Você está na página 1de 11

3

1 O LUDICO NO ENSINO-APRENDIZADO: séries iniciais do ensino fundamental I

1.1 Problematização
É sabido que o docente sente a necessidade em transmitir determinado
conteúdo aos alunos das series iniciais do ensino fundamental I. Sabe-se ainda
que, desenvolver uma metodologia para facilitar o ensino-aprendizado do aluno
requer um conjunto de fatores fundamentais para que ocorra de fato um
aprendizado. Contudo, achou-se necessário salientar a questão do lúdico como
instrumento utilizado na didática dos educadores que trabalham com alunos dessa
faixa etária e nível educacional. Porém, nem todos os docentes trabalham com essa
pratica pedagógica, alguns por verem as brincadeiras, as dinâmicas e os jogos
entre outros apenas como um passa tempo; já outros, desenvolvem essas
atividades sem objetivos projetados.
Portanto, o que poderia ser feito para mudar a visão de tais educadores para
que assim vejam a importância do lúdico como prática pedagógica?
Em que a pratica do lúdico contribui dentro e fora do espaço escolar no
ensino-aprendizado do aluno?

1.2 Hipóteses
Mediante ao que foi exposto aqui serão citados alguns elementos que
podem mudar o pensamento de educadores que não conseguem entender o quão
importante é desenvolver aulas dinâmicas que possam padronizar suas aulas
adicionando uma nova forma de ensinar. Para solucionar tais questões faremos da
seguinte maneira:
Realizar uma palestra fazendo uma campanha educativa comparando o ensino
tradicional, onde as crianças não aprendiam por prazer, mais sim por medo; e o
ensino moderno, notando-se que este oferece um professor com uma variedade de
jogos entre outros materiais que alem de desenvolver seu conhecimento sobre o
4

conteúdo se da de forma que ele aprecie e desperte o interesse do aluno pelo


conteúdo de forma prazerosa e significativa.
Após a palestra, realizar uma oficina de jogos, brincadeiras e dinâmicas educativas
de forma que o aluno participe e demonstre o que de fato aprendeu e quais
dificuldades ainda apresenta, demonstrando ao professor uma forma padronizada de
ensinar em que ele pode estar englobando na sua arte de ensinar.

2 OBJETIVOS
5

2.1 Geral

Analisar a importância da utilidade da ludicidade nos conteúdos trabalhados nas


series iniciais do ensino fundamental I como ferramenta crucial do ensino-
aprendizagem dos alunos, levando em consideração as dificuldades e facilidades
dos alunos.

2.2 Específicos

● Facilitar o ensino-aprendizado do aluno;


●Reconhecer a ludicidade como ferramenta importante na transmissão do conteúdo;
● Promover atividades interativas por meio das brincadeiras.

3 JUSTIFICATIVA
6

O presente projeto tem como finalidade demonstrar a importância da


presença do lúdico nas series iniciais, como uma metodologia crucial na
transmissão dos conteúdos trabalhados.
Para trabalhar nas series iniciais do ensino fundamental I, o professor deve
ser criativo e responsável, para que assim ele possa traçar e alcançar seus objetivos
para com os alunos. Por isso pensou-se em uma maneira mais descontraída de dar
aula despertando no aluno a vontade de participar das atividades propostas.
Percebe-se que a ludicidade é um subsidio que pode facilitar imensamente
o ensino-aprendizado dos alunos desde que os docentes fazem uso dessa pratica
pedagógica. No entanto, a teoria e a pratica ambas caminham juntas para a
formação do individuo como um todo; nenhuma é mais importante que a outra
dentro da educação, por isso deve-se fazer um planejamento de forma que este
teoricamente da suporte a pratica de acordo com o objetivo ao qual o docente
deseja alcançar.
Entretanto, é comum ouvir-se comentários de docentes que usam jogos,
dinâmicas e brincadeiras como ferramentas inovadoras no processo de construção
de novos conceitos, pois garante que a criança interaja de forma espontânea, onde
ela faz descobertas sobre o novo e com isso torna-se um aprendizado inovador e
significativo, de maneira que a criança não participa por participar, mas aprende a
desenvolver conceitos e expectativas de forma que ela trabalhe sistematicamente.
Os jogos realizados na sala de aula alem de facilitar o aprendizado do
aluno também ajuda a sanar dificuldades que o aluno obtenha como: a dificuldade
em interagir com os demais colegas; desenvolver a atenção, o raciocínio lógico,
entre outras deficiências apresentadas.
A brincadeira é uma estratégia que permite o aluno a desenvolver
espontaneamente de forma contextualizada sem cobranças ou ate mesmo sem
sentir a necessidade de obrigação de aprendizagem, assim como no ensino
tradicional.
Os jogos tem sido, ou melhor, são de suma importância no ensino-
aprendizado dos alunos desse nível educacional, principalmente daqueles que
apresentam dificuldades de interação e participação nas aulas. Esses jogos tem
proporcionado grandes avanços e também facilitado o trabalho do docente, por isso
é imprescindível que o professor use essa pratica metodológica, para que os
demais educadores não vêm os jogos, dinâmicas e brincadeiras como um passa-
7

