Você está na página 1de 30

19/06/2017

Interpretação de
Exames

Exames Laboratoriais e
Complementares
Considerações Gerais
Parte 1

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


1
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Medicina
Sangue Urina Fezes Bioquímicos
nuclear

Líquido Especiais e Citológicos,


cefalorraqui Radiológicos Endoscópicos Post Histológicos e
diano Mortem Genéticos

Diagnóstico Pré- Função Pulmonar,


Imunodiagnósticos Microbiológicos Natal e Bem estar Gasometria Arterial
fetal e Eletrólitos.

Ultrassonográficos

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

São ferramentas para se adquirirem informações adicionais sobre o cliente.

Isolados Não são terapêuticos

Combinados (Anamnese + Exame físico


criterioso):
Podem confirmar um diagnóstico ou;
Fornecer informações valiosas sobre o
estado do cliente e sua resposta à terapia,
que podem não estar evidentes a partir da
história e do exame físico isoladamente.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


2
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Método hierárquico baseado em evidências para a seleção de exames:

2. Estabelecimento 4. Avaliação do manejo


1. Rastreamento 3. Diagnóstico
de diagnósticos atual do caso e dos
ou triagem básico diferencial.
(iniciais). resultados.

5. Avaliação da 6. Monitoramento da
7. Painel de
gravidade da evolução da doença e da
avaliação
doença. resposta ao tratamento.

8. Exames de rastreamento 9. Exames relacionados com eventos


programados regularmente como específicos, determinados sinais e sintomas
parte da assistência em progresso. ou outras situações excepcionais

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Exemplos de Seleção de Exames

Dosagem do TSH
Suspeita de hipotireoidismo, hipertireoidismo ou;
Disfunção da tireoide em clientes ≥ 50 anos de idade.

Hematócrito e dosagem de hemoglobina


Exame de rotina;
sangramento anormal;
detecção de anemia.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


3
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Exemplos de Seleção de Exames

Cultura da urina
Infecção urinária.

Exame de DNA
Coletar evidências pós-morte, em determinados casos criminais;
Estabelecer identidade e paternidade/maternidade.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Julgamentos clínicos subjetivos;

A seleção dos exames é


Recomendações governamentais;
realizada de acordo com

Cuidados médicos baseados nas evidências.

Se os resultados dos exames forem inconclusivos ou negativos e nenhum


diagnóstico médico definitivo for estabelecido, poderão ser solicitados outros
exames e procedimentos.

Portanto, todo o processo dos exames pode se tornar complexo e longo.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


4
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

A fase anterior à realização do exame  Pré-analítico


O modelo dos exames
complementares A fase de realização do exame  Analítico
incorpora três fases:
A fase posterior à realização do exame  Pós-analítico

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br
Fundamentos da assistência diagnóstica informada antes,
durante e após os exames

Fornecer assistência centrada no cliente;


Gerenciar o ambiente dos exames usando método participativo;
Comunicar-se de modo efetivo e claro;
Preparar o cliente adequadamente;
Seguir os padrões;
Considerar a diversidade em relação à cultura, ao sexo e à idade;
Realizar e ajudar com exames complementares.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


5
19/06/2017

www.romulopassos.com.br
Fundamentos da assistência diagnóstica informada antes,
durante e após os exames

Medir e avaliar os resultados; modificar o tratamento, se necessário;


Manejar serviços diagnósticos efetivos por meio de abordagem de
equipe;
Interpretar, tratar, monitorar e consultar o significado de resultados
anormais dos exames;
Identificar uma crise clínica;
Manter registros adequados dos exames;
Fazer relatórios de acordo com as diretrizes institucionais e
governamentais.

Obrigada

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


6
19/06/2017

Exames Laboratoriais e
Complementares
Considerações Gerais
Parte 2

www.romulopassos.com.br

Intervenções Intervenções
Intervenções
ANTES da DURANTE a
APÓS a realização
realização do realização do
do exame
exame exame

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


7
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

ANTES da realização do exame 1. Informações básicas sobre o exame.

