Você está na página 1de 99

PARTE II- MANUAL DE USO

7. VISÃO GERAL

8. DADOS SOBRE O MURO 11. CARGAS 13. OPÇÕES


8.1 Características dos materiais 11.1 Cargas Sobre o Terrapleno 13.1 Unidades
8.2 Dimensões das camadas de gabiões 11.2 Cargas Sobre o Muro 13.2 Idioma
8.3 Malha e diâmetro do fio 11.3 Ação Sísmica 13.3 Opções de análises
8.4 Geotêxtil sob a base
12. ANÁLISES 14. EXIBIR
8.5 Dados Gerais sobre o Muro
12.1 Executar todas as análises
8.6 Inclinação do Muro
15. BARRA DE FERRAMENTAS
12.2 Verificação contra o deslizamento
8.7 Peso específico da pedra
12.3 Verificação contra o tombamento
8.8 Porosidade dos Gabiões 16. UTILIZANDO O MOUSE
12.4 Pressões na fundação
8.9 Geotêxtil no terrapleno
12.5 Pressões internas 17. ARQUIVOS
9. TERRAPLENO 12.6 Estabilidade global
18. EXEMPLOS
9.1 Dados sobre o Terrapleno 12.7 Relatório
9.2 Dados sobre as Camadas do Terrapleno
19. MACCAFERRI NO MUNDO
9.3 Material de enchimento
9.4 Peso próprio da estrutura em gabiões 20. BIBLIOGRAFIA
9.5 Superfície Freática

10. FUNDAÇÃO
10.1 Dados sobre a Fundação
10.2 Dados sobre as Camadas da Fundação SAIR

1
®
7. Visão Geral GawacWin

O programa GawacWin 1.0 é um sistema de análise da estabilidade de muros de arrimo de gabiões sujeitos às mais diversas situações. É uma
ferramenta poderosa de auxílio ao projetista de estruturas de contenção.

Os métodos utilizados nos cálculos fazem referência ao "Equilibrio Limite", às teorias de Rankine, Coulomb, Meyerhof, Hansen e Bishop
(otimizado a travéz do algoritmo minimizador Simplex) para a verificação da estabilidade global do conjunto solo/estrutura.

O programa leva em consideração as características mecânicas dos gabiões, produzidos pelo Grupo MACCAFERRI; os resultados dos cálculos
e análises não serão realísticos no caso da utilização de outros tipos de materiais.

A primeira hipótese de cálculo adotada pelo programa é a que considera o problema com uma configuração plana. Por isso são necessários
nada mais que as dimensões do problema no plano da seção. Esta hipótese é comumente adotada em geotecnía, a tal ponto que poucas vezes
se faz referência a ela. Obviamente uma análise tridimensional seria mais precisa, do ponto de vista da representação da realidade. Porém este
tipo de análise envolve um aumento na complexidade dos cálculos, exige maior quantidade de dados precisos ale'm do aumento na demanda
computacional. Outro fator que deve ser ressaltado é que a análise plana é mais pessimista que uma análise tridimensional, conduzindo o
usuário a resultados a favor da segurança.
Para utilizar o programa o usuário precisa apenas fornecer os dados do problema e em seguida acionar os comandos de análises. Ao final deste
processo o programa emite um relatório com os dados do problema e os resultados dessas análises.

À medida que o usuário fornece os dados, a janela principal do programa apresenta uma visão da geometria do problema. Esta visão pode ser
ampliada, diminuída ou deslocada utilizando os comandos do menu visualizar ou os comandos da barra de ferramentas.

O usuário tem ainda a opção de interagir com o desenho apresentado na janela principal, como num programa de CAD, utilizando o mouse para
alterar a geometria.

O sistema de ajuda do programa pode ser ativado através da opção "Ajuda" do menu principal. Pode-se também pressionar a tecla F1 para esta
finalidade em qualquer momento durante a utilização do programa.

Finalizando é necessário esclarecer que, como todas as teorías, aquelas anteriormente descritas têm limitações quanto ao seu uso em algumas
situações especiais. Assim sendo, embora o programa seja capaz de lidar com uma grande variedade de situações que podem ocorrer na
prática, em alguns casos, devido tais limitações, comparações e análises complementares talvez sejam necessárias. Nestas situações
solicitamos que os usuários contactem a MACCAFERRI informando oproblema observado, desta forma será possivel considerar tais
observações no desenvolvimento das novas versões do programa.

2
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
Os dados referentes às características geométricas do muro de gabiões e do material de que é constituído são fornecidos nas janelas de
dados acionadas pelas opções do submenu "muro" do menu principal do programa. Estas opções são:

Nas
Nas duas
duas últimas
últimas opções
opções éé perguntado
perguntado ao
ao usuário
usuário oo
número
número da camada que deseja modificar ou remover. A
da camada que deseja modificar ou remover.
camada
camada de
de número
número 11 éé aa camada
camada de
de base
base do muro.
muro.

8.1 Características dos materiais


GABIÕES ( invólucros metálicos ) - TIPO CAIXA

Para as estruturas de contenção, geralmente são utilizados gabiões tipo caixa, porém em casos
onde a estrutura estiver parcial ou totalmente submersa, ou ainda, apoiada sobre solos de baixa
capacidade de suporte, são também utilizados os gabiões saco nas camadas inferiores.

3
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
Os gabiões caixa são elementos em forma de prisma retangular, subdivididos internamente em células, mediante a inserção de diafragmas
durante o processo de fabricação. As dimensões padrão dos gabiões caixa são detalhadas na tabela abaixo:

Gabiões Caixa com Diafragma


Diafragma
Comprimento (m) Largura (m) Altura (m) Volume (m3) Diafragmas (unid.)
1.50 1.00 0.50 0.75 -
2.00 1.00 0.50 1.00 1
3.00 1.00 0.50 1.50 2
4.00 1.00 0.50 2.00 3
5.00 1.50 0.50 3.75 4

1.50 1.00 1.00 1.50 -


2.00 1.00 1.00 2.00 1
3.00 1.00 1.00 3.00 2
4.00 1.00 1.00 4.00 3
5.00 1.50 1.00 7.50 4

GABIÕES - TIPO SACO continua


Os gabiões saco são elementos de forma cilíndrica formados a partir de um único painel de malha que normalmente é preenchido antes de sua
colocação em obra.