tempo, e sim que os vejam e o adote como um conjunto de fatores cruciais para a
construção do conhecimento do aluno.
O lúdico uma vez inserido no planejamento, indiscutivelmente será visto
como forma inovadora e facilitadora tanto para o professor que vai ensinar quanto
para o aluno que certamente será o mais presenteado, pelo fato de ser algo que ele
gosta de fazer, citando ainda que será uma estratégia que com certeza ficará mais
fácil do aluno assimilar o que esta sendo exposto e provavelmente ficará sendo uma
pratica/recurso didático permanente.
O lúdico desenvolve o humanismo, a relação aluno-aluno, professor-aluno,
ou seja, aproxima os seres pertencentes daquele meio social, e muitas vezes vem a
diminuir ou até mesmo acabar a relação de preconceito, do bullyng entre as
crianças, dando oportunidade a admiração e o respeito. Já que essas ações estão
começando a aparecer nesse inicio de modalidade e nível educacional, de forma
que o professor já deve esta desenvolvendo atividades que devem contribuir para
um bom direcionamento tais questões.
Pode-se dizer que vale muito a pena trazer o lúdico para a educação, pois
este trás muitos benefícios para o aluno enquanto cidadão aprendiz, pois este é um
momento em que devem ser desenvolvidas a questão do perceber o outro do jeito
que ele é sem querer mudá-lo e muito menos criticar, mas aceitar o comportamento
do colega e tratá-lo bem, começando a deixar bem claro a questões das diferenças;
que elas existem e que devem ser respeitadas. Desenvolver o lúdico na sala de aula
também ajuda positivamente nessas questões.
O lúdico é uma porta aberta para que o professor faça a criança interagir de
uma forma mais natural. Facilita a aprendizagem do aluno, pois é um fator que
motiva os discentes a participar pelo fato de ser um momento unicamente
diferenciado e por ser um elemento de maior abrangência pra eles (alunos),
possibilitando compreender e intervir mediante as atividades, construindo um
conhecimento mais significativo e eficiente.

4. REFERENCIAL TEÓRICO
8

O lúdico é uma importante estratégia que também deve ser usada em


planejamentos que professores utilizam como um guia para expor sua aula. Este faz
com que o docente se sinta mais engajado no que esta ministrando, pois o plano é
uma ferramenta de grande suporte para o educador. Dentro deste contexto analisou-
se ainda que de acordo com a estratégia apresentada, utilizando o lúdico como um
dos mais importantes subsídios, provavelmente, se o professor consegue dominar o
conteúdo e a estratégia traçada, certamente ele conseguirá passar uma aula
proveitosa provocando e motivando interesse próprio no aluno.
Imagine crianças na faixa etária entre o 1º ano e o 4º ano ou 5º ano ter
que suportar todos os dias aulas apenas dialogada sem nenhuma outra ferramenta
didática que seja diferente no sentido de desempenhar uma melhor aula oferecida
ao aluno; de fato deve ser entediante. Muitas vezes ate os próprios adultos
necessitam de um momento dinâmico, imagine uma criança ficar sem esse
elemento o ’’brincar’’ que faz parte do ciclo natural da vida dela.
Por isso vale ressaltar a relevância de um bom plano de aula, onde é neste
que pode-se enumerar as ferramentas que serão usada no processo educativo
diário ou como o docente preferir , para a comunidade estudantil, observando as
dificuldades do educando, fazendo alterações onde for necessário adaptando a
realidade do aluno.
Através da utilização do lúdico, possibilita-se ao discente a comunicação
sócio-afetiva, e ainda da apoio a ele de forma que se torne um ser social que interaja
com os seu colegas de turma. As crianças “tímidas” aprendem a lidar com as
dificuldades de comunicação do meio em que ela esta inserida, aprendendo a se
inter-relacionar, ou seja, o lúdico é revestido de um processo de ensino-apredizado
que possibilita acriança a usufruir de diversas experiências que faz com que ela
desenvolva habilidades mentais, físicas, tornando-a um ser meramente inteligente e
capaz de formar conceitos independentes.
Pode-se citar que uma criança brincando, ela determina suas ações própria,
deixando claro que quando ela age dessa forma citada anteriormente é uma
liberdade ilusória, porém quando se trata de uma metodologia usada pelo educador,
este faz o pensamento da criança ser revestido de boas ações desencadeadas para
excitá-la a se tornar um ser capaz de captar o que esta sendo oferecido a ele
reformulando suas próprias idéias, caminhando para se tornar um ser autônomo.
9