2. Valores de referência (normais).

3. Explicação do exame.

4. Indicações para o exame.

5. Sinais, sintomas e história da doença.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

1. Descrição real dos procedimentos.


DURANTE a realização do exame

2. Coleta e transporte adequados da amostra.

3. Reunião e uso de equipamento correto.

4. Implicações clínicas dos resultados anormais.

5. Fatores interferentes que o profissional de saúde


ou o cliente podem ou não controlar (ex: idade,
sexo) e evitar (ex: medicamentos).

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


8
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

APÓS a realização do exame 1. Monitoramento do cliente.

2. Alertas clínicos e de procedimentos.

3. Cuidados especiais.

4. Interpretação dos resultados dos exames.

5. Acompanhamento clínico, cirúrgico e do


tratamento.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

É importante compreender os fundamentos dos cuidados seguros, efetivos e


conscientes ou informados.
incluem avaliar os fatores de risco e modificar a assistência conforme o caso;

Usando método participativo, seguindo diretrizes apropriadas para os procedimentos


e oferecendo suporte adequado durante
e para a coleta das amostras de materiais
todo o processo.

Tranquilizar e dar apoio ao cliente e seus familiares, intervir de modo adequado e


documentar claramente as informações dadas ao cliente, as observações e os
resultados durante todo o processo são importantes.
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


9
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fatores que ↑ riscos de complicações e podem afetar resultados dos exames:


Idade ≥ 65 anos: aumenta/diminui para os resultados esperados do exame.
História pregressa de quedas.
História de doença crônica grave.
História de alergias (ex: látex, iodo, radiofármacos).
Infecção ou risco ↑ de infecção (ex: HIV, transplante, quimio, radioterapia).
Comportamento agressivo ou antissocial.
Transtornos convulsivos.
Dor incontrolável.

www.romulopassos.com.br

Fatores que ↑ riscos de complicações e podem afetar resultados dos exames:


Disfunção da motilidade gástrica.
Uso de dispositivos de ajuda para as atividades da vida diária (AVD).
Marcha instável, problemas de equilíbrio; Condições neuromusculares.
Fraqueza, fadiga; Parestesias.
Capacidade de julgamento prejudicada ou pensamento ilógico.
Problemas visuais graves; Comprometimento auditivo.
Uso de diuréticos, sedativos, analgésicos ou outros prescritos ou de venda livre.
Etilismo, uso de substância ilícita ou drogadição.
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


10
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

O ambiente, o grau A comunicação O preparo dos Os profissionais de


de diversidade clara, exata e clientes para os saúde precisam
cultural, o estado oportuna entre procedimentos têm atuar como equipe
físico, emocional, todos os clientes e sido há muito para satisfazer as
social e espiritual os profissionais de tempo atividades necessidades dos
do cliente saúde é essencial necessárias da exames em todas
influenciam na para minimizar prática as fases seguindo
resposta do cliente problemas e profissional. os protocolos.
ao procedimento. frustrações.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Fase anterior à realização do exame: elementos para cuidados


seguros, efetivos, conscientes ou informados

Seleção apropriada do
exame
Apoio São intervenções
Obtenção do emocional essenciais para se

+
consentimento apropriado
A obterem os
assistência resultados
é focada desejados e se
Preparo adequado do
Comunicação evitarem erros e
cliente
efetiva mal-entendidos
Orientação individualizada
do cliente

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


11
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase anterior à realização do exame: elementos para cuidados


seguros, efetivos, conscientes ou informados

Conhecer a terminologia, o propósito, o procedimento e os valores ou


resultados normais de referência do exame a ser realizado.

O valor clínico de um exame está relacionado com sua


sensibilidade, sua especificidade e com a incidência da
doença na população analisada.

A sensibilidade e a especificidade não mudam nas


populações de clientes doentes e saudáveis.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Conceitos Básicos - Realização do Exame

• Resultado do exame positivo em uma pessoa com a


Verdadeiro-positivo: doença

• Resultado do exame negativo em uma pessoa sem a


Verdadeiro-negativo: doença

• Resultado do exame positivo em uma pessoa sem a


Falso-positivo: doença

• Resultado do exame negativo em uma pessoa com a


Falso-negativo: doença.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


12
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Conceitos Básicos - Realização do Exame


• A capacidade de um exame em identificar
corretamente os indivíduos que não têm a doença.
Especificidade • Especificidade de 100% indica que não há falso-
positivos – ou seja, o exame identifica todos os
indivíduos que não têm a doença

• A capacidade de um exame identificar corretamente


os indivíduos que verdadeiramente têm a doença.
Sensibilidade • Sensibilidade de 100% indica que não há falso-
negativos – ou seja, o exame identifica todos os
indivíduos com a doença como tendo a doença

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Conceitos Básicos - Realização do Exame


• Número de novos casos de uma doença, durante um período
Incidência específico de tempo, em uma população ou comunidade específica.