Suas dimensões padrão são apresentadas na seguinte tabela: 

4
®
8. Dados sobre o muro GawacWin

GABIÕES - TIPO SACO

Suas dimensões padrão são apresentadas na seguinte tabela.

Gabiões Saco
Dimensões
Comprimento (m) Diametro (m) Volume (m3)
2.00 0.65 0.66
3.00 0.65 1.00
4.00 0.65 1.33
5.00 0.65 1.66

Os gabiões caixa e saco são fabricados com de painéis de tela em malha hexagonal de dupla torção, tipo 8 x 10 (ABNT 10.514),
confeccionados a partir de arames de aço de baixo teor de carbono (ABNT 8964).

Os arames utilizados para a fabricação dos gabiões caixa são revestidos com a liga GALMAC
GALMAC = zinco / 5% alumínio - (ASTM 856 e ABNT
8964), com massa mínima de 240 g/m2 de superfície de arame. Os arames também poderão receber um revestimento suplementar
suplementar em
em PVC
PVC
(ABNT 10.514), obtido por extrusão e com espessura mínima de 0,4mm.

Para a fabricação de gabiões saco somente são utilizados arames revestidos com GALMAC + PVC, pois esses elementos são sempre
utilizados em contato com ambientes quimicamente agressivos.

5
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.2 Dimensões das camadas de gabiões continua

As dimensões de cada camada de gabiões serão inseridas através do menu Muro no item Geral na pasta que vemos abaixo:

6
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.2 Dimensões das camadas de gabiões
As dimensões a serem especificadas nos campos são:

•Largura: Dimensão horizontal da camada de gabiões (sem considerar a


inclinação do muro).
•Altura: Dimensão vertical da camada de gabiões (sem considerar a
inclinação do muro).
•Deslocamento: Distância horizontal (sem considerar a inclinação do muro) entre a face esquerda da
camada de gabiões e a face esquerda da base.

7
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.3 Malha e diâmetro do fio

Indica o tipo da malha


malha e o
diâmetro do fio utilizado na
fabricação dos gabiões. O
usuário deve escolher entre
os tipos padrão produzido
pela MACCAFERRI
MACCAFERRI
apresentados no campo de de
edição. As teclas <Up> e
<Down> mostram os tipos
disponíveis.

Os gabiões caixa e saco são são fabricados


fabricados com
com dede painéis
painéis de
de tela
tela em
em malha
malha hexagonal
hexagonal de
de dupla
dupla torção,
torção, tipo
tipo 88 xx 10
10 (ABNT
(ABNT 10.514),
10.514),
confeccionados a partir de arames de aço de baixo teor de carbono (ABNT 8964).
Os arames utilizados para a fabricação dos gabiões caixa e saco são revestidos com a liga GALMAC == zinco
zinco // 5%
5% alumínio
alumínio -- (ASTM
(ASTM 856
856 ee
ABNT 8964), com massa mínima de 240 g/m2 de superfície de arame. Os arames também poderão receber um revestimento suplementar
em PVC (ABNT 10.514), obtido por extrusão e com espessura mínima de 0,4mm.
Para a fabricação de gabiões
gabiões saco
saco somente
somente são
são utilizados
utilizados arames
arames revestidos
revestidos com
com GALMAC
GALMAC + PVC, pois
pois esses
esses elementos
elementos sãosão sempre
sempre
utilizados em contato com ambientes quimicamente agressivos.

8
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.4 Geotêxtil sob a base

Se este campo estiver selecionado indica que há uma


camada de geotêxtil entre a base do muro e o solo de
fundação. Neste caso deve ser especificada uma redução no
atrito, em porcentagem. Em geral esta redução é tomada
como 10%.

9
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.5 Dados Gerais sobre o Muro continua

A janela de edição dos Dados Gerais


do Muro é composta de duas páginas

a) Página "Geral"
Na página "Geral"
"Geral" são fornecidos
pelo usuário os dados de:

Inclinação do muro
Peso específico da pedra
Porosidade
Porosidade
Geotêxtil no terrapleno
Geotêxtil sob a base
Malha e diâmetro dodo fio
fio
Ambiente agressivo

1
0
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.5 Dados Gerais sobre o Muro continua

b) Página ”Camadas"

Na página "Camadas"
"Camadas" são
são fornecidos
fornecidos
pelo usuário as dimensões e posição
de cada uma das camadas de gabiões
do muro. Estas dimensões são:

Largura: Dimensão horizontal da camada de gabiões (sem considerar a inclinação do muro).


Altura: Dimensão vertical da camada de gabiões (sem considerar a inclinação do muro).
Deslocamento:Distância horizontal (sem considerar a inclinação do muro) entre a face esquerda da camada de gabiões e a face esquerda
da camada que forma a base da estrutura.

1
1
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.5 Dados Gerais sobre o Muro
Estes dados são editados em uma tabela de edição. Inicialmente aparece apenas a primeira linha da tabela, correspondente às dimensões da
base. Para se mudar de campo basta pressionar a tecla <Enter>. Ao se alcançar a última coluna da última linha, ao se teclar <Enter> aparece,
automaticamente, uma nova camada de gabiões.

Além disso, pode-se utilizar o botão direito do mouse, após selecionar uma camada existente, para abrir um menu de tela com os comandos:

--------Para adicionar uma camada no topo do muro


-------------Para adicionar uma camada após aquela onde se encontra o cursor.
-------------Para retirar a camada onde se encontra o cursor.
------------------Para editar a camada selecionada.
-------------------Para editar todas as camadas do muro.

Observações:

Devido aos padrões comerciais de fabricação dos Gabiões as camadas deverão apresentar comprimentos múltiplos de 0,5 m.

Devido à interface gráfica implementada nesta versão do programa GawacWin as alterações acima descritas poderão ser feitas diretamente
através de comandos clicar e arrastar utilizando o mouse.

1
2
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.6 Inclinação do muro
Indica a inclinação, em graus, do muro de gabiões. Deve ser sempre positivo. Normalmente este valor é estabelecido entre 0 e 10 graus.

Observações:
As hipóteses adotadas permitem uma inclinação máxima de 17º. Para alterar a inclinação do muro,
Devido à interface gráfica implementada nesta versão do programa GawacWin as alterações acima mova o “grip” circular na direção
descritas poderão ser feitas diretamente através de comandos clicar e arrastar utilizando o mouse desejada.