Salienta-se ainda que o brinquedo possibilita ao aluno a oportunidade de


poder aperfeiçoar suas habilidades aguçando o seu intelectual; e mais, podendo ser
trabalhado o raciocínio lógico e a questão do ganhar e perder. Enfim o lúdico pode
ser utilizado em diversos fatores que levam a criança a aprimorar varias esferas do
seu cognitivo. E ainda, o lúdico faz com que a criança assimile muito melhor o que
esta sendo passado a ela.
Percebe-se que com a utilização da ludicidade as aulas tem sido mais
contextualizada, com o uso do concreto onde desperta a atenção, o interesse, a
participação e principalmente,o conhecimento obcordado.Vendo-se que sem a
presença dessas atividades torna o conteúdo sem construção dos seus próprios
conceitos.
Para vigotsky (1988, p.117)
O brinquedo promove o desenvolvimento da criança, criando o que chamam
de desenvolvimento proximal,na qual a criança se comporta alem do
comportamento diário,no brinquedo é como se ela fosse maior do que é na
realidade.
Nota-se que a criança tem desenvolvido imensamente seu cognitivo, pois a
partir do contato com o brinquedo ela transforma o meio em que vive ultrapassando
suas limitações sendo que ela interaja de maneira que ela crie seus próprios
conhecimentos,sem falar que o brinquedo trabalha o desenvolvimento
fisico,cognitivo,afetivo e moral.os jogos têm sido fundamento para o
desenvolvimento mental da criança ajudando a despertar desde cedo o espírito
participativo,de cooperação e solidariedade.
Segundo vigotsky(1984,p.27)”é na interação com as atividades que
envolvem simbologia e brinquedos que o educando aprende a agir numa esfera
cognitiva”. É onde o brinquedo transforma cognitivo da criança,pois a partir do
contato com brinquedo a criança interage de forma construtiva,de forma que ela crie
seus conhecimentos,formula situações e trabalha o raciocínio lógico,pois a
brincadeira tende a ser de forma absoluta e satisfatória.
A atividade lúdica ou habilidade de brincar é dotada de uma ação
fundamental na estruturação do psíquico da criança. é no brincar que a
criança une elementos de fantasia e realidade e começa distinguir o real do
imaginário.brincando,a criança desenvolve não só a imaginação,mas
também fundamenta afetos,elabora conflitos e ansiedades,explora
habilidades e a medida que assume múltiplos papeis fecunda competências
cognitivas e interativas.
(ANTUNES, 2004, p.34-35).
A partir do jogo a criança organiza seus conhecimentos distinguindo o real
do imaginário, criando novas possibilidades de resolução de problemas a quais ela
10

tem dificuldade para lidar com certos conflitos do cotidiano, alem de promover
conforto a criança vivenciando e construindo novos conceitos, desenvolvendo suas
possibilidades de aprendizagem espontânea de forma significativa e eficaz.
A função do educador é de fundamental importância no que diz respeito ao
ensino-aprendizado do educando, no entanto vale salientar que em meio a suas
diversas ferramentas, seria interessante inserir o lúdico como um dos elementos que
venha a contribuir de forma concreta no desempenho das crianças, para que assim
aconteça com eficiência.
E que na medida em que as series avançam não se pode deixar perder o
lúdico durante a trajetória caminhada. Trabalhar com o lúdico não significa que serão
deixados as estratégias usadas na sala de aula, mas será vista como uma forma
inovadora e prazerosa de dar aula, ou que influenciara como mudança que vai
mudar o modo de ensinar, e sim que vai apenas somar como mais uma estratégia
de ensinar que certamente de forma positiva fará com que o professor terá mais
facilidades de ultrapassar os obstáculos e desafios que enfrentam na pratica
pedagógica, sendo este uma forma de aprimorar as potencialidades das crianças em
seu processo formativo , seja no psíquico-motor, seja no sócio-cultural ou processo
de interação meio - individuo.
Portanto, mediante o que foi exposto, é evidente a visão do lúdico como
didática educacional, e que de certa forma, o professor só tem tendência a ter
resultados positivos em relação ao uso dessa metodologia, pois a criança sempre
deseja esta onde ela se sinta bem. Então se deixou claro que de acordo com as
situações aqui citadas, percebeu-se que deve sim adotar metodologia inovadoras
que chamem a atenção da criança e que como consequência ocasione/desperte o
interesse no aluno fazendo satisfeito com aquilo que esta sendo oferecido a ele.
11

