Você está na página 1de 5

1

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE


Cadeira de Procedimentos Pré e Pós – Analíticos
Curso Técnico de Laboratório
Discente: Estefânia Zacarias Uage no 11
Docente: Felizardo Alberto
Introdução
O presente trabalho, é o resultado do questionário elaborado pelo docente da cadeira de
Procedimentos Pré e Pós – Analíticos, que levou – me, a dar a síntese das respostas, onde baseou
– se na consulta de manuais da disciplina e outros meios de plataformas.
Segundo a RDC 302/2005 da Anvisa: 4.20 Fase Pós-Analítica: fase que se inicia após a obtenção
de Resultados válidos das análises e finda com a emissão do laudo, para a interpretação pelo
Solicitante. Porém, muitos consideram essa fase numa extensão até o processo de utilização da
informação para tomada de decisão médica.
Objetivo Geral
 Apresentar as respostas do questionário elaborado pelo Docente
Objetivos Específicos
 Definir o que é a validação e emissão dos resultados.
 Apresentar a lista dos aspectos a ser considerados na avaliação dos resultados laboratoriais.
 Apresentar a lista das informações que devem contar nos relatórios clínicos.
 Proferir em que consiste a avaliação dos resultados.
 Proferir em que consiste a emissão dos resultados.
Metodologia
Para a concretização do trabalho, optou-se pela abordagem qualitativa, onde recorreu-se às
consultas de referências bibliográficas e texto de apoio da cadeira de Procedimentos Pré e Pós –
Analíticos que abordam sobre o mesmo tema.
2

1. Contextualização
2. Definição
A validação e emissão dos resultados laboratoriais é uma etapa da fase pós analítica que
consiste em avaliar os exames solicitados, decidir que os resultados avaliados estão prontos para
ser usados e entrega dos mesmos ao solicitante.
De tudo que ficou dito depreende que após a coleta do material e a análise dos dados, o exame
laboratorial passa pela etapa de avaliação e emissão de resultados, nela há envio e interpretação
dos resultados e consequentemente o diagnóstico e tratamento
2.1. Os aspectos a ser considerados na avaliação dos resultados laboratoriais
Na avaliação deve - se também confrontar os resultados com o especto da amostra (amostra
ictérica, hemolisada, lipémica, entre outros aspectos), reportando os casos de amostra alterada na
requisição. Também, os resultados das análises devem ser revisados e avaliados estatisticamente
depois de completar todos os ensaios solicitados para determinar se são mutuamente consistentes
e se cumprem com as especificações recomendadas, quando aplicável.
2.1.1. As informações que devem contar nos relatórios clínicos
O relatório deve atender as necessidades do cliente e o propósito a que se destina (seja apenas
uma folha de dados, ou um relatório mais completo).
Os relatórios devem indicar informações como:
 Título
 Data do recebimento da amostra (quando necessário);
 Número de registro da amostra do laboratório;
 Número do relatório laboratorial;
 Uma descrição do material analisado;
 Nome e endereço do laboratório que analisou a amostra;
 Nome de quem solicitou a análise;
 Nome, descrição e número de lote da amostra, quando aplicável;
 Uma introdução dando os antecedentes e os propósitos da investigação.
3

 Uma referência às especificações usadas para analisar a amostra ou uma descrição detalhada
dos procedimentos empregados, incluindo os limites;
 Identificação do método utilizado, informando se este é oficial ou validado segundo
procedimentos do laboratório;
 Resultados de análises com as devidas unidades de medida e expressão da incerteza do
resultado;
 Uma discussão dos resultados obtidos;
 Uma conclusão sobre se amostra foi encontrada ou não, dentro dos limites das especificações
usadas;
 A data da finalização do ensaio;
 A assinatura do chefe de laboratório ou pessoa autorizada;
 Se a amostra cumpre ou não com os requisitos;
 A data de repetição da análise, se aplicável;
 Uma declaração que indique que o relatório de ensaio analítico, ou qualquer parte do mesmo,
não pode ser reproduzido sem a autorização do laboratório.
2.1.2. A avaliação dos resultados
A validação dos resultados consiste em decidir que os resultados avaliados estão prontos para
ser usados pelo solicitante. Depois da validação, os resultados são emitidos.
2.1.3. A emissão dos resultados
A emissão dos resultados, consiste na impressão dos resultados e a entrega dos mesmos ao
destinatário. Em alguns laboratórios, a documentação utilizada para a emissão e envio dos
resultados é o relatório.
De tudo que ficou dito depreende se que a emissão de resultados permite que o profissional
crie conclusões padrões para facilitar e agilizar o processo de inserção dos resultados. Além
disso, permite a emissão destes resultados de maneiras variadas, tais como: agrupados por
paciente ou por solicitação das amostras.
4

Conclusão
Chegados ao fim deste trabalho, conclui – se que o processo que levou na procura das soluções
dos assuntos patentes no questionário, permitiu me a conhecer vários conteúdos e o domínio da
matéria que docente transmitiu.

Referencias Bibliográfica
5

JACKSON HOMERO, Garantia de qualidade no laboratório clinico. Belo Horizonte- MG,


2003
http://www. Sbpc org.br/upload/conteúdo/320090814142042> pdf acesso em 07/05/2020
Texto de apoio da cadeira de procedimentos pré e pois analíticos

Você também pode gostar