Inclinação do muro

1
3
®
8. Dados sobre o muro GawacWin
8.7 Peso específico da pedra
Indica o valor do peso específico, na unidade corrente, do material que compõe as pedras
utilizadas para preencher os gabiões (Material de enchimento).

8.8 Porosidade dos gabiões


Indica o valor da porosidade, em porcentagem, do
material que preenche os gabiões. A porosidade é
definida como o volume de vazios do material
dividida pelo seu volume total. O GawacWin utiliza
este valor para calcular o Peso próprio da estrutura
em gabiões.

8.9 Geotêxtil no terrapleno


Se este campo estiver selecionado indica que há uma camada de geotêxtil entre o muro e o
terrapleno arrimado. Neste caso deve ser especificada uma redução no atrito, em porcentagem.
Em geral esta redução é tomada como 10%.

1
4
®
9. Terrapleno GawacWin

As opções do submenu "Terrapleno" são utilizadas para fornecer os dados sobre o maciço de solo arrimado pelo muro. São necessários dados
da geometria e das características físicas e de resistência do solo. É possível analisar maciços compostos por mais de um tipo de solo dispostos
em camadas não necessariamente paralelas. É possível, também, especificar uma superfície freática no interior do maciço, causando um
aumento do empuxo devido à percolação de água. As opções do submenu são:

1
5
®
9. Terrapleno GawacWin
9.1 Dados sobre o Terrapleno continua

Os dados gerais sobre o terrapleno estão separados em dois grupos:

Superfície Superior

Neste grupo são indicadas as características geométricas da superfície superior do maciço arrimado à direita do muro de gabiões:

Inclinação do 1º trecho: Indica a inclinação, em graus, da primeira porção da superfície superior do terrapleno.
Comprimento do 1º trecho: Indica o comprimento horizontal da primeira porção da superfície superior do terrapleno.
Inclinação do 2º trecho: Indica a inclinação, em graus, da porção restante da superfície superior do terrapleno.

1
6
®
9. Terrapleno GawacWin
9.1 Dados sobre o Terrapleno
Propriedades do Solo
Neste grupo são fornecidas as caracterísitcas do solo que compõe a camada:

Peso específico: É o peso específico do solo imediatamente abaixo da interface especificada;


Ângulo de atrito: É o valor do ângulo de atrito interno do solo da camada adicional;
Coesão: É a coesão do solo imediatamente abaixo da interface especificada.

1
7
®
9. Terrapleno GawacWin
9.2 Dados sobre as Camadas do Terrapleno

Os dados sobre as camadas do terrapleno estão separados em dois grupos:

Geometria da camada

Neste grupo são indicadas as características geométricas da Superfície Superior da camada, que são:

Altura inicial:
inicial: Indica a altura
altura da
da intersecção
intersecção da
da superfície
superfície
superior da camada com a estrutura de rrimo.
Esta altura é tomada em relação ao canto
inferior esquerdo da base do muro. Caso se
forneça um valor negativo a camada se niciará
no canto inferior direito da base.

Inclinação: Indica a inclinação,


inclinação, em
em graus,
graus, da
da superfície
superfície
superior da camada.

Propriedades do Solo

Neste grupo são fornecidas as caracterísitcas do solo que compõe a camada:

Peso específico
Ângulo de atrito
Coesão

1
8
®
9. Terrapleno GawacWin
9.3 Material de enchimento

Para o enchimento dos gabiões podem ser utilizados materiais pétreos ou não, desde que seu peso e características satisfaçam as exigências
estáticas, funcionais e de durabilidade da estrutura.

Os materiais mais usados são aqueles provenientes de pedreira ( rachão, pedra de mão, pedra marroada, etc. ) ou de leitos de rios ( seixo
rolado ). Por óbvias razões deve-se preferir materiais de maior peso específico e evitar materiais friáveis, laváveis ou porosos, sobretudo em
regiões muito frias.

A tabela abaixo apresenta os pesos específicos indicativos para diversos tipos de rochas.

Tipo de Rocha Peso Específico (Ton/m3)

Basalto 2.9
Granito 2.6
Calcário compactado 2.6

Traquito 2.5
Seixo rolado 2.3

Arenito 2.3

Calcário mole 2.2


Pedra porosa 1.7

A granulometria do material deve se situar entre uma


uma e duas vezes a dimensão "D" da malha
da tela, a fim de evitar a fuga
fuga do
do material
material ee garantir
garantir oo maior
maior peso
peso específico
específico possível
possível da
da
estrutura

1
9
®
9. Terrapleno GawacWin
9.4 Peso próprio da estrutura em gabiões

Quanto ao peso próprio da estrutura em gabiões, este é calculado com base na seção do muro e no peso especifico do Material de
enchimento.

Onde: g é o peso específico dos gabiões, p é o peso específico das pedras que preenchem os gabiões (Material de enchimento) e  é a
porosidade ( índice de vazios ).

O peso próprio da estrutura em gabiões pode variar dependendo do tipo de Material de enchimento e/ou da situação de trabalho. Quando a
estrutura está parcialmente submersa, utiliza-se o peso específico submerso no cálculo do peso próprio da estrutura. Este peso específico é
utilizado apenas para a parte do muro que se encontra abaixo do nível d'água e vale:

Onde:g é o peso específico dos gabiões, gsat é o peso específico saturado dos gabiões, a é o peso específico da água,p é o peso
específico das pedras que preenchem os gabiões (Material de enchimento) e  é a porosidade ( índice de vazios ).

2
0
®
9. Terrapleno GawacWin
9.5 Superfície Freática
Pode ser especificada uma superfície freática no interior do terrapleno arrimado à direita do muro
de arrimo. Esta superfície tanto pode ser horizontal, indicando um lençol freático, como poder ser
curva, indicando a ocorrência de fluxo d'água na direção do muro. Neste caso aa superfície
superfície
freática é aproximada por três segmentos retos, o último deles horizontal. Assim, são fornecidos
pelo usuário:

O programa traçará um terceiro


trecho que se estenderá
indefinidamente à direita, a partir
do ponto onde o segundo trecho
ternina. Se a presença da
superfície freática não é
considerada, os campos de dados
não devem ser preenchidos.