5 METODOLOGIA.
A construção do projeto deu-se aos princípios de pesquisa qualitativa,
pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo. Foi feita pesquisa em sites; e também
por meio de relatos de experiências de docentes que fazem o uso da ludicidade para
um melhor embasamento na construção do conhecimento teórico e pratico
contextualizando situações do cotidiano e do contexto escolar.
A coleta de dados deu-se através de entrevista, onde se utilizou
questionário com perguntas direcionado aos professores que trabalham com o
ensino fundamental I e com o gestor da escola municipal São Raimundo, no
povoado São Raimundo do Município de Palmeirandia Estado do Maranhão, com a
finalidade de conhecer o que estes pensam sobre o tema tratado “o lúdico no
ensino-aprendizado no ensino fundamental I” e como o compreendem; e também
por meio das contribuições de alguns teóricos que descrevem suas opiniões em
questão ao tema discutido.
De acordo com os relatos de experiência, entende-se que os entrevistados
consideram significativamente a relevância do lúdico como um fator que não deve
faltar em meio as atividades docentes propostas aos alunos. Porem nem todos
aderem a essa metodologia, pois dentre os docentes, somente o professor do quarto
e quinto ano que também reconhece a importante questão apresentada, mas não
engloba na sua didática, pois ele enfrenta dificuldades em desenvolver essas
atividades, pelo fato da sua turma ser multisseriado e os alunos serem
indisciplinados onde impedem que essas atividades sejam realizadas.
Portanto, diante dos dados coletados é notório que a maioria dos
educadores entrevistados apresentavam um pré-conhecimento da importância do
lúdico; buscam sempre informações novas, dispostos a capacitar-se para zelar com
seus compromissos, inovando sempre que necessário suas teorias e praticas
utilizada para com seus alunos. Relataram ainda que com o uso do lúdico os alunos
apresentam um melhor rendimento no que se trata do aprender, pois estimula a
criatividade do aluno, levando-o a participar das aulas tornando-se AL unos
dispostos e indiscutivelmente produtivos e meramente inteligentes e capacitados
para desenvolver as suas atividades, e que a maioria deles já faziam o uso dessa
didática em sala de aula e fora dela (atividades extraclasse) e que diante dos relatos
os educadores sempre procuravam aperfeiçoar e atualizar seus conhecimentos
sobre praticas pedagógicas para essa faixa etária.
12

6 CRONOGRAMA

ETAPAS DEZ/ JAN/ FEV/ MAR/ ABR/ MAI/ JUN/ JUL/


2018 2019 2019 2019 2019 2019 2019 2019

Levanta
mento X
bibliograf
ico

Redação
do X X
Projeto

Redação
do
trabalho X X X X X X X
de TCC

Entrega
do TCC X X

REFERÊNCIAS
13

LIMA, Carlos. A importância do lúdico no processo de ensino-aprendizado.


Disponível e em: https://www.trabalhosefeitos.com/ensaios/a-import%c3%A2ncia-
Do-L%c3%BAdico-NO-processo/55006671html. Acesso em 18 de Dezembro de
2018.

FERNANDES, Inês Cirlei Budske. Atividades lúdicas no desenvolvimento do


processo de ensino aprendizado de discentes no âmbito escolar. Disponível
em: <http://bdm.unb.br/bitstrean/10483/4232/1/2012-InesCirleiBudskeFernades.pdf>.
Acesso em 18 de Dezembro de 2018.

ROCHA, Naiara Catiana Lima da. O uso do lúdico nas series iniciais: uma
importante pratica no processo de ensino-aprendizagem. Disponível em:
http://dspace.bc.mepb.edu.br/jspui/bitstrean/123456789/4882/1/PDF%20-%20Naiara
%20Catiana%20Lima%20da%20Rocha.pdf. Acesso em 20 de Dezembro de 2018.

Você também pode gostar