidade e de misticismo da época.
cana-de-açúcar, o algodão e o tabaco não devem ser considerados
produtos oriundos da exploração dos recursos naturais, pois são

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 2/4


Exercício 14. As imagens I.A imagem 1 trata-se de um parece vir dos modernos. Por isso, quando descubro uma ideia pessoal
representam, respectivamente, o exemplo da arquitetura e quero torná-la pública, atribuo-a a outrem e declaro: — Foi fulano de
esboço das fachadas da catedral de românica, surgida durante a Alta tal que o disse, não sou eu. E para que acreditem totalmente nas
Modena, na Itália e da catedral de Idade Média na Europa minhas opiniões, digo: — O inventor foi fulano de tal, não sou eu.
Chartres, na França. Ao considerar Ocidental. BATH, A. Apud PEDRERO SÁNCHEZ, M. G. História da Idade Média: texto e
as imagens, analise as afirmativas a II.A imagem 2 exemplifica o testemunhas. São Paulo: Unesp, 2000.
seguir: estilo gótico, nascido na Europa Nos textos são apresentados pontos de vista distintos sobre as
entre os séculos XI e XII, em mudanças culturais ocorridas no século XII no Ocidente. Comparando
plena dinâmica do sistema os textos, os autores discutem o(a)
feudal . a) produção do conhecimento face à manutenção dos argumentos de
III.Os elementos góticos da autoridade da Igreja.
imagem 2 são produtos de uma b) caráter dinâmico do pensamento laico frente à estagnação dos
sociedade efervescente, em que estudos religiosos.
novas categorias sociais c) surgimento do pensamento científico em oposição à tradição
dedicadas ao artesanato e ao teológica cristã.
comércio estão em ascensão. d) desenvolvimento do racionalismo crítico ao opor fé e razão.
IV.Na arte românica, e) construção de um saber teológico científico.
representada pela figura 1 foram COLEÇÂO. Grandes impérios e
utilizados elementos tanto civilizações. Madrid: Del Prado, 1996,
p. 156.
romanos e germânicos como
Exercício 18. As imagens nas
também bizantinos, islâmicos e
figuras a seguir ilustram
armênios, a fim de criar algo
organizações produtivas de
essencialmente original.
duas sociedades do passado.
V.Tanto a imagem 1 como a
O trabalho no campo foi,
imagem 2 evocam o poder da
durante muito tempo, uma das
Igreja, cuja sólida organização
atividades fundamentais para a
centralizada e rigidamente
estruturação e o
hierarquizada dominou o
desenvolvimento das
medievo europeu.
sociedades, como mostram as
Assinale a alternativa correta:
figuras 1 e 2. Nessas figuras, as
a) Somente as afirmativas I, II e
características arquitetônicas,
III estão corretas
tecnológicas e sociais retratam,
b) Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas respectivamente,
c) Somente as afirmativas III, IV e V estão corretas a) o agrarismo romano e o
d) Todas as afirmativas estão corretas escravismo grego.
e) Todas as afirmativas estão erradas b) a pecuária romana e a
agricultura escravista grega.
Exercício 15. (UPE/2000) c) a maquinofatura medieval e a
A arquitetura medieval tem expressões significativas nos estilos gótico e pecuária na Antiguidade.
românico. O estilo românico teve seu auge no século XI, caracterizando- d) a agricultura escravista
se pelas suas linhas simples, pequena quantidade de janelas, romana e o feudalismo
predominando o traço horizontal. O estilo gótico, por sua vez, era leve, medieval.
com construções grandiosas, de estrutura vertical, com janelas imensas. e) o feudalismo medieval e a
O texto acima: agricultura familiar no Antigo
a) é historicamente correto com relação às características do estilo Egito.
românico, mas se equivoca com relação ao gótico; Exercício 19. Calendário medieval, século XV.
b) faz uma análise correta dos estilos, mas esquece de afirmar que o Os calendários
gótico teve ligações com o crescimento da economia urbana; são fontes
c) faz apenas uma análise superficial do estilo gótico que, na verdade, históricas
muito pouco se diferenciava do românico; importantes, na
d) é historicamente incompleto e equivocado, pois mistura as medida em que
características dos estilos; expressam a
e) faz uma análise correta do estilo gótico e do românico que marcaram concepção de
os dois séculos iniciais da Idade Média. tempo das
Exercício 16. Observe a O ícone, pintura sobre madeira, foi sociedades.
figura. uma das manifestações Essas imagens
características da Civilização compõem um
Bizantina, que abrangeu amplas calendário
regiões do continente europeu e medieval
asiático. A arte bizantina resultou (1460-1475) e
a) do fim da autocracia do Império cada uma delas
Romano do Oriente. representa um
b) da interdição do culto de imagens mês, de janeiro
pelo cristianismo primitivo. Disponível em: www.ac-grenoble.fr. Acesso em:10 /05/ 2012. a dezembro.
c) do “Cisma do Oriente”, que rompeu Com base na análise do calendário, apreende-se uma concepção de
com a unidade do cristianismo. tempo
d) da fusão das concepções cristãs a) cíclica, marcada pelo mito arcaico do eterno retorno.
com a cultura decorativa oriental. b) humanista, identificada pelo controle das horas de atividade por parte
Madona e Filho, Berlinghiero, séc
XII. e) do desenvolvimento comercial das do trabalhador.
(www.literaria.net/RP/L2/RPL2.htm) cidades italianas. c) escatológica, associada a uma visão religiosa sobre o trabalho.
Exercício 17. TEXTO I d) natural, expressa pelo trabalho realizado de acordo com as estações
Não é possível passar das trevas da ignorância para a luz da ciência a do ano.
não ser lendo, com um amor sempre mais vivo, as obras dos Antigos. e) romântica, definida por uma visão bucólica da sociedade.
Ladrem os cães, grunhem os porcos! Nem por isso deixarei de ser um Exercício 20. “George R.R. Martin defende cena de estupro em
seguidor dos Antigos. Para eles irão todos os meus cuidados e, todos os 'Game ofThrones'”
dias, a aurora me encontrará entregue ao seu estudo. Uma cena de violência sexual envolvendo a personagem SansaStark
BLOIS, P. Apud PEDRERO SÁNCHEZ, M. G. História da Idade Média: texto e
(Sophie Turner) na quinta temporada de "Game ofThrones" gerou
testemunhas. São Paulo: Unesp, 2000.
TEXTO II polêmica entre os fãs da série. Em entrevista à revista
A nossa geração tem arraigado o defeito de recusar admitir tudo o que "EntertainmentWeekly", o escritor George. R. R. Martin, autor dos livros
que inspiraram a série, [afirmou que]:

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 3/4


"Os livros refletem uma sociedade patriarcal baseada na Idade Média.
Não era um tempo de igualdade sexual. Era muito classista, e as
pessoas eram divididas em três classes. Eles tinham ideias firmes sobre
o papel da mulher", afirmou o escritor. "Havia, é claro, mulheres fortes e
batalhadoras. Mas isso não muda a natureza da sociedade."
Disponível em:<http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2015/06/1637851-george-rrmartin-
defende-cena-de-estupro-em-game-of-thrones.shtml>.Acesso em: 11 nov. 2015.
Com base no texto, assinale a alternativa correta.
a) A perspectiva histórica que o escritor defende está equivocada, pois,
com a expansão do cristianismo, a prática do estupro se tornou
inexistente no período medieval.
b) O patriarcalismo destacado pelo escritor é condizente com o
medievo, pois as mulheres eram consideradas puras e, por isso,
atuavam fortemente na esfera pública.
c) Quando afirma que não havia igualdade sexual no medievo, o escritor
sugere que a igualdade sexual plena é um marco indelével da
contemporaneidade.
d) As três classes sociais mencionadas pelo escritor podem ser Acerca dessa configuração, é correto afirmar que:
definidas do seguinte modo: a nobreza, a burguesia mercantil e o a) o Império Carolíngio era geograficamente o mais expressivo entre os
proletariado rural. impérios apresentados e exerceu forte interferência militar sobre o
e) Ao dizer que a sociedade feudal estava dividida em classes, o escritor Império Bizantino.
utiliza um conceito de organização social não aplicável a esta época. b) a ofensiva dos francos de Carlos Martel contra os árabes, em
Exercício 21. O céu está à venda Poitiers, constituiu um importante antecedente para a formação da
Uma igreja romana, se a pessoa simplesmente entrasse nela, tirava-lhe dinastia carolíngia.
quarenta e oito mil anos de sua sentença no purgatório. A cidade alemã c) o avanço do Islão sobre diversos territórios em torno do Mediterrâneo
de Wittenberg possuía dezessete mil relíquias, inclusive uma palha da intensificou o comércio do Ocidente cristão com o Oriente.
manjedoura de Jesus, uma gota do leite de Maria e duzentos e quatro d) a formação dos três Impérios foi decorrência do Tratado de Verdun,
fragmentos das crianças trucidadas por Herodes. A Catedral de Exeter, que também estipulou a partilha do domínio franco.
na Inglaterra, possuía a vela que iluminou o túmulo de Cristo e um e) a presença do Islão na Itália fez o papado afastar-se dos francos e
raminho da Sarça Ardente da qual Deus falara a Moisés. Um mosteiro, submeter-se às orientações políticas e religiosas do Império Bizantino.
Durham, guardava zelosamente a camisa da Virgem e mostrava- a aos Exercício 24. Acerca da história do Império Carolíngio, é correto afirmar
peregrinos após a recepção de um pequeno donativo. que:
(Nelson Piletti e ClaudinoPiletti.História moderna e contemporânea, 1994.) a) o Papa Leão III corou Carlos Magno como Imperador do “Novo
A situação descrita no texto, relativa à Igreja Católica, foi um entre os Império Romano do Oriente”, cuja capital passou a ser Constantinopla.
fatores que provocaram b) o chamado “Renascimento Carolíngio” também significou um
a) a criação do Tribunal do Santo Ofício, ou Inquisição, cuja função era reflorescimento das Letras e das Artes.
punir aqueles que agiam contrariamente à doutrina. c) após a morte de Carlos Magno, o governo foi exercido por seu filho
b) a Contra-Reforma, iniciativa da Igreja Católica visando retomar os Luís, o Piedoso, que intensificou ainda mais as expedições de
valores e práticas da doutrina cristã original. conquista.
c) a Reforma Protestante, que criticava a importância dada pela Igreja d) Carlos, o Calvo, e Luís, o Germânico, somaram esforços no sentido
Católica à riqueza material e ao poder político. de manter a unidade imperial estabelecida por Luís, o Piedoso.
d) o movimento monástico, por meio do qual aqueles que pretendiam e) o “Novo Império Romano do Oriente” foi desmantelado pelos
dedicar-se ao serviço de Deus isolavam-se do mundo. exércitos mulçumanos que se estabeleceram na Península Ibérica.
e) o surgimento das heresias, movimentos que defendiam uma postura Resposta: b
de desrespeito dos sacerdotes às sagradas escrituras. Tags: Alta Idade Média, Baixa Idade Média, Ensino Médio, Reino dos
Exercício 22. A civilização islâmica desempenhou um importante papel Grancos, Idade Média, Império Carolíngio, Reinos Germânicos, 2004,
na história da matemática não só por ter preservado a sabedoria antiga, História, História Geral, UFMS
mas também por tê-la desenvolvido. O seu papel foi inovador na Exercício 25. Em 768, Carlos Magno foi coroado rei dos francos e, em
álgebra, graças ao uso da numeração árabe e do zero. A matemática foi 800, imperador dos romanos. É pertinente afirmar quanto aos reinos
usada pelos sábiosislâmicos com objetivo religioso, como a elaboração francos, no que diz respeito ao período carolíngio, que:
do calendário e o cálculo da qibla, ou seja, da orientação da cidade a) Apresentavam uma fusão de elementos culturais, como a aliança dos
sagrada de Meca no sentido da qual se devem realizar as orações. francos com o papado, que, com a restauração do Império Romano do
(Adaptado de: pt.wikipedia.org/wiki/Ciência_islâmica)
Ocidente, constituiu um reforço ao seu caráter romano-germânico.
O conhecimento histórico e o texto permitem afirmar que, além da
b) O Renascimento Carolíngio tornou evidente a tensão entre os
importante contribuição deixada por essa civilização,
inconciliáveis valores germânicos e cristãos.
a) as atividades econômicas de mercadores e banqueiros árabes na
c) A forte centralização política e administrativa, estabelecida pelo
Europa ocidental favoreceram o surgimento de valores culturais e
Tratado de Verdun, favoreceu o governo do território, após a anexação
científicos que marcaram todo o mundo Moderno.
dos reinos da Lombardia e Baviera.
b) o Islamismo exerceu uma grande influência sobre as civilizações
d) Suas instituições, direito, legiões e cidades eram consideravelmente
posteriores, principalmente no que se refere à organização social mais
semelhantes aos do período romano, embora seus funcionários, na
igualitária e à estrutura administrativa.
maioria, não fossem servidores civis.
c) a civilização muçulmana, ao difundir a cultura oriental por vasto
e) O direito romano prevaleceu aos poucos sobre o direito
território do mundo antigo, contribuiu para preservar as noções de
consuetudinário germânico, que caiu em desuso e, finalmente, em total
cidadania e de direito, que embasam a cultura ocidental.
esquecimento.
d) dentre os legados dos árabes da Baixa Idade Média e que se mantêm
na vida contemporânea, destaca-se a idealização e a valorização do Exercício 26. Durante o século XIV, a sociedade europeia lidou com os
trabalho manual em todas as dimensões. impactos da intitulada Peste Negra, sendo INCORRETO afirmar que
e) as traduções árabes, estudadas na Europa medieval, propiciaram a a) a fome e as péssimas condições de higiene contribuíram para o
sobrevivência da cultura clássica greco-romana, o que contribuiria para avanço de epidemias e doenças na Europa, dentre elas a proliferação
dar origem ao Renascimento. da Peste Negra.
b) as pulgas de roedores, que disseminavam a doença, levaram pobres
Exercício 23. O mapa abaixo descreve a configuração dos Impérios
e ricos à morte, causando desespero, fuga e isolamento no intuito de
Bizantino, Islâmico e Carolíngio, no princípio do século IX.
evitar o contágio.
c) a chamada Peste Negra dizimou mais de um terço da população
urbana europeia. Muitas cidades desapareceram completamente,
caracterizando a peste como uma epidemia urbana.
d) Giovanni Bocaccio, ao vivenciar esse período, destacou em sua obra
“Decameron”, o terror da epidemia em Florença e o questionamento dos
preceitos religiosos.
e) a indagação sobre a razão da doença apontava, para alguns, o
castigo divino como possível causa da epidemia, levando muitas

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 4/4


pessoas a se autoflagelarem e promover retiros de oração. c) auto-suficiente, cultura clericalizada e Estado monárquico forte.
Exercício 27. O Mundo Muçulmano sempre foi pouco conhecido pelos d) agrária, servidão e fragmentação política.
países ocidentais. A imagem construída sobre ele foi, em muitos casos, e) agrária, laços de vassalagem e centralização política.
negativa. Sobre o passado e as imagens negativas da atualidade dessa Exercício 33. A dúvida, continuou Laura, maldita dúvida. Essa é minha
cultura, todas as alternativas estão corretas, exceto a: companheira, a sombra inconveniente que me segura pelos
a) A presença muçulmana na Europa deixou uma herança cultural muito calcanhares, que há de seguir comigo até o túmulo. A morte de
ampla. A Espanha, que permaneceu sob domínio muçulmano por boa Tomázia, será que ela me convinha? Talvez me conviesse. Essa
parte da Idade Média, é o melhor exemplo disso. hipótese, eu não tenho como descartar. Seu desaparecimento anularia a
b) Apesar de identificada com a etnia árabe, da qual se origina, a cultura prova de meu crime? Teria poder para apaziguar a culpa que continuava
muçulmana está presente em muitos outros povos, como turcos, latejando mesmo depois de meu rompimento definitivo com Vítor? A
habitantes da África e mesmo asiáticos, da Indonésia. dúvida acabou se revelando muito superior à certeza. Mil, um milhão de
c) Para grande parte do mundo ocidental, os muçulmanos são vezes mais forte. Talvez se eu tivesse sido obrigada a confessar meu
identificados como defensores de uma religião fundamentalista, fanática crime aos pés de um juiz, se tivesse sido enjaulada entre mulheres que
e intolerante. me odiavam, que me submetessem ao horror do estupro, que
d) A cultura muçulmana distingue-se da cultura islâmica pelo fato de que atentassem contra minha pessoa, a sensação de culpa tivesse sido
no primeiro caso há a utilização apenas do Corão, livro sagrado dos atenuada. Juro que cheguei a sentir inveja do destino reservado às
muçulmanos e no segundo, aceita-se o Velho Testamento, base da muçulmanas que cometem o pecado do adultério. Desejei, sim, ser
cultura hebraico-islâmica. publicamente difamada, arrastada pelos cabelos, enterrada até o
e) Apesar da riqueza do petróleo, que atinge apenas alguns dos países pescoço, e, finalmente, ter a cabeça esfacelada a pedradas. Qualquer
muçulmanos, as condições de vida da maioria dos países é bastante coisa, qualquer situação limite teria sido menos penosa do que seguir
difícil, com indicadores sociais muito baixos. carregando a culpa, enquanto simulava a mais absoluta indiferença.
Exercício 28. Sobre os princípios da religião islâmica, fundada pelo Não tenho vocação para o disfarce, a simulação. Ah, como eu lamentei
profeta Maomé, é correto afirmar que: a perda de meu direito de exibir minha fraqueza como outras mulheres
a) fundamenta-se na aceitação, exclusivamente pelos povos árabes, faziam! Mas não, eu tinha a permanente obrigação de ser forte, de estar
dos desígnios de Allah, não podendo ser professados por outros povos, preparada para o momento em que meu mundo viesse abaixo, como
considerados infiéis. veio.
b) prega a negação da vida após a morte, o monoteísmo, e a distinção A visão de mulheres com as cabeças esfaceladas, transformadas em
entre os poderes religiosos e políticos. um bolo de carne sangrento e disforme, partículas de cérebro
c) consolidou-se no mundo árabe após a imposição, pelas seitas rivais xiita espatifadas pra tudo que é lado, arrepiou meu corpo dolorido. Sentindo
e sunita, da crença em muitos deuses, dentre os quais o principal é Allah. um princípio de náusea, comecei a fungar uma emoçãozinha
d) todo fiel deve fazer uma peregrinação ao templo da Caaba, na cidade desconfiada. Essa bruxa tá me embromando, penso, daqui a pouco eu
de Meca, para o culto aos ídolos das diversas tribos árabes. entro na dela, caio em prantos e, alagada de piedade, abraço a velha,
e) teve influências das religiões judaica e cristã, que pregavam o aliso seus cabelos grisalhos, cubro-lhe a face enrugada com beijinhos
monoteísmo e a crença na existência de uma vida após a morte. consoladores. Calma, tia, calma! Cuidado com a pressão. Tem aí algum
tranquilizante que eu possa lhe dar?
Exercício 29. A Idade Média, na Europa, foi caracterizada pelo (BARROS, Adelice da Silveira. A mesa dos inocentes. Goiânia: Kelps, 2010. p. 23.)
aparecimento, apogeu e decadência de um sistema econômico, político O texto retrata o conflito de uma mulher consigo mesma em razão de
e social denominado feudalismo. Assinale a alternativa que apresenta um sentimento de culpa. Culpa e punição sempre estiveram presentes
de forma correta características do sistema feudal. no universo feminino. Durante a Idade Média e no limiar da
a) As terras dividiam-se em reservas senhoris e mansos servis. A modernidade, na Europa, as atitudes das mulheres eram vistas como
sociedade era estamental, sem mobilidade social. ameaças à ordem estabelecida pelo poder patriarcal e pelo poder
b) A política feudal não proporcionava autonomia aos feudos, sendo, soberano, em nome do povo, para defender a moral e o direito da
portanto, centralizada. comunidade. Analise os itens a seguir sobre a temática:
c) A cultura feudal foi antropocêntrica, ou seja, baseada na visão do I.Para os teólogos e moralistas da Idade Média, a sensualidade da
homem como centro do Universo. mulher sempre esteve no centro das reprovações. Por isso, a
d) A principal forma de trabalho foi a escravidão, pois os trabalhadores preocupação constante dos religiosos com a repressão ou o controle da
rurais eram tratados como mercadorias. sexualidade, pois as mulheres, fracas e entregues aos próprios instintos,
e) O feudalismo apresentou características semelhantes em todo dificilmente resistiam às artimanhas do Demônio.
território europeu, sendo a Inglaterra o modelo mais exemplar. II.As canções medievais das fiandeiras retratam o espaço privado das
Exercício 30. Com o desenvolvimento do feudalismo na Idade Média, a mulheres como lugar de recolhimento, de devaneio, de espera e de
partir do século VIII, pode–se dizer que a economia feudal era: convivência.
a) baseada na substituição do trabalho servil pelo trabalho assalariado, III.Na perspectiva do pensamento burguês, a imagem da mulher
o que garantia o aumento da produtividade para o senhor feudal. aparece depreciada nas narrativas literárias dos séculos XIV e XV. O
b) baseada numa economia auto–suficiente, com regime de trabalho amor cortês se transforma em ridicularização, malícia e reprovação dos
servil, caracterizado por uma tecnologia rudimentar e baixa capacidade excessos das mulheres, especialmente a gula e a falta de controle dos
produtiva. instintos.
c) caracterizada por um aumento da população, em decorrência da De acordo com os itens analisados, marque a alternativa que contém
melhoria das condições de vida nos feudos oferecidas pelo senhor aos apenas proposições corretas:
seus servos. a) I e II.b) I , II e III.c) I e III.d) II e III.
d) basicamente composta por relações de troca de mercadorias em Exercício 34. A Europa conheceu então uma organização econômica,
dinheiro entre os servos e os comerciantes locais nas cidades. social e política comum: o feudalismo. Nos territórios chamados
e) baseada na circulação de dinheiro e no espírito de lucro entre servos senhorias, os nobres – os senhores –, que moravam muitas vezes nos
e senhores feudais. castelos-fortes, dominavam uma população de chefes de família nobres
Exercício 31. A economia da Europa ocidental, durante o longo intervalo menos poderosos, os vassalos, e uma massa de camponeses. O mais
entre a crise do escravismo, no século III, e a cristalização do importante eram as relações de homem a homem, a fidelidade ao
feudalismo, no século IX, foi marcada pela: senhor em troca de sua proteção.
a) depressão, que atingiu todos os setores, provocando escassez LE GOFF, Jacques. Uma breve história da Europa. Petrópolis-RJ: Vozes, 2008. p.75.
permanente e fomes intermitentes. Sobre a organização feudal descrita acima, pode-se afirmar:
b) expansão, que ficou restrita à agricultura, por causa do a) Formou-se apenas nas relações estabelecidas entre os homens, de
desaparecimento das cidades e do comércio. maneira que, para o trabalho, as mulheres não eram consideradas
c) estagnação, que só poupou a agricultura graças à existência de um nessa sociedade.
numeroso campesinato livre. b) Os relacionamentos interpessoais, entre homens de uma mesma
d) prosperidade, que ficou restrita ao comércio e ao artesanato, ordem ou de ordens diferentes, eram a base da organização social.
insuficientes para resolver a crise agrária. c) No feudalismo, nobres, vassalos e camponeses dividiam o poder
e) continuidade, que preservou os antigos sistemas de produção, sobre o feudo.
impedindo as inovações tecnológicas. d) Nesse sistema, os nobres eram os senhores dos feudos, seguidos
hierarquicamente pelos camponeses, que se caracterizavam como
Exercício 32. O feudalismo é caracterizado pela economia:
vassalos.
a) agrária, intensa mobilidade social e Estado centralizado.
e) Caracterizava-se como uma sociedade na qual os camponeses eram,
b) monetarizada, exploração burguesa da terra e mentalidade
na estrutura social, os mais importantes, pois deles vinha o sustento do
fortemente religiosa.
feudo.

