Você está na página 1de 1

Material Extra (História da Brasil) – PVE

17/06/2009

1.Processo de Independência do Brasil - Restauradores ou Caramurus


a) A regência de D. Pedro - Liberais Moderados ou Chimangos
 Formação do Partido Brasileiro X Partido Português - Liberais Exaltados ou Farroupilhas ou jurujubas
 O processo : (a gradativa autonomia política)  Duas fases principais, com
o Fico. mudanças na administração política:
o Formação de um ministério somente com - Avanço Liberal - 1831 a 1837
brasileiros - Regresso Conservador - 1837 a 1840
o Determinação do “Cumpra-se”
o “Defensor perpétuo do Brasil”  REVOLTAS SOCIAIS:
– Cabanagem, Pará – 1835 a 1840
o Convocação de uma assembléia constituinte
– Sabinada, Bahia – 1837 a 1838
(Junho de 1822)
– Balaiada, Maranhão – 1838 a 1841
 Agosto de 1822: ordens de Lisboa anulando suas
– Revolução Farroupilha – Guerra dos Farrapos,
decisões e ameaça de envio de tropas = (SET/1822)
Rio Grande do Sul, 1835 a 1845.
Declara-se o rompimento dos laços com Portugal.
 Foi um rompimento político coordenado pelas
C) O Segundo Reinado Brasileiro
elites brasileiras, sem participação popular de
 Golpe da Maioridade: Coroação em Julho de 1840, D.
qualquer tipo, sem mudanças na estrutura
Pedro II
produtiva ou social brasileira. A dependência
 Anos iniciais voltados para estabilizar politicamente o
econômica se mantinha com a presença da
país.
Inglaterra.
 POLÍTICA:
2. O Império Brasileiro – Parlamentarismo às avessas
a) O Primeiro Reinado (1822-1831) – Revezamento no poder de conservadores e
POLÍTICA liberais
 Maior problema das elites: como estruturar o – Crescimento em poder da elite rural cafeeira
nascente Estado Nacional Brasileiro, pois não – Perda de apoio e hegemonia a partir dos anos
havia um projeto claro de ordenamento da nação. de 1870.
 Reconhecimento externo da independência:
 Divisão no Partido Brasileiro  ECONOMIA:
– Conservadores e Liberais – Tarifa Alves Branco (1844)
 Assembléia Constituinte: Marcada por conflitos com CAFÉ
o Imperador e os interesses dos grupos liberais. – Café se torna o produto mais rentável no
– Setembro de 1823: Constituição da Mandioca. mercado exportador brasileiro.
– Declarava: SURTO INDUSTRIAL
Inelegibilidade de estrangeiros – Surto industrializante
Restrições ao poder imperial ESCRAVIDÃO - TRABALHO LIVRE
Liberalismo econômico – Bill Aberdeen (1845)
Manutenção da escravidão – Lei Eusébio de Queirós (1850)
Voto censitário – 1871: Lei do Ventre Livre
 D. Pedro dissolve a assembléia – 1885: Lei dos Sexagenários – lei Saraiva-
 1824 Ooutorgada a 1ª Cconstituição do Brasil Cotegipe
– 1888: Lei Áurea: abolição total
ECONOMIA – SP: Desde o início da expansão cafeeira em SP
 Crise crônica na economia com presença de buscou-se solucionar o problema da mão de obra:
capital estrangeiro em vários setores. sistema de parceria, tráfico interno de escravos,
 Impossibilidade de criação e manutenção de imigração européia para o setor agrícola paulista
manufaturas: presença inglesa no mercado nacional com o regime do colonato
 Déficit financeiro constante: altos juros dos
empréstimos.  CONFLITOS DO II REINADO
– Revolta em Pernambuco – A Praieira – 1848 a
REVOLTAS 1850
 Confederação do Equador – PE – 1824 – A Questão Christie (1863)
 A Questão Cisplatina – 1825-1828 – Guerra do Paraguai – 1865-1870

A CRISE - A abdicação de D. Pedro I  O FIM DO IMPÉRIO BRASILEIRO E A


 Fatores principais: PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
– Autoritarismo – 1870: Ação do movimento republicano. Ligado
– Crise econômica ao desenvolvimento das idéias positivitas no
– Conflitos durante seu governo exército.
– Disputas sucessórias em Portugal – Queda efetiva ligada a série de fatores, sendo os
 Pressões aumentam e há duas trocas de ministérios, principais:
manifestações populares de repudio ao Imperador Questão religiosa: Regime do Padroado e
levam à abdicação em nome de seu filho, Pedro com proibição da maçonaria aos católicos. Conflito
cinco anos de idade, no dia 07/04/1831 entre Imperador e os Bispos de Olinda e Recife
leva ao afastamento da Igreja Católica.
b) O Período Regencial (1831-1840) Questão Militar: inabilidade de administrar as
 Primeiro governo de brasileiros de nossa História. manifestações de membros do exército leva esse a
 Divergências entre os indivíduos de posses quanto à se aproximar dos republicanos
forma de governar, de modo a preservar seus Questão escravista: abolição da escravatura
interesses, levam a três tendências políticas: aproxima a aristocracia rural dos republicanos.