Você está na página 1de 84

CURSO BÁSICO DE PERCEPÇÃO DO RISCO GEOLÓGICO -

VITÓRIA - ES - OUTUBRO DE 2017

Processos de movimentos de massa - Deslizamentos -


Rastejo - Corridas de detritos

Rafael Silva Araújo


Lembrando conceitos

•TALUDE NATURAL - ENCOSTA


SUPERFÍCIE NATURAL INCLINADA - DIFERENTES
POTENCIAIS GRAVITACIONAIS
TALUDE
NATURAL/
ENCOSTA H = DIFERENÇA DE
POTENCIAL
GRAVITACIONAL
•TALUDE DE CORTE
talude natural com algum tipo de escavação
•TALUDE ARTIFICIAL
taludes de aterros diversos (rejeitos, bota-foras, etc.)
TALUDE NATURAL/ ENCOSTA

TALUDE ARTIFICIAL
TALUDE DE CORTE
(ATERRO)
ELEMENTOS GEOMÉTRICOS BÁSICOS DO TALUDE

 = ARCTAN (H/L)

AMPLITUDE (H)

= INCLINAÇÃO

COMPRIMENTO NA HORIZONTAL
(L)
TALUDE DE CORTE TALUDE NATURAL

PERFIL ORIGINAL

TALUDE ARTIFICIAL
(ATERRO)
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

O que são movimentos de massa?

São movimentos gravitacionais responsáveis pela


mobilização de solo, sedimentos, vegetação ou
rocha pela encosta abaixo, geralmente
potencializados pela ação da água.
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Quando ocorrem ?

Força de tração > Forças de resistência

• Ocorrem quando a força de tração, dada pela gravidade


atuando na declividade do terreno, supera a força de
resistência, principalmente a força de atrito.
(Montgomery, 1992).
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Fatores condicionantes

Naturais
Antrópicos
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Fatores naturais

• Geologia
• Morfologia
• Água
• Vegetação
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Fatores predisponentes ou condicionantes naturais

• Geologia:
Composição litológica; grau de intemperismo; espessura e composição
de solos, falhamentos, dobramentos, etc
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Fatores predisponentes ou condicionantes naturais

• Morfologia: amplitude do relevo, inclinação superficial,


forma de relevo.
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Fatores predisponentes ou condicionantes naturais
• Água: regime de chuvas, circulação de água subterrânea;
• Vegetação: Controle de erosão e escoamento superficial.
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Fatores condicionantes Antrópicos


• Execução de cortes e aterros inadequados;
• Concentração de águas pluviais não disciplinadas;
• lançamento de águas servidas;
• Vazamento na rede de água e/ou esgoto;
• Presença de fossas;
• lançamento de lixo/entulho nas encostas e taludes;
• Remoção de cobertura vegetal.
Esta encosta
sequer deveria
Maior alongamento
estar ocupada -
das
alta residências
declividade
transversal à face da
encosta.
Modificações na
Obriga a realizar
geometria das
grandes cortes.
encostas podem
causar deslizamentos
Aterros com material
proveniente do
próprio corte, sem
compactação ou
contenção.
Serviço Geológico do Brasil – CPRM

Cortes VERTICAIS aterros lançados – posteriormente os próprios aterros são cortados


Serviço Geológico do Brasil – CPRM

chuva

canaleta subdimensionada
e/ou obstruída
INFILTRAÇÃO
lançamento de
água servida DE ÁGUA
rupturas

zonas saturadas
Serviço Geológico do Brasil – CPRM
VAZAMENTO E INFILTRAÇÃO DE ÁGUA

vazamento em rede de
abastecimento d'água

ruptura

trincas

zonas saturadas
Serviço Geológico do Brasil – CPRM
FOSSAS SÉPTICAS

FOSSA surgência
d'água

zonas de saturação gradual


do solo
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Deslizamento em antigo lixão – Morro do Bumba – Niterói - RJ


• *********VÍDEO MOVIMENTO DE MASSA
INDUZIDO
PANORAMA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
DOMÍNIOS GEOMORFOLÓGICOS
PADRÕES DE RELEVO

“zonas de D1
acumulação
atual e subatual”
UNIDADES AGRADACIONAIS – D1
Formações Quaternárias constituídas por planícies litorâneas,
praias, restingas e aluviões continentais depositados pelo Rio Doce e outros cursos d’água
menores
PADRÕES DE RELEVO

“relevos de
degradação em
rochas
sedimentares D2
pouco
llitificadas”
UNIDADES DENUDACIONAIS – D2
Chapadões areníticos pouco alterados pela erosão fluvial
UNIDADES DENUDACIONAIS – D2
PADRÕES DE RELEVO

“relevos
denudacionais em
rochas cristalinas ou
sedimentares”
D3
UNIDADES DENUDACIONAIS – D3
Terrenos pré-cambrianos bastante acidentados, onde são comuns ocorrências de picos isolados,
denominados de pontões ou pães-de-açúcar.
UNIDADES DENUDACIONAIS – D3

Depósito Coluvionar sobre Solo


PERFIL DE INTEMPERISMO
Residual
Depósitos pouco espessos de colúvio
capeando solos residuais.