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 5/4


Exercício 35. Os mercadores e autoridades de Meca, para quem o culto nos territórios do Império Carolíngio, durante a Idade Média, esteve
aos ídolos era uma fonte de lucro, não aceitaram o monoteísmo de ligada
Maomé e passaram a persegui-lo. Maomé e seus seguidores fugiram a) à integração de instituições romanas e germânicas, tais como o
para Yatreb (atual Medina), a 400 quilômetros de Meca, onde fundou colonato e o Comitatus.
uma comunidade de fiéis em 622 d.C. Esse episódio que marca as b) ao fim da importância das leis baseadas nos costumes e aos ataques
origens do islamismo ficou conhecido como: vikings.
a) Ramadãb) Jihad c) Muazin c) às constantes invasões dos bárbaros germânicos, que levaram à
d) Khaide) Hégira queda do Império Bizantino.
d) à decadência do escravismo romano e ao gradativo processo de
Exercício 36. A Reforma Protestante rompeu a unidade cristã existente êxodo rural.
na Europa e deu origem a uma reforma religiosa na Igreja Católica, a e) ao fortalecimento do poder real, devido à distribuição de benefícios
chamada Contra-Reforma. A esse respeito, julgue os itens adiante, aos guerreiros fiéis.
colocando (V) para “VERDADEIRO” ou (F) para “FALSO” nos
parênteses: Exercício 40. Leia com atenção o texto:
( )O combate ao lucro e à usura, bases da vida comercial e financeira “Aquele que jura fidelidade ao senhor [feudal] deve ter sempre presente
que se dinamizava ao final da Idade Média mostrava o descompasso da na memória estas seis palavras: incólume, seguro, honesto, útil, fácil e
Igreja romana em relação às transformações ocorridas na sociedade. possível [...]”
(DELISLE, L. apud PEDRERO-SÁNCHEZ, Maria Guadalupe. História da Idade Média
( )As ideias de Lutero centravam-se na salvação pela fé e na leitura São Paulo: UNESP, 2000. p. 94.)
direta e interpretação pessoal do Evangelho, além de contestarem a A respeito desse contexto dos direitos e deveres feudais, pode-se
supremacia da Igreja sobre o Estado. afirmar:
( )Exaltando o trabalho e a poupança na conduta humana, Calvino a) A sociedade feudal estabelecia uma subordinação de vassalagem ao
consagrava valores morais e políticos defendidos pela burguesia senhor, do que decorria uma sociedade na qual o poder do rei era
mercantil. meramente simbólico.
( )A Contra-Reforma significou a tentativa da Igreja Católica de b) O trabalhador rural conseguia impor ao senhor feudal uma série de
reorganizar-se com base em princípios liberais: abrandamento da condições como forma de garantir a sua fidelidade senhorial.
hierarquia clerical e da autoridade papal, tolerância quanto aos hereges c) Os servos representavam no domínio feudal uma expressiva força de
e abandono das práticas de censura. trabalho remunerada a serviço da realeza merovíngia.
( )Nenhuma opção é verdadeira. d) Nos domínios feudais, aquele que jurasse fidelidade ao senhor
A sequência correta, de cima para baixo, é: recebia em troca proteção militar e a titularidade da terra.
a) V VV F Fb) V VVV Fc) F FFF V e) A fragmentação do poder político na sociedade medieval foi
d) V F V F Fe) F FF V F decorrente da expressiva população rural, que preferia render
Exercício 37. Leia o documento de 1346. homenagem ao burguês em vez de ao rei.
(...) se qualquer pessoa do dito ofício sofrer de pobreza pela idade, ou Exercício 41. A reflexão em torno das Cruzadas ilumina as relações
porque não possa trabalhar terá toda semana 7 dinheiros para seu entre europeus e muçulmanos, cuja atualidade se apresenta nos
sustento (...) conflitos do Oriente Médio. Acerca dessas relações, é CORRETO
E nenhum estrangeiro trabalhará no dito ofício se não for aprendiz, ou afirmar que
homem admitido à cidadania do dito lugar. a) a religião, o comércio e a guerra formavam uma rede de relações
(...) E se alguém do dito ofício tiver em sua casa trabalho que não possa entre cristãos e muçulmanos, permitindo o domínio comercial do
completar... os demais do mesmo ofício o ajudarão, para que o dito Mediterrâneo Oriental pelas cidades italianas.
trabalho não se perca. b) o Islamismo, ao contrário do Cristianismo, não visava à conversão
(...) Prestando perante eles o juramento de indagar e pesquisar (...) os dos estrangeiros, mas apenas a sua eliminação ou escravização para a
erros que encontrarem no dito comércio, sem poupar ninguém, por honra e glória de Alá.
amizade ou ódio. c) os cruzados, financiados por banqueiros judeus, garantiram para os
Ninguém que não tenha sido aprendiz e não tenha concluído seu termo cristãos a posse definitiva dos lugares santos, iniciando os conflitos
de aprendizado do dito ofício poderá exercer o mesmo. entre judeus e muçulmanos.
(Apud Leo Huberman, História da riqueza do homem, 1970, p. 65)
d) a presença da cultura árabe na Europa representou um retrocesso na
A partir do documento, é possível reconhecer as principais
produção do conhecimento científico, retardando a expansão marítimo-
características das corporações de ofícios, a saber:
comercial.
a) solidariedade; defesa do livre mercado para além da cidade; regras
flexíveis para seus membros, inclusive estrangeiros, que poderiam Exercício 42. Leia o fragmento a seguir:
exercer vários ofícios. “Deus chama cada um para uma vocação particular cujo objetivo é a
b) defesa do monopólio do mercado da cidade; exclusão de glorificação de Deus. O comerciante que busca o lucro, pelas
estrangeiros; controle de qualidade do trabalho para evitar práticas qualidades que o sucesso econômico exige: o trabalho, a frugalidade, a
desonestas e espírito de fraternidade. ordem, responde também ao chamado de Deus, santifica de seu lado o
c) ausência de controle do trabalho; monopólio do mercado da cidade; mundo pelo esforço e sua ação é santa (...) o pobre é suspeito de
admissão de estrangeiros; incentivo à competição e admissão de preguiça, que é uma injúria a Deus (...).”
aprendizes de diferentes ofícios. João Calvino apud MOUSNIER, Roland. Os séculos XVI e XVIIIn: CROUZET, Maurice.
História Geral das Civilizações. São Paulo: Difel, Tomo IV, v. I, 1973, p. 90.
d) emprego de aprendizes desqualificados; liberdade de preço dos Sobre a doutrina Calvinista e as alterações na sociedade europeia do
produtos; exclusão de estrangeiros; espírito de fraternidade e produção
séc. XVI, é correto afirmar que
de vários tipos de produtos.
a) a descoberta de privilégios para o alto clero católico ao explorar os
e) produção com controle de qualidade; admissão de artesãos sem fiéis despertou nos calvinista a recusa dessa prática e o direcionamento
aprendizado anterior; defesa da concorrência entre os artesãos e livre
da doutrina para o benefício dos pobres.
mercado de preços dos produtos.
b) a Reforma Protestante como reação à Igreja Católica encontrou na
Exercício 38. Considere as afirmativas abaixo sobre o Renascimento proposição Calvinista a disposição em fortalecer a nobreza europeia,
Urbano, na Europa Ocidental, entre os séculos XI e XV. expandindo-se também para as colônias inglesas na América.
I.A partir do século XII, intensificaram-se os conflitos entre os senhores c) as relações de trabalho foram abrandadas nas regiões em que o
feudais e as populações urbanas. Havia duas maneiras de resolver tais Calvinismo se disseminou enquanto doutrina, haja vista o
conflitos: por meio da violência ou por compra das Cartas de Franquia, reconhecimento do esforço e vocação comunitária para a melhoria da
pelas quais o nobre concedia liberdade para a cidade. sociedade.
II.Em geral, as cidades do período se desenvolveram a partir de seu d) o acúmulo de terras pela Igreja Católica fez com que os camponeses
papel econômico, concentrando artesãos e mercadores que viviam em encontrassem apoio nos Calvinistas para que a distribuição de terras
função do comércio, mas que também dependiam do desenvolvimento fosse realizada para aqueles que abandonassem a preguiça e se
agrícola nas zonas rurais, o que garantia o abastecimento da população. dedicassem ao trabalho.
III.Para promover e intensificar a concorrência entre os mercadores e) a indicação da moralidade burguesa, como princípio de esforço e
locais e com os de outras cidades, os comerciantes fundaram dedicação espiritual que se materializa em conquistas terrenas, é
associações de mercadores: as guildas, assim chamadas na Itália; ou utilizada como tentativa de explicar a desigualdade social,
as hansas, como eram conhecidas no norte da Europa. estabelecendo o princípio da predestinação.
Está/estão correta(s) a(s) afirmativa(s)
Exercício 43. “Uma igreja romana, se a pessoa simplesmente entrasse
a) I, apenas.b) III, apenas.c) I e II, apenas. nela, tirava-lhe quarenta e oito mil anos de sua sentença no purgatório.
d) II e III, apenas.e) I, II e III.
A cidade alemã de Wittenberg guardava dezessete mil relíquias,
Exercício 39. A formação do sistema feudal, dominante principalmente

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 6/4


inclusive uma palha da manjedoura de Jesus, uma gota de leite de acreditam conter a palavra de Alá, tal como revelada a Maomé [d]. O
Maria e duzentos e quatro fragmentos dos ossos das crianças estado islâmico era uma teocracia, em que governo e religião eram
trucidadas por Herodes. A Catedral de Exeter, na Inglaterra, abrigava a inseparáveis[d]”
vela que iluminou o túmulo de Cristo [d]. Um mosteiro, Durhman, PERRY, Marvin. Civilização Ocidental: uma história concisa3ª edição, São Paulo: Martins
guardava zelosamente uma peça de roupa da Virgem e mostrava-a aos Fontes, 2002, p.148-149.
peregrinos após o pagamento de um pequeno donativo” Considerando o texto transcrito acima sobre a criação do Islã e a
(LA MURE, Pierre. A vida privada de Mona Lisa. SP: Círculo do Livro, s/d, p. 94). expansão muçulmana, é correto afirmar que
O texto acima remete a certas práticas e comportamentos clericais que a) criado por Maomé, no século XIII, o Islã não tinha nenhuma relação
foram severamente criticados no início da Idade Moderna. Assinale duas com o cristianismo e o judaísmo. A expansão do Estado muçulmano foi
dessas práticas: barrada no século XIX, quando tentou invadir a Europa.
a) investidura e usurab) usura e excomunhão b) a religião do Islã surgiu no século VII na Arábia. Seu fundador foi
c) indulgência e simonid) simonia e excomunhão Maomé, que unificou as tribos árabes. Seus sucessores dominaram o
e) indulgência e excomunhão Império Persa, partes do Império Bizantino, Norte da África e a
Península Ibérica.
Exercício 44. O feudo é considerado por boa parte dos historiadores
c) criado por Maomé, no século VII, o Islã unificou as tribos árabes e
como uma unidade econômica, política e social na cristandade
formou o Estado Muçulmano, que dominou o norte da África, Portugal e
ocidental.
Espanha. Sua expansão foi detida pelas cruzadas chefiadas por Carlos
Assim para a historiografia o feudo
Magno, no século XIX.
a) entra em crise a partir do século XVI, com o crescimento do comércio,
d) fundado por Maomé, no século VII, o Estado Muçulmano baseava-se
das atividades artesanais e com a diminuição das guerras.
na religião do Islã. Seu sistema de governo era uma teocracia, no qual a
b) era similar ao que na história do Brasil foi denominado, pela literatura
separação entre governo e religião resultou no total desprezo dos
nacional, de a “Casa Grande”.
conhecimentos dos gregos antigos.
c) era um minifúndio que sobrevivia a partir das relações servis, em que
e) o Islã foi criado em 1979, no Irã, pelo aiatolá Khomeini, que implantou
se produzia trigo, aveia, lentilhas e ervilhas e se criava animais, como
neste país a República Islâmica e difundiu o Islã para os países árabes.
porcos, galinhas e patos.
d) tinha uma política descentralizada, em que se emprestava a juros, Exercício 49. Considere as seguintes afirmações acerca das relações
pagava tributos aos nobres e concedia lotes de terras aos camponeses. entre o Oriente e o Ocidente no mundo medieval.
e) apresentava modelos diversificados na Europa, tanto nas I.Uma das causas da queda do Império Romano do Ocidente foi a
representações culturais, quanto nas relações políticas. expansão do islamismo pelo território da Europa ocidental.
II.A cultura árabe legou para as sociedades europeias estudos sobre
Exercício 45. Leia o excerto sobre as Reformas Religiosas.
autores como Platão e Aristóteles, estabelecendo um elo de ligação
Tomando-se por base o conjunto dos países europeus que foram
entre o mundo antigo pagão e o mundo moderno cristão.
atingidos pela onda reformista, pode-se dizer que a consequência mais
III.A península ibérica foi profundamente marcada pela presença
drástica desses movimentos foi o confronto, quase sempre violento,
muçulmana, que se estendeu entre os séculos VIII e XV, produzindo
entre adeptos de diferentes credos. Muitas vezes, essas lutas
reflexos na cultura lusitana e hispânica.
extrapolaram as questões puramente religiosas (d).
(Alceu Pazzinato e Maria Helena Senise, História Moderna e Contemporânea) Quais estão corretas?
Em alguns casos, essas lutas a) Apenas I.b) Apenas II.c) Apenas I e III.
a) afirmaram a soberania de regiões europeias e garantiram a d) Apenas II e III.e) I, II e III.
pluralidade religiosa nos reinos. Exercício 50. Sobre o surgimento da burguesia na Idade Moderna,
b) reforçaram a autoridade supranacional dos papas e difundiram ideais marque V para verdadeiro ou F para falso e, em seguida, assinale a
democráticos de governo. alternativa que apresenta a sequência correta.
c) favoreceram o desenvolvimento do capitalismo e permitiram a ( )O crescimento populacional nos feudos estava dificultando a divisão
mudança dos dogmas pela Igreja católica. interna de terras entre os servos, gerando um excedente populacional
d) modificaram as relações de domínio e estabeleceram a igualdade que se deslocou para as encruzilhadas de estradas e beiras de rios para
entre senhores e camponeses. praticar o comércio.
e) consolidaram as monarquias nacionais e desencadearam guerras ( )O burgo era uma torre de vigilância erguida para proteger os
pela hegemonia europeia. comerciantes dos assaltantes, vindo daí o nome “burguês”.
Exercício 46. Os movimentos fundamentalistas, que tudo querem ( )A chegada da peste negra na Europa gerou todo um temor pelos
subordinar à lei islâmica (Sharia), são hoje muito ativos em vários produtos da terra, que acabou por levar ao surgimento de uma nova
países da África, do Oriente Médio e da Ásia. Eles tiveram sua origem classe social que passa a abastecer os feudos e cidades com alimentos
histórica: e outros produtos importados.
a) no desenvolvimento do islamismo, durante a Antigüidade, na a) V/ V/ Vb) F/ V/ Vc) V/ V/ Fd) F/ V/ Fe) V/ F/ F
Península Arábica. Exercício 51. As Cruzadas, durante a Idade Média, representaram uma
b) na expansão da civilização árabe, durante a Idade Média, tanto a forma de solução para os problemas decorrentes do início da
Ocidente quanto a Oriente. desestruturação do regime feudal. A expressão “Cruzada” “derivou-se
c) na derrocada do socialismo, depois do fim da União Soviética, no do fato de seus integrantes considerarem-se soldados de Cristo”. Tais
início dos anos noventa. expedições constituíram-se em
d) no estabelecimento do Império turco-otomano, com base em a) empreendimentos de caráter militar, voltadas contra os inimigos da
Istambul, durante a Idade Moderna. Cristandade, sem o apoio formal da Igreja Católica, mas patrocinadas
e) na ocupação do mundo árabe pelos europeus, entre a segunda por nobres feudais, que garantiam privilégios materiais aos
metade do século XIX e primeira do XX. participantes.
Exercício 47. Assinale a alternativa correta sobre a civilização b) oportunidades oferecidas em uma sociedade fortemente religiosa,
muçulmana durante o período medieval. mais clerical do que civil, em que o pecado e o crime equivaliam a
a) Os constantes ataques de invasores árabes, provenientes das áreas mesma coisa, ou seja, do cruzado obter a indulgência, ou perdão aos
do Saara, criaram instabilidade na Europa e contribuíram decisivamente seus pecados.
para a queda do Império Romano. c) movimentos nos quais tanto a iniciativa de lutar contra os infiéis
b) A civilização muçulmana não desempenhou papel significativo no quanto a de reconquistar a Terra Santa, partia de muitos indivíduos não
período, em função da inexistência de um líder capaz de reunir, sob um combatentes, como mercadores, artesãos, mulheres e crianças,
mesmo estado, sunitas e xiitas. motivados pela fé.
c) Os pensadores árabes desempenharam papel fundamental na d) iniciativas militares, cujos recursos materiais para sustentar os
renovação do pensamento da Europa Ocidental, uma vez que foram cruzados provinham da Igreja Católica, única interessada na reconquista
responsáveis pela difusão, via Espanha muçulmana, do legado greco- da região.
romano. e) possibilidades para escapar das dívidas e dos pagamentos dos
d) O distanciamento entre muçulmanos e cristãos aprofundou- se com a tributos à Igreja e aos senhores feudais, já que o cruzado, ao participar
pregação de Maomé, que postulou a superioridade da religião islâmica e dessas expedições, conseguia uma moratória estendida para toda sua
negou-se a aceitar os tratados de paz propostos pelo Papa. vida.
e) A partir do século VIII, a civilização muçulmana passou a ser regida Exercício 52. Analise o mapa.
pelo Alcorão, cujas recomendações aplicavam-se à vida cotidiana,
contribuindo para o declínio do Império Otomano.
Exercício 48. “Os padrões islâmicos de moralidade e as normas que
regulam a vida cotidiana são fixados pelo Alcorão, que os muçulmanos

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 7/4


Em relação aos movimentos religiosos que atingiram a Europa no
século XVI, é INCORRETO afirmar que:
a) Lutero, apesar de não ter sido o primeiro teólogo a se posicionar de
forma contrária à Igreja, apresentava como um dos pontos centrais de
seus questionamentos a condenação da prática, coordenada pelos
próprios membros do clero católico, da venda de indulgências, de
relíquias e de cargos religiosos.
b) as reformas religiosas levaram a Europa a testemunhar sangrentas
rebeliões e guerras, que, apesar de figurarem como motivadas por
questões de cunho estritamente religioso, estavam também associadas
a disputas políticas ou insatisfações das camadas menos favorecidas da
população.
c) o Anglicanismo surgiu na Inglaterra sob o governo de Henrique VIII.
Este, sendo um religioso fervoroso, começou a questionar e,
posteriormente, a criticar, alguns dogmas como os sacramentos do
matrimônio e do celibato. Essa discordância teve como consequência a
ruptura definitiva com a Igreja Católica.
d) a contrarreforma foi a resposta dada pela Igreja Católica, a partir de
(In: José Jobson de A. Arruda, Atlas histórico básico. 2007) duas frentes de ação: por um lado procurou corrigir alguns desvios de
Considerando-se as informações do mapa e o processo histórico conduta de seus membros, alvos recorrentes de ataque dos
europeu do século XIV, é correto afirmar que reformadores; e por outro reafirmou os dogmas que foram condenados
a) as rotas comerciais terrestres do leste da Europa em direção ao pelas novas religiões.
Oriente são mais numerosas e, portanto, tornam essa região a mais rica e) o calvinismo pregava a devoção à oração e ao trabalho como valores
do continente na Alta Idade Média, pelo aumento demográfico e pela edificadores daqueles que, segundo a doutrina da predestinação,
expansão da agricultura. estariam encaminhados ao paraíso. Os homens que não vivessem de
b) as rotas comerciais, no mar Mediterrâneo, só enriquecem as cidades acordo com esses valores, sinalizariam que seu destino seria a danação
italianas e as cidades do norte da África, já que as transações são no inferno.
dificultadas pelas diferentes moedas e pela ausência de meios de troca,
Exercício 56. A pintura, exemplo do
caso das cartas de crédito.
c) o comércio se expande com o crescimento da população e da Renascimento do norte da
agricultura, o que desenvolve as feiras e as cidades na Idade Moderna, Europa, é rica em informações
especialmente no norte da África, pela facilidade dos cheques, das sobre a vida e a mentalidade
letras de câmbio e do crédito. econômica da época. As
d) as cidades da Liga Hanseática, entre o mar do Norte e o mar Báltico, atividades exercidas pelo casal
aumentam a circulação de mercadorias gerada pela redução tributária, indicam que
porém trazem o seu isolamento em relação ao restante dos mercados e a) o ganho monetário e a
feiras. felicidade conjugal eram vistos
e) os três principais focos europeus de comércio na Baixa Idade Média como contrários e opostos pela
são as cidades italianas no Mediterrâneo, as feiras na região de sociedade burguesa da época.
Champagne e a Liga Hanseática no mar do Norte e no Báltico, que b) as oficinas artesanais
mantêm comunicações entre si. estavam instaladas em bairros
distantes das residências de
Exercício 53. Na Europa feudal, o trabalho estava fundado na servidão,
seus proprietários.
relação que mantinha os trabalhadores subordinados à camada
c) o trabalho feminino
senhorial por uma série de obrigações. Sobre as relações servis nesse (Quentin Matsys. O banqueiro e sua mulher,
1514. Museu do Louvre, Paris.) predominava na produção
período, é correto afirmar que
a) o servo feudal era considerado apenas um “instrumento falante”, sem de tecidos em toda a região da Flandres.
alma, sem individualidade ou direitos perante a lei, assim como ocorria d) o empréstimo a juros, da maneira como está representado, era tido
na Antiguidade. como compatível com os sentimentos cristãos.
b) a condição servil era estabelecida através da cerimônia de e) a economia da Flandres continuava de base agrária com baixíssimo
vassalagem, quando o camponês jurava fidelidade pessoal a seu desenvolvimento de cidades.
senhor, colocando-se a seu serviço. Exercício 57. "Tão ciosamente guardadas quanto as outras, essas
c) o trabalho compulsório e gratuito, na Reserva, era uma das fortalezas que são as cidades se distinguem pelo fato de estarem
obrigações devidas pelo servo em troca do direito de explorar uma abertas para o tráfico. Vivem dele. Guerreiros e padres residem ali, mas
parcela das terras detidas pelo senhor. são os homens de negócios que lhes garantem a prosperidade e por
d) a condição servil era apenas o resultado de uma relação de vezes governam sozinhos. Para suas portas convergem todos os
produção, não acarretando perda de status social ou limitação das itinerários, estradas de terra e vias fluviais. Mas os instrumentos da
liberdades individuais do camponês. circulação servem para a defesa: a ponte é também uma muralha."
e) a servidão feudal baseava-se na reciprocidade de direitos e de Georges Duby. A Europa na Idade Média São Paulo: Martins Fontes, 1988, p. 60.
obrigações: o servo devia serviço militar a seu suserano, mas tinha o O texto trata das cidades europeias nos séculos XII e XIII e mostra
direito de receber um feudo em retribuição. a) o planejamento de sua construção, com a separação funcional dos
espaços de comércio e circulação.
Exercício 54. A implantação do cultivo de cana-de-açúcar no Brasil, no
b) a ambiguidade de seu funcionamento como local de refúgio e
início do século XVI, foi decidida pela Coroa portuguesa em função do
proteção e centro de atividades comerciais.
sistema mercantilista e apresentava as seguintes características:
c) a importância da religião no cotidiano dos burgueses e aristocratas
a) estrutura latifundiária, policultura e mão-de-obra escrava.
que controlavam o poder político.
b) minifúndios, monocultura e produção para exportação.
d) o caos na circulação urbana, que envolvia negociantes, produtores
c) pequena propriedade, policultura e incentivo à manufatura.
rurais e militares.
d) latifúndio, escravismo e produção voltada à exportação.
e) a descentralização de seu comando político, dividido entre a Igreja e
e) monocultura, mão-de-obra livre e atendimento ao mercado interno.
os grandes senhores de terras.
Exercício 55. “O ódio contra o clero, muito extenso, desempenhou o seu
Exercício 58. Analise as proposições sobre o Islamismo e a cultura
papel (...). A cobiça, o endividamento e os cálculos políticos, também
ocidental.
devem ser levados em conta. Mas a mensagem dos reformadores,
I.O Islamismo é uma religião que se propagou no Oriente Próximo e
respondeu – isto é indubitável – a uma intensa sede espiritual que a
Norte da África logo após a morte de Maomé, sobretudo entre os povos
igreja oficial foi incapaz de satisfazer (...) os pregadores da reforma não
que viviam como pastores nômades e comerciantes das regiões
necessitaram de nenhum apoio político para atrair seus partidários,
desérticas.
ainda que esse apoio se fizesse necessário para consolidar os
II.Os mouros islamizados do Norte da África ocuparam diversos
resultados alcançados pelo ataque inicial dos profetas. Não se pode
territórios da Península Ibérica, do início do século VIII ao final do século
esquecer que, em seus inícios, a Reforma foi um movimento espiritual
XV, permitindo que cristãos e judeus, que viviam em Portugal e na
com uma mensagem religiosa.”
LucienFebvre apud MARQUES, Adhemar Martins; BERUTTI, Flavio Costa, FARIA, Espanha, mantivessem suas crenças e cultos, embora oferecessem
Ricardo de Souza. HistóriaModerna Através de Textos São Paulo: Contexto, 2005 - vantagens àqueles que se convertessem ao Islã.
coleção textos e documentos - 3. III.A Revolução Islâmica no Irã, em 1979, instituiu um estado

