Você está na página 1de 3

Exemplo de citação de texto de lei de vade mecum:

No texto:

Art. 5º, CF/88: Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer
natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a
inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade, nos termos seguintes: [...]
XXXII - o Estado promoverá, na forma da lei, a defesa do consumidor; [...]
(BRASIL, 2011, p.11)

Nas referências:

BRASIL, Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Constituição da


República Federativa do Brasil. IN: PINTO, Antonio Luiz de Toledo; WINDT, Márcia
Cristina Vaz dos Santos; CÉSPEDES, Livia. Vade Mecum Saraiva. 11. Ed. São Paulo:
Saraiva, 2011. p. 9 – 83.

OBS: Lembrando que: caso você use mais de uma lei inserta no mesmo Vade Mecum, você
deverá usar letras “a”, “b”, etc. Ou seja quantas forem necessários em conformidade com o
número de lei que citou – isso ocorrerá uma vez que o autor, neste caso Brasil, tem uma série
de leis do mesmo ano.

Ex:

BRASIL, Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Constituição da


República Federativa do Brasil. IN: PINTO, Antonio Luiz de Toledo; WINDT, Márcia
Cristina Vaz dos Santos; CÉSPEDES, Livia. Vade Mecum Saraiva. 11. Ed. São Paulo:
Saraiva, 2011a. p. 9 – 83.

BRASIL, Lei nº 8.079, de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do


consumidor e dá outras provisências. IN: PINTO, Antonio Luiz de Toledo; WINDT,
Márcia Cristina Vaz dos Santos; CÉSPEDES, Livia. Vade Mecum Saraiva. 11. Ed.
São Paulo: Saraiva, 2011b. p. 855 – 867.

Exemplo de citação de texto de lei jurisprudência:

No texto:
O Superior Tribunal de Justiça (STJ), recentemente, frisou:

As normas de proteção e defesa do consumidor têm índole de ordem pública


e interesse social. São, portanto, indisponíveis e inafastáveis, pois
resguardam valores básicos e fundamentais da ordem jurídica do Estado
Social, daí a impossibilidade de o consumidor delas abrir mão. (BRASIL,
2010)

Nas referências:

BRASIL, Superior Tribunal de Justiça. REsp 586.316. Rel. Min Herman Benjamim, 2ª
Turma. Diário da Justiça, Brasília, 19 mar.2010).

Exemplo de citação de texto de bolg:

No texto:

Bruno Zampier em seu blog postou os seguintes questionamentos que podem


advir dessa situação:

- os familiares teriam o direito de solicitar o afastamento do sigilo do email


ou rede social de uma pessoa para comunicar aos amigos o falecimento
desta?
- tal fato violaria os direitos da personalidade da pessoa morta, tais como a
privacidade e intimidade? neste sentido, vc (sic) se incomodaria com tal fato?
- poderia haver no testamento uma autorização para quebra das senhas de
internet, para que pessoas ali designadas tivessem acesso às contas de redes
sociais, blogs, etc, e as encerrassem após a morte do usuário?
- mesmo sem esta autorização testamentária, os parentes poderiam solicitar
em juízo o afastamento do sigilo das senhas das contas utilizadas pelo
falecido, a fim de se colocar um fim nestas? (ZAMPIER, 20110)

Nas referências:

ZAMPIER, Bruno. Internet postmortem. 30 ago. 2011


<http://www.brunozampier.com.br/site/2011/08/internet-post-mortem/ > acesso em: 18
ago. 2012.

Exemplo de citação de notícia:


No texto:

Segundo reportagem veiculada no Jornal Estado de Minas no dia 12 de abril de 2012,


“morrer nos dias de hoje não significa mais cair no esquecimento” (HERANÇA, 2012).

Nas referências:

HERANÇA digital. Estado de Minas: caderno de informática. Belo Horizonte, 12 abr.


2012.

Exemplo de citação de notícia de internet:

No texto:

Em notícia recente, a corte alemã considerou ser a internet um bem essencial da vida
(CORTE ALEMÃ..., 2013)

Nas referências:

CORTE ALEMÃ julga internet como serviço essencial. Mundo Positivo. 25 jan. 2013.
Disponível em: <http://www.mundopositivo.com.br/noticias/brasil/20138626-
corte_alema_julga_internet_como_servico_essencial.html> Acesso em: 25 jan. 2013.

Você também pode gostar