• Número de casos existentes de uma doença, em um período


Prevalência específico de tempo, em uma determinada população.

Valores • Capacidade de o resultado de um exame identificar corretamente o


preditivos estado da doença.

Valor preditivo • é igual à porcentagem de exames positivos com resultados


positivo verdadeiro-positivos (ou seja, o indivíduo tem a doença).
Valor preditivo • refere-se à porcentagem de exames negativos com resultados
negativo verdadeiro-negativos (ou seja, o indivíduo não tem a doença).

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


13
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase Anterior à Realização do Exame


Histórico de saúde e avaliação inicial
 Verificar história da doença atual relevante; fazer um exame físico, caso indicado.
 Identificar condições que podem influenciar o exame ou seus resultados (gravidez,
diabetes, cultura, barreiras de idioma, incapacidade física, estado mental alterado).

1. Realizar uma avaliação do risco de lesão, evento adverso


2. Identificar contraindicações ao exame
3. Avaliar estilos de enfrentamento e conhecimento
4. Avaliar medos e fobias
5. Observar as precauções padronizadas/universais
6. Documentar dados relevantes

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Fase Anterior à Realização do Exame


Metodologia das análises
Seguir os Verificar as solicitações e Documentar os medicamentos de
procedimentos dos documentar com informações uso do cliente  podem influenciar
exames com precisão. completas, precisas e legíveis. os resultados dos exames

1. Assegurar-se de que as amostras de materiais sejam coletadas corretamente, preservadas,


manipuladas, rotuladas e transportadas para o departamento próprio.
2. Observar as precauções padronizadas/universais para controle de infecção da instituição.
3. Os profissionais da área de saúde devem usar equipamento de proteção individual (EPI).
4. Coordenar as atividades do cliente com os horários dos exames:
a. Manter o cliente em dieta zero, quando necessário
b. Administrar os medicamentos adequados na hora certa
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


14
19/06/2017

www.romulopassos.com.br
Fase Anterior à Realização do Exame
Fatores Interferentes

1. Coleta, manuseio, armazenamento ou rotulagem feitos de modo inadequado.


Desvios dos resultados dos

2. Conservante errado ou falta de conservante.

3. Envio atrasado da amostra.


exames

4. Preparo incorreto ou incompleto do cliente.

5. Amostras hemolisadas.

6. Coleta incompleta de amostras, especialmente de amostras programadas.

7. Amostras velhas ou deterioradas.

www.romulopassos.com.br

Fase Anterior à Realização do Exame


Fatores interferentes

Dieta incorreta antes da realização do exame.


Relacionados aos clientes

Terapia medicamentosa atual/ Tipo de doença/ Desidratação.


Posição ou atividade no momento da coleta do material.
Estado pós-prandial (ex: horário da última refeição do cliente).
Uso não revelado de substâncias ilícitas ou álcool etílico.
Gravidez/ Idade ou sexo.
Nível do conhecimento e compreensão sobre o processo do exame.
Estresse/Falta de adesão-não cumprimento das instruções para o exame.

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


15
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase Anterior à Realização do Exame


Resultado do exame
É importante saber os valores/intervalos e variações normais ou de referência.

“Normal” pode se referir ao


Os limites de normalidade
estado de saúde ideal, a
podem variar um pouco de um
valores ou intervalos médios
laboratório para outro  tipo
de referência ou a tipos de
de equipamento usado.
distribuições estatísticas.