Altura inicial: É a altura,


altura, em
em relação
relação ao
ao canto
canto inferior
inferior esquerdo
esquerdo da
da base,
base, do
do ponto
ponto
inicial da superfície freática junto ao muro.
Inclinação do 1º trecho:
trecho: Indica a inclinação, em graus, do primeiro
primeiro segmento
segmento reto
reto da
da freática.
freática.
Comprimento do 1º trecho: Indica o comprimento do primeiro segmento reto.
Inclinação do 2º trecho:
trecho: Indica a inclinação em graus, do segundo segmento reto da freática.
Comprimento do 2º trecho: Indica o comprimento do segundo segmento reto da freática.

2
1
®
10. Fundação GawacWin
O submenu "Fundação" contém opções que acionam janelas de dados para se especificar as características da fundação da estrutura,
bem como do solo à frente do muro. A fundação pode ser composta por camadas horizontais de solos diferentes. Pode-se também
especificar a posição do nível d'água na fundação. As opções do submenu são:

10.1 Dados sobre a Fundação continua

Os dados gerais sobre a fundação estão separados em três grupos:

Superfície Superior

Neste grupo são indicadas as características geométricas da superfície superior do solo à esquerda do muro de gabiões:

Altura inicial: Indica a altura da intersecção da superfície superior do solo à esquerda com a estrutura de arrimo.
Esta altura é tomada em relação ao canto inferior esquerdo da base do muro.
Comprimento: Indica o comprimento da plataforma horizontal (berma) que se estende para a esquerda do muro. Pode ser nulo.
Inclinação: Indica a inclinação, em graus, da superfície superior à esquerda da plataforma (berma).

2
2
®
10. Fundação GawacWin
10.1 Dados sobre a Fundação
Propriedades do Solo

Neste grupo são fornecidos os dados sobre o solo principal que compõe a superfície sobre a qual o muro está apoiado. Se o maciço for
constituido por camadas de solos diferentes, estas são as propriedades do solo situado logo abaixo da superfície superior , os dados
necessários são:
Peso específico: É o peso específico do
solo imediatamente
abaixo da base da
estrutura;
Ângulo
Ângulo de atrito: É o valor do ângulo de
de atrito:
atrito interno do solo de
fundação;
Coesão: É a coesão do solo de
fundação.

Dados Adicionais

Máxima pressão admissível: Indica o valor da máxima pressão


vertical suportada pelo solo de
fundação do muro. Se não for
fornecida pelo usuário ela será
calculada pelo programa com base
nas características do solo
anteriormente fornecidas.

Altura do nível dágua:


dágua: Indica a presença de água à
esquerda do muro até a altura
indicada. Esta altura é tomada em
relação ao canto inferior esquerdo
da base.Este valor pode ser
negativo, indicando a profundidade
do lençol freático abaixo do muro.

2
3
®
10. Fundação GawacWin
10.2 Dados sobre as Camadas da Fundação

Os dados sobre as camadas da fundação estão separados em dois grupos:

Geometria da camada

Neste grupo são indicadas as características geométricas da superfície superior da camada:


Altura inicial: Indica a profundidade da superfície superior da camada. Esta é tomada em relação ao extremo inferior esquerdo da
base do muro.

Propriedades do Solo

Neste grupo são fornecidas as características do solo que compõe a camada:

Peso específico: É o peso específico do solo que compõe a camada adicional;


Ângulo de atrito: É o valor do ângulo de atrito interno do solo que compõe a
camada adicional;
Coesão: É a coesão do solo que compõe a camada adicional.

2
4
®
11. Cargas GawacWin

Muitas vezes ocorrem sobrecargas sobre o solo arrimado ou sobre a estrutura. Essas sobrecargas provêm de várias fontes tais como obras
construídas sobre o maciço, tráfego de veículos, etc. e provocam um aumento no valor do empuxo.

O caso mais simples de sobrecarga é a carga uniforme distribuída sobre o maciço. Na análise pelo método do equilíbrio limite, deve ser
adicionada ao peso da cunha de solo formada pela superfície de ruptura a porção da carga distribuída que se encontra sobre ela.

O programa permite a consideração de cargas externas aplicadas sobre o terrapleno e/ou sobre o muro, atuando na direção vertical. Estas
cargas tanto podem ser distribuídas como podem se constituir em linhas de carga paralela à estrutura de arrimo. Além dessas cargas externas
podem também ser especificadas ações sísmicas na forma de taxas de aceleração atuando na direções horizontal e vertical. Os dados destas
cargas são fornecidas em janelas de dados acionadas pelas opções do submenu "Cargas" do menu principal.
Estas opções são:

2
5
®
11. Cargas GawacWin
11.1 Cargas Sobre o Terrapleno continua

Podem ser especificadas cargas verticais externas aplicadas sobre a superfície superior do maciço arrimado. Estas cargas aumentam o valor
do empuxo atuante sobre a estrutura de arrimo. Estas cargas podem ser de dois tipos:

Cargas Uniformes

São cargas distribuídas uniformemente sobre o terrapleno. Podem ser especificadas cargas diferentes para cada trecho da superfície:

Carga sobre o 1º trecho: Indica o valor da carga aplicada sobre o primeiro trecho da superfície do terrapleno.
Carga sobre o 2º trecho: Indica o valor da carga aplicada sobre o segundo trecho da superfície do terrapleno.

2
6
®
11. Cargas GawacWin
11.1 Cargas Sobre o Terrapleno
Linhas de Carga

São linhas de carga concentrada paralelas ao muro de arrimo e aplicadas sobre o maciço a uma certa distância do muro. Pode-se
especificar até três diferentes linhas de carga sobre o terrapleno.
Para cada uma delas deve-se indicar:

Valor da carga:Indica o valor da intensidade da carga aplicada por unidade


de comprimento.

Distância: Indica a distância horizontal entre o ponto de aplicação da


linha de carga e o topo do muro.

2
7
®
11. Cargas GawacWin
11.2 Cargas Sobre o Muro
Podem ser especificadas cargas verticais externas aplicadas sobre a superfície superior do muro de gabiões. Estas cargas podem ser de dois
tipos:

Carga
Carga Uniforme
Uniforme
É
É uma
uma carga
carga distribuída
distribuída
uniformemente
uniformemente sobre
sobre oo
muro.
muro.
Deve
Deve ser
ser especificada:
especificada:

Carga:
Carga: indica o valor da
carga
carga aplicada.
aplicada.

