Você está na página 1de 131

S E N T E

P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 2-3 23/07/18 11:20


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
PRESENTE
LINGUA PORTUGUESA

E A BASE NACIONAL
COMUM CURRICULAR
Ensino Fundamental • Anos Iniciais

MATERIAL PARA O PROFESSOR

LP BNCC_CADERNO
FRONTIS PDF FINALGERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 1 23/07/18 09:36
APRESENTAÇÃO

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relativa à Educação In-


fantil e ao Ensino Fundamental, foi homologada pelo MEC no final de
2017. As escolas, tanto públicas como privadas, terão o biênio 2018-
-2019 para conhecê-la e adaptar-se de modo a efetivamente aplicá-la
a partir de 2020.
Buscando contribuir para orientar o professor do 1o ano durante
esse processo, as autoras do Projeto Presente Língua Portuguesa
elaboraram este caderno composto por três partes:
• uma visão breve, mas abrangente, da BNCC, destacando, ao final, o
componente curricular Língua Portuguesa;
• um exame das determinações da BNCC em face do Projeto Presente
Língua Portuguesa 1o ano;
• algumas atividades para o professor de 1o ano usar em sala de aula
de forma a atender mais completamente o que a BNCC determina.

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 2 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

EXAMINANDO A BASE
NACIONAL COMUM
CURRICULAR

RELEVÂNCIA
Como a BNCC define as competências pretendidas para os alunos e
as habilidades específicas que devem ser dominadas em cada etapa
do ensino, ela se constitui na diretriz para estados, municípios e Dis-
trito Federal elaborarem seus currículos e para cada unidade escolar,
seja pública ou privada, construir seu projeto pedagógico.
Trata-se de uma novidade que pode ter forte impacto em nosso
horizonte educacional porque determina os conteúdos essenciais de
cada ano escolar em cada etapa da educação básica, uma exigência
que não existia há décadas, pois estados, municípios e até unidades
escolares isoladas podiam seguir programações próprias. Agora, po-
rém, passa a haver uma base unificada para todo o ensino nacional.
Em consequência, a médio prazo, a BNCC influenciará, além dos cur-
rículos, projetos político-pedagógicos e planejamentos que orientam
os processos de ensino e de aprendizagem, as avaliações de larga
escala (como Saeb, Provinha Brasil, Prova Brasil, ANA), os livros didá-
ticos e a formação docente.

HISTÓRICO
A proposta de criação de uma base comum Educação (PNE), instituído em 2014, a Base
curricular não é recente. Desde a promulga- Nacional Comum Curricular (BNCC) começou a
ção da Constituição Federal, em 1988, já se ser construída em 2015 com a finalidade de
indicava, no artigo 210, a necessidade de es- estabelecer os conteúdos fundamentais a se-
tabelecer “conteúdos mínimos para o Ensino rem aprendidos por crianças e jovens durante
Fundamental, de maneira que assegurasse a a Educação Básica.
formação básica comum” (BRASIL, 1988). Tal De 2015 a 2017, foram divulgadas e discu-
aspecto foi ratificado na Lei de Diretrizes e Ba- tidas versões preliminares da BNCC. Reunindo
ses da Educação Nacional (LDB n. 9.394/96) e críticas e sugestões de instituições educa-
nos documentos oficiais subsequentes, como cionais, tanto públicas como privadas, e de
os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e educadores de todo o país, chegou-se ao do-
as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). cumento homologado em dezembro de 2017,
Como estratégia articulada ao cumprimento cuja implementação nas escolas é obrigatória
de algumas das metas do Plano Nacional da a partir de 2020.