Os laboratórios devem A interpretação dos


Considerar os fatores especificar os limites da resultados laboratoriais
podem influenciar os normalidade. Muitos fatores deve ocorrer sempre
resultados do exame afetam os valores laboratoriais dentro do contexto do
e influenciam os limites. estado do cliente.

www.romulopassos.com.br

Fase Anterior à Realização do Exame


Ética e legislação

O DIREITO DO CLIENTE

Às informações, ao diagnóstico e prognóstico corretos;

Aos formulários de consentimento testemunhado


adequadamente assinados;

E às explicações e instruções a respeito dos riscos, bem


como dos benefícios dos exames.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


16
19/06/2017

OBRIGADA!

Exames Laboratoriais e
Complementares
Considerações Gerais
Parte 3

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


17
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase De Realização Do Exame:


Elementos De Cuidados Seguros, Efetivos, Conscientes Ou Informados

Coletar amostras ou tecido O profissional de saúde precisa


A assistência durante o

ter conhecimento básico:


exame tem como

Monitorar o ambiente do exame


objetivo:

Executar ou assistir os procedimentos sobre o procedimento e


Proporcionar conforto emocional e físico
o exame

Administrar analgésicos e sedativos S/N deve ter a competência


necessária para realizá-
Monitorar os SSVV e outros parâmetros
lo ou assistir no
processo.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Fase de realização do exame


Controle de Infecção

Instituir protocolos de Observar medidas especiais e


controle e prevenção de técnicas de esterilização,
infecção aceitáveis. conforme apropriado.

Usar ferramentas e
Garantir a qualidade na
equipamentos
coleta, transporte e recepção
adequadamente limpos e
das amostras
preparados.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


18
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase de realização do exame


Controle de Infecção
O termo precauções-padrão  Sistema de controle de doenças que pressupõe que todo
contato direto com líquidos ou tecidos corporais é potencialmente infeccioso e que toda
pessoa exposta a esse contato deve se proteger.
Profissionais de saúde devem ser conscientes e informados sobre a adoção das
precauções-padrão e de normas rígidas de controle de infecção.
Roupas protetoras apropriadas e outros dispositivos, ou EPI, devem ser usados,
quando necessário.
Coleta e descarte de amostras devem ser feitos de acordo com os padrões.
Instituições podem ter normas e procedimentos próprios para cumprir os padrões.

As precauções-padrão prevalecem em todas as situações nas quais existe uma possibilidade,


mesmo remota, de risco de exposição a sangue, tecido e outros líquidos corporais.

www.romulopassos.com.br

Fase de realização do exame


Amostras e Procedimentos
Coleta
A coleta de material e a condução dos procedimentos são as principais
intervenções da fase anterior à realização do exame e de sua realização.
Obter, processar, transportar e armazenar as amostras adequadamente.
Determine o tipo de amostra necessária e o método de obtenção da amostra,
podem ser necessários equipamentos e suprimentos especiais .
A coleta feita pelo cliente A coleta supervisionada Um terceiro método
requer cooperação, requer supervisão do de coleta requer que
compreensão e instrução. cliente por pessoal o profissional de
Nem sempre é preciso treinado durante a coleta saúde realize toda a
supervisão direta. da amostra. coleta.
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


19
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase de realização do exame


Amostras e Procedimentos
Considerações sobre material de coleta de amostras:
Coleta de urina e fezes requer kits e recipientes limpos e secos.
Coleta programada de urina demanda refrigeração ou recipientes especiais.
Kits especiais e recipientes esterilizados e secos são necessários para uma amostra limpa de
urina que despreza o primeiro jato.
Amostras de materiais da boca, da saliva e do escarro requerem técnicas e kits específicos
e, às vezes, preservativos especiais.
Os equipamentos para coletar sangue incluem luvas, tubos coletores, seringas, torniquetes,
recipiente para descarte das agulhas, lancetas para punção da pele, agentes de limpeza ou
preparados antimicrobianos para a pele e curativos adesivos.
Tubos e rolhas codificadas por cores indicam o tipo de aditivo presente no tubo coletor

www.romulopassos.com.br

Cor do tubo coletor e aditivos Finalidade

Tubo tampa amarela: poliestireno Coleta para hemocultura: técnicas


sulfonato de sódio (PSS) assépticas para retirada de sangue

Tubo tampa azul-clara: citrato de Para estudos da coagulação do


sódio como anticoagulante plasma (ex: tempo de protrombina)

