Você está na página 1de 6

FICHA DE TRABALHO

Língua Portuguesa – 9.º ano

Centro de Actividades Educacionais Lda.

Antes de responderes, lê, atentamente, os textos e as questões. Depois, responde


de forma clara, correcta e completa às perguntas que te são formuladas.

Grupo I

Lê com atenção os excertos A e B do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente,

TEXTO A quanto mais fostes fumoso.


ANJO: Não se embarca tirania
Neste batel divinal. TEXTO B
FID: Não sei porque haveis por mal
Que entre a minha senhoria… Vai-se à barca do Anjo, e diz:
ANJO: Pera vossa fantesia
Mui estreita é esta barca. ONZ: Hou da barca! Hou-lá! Hou!
FID: Pera senhor de tal marca Haveis logo de partir?
Nom há aqui mais cortesia? ANJO: E onde queres tu ir?
Venha a prancha e atavio! ONZ: Eu pra o paraíso vou.
Levai-me desta ribeira! ANJO: Pois quanto eu bem fora estou
ANJO: Não vindes vós de maneira De te levar para lá
Pera ir neste navio. Essoutra te levará.
Essoutro vai mais vazio: Vai para quem te enganou!
A cadeira entrará, ONZ: Por que?
E o rabo caberá ANJO: Porque esse bolsão
E todo vosso senhorio. Tomara todo o navio.
Vós ireis mais espaçoso ONZ: Juro a Deus que vai vazio!
Com fumosa senhoria, ANJO: Não já no teu coração.
cuidando na tirania ONZ: Lá me ficam de rodão
do povo queixoso; Vinte e seis milhões nua
e porque, de generoso Arca.
desprezastes os pequenos, DIAB: Pois que onzena tanto abarca
achar-vos-ei tanto menos Não lhe deis embarcação.

Responde, agora, às questões de forma clara, correcta e completa.

Os textos A e B apresentam duas personagens que se sujeitam a um julgamento após a


sua morte.
1. Indica-as.
________________________________________________________________________

2. Identifica os símbolos que cada personagem transporta.


________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

3. Refere para que servem os símbolos que acompanham as personagens.


________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

4. Como classificas as duas personagens que indicaste em 1? Explica porquê.


________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
5. Atenta no texto A.
FICHA DE TRABALHO

Língua Portuguesa – 9.º ano

Centro de Actividades Educacionais Lda.

5.1. Enumera as acusações que são feitas pelo Anjo à personagem com quem ele
contracena.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

5.2. Que argumento de defesa apresenta a personagem para justificar a sua pretensão de
entrada na Barca da Glória? Fundamenta a tua resposta com expressões textuais.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

6. Atenta, agora, no texto B.

6.1. A personagem em julgamento não é bem aceite pelo Anjo. Explica porquê.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

6.2. Transcreve do texto B um exemplo da certeza manifestada pela a personagem em


relação ao seu destino.
________________________________________________________________________

II

1. Classifica as afirmações como verdadeiras ou falsas e corrige as falsas:


a) Gil Vicente criticou fortemente os grandes e poderosos do seu tempo.
________________________________________________________________________

b) O teatro vicentino apresenta personagens individualizadas.


________________________________________________________________________

c) O Auto da Barca do Inferno foi composto sem qualquer divisão externa.


________________________________________________________________________

d) Gil Vicente escreveu com o objectivo de corrigir os costumes a partir do riso, isto é, deu
forma ao princípio latino “ridendo, castigat mores”.
________________________________________________________________________

e) O Anjo e o Diabo dão personagens alegóricas, porque representam uma classe social.
________________________________________________________________________

III
FICHA DE TRABALHO

Língua Portuguesa – 9.º ano

Centro de Actividades Educacionais Lda.

1 Atenta nos seguintes textos.

TEXTO 1 TEXTO 2 TEXTO 3

As palavras O que é a droga? (…) O sentido mais Já chove.


insistente que o termo evoca é o da No segredo da copa das árvores
São como um cristal, escondem-se as gotas novas de chuva. O
As palavras. alteração: sem droga somos uma coisa. jardim está triste. As flores encolhem-se
Algumas, um punhal, Com ela fazemo-nos outra. E é a relação de medo. Os pássaros recolhem-se,
Um incêndio. com o outro que se modifica quando pelo cautelosos, para manterem as penas
Outras, meio se mete a droga. secas. Até os balouços, balouçando
Orvalho apenas. vazios de vento, choram perdidos
lágrimas de chuva inquieta. (…)
(…)
In Coração do Dia, José Luís Lopes Fernandes, Alexandre Honrado, Uma Bruxa na
Eugénio de Andrade A página da educação – Junho de 2003 Floresta de Pedra

1.1. Tendo em conta os teus conhecimentos sobre textos literários e textos não-literários,
classifica os textos 1, 2 e 3.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

1.2. Enumera quatro características dos textos:


a) literários - ______________________________________________________________
________________________________________________________________________

b) não-literários - __________________________________________________________
________________________________________________________________________

2. De acordo com os conhecimentos que adquiriste sobre a história da língua portuguesa,


assinala a opção correcta.