Linha de Carga

É uma linha de carga vertical concentrada paralela ao muro de arrimo e aplicada


sobre ele a uma`certa distância da borda do muro.
Deve-se indicar:

Valor da carga:Valor da intensidade da carga aplicada por unidade de comprimento.

Distância: Distância horizontal entre o ponto de aplicação da linha de carga e a


borda direita do topo do muro.

2
8
®
11. Cargas GawacWin
11.3 Ação Sísmica
Durante um abalo sísmico, o empuxo ativo pode sofrer um incremento devido às acelerações horizontal e vertical do solo. Estas acelerações
provocam o aparecimento de forças inerciais nas direções vertical e horizontal que devem ser consideradas no equilíbrio de forças.

Estas acelerações normalmente são expressas em relação à aceleração da gravidade g e são função do risco sísmico local. Assim as forças
de inércia serão calculadas como parcelas do peso da cunha de solo P como vemos abaixo:

onde: Ch e Cv são as relações de aceleração nas direções horizontal e vertical.

O programa permite que seja especificada, pelo usuário, a ação de abalos sísmicos sobre o conjunto solo/estrutura. Esta ação é indicada através
de coeficientes de aceleração horizontal e vertical. Estes coeficientes representam valores que devem ser multiplicados pela aceleração da
gravidade e aplicados tanto no solo quanto nos gabiões. Os valores de coeficientes de aceleração geralmente são impostos por códigos e normas
locais e dependem do risco sísmico local.

2
9
®
12. Análises GawacWin
Para se efetuar às análises de estabilidade externa e interna da estrutura são utilizadas as opções do submenu "Análises" do menu principal.
Podem ser executadas análises de estabilidade contra o escorregamento ao longo da fundação, contra o tombamento da estrutura, contra a
ruptura do solo de fundação, contra a ruptura das superfícies entre os gabiões e contra a ruptura global ao longo de uma superfície que
contorne o muro. Assim, este submenu apresenta as seguintes opções:

12.1 Executar todas as análises

Ao se escolher a opção "Todas" do menu de análises o programa GawacWin executa em sequência as análises de escorregamento,
ombamento, pressões na fundação, seções internas e estabilidade global. Ao final destas análises é solicitado ao usuário o nome do projeto e
em seguida é mostrado o relatório final.
Este comando também pode ser ativado através da barra de ferramentas.

3
0
®
12. Análises GawacWin

12.2 Verificação contra o deslizamento

Uma das análise de estabilidade executadas pelo GawacWin é a verificação da estabilidade contra o deslizamento da estrutura de arrimo ao
longo da base sob a ação dos empuxos exercidos pelo maciço arrimado.

Antes de iniciar a análise o programa faz uma verificação geral nos dados fornecidos. Caso exista algum erro nestes dados é mostrado um
aviso ao usuário indicando a causa do erro. Em seguida são determinados:

• a posição da superfície de aplicação do empuxo ativo.


• o valor, a direção e o ponto de aplicação do empuxo ativo atuante.
• o valor, a direção e o ponto de aplicação do empuxo passivo disponível.
• o peso próprio da estrutura e as cargas aplicadas sobre ela.
• as forças de reação (normal e tangencial) sob a base.
• a resistência disponível ao longo da base

O valor do coeficiente de segurança contra o escorregamento é então determinado como a relação entre o valor da resistência disponível e
o valor da resistência mobilizada contra o deslizamento. A resistência disponível é tomada como a soma das resistências ao longo da
base e a componente do empuxo passivo na direção do escorregamento. A resistência mobilizada contra o deslizamento, por sua vez, é dada
pela componente do empuxo passivo na direção do escorregamento

3
1
®
12. Análises GawacWin

12.3 Verificação contra o tombamento

A análise da estabilidade contra o tombamento é feita pelo programa a partir das mesmas determinações iniciais feitas na verificação contra
o deslizamento. Adicionalmente são determinados:

 momentos das componentes horizontal e vertical do empuxo ativo.


 momento do empuxo passivo
 momento do peso próprio da estrutura.
 momento das demais cargas externas aplidas sobre a estrutura.

Os momentos são determinados em relação ao canto inferior esquerdo da base do muro. Este é o fulcro do tombamento e é adotado como
rigem do sistema de coordenadas.

O coeficiente de segurança contra o tombamento é calculado como a relação entre o momento resistente total e o momento total de
tombamento. O momento de tombamento é tomado como o momento da componente horizontal do empuxo ativo atuante, enquanto que o
momento resistente é tomado como a soma dos outros momentos calculados.

3
2
®
12. Análises GawacWin

12.4 Pressões na fundação

O programa GawacWin determina as pressões normais aplicadas pelo muro de gabiões na fundação. Para isto utiliza as determinações de
forças feitas na análise contra o deslizamento e os momentos calculados na análise contra o tombamento. É calculado o ponto de aplicação
da força normal atuante na base do muro e em seguida é determinada uma distribuição de pressões linear que tenha como resultante o
valor da força normal determinada e centro de gravidade coincidente com o ponto de aplicação desta força normal. Caso esta determinação
resulte em tração em uma das extremidades da base o cálculo é feito utilizando uma porção reduzida da base. Neste caso o usuário é
avisado que nem toda a base está sendo utilizada.

O valor das pressões atuantes na fundação deve ser comparado com a pressão admissível. Caso esta não seja fornecida pelo usuário, ela é
determinada pelo programa. Nesta determinação são utilizados os dados do solo de fundação. Caso haja mais de uma camada de solo na
fundação são utilizados apenas os dados da camada superficial. Cabe ao usuário verificar esta pressão admissível para as demais camadas se
elas apresentarem resistência inferior.