Tubos separadores de soro tampa Para coletar amostras de soro, como


amarela ou vermelha (SST) para análise química.
Para química do soro, sorologia,
Tubo tampa vermelha (normal):
banco de sangue, coleta de amostras
sem anticoagulante, sem aditivo
de sangue coagulado.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


20
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Cor do tubo coletor e aditivos Finalidade


Tubo tampa azul-royal: sem EDTA
Para níveis de alumínio, arsênico,
ou heparina sódica (sem
cromo, cobre, níquel e zinco
anticoagulante – sangue coágulo)
Tubo tampa amarela ou vermelha Para soro, usado para a maioria dos
marmorizada: com gel separador exames químicos; Não indicado para
de soro (SST) uso em banco de sangue
Tubo tampa verde-clara
marmorizada: gel separador/lítio; Para determinar o potássio.
heparina como anticoagulante
Para amostras de plasma
Tubo tampa marrom: com
heparinizado para testar níveis de
heparina como anticoagulante
chumbo.
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Cor do tubo coletor e aditivos Finalidade

Tubo tampa cor lavanda: com Para sangue total e plasma


EDTA hematologia e hemograma comp.

Tubo tampa azul-royal: sem


aditivos, com EDTA ou heparina Para toxicologia, cádmio e mercúrio
sódica

Tubo tampa cinza: com oxalato de Para níveis de glicose, tolerância à


potássio e fluoreto de sódio glicose e níveis de álcool.

Tubo cor-de-rosa simples: sem


Para banco de sangue.
aditivo ou anticoagulante

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


21
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Cor do tubo coletor e aditivos Finalidade

Tubo negro: com citrato de sódio Para velocidade de


(liga o cálcio) hemossedimentação

Para amostras de plasma


Tubo tampa verde: anticoagulante heparinizado, química plasmática,
heparina gasometria arterial e exames
especiais, como níveis de amônia,
de hormônios e de eletrólitos.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br
Fase de realização do exame
Posicionamento para os procedimentos
O posicionamento e o alinhamento adequados do corpo implicam colocar o cliente na
melhor posição possível para o procedimento e alinhar o corpo corretamente para que
as funções respiratória e circulatória estejam ótimas.

Genupeitoral Decúbito ventral Litotômica

Sentada Decúbito dorsal Trendelemburg

O uso de dispositivos de posicionamento, almofadas e reposicionamento são


intervenções importantes para prevenir compressão e lesões na pele.

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


22
19/06/2017

Fase de realização do exame


Sensibilidade e alergia ao látex
Precauções para proteger o cliente contra a alergia ao látex
Algumas estratégias e os protocolos
1. Identificar clientes alérgicos (com história pregressa de problemas
relacionados com cateteres, tubos, drenos, itens domésticos, preservativos,
luvas de látex, balões, brinquedos etc.);

2. Nunca usar luvas de látex com talco quando cuidar de um cliente alérgico;

3. Evitar o contato do látex com tecido (feridas, mucosas, vagina). Lavar as


mãos de maneira adequada;

4. Manter-se atualizado sobre os produtos que contêm látex.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Fase de realização do exame


Controle da dor, suporte e monitoramento
Transmitir informações apropriadas, tranquilidade e apoio durante todo o
procedimento para acalmar a ansiedade e o medo.

Administrar sedativos, analgésicos ou antieméticos, conforme prescrito.

Preservar a dignidade do cliente, providenciar privacidade e minimizar


qualquer situação que possa causar constrangimento ou estresse.

Continuar monitorando durante todos os procedimentos, bem como após o


término deles, se indicado.
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


23
19/06/2017

OBRIGADA!

Exames Laboratoriais e
Complementares
Considerações Gerais
Parte 4

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


24
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase posterior à realização do exame: elementos de


cuidados seguros, efetivos, conscientes ou informados
O foco da fase posterior à A avaliação dos resultados e
realização do exame são da efetividade após o exame

• cuidados pós-intervenção ao • da assistência


cliente e as atividades
• do aconselhamento
• as observações e o
• do planejamento da alta
monitoramento necessários
para prevenir ou minimizar • e os encaminhamentos
complicações.