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 3 3/7/18 6:14 pm


AS COMPETÊNCIAS GERAIS PRETENDIDAS
A BNCC trata da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do
Ensino Médio*, os três níveis de ensino que compõem a escolaridade
básica no país. Nesse percurso, busca-se dotar os educandos de dez
competências gerais, que listamos a seguir:

1. Valorizar e utilizar os conhecimentos histo- 6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências


ricamente construídos sobre o mundo físico, culturais e apropriar-se de conhecimentos e
social, cultural e digital para entender e expli- experiências que lhe possibilitem entender
car a realidade, continuar aprendendo e co- as relações próprias do mundo do traba-
laborar para a construção de uma sociedade lho e fazer escolhas alinhadas ao exercício
justa, democrática e inclusiva. da cidadania e ao seu projeto de vida, com
liberdade, autonomia, consciência crítica e
2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer responsabilidade.
à abordagem própria das ciências, incluindo
a investigação, a reflexão, a análise crítica, a 7. Argumentar com base em fatos, dados e in-
imaginação e a criatividade, para investigar formações confiáveis, para formular, negociar
causas, elaborar e testar hipóteses, formular e e defender ideias, pontos de vista e decisões
resolver problemas e criar soluções (inclusive comuns que respeitem e promovam os direi-
tecnológicas) com base nos conhecimentos tos humanos, a consciência socioambiental e
das diferentes áreas. o consumo responsável em âmbito local, re-
gional e global, com posicionamento ético em
3. Valorizar e fruir as diversas manifestações ar- relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e
tísticas e culturais, das locais às mundiais, e do planeta.
também participar de práticas diversificadas
8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saú-
da produção artístico-cultural.
de física e emocional, compreendendo-se na
4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral diversidade humana e reconhecendo suas
ou visual-motora, como Libras, e escrita), emoções e as dos outros, com autocrítica e ca-
corporal, visual, sonora e digital –, bem como pacidade para lidar com elas.
conhecimentos das linguagens artística, mate- 9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução
mática e científica, para se expressar e partilhar de conflitos e a cooperação, fazendo-se res-
informações, experiências, ideias e sentimen- peitar e promovendo o respeito ao outro e
tos em diferentes contextos e produzir senti- aos direitos humanos, com acolhimento
dos que levem ao entendimento mútuo. e valorização da diversidade de indivíduos e
5. Compreender, utilizar e criar tecnologias di- de grupos sociais, seus saberes, identidades,
gitais de informação e comunicação de forma culturas e potencialidades, sem preconcei-
crítica, significativa, reflexiva e ética nas di- tos de qualquer natureza.
versas práticas sociais (incluindo as escolares) 10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia,
para se comunicar, acessar e disseminar in- responsabilidade, flexibilidade, resiliência e
formações, produzir conhecimentos, resolver determinação, tomando decisões com base
problemas e exercer protagonismo e autoria em princípios éticos, democráticos, inclusi-
na vida pessoal e coletiva. vos, sustentáveis e solidários.

* Até o fechamento desta edição, a BNCC do Ensino Médio encontrava-se em análise no Conselho Nacional de Educação (CNE).

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 4 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

BNCC: ESTRUTURA NO ENSINO FUNDAMENTAL


O Ensino Fundamental engloba cinco áreas do conhecimento:
Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e
Ensino Religioso. Algumas dessas áreas do conhecimento têm mais
de um componente curricular. Essa estrutura pode ser visualizada no
seguinte organograma:

ENSINO FUNDAMENTAL

Áreas do conhecimento

Componentes curriculares

Anos Anos
iniciais finais
(1O ao 5O ano) (6O ao 9O ano)

Língua
Portuguesa

Arte

Linguagens

Educação Física

Língua Inglesa

Matemática Matemática

Ciências da
Ciências
Natureza

Geografia
Ciências
Humanas
História

Ensino Religioso Ensino Religioso

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 5 3/7/18 6:14 pm


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
Cada área do conhecimento busca levar os des elaboradas para cada componente curricu-
alunos a adquirir um grupo de competências lar em cada ano escolar. As habilidades expres-
específicas. Há também as competências de sam as aprendizagens essenciais de cada etapa
cada componente curricular.
da escolarização. Dominando as habilidades
De que maneira os alunos poderão desenvol-
previstas para cada ano escolar, em um proces