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 8/4


fundamentalista xiita, no qual as leis do país passaram a ser inspiradas Palhaço
em preceitos religiosos. Com isso, aqueles que praticavam o ateísmo, A intervenção de Nossa Senhora no momento propício, para triunfo da
as religiões politeístas, bem como a prostituição, o adultério feminino e o misericórdia. Auto da Compadecida!
homossexualismo podiam ser punidos com a pena de morte. Toque de clarim.
Assinale a alternativa correta A Compadecida
a) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras. A mulher que vai desempenhar o papel desta excelsa Senhora, declara-
b) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. se indigna de tão alto mister.
c) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras. Toque de clarim.
d) Somente a afirmativa I é verdadeira. Palhaço
e) Todas as afirmativas são verdadeiras. Ao escrever esta peça, onde combate o mundanismo, praga de sua
Exercício 59. No início, o Islã cresceu à custa do Império Bizantino e do igreja, o autor quis ser representado por um palhaço, para indicar que
Império Persa – cerne ainda do Islã – as duas maiores forças do Oriente sabe, mais do que ninguém, que sua alma é um velho catre, cheio de
Médio durante o período de expansão do islamismo. No apogeu, porém, insensatez e de solércia. Ele não tinha o direito de tocar nesse tema,
o Império Muçulmano estendeu-se da Espanha até a Índia, superando mas ousou fazê-lo, baseado no espírito popular de sua gente, porque
mesmo o ponto de expansão máxima do Império Romano. acredita que esse povo sofre, é um povo salvo e tem direito a certas
(Stewart, Desmond – Antigo Islã, José Olympio, Rio de Janeiro, Biblioteca Life, 1967.) intimidades.
Com base no texto e nos conhecimentos de História, assinale a opção Toque de clarim.
correta: Palhaço
I)A conquista da Síria e Palestina ocorreu ainda sob o governo de Auto da Compadecida! O ator que vai representar Manuel, isto é, Nosso
Maomé, falecido no ano 632 da Era Cristã. Senhor Jesus Cristo, declarase também indigno de tão alto papel, mas
II)Os árabes, após a luta de conquista, eram generosos para com os não vem agora, porque sua aparição constituirá um grande efeito teatral
dominados, convivendo em paz com os vencidos, quer fossem cristãos, e o público seria privado desse elemento de surpresa.
judeus ou de outras religiões, não conhecendo o racismo. Toque de clarim.
III)Sob a dinastia dos Omíadas ocorreu a conquista da Península Palhaço
Ibérica, que politicamente formava o Império Visigótico, exceto as Auto da Compadecida! Uma história altamente moral e um apelo à
Astúrias. misericórdia.[...]
IV)Enquanto os Califas Perfeitos ou Legítimos tiveram capital em Meca, (SUASSUNA, Ariano. Auto da Compadecida34. ed., 3ª reimpr. SP: Agir, 2006, p. 22-.)
sob a dinastia dos Omíadas e Abássidas as capitais foram Damasco e O texto chama de canalhas um sacristão, um padre e um bispo, e os
Bagdá. acusa de levarem uma vida mundana. Dante Alighieri fez mais ainda,
V)O ponto de máxima expansão do Império Romano, aludido no texto, colocando no inferno as almas de diversos papas. Sua obra magna, A
ocorreu sob o governo de Augusto. Divina Comédia, ajuda a compreender as transformações que ocorriam
Estão corretas: durante a Baixa Idade Média. Sobre esse período da história europeia,
a) I, III, IV e Vb) II, III, e IVc) apenas I e III assinale a alternativa correta:
d) apenas IV e Ve) apenas III e V a) A organização do feudalismo foi a principal característica econômica
desse período, que pode ser considerado o auge do prestígio dos
Exercício 60. Um dos exemplos de cultura produzida durante o período senhores feudais.
do império islâmico foi o “Cânone de Medicina”, escrito pelo médico e b) O movimento político-religioso das cruzadas demonstra como o clero
filósofo muçulmano Avicena entre 1012 e 1015. Esta obra sintetizou na época era mundano, já que bispos e papas combateram os exércitos
elementos da literatura médica siríaca, helenística e bizantina, e foi mouros que tinham conquistado Jerusalém.
muito empregada por sábios ocidentais até o século XVII. Sobre o c) A ordem social estamental – na qual uns nascem para rezar, outros
império islâmico no período do século VII a XV, considerando o exemplo para guerrear e outros para trabalhar – foi estabelecida nesse período e
da obra de Avicena, é correto afirmar: contribuiu para o renascimento das principais cidades europeias.
a) O império islâmico permitiu uma grande circulação de culturas da d) O restabelecimento das rotas comerciais, o desenvolvimento político-
Europa até a China, devido a sua relativa tolerância religiosa e a seu social dos burgos e o fortalecimento do poder régio, marcantes nesse
incentivo à assimilação e transmissão de conhecimentos dos diferentes período, criaram condições para a difusão dos novos valores
povos conquistados, como atesta a obra de Avicena. humanistas.
b) O império islâmico permitiu grande circulação cultural por se expandir
lentamente durante sua existência, ao ritmo da conversão e assimilação Exercício 63. As sociedades, em diferentes épocas e lugares, têm
dos povos e das culturas da Europa à Ásia, devido à estratégia de não- concepções divergentes acerca do desenvolvimento tecnológico.
violência e de tolerância religiosa pregada pelo Corão, e presente na Comparando as concepções que os europeus tinham na Idade Média e
obra de Avicena. na Idade Moderna, é correto afirmar que
c) O império islâmico permitiu uma grande circulação de culturas da Ias ideias renascentistas, que surgiram em um contexto de
Europa à China devido à sua rápida expansão em menos de um século desenvolvimento do comércio e do artesanato, incentivaram a
com o apoio de exércitos cristãos, o que explica a presença de obras investigação racional e a intervenção na natureza, estimulando novas
como a de Avicena em território europeu cristão. descobertas científicas.
d) Durante seu apogeu, o império islâmico restringiu a circulação de IIas universidades – uma das mais importantes invenções medievais –
obras europeias cristãs em territórios muçulmanos e impôs a adoção de surgiram no começo do século XIII.
obras científicas islâmicas, como a de Avicena, ao povos não-islâmicos. IIIas catedrais góticas, construídas no período medieval, simbolizavam o
e) O império islâmico, durante seu apogeu, incentivou a busca pelo domínio da Igreja sobre a sociedade.
conhecimento científico nos territórios conquistados, como atesta a obra Das proposições acima,
de Avicena, mas não logrou sucesso na Europa ocidental, devido ao a) apenas I está correta.b) apenas II está correta.
bloqueio religioso estabelecido pela Igreja Católica. c) apenas I e II estão corretas.d) apenas II e III estão corretas.
e) I, II e III estão corretas.
Exercício 61. O início da Reforma Protestante do século XVI bem como
a sua expansão estão ligados a uma série de circunstâncias Exercício 64. Sobre a Paz de Deus e a Trégua de Deus, estabelecidas a
doutrinárias, religiosas e políticas. partir dos séculos X e XI, na Europa Ocidental, é correto afirmar:
Qual dos fenômenos abaixo não é causa da Reforma? a) eram tentativas de os poderes eclesiásticos controlarem as ações da
a) Os abusos dos tribunais da Inquisição que serviram nas mãos dos nobreza.
reis espanhóis para a eliminação de seus opositores em matéria política b) representaram uma política de tolerância religiosa com relação aos
e econômica. judeus e bizantinos.
b) As críticas de Wycliffe e Huss a alguns dogmas e práticas da Igreja c) eram movimentos inspirados nas pregações de São Francisco de
medieval, que os condenou como heréticos. Assis.
c) O desprestígio do Papado pelo excesso de participação no poder d) eram formas de reação às ações militares desenvolvidas na
temporal e nas questões italianas. Península Ibérica.
d) A cobiça dos bens da Igreja, os quais, acumulados em muitos e) eram manifestações heréticas contrárias à política belicista da Igreja
séculos, tornaram essa entidade a mais rica da Europa. de Roma.
e) A venda ou atribuição indevida de cargos eclesiásticos e o fausto da Exercício 65. A partir do século XVI, o catolicismo constituiu um dos
Corte pontifícia, implicando uma aparente negação do Cristianismo. pilares fundamentais da colonização portuguesa no Brasil.
Exercício 62. Palhaço, grande voz Sobre a difusão da religião católica na América portuguesa, é correto
Auto da Compadecida! O julgamento de alguns canalhas, entre os quais afirmar que ela:
um sacristão, um padre e um bispo, para exercício da moralidade. 1.contou com a instituição do padroado régio, conforme o qual cabia aos
Toque de clarim. monarcas portugueses propagar a fé católica nas terras conquistadas.

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 9/4


2.pôde contar com intensa atividade dos religiosos jesuítas já nos ( )A organização das instituições eclesiásticas nas colônias lusitanas foi
primeiros processos de povoamento ocorridos sob a égide das estabelecida a partir da subordinação do Estado português à Igreja
capitanias hereditárias. católica, prevista no chamado padroado régio.
3.foi apoiada pelo Santo Ofício, que enviou visitações para a Bahia e ( )O Estado português valeu-se, pela primeira vez no Brasil, do trabalho
para Pernambuco. escravo de africanos, posteriormente estendendo o mesmo
4.teve que enfrentar expressões religiosas que mesclavam aspectos do procedimento ao conjunto das suas colônias.
imaginário religioso tupi com traços das hierarquias, títulos e rituais ( )A estrutura política do Império português foi marcada por redes de
católicos. poder locais que permitiam aos colonos um considerável grau de
Assinale a alternativa correta. autonomia política e econômica, tornando, muitas vezes, conflitivas as
a) Somente a afirmativa 3 é verdadeira. relações entre metrópole e colônias.
b) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. ( )Os colonos e os mercadores estabelecidos no Brasil não mantinham
c) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras. relações comerciais com as colônias africanas, pois todo o sistema
d) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras. mercantil português estava centrado na metrópole, por onde
e) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras. necessariamente passavam os produtos comercializados.
Exercício 66. Na primeira metade do século XVI, os questionamentos A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para
sobre a atuação da Igreja Católica deram origem, na Europa, aos baixo, é
movimentos conhecidos pelo nome de Reforma Protestante. Em reação, a) V – V – V – F.b) V – V – F – V.c) F – F – V – F.
o catolicismo desencadeou a Contrarreforma. Entre os princípios dos d) F – V – V – F.e) F – F – F – V.
reformistas protestantes e dos contrarreformistas, podemos destacar, Exercício 70. Constitui afirmativa correta a respeito do feudalismo.
respectivamente: a) Produção econômica exclusivamente agrícola.
a) são fundados seminários de teologia, para aprimorar a formação do b) Atividade comercial generalizada.
clero; a Bíblia deve ser interpretada livremente pelos fiéis. c) Divisão social do trabalho.
b) é revogado o celibato clerical; é confirmado o dogma da d) Poder político-jurídico descentralizado.
transubstanciação, o reconhecimento da transformação do pão e do e) Produção de excedentes agrícolas voltados para o comércio.
vinho em corpo e sangue de Cristo. Exercício 71. Na Europa, durante a preponderância do modo de
c) o Tribunal do Santo Ofício é reorganizado com o fim de julgar e punir produção feudal no Período Medieval, é correto afirmar que houve
as heresias; são mantidos apenas os sacramentos do batismo e da a) predomínio de economia monetária, do trabalho assalariado e das
eucaristia. atividades econômicas mercantis.
d) a salvação é consequência das obras, entendidas como as boas b) poder político centralizado na figura do monarca, status social
ações orientadas pelas autoridades eclesiásticas; são mantidos a definido pela origem de nascimento e predomínio de economia
hierarquia e o celibato do clero. monetária.
e) o papa só pode perdoar as penas que ele tenha imposto por sua c) liberdade religiosa e de pensamento, organização social
vontade; a fé constitui a única e verdadeira fonte de salvação. fundamentada nas atividades urbanas e mercantis.
Exercício 67. As comparações entre esse papa, que assumiu o Trono de d) predomínio de população rural, de atividades econômicas agrárias e
Pedro em março, e seus dois antecessores, Bento XVI e João Paulo II, de trabalho servil.
ressaltam as virtudes de Francisco neste momento duro para a Igreja e) sociedade estamental e predomínio de economia monetária e da
Católica, atolada em denúncias de corrupção e de pedofilia e enredada urbanização da economia.
em regras que só fazem afastar os fiéis. Exercício 72. A passagem da cultura medieval para a cultura moderna, a
LOPES, A. D.; BORGES, H. O caloroso encontro do Papa com as ruas. Veja. São Paulo:
Abril, ed. 2332, ano 46 n. 31, 31 jul. 2013.
partir do século XV, anunciou um novo conjunto de referências para o
O olhar sobre a crise vivida pela Igreja Católica, como referida no texto e homem, a natureza e o mundo.
sobre a crise vivida pela mesma Instituição, no século XVI, permite Assinale a opção que contém a afirmação incorreta quanto à
identificar constituição da cultura moderna.
a) o envolvimento direto da Igreja, em ambas as crises, nas questões a) A arte renascentista denota o processo de construção do homem
sobre políticas de suas respectivas épocas, que determinou a divisão do moderno.
clero entre grupos opostos, conservadores e modernistas. b) O Renascimento consagrou a vitória da razão individual, instância
b) a rigidez das soluções encontradas no passado, responsável pela suprema da cultura moderna.
ruptura da Igreja e a flexibilidade necessária na busca de soluções, no c) As obras Gargantua e Pantagruel, de Rabelais, constituíram-se nas
presente, permitindo a renúncia e a coexistência simbólica entre dois primeiras críticas à orientação individualista da cultura moderna.
papas. d) A principal causa da Reforma foi a insatisfação dos fiéis com relação
c) a indiferença da população cristã pelo que acontecia na Igreja do ao uso das indulgências como instrumento de riqueza da Igreja Católica.
século XVI, resultando na aceitação sem conflitos do nascimento das e) A concepção de universo proposta por Copérnico, ao deslocar a terra
Igrejas Reformadas. para uma posição secundária no sistema solar, provocou intensa reação
d) a exigência da cristandade atual por uma Igreja pura, afastada da dos meios eclesiásticos.
sociedade, voltada para o cultivo da espiritualidade, ideal apoiado pela Exercício 73. No século XVl a Europa foi abalada por uma série de
alta cúpula da Igreja. movimentos de caráter religioso. Sobre este período é FALSO afirmar:
e) tanto no passado como no presente, o cultivo, pelos Papas, dos a) Um dos principais aspectos da reforma protestante foi a divulgação
princípios da simplicidade e a opção pelos pobres, o que os identifica das noventa e cinco teses de Martinho Lutero.
com o discurso do Papa Francisco. b) As idéias da doutrina calvinista, exaltando o trabalho e a
Exercício 68. O culto de imagens de pessoas divinas, mártires e santos prosperidade, influenciaram parte da burguesia européia.
foi motivo de seguidas controvérsias na história do cristianismo. Nos c) Apesar da Reforma religiosa ter começado na Alemanha, propagou-
séculos VIII e IX, o Império bizantino foi sacudido por violento se por outras regiões da Europa.
movimento de destruição de imagens, denominado “querela dos d) Uma das principais teses defendidas pela doutrina luterana era a livre
iconoclastas”. A questão iconoclasta interpretação da Bíblia.
a) derivou da oposição do cristianismo primitivo ao culto que as religiões e) Na França, a Reforma foi facilitada pela disputa pessoal entre
pagãs greco-romanas devotavam às representações plásticas de seus soberanos, culminando com a criação do anglicanismo.
deuses. Exercício 74. Sobre o contexto social e econômico do século XIV na
b) foi pouco importante para a história do cristianismo na Europa Europa medieval, marque a alternativa INCORRETA.
ocidental, considerando a crença dos fiéis nos poderes das estátuas. a) A mão de obra disponível para atuar no campo foi reduzida devido às
c) produziu um movimento de renovação do cristianismo empreendido epidemias e guerras existentes no período.
pelas ordens mendicantes dominicanas e franciscanas. b) As revoltas camponesas, como a jacquerie, acabaram por ocasionar
d) deixou as igrejas católicas renascentistas e barrocas desprovidas de alterações nas obrigações típicas do sistema feudal.
decoração e de ostentação de riquezas. c) A reduzida oferta de metais preciosos, como a prata, contribuiu para a
e) inviabilizou a conversão para o cristianismo das multidões expansão do processo inflacionário.
supersticiosas e incultas da Idade Média européia. d) A burguesia teve seu prestígio econômico reduzido pela crise das
Exercício 69. Com o processo de expansão marítima, empreendido nos atividades urbanas o que fortaleceu o poderio dos senhores feudais.
séculos XV e XVI, Portugal constituiu-se como um império ultramarino, e) A instabilidade climática, com chuvas constantes, levou a uma grande
espalhado em diversas regiões do globo. retração nas colheitas, diminuindo fortemente a produção agrícola.
Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, sobre a Exercício 75. A partir do século XII, as corporações de ofício passaram a
história do Império português e da colonização no Brasil. expressar uma cultura do trabalho própria ao mundo medieval, na