3
3
®
12. Análises GawacWin

12.5 Pressões internas


Na
Na análise
análise das
das pressões
pressões internas
internas são
são determinadas
determinadas as tensões atuantes na interface
entre
entre as
as camadas
camadas dede gabiões
gabiões do
do muro.
muro. Nesta
Nesta análise
análise éé utilizado
utilizado um
um processo
processo similar
similar
àà análise
análise de
de Pressões na fundação,
fundação, apenas considerando-se a porção do muro
situada
situada acima
acima da
da seção
seção que
que está
está sendo
sendo analisada
analisada

Quando se aciona esta opção do Menu de análises, o programa GawacWin mostra ao


usuário uma janela solicitando que ele indique as seções a serem analisadas. A análise
é executada para cada uma das seções indicadas e são mostrados os resultados das
tenões normal e tangencial máximas atuantes na interface e os valores admissíveis
para estas tensões.

Depois de realizadas todas as análises o programa apresentará uma janela onde se


poderá visualisar:

Altura: Altura total considerada pelo programa para o cálculo do empuxo ativo que atua sobre a camada analisada;
Força Normal: É o valor da força normal que atua sobre a camada de gabiões analisada;
Força Tangencial: É o valor da força tangencial que atua sobre a camada de gabiões analisada;
Momento Total: Soma dos momentos de empuxo ativo, do peso da estrutura e das sobrecargas que atuan sobre o muro;
Máx. tensão Normal: Tensão normal máxima que atua sobre a camada de gabiões analisada;
Admissível: É o valor da tensão normal admissível para a camada de gabiões analisada;
Máx. tensão de tração: Valor da tensão de tração máxima que atua sobre a camada de gabiões analisada;
Admissível: É o valor da tensão de tração máxima aceitavel para a camada de gabiões analisada.

3
4
®
12. Análises GawacWin
continua
12.6 Estabilidade global

Na análise da estabilidade global é verificada a ruptura ao longo de uma superfície circular no interior do maciço que contorna o muro de
gabiões. Esta superfície de ruptura atravessa, dessa forma, tanto o solo arrimado à direita da estrutura quanto o solo de fundação e o maciço à
esquerda do muro. Quando esta opção do Menu de análises é acionada, o programa GawacWin mostra uma janela de dados onde o usuário
deve indicar:

Distância à esquerda (L1): É a distância horizontal entre o muro e o ponto de cruzamento do arco de ruptura com a superfície superior
do solo à esquerda do muro.
Distância abaixo (L2): É a distância vertical entre o extremo inferior direito da base e o arco de ruptura.
Distância à direita (L3): É a distância horizontal entre o topo do muro e o ponto de cruzamento do arco de ruptura com a superfície
superior do terrapleno à direita da estrutura.
Procura automática: Se esta opção estiver selecionada o programa irá procurar o arco mais crítico partindo do arco inicial
indicado pelo usuário.
Máx. prof. do arco: Indica a máxima profundidade que os arcos pesquisados pelo programa podem alcançar. Este valor pode
ser deixado em branco, indicando que não há um limite de profundidade para a procura automática.
O cálculo do coeficiente de segurança associado à superfície de ruptura é feito pelo Método de Bishop Simplificado. A procura do arco mais
crítico, quando a procura automática é selecionada, é feita pelo Método Simplex. Os resultados da análise apresentados ao usuário incluem o
coeficiente de segurança contra a ruptura, a posição do centro e o raio do arco a que este coeficiente de segurança se refere e o número de
arcos analisados

3
5
®
12. Análises GawacWin

12.6 Estabilidade global

Após a introdução completa dos dados, acione o botão OK para realizar a análise de estabilidade global. Caso a procura automática esteja
selecionada, o programa analisará todas as superfícies de falha e as exibirá na tela. Se o usuário desejar interromper esta procura, basta
acionar o botão CANCELAR. Ao término da análise de estabilidade, o programa mostrará ao usuário os seguintes dados:

Centro do arco X: Coordenada X do centro do círculo de falha para o qual o programa calculou o coeficiente de segurança;
Centro do arco Y: Coordenada Y do centro do círculo de falha para o qual o programa calculou o coeficiente de segurança;
Raio: Raio da superfície de falha;
Fator de segurança: O coeficiente de segurança contra ruptura global.

3
6
®
12. Análises GawacWin

12.7 Relatório

O usuário pode solicitar ao programa a emissão de um relatório contendo os dados do muro e os resultados das
análises feitas. Para isto deve acionar a opção Relatório do menu Análises. O programa solicita, então, o nome do
projeto que constará do cabeçalho do relatório.

Nome do projeto: É um campo alfanumérico onde o usuário pode digitar o mome do projeto. O mome do
projeto pode ser formado por no máximo 30 letras e será impresso no relatório final.

O relatório emitido pode ser Completo ou Resumido conforme o escolhido na tela de Opções de análises. Este é
apresentado na tela, uma página de cada vez. O botão Seguinte mostra a página seguinte, o botão Anterior mostra a
página anterior e o botão Imprimir aciona o diálogo de impressão onde pode-se selecionar a impressora e as páginas
a serem impressas.

3
7
®
13. Opções GawacWin

O submenu "Opções" possibilita ao usuário a escolha de alguns parâmetros globais de funcionamento geral do programa. Estas opções são:

13.1 Unidades
O programa GawacWin 1.0 reconhece três sistemas de unidades diferentes. Estes sistemas podem ser selecionados pelo usuário a qualquer
momento durante a utilização do programa. Para a seleção do sistema de unidades corrente utilize o menu Opções/Unidades. A tabela abaixo
mostra as grandezas utilizadas pelo programa em cada sistema de unidades.

Sistema Comprimento Força Tensão Peso específico


Técnico m tf/m tf/m2 tf/m3
Internacional m kN/m kPa kN/m3
Imperial ft. lb/ft lb/ft2 lb/ft3

13.2 Idioma

O programa GawacWin 1.0 pode ser configurado para expressar


expressar
suas mensagens em seis idiomas diferentes. Esta configuração
pode ser efetuada
efetuada pelo
pelo usuário
usuário aa qualquer
qualquer momento
momento utilizando
utilizando aa
opção "Idioma" do menu "Opções".
"Opções". Os Idiomas são:

3
8
®
13. Opções GawacWin
13.3 Opções de análises

A janela de opções de análises é acionada pela opção "Análises" do menu "Opções". Pode-se especificar a forma como o programa executa as
análises segundo algumas opções:

Mostrar superfícies de ruptura: Quando este item está selecionado as superfícies de ruptura que são analisadas pelo programa são
mostradas na tela. Isto torna a análise mais lenta.