O latim que originou as línguas românicas foi o latim Os cultismos / latinismos são…
falado pelas classes humildes, ou seja…
O latim erudito. as palavras latinas vindas por via popular.
o latim vulgar. as palavras latinas vindas por via erudita.

A maioria das palavras do latim entrou no português A existência de duas vias, através das quais o latim
por influenciou a nossa língua, justifica que…
um étimo possa dar origem a mais do que uma
via erudita. palavra portuguesa.
via popular. um étimo latino só possa dar origem a uma
palavra.

Por sua vez, há palavras que provém de étimos


diferentes e convergem para a mesma forma As palavras divergentes são palavras que…
vocabular, escrevendo-se…
de maneiras diferentes. provêm do mesmo étimo latino.
da mesma maneira. provêm de étimos latinos diferentes.
FICHA DE TRABALHO

Língua Portuguesa – 9.º ano

Centro de Actividades Educacionais Lda.

3. Indica os fenómenos que ocorrem nas seguintes palavras:


a) Bonam> bõa> boa - ______________________________________________________
b) Calidu> caldo - __________________________________________________________
c) Absente> ausente - ______________________________________________________
d) Dat> dá - ______________________________________________________________
e) Ante> antes - ___________________________________________________________
f) Feria> feira - ____________________________________________________________
g) Persicu> pêssego - ______________________________________________________
h) Personam> persona> pessona> pessõa> pessoa - _____________________________

IV

Num texto de 80 a 100 palavras dá a tua opinião sobre um destes temas:


 O bem como virtude e o mal como defeito;
 A importância dos nossos actos em vida no que acontecerá depois da nossa morte;
 Onde iremos parar logo que falecemos.

Não te esqueças de redigir uma composição com frases claras, que evidenciem o recurso a um vocabulário
adequado e diversificado, que respeite a estrutura sintáctica das frases, a pontuação, a ortografia e que
apresente uma boa articulação entre as diferentes partes do texto.

In fichas fornecidas pelas escolas


PROPOSTA DE CORRECÇÃO
FICHA DE TRABALHO

Língua Portuguesa – 9.º ano

Centro de Actividades Educacionais Lda.

1. No texto A, a personagem que se sujeita a julgamento é o Fidalgo e no texto B, a


personagem que se sujeita a julgamento é o Onzeneiro.

2. Os símbolos do Fidalgo são o pajem, a cadeira e o manto e o do Onzeneiro é o bolsão.

3. Os símbolos que acompanham as personagens representam os “pecados” que as


acompanham e que as levam a “julgamento”.

4. As duas personagens são personagens-tipo, porque representam os vícios da classe


social a que pertencem.

5.
5.1. As acusações feitas pelo Anjo foram ter levado uma vida de prazeres, sem se importar
com ninguém, ter sido tirano para com o povo, a quem desprezava e ser muito vaidoso.

5.2. O argumento de defesa apresentado pela personagem é “não sei por que haveis por
mal que entre minha senhoria.

6.
6.1. O Onzeneiro não é bem aceite pelo Anjo porque leva o coração cheio de pecados,
cheio de amor pelo dinheiro e o bolsão representa esse dinheiro.

6.2. “Eu pra o paraíso vou”.

II

1.
a) F / Gil Vicente criticou fortemente os vícios da sociedade da sua época.

b) F / O teatro vicentino apresenta personagens-tipo.

c) V

d) V

e) F / O Anjo e o Diabo são personagens alegóricas porque representam o Bem e o Mal, o


Céu e o Inferno.

III

1.
1.1. O texto 1 é literário, o texto 2 é não literário e o texto 3 é literário.

1.2.
a) Tendência para a subjectividade, finalidade estética, linguagem conotativa, predomínio
da função poética.

b) Tendência para a objectividade, finalidade utilitária, linguagem denotativa, predomínio


da função informativa.
2.
FICHA DE TRABALHO

Língua Portuguesa – 9.º ano

Centro de Actividades Educacionais Lda.

O latim que originou as línguas românicas foi o latim Os cultismos / latinismos são…
falado pelas classes humildes, ou seja…
O latim erudito. as palavras latinas vindas por via popular.
o latim vulgar. as palavras latinas vindas por via erudita.

A maioria das palavras do latim entrou no português A existência de duas vias, através das quais o latim
por influenciou a nossa língua, justifica que…
um étimo possa dar origem a mais do que uma
via erudita. palavra portuguesa.
via popular. um étimo latino só possa dar origem a uma
palavra.

Por sua vez, há palavras que provém de étimos As palavras divergentes são palavras que…
diferentes e convergem para a mesma forma
vocabular, escrevendo-se… provêm do mesmo étimo latino.
de maneiras diferentes. provêm de étimos latinos diferentes.
da mesma maneira.

3.
a) Bonam> bõa> boa – síncope (n) - desnasalização
b) Calidu> caldo - síncope
c) Absente> ausente - vocalização
d) Dat> dá - apócope
e) Ante> antes - paragoge
f) Feria> feira - metátese
g) Persicu> pêssego - assimilação
h) Personam> persona> pessona> pessõa> pessoa – apócope (m final), assimilação (rs-
ss), síncope (n), desnasalização

in fichas fornecidas pelas escolas

Você também pode gostar