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 10/4


medida em que guerras.
a) propiciavam a troca de conhecimento entre os mestres das d) Outra consequência foi o fortalecimento do poder real, à medida que
corporações. os senhores feudais perdiam suas forças.
b) ampliavam o processo de divisão do trabalho na produção dos e) Pode-se também falar da ampliação do universo cultural europeu,
artefatos. promovida pelo contato com os orientais, deixando consequências na
c) promoviam uma rede de proteção entre os membros das política e na economia da Idade Média.
corporações. Exercício 81. Acerca da política econômica praticada pela Espanha e
d) redefiniam a noção de preço justo ao incorporar os juros no valor da Portugal, durante os séculos XVI e XVII, leia as afirmativas abaixo.
mercadoria. I.Não se configurou como uma forma madura de acumulação capitalista,
e) estabeleciam uma nova temporalidade, associada ao processo de pois, entre outras coisas, estimulou a circulação de mercadorias em vez
circulação monetária. da produção.
Exercício 76. Sobre as comunas medievais entre os séculos XI e XIII, é II.Transformou a economia ibérica em alvo de constantes crises, devido,
INCORRETO afirmar que: entre outras coisas, à instabilidade dos mercados consumidores e aos
a) favoreciam o poder arbitrário que os senhores, laicos ou altos custos das atividades colonizadoras.
eclesiásticos, exerciam sobre as cidades e feudos. III.Faltavam investimentos em técnicas de produção de alimentos
b) baseavam-se, inicialmente, em princípios igualitários contra a capazes de proteger a Península Ibérica contra a inflação decorrente da
ideologia dominante das três ordens providenciais. entrada de metais preciosos na Europa.
c) apoiavam a emancipação das cidades e a autonomia administrativa, Está(ão) CORRETA(S) a(s) afirmativa(s)
limitando a arbitrariedade dos domínios senhoriais. a) I, apenas.b) II, apenas.c) III, apenas.d) I, II e III.
d) originaram-se da expansão econômica e comercial, que provocou um Exercício 82. Leia o texto.
aumento do número de comerciantes e artesãos. Várias razões levaram os portugueses, no início do século XV, a
e) surgiram da necessidade de combater as ações de cobranças lançarem-se aos mares e à conquista de novas terras.
abusivas de obrigações e exações por parte da nobreza. Uma das mais importantes foi o interesse em participar ativamente do
Exercício 77. O amplo domínio da Igreja Católica, na Idade Média, se comércio com a África e a Ásia, onde existiam produtos muito
dava também no campo da produção cultural. O pensamento cristão valorizados na Europa. Portugal desejava alcançar os principais centros
teve figuras importantes como Santo Tomás de Aquino, que: produtores africanos e asiáticos, tornando-se de preferência o
a) seguidor de Platão, defendia a divisão da riqueza social. distribuidor exclusivo desses produtos na Europa. Da África chegavam
b) defendia o livre arbítrio, contrapondo-se à teoria da predestinação de até os europeus principalmente ouro, pimenta, marfim e escravos,
Santo Agostinho. comprados dos muçulmanos pelos venezianos e genoveses, no norte
c) foi contemporâneo de Santo Anselmo, com quem estabeleceu as do continente africano, e daí distribuídos para a Europa. Da Ásia,
bases da Escolástica. passando por um número imenso de intermediários e de rotas,
d) apoiou a instalação do tribunal da Inquisição para julgar os hereges e chegavam até a península Itálica metais preciosos, sedas, tecidos finos,
pecadores. artesanato de luxo e porcelanas, que eram revendidos no restante da
e) formulou as idéias básicas do luteranismo e do calvinismo. Europa.
(Janaína Amado e Luiz Carlos Figueiredo, A formação do império português)
Exercício 78. Por trás do ressurgimento da indústria e do comércio, que
A partir do texto, é correto afirmar que
se verificou entre o século XI e XIII, achava-se um fato de importância
a) a política colonial, fundamentada nos princípios fisiocratas, fomentou
econômica mais fundamental: a imensa ampliação das terras aráveis
a fragmentação dos Estados Nacionais colonialistas.
por toda a Europa e a aplicação à terra de métodos mais adequados de
b) a política colonial, derivada da prática mercantilista, organizava-se
cultivo, inclusive a aplicação sistemática de esterco urbano às
por meio do monopólio do comércio entre a metrópole e a sua colônia.
plantações vizinhas.
(Lewis Mumford. A cidade na históriaSão Paulo: Martins Fontes, 1982.) c) os portugueses e os italianos, no século XV, aliaram-se na exploração
O texto trata da expansão agrícola na Europa ocidental e central entre de espaços coloniais na África e na Ásia.
os séculos XI e XIII. Dentre as razões desse aumento de produtividade, d) a política colonial impossibilitou a execução do exclusivo
podemos citar metropolitano, que foi aplicado apenas a partir do século XVIII.
a) o crescimento populacional, com decorrente aumento do mercado e) o mercantilismo foi decisivo para a união entre Portugal e a Itália e,
consumidor de alimentos. em consequência, para o fortalecimento de seus colonialismos.
b) a oportunidade de fornecer alimentos para os participantes das Exercício 83. Sobre o quadro político e econômico da Europa entre os
cruzadas e para as áreas por eles conquistadas. séculos XVI e XVIII, é correto afirmar:
c) o fim das guerras e o estabelecimento de novos padrões de a) Em termos históricos, o Estado Absolutista correspondeu à
relacionamento entre servos e senhores de terras. manutenção do poder político da burguesia.
d) a formação de associações de profissionais, com decorrente b) Os empreendimentos econômicos foram realizados, em grande parte,
aperfeiçoamento da mão-de-obra rural. por Companhias de Comércio organizadas quase sempre pelo Estado e
e) o aprimoramento das técnicas de cultivo e uma relação mais intensa com sua participação financeira em muitas delas.
entre cidade e campo. c) Os burgueses conseguiram manter as autonomias municipais na luta
Exercício 79. “A Idade Média européia é inseparável da civilização contra o centralismo político do príncipe.
islâmica já que consiste precisamente na convivência, ao mesmo tempo d) Esse período corresponde ao surgimento do capitalismo industrial,
positiva e negativa, do cristianismo e do islamismo, sobre uma área Exercício 84. "As colônias diferem das províncias da França tanto
comum impregnada pela cultura greco-romana.” quanto o meio difere da finalidade."
José Ortega y Gasset (1883-1955). (Frase de Choiseul, ministro das colônias da França, 1765.)
O texto acima permite afirmar que, na Europa ocidental medieval, Tome como ponto de partida a relação entre colônias e metrópole
a) formou-se uma civilização complementar à islâmica, pois ambas suposta na frase citada. Assinale a opção que exemplifica uma das
tiveram um mesmo ponto de partida. conseqüências de tal relação para as idéias mercantilistas acerca das
b) originou-se uma civilização menos complexa que a islâmica devido à colônias:
predominância da cultura germânica. a) O comércio colonial, por imposição de uma economia interna
c) desenvolveu-se uma civilização que se beneficiou tanto da herança complementar à da metrópole e do monopólio metropolitano sobre suas
greco-romana quanto da islâmica. importações, devia garantir o aumento da produção, navegação e
d) cristalizou-se uma civilização marcada pela flexibilidade religiosa e riqueza em geral na metrópole.
tolerância cultural. b) Os colonos deviam sua permanência nas colônias como algo
e) criou-se uma civilização sem dinamismo, em virtude de sua passageiro e aspirar a instalar-se na metrópole logo que lhes fosse
dependência de Bizâncio e do Islão. possível: tal devia ser sua finalidade principal.
Exercício 80. Atendendo ao apelo do Papa Urbano II, os cristãos c) As colônias diferiam profundamente das metrópoles devido à raça e
organizaram expedições militares conhecidas como cruzadas Leia, com aos costumes dos respectivos habitantes: os coloniais eram
atenção, as afirmativas abaixo e assinale a alternativa INCORRETA considerados inferiores e, portanto, desprezados pelos europeus.
sobre as causas e conseqüências dessas expedições militares. d) As colônias forneciam à metrópole o meio de por em prática
a) Além da questão religiosa uma causa importante das cruzadas foi o finalidaddes valorizadas na época, como a conservação de índios e
interesse econômico em dominar importantes cidades orientais. negros à fé cristã, mesmo se na prática isso nem sempre fosse feito nos
b) Uma das consequências das cruzadas foi a reabertura do mar moldes recomendados pela Igreja.
mediterrâneo – intercâmbio comercial entre a Europa e o Novo Mundo. e) Se os fins justificam os meios, o fato de ter colônias, por sua vez, ao
c) Outra consequência delas foi o empobrecimento dos senhores provocar a emulação e mesmo disputas armadas entre as potências
feudais que tiveram suas economias arrasadas pelo elevado custo das européias, criava-lhes novas finalidades de ação.

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 11/4


Exercício 85. (...) constituíram-se na Idade Média dois poderes que se conversão dos “infiéis” no Oriente, aumentar seguidores do
colocavam acima da autoridade dos reis e dos senhores e, por isso, Cristianismo, então ameaçado pela Reforma Religiosa.
eram denominados poderes universais: o papado (poder espiritual ou Exercício 88. Os camponeses franceses do século XIV eram conhecidos
religioso) e o império (poder temporal ou político). A relação entre esses pelos nobres do reino pelo termo Jacques (que pode ser traduzido em
dois poderes foi sempre problemática (...). português pelo nome “Tiago”), por ser este considerado como nome
(Luiz Koshiba, História – origens, estruturas e processos)
comum entre as camadas populares. As revoltas dos Jacques (ou
Pode ser apontado(a) como um exemplo dessa relação problemática
Jacqueries), como ficaram conhecidas, estouraram no norte do Reino da
a) a promulgação do Edito de Milão, em 313, que reconheceu o poder
França em 1358. Sua emergência no contexto de crise da Guerra dos
espiritual do papa e estabeleceu o cristianismo como a religião oficial do
Cem Anos (1337-1453) assumiu um sentido de contestação dos
Império Romano, condição revogada pelo imperador Décio, no fim do
privilégios da nobreza rural e foi estimulada pelo/a:
século IV.
a) pilhagem das vilas camponesas promovidas por líderes militares
b) o conflito conhecido como a Querela das Investiduras, de 1076, que
aristocratas.
opôs o papa Gregório VII ao imperador Henrique IV, do Sacro Império, e
b) terror implantado no campo pelos vilões, mobilizados pela conjuntura
só foi superado em 1122, com a Concordata de Worms.
de guerra.
c) a determinação do imperador Teodósio I, a partir de 391, em proibir
c) aumento de taxas feudais e pelos saques de soldados espalhados
todas as práticas não pagãs, que gerou uma forte perseguição aos
pelos campos.
cristãos e o poder religioso voltou para a mão do imperador romano.
d) desmonte da ordem social feudal por conta da guerra entre França e
d) o incentivo dos reinos cristãos, principalmente do Império Carolíngio,
Inglaterra.
em construir mosteiros longes das cidades, o que efetivou a separação
e) fragilidade das forças militares da nobreza na repressão a levantes
entre o poder temporal dos reis e o poder espiritual dos monges e do
populares.
clero em geral.
e) o apoio decisivo do imperador Constantino à heresia ariana, Exercício 89. O lingüista russo Mikhail Bakhtin (1895-1975) analisou
construída pelos bispos do Oriente, no Concílio de Nicéia (325), que concepções e práticas culturais vigentes na Idade Média. Em uma de
defendia a concepção de que o poder temporal caberia apenas ao suas análises, ele afirmou:
soberano romano, mas com o beneplácito do papa. O riso era condenado pelo cristianismo oficial da Idade Média. O tom
sério caracterizava a cultura medieval oficial, sendo a única forma de
Exercício 86. “O expressar a verdade, o bem e tudo o que era importante.
renascimento das Apud: COTRIM, Gilberto. História global: Brasil egeral. SP: Saraiva, 2005. p. 153.
atividades As reflexões de M. Bakhtin foram incorporadas pela pesquisa histórica
comerciais e a contemporânea que trata do quadro cultural da Idade Média.
prosperidade dos O panorama da Idade Média delineado por essas pesquisas revela que
centros urbanos a) uma cultura popular, impregnada de humor, também se manifestava
estimularam por meio dos festejos carnavalescos, das encenações cômicas e
também o satíricas e dos gracejos dos bufões e dos bobos.
desenvolvimento b) a influência da Igreja Católica conseguiu homogeneizar a cultura do
intelectual.” Ocidente medieval, moldando-a segundo seus valores e extinguindo as
(Cláudio Vicentino, criações humorísticas, consideradas profanas.
História Geral, 2002,
p. 160)
c) uma série de elementos culturais trazidos pelos novos invasores
Quanto ao (normandos e magiares) alteraram significativamente o modelo cultural
desenvolvimento predominante na Europa ocidental.
referido acima, é d) a cultura universitária, também pregando a austeridade e
correto afirmar:a) consagrando a divisão social dominante, foi o mais eficiente
A Igreja, por meio sustentáculo dos modelos defendidos pela Igreja e pelos senhores
de ordens feudais.
monásticas,direcio Exercício 90. Chegam a Jerusalém a 7 de junho de 1099. Jejuam e
navaa produção fazem procissões em redor da cidade, esperando que as suas orações
cultural, deitem abaixo as muralhas, do mesmo que as trombetas de Josué
(CLÁUDIO VICENTINO. p. 161)
tinham derrubado as de Jericó. A chegada a Jafa de navios genoveses,
e as cidades medievais vinculadas ao dogmatismo religioso não se pisanos e venezianos é para eles de um grande auxílio [...] A cidade tão
tornaram centros irradiadores dos novos valores culturais. cobiçada é tomada a 15 de julho de 1099. Assistimos, então, à pilhagem
b) O dinamismo cultural da Baixa Idade Média foi tão marcante, que, no e ao massacre sistemático de toda a população. Depois do regresso dos
século XIII, a universidade de Paris contava com mais de vinte mil cruzados ao Ocidente, a posse de Jerusalém torna-se precária.
alunos e, no final do período, a Europa possuía cerca de 80 Tate, G. Dois séculos de confronto entre o Oriente e o Ocidente. In Arneville, M.-B. D’ e
universidades. outros, As Cruzadas. Trad., Cascais: Pergaminho, 2001, p. 22.
c) As universidades não puderam se desenvolver na Baixa Idade Média O texto acima refere-se à
porque eram obrigadas a pagar altos impostos aos nobres. a) terceira Cruzada e revela os interesses bizantinos nessa expedição.
d) O trovadorismo, que surgiu no século XII, exaltava exclusivamente as b) Reconquista Ibérica e apresenta as motivações religiosas dessa
virtudes do guerreiro. empreitada.
e) A Igreja, durante todo o período medieval, deu ênfase ao pensamento c) sétima Cruzada e demonstra a forte presença da monarquia francesa.
racionalista e ao desenvolvimento científico, exaltando os valores do d) primeira Cruzada e revela a forte religiosidade da peregrinação
renascimento cultural. armada.
Exercício 87. “Enfim, em novembro de 1095, (...) o papa Urbano II (...) e) quarta Cruzada e revela a participação exclusiva dos fiéis franceses.
dirigiu à aristocracia guerreira francesa uma advertência, divulgada, a Exercício 91. Analise a imagem a Desde a Idade Média, São
seguir, por toda a Europa: aqueles que até então tinham vivido como seguir. Tiago Maior foi retratado de
saqueadores, martirizando seus irmãos cristãos, poderiam ir para o várias formas. Nessa imagem
Oriente, onde os cristãos encontravam-se ameaçados pelos do século XVII, que recorre à
muçulmanos, e empregar suas energias contra os infiéis. Assim, com o Reconquista na Península
recurso deste expediente destinado a ‘exportar a violência’, foi Ibérica, sua figura é
assentada a primeira pedra no edifício das futuras Cruzadas”. representada como
Jacques Le Goff & Jean-Claude Schmitt.Dicionário Temático do Ocidente Medieval Matamouros. Com base na
De acordo com o texto, é correto afirmar que as Cruzadas imagem, conclui-se que essa
a) foram expedições de caráter essencialmente religioso, conclamando recorrência alude à
os europeus para um acordo de paz com os “infiéis” no Oriente Médio. a) valorização da cultura
b) tiveram nas ações militares contra os “infiéis” no Oriente sua islâmica, derivada do contato
característica mais marcante, como maneira de solucionar problemas com os muçulmanos.
sociais vividos na Europa. b) apropriação de
c) tiveram a característica de exportar para a América a ideia fixa de personagens bíblicos,
converter os indígenas em seguidores fiéis do cristianismo. utilizados para legitimar a
d) analisaram sistematicamente as civilizações do Oriente, com o intuito SANTIAGO
MATAMOUROS . Disponível em: disputa territorial e religiosa.
de preservar sua cultura após a luta contra os “infiéis”. <http://www.wga.hu/art/c/carreno/st_james.jpg>.
e) mesclaram princípios religiosos e militares, buscando, por meio da c) formação de uma matriz cultural ibérica, renovada pela fusão entre

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 12/4


belicismo islâmico e apostolicismo cristão. que contribuiu para resolver os problemas decorrentes da escassez de
d) incorporação do princípio muçulmano da Guerra Santa, favorecida terras.
pela expansão árabe. b) permitiram a difusão dos valores religiosos cristãos entre os povos
e) adoção do ideal muçulmano de martírio, advindo da experiência pagãos, o que explica o aumento de poder da Igreja católica sobre as
adquirida nas Cruzadas. regiões conquistadas.
Exercício 92. A Igreja dominou muitas das manifestações medievais. c) foram responsáveis pela expulsão dos judeus da região da Palestina,
Seu poder ia além da religião, salientando-se também sua riqueza o que comprova o fato de eles terem sido submetidos durante muito
econômica. No entanto, existiram resistências e críticas aos exageros tempo pelos cristãos.
do poder católico. A ordem dominicana, fundada no século XIII, d) provocaram transformações na economia, estimulando a ação de
a) incorporou muito dos ensinamentos das heresias existentes, mercadores que se aproveitaram das viagens para criarem novas
revolucionando o catolicismo. atividades econômicas.
b) destacou-se pelos seus combates aos pagãos e pela sua atuação e) unificaram toda a cristandade contra os povos do Império Bizantino,
nas universidades da época. gerando intensos conflitos que possibilitaram os movimentos de
c) seguiu o caminho aberto pelos franciscanos, criticando a vida dos unificação das nações da Europa Ocidental.
papas medievais, cercada de luxo e poder. Exercício 97. Na Europa Ocidental, a partir do ano mil,
d) aceitou as heresias da época, estimulando o desenvolvimento a) o sistema feudal, baseado no trabalho servil e na autossuficiência
intelectual da Idade Média. econômica, começou a se estruturar.
e) foi fundada para fazer oposição à ordem franciscana, que liderava a b) as rotas comerciais ficaram sob controle dos muçulmanos,
Igreja da época com seus ensinamentos. fragilizando o monopólio das cidades italianas.
Exercício 93. Identifique as proposições verdadeiras (V) e falsas (F) c) o desenvolvimento mercantil e urbano contribuiu para o surgimento
sobre a Inquisição na Europa. de uma nova camada social, a burguesia.
Marque a seqüênciacorreta d) os reis perderam, gradativamente, seus poderes para os senhores
( )Foi criada no período medieval e reativada pelo Concílio de Trento em feudais, que sobrepujaram a autoridade papal.
reação à Reforma protestante no século XVI. e) o trabalho foi organizado em associações, tais como as ligas de
( )Foi uma necessidade do Catolicismo para purificar os seus fiéis diante camponeses e as corporações de artesãos.
das heresias, sem o uso de violência corporal. Exercício 98. Desde o século XII, as cidades medievais organizaram a
( )Utilizava técnicas de tortura corporal por meio de suplícios que trariam sua própria produção artesanal, agrupando os artesãos em associações
a redenção dos denunciados. hierárquicas. Eram elas:
( )Foi um instrumento de controle social da Igreja e do Estado, exercido a) Ligasb) Guildasc) Corporações de Ofício
sobretudo pelos países ibéricos que a estenderam até a América. d) Hansase) Sindicatos Proletários
( )Restringiu-se ao período medieval quando a Igreja Católica dominou a Exercício 99. Carlos Magno dividiu [seus domínios] em circunscrições.
sociedade, impondo os seus padrões morais e religiosos. As circunscrições fronteiriças chamavam-se marcas. [...] As marcas
a) VFFVFb) VFVVFc) VFVFVd) FVFVFe) VVFFV eram bem fortificadas e serviam para a proteção do Estado contra
Exercício 94. Na sociedade medieval, vigorava uma ideologia que invasões posteriores.
considerava as mulheres inferiores aos homens, resultando em um A frente de cada circunscrição estava um conde. O conde que chefiava
cotidiano marcado pela hegemonia da autoridade masculina. Ainda que uma marca chamava-se margrave. [...] Carlos Magno distribuía
a Igreja pregasse que homens e mulheres eram objetos do amor de benefícios entre seus vassalos. Exigia deles não somente participação
Deus, não eram poucos os religiosos que percebiam as mulheres como pessoal nas expedições militares, mas também a apresentação de
agentes do demônio homens armados. (KOMINSKY, [s.d.], p. 92).
Com base nas informações acima e em seus conhecimentos, assinale a O reinado de Carlos Magno (768-814 d.C.), na Gália, concretizou-se por
alternativa correta sobre a cultura e a sociedade européias, no período desenvolver uma política que culminou com
classicamente conhecido como Idade Média. a) a decadência do Império Romano, ao agregar, no seu exército,
a) As mulheres eram consideradas inferiores aos homens por serem elementos bárbaros, que se sublevaram e minaram o poder do exército
incapazes de trabalhar com as técnicas tradicionais de cura por meio do romano.
uso de plantas medicinais. b) a formação do feudalismo, através da concessão de benefícios que
b) A mentalidade era profundamente marcada pelo ideário católico, que fortaleciam o poder local, ao estabelecer uma rede de proteção e
preconizava, inclusive, o papel que homens e mulheres deveriam favores.
desempenhar na sociedade. c) a perda da influência política e social da Igreja Católica, ao
c) A submissão feminina à autoridade masculina caracterizou a estabelecer o cesaropapismo e submetê-la ao controle do Estado.
sociedade daquele tempo como uma organização tipicamente d) o fortalecimento do Estado Moderno, submetendo a nobreza ao
matriarcal. controle do poder real e contribuindo para desagregar a burguesia
d) A mulher, ainda que posta em uma condição submissa em relação ao industrial.
homem, tinha grande poder e influência sobre a Igreja Católica. e) a expulsão dos muçulmanos da Península Ibérica e a consolidação
e) A condição feminina era fruto da grande influência que o racionalismo do poder dos marqueses e dos condes, em detrimento do poder real.
científico exercia sobre a cultura daquele período. Exercício 100. A arabização foi um fenômeno ligado à expansão
Exercício 95. Em poucos anos, Maomé propagou a sua religião por toda muçulmana nos séculos VII e VIII. Sobre esse processo, é correto
a Arábia, conseguindo unir o povo e: afirmar que
a) colocar um fim nas conquistas muçulmanas, ao difundir a doutrina a) os árabes impunham sua religião aos povos dominados. Cristãos e
islâmica. judeus eram violentamente perseguidos e, algumas vezes vendidos
b) terminar com as peregrinações das tribos dos beduínos à cidade como escravos e, até mesmo, mortos.
santa de Medina. b) o idioma foi um dos fatores que prejudicou a afirmação árabe, em
c) lançar as bases para a formação do Império Árabe, ao defender a especial na Península Ibérica, onde se falavam línguas de origem latina.
Guerra Santa. Assim, não puderam impor sua religião, nem mesmo sua cultura.
d) marcar o início do calendário muçulmano, ao destruir todos os ídolos c) a convivência com os judeus foi pacífica desde o início do islamismo,
da Caaba. não existindo maiores incompatibilidades com o judaísmo. Em função
e) conquistar a cidade comercial de Meca para as tribos dos coraixitas, disso, a região da Palestina foi preservada das conquistas islâmicas.
guardiães da Pedra Negra. d) os árabes consentiam, nos primeiros anos da expansão, que os
Exercício 96. Analise o texto. povos conquistados seguissem suas próprias religiões. No entanto,
Os promotores das cruzadas e os cruzados haviam se colocado, pelo impunham o pagamento do imposto aos infiéis.
menos, três objetivos. A conquista da Terra Santa de Jerusalém, a ajuda e) os árabes eram monogâmicos e não aceitavam o casamento com
aos bizantinos e a união da cristandade contra os infiéis. Mas nenhum pessoas que não praticassem a mesma religião que a sua. Dessa
desses objetivos havia sido alcançado plenamente. Nas palavras de um forma, foi difícil solidificar a etnia e a cultura árabe nas regiões
importante historiador da Idade Média: "se os cruzados são os grandes conquistadas.
perdedores da expansão cristã no século XII, os grandes ganhadores Exercício 101. As proposições a seguir referem-se à expansão
foram em definitivo, os comerciantes". muçulmana no período medieval. Identifique com V as proposições
(Jacques Le Goff. La Baja Edad Média. In: Myriam Becho Mota ePatrícia Ramos Braick. verdadeiras, e com F as falsas:
História: das cavernas ao terceiromilênio São Paulo: Moderna, 2002. p. 116)
( )O Jihad (esforço pelo Islã ou Guerra Santa) foi usado como pretexto
Quando refere-se ao contexto histórico da Baixa Idade Média, o autor ideológico para a conquista de povos e regiões da Arábia, Pérsia, norte
deixa implícito a idéia de que as cruzadas da África e Europa.
a) tiveram uma papel fundamental na expansão territorial européia, o