Depósito Coluvionar de Rampa


Sedimentos coluvionares formando
rampas.
UNIDADES DENUDACIONAIS – D3

Depósito Coluvionar e de Tálus– Coberturas


coluvionares e de tálus resultantes de movimentos
de massa, compostos de solos areno-argilosos e
blocos de rocha.
UNIDADES DENUDACIONAIS – D3
Cobertura detrítica sobre rocha –
Cobertura pouco espessa de fragmentos de
rocha, pedras de mão e blocos depositados
em quebras de relevo e sopé do
escarpamento rochoso

Afloramento de Rocha – Maciço rochoso


aflorante no local de origem passível de
ocorrência de juntas de alívio.
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Movimentos de massa
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Classificação dos movimentos de massa

Processos Rastejo
Deslizamento
Corrida
Queda
Colapso e subsidência
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Rastejo
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Rastejo - Características

o Vários planos internos de deslocamento

o Baixas velocidades decrescentes com a profundidade – cm/ano

o Movimentos constantes, intermitentes ou sazonais

o Solo, depósitos, rocha alterada/fraturada

o Geometria indefinida
Rastejo - Evidências

Degraus de abatimento Árvores com troncos tortos


Serviço Geológico do Brasil – CPRM
 Movimentos de Massa

Árvores inclinadas Postes, cercas, etc.


Processos lentos,
dificilmente causa mortes,
porém diversos prejuízos.
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Rachaduras nas paredes, no piso, degraus de abatimento e deformação de estruturas


SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Deslizamentos
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Movimentos de Massa
Processo – Deslizamento
Planar
Rotacional
Em cunha

o Poucos planos de deslocamento internos

o Velocidades médias a altas – m/h a m/s

o Pouca a grande quantidade de material

o Materiais variáveis
Deslizamento Planar ou translacional

Ruptura através de superfície


plana.
Deslizamento Planar ou translacional - Superfície de ruptura plana

Escoamento superficial – Por isso é


importante a DRENAGEM

Interfaces mais rasas


Solo-rocha
Solo-solo
rocha-rocha
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento Planar ou translacional - Superfície de ruptura plana
• *********VÍDEO PLANARES
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento rotacional ou circular

Superfície de ruptura curva ou


circular
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento rotacional ou circular – Itanhomi - MG
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento rotacional ou circular – Blumenau - SC

Zona de intumescência
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Deslizamento rotacional - Itambacuri - MG


SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento rotacional ou circular (superfície de ruptura curva ou circular)
Solos espessos e homogêneos
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM Defesa Civil do Estado
do Rio de Janeiro

DESLIZAMENTO ROTACIONAL
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento rotacional ou circular – Itanhomi - MG
Deslizamento
rotacional
Itanhomi – MG
Abril de 2015
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Itajubá - MG
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Imagens do Google Earth mostrando área de desaterro que gerou ruptura em Itajubá - MG
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento em cunha

Fraturas ou planos de fraqueza


formam cunhas.
Deslizamento em cunha

Solos, saprólito
ou rochas com
dois ou mais planos
de fraqueza
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Deslizamento em cunha
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Corridas
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Corridas de lama
de detritos
o Muitas superfícies de deslocamento, internas e externas

o Movimento semelhante a um líquido viscoso

o Desenvolvimento ao longo de drenagens, principalmente nos vales encaixadas em áreas de relevo


acidentado

o Velocidades médias a altas e alto poder de destruição

o Mobilização de solo, rochas, detritos e água

o Grandes volumes de material

o Extenso raio de alcance ( kms ) Pluviosidade anômala


SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Corridas de lama
Corridas de lama

Resplendor, MG
2013
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM
Corrida de Detritos

Região serrana do Rio de Janeiro 2011


SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Corrida de detritos – Região serrana do Rio de Janeiro - 2011


SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Corridas de detritos
Alta capacidade de mobilização
de massa e destruição
Evidências de corridas de detritos
Serviço
Amplitude
Movimentos Geológico do Brasil
elevada?
de MassaM – CPRM
Vales encaixados?
REGISTROS HISTÓRICOS
Pluviosidade alta ou baixa? Se
Convergência de fluxo?
concentra em determinada
época?
Depósitos? Extensão?
Lateralidade?
SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL – CPRM

Santa Bárbara do Tugúrio - MG


Janeiro de 2016
• *********VÍDEO CORRIDAS
OBRIGADO
PELA
ATENÇÃO !
Referências
 Brasil. Ministério das Cidades/Cities Alliance. Prevenção de Riscos de Deslizamentos em
Encostas: Guia para Elaboração de Políticas Municipais / Celso Santos Carvalho e Thiago
Galvão, organizadores – Brasília: Ministério das Cidades; Cities Alliance, 2006, 111p.

 Brasil. Ministerio das Cidades / Instituto de Pesquisas Tecnologicas – IPT Mapeamento


de Riscos em Encostas e Margem de Rios / Celso Santos Carvalho, Eduardo Soares de
Macedo e Agostinho Tadashi Ogura, organizadores – Brasilia: Ministerio das Cidades;
Instituto de Pesquisas Tecnologicas – IPT, 2007. 176 p.
 Prof. M. Marangon - Tópicos em Geotecnia e Obras de Terra

 Santos, Álvaro Rodrigues dos; Manual Básico para elaboração e para uso da Carta
Geotécnica. Ed. Rudder; 2014; São Paulo; 109p.

 Augusto filho, 1992


Rafael Silva Araújo
Geólogo – Pesquisador em Geociências

Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais


Sede: SGAN-Quadra 603 - Conjunto J - Parte A - 1º andar
Brasília - Distrito Federal - CEP.: 70830-030
Tel.: 61 3223-1166 - Fax: 61 3223-6600
Superintendência de Belo Horizonte: Av. Brasil, 1731 -
Funcionários
- Cep: 30.140-002 – Belo Horizonte - MG
Tel.: 31 3878-0335 - Fax: 31 3878-0322
E-mail: rafael.araujo@cprm.gov.br
www.cprm.gov.br