São os principais componentes dessa fase.


Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Fase Posterior à Realização Do Exame


Resultados anormais dos exames

Relatar e interpretar os resultados corretamente.

Padrões anormais, às vezes, fornecem + informações


úteis que desvios de um único exame.

Por outro lado, os resultados de um exame único


podem ser normais em clientes com uma doença
provada.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


25
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase Posterior à Realização Do Exame


Resultados anormais dos exames
I Reconhecer resultados anormais do exame e considerar as implicações para o
cliente tanto em estádios agudos quanto crônicos, e também o rastreamento.

II Quanto maior o grau de anormalidade do exame, maior a probabilidade de o


resultado ser mais grave.

III Considerar o papel dos medicamentos quando os resultados dos exames forem
anormais.

IV Considerar as variações bioculturais ao interpretar os resultados dos exames.

V Avaliar variáveis relacionadas com idade e resultados dos exames; alterações na


fisiologia relacionadas à idade dos órgãos do corpo (ex: coração, pulmões e rins).

www.romulopassos.com.br

Fase Posterior à Realização Do Exame


Orientações no acompanhamento
I Informar o cliente sobre os resultados dos exames e suas implicações no que se
refere a tratamentos e exames adicionais e possíveis mudanças no estilo de
vida.

II A interpretação do resultado do exame envolve a reavaliação dos fatores de


interferência e do cumprimento das orientações pelo cliente.

III Nenhum exame é perfeito; porém, quanto ↑ o grau de anormalidade indicado


no resultado, ↑ a probabilidade de que o resultado seja significativo.

IV Notificar o cliente sobre os resultados do exame depois da consulta com o médico.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


26
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase Posterior à Realização Do Exame


Orientações no acompanhamento
V Ajudar os clientes a interpretarem os resultados de exames coletivos.

VI Identificar as diferenças entre o ponto de vista do cliente sobre a situação; o


profissional de saúde sobre os exames e a doença; e as percepções da equipe de
assistência.

VII Ao dar aconselhamento genético, o profissional de saúde precisa ter


sensibilidade para as implicações dos distúrbios genéticos ou metabólicos.

VIII Estar familiarizado com técnicas de intervenção no caso de uma crise para
clientes que apresentam dificuldade em lidar com a fase posterior à realização
do exame.
Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Fase Posterior à Realização Do Exame


Orientações no acompanhamento
IX Encorajar o cliente a ter o máximo de controle possível sobre a situação.

X Reconhecer que os diferentes estágios de respostas comportamentais podem


durar várias semanas.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


27
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Biossegurança
Fase posterior à realização do exame
É uma enorme preocupação nos laboratórios que manuseiam
patógenos.

OBJETIVO  Conter os agentes perigosos para reduzir ou eliminar


a possível exposição dos profissionais do laboratório e de outras
pessoas.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Níveis de laboratórios de biossegurança


N1 - Agentes não conhecidos como causadores de doenças em
adultos saudáveis;
N2 - Agentes de risco moderado que constituem risco se
engolidos, inalados ou se entrarem em contato com a pele;
N3 - Agentes potencialmente letais existentes no ar;
N4 – Usados para doenças com alto risco de morte sem vacinas
ou tratamento.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


28
19/06/2017

www.romulopassos.com.br

Fase Posterior À Realização Do Exame


Quando os clientes procuram atendimento:
Têm percepções, preocupações, ansiedades a respeito do processo
diagnóstico e sobre o que suas doenças significam para eles próprios e
seus entes queridos;
E que estratégias serão usadas para lidar com a situação e quais
recursos estão disponíveis.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

www.romulopassos.com.br

Como profissionais de saúde é crucial demonstrar a capacidade de


identificar e aceitar o ponto de vista do cliente o máximo possível.

Atingindo esse ponto, podemos, começar a compreender e nos


comunicar nos níveis mais profundos, necessário para um
relacionamento terapêutico.

Curso de Capacitação em Interpretação de Exames

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


29
19/06/2017

OBRIGADA!

Thais Evelyn Bernardo Ferro - 152.887.947-31


30

Você também pode gostar