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 13/4


( )Maomé foi o fundador da religião islâmica em 622 d.C. e responsável Janeiro: CivilizaçãoBrasileira / INL, 1983, p. 401)
direto pela formação dos califados que provocaram as cruzadas cristãs O texto faz referência a um tipo de relação social que, na Idade Média,
no século XI. deve-se ao fato de, nesse período,
( )A Guerra da Reconquista da Península Ibérica pelos cristãos teve a) a mentalidade e sensibilidade da nobreza medieval apoiarem-se no
início no século VIII e favoreceu a formação de reinos como Leão, forte sentimento de solidariedade entre os que trabalhavam, os que
Navarra e Aragão. rezavam e lutavam nas guerras.
( )Os muçulmanos desrespeitavam os costumes e as crenças locais dos b) a economia, a sociedade e a política basearem-se nas relações de
povos conquistados, impondo o seu monoteísmo radical e o seu livro suserania e vassalagem dentro do grupo dos senhores e nas relações
sagrado: o Corão. de dominação entre os senhores e servos.
( )Culturalmente os árabes invasores e conquistadores levaram o c) os grupos sociais serem constituídos de servos e escravos, que
obscurantismo e o retrocesso às regiões conquistadas. garantiam a sobrevivência material da sociedade, em troca de proteção
Marque, agora, a seqüência correta. de vida nas expedições militares.
a) VFVFFb) VVFFVc) FVFVFd) FFFVVe) VFVFV d) a honra e a palavra terem importância fundamental, sendo os
senhores feudais e os servos ligados por um complexo sistema de
Exercício 102. O pensamento renascentista derrubou preconceitos e
tradições e obrigações de suserania e vassalagem.
ameaçou a existência de verdades seculares. Francis Bacon, nascido
e) o feudo, unidade socioeconômica básica, ser formado por porções de
na Inglaterra, trouxe contribuições importantes para essa renovação do
terras de uso comum que, juntas, constituíam um corpo autossuficiente
pensamento, quando:
de produção e consumo familiar dos servos.
a) fez uma leitura crítica da obra de Aristóteles, até hoje assumida pelos
filósofos como fundamental para a ciência moderna e para o Exercício 107. Desde a época dos apóstolos, a Igreja cristã afirmava-se
cristianismo. una, mas isso não a impedia de assumir características peculiares em
b) defendeu o uso do método indutivo, criticando as concepções de diversos territórios. Em 1054, tais diferenças no seio da Cristandade
mundo predominantes na Idade Média e influenciada pela filosofia provocaram o Cisma do Oriente, que culminou com
grega. a) o fracionamento do Império Bizantino em Império Romano do
c) polemizou com as idéias de Galileu, afirmando ser a Terra o centro de Ocidente, dominado pelo Papa, e Império Romano do Oriente,
um universo infinito e plano, de grande complexidade. controlado pelo Patriarcado de Constantinopla.
d) reafirmou a importância da filosofia grega para o mundo ocidental, b) o desmembramento do Tribunal da Inquisição, com uma seção
sobretudo os princípios científicos de Platão sobre o corpo humano. liderada pelo Papa na Igreja Católica Romana, e outra chefiada pelo
e) redefiniu princípios da metafísica, confluindo suas conclusões para a Patriarcado de Constantinopla na Igreja Ortodoxa.
construção do método indutivo, seguindo Aristóteles e Platão. c) a separação entre o poder espiritual, comandado pelo Papa no
Ocidente, e o poder temporal, exercido pelo Imperador bizantino no
Exercício 103. O término da Guerra dos Cem Anos, acabando com as
Oriente.
pretensões inglesas na França, provocou um conflito interno, na
d) a divisão entre a Igreja Católica Romana, dirigida pelo Papa, e a
Inglaterra, a Guerra das Duas Rosas, que trouxe como resultado
Igreja Ortodoxa, subordinada ao Patriarcado de Constantinopla.
principal:
a) o enfraquecimento do poder da nobreza. Exercício 108. Em inícios do século VIII, o Império Bizantino, tendo à
b) o enfraquecimento do grande Parlamento inglês. frente Leão Isáurico, encontrava-se abatido diante da expansão
c) a ruralização da economia e da sociedade inglesa. muçulmana. Leão entendeu que as derrotas do Império deviam-se à
d) a descentralização do poder político da Inglaterra. adoração crescente dos fiéis às imagens de santos e resolveu destruí-
e) a instituição dos Estatutos de Oxford. las.
Esse movimento ficou conhecido como:
Exercício 104. A análise histórica do Renascimento italiano, caso das
a) Monofisistab) Cesaropapistac) Iconoclasta
obras de Leonardo da Vinci e de Brunelleschi, permite identificar uma
d) Telefisistae) Legitimista
convergência entre as artes plásticas e as concepções burguesas sobre
a natureza e o mundo naquele período. Acerca da relação entre artistas Exercício 109. No início da Idade Moderna, o catolicismo experimentou
e burgueses, é correto afirmar que ambos: uma dissensão interna que marcou definitivamente sua ação enquanto
a) convergiram em ideias, pois valorizavam a pesquisa científica e a Igreja Universal. Lutero, Calvino e Henrique VIII foram responsáveis
invenção tecnológica. pela maior Reforma Religiosa no âmbito do cristianismo.
b) retomaram o conceito medieval de antropocentrismo ao valorizar o Neste período, essa religião dividiu-se em quatro correntes, sendo que:
indivíduo e suas obras pessoais. a) os católicos acreditavam na salvação pela fé e pelas boas ações,
c) adotaram os valores da cultura medieval para se contrapor ao avanço enquanto os calvinistas e anglicanos aceitavam apenas a salvação pela
político e econômico dos países protestantes. fé como parte da teoria da predestinação.
d) discordaram quanto aos assuntos a serem abordados nas pinturas, b) os luteranos, em relação à eucaristia, acreditavam na presença real
pois os burgueses não financiavam obras com temas religiosos. de Cristo com transubstanciação, e os calvinistas e anglicanos, apenas
e) defenderam a adoção de uma postura menos opulenta em acordo na presença espiritual de Cristo.
com os ideais do capitalismo emergente e das técnicas mais simples c) os anglicanos, em relação ao culto, suprimiram o sacrifício da Missa e
das artes. conservaram a liturgia, enquanto os católicos continuaram com a Missa,
centro principal do culto.
Exercício 105. Dentre os resultados das Cruzadas para a Europa
d) os católicos continuaram com os sete sacramentos, enquanto os
medieval, é correto mencionar
luteranos, calvinistas e anglicanos, apenas com dois: batismo e
a) a conquista de Jerusalém pelos cristãos e a aliança duradoura entre
comunhão.
latinos e bizantinos.
e) os luteranos entendiam que a Igreja era útil à salvação, suprimindo a
b) a ampliação dos contatos mercantis com o Oriente e a introdução de
hierarquia eclesiástica, enquanto os anglicanos também mantiveram a
novos costumes.
utilidade da Igreja em relação à salvação e conservaram a hierarquia
c) o monopólio italiano sobre o comércio asiático e a união da
eclesiástica.
cristandade ocidental e oriental.
d) a vitória sobre os muçulmanos e o fortalecimento das relações Exercício 110. Em relação à Reforma Religiosa do Século XVI é correto
feudais de produção. afirmar que
e) a consolidação da autoridade do papa e o controle das rotas a)o movimento de Thomas Muntzer, comandando os camponeses,
mediterrâneas pelos árabes. contribuiu para a vitória do luteranismo na Suíça.
b)a doutrina Calvinista impunha um rigor material aos seus adeptos,
Exercício 106. Em qualquer sociedade de tipo feudal, a lealdade dos
proibindo-os de praticarem qualquer atividade lucrativa.
servosse exercita em troca da segurança que o senhor pode dar.
c)o Concílio de Trento - 1545/1563, negou os antigos dogmas católicos.
Creioque a lealdade dos jagunços, em face do chefe, tinha também
d)a Igreja Anglicana surgiu do interesse de Henrique VIII em ampliar as
umfundamento parecido: seria talvez o medo da solidão em face deuma
riquezas do Estado e eliminar a possível ingerência espanhola nos
natureza tão grandiosa, tão áspera, tão despovoada quelevaria aqueles
assuntos internos de seu país.
homens humildes a aderir ao grupo guerreiro,entregando-se a uma vida
e)o líder Martinho Lutero tornou-se vitorioso, quando recebeu adesão da
aventurosa em troca de umasolidariedade fraterna. A aventura: “eu
burguesia do Sacro Império Germânico às suas propostas.
avistava as novas estradas,diversidade de terras”. A ausência de
fraternidade, do amor, pareceser sinal de alienação para o jagunço: Exercício 111. Em O RENASCIMENTO, Nicolau Sevcenko afirma:
“Qualquer amor já é umpouquinho de saúde, um descanso na loucura”, "O comércio sai da crise do século XIV fortalecido. O mesmo ocorre
diz Riobaldo. Alealdade é, porém, o grande valor social, disseminado com a atividade manufatureira, sobretudo aquela ligada à produção
entre osjagunços de Grande sertão: veredas bélica, à construção naval e à produção de roupas e tecidos, nas quais
(Adaptado de Fernando Correia Dias. Aspectos sociológicos deGrande sertão: veredas, tanto a Itália quanto a Flandres se colocaram à frente das demais. As
in Guimarães Rosa – Fortuna críticaOrg. por Eduardo de Faria Coutinho. Rio de minas de metais nobres e comuns da Europa Central também são

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 14/4


enormemente ativadas. Por tudo isso muitos historiadores costumam desestruturou a partir do século XIV foi o que se
s lançou à procura de
tratar o século XV como um período de Revolução Comercial." novos mercados, deixando-se se enredar por um misto de atração e pânico
A Revolução Comercial ocorreu graças: do desconhecido, ora tecendo considerações positivas (edênicas), ora
a)às repercussões econômicas das viagens ultramarinas de negativas (demoníacas) sobre as terras que se iam desvendando ante
descobrimento. seus olhos.
b)ao crescimento populacional europeu, que tornava imperativa a (Laura de Mello e Souza, O diabo e a Terra de Santa Cruz Adaptado)
descoberta de novas terras onde a população excedente pudesse ser A partir das afirmações da historiadora, é correto inserir a expansão
instalada. marítima no contexto de
c)a uma mistura
stura de idealismo religioso e espírito de aventura, em tudo a) retrocesso tecnológico, devido às superstições da Idade Média, que
semelhante àquela que levou à formação das cruzadas. impediam o processo criativo.
d)aos Atos de Navegação lançados por Oliver Cromwell. b) aceitação da diversidade cultural, incluindo o politeísmo dos
indígenas, graças à Reforma Protestante.
Exercício 112. Este mapa é de fundamental significação na história da
c) abandono da mentalidade clássica, marcada pelo fanatismo, em
cartografia. Ele ampliou a imagem contemporânea do mundo,
função da hegemonia da burguesia.
proporcionando uma visão essencialmente nova deste. É conhecido
d) transição dos valores religiosos medievais para a Modernidade,
Modernidade em
indubitavelmente a partir da sua publicação em 1507. Nele o Novo
meio às novidades técnicas.
Mundo recebe o nome de América pela primeira vez.
e) intenso racionalismo, por influência dos filósofos iluministas, que
desencadeou a revolução científica.
Exercício 116. As grandes mudanças que se verificam na arte náutica
durante a segunda metade do século XV levam a crer c na possibilidade
de chegar-se,
se, contornando o continente africano, às terras do Oriente.
Não se pode afirmar, contudo, que a ambição de atingir por via marítima
esses países de fábula presidisse as navegações do período henriquino,
animada por objetivos estritamente mercantis. (...) Com a expedição de
Antão Gonçalves, inicia-se
se em 1441 o tráfico negreiro para o Reino (...)
Da mesma viagem procede o primeiro ouro em pó, ainda que escasso,
resgatado naquelas partes. O marfim, cujo comércio se achava até
então
tão em mãos de mercadores árabes, começam a transportá-lo
transportá os
barcos lusitanos, por volta de 1447.
Sérgio Buarque de Holanda,Etapas dos descobrimentos portugueses
(Adaptado de: WHITFIELD, P. The image
age of the world: 20 centuries ofWorld Assinale a alternativa que melhor resume o conteúdo do trecho acima.
Maps.MARTINWALDSEEMÜLLER, 1507. San Francisco: Pomegranate Artbooks& British a) A descoberta do continente americano por espanhóis, e, depois, por
Library, 1994, p. 48-9.
48 Tradução livre.) portugueses, revela o grande anseio dos navegadores ibéricos por
De acordo com o texto, o mapa e os conhecimentos sobre o tema, é chegar às riquezas do Oriente através de uma rota pelo Ocidente.
correto afirmar que a cartografia do século XVI b) Os portugueses logo abandonaram as viagens de descoberta para o
a) abandonou a perspectiva medieval de representação, adotando Oriente através do Atlântico, visto que lhes bastavam as riquezas
modelos renascentistas devido à necessidade da incorporação da Ásia, alcançadas na África, ou seja, ouro, marfim e escravos.
descoberta por Colombo e pelos navegadores que o sucederam. c) Embora a descoberta de uma rota africana para o Oriente fosse, para
b) constituiu outro tipo de narrativa da expansão marítima europeia, ao os portugueses, algo cada vez mais realizável em razão dos avanços
incorporar os relatos dos navegantes nas representações pictográficas, técnicos,
icos, foi a exploração comercial da costa africana o que, de fato,
expressando uma nova consciência sobre o mundo. impulsionou as viagens do período.
c) significou um aperfeiçoamento natural das formas anteriores de d) As navegações portuguesas, à época de D. Henrique, eram
representação de mundo, como as iluminuras, das quais q descende, motivadas, acima de tudo, pelo exotismo fabuloso do Oriente;
tendo se tornado possível graças à invenção da imprensa. secundariamente, contudo, dedicavam-se
dedicava os portugueses ao comércio
d) descreveu os locais onde se estabeleceriam as colônias, bem como de escravos, ouro e marfim, sobretudo na costa africana.
os dados antropológicos, sociais e econômicos, antecipando a e) Durante o período henriquino, os grandes aperfeiçoamentos técnicos
revolução científica do século XIX. na arte náutica permitiram aos portugueses chegar ao Oriente
e) representou o ápiceice do desenvolvimento científico do século XVI, na contornando o continente africano.
medida em que serviu de modelo para o desenvolvimento tecnológico e
artístico do Renascimento. Exercício 117. Analise estes dois mapas-múndi,
mapas comparando-os:
A partir da análise e
Exercício 113. Assinale a alternativa que NÃO expressa características comparação desses
e/ou acontecimentos referentes à sociedade feudal. mapas e
a) Economia com pouca circulação monetária e tendente à subsistência. considerando-se
b) Espera cotidiana da Parusia, ou seja, do retorno final de Cristo, pondo outros
fim às coisas terrenas, portanto à história. conhecimentos
c) Crítica do monge Martin Lutero à igreja católica, devido à sobre o assunto, é
comercialização de indulgências autorizada pelo Papa Leão X. CORRETO afirmar
d) Arquiteturas românica e gótica. que
e) Horas do dia divididas em: matinas; laudes; prima; terça; sexta; nona; a) a cartografia
vésperas e completas. européia, por razões
Exercício 114. “Até agora não pudemos saber se há ouro ou prata nela, religiosas, não
ou outra coisa de metal, ou ferro: nem lha vimos (...) Contudo, o melhor Henricus Martellus, 1489. Londres: British Library. assimilou o
fruto que dela se pode tirar parece-meme que será salvar esta gente. E conhecimento dos
esta deve ser a principal semente que Vossa Alteza em ela deve lançar. povos indígenas
(...) Quanto mais,, disposição para se nela cumprir e fazer o que vossa acerca dos
Alteza tanto deseja, a saber acrescentamento da nossa santa fé!” continentes recém-
(CAMINHA, Pero Vaz de. A carta de Pero Vaz de Caminha. Porto Alegre: L&PM, 1985.) descobertos.
O fragmento da carta de Pero Vaz de Caminha faz referências referên ao: b) a concepção de
I.interesse da nobreza e da burguesia lusitanas, desejosas de explorar um mundo fechado,
outras terras, alargar as fronteiras comerciais e encontrar novas fontes em oposição à idéia
de renda. de um cosmos
II.cenário de esperança da salvação eterna “desta gente”, simbolizado aberto, dominou a
no objetivo da Igreja Católica atólica de conquistar novos fiéis e catequizar os cartografia européia
“territórios virgens”. até o século XVII.
III.“acrescentamento da nossa santa fé”, referindo--se ao projeto de
Abraham Ortelius, TheatrumOrbisTerrarum, 1570.
Henrique VIII de expandir a fé anglicana às terras do Novo Mundo.
c) as navegações alteraram o conhecimento do mundo, à época,
IV.anseio por um mundo novo que minorasse os flagelos flag da velha
jogando por terra os mitos antigos sobre a inabitabilidade das zonas
cristandade e a escassez de metais preciosos na Europa.
tórridas.
Estão corretas:
d) os descobrimentos, em fins do século XV, resultaram da expansão do
a) I e II.b) II e III.c) I, II e III.d) III e IV.e) I, II e IV.
conhecimento do mundo alcançado pelos geógrafos do Renascimento.
Exercício 115. O mundo convulsionado e agonizante que se

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 15/4


Exercício 118. Sobre o expansionismo marítimo europeu e a chamada propriedades de terra.
Revolução Comercial, marque C (CORRETA) e I (INCORRETA) para b) descontentamento dos monges Martinho Lutero e Zuinglio, com as
cada uma das afirmativas abaixo. pregações da bula papal Exsurge domine, que permitiu um
( )Foi um movimento de impacto unilateral, uma vez que a cultura entendimento bíblico sem a intermediação dos padres.
européia se manteve completamente inalterada, enquanto os povos de c) interesse das monarquias nacionais e de toda a nobreza européia,
outros continentes tiveram seu modo de vida e cultura afetados. que buscaram reforçar a Igreja Católica e a supremacia do Papa,
( )Os chamados descobrimentos relacionaram-se com as mudanças nos contestadas pelos protestantes ibéricos.
hábitos seculares de produzir riquezas, trabalhar a terra, governar a d) ideal protestante relacionado à condenação da usura, prejudicando
sociedade e interpretar o mundo. os interesses da burguesia comercial emergente.
( )Os portugueses, neste período (século XV–XVI), conquistaram parte e) aumento da venda de indulgências, sobretudo na Alemanha,
da América e usufruíram do modo de produção nela existente para fazer ocasionando o crescimento da insatisfação popular.
a exportação de artigos primários. Exercício 124. Fui nutrido nas letras desde a infância, e por me haver
( )Em conseqüência da grande quantidade de metais preciosos persuadido de que, por meio delas, se podia adquirir um conhecimento
recebidos pela Europa, sua população permaneceu imune à inflação. claro e seguro de tudo o que é útil à vida, sentia extraordinário desejo de
Você obteve aprendê-las. Mas, logo que terminei todo esse curso de estudos, ao
a) I, C, I e I.b) C, C, I e I.c) I, I, C e C.d) C, I, I e C. cabo do qual se costuma ser recebido na classe dos doutos, mudei
Exercício 119. Todas as alternativas apresentam fatos que podem ser inteiramente de opinião. Pois me achava enleado em tantas dúvidas e
associados à decadência do feudalismo, EXCETO: erros, que me parecia não haver obtido outro proveito, procurando
a) a ocorrência da fome e da Peste Negra que dizimaram a Europa na instruir-me, senão o de ter descoberto cada vez mais a minha
primeira metade do século XIV. ignorância. E, no entanto, estivera numa das mais célebres escolas da
b) o aumento do número de cidades tanto de origem rural como Europa, onde pensava que deviam existir homens sapientes, se é que
surgidas de acampamentos de mercadores. existiam em algum lugar da Terra.
c) o desenvolvimento da cavalaria, quase empenhou nas Cruzadas e (DESCARTES, RDiscursodoMétodo. 3ª Ed RJ: Bertrand Brasil, I994. p. 43.)
difundiu pelo mundo os valores cristãos. O texto aponta a insatisfação que assola Descartes ao término dos seus
d) o desenvolvimento das atividades comerciais nos mares estudos. Dentre os motivos que conduziram Descartes a essa avaliação,
Mediterrâneo, Negro, do Norte e Báltico. pode-se citar:
e) uma série de insurreições e perturbações sociais que ocorreram na I. A situação da filosofia, envolta em multas dúvidas.
Europa Ocidental e atingiram a cidade e o campo. II. A ausência de um método adequado, inspirado na matemática, capaz
de conduzir com segurança ao conhecimento do verdadeiro.
Exercício 120. Qual das alternativas abaixo apresenta causas do
III. A crítica à educação, cuja base epistemológica se mantém
enfraquecimento do feudalismo na Europa?
construída sobre pressupostos empíricos.
a) A Revolução Industrial do século XVIII fez com que o feudalismo
IV. A separação, existente desde o século XV, entre ciências do espírito
perde-se força em quase toda Europa.
e ciências da natureza.
b) O renascimento comercial, impulsionado pelas Cruzadas, deu início
Assinale a alternativa correta.
ao enfraquecimento do feudalismo no século XII.
a)Somente as afirmativas I e II são corretas.
c) A influência da Igreja Católica na política foi a principal causa do
b)Somente as afirmativas II e IV são corretas.
enfraquecimento e fim do feudalismo.
c)Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) A Reforma Protestante fez com que muitos senhores feudais
d)Somente as afirmativas I, lI e III são corretas.
abandonassem o poder, transferindo-o para os monarcas.
e)Somente as afirmativas I, lII e IV são corretas.
Exercício 121. A vida cultural europeia, na Baixa Idade Média (do XI ao
Exercício 125. A gravura nos remete à Baixa Idade Média.
XV séculos), pode ser caracterizada pelo(a):
a)esforço de Ptolomeu para estruturar os conceitos geográficos. Analisando-a, notamos
b)multiplicação das Universidades e difusão da arquitetura gótica que
c)deslocamento, de Córdoba para Paris, do centro de gravidade da a) destaca-se o trabalho
cultura muçulmana. braçal, pois as poucas
d)difusão do dogma escolástico baseado na negação da união entre a máquinas existentes
fé e a razão para a busca da verdade. eram exclusivas da
e)decadência do ensino urbano seguido de sua ruralização nobreza.
b) o trabalho era feito por
Exercício 122. A bacia do Mediterrâneo artesãos que estavam
ligados à sua
Corporação de Ofício.
c) o trabalho ainda não
era especializado, pois
os homens à época
faziam de tudo um
pouco.
d) os homens
trabalhavam em ofícios
urbanos e no campo,
obedecendo às regras
impostas pelo Rei .
Relacione com as áreas indicadas no mapa com 1, 2, 3, 4 e 5 e) representantes de
Em 2, organizou-se, a partir do século V d.C., o Reino dos Francos, toda a sociedade
como resultado (www.portaldoprofessor.mec.gov.br.fichaTecnicaAula. trabalhavam na
a) da conquista dos hunos em todo o Império Bizantino. html?aula=22848 .Original colorido Acesso em: construção das igrejas:
b) da expansão, fixação e unificação de grupos germânicos na Gália, 27/02/2014). desde o alto clero ao
facilitadas pelo crescente enfraquecimento do Império Romano. mais humilde dos homens.
c) do fortalecimento do imperialismo romano na península Ibérica. Exercício 126. Considerando seu conhecimento sobre as Cruzadas,
d) da aliança entre a Igreja e os povos bárbaros que invadiram a ocorridas entre os séculos XI e XIII da Era Cristã, responda. Qual o
Europa, vindos do Extremo Oriente. maior motivo para a nobreza europeia participar desse evento?
e) da vitória dos gauleses sobre as tropas romanas comandadas por a) Desejo de luta contra os infiéis.b) Falta de terras.
Júlio César. c) Domínio sobre o comércio do Oriente.d) Diversão.
Exercício 123. No final da Idade Média, as insatisfações religiosas e) Adesão ao islamismo.
contra a Igreja acumularam-se. No início da Idade Moderna verificou-se, Exercício 127. A partir do século XV, com o périplo africano, a
então, a ruptura do cristianismo ocidental, surgindo a Reforma exploração do litoral da África permitiu que os portugueses
Protestante. estabelecessem feitorias e intensificassem suas atividades mercantis. A
Esta teve como causa determinante o respeito das atividades comerciais que se desenvolviam no continente
a) apoio dos monarcas Henrique VIII e Elisabeth aos camponeses africano a partir do século XV, assinale a afirmação correta.
pobres da Europa que, a partir de 1525, realizaram uma série de a) As rotas internas da África só se articularam ao circuito mercantil do
revoltas contra sacerdotes ricos e nobres, donos de grandes Mediterrâneo com a expansão marítima e com a transposição do Cabo