Considerar fendas de tração: Quando esta opção está ativada o cálculo do empuxo ativo é feito com a consideração da ocorrência de
fendas de tração preenchidas com água quando o solo arrimado é coesivo. Esta consideração aumenta o
valor do empuxo e portanto torna a análise mais conservadora e a favor da segurança, assim sendo
recomendado.

Redução no empuxo passivo: Indica o valor da Relatório: O programa emite um relatório


redução, em porcentagem, do empuxo passivo das análises feitas. Pode-se escolher entre
disponível na análise de deslizamento. Quando se o relatório completo (5 pgs.) e o resumido (3
deseja desprezar o empuxo passivo especifica-se pgs.).
100%.

3
9
®
14. Exibir GawacWin

O submenu "Exibir" apresenta várias opções para a visualisação do problema analisado. Pode-se deslocar o desenho
vertical e horizontalmente; aumentar ou diminuir a escala e modificar o tamanho da janela de visualisação. São
apresentadas neste submenu as seguintes opções:

}
Aumentar escala
Diminuir escala
Deslocar à esquerda
Deslocar à direita Teclas de Atalho
Deslocar acima
Deslocar abaixo

4
0
®
15. Barra de ferramentas GawacWin

Logo abaixo do menu principal do programa, na tela principal, é apresentada uma barra de ferramentas com botões
que acionam os comandos mais utilizados. Para acionar estes comandos basta pressionar o botão esquerdo do
mouse quando o cursor estiver sobre o botão. Estes botões são:

Abrir arquivo do disco

Gravar arquivo no disco

Aumentar a escala do desenho

Diminuir a escala do desenho

Deslocar o desenho para a esquerda

Deslocar o desenho para a direita

Deslocar o desenho para cima

Deslocar o desenho para baixo

Executar todas as análises

4
1
®
16. Utilizando o mouse GawacWin

O usuário do programa GawacWin tem a opção de utilizar o mouse na edição da geometria do


problema, interagindo com os elementos gráficos do desenho apresentado na tela. Para isto basta
posicionar o ponteiro do mouse sobre o elemento que se deseja alterar e pressionar o botão
esquerdo. Isto faz com que o elemento seja "selecionado", aparecendo então pequenos símbolos
gráficos chamados "grips" sobre ele. Ao mesmo tempo aparece na parte esquerda da barra de
ferramentas os dados sobre a geometria do elemento selecionado. Para se proceder então a
alteração pretendida "arrastando-se" estes grips para a posição desejada. Os números que
aparecem na barra de ferramentas são alterados automaticamente refletindo a alteração feita. Pode-
se também pressionar duas vezes em seqüência rápida o botão esquerdo do mouse quando o cursor
estiver sobre um elemento gráfico do desenho. Isto faz com que seja acionada a janela de dados
respectiva.

Quando uma camada do muro estiver selecionada, pressionando-se o botão direito do mouse faz
surgir um menu de tela com as opções:

 Adicionar camada: para se adicionar uma nova camada de gabiões no topo do muro
 Inserir camada: para se inserir uma nova camada acima da camada selecionada
 Excluir camada: para se retirar a camada de gabiões selecionada
 Modificar camada: para se modificar as dimensões da camada selecionada
 Editar camadas: para se acionar a tela de dados gerais do muro

As três primeiras opções podem também ser acionadas quando uma camada de gabiões estiver selecionada pressionando-se as teclas [Ins],
[Shift]+[Ins] e [Del], respectivamente.

As teclas [Ins] e [Del] também acionam comandos equivalentes quando camadas do terrapleno ou da fundação estiverem selecionadas. O
comando clicar e arrastar também está disponível para estes elementos.

A tecla [Del] pode também ser utilizada quando a superfície freática ou o nível d'água estiver selecionado. Neste caso o elemento é excluído.

4
2
®
17. Arquivos GawacWin

Os comandos para manipulação de arquivos no disco, bem como para impresão do desenho apresentado na tela, são
acionados pelas opções do submenu "Arquivos". Estas opções são:

•Para iniciar um novo muro de gabiões para análise.


•Para carregar um arquivo de dados do disco.
•Para gravar os dados atuais num arquivo no disco.
•Para gravar os dados num novo arquivo no disco.

•Para gravar o desenho do muro que aparece na ela.


Podem ser escolhidos os formatos: AutoCad-DXF, Windows MetaFile (.wmf),
Windows Enhanced MetaFile (.emf) e Windows Bitmap (.bmp).

•Para imprimir o desenho do muro que aparece na tela.


•Para terminar a execução do programa GawacWin.

4
3
18. Exemplos

1 3
2

5
4

6
Clique no exemplo 7
desejado

4
4
18. Exemplos
Exemplo - 1

4
5
4
6
18. Exemplos
Exemplo - 2

4
7
4
8
18. Exemplos
Exemplo - 3

4
9
5
0
18. Exemplos
Exemplo - 4

5
1
5
2
18. Exemplos
Exemplo - 5

5
3
5
4
18. Exemplos
Exemplo - 6

5
5
5
6
18. Exemplos
Exemplo - 7

5
7
5
8
®
19. Maccaferri no Mundo GawacWin
MACCAFERRI DO BRASIL LTDA. MACCAFERRI DE BOLIVIA LTDA
continua
Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, Km66 Calle Socabaya # 240 "Edificio Handal"
CEP 13201-970 Jundiaí – São Paulo – BRASIL Piso 11 – Oficina 1101
Tel: (55) (11) 73925222 Casilla 8701
Fax: (55) (11) 73923272 La Paz – Bolivia
email: mgb@maccaferri.com.br Tel.: (591-2) 342226
Fax: (591-2) 342226
OFFICINE MACCAFERRI SPA
Via Agresti, 6 MACCAFERRI DE PERU S.A.C.
P.O. Box 396 Predio Las Salinas – Lote C12 – 2 altura Km. 33
40123 Italy Autopista Lima – Pucusana
Tel: (051) 6436000 Lima 16 – Perú
Fax: (051) 236507
Telex: 51049 GABION I MACCAFERRI PTY, LTD.
Cable: Gabionmac 91 – 93 Silverwater Road – P.O. Box 6283
email: utp.officine@maccaferri.com Silverwater – Sydney – NSW 2128
AUSTRALIA
MACCAFERRI DE ARGENTINA S.A. Tel: (61) (2) 96483800
Guemes 320 Fax: (61) (2) 96483803
1621- Benavides–Buenos Aires–ARGENTINA e-mail: mplaust@zeta.org.au
Tel: (54) (327) 52030 / 57522 / 57523
Fax: (54) (327) 55394 MACCAFERRI LTD.
email: magda@ssdnet.com.ar 7400 The Quorum
Oxford Busines Park-North
MACCAFERRI DE CENTRO AMÉRICA LTDA Garsington Road / Oxford OX4 2JZ
San Rafael de Escazú- Centro Comercial Plaza del Valle, local #3 ENGLAND
Apdo. Postal 670 – 1007 Centro Colón Tel: (44) (1865) 770555
San José – Costa Rica Fax: (44) (1865) 774550
Tel.: (506) 2895564/65 e-mail: ox.macuk@dial.pipex.com
Fax: (506) 2895464
e-mail: maccaf@sol.racsa.co.cr MACCAFERRI THAILAND :
e-mail: mt@maccaferri-asia.com