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 16/4


das Tormentas. “Diz-se muitas vezes que os povos da Península Ibérica – e
b) As rotas saarianas haviam sido intensificadas com a expansão particularmente os portugueses – estavam especialmente preparados
islâmica e articularam-se ao processo de expansão comercial que para inaugurar a série de descobertas marítimas e geográficas que
envolveu também as rotas asiáticas de especiarias. mudaram o curso da história mundial, nos séculos XV e XVI.”
c) As rotas africanas do Saara foram interrompidas com o périplo BOXER, C.R. O império marítimo português Lisboa: Edições 70, 1969, p. 20.
português, que ampliou e acelerou o escoamento dos produtos do Com base na citação e em seus conhecimentos, leia atentamente as
interior do continente. afirmativas, que buscam explicar as razões pelas quais os povos
d) O comércio interno do continente africano baseavase no tráfico de ibéricos podem ser considerados “especialmente preparados” para as
escravos e no escravismo, sistema de exploração e venda de seres descobertas marítimas:
humanos, criado na África. I.A frágil diferenciação social interna e as alianças entre aristocracia,
e) As atividades mercantis africanas dependiam do trânsito de burguesia e camponeses atuaram como importante fator de estabilidade
mercadorias de luxo vindas da Ásia, dado que o continente africano não social.
produzia esse tipo de mercadoria. II.A ativa participação dos árabes na condução do processo da
expansão marítima ibérica possibilitou uma maior troca de experiências
Exercício 128. Os humanistas dos séculos XV e XVI procuraram validar
e projetos de expansão territorial.
os modelos antigos nas artes, na filosofia, na política, na literatura,
III.A pioneira fundação do Estado Moderno português encontrou na
desviando-se das derivações medievais. Nesse sentido, as inovações
expansão ultramarina uma fonte de prestígio para manutenção da
do Renascimento podem ser definidas como retomada de concepções
nobreza e uma expectativa de novas fontes de receita.
antigas e criações inéditas.
Após a leitura, pode-se afirmar que:
Considere os seguintes autores e respectivas obras.
a) todas estão corretas.
I.Maquiavel e a obra O Príncipe – Thomas Morus e a obra Utopia
b) todas estão incorretas.
II.Montaigne e a obra Ensaios – Rousseau e a obra O contrato social
c) somente a afirmativa III está correta.
III.Da Vinci e a obra Mona Lisa – Michelângelo e a obra Moisés
d) as afirmativas I e III estão corretas.
Quais são desse período?
e) somente a afirmativa II está correta.
a) Apenas I.b) Apenas II.c) Apenas III.
d) Apenas I e II.e) Apenas I e III. Exercício 133. “A Idade Média não é o período dourado que certos
românticos quiseram imaginar, mas também não é, apesar das
Exercício 129. Entre os séculos XIII e XV, havia um intenso comércio de
fraquezas e aspectos dos quais não gostamos, uma época
cerâmicas, produtos agrícolas, de cobre vindo da Zâmbia e de Chaba,
obscurantista e triste, imagem que os humanistas e os iluministas
de sal, ouro e marfim, enviados até a costa. De fora, chegavam (...)
quiseram propagar.”
porcelana da China e da Pérsia, peças de vidro da Síria e outras Jacques Le Goff. A Idade Média explicada aos meus filhosRJ: Agir, 2007, p. 18
mercadorias de luxo. O Grande Zimbábue (...) tinha o monopólio do A ambígua imagem da Idade Média que hoje temos deriva, em parte, de
comércio de ouro que era levado para Sofala e de lá embarcado para representações
Quíloa. a) negativas do período, que destacam a opressão a que os
(Regiane Augusto de Mattos, História e cultura afro-brasileira)
camponeses eram submetidos, a intolerância da Igreja e as repetidas
A partir do trecho, é possível considerar que
temporadas de fome.
a) o oceano Índico e a Península Arábica foram importantes “portas de
b) positivas do período, que destacam o papel relevante que as
entradas” de ideias e mercadorias da África, mesmo antes da costa
mulheres tinham na vida social, o avanço tecnológico e o
atlântica.
desenvolvimento nas artes visuais.
b) a economia africana apenas ganhou importância em fins do século
c) negativas do período, que destacam a atuação do Tribunal da
XV, quando ocorreu a chegada dos grandes negociantes europeus.
Inquisição, a ausência de mobilizações sociais e o direito divino que
c) o isolamento cultural e político africano não impediu que esporádicas
justificava o absolutismo.
relações comerciais fossem travadas com outros continentes.
d) positivas do período, que destacam o resgate de valores religiosos
d) desde a Antiguidade a África esteve aberta às influências externas,
oriundos da Antiguidade Clássica, a arquitetura românica e gótica e as
mas o continente só passou a ter história com o contato com a Europa
festas populares.
moderna.
e) negativas do período, que destacam a ausência de liberdades
e) até meados do século XVI, a costa mediterrânea foi o único espaço
políticas, a persistência do politeísmo e de práticas de bruxaria em toda
africano com contato externo, em função da expansão do Império
a Europa Ocidental.
carolíngio.
Exercício 134. As expressões artísticas renascentistas, fundadas no
Exercício 130. O Império Bizantino foi uma unidade
estudo do homem, da natureza e do espírito crítico, desdobraram-se no
políticoadministrativa que atravessou o período medieval sem sofrer
desenvolvimento científico, notadamente na área da física, astronomia,
grandes alterações. Sobre o domínio de Bizâncio e a sociedade
matemática e biologia. Contrariando as antigas concepções
construída entre Europa Oriental e Oriente Médio, podemos afirmar as
geocêntricas defendidas pela Igreja, ganhou aceitação definitiva, na
sentenças abaixo, exceto
época, a teoria heliocêntrica.
a) Ao longo de sua duração, desenvolveu um sistema de informação
Na divulgação da nova concepção, destacaram-se
sobre os povos vizinhos que auxiliou na composição de redes
a) Nicolau Copérnico, Montaine e Thomas Morus.
diplomáticas complexas.
b) Albrecht Dürer, Rabelais e Giordane Bruno.
b) O Império Bizantino surgiu a partir do Império Romano do Oriente e
c) Giordane Bruno, Galileu Galilei e Leonardo Da Vinci.
as características latinas desse início permaneceram intactas até o
d) Nicolau Copérnico, Giordano Bruno e Galileu Galilei.
século XV, quando entrou em declínio.
e) Galileu Galilei, Rafael Sânzio e Thomas Morus.
c) Constantinopla, sua capital, era um importante centro para
comerciantes, artistas e arquitetos devido a sua riqueza e efervescência Exercício 135. O século XVI foi palco de uma profunda crise religiosa,
cultural. responsável pela ruptura da unidade mantida pela Igreja Católica, no
d) Os bizantinos foram o povo mais culto do período medieval e seio da cristandade ocidental – A Reforma Protestante. Em suas
deveram isso tanto à estrutura laica das escolas quanto ao investimento origens, essa Reforma esteve associada à
no ensino superior. a) insatisfação reinante entre o clero europeu, mais preocupado com as
e) A posição religiosa do Basileus – o Imperador bizantino – nunca foi questões ligadas à salvação e à liturgia em vigor do que com os acordos
igualada por quaisquer governantes ocidentais, estes sempre sujeitos políticos realizados entre os nobres e monarcas absolutistas.
ao Papa. b) rivalidade entre os Países Baixos contra a tentativa de dominação da
coroa espanhola e a supressão dos direitos comerciais e marítimos
Exercício 131. Os vínculos e a hierarquia entre a nobreza feudal eram
flamengos, a fim de favorecer os interesses mercantis espanhóis.
estabelecidos pelos laços de suserania e vassalagem. Um senhor
c) necessidade, sobretudo por parte da burguesia, de uma nova ética
feudal, possuidor de grandes porções de terra, doava uma parcela de
econômica, mais adequada às novas práticas mercantis e financeiras,
suas propriedades a outro nobre. O doador passava a ser considerado
fruto das mudanças nas relações de produção capitalista, verificadas na
suserano e o recebedor, vassalo.
época.
(Leonel Itaussu Mello e Luís César Amad Costa. História Antiga e Medieval)
d) crítica dos textos bíblicos, realizada por Calvino, o que aumentou
Aponte a alternativa que apresenta uma obrigação de vassalagem:
ainda mais os conflitos entre os novos Estados europeus e a disputa
a) corveia: trabalho gratuito nas terras do senhor;
realizada por eles, a fim de se opor à autoridade do imperador Carlos V.
b) talha: porcentagem da produção das tenências;
e) formação de Estados nacionais, monárquicos e absolutistas que
c) banalidade: tributo cobrado pelo uso de instrumentos do senhor;
defendiam, essencialmente, os interesses da nobreza feudal europeia,
d) pagamento de resgate caso o suserano fosse feito prisioneiro;
em detrimento aos direitos conquistados pela classe burguesa durante o
e) capitação: imposto pago por cada membro da família do vassalo.
fim do século XV.
Exercício 132. Leia, com atenção, a citação:

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 17/4


Exercício 136. No dia 24 de outubro de 1648, o imperador Ferdinando 3 - O descobrimento do Brasil foi resultado de uma estratégia do grande
3ºI assinou a Paz da Vestfália com a Suécia e a França. O documento navegador Vasco da Gama com a ajuda de Pedro Álvares Cabral.
marcou o fim do primeiro grande conflito europeu. 4 - A Expansão Marítima trouxe grandes renovações para a cultura da
O que no começo foi um conflito religioso, acabou se tornando uma luta época e teve, portanto, claras ligações com as mudanças históricas que
pelo poder na Europa. Iniciou-se em 23 de maio de 1618, na Boêmia levaram à construção dos tempos modernos.
(hoje República Tcheca). Nobres protestantes haviam invadido o castelo 5 - A importância das viagens de Colombo se restringe aos parâmetros
da capital e jogado pela janela os representantes do imperador, por de uma aventura heroica de um grande e idealista navegador.
causa da intenção de demolir duas igrejas luteranas, contrariando a Estão corretas apenas:
liberdade religiosa. Este episódio ficou conhecido como a Defenestração a) 1, 2 e 5b) 3 e 4c) 1, 3 e 5d) 2 e 4e) 1, 2, 4 e 5
de Praga.http://www.dw.com/pt/ Exercício 141. Os inícios dos tempos modernos foram marcados, no
Sobre a Paz da Vestfália consagrada em 1648, podemos afirmar que plano intelectual, artístico e científico pelo movimento denominado
a) garantiu o reconhecimento do calvinismo e pôs fim a uma série de "Renascimento". Sobre o tema, leia as afirmativas abaixo:
conflitos que haviam culminado na Guerra dos Trinta anos. I. Teve início na Itália, ainda no final da Idade Média.
b) restabeleceu as relações entre os puritanos e os anglicanos na II. Mostrou progressos na astronomia, pois Nicolau Copérnico
Inglaterra que estavam estremecidas desde a decapitação do rei Carlos I. demonstrou ser correto o heliocentrismo.
c) confirmou o direito de credo luterano, o que levou à dissolução da III. Não foi apoiado pela Igreja Católica, pois o clero observou que as
Liga de Esmalcalda. raízes do movimento se localizavam no "paganismo"
d) levou à derrocada da hegemonia francesa no continente europeu e da Antiguidade Clássica (Grécia-Roma).
ao endividamento desse país com o encerramento da Guerra dos Sete IV. O movimento renascentista provocou, particularmente na Itália,
Anos. prolongado período de conservadorismo social e dos costumes.
e) consagrou as fronteiras definitivas das colônias de Portugal e V. Provocou um aumento da visão teocêntrica do mundo.
Espanha na América como consequência do final da União Ibérica. Está correta ou estão corretas:
Exercício 137. O Corpus Iuris Civilis(Corpo do Direito Civil) é a reunião e a) III, IV e V.b) II, IV e V.c) Apenas I e II.
atualização de inúmeras leis imperiais romanas compiladas por ordem d) I, II e V.e) Apenas IV.
do imperador romano do Oriente, Justiniano. Obra extensa publicada
em 533 d.C. contém noções fundamentais de direito civil. Sobre o
Corpus Iuris Civilis, assinale o correto.
a) Não obstante o imenso volume da obra, representou a manutenção
do ordenamento jurídico do direito romano sem repercussões maiores
para o Direito Civil do Ocidente.
b) Base da jurisprudência latina, seus princípios jurídicos influenciaram
legislações européias, sendo a base de vários códigos civis, inclusive no
Brasil.
c) Coleção monumental cuja repercussão esteve estritamente ligada ao
direito canônico e eclesiástico; uma coleção que constituiu a base
estrutural da legislação cristã antiga.
d) Este documento reuniu fragmentos de obras de juristas clássicos,
entretanto, Justiniano manteve sua posição de teocrata e de
representar-se como um porta-voz de Deus.
Exercício 138. Um estudo da economia bizantina no período medieval:
a) mostra uma atividade comercial pouco desenvolvida e muito
semelhante à do feudalismo europeu. Legenda:
b) revela a força dessa economia, em razão das pequenas propriedades 1 - Viagens de Pedro Álvares Cabral2 - Viagens de Vasco da Gama
administradas com o apoio do poder estatal. 3 - Viagens de Bartolomeu Dias4 - Viagens de Pedro de Covilha
c) evidencia a falta de apoio do Estado na gestão dos negócios, devido Fonte: Almanaque Abril 1998, Ed. Abril S.A.
à presença soberana da Igreja. Exercício 142. Observando o mapa anterior podemos identificar várias
d) atesta um grande desnível social, com a presença da servidão, de rotas de navegação. Percebemos que o "descobrimento" de nosso país:
latifundiários aristocratas e de uma Igreja de grande poder político. a) foi acidental, tendo em vista Cabral estar indo para as Índias e,
e) registra a falta de prestígio dos comerciantes, que levavam uma vida devido a uma calmaria, ter chegado às terras brasileiras e espanholas.
urbana simples e sem ostentação. b) foi proposital, tendo vista o Tratado de Toledo ter determinado que
todas as terras a Oeste de Cabo Verde seriam de Portugal.
Exercício 139. Como Leonardo permanentemente insistiu, todo o seu c) está ligado apenas a um movimento de expansão religiosa da Coroa
trabalho científico foi a serviço da Arte. Ele e seus colegas artistas, Portuguesa para converter as tribos africanas.
tendo atingido os limites do que podia ser realizado através da d) está incluído numa expansão marítima e comercial que objetivava,
observação exterior, voltaram-se para dissecação e a anatomia a fim de entre outros fatores, a procura de metais preciosos e terras para
ampliar seu conhecimento das forças e estruturas subjacentes que Portugal.
condicionam a aparência externa da figura humana. Foi a serviço da e) está relacionado à viagem de Vasco da Gama e à fundação de
arte que eles desenvolveram uma precisão de desenho nos séculos que feitorias nas ilhas dos Oceanos Índico e Pacífico.
precederam a invenção da máquina fotográfica.
(John White. “Leonardo da Vinci (1452-1519)”. In: John R. Hale (org.). Exercício 143. Leia o documento histórico, escrito na Europa, no século
Dicionário do Renascimento Italiano, 1988. Adaptado.) XVI.
Leonardo da Vinci foi um típico humanista do Renascimento italiano, Havendo Jesus Cristo concedido à Igreja o poder de conceder
dedicando-se às pesquisas científicas e à produção artística. O excerto indulgência, e tendo a Igreja usado essa faculdade que Deus lhe
defende o argumento que concedeu [...], ensina e ordena o sacrossanto Concílio que o uso das
a) a pintura e o desenho do renascimento criaram os registros indulgências [...] deve conservar-se pela Igreja. Não obstante, deseja
fotográficos. que se proceda com moderação na sua concessão [...] a fim de que,
b) as pesquisas científicas do renascimento tornavam a pintura pela facilidade de concedê-las, não decaia a disciplina eclesiástica. E
desnecessária. ansiando para que se emendem e corrijam os abusos que se
c) o renascimento enfraqueceu-se culturalmente com as pesquisas introduziram nelas, motivo que leva os hereges a blasfemarem contra
anatômicas. elas; estabelece em geral, pelo presente decreto, que se exterminem de
d) a cultura do renascimento baseava-se em uma observação forma absoluta todos os lucros ilícitos que se cobram dos fiéis para que
aprofundada da realidade. as consigam; pois disto se originaram muitos abusos no povo cristão. E
e) o renascimento sustentou o princípio da santidade eterna do corpo não podendo proibir-se fácil e individualmente os demais abusos que se
humano. originaram da superstição, ignorância, irreverência, ou de outra causa
Exercício 140. Sobre a Expansão Marítima Europeia, analise as qualquer, pelas muitas corruptelas dos lugares e províncias em que se
afirmativas abaixo. cometem; manda a todos os bispos, e os faça presentes no primeiro
1 - Para a realização da grande aventura marítima, foram fundamentais concílio provincial, para que, conhecidos e qualificados pelos outros
as descobertas técnicas da época, não tendo influência a experiência do bispos, sejam imediatamente delatados ao sumo pontífice romano, por
navegador. cuja autoridade e prudência se estabelecerá o que for conveniente para
2 - A busca de riqueza foi importante para o envolvimento das pessoas a Igreja universal; e deste modo se possa repartir a todos os fiéis,
com a navegação e para a valorização de novos produtos comerciais. piedosa, santa e integralmente o tesouro das santas indulgências.

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 18/4


(Sessão XXV do Concílio de Trento. In: Adhemar Marques, Flávio Berutti e Ricardo b)A evidência é a primeira regra do método cartesiano, mas não é o
Faria. História Moderna através de textos. São
Sã Paulo: Contexto, 1997) princípio metódico fundamental.
Com base no conhecimento e no documento, pode-se pode afirmar que c)Ideias claras e distintas são o mesmo que ideias evidentes.
a) a Igreja católica decidiu manter a venda das indulgências, ainda que d)A evidência não é um princípio do método cartesiano.
essa prática tenha sido criticada duramente, sobretudo, pelos luteranos. Resposta: c
b) os líderes protestantess decidiram, em congresso de cúpula, aprovar a Tags: Filosofia, Renascimento, Mundo Moderno, Renascimento, Ciência
C
concessão de indulgências como faziam os bispos e padres católicos. moderna e Racionalismo, 2010, Racionalismo, Ensino Médio, Filosofia
c) a cúpula da Igreja cristã anunciou o fim da venda das indulgências e a Moderna, História, René Descartes, Ufu 2010, História Geral
punição dos padres que cobrassem um valor para a salvação.
Exercício 148. As críticas dos humanistas do renascimento era dirigida a
d) a Igreja
eja Luterana concordou com o "comércio" de indulgência, mas
qual sociedade?
recomendou às autoridades a punição para os que cometessem abusos.
apitalistad) feudal
a) escravistab) monarquistac) capitalistad)
e) a venda das indulgências, após ter o aval oficial do Sumo Pontífice,
passou a ser praticada pelos membros das religiões protestantes.
protes Exercício 149. Analise o mapa e o texto a seguir.
"Todos os testemunhos concordam em situar a origem da peste na Ásia
Exercício 144. Assinale a alternativa que NÃO se relaciona com o
Central, onde ela existia em estado endêmico. O grande viajante
movimento de expansão marítima portuguesa.
IbnBatouta, que visitou a Índia Meridional pouco depois
depo de 1342,
a) No início da Idade Moderna, o oceano Atlântico era praticamente
assinalou-a a ali. Em 1347, os próprios mongóis, que sitiavam o
desconhecido, havendo navegações costeiras de Portugal a Dinamarca,
estabelecimento mercantil genovês em Caffa, no mar Negro, foram
Noruega e Suécia.
atingidos e, por um requinte de crueldade, enviaram vários cadáveres
b)Investimentos altos foram necessários à expansão portuguesa. A
para a cidade através de suas máquinas de guerra. Um navio que partiu
Coroa foi o único agente capaz de fazer grandes investimentos,
de Caffa para a Itália semeou, na passagem, a peste em Constantinopla
originados de impostos recolhidos sobre a propriedade da terra.
[...] depois chegou a Gênova: quando se deram conta do mal que
c) A unificação Italiana foi um dos pré-requisitos para a expansão
transportavam e ordenaram que partisse, era tarde demais. A peste
marítima.
atacava a Itália pelos portos. As cidades
dades do interior não souberam
d) Os lucros comerciais atingidos com as expedições portuguesas de
organizar nenhuma defesa."
1415 e 1460 na costa africana foram superiores aos gastos realizados
nesses empreendimentos.
Exercício 145. “O Descobrimento da América, no quadro da expansão
marítima
arítima europeia, deu lugar à unificação microbiana do mundo. No
troca-troca
troca de vírus, bactérias e bacilos com a Europa, África e Ásia, os
nativos da América levaram a pior. Dentre as doenças que maior
mortandade causaram nos ameríndios estão as 'bexigas', isto é, a
varíola, a varicela e a rubéola (vindas da Europa), a febre amarela (da
África) e os tipos mais letais de malária (da Europa mediterrânica e da
África). Já a América estava infectada pela hepatite, certos tipos de
tuberculose, encefalite e pólio.. Mas o melhor 'troco' patogênico que os
ameríndios deram nos europeus foi a sífilis venérea, verdadeira
vingança que os vencidos da América injetaram no sangue dos
conquistadores. Traços do trauma provocado por essas doenças
parecem ter-se cristalizado na mitologia indígena. Quatro entidades
maléficas se destacavam na religião tupi no final do Quinhentos:
Taguaigba ('Fantasma ruim'), Macacheira ou Mocácher ('O que faz a
gente se perder'), Anhanga ('O que encesta a gente') e Curupira ('O
coberto de pústulas').'). É razoável supor que o curupira tenha surgido no
imaginário tupi após o choque microbiano das primeiras décadas da
Fonte: WOLFF, Philippe. Outono da Idade Média ou Primavera dos Tempos Modernos?
descoberta.” São Paulo: Martins Fontes, 1988. p. 15. (adaptado)
Luiz Felipe de Alencastro. “Índios perderam a guerra Bacteriológica”.
Folha de S. Paulo,, 12.10.1991, p. 7. Adaptado.
A análise permite associar a rápida propagação da Peste Negra, na
O texto
to expõe uma das características mais importantes da expansão Baixa Idade Média europeia, a fatores, como:
marítima europeia dos séculos XV e XVI, a) o êxito das navegações ibéricas na abertura do caminho marítimo
a)seu esforço saneador, que garantiu o acesso das populações para as Índias orientais.
americana, asiática e africana aos avanços técnicos europeus. b) a intensificação das transações econômicas entre o Ocidente
b)sua dimensão eurocêntrica, que assegurou uma dominação pacífica europeu, em pleno renascimento comercial urbano, e o Oriente,
O através
da América e da África pelos conquistadores europeus. das cidades italianas e de Constantinopla.
c)seu caráter globalizador, que permitiu articular os continentes, c) a retomada das peregrinações a Jerusalém após a vitória dos cristãos
estabelecendo maior circulação de pessoas e mercadorias. europeus nas guerras das Cruzadas.
d)sua concepção lógica, que orientou o planejamento minucioso da d) o aumento do intercâmbio comercial entre a China e os países
conquista, evitando que os europeus enfrentassem imprevistos. europeus, intercâmbio esse estimulado e protegido nos domínios do
Império Mongol.
Exercício 146. Qual das alternativas abaixo apresenta e) o dinamismo comercial dos Turcos Otomanos, ao transformarem a
características importantes do feudalismo? Constantinopla bizantina na Istambul moderna.
a) Prevalência do trabalho assalariado; poder centralizado nas mãos do
monarca; uso de moedas em todos os feudos. Exercício 150. No contexto bélico medieval, surgiram as Cruzadas,
b) Economia baseada na produção de mercadorias industrializadas; expedições militares empreendidas
mpreendidas pelos cristãos e legitimadas pela
sistema de eleições para a escolha dos governantes; prevalência do Igreja, que concediam a seus participantes supostas recompensas
trabalho servil (dos servos). espirituais.
c) Poder descentralizado (nas mãos dos senhores feudais); feudo como Sobre estas expedições é correto afirmar:
principal unidade política, administrativa e econômica; prevalência do a) Em decorrência de terem alcançado todos os seus objetivos, as
trabalho servil; agricultura como base da economia. cruzadas são responsáveis por provocarem grandes transformações no
d) Economia dinâmica com muito contato comercial entre os feudos; ocidente europeu.
poder nas mãos dos cavaleiros medievais, divisão ão de terras igualitárias b) As Cruzadas fortaleceram o sistema feudal, fortalecendo o poder dos
para todos do feudo. nobres e dificultando a centralização política por parte dos reis.
c) O espírito cruzadista ficou restrito à nobreza guerreira e à ação dos
Exercício 147. Em O Discurso sobre o método,, Descartes afirma: cavaleiros, porque os pobres eram considerados impuros.
Não se deve acatar nunca como verdadeiro aquilo que não se d) As Cruzadas possibilitaram aos ocidentais o contato com importantes
reconhece ser tal pela evidência, ou seja, evitar acuradamente a conhecimentos produzidos pelos muçulmanos, no campo da
precipitação e a prevenção,
venção, assim como nunca se deve abranger entre matemática, da medicina e da astronomia.
nossos juízos aquilo que não se apresente tão clara e distintamente à e) Os comerciantes das repúblicas italianas foram prejudicados com o
nossa inteligência a ponto de excluir qualquer possibilidade de dúvida. advento das Cruzadas, porque estas favoreceram a permanência dos
(REALE, G.; ANTISERI, D. História da filosofia: Do humanismo a Descartes.
Tradução de Ivo Storniolo. São Paulo: Paulus, 2004. p. 289.) árabes, que monopolizavam o comércio no Mediterrâneo.
Após a leitura do texto acima, assinale a alternativa correta. Exercício 151. [A crise] do feudalismo deriva não propriamente do
a)A evidência, apesar de apreciada por Descartes, permanece uma renascimento do comérciorcio em si mesmo, mas da maneira pela qual a
noção indefinível. estrutura feudal reage ao impacto da economia de mercado. O