5
9
®
19. Maccaferri no Mundo GawacWin
MACCAFERRI GABIONS CIS OFFICINE MACCAFERRI S.p.A.
Ul.Melnikova D.7 K.38 Representative Office
103009 Moscow – RUSSIA 1408, Maker Chambers V
Tel: (7) (095) 275.0914 Nariman Point
Fax: (7) (095) 274.6740 Mumbai – 400021
e-mail: gabions@glasnet.ru INDIA
Tel.: (91)(22) 2854669/2041924
MACCAFERRI GABIONS OF CANADA LTD Fax: (91)(22) 2853427
515 Waydom Drive, R.R.1 e-mail: maccafer@bom3.vsnl.net.in
Ayr, Ontario – NOB 1EO – CANADA
Tel: (1) (519) 623-9990 MACCAFERRI GABIONS (NEPAL) PVT.LTD
Fax: (1) (519) 623-1309 G.P.O. Box 12565, Bhatbhteni,
e-mail: maccahq@istar.ca Kathmandu
NEPAL
MACCAFERRI GABIONS INC. Tel: (977)(1) 414271
10303 Governor Lane Blvd Fax: (977)(1) 414271
Williamsport – MD 21795-3116 – U.S.A. e-mail: macgab@mos.com.np
Tel: (1) (301) 223-6910
Fax: (1) (301) 223-6134 MACCAFERRI GABIONS OF INDONESIA P.T.
e-mail: magaec@aol.com Wisma Bonauli #401
Jl.T.B. Simatupang Kav. 15
MACCAFERRI GABIONS INC. 12430- Jakarta Selatan
3650 Seaport Blvd INDONESIA
West Sacramento – CA 95691 – 3400 – U.S.A. Tel.: (62) (21) 750.6555
Tel: (1) (916) 371-5805 Fax: (62) (21) 750.6553
Fax: (1) (916) 371-0764 e-mail mi@maccaferri-asia.com
e-mail: magawc@aol.com
MACCAFERRI GABIONS NEW ZEALAND LTD.
MACCAFERRI MALAYSIA : 3, Goodman Place
No. 1102D, Level 11, Tower D, Uptown 5, P.O. BOX 12-536
5 Jalan SS 21/39, Damansara Uptown, Penrose – Auckland, 5
47400 Petaling Jaya, NEW ZEALAND
Selangor Darul Ehsan, Malaysia. Auckland Christchurch
Tel (60-3) 460 7071 Tel: (64)(9) 6346495 Tel: (64)(3) 3495600
Fax (60-3) 460 7073 Fax: (64)(9) 6346492 Fax: (64)(3) 3495004
e-mail: mm@maccaferri-asia.com e-mail: macca@voyager.co.nz

6
0
®
20. Bibliografia GawacWin
[1] Barros, P. L. A., Análise e dimensionamento de Muros de Arrimo de Gabiões. Relatório técnico.
1992.

[2] Barros, P. L. A., Empuxo exercido por maciço não homogêneo sobre muros de arrimo. INFOGEO 94-
Simpósio sobre Aplicação da Informatica em Geotecnia. São Paulo, 1994.

[3] Bishop, A. W., The use of the slip circle in the stability analysis of slopes, Géotechnique, 5 (1) 7-17,
1955.

[4] Nguyen, V. U., Determination of critical slope failure surfaces, Journal of Geotecnichal Engineering,
- ASCE, 111 (2) 238-50, ,1985.

[5] Seed, H. B. \& Whitman, R. V., Design of earth retaining structures for dynamic loads, ASCE Spec.
Conf. lateral Stresses in the Ground and Design of Earth Retaining Structures, pp 103-47, 1970.

[6] Bousinnesq, M. J., Application de potentiels à l'ètude de l'èquilibre et du movvement des solides
elastiques, Gautithier-Villars, Paris, 1885:

[7] Bowles, J. E., Foundation analysis and design, third edition, McGraw-Hill, 1982.

[8] Fellenius, W., Erdstatiche Berechmungen, W. Ernst und Sohn, Berlin, 1927

[9] Kèzdi, A., Lateral earth pressure, Foundation engineering handbook, eds: Winterkorn, H. F. & Fang
H. Y., Van Nostrand Reinhold, New York, pp 197-220, 1975.

[10] Terzaghi, K., Anchored Bulkheads, Transactions ASCE, V. 119, pp 1243-324, 1955.

[11] Terzaghi, K., & Peck, R. B., Soil mechanics in engineering practice, second edition, John Wiley &
Sons, New York, 1967.

[12] Wu, T. H. Retaining walls, Foundation Engineering handbook, eds: Winterkorn, H. F. & Fang, H.
Y., Van Nostrand Reinhold, New York, pp 402-17, 1975.

[13] Bowles, J. E., Analitical and Computer Methods in Foundation Engineering, McGraw-Hill, p.258-
290, New York, 1974.

6
1
IMPRESSÃO

Ajuste as propriedades
Clique coma oopção
Selecione botãoPrint
direito do mouse da impressora

Selecione a impressora

Selecioneuma
Imprimir as páginas
ou maispara
páginas
imprimir Indique o número de cópias
Imprimir todas as páginas

RETORNAR