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 19/4


revivescimento do comércio (isto é, a instauração de um setor mercantil a) A concepção da História como um processo levou os historiadores a
na economia e o desenvolvimento de um setor urbano na sociedade) atenuarem o caráter de ruptura dos acontecimentos e dos movimentos
pode promover, de um lado, a lenta dissolução dos laços servis, e de artístico-culturais, como o Renascimento, o que contribuiu para a
outro lado, o enrijecimento da servidão. (...) Nos dois setores, abre-se valorização das realizações humanas do período medieval.
pois a crise social. b) A tentativa de Napoleão Bonaparte de dominar a Europa estimulou o
(Fernando A. Novais, Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema nacionalismo em diversos países, provocando uma valorização do
Colonial p. 63-4) período medieval, identificado como o momento de origem das
Segundo o autor, nacionalidades.
a) a crise foi provocada pelo impacto do desenvolvimento comercial e c) A expressão “Idade Média” se refere à época compreendida entre
urbano na sociedade, pois, na medida em que reforça a servidão, uma fase de predomínio das práticas pagãs e outra em que surgiram as
origina as insurreições camponesas e, quando fragiliza os vínculos religiões reformadas, constituindo-se numa referência ao período em
servis, provoca as insurreições urbanas. que a Igreja Católica suprimiu outras crenças.
b) a crise do feudalismo nada mais é do que o marasmo econômico d) A recuperação da Europa, após a crise do século XIV, assentava-se
provocado pela queda da produção, uma vez que há um número menor sobre elementos medievais, pois o Absolutismo tinha relações com o
de camponeses livres, o que leva à crise social do campo, prejudicando processo de fortalecimento do poder real, os Descobrimentos com as
também a nobreza. viagens dos italianos e o Protestantismo com os movimentos heréticos.
c) a crise foi motivada por fatores externos ao feudalismo, isto é, o e) O mito historiográfico da “Idade das Trevas” teve origem no século
alargamento do mercado pressiona o aumento da produção no campo e XIV, quando o termo tenebrae começou a ser empregado para designar
na cidade, o que leva à queda dos preços e às insurreições o período posterior à Antiguidade Clássica, mas generalizou-se
camponesas e urbanas. Moderna, História, Renascimento Cultural, 2006, História Geral
d) o desenvolvimento comercial e urbano em si não leva à crise, pois o Exercício 156. “A natureza, ao dar-vos um filho, vos presenteia com uma
que deve ser levado em consideração é a crise social provocada pelo criatura rude, sem forma, a qual deveis moldar para que se converta em
enfraquecimento dos laços servis, tanto no campo como na cidade. um homem de verdade. Se esse ser moldado se descuidar, continuareis
e) as insurreições camponesas e urbanas são as respostas para a crise tendo um animal; se, ao contrário, ele se realizar com sabedoria, eu
feudal, pois a servidão foi reforçada tanto no campo como na cidade, poderia quase dizer que resultaria em um ser semelhante a Deus.”
garantindo a sobrevivência da nobreza por meio do pagamento de Erasmo de Roterdã
impostos. No trecho acima, datado de 1529, do filólogo e pensador da cidade
Exercício 152. Na ciência, na literatura e na pintura, representaram o holandesa de Roterdã, encontra-se manifesta a presença do
Renascimento moderno (séculos XV e XVI), respectivamente: pensamento
a) Kepler, André Vesálio e Rabelais; a) teocentrista, priorizando a idéia do sobrenatural e da ligação do
b) Copérnico, Shakespeare e Morus; Homem com o divino.
c) Lavoisier, Cervantes e Goya; b) experimentalista, em que todo e qualquer conhecimento humano se
d) Newton, Rubens e da Vinci; daria por meio da investigação científica.
e) André Vesálio, Camões e Rafael. c) escolasticista, doutrina que admitia a fé como a única fonte
Exercício 153. A peste negra devasta a Europa e ceifa um terço de sua verdadeira de conhecimento.
população durante o verão de 1348. Como a Aids para alguns, essa d) antropocentrista, valorizando o Homem e suas obras como base para
epidemia é vivida como uma punição do pecado [...]. uma visão mais racional do mundo.
(DUBY, Georges. Ano 1000 ano 2000: na pista de nossos medos, e) epicurista, apontando para uma postura ideológica que configurou a
1995.) transição para a Idade Moderna.
Marque a alternativa que NÃO expressa o contexto em que se insere o Exercício 157. Sobre o Império Bizantino é incorreto afirmar que:
trecho acima. a) Teve entre seus governantes o imperador Justiniano, sob quem foi
a) Os efeitos da peste negra são uma das causas da agonia da ordem feita a compilação do direito romano, mais tarde incorporado aos
feudal. modernos sistemas de leis ocidentais;
b) Neste momento alguns procuravam a causa da peste em explicações b) Tinha sua capital na antiga Bizâncio grega, transformada em
sobrenaturais e preconceituosas. Assim, pode-se dizer que a peste Constantinopla pelo imperador romano Constantino;
negra representou castigo divino ao pecado cometido por seus c) Foi o único império da Antigüidade que resistiu ao domínio romano;
portadores. d) Era governado por um poder imperial centralizado e despótico;
c) Na época, a epidemia conseguiu ser mais um determinante da divisão e) As principais heresias ali observadas eram as dos monofisistas e
social, pois os ricos fugiam para suas casas de campo, enquanto que os iconoclastas.
pobres ficavam imobilizados nas cidades contaminadas. Exercício 158. Coloque (V) nas alternativas Verdadeiras e (F) nas
d) A peste negra ocorreu no período chamado Alta Idade Média, um alternativas Falsas:
momento de grande prosperidade da economia na Europa Ocidental. ( )O feudalismo foi marcado, do ponto de vista político, pelo
e) Enquanto alguns responsabilizaram os doentes e estrangeiros pela enfraquecimento do poder dos reis, pelo predomínio dos senhores locais
epidemia; outros começaram a ver o mundo, nessa época, de um modo e pela fragmentação territorial.
diferente, questionando a ordem feudal. ( )Na Idade Média, predominou o Direito Consuetudinário, o que
Exercício 154. Com o descobrimento das minas de ouro, em fins do contribuiu para legitimar a dominação das elites sobre os trabalhadores.
século XVII, e com a subseqüente exploração do diamante, houve o ( )A solidariedade de classe entre nobres e clérigos no sentido de
aumento do numerário. essa situação determinou a(o): manter os privilégios adquiridos era expressa, emblematicamente, pela
a) Assinatura do Tratado de Lisboa, em 1703, entre Portugal e espada e a cruz sobre os setores populares.
Ingalterra, concedendo privilégios mútuos ao vinho português na ( )A dominância do feudalismo na Europa, a partir do século V e sua
Ingalterra e aos tecidos ingleses em Portugal. sobrevivência até o início do século XX, evidencia as particularidades de
b) Abandono da política econômica de orientação colbertista de tempo, espaço e caracterização de um sistema de produção que teve
retenção de capitais. inclusive sua versão oriental.
c) Sustentação fas exportações dos produtos ingleses, garantindo uma Qual das alternativas está correta?
substancial acumulação primitiva de capitais, através do ouro e do a) VVFF b) FVVF c) VFVF d) VVVV e) FFFV
diamante brasileiros. Exercício 159. Referindo-se ao Renascimento, é correto afirmar que:
d) Liberdade alfandegária estimulada pelo Marqués de Pombal ao criar a) surgiu na Grécia por volta do século II d. C, tendo sido pouco
no Brasil manufaturas e companhias de comércio. influente na Itália.
e) Assinatura do Tratado de Methuen legalizando a saída constante de b) os renascentistas criticavam o humanismo por ser uma forma de
capitais da Inglaterra para Portugal. pensamento filosófico que considera o ser humano como a obra mais
Exercício 155. O período compreendido entre os séculos V e XV é importante da criação.
conhecido por “Idade das Trevas” ou “Idade Média”. Estes termos c) caracterizou-se principalmente pela valorização da racionalidade do
pejorativos esconderam, durante muito tempo, a importância daquela ser humano, isto é, da capacidade humana de conhecer a realidade por
época, na qual, segundo muitos historiadores, surgiram os traços que meio da razão e da observação objetiva da natureza, não mais pela
caracterizam atualmente o Ocidente. Mas, não obstante essa crença nas explicações religiosas e na tradição.
valorização, o termo “Idade Média” continua sendo utilizado nos livros e d) o Renascimento foi a expressão cultural das profundas mudanças da
manuais escolares. Europa na passagem da Idade Moderna para a Idade Contemporânea e
Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre as teve inicio na Alemanha, no século XVII.
transformações ocorridas a partir do século XV na Europa, assinale a e) nenhuma das alternativas acima está correta.
afirmativa INCORRETA:

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 20/4


Exercício 160. Com relação ao Humanismo e ao Renascimento, Exercício 165. Considerando o fenômeno das cruzadas, podemos
assinale a afirmativa INCORRETA: afirmar:
a) No Humanismo, a ideia de que o homem é a medida de todas as a) condenavam a prática da indulgência pela Igreja Católica.
coisas corresponde à volta da valorização do homem sobre a religião. b) fortaleceram a descentralização política dos reis, consolidando o
b) O desenvolvimento comercial durante o Renascimento promoveu a sistema feudal.
emergência da valorização do indivíduo, reforçando a autonomia dos c) inibiram o desenvolvimento comercial devido à prática constante de
senhores. escambos e saques.
c) No Renascimento, o pensamento aristotélico suplantou o pensamento d) tiveram motivação exclusivamente religiosa, com a noção de “guerra
platônico vigente na Idade Média, preservado pelos copistas medievais. santa”.
d) O Humanismo típico do Renascimento abriu oportunidades para uma e) possibilitaram aos ocidentais o contato com importantes
produção artística de caráter urbano, financiada pelos mecenas. conhecimentos produzidos pelos muçulmanos, no campo da
Exercício 161. O que foi a Revolta Nika que ocorreu no Império matemática, da medicina e da astronomia.
Bizantino em 532 d.C. Exercício 166. O islamismo é a religião que mais cresce no mundo
a) Um movimento contra o imperador Justiniano, provocado pelos seus contemporâneo. Suas origens remontam ao século VII d.C. e sua
inimigos políticos, os aristocratas legitimistas. expansão foi baseada na Jihad, guerra santa contra outros povos,
b) Um movimento cultural que ocorreu na Europa para difundir o velho especialmente cristãos. Entre os séculos VII e VIII, foi constituído o
testamento. Império Árabe-Muçulmano, que dominou a Península Arábica, os
c) Uma tentativa de invasão dos bárbaros sobre o que restava do territórios dos atuais Irã e Iraque, todo o norte da África e a Península
império romano ocidental. Ibérica (atuais Portugal e Espanha).
d) Uma tentativa de tomar o poder do imperador Augusto, por uma parte Considerando o domínio árabe-muçulmano e suas relações com o
do exército romano. Ocidente, assinale as afirmativas a seguir, com V as verdadeiras e com
e) Um conjunto de prescrições da Igreja Católica Romana contra os F, as falsas:
bárbaros que invadiram Roma. ( )O Ocidente organizou as Cruzadas, expedições militares constituídas
Exercício 162. O Renascimento, amplo movimento artístico, literário e pelos reinos cristãos europeus, com o apoio da Igreja Católica, para
científico, expandiu-se da Península Itálica por quase toda a Europa, refrear a expansão do Islamismo.
provocando transformações na sociedade. Sobre o tema, é correto ( )Os árabes-islâmicos, durante o seu domínio na Península Ibérica,
afirmar que: contribuíram na construção de uma sociedade mais tolerante, ao
a) o racionalismo renascentista reforçou o princípio da autoridade da equipararem o status de judeus e cristãos.
ciência teológica e da tradição medieval. ( )Os árabes-islâmicos defrontaram-se, na Península Ibérica, com uma
b) houve o resgate, pelos intelectuais renascentistas, dos ideais região de população cristã de origem romanogermânica, bastante
medievais ligados aos dogmas do catolicismo, sobretudo da concepção pluralista e desenvolvida nas ciências e nas artes.
teocêntrica de mundo. ( )O domínio árabe-muçulmano permitia aos povos, sob o seu controle,
c) nesse período, reafirmou-se a ideia de homem cidadão, que terminou a liberdade de culto, não impondo a crença nos valores do Islão.
por enfraquecer os sentimentos de identidade nacional e cultural, os ( )O tratamento dado pelos árabes muçulmanos às artes e ciências foi
quais contribuíram para o fim das monarquias absolutas. semelhante àquele dos cristãos, durante a Inquisição: perseguição a
d) o humanismo pregou a determinação das ações humanas pelo divino artistas e cientistas, e censura a obras provenientes de culturas de
e negou que o homem tivesse a capacidade de agir sobre o mundo, povos considerados “ïnfiéis”.
transformando-o de acordo com sua vontade e interesse. A seqüência correta é:
e) os estudiosos do período buscaram apoio no método experimental e a) FVVFF b) FFVFV c) VVVFF d) VFFVF e) VVFVF
na reflexão racional, valorizando a natureza e o ser humano. Exercício 167. Bizâncio, também chamada de Constantinopla, e, depois,
Exercício 163. O Império Bizantino dominou vastas regiões de diferentes de Istambul, capital da atual Turquia, era o centro de poder do Império
etnias, em três continentes (Europa, Ásia e África), sob a égide de um Romano do Oriente, constituindo-se numa experiência histórica
modelo teocrático centralizado, conhecido como cesaropapismo, no qual relevante e distinta, sob muitos aspectos, em relação às sociedades
o Basileus concentrava, em suas mãos, a chefia suprema do exército, medievais do Ocidente europeu. A civilização bizantina NÃO tem como
da administração do Estado (Poder de César) e da religião cristã (Poder característica:
de Papa). Por conseguinte, os conflitos de natureza política, econômica, a) Cristianismo ortodoxo, diferenciado do apostólico romano.
social e cultural se manifestavam como questões de religião: as b) Poder político fragmentado e feudal.
famosas “querelas religiosas” bizantinas. c) Desenvolvimento do comércio e da vida urbana.
Sobre essas querelas, é correto afirmar: d) Poder político centralizado e teocrático.
a) O Monofisismo, uma corrente religiosa européia, concebia o caráter e) Diversidade cultural de base grega, romana e asiática.
unicamente humano de Cristo, contrapondo-se ao poder central e à Exercício 168. “Perante aassembléia atenta, o rei de França, Felipe
influência das províncias asiáticas, que defendiam a dupla natureza de Augusto, voltou-se para um amigo barão: ‘– Ouviste o que me
Cristo (divina e humana). disseram? – O que lhe disseram, Alteza? – Por minha fé, vieram-me
b) A Questão Iconoclasta expressou as divergências entre os dizer que Guilherme Marechal está enterrado... Em nosso tempo não
sacerdotes orientais (egípcios e maronitas) – defensores do culto das houve em lugar algum melhor cavaleiro. – O que dizes? – Afirmo que
imagens – e os sacerdotes ocidentais (gregos e latinos) – contrários ao jamais conheci melhor cavaleiro que ele em toda a minha vida’...
culto das imagens. Escorada nas proezas, sustentada de um lado pela lealdade, de outro
c) O Cisma do Oriente (1054) dividiu o Cristianismo em duas Igrejas, a pela prudência, aqui temos a cavalaria, a mais exaltada ordem que
Católica Romana e a Cristã Ortodoxa, significando um dos passos Deus criou. Nesse tribunal de valor e valentia reunido em torno do rei,
decisivos para a afirmação do poder papal na Europa Ocidental e da primeiro lugar tenente de Deus na terra, Guilherme Marechal, mais
influência bizantina no leste europeu. valoroso, mais leal e mais sábio, foi assim proclamado o melhor
d) O Tribunal do Santo Ofício (a Inquisição) servia para garantir a cavaleiro do mundo”.
ortodoxia da Igreja e foi criado pelo Basileus como instrumento de (Adaptado de: DUBY, Georges. Guilherme Marechal ou o melhor
controle do poder central sobre as heresias, que explodiram cavaleiro do mundo. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1987, p. 36-8).
primeiramente no Império Bizantino. Sobre a sociedade e a cultura da cavalaria, no Ocidente medieval, são
e) O Arianismo, uma heresia religiosa, foi responsável pela conversão corretas as afirmações:
dos povos germânicos (os “Bárbaros”) ao cristianismo, defendendo a I.A vassalagem era constituída por uma serie de obrigações dos
superioridade dos povos arianos sobre asiáticos e semitas. cavaleiros para com os senhores feudais, tais como a corvéia, a talha e
Exercício 164. Sobre as Navegações e os Descobrimentos, assinale a a homenagem.
alternativa falsa: II.Em uma sociedade militarizada, a moral da cavalaria exaltava valores
a) A Conquista de Ceuta foi o passo inicial para o início da expansão como: a fidelidade ao suserano, a coragem em combate e a defesa do
portuguesa. cristianismo.
b) A Escola de Sagres foi um espaço para que jovens pudessem III.As ordens de cavalaria foram fundamentais no movimento das
estudar e serem navegadores. Cruzadas, que combateu o domínio muçulmano em Jerusalém e
c) A Espanha retardou a sua participação na Expansão Marítima porque estimulou o comercio no Mar mediterrâneo.
estava ainda em luta com os mouros e em processo de unificação IV.O processo de centralização do poder, justificado pela teoria de
política. direito divino, foi favorecido pela alianca entre a monarquia e a
d) Com os Descobrimentos, o eixo-econômico transferiu-se do cavalaria.
Mediterrâneo para o Atlântico. V.A poesia épica e o trovadorismo retratavam uma sociedade feudal
guerreira, a exemplo do livro Dom Quixote que exaltava os feitos

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 21/4


heróicos dos cavaleiros. e) Embora nas cidades existissem manufaturas e artesanato, não havia
a) II e III b) I e II c) I, III e V d) II, IV e V e) III, IV e V circulação monetária, predominando a troca com produtos do campo.
Exercício 169. O feudalismo europeu foi resultante de uma lenta e
complexa integração de estruturas sociais romanas com estruturas dos Exercício 173. Aceitar que o sol ocupava o centro do cosmo era entrar
povos conhecidos como germanos, ocorrida entre os séculos V e IX. em contradição com várias passagens da Bíblia: a Terra tinha sido
Uma das principais estruturas germânicas que compuseram o criada por Deus antes do sol; Deus criou duas grandes luminárias, uma
feudalismo foi para iluminar a Terra durante o dia e outra, durante a noite. A Bíblia
a) a vila, grande latifúndio que tendia à autossuficiência econômica. afirmava ainda que enquanto a Terra existisse existiriam o frio e o calor,
b) o colonato, sistema de trabalho que vinculava o camponês à terra. o verão e o inverno, o dia e a noite [...]. Para esse novo universo era
c) o burgo, cidade fortificada onde se concentravam atividades necessária uma nova física, que começou a ser escrita por Galileu [...].
artesanais. Mas a história pessoal de Galileu é triste. A Igreja o acusou de heresia,
d) o comitatus, relação de fidelidade militar entre guerreiros e seu pois se o Universo era como ele descrevia, a Bíblia estava errada [...]. O
chefe. desacordo entre Galileu e as autoridades eclesiásticas tornara-se
e) o direito codificado, reunião simplificada de leis escritas. irreconciliável [...]. Padres, bispos, cardeais e o próprio Papa defendiam
exclusivamente o domínio da fé [...].
Exercício 170. Considere as afirmativas abaixo sobre o renascimento SANTOS, Maria das Graças V. P. dos. O Renascimento SP: Ática, 2002. pp.26 e 28.
comercial, ocorrido na Europa Ocidental durante a Baixa Idade Média. Em relação ao desenvolvimento da ciência durante o Renascimento, é
I.A explosão demográfica que se verifica na Europa a partir do século X, CORRETO afirmar:
devido à queda na mortalidade e à elevação da natalidade, foi um dos a) A ciência avançava de modo expressivo e sem limites nesse período,
fatores que favoreceram o aumento das atividades mercantis no de maneira a apontar descobertas fascinantes e revolucionárias.
período. b) A produção científica foi direcionada pela razão (entendida como
II.O movimento religioso das Cruzadas, a partir do século XI, contribuiu valor acima da fé), o que permitiu aos cientistas produzirem seus
para a consolidação do renascimento comercial europeu, afastando do conhecimentos de forma autônoma à Igreja, assegurando-se a liberdade
Mar Mediterrâneo os árabes e as cidades autônomas do norte da Itália. de pensamento.
III.As feiras ocorriam na confluência das principais rotas de comércio na c) O conhecimento produzido por pessoas como Galileu revelava uma
Europa, e nelas os senhores feudais, em troca de proteção militar e nova mentalidade, que entrava em choque com antigas explicações de
judicial, costumavam cobrar a capitação – imposto por cabeça – de mundo, de forma a evidenciar os conflitos desse período.
todos os participantes. d) A partir do avanço do conhecimento científico e, principalmente, das
Está/Estão correta(s) a(s) afirmativa(s) descobertas de Galileu, os cléricos, apesar de discordarem das ideias
a) I, apenas. b) II, apenas. c) I e III, apenas. desse cientista, começaram a discutir o domínio exclusivo da fé.
d) II e III, apenas. e) I, II e III. e) A ciência, com Galileu, ganhou novos rumos. Paralelamente, a Igreja,
Exercício 171. Sobre o “Tempo da Igreja” e o “Tempo do mercador”, o mesmo em desacordo com suas ideias, saiu fortalecida, pois pôde
historiador JérômeBaschet assim se referiu: agregar os conhecimentos produzidos por esse cientista ao domínio da
“O tempo das cidades introduz distanciamentos marcantes em relação fé.
aos tempos da Igreja, dos senhores e da terra. Mesmo se muitos Exercício 174. No contexto do Mundo Moderno, acelerou-se o processo
citadinos permanecem em contato estreito com a vida dos campos, as de transição do feudalismo para o capitalismo.
atividades artesanais e comerciais não são diretamente submetidas ao Assinale a alternativa que apresenta um dos processos que marcaram
ritmo das estações. É na cidade, e para a cidade, que o relógio esse contexto.
mecânico público, cuja técnica aparece por volta de 1270-80, se difunde a) Descentralização política e consequente formação de reinados,
através da Europa ao longo do século XIV, por exemplo, em Paris, em ducados e condados.
1300, em Florença e Gand, em 1325”. b) Menor intervenção do Estado nas práticas econômicas que
(BASCHET, Jérôme. A civilização feudal: do ano mil à colonização da América. São
Paulo: Globo, 2006, p. 310).
priorizavam as atividades manufatureiras.
A partir do texto entende-se que: c) Redefinição, por parte dos chamados humanistas, do papel do
a) A Igreja Católica, antes detentora do conhecimento medieval, homem no universo, diante de Deus e de si mesmo, que está na base
monopolizava a medida do tempo e, diante da Reforma Protestante do do movimento renascentista.
século XVI, perdeu o controle sobre o ritmo do trabalho dos homens. d) Consolidação do poder da Igreja Católica, que além de autoridade
b) Na transição da Idade Média para a Idade Moderna, o renascimento espiritual acumulou poder material.
comercial e a ascensão econômica dos mercadores fez a medida do e) Implantação do regime de trabalho servil, que contribuiu para o
tempo da Igreja Católica, marcada pelo ritmo natural do sol, das acúmulo de capital.
estações e simbolizada pelos sinos de paróquias e catedrais, concorrer Exercício 175. A expressão e a noção de “Idade Média” surge no século
com a medida do relógio mecânico, que dava melhores condições de XIV, com Petrarca e os humanistas italianos. Falam eles de um medium
organização do espaço urbano. tempus (idade do meio) [...]. Mas em relação a quê? Em relação à
c) Os mercadores medievais eram dependentes econômicos da Igreja Antiguidade, por um lado. Em relação ao futuro, por outro lado. Os
Católica e, diante do renascimento comercial e urbano, se sujeitaram às humanistas julgavam que estavam saindo de um período sem nome, de
crenças do pecado da usura e não se submeteram às medições do um intermédio
tempo por meio do relógio mecânico, mesmo diante do crescimento das (Jacques Le Goff. Em busca da Idade Média, 2008.)
cidades. A partir do texto, podemos afirmar que, para aqueles humanistas
d) O tempo usado pelos senhores e servos feudais era baseado nas italianos, a expressão "Idade Média"
estações do ano devido às necessidades da produção agrícola, o que a) tem conotação pejorativa, pois sugere que se trata de um período
tornava os mercadores dependentes do tempo natural a ponto de não vivido entre duas épocas superiores.
deixarem a medida mecânica do tempo predominar nas transações b) manifesta a preocupação com o declínio econômico medieval,
comerciais. provocado pela suspensão, por dez séculos, das práticas comerciais.
e) Para não serem enquadrados no pecado da usura, os comerciantes c) revela a satisfação diante da presença, por dez séculos, de grandes
se baseavam na medição do tempo natural, acreditando na salvação realizações culturais.
pelo trabalho e na organização de cidades com fortes vínculos com os d) demonstra o caráter renovador do período, que representaria a
costumes medievais. superação dos problemas oriundos da Antiguidade.
e) tem conotação religiosa, pois sugere o caráter provisório da presença
Exercício 172. “Assiste-se a partir do século Xl a um admirável humana na Terra.
renascimento do comércio, principalmente na Itália e na França. Ao
mesmo tempo, as cidades retomam vida e obtém dos seus senhores Exercício 176. Um dos marcos da história européia, as Revoluções
certos privilégios” Inglesas do século XVII
Henri Pirenne - História Econômica e Social da Idade Média. a) inseriram-se no contexto de afirmação dos ideais da burguesia e
A idéia expressa no texto acima pode ser enriquecida com: decretaram, com os Atos de Navegação, a autonomia das colônias na
a) As cidades gozavam de total autonomia, mas deviam obediência aos América.
senhores feudais que as sobrecarregavam com impostos. b) decorreram da aliança entre os aristocratas e os industriais e
b) No século Xlll, as cidades eram pequenas e sujas, cercadas de provocaram a revogação dos princípios liberais da Magna Carta.
muralhas; as epidemias e os incêndios eram freqüentes. c) não se relacionaram a disputas religiosas, uma vez que o
c) A burguesia mercantil originou-se na nobreza, pois somente ela anglicanismo estava consolidado, e estabeleceram uma república
possuía dinheiro para investir no comércio. efêmera.
d) O comércio e, com ele, as antigas cidades haviam declinado por força d) levaram a burguesia, aliada à nobreza progressista, ao poder político
das lutas entre os senhores feudais. e lançaram as bases do sistema parlamentarista vigente até hoje.

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 22/4


e) inspiraram-se no liberalismo e asseguraram os direitos dos II. Ocorreu num século de retração da economia européia, marcado por
niveladores e dos cavadores, representantes das camadas populares várias revoltas camponesas, e contribuiu para o enfraquecimento do
mais radicais. feudalismo.
Exercício 177. O quadro de Leonardo da III.Atingiu indiscriminadamente as várias categorias sociais, tanto das
Vinci revela uma das facetas do grande cidades como das áreas rurais, como ocorria com uma outra doença
artista do Renascimento que durante a comum na época, a lepra.
vida transformou sua experiência de Com base nas três assertivas, é correto afirmar que somente:
mundo em arte, sempre pronto a inovar. a)I é correta b)II é correta c)III é correta
Essa criatividade levou Leonardo da Vinci d)I e II são corretas e)II e III são corretas
a ser conhecido como um homem que Exercício 183. No período da Idade Moderna, ocorreram revoluções nas
a) transformou a arte da escultura ao duas margens do Oceano Atlântico. A Revolução Puritana inglesa
expressar através dela a grandeza da vida precedeu às Revoluções do século XVIII em inúmeros aspectos,
espiritual. realizando parte de seu conteúdo histórico,
b) abdicou de sua riqueza para se dedicar a) vinculando o poder político à ética religiosa e consolidando o poder
à pintura de personagens da Corte de absolutista da monarquia.
Florença. b) favorecendo o desenvolvimento econômico e modificando as relações
c) se envolveu com a natureza, com a dos grupos sociais com o Estado.
sociedade e com todos os ramos de artes, c) impedindo o Cercamento dos Campos Comuns e mantendo
de modo tão intenso que passou a ser conhecido como um artista- preservada a comunidade camponesa.
cientista. d) completando uma revolução pacífica e garantindo a independência da
d) se dedicou às artes e às ciências através da teoria do direito divino, Irlanda e da Escócia.
aplicada nos seus exercícios de anatomia. e) bloqueando o crescimento do mercado capitalista e regulamentando
e) participou de várias sociedades secretas que tinham por objetivo a produção artesanal.
reescrever os textos bíblicos com o intuito de apresentar a verdadeira Exercício 184. “A sociedade portuguesa durante os séculos
face de Jesus. inquisitoriais movia-se entre mitos e não reais valores humanos. Havia
Exercício 178. Considere as proposições abaixo sobre o Império uma divisão nítida entre o limpo e o impuro, o incorruptível e o
Bizantino. corrompido, a ortodoxia cega e a heresia. A realidade cotidiana vinha
I.O Império Romano do Oriente foi criado quando o imperador Teodósio mascarada, como em todos os regimes totalitários, e os homens
admitiu o Cristianismo em 395. assumiam uma forma de submissão. Numa sociedade submissa o poder
II.O apogeu do Império Bizantino ocorreu sob o governo do imperador tem sempre o triunfo, e a vitória é sempre do mais forte. Esmagava-se o
Justiniano (século VI). fraco como a um verme. É sintomático que os inquisidores
III.O governante máximo do Império Bizantino era o imperador, expressassem um certo respeito ao réu, quando, na câmara de tortura,
denominado basileu. mostrava resistência à dor”.
NOVINSKY, A. A Inquisição: uma revisão histórica. In: NOVINSKY, A; CARNEIRO, M. L.
IV.Um dos principais fatores da sobrevivência do Império Bizantino por
T. (Orgs). Inquisição: ensaios sobre mentalidade, heresias e arte Rio de Janeiro:
tantos séculos foi o grande desenvolvimento comercial favorecido pela Expressão e Cultura, São Paulo: EDUSP, 1992, p.5.
localização geográfica de Constantinopla. A Inquisição foi importante passagem da História Moderna. Sobre ela é
V.O predomínio da população grega na sociedade bizantina e seu gosto CORRETO afirmar:
pela discussão de questões filosóficas e religiosas provocaram a) Foi um evento importante para a história de Portugal, não tendo
numerosos desvios nos dogmas estabelecidos pela Igreja Romana. expressividade em outros países do mundo.
Pode-se afirmar que SOMENTE b) Foi organizada pela Igreja Católica para separar de forma objetiva e
a) I está correta. b) I e II estão corretas. justa os puros – fiéis católicos – dos impuros - ameaças às doutrinas da
c) II, III e IV estão corretas. d) III, IV e V estão corretas. instituição.
e) II, III, IV e V estão corretas. c) Foi manifestação de uma sociedade que, acostumada com o
Exercício 179. Os árabes tentaram várias vezes conquistar o império autoritarismo e o uso da força, se apresentava submissa e subjugada.
bizantino que resistiu, graças ao seu sistema defensivo bastante d) Tinha como principal forma de organização os Tribunais. A tortura foi
eficiente. Incursões à cidade de Constantinopla, capital imperial, não utilizada apenas em casos esporádicos, em que os suspeitos não
tiveram êxito, fato importante, porque, caso a conquistassem, eles colaboravam com as acusações.
a) teriam acesso à Europa em sua totalidade. e) Nos séculos inquisitoriais, os valores humanos eram respeitados e,
b) legitimariam o ensino do cristianismo. de modo geral, todos eram considerados limpos e puros, não havendo
c) adotariam a política expansionista bizantina. nenhum conflito entre a ortodoxia cega e a heresia.
d) fragmentariam o mundo islâmico. Exercício 185. Sobre as invasões dos "bárbaros" na Europa Ocidental,
Exercício 180. O Renascimento foi, de certa forma, a expressão do ocorridas entre os séculos III e IX, é correto afirmar que:
movimento humanista nas artes, letras, filosofia, música e ciência. O a) foi uma ocupação militar violenta que, causando destruição e
estudo do homem e da natureza conduziu ao Renascimento Científico, barbárie, acarretou a ruína das instituições romanas.
nele enfatizando-se a ciência experimental. b) se, por um lado, causaram destruição e morte, por outro, contribuíram
Nesse contexto específico do Renascimento Científico, se inclui o(a) decisivamente para o nascimento de uma nova civilização, a da Europa
a) Antropocentrismo, de Michelângelo Cristã.
b) Evolucionismo, de Charles Darwin c) apesar dos estragos causados, a Europa conseguiu, afinal, conter os
c) Heliocentrismo, de Nicolau Copérnico bárbaros, derrotando-os militarmente e, sem solução de continuidade,
d) Naturalismo, de Alexander Von Humboldt absorveu e integrou os seus remanescentes.
e) Bacteriologia, de Louis Pasteur d) se não fossem elas, o Império Romano não teria desaparecido, pois,
Exercício 181. “O Mercantilismo resulta numa exaltação do espírito de superada a crise do século III, ele passou a dispor de uma estrutura
empresa e trabalho criador. Realiza assim, em relação aos ideais socioeconômica dinâmica e de uma constituição política centralizada.
pregados pela cultura medieval, uma verdadeira subversão das e) os Godos foram os povos menos importantes, pois quase não
hierarquias e dos valores. É levado a lutar contra os preconceitos deixaram marcas de sua presença.
nobiliários, a ociosidade, o gosto da função pública, mantido pela Exercício 186. No dia seguinte, os poucos francos que escaparam ao
venalidade e hereditariedade dos ofícios”. massacre manquejaram até o acampamento de Carlos Magno, muitos
FONTE: DEYON, Pierre. O MercantilismoSP: Perspectiva, 1992, p. 54. feridos, todos sujos e cobertos de sangue, os olhos expressando,
O Mercantilismo tinha como princípio básico: eloquentes, o horror que haviam visto e suportado. Muitos também se
a) o desenvolvimento do exército para resguardar o Estado. mostravam envergonhados porque sobreviveram, enquanto seus
b) o estímulo ao consumo de bens e produtos importados. companheiros jaziam mortos. Mas, na realidade, não tinham motivo para
c) o princípio de autonomia entre a metrópole e a colônia. a vergonha, pois haviam lutado para sobreviver ao combate, e não
d) o aumento das taxas sobre produtos de exportação. fugido.
e) o enriquecimento e fortalecimento do Estado. Quando Carlos Magno soube o que sucedera a Rolando e seus pares, a
Exercício 182. No ano de 1348, a peste negra devastou a Europa e resplandecente nata da cavalaria franca, ele chorou.
ceifou um terço de sua população. Analise as afirmações abaixo sobre (Allan Massie. Carlos Magno. A vida do imperador do Sacro Império Romano)
essa catástrofe. O texto trata da batalha de Roncesvales, episódio em que Rolando,
I. Veio da Ásia pela rota da seda, em virtude do comércio estabelecido sobrinho de Carlos Magno, morreu heroicamente. O episódio inspirou
por negociantes genoveses e venezianos. poemas intitulados "Canções de Gesta"; especialmente a "Canção de

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 23/4


Rolando", poema que foi, para os homens da Idade Média, o que a Exercício 191. Thomas Mun, pensador inglês do século XVII, analisando
"Ilíada" tinha sido para os helenos. o conjunto de práticas e idéias econômicas adotadas pelos Estados
A derrota dos francos, em Roncesvales, deve ser relacionada: Modernos, afirmou:
a) com as campanhas militares empreendidas por Carlos Magno contra “O recurso comum [...] para aumentar nossa riqueza e tesouro é pelo
os saxões; comércio externo, no qual devemos observar algumas regras rígidas. A
b) com as campanhas militares contra os sarracenos na Espanha; primeira é vender mais aos estrangeiros, anualmente, do que
c) com as campanhas militares promovidas por Carlos Magno, no norte consumimos de seus artigos. A parte de nosso stock que não nos for
da Itália, contra os lombardos; devolvida em mercadorias deverá necessariamente ser paga em
d) com o conflito contra os bizantinos do Império Romano do Oriente; dinheiro
e) com a campanha comandada por Carlos Magno contra a heresia dos [...].” MUN, Thomas. In: FREITAS, Gustavo de. 900 textos e documentos de
albigenses. história Lisboa: Plátano, 1976, v. 2. p. 223.
O conjunto das práticas e idéias econômicas a que o texto faz referência
Exercício 187. Responda à questão com base nas afirmativas sobre as
constitui o
invasões dos povos ditos bárbaros ao Império Romano, a partir do
a) liberalismo econômico, que propunha a consolidação da aliança
século V.
política e econômica dos reis absolutistas com as burguesias nacionais.
I.As massas rurais romanizadas da Europa Ocidental em geral não
b) mercantilismo, cujos princípios incluíam a manutenção de uma
opuseram resistência ativa às invasões germânicas do século V,
balança comercial favorável e o acúmulo de metais preciosos.
estabelecendo- se, em muitos casos, relações de cumplicidade em troca
c) mercantilismo, que defendia a completa eliminação do metalismo,
de certas garantias oferecidas pelos invasores.
mediante a criação de uma balança comercial superavitária .
II.A Europa Ocidental, após o século V, sofreu novas invasões, a partir
d) liberalismo inglês, para o qual a intervenção do Estado era a única
do século VII, dos normandos, eslavos, magiares e muçulmanos, o que
forma de uma nação superar a pobreza.
levou à recuperação do comércio, devido ao caráter mercantil da
economia dos novos grupos invasores. Exercício 192. Movimento cultural de destaque para mundo ocidental, o
III.O Império Romano do Oriente não foi assediado pelos bárbaros no Renascimento expressou concepções e valores renovadores. Suas
século V e o governo central, em Constantinopla, promoveu, até o obras culturais expressam:
século VI, uma política de auxílio militar visando à libertação da parte a) uma forte religiosidade voltada para o início do cristianismo.
ocidental do império. b) uma crítica às concepções medievais e a busca de outros
A análise das afirmativas permite concluir que: referenciais.
a) apenas a I está correta. c) uma exaltação à cultura clássica, sem, contudo, criar maior
b) apenas a II está correta. originalidade na arte.
c) apenas a III está correta. d) uma consolidação dos ideais individualistas, sem o apoio de obras
d) apenas a I e a II estão corretas. religiosas ou míticas.
e) a I, a II e a III estão corretas. e) uma concepção de mundo antropocêntrica, vinda da Antiguidade
Oriental.
Exercício 188. Os diários, as memórias e as crônicas de viagens
escritas por marinheiros, comerciantes, militares, missionários e Exercício 193. Sobre o Iluminismo e de acordo com o conteúdo
exploradores, ao lado das cartas náuticas, seriam as principais fontes de estudado, assinale:
conhecimento e representação da África dos séculos XV ao XVIII. A Igreja Católica
A barbárie dos costumes, o paganismo e a violência cotidiana foram a) Acreditava que todos os homens nascem livres e iguais e tem direitos
atribuídos aos africanos ao mesmo tempo em que se justificava a sua à vida e à propriedade.
escravização no Novo Mundo. A desumanização de suas práticas b) Defendia a criação dos três poderes.
serviria como justificativa compensatória para a coisificação dos negros c) Era muito criticada por Voltaire.
e para o uso de sua força de trabalho nas plantations da América. d) Defendia um governo democrático e pregava a liberdade econômica.
(Regina Claro. Olhar a África, 2012. Adaptado.) Exercício 194. Sobre a expansão marítima ibérica da época dos
A partir do texto, é correto afirmar que a dominação europeia da África, descobrimentos, é correto afirmar que:
entre os séculos XV e XVIII, a)Ocorreu de maneira pacífica, com a colonização e povoamento das
a) derivou prioritariamente dos valores do islamismo, aprisionando os Américas.
corpos dos africanos para, com o sacrifício, salvar suas almas. b)Fundamentou a expansão do capitalismo mercantil, acompanhado
b) foi um esforço humanitário, que visava libertar povos oprimidos por pelas missões.
práticas culturais e hábitos pré-históricos e selvagens. c)Acabou com o comércio mediterrânico, concentrando-se tão somente
c) baseou-se em avanços científicos e em pressupostos liberais, no Atlântico.
voltados à eliminação de preconceitos raciais e sociais. d)Fortaleceu as cidades-Estados italianas, tradicionais no comércio
d) sustentou-se no comércio e na construção de um imaginário acerca mercantil.
do continente africano, que legitimava a ideia de superioridade europeia. e)Concedeu cidadania aos súditos que emigrassem para as colônias de
e) fundamentou-se nas orientações dos relatos de viajantes, que além-mar.
mostravam fascínio e respeito pelas culturas nativas africanas. Exercício 195. A Idade Média, na Europa, foi caracterizada pelo
Exercício 189. A expansão marítimo-comercial compreende o período aparecimento, apogeu e decadência de um sistema econômico, político
das grandes viagens empreendidas pelos países europeus, nos séculos e social denominado feudalismo. Assinale a alternativa que apresenta
XV e XVI, em busca de riquezas além-mar. Considere as seguintes de forma correta características do sistema feudal.
afirmativas sobre o movimento conhecido como grandes navegações. a) A política feudal não proporcionava autonomia aos feudos, sendo,
I Inserido no contexto do desenvolvimento do mercantilismo, resultou portanto, centralizada.
numa importante revolução comercial e na formação de vastos impérios b) As terras dividiam-se em reservas senhoris e mansos servis. A
coloniais. sociedade era estamental, sem mobilidade social.
II Sofreu influência da nova mentalidade criada pelo Renascimento c) A cultura feudal foi antropocêntrica, ou seja, baseada na visão do
cultural e científico. A inquietude intelectual levou ao desbravamento homem como centro do Universo.
geográfico, ao rompimento de fronteiras físicas e de barreiras d) A principal forma de trabalho foi a escravidão, pois os trabalhadores
dogmáticas. rurais eram tratados como mercadorias.
III Entre uma de suas principais consequências está o deslocamento do e) O feudalismo apresentou características semelhantes em todo
eixo econômico do oceano Atlântico para o mar Mediterrâneo e o território europeu, sendo a Inglaterra o modelo mais exemplar.
aumento das transações comerciais.
Das proposições acima,
a) apenas I está correta. b) apenas II está correta.
c) apenas I e II estão corretas. d) apenas II e III estão corretas.
e) I, II e III estão corretas.
Exercício 190. O Feudalismo foi o sistema econômico, político e social
característico da Europa durante a Idade Média. É traço do Feudalismo:
a) baseava-se nas relações trabalhistas de produção.
b) economia natural e auto-suficiente.
c) intenso comércio.
d) intenso desenvolvimento urbano.
e) relações políticas baseadas no poder republicano.

História www.cursoprogressao.com.br 28/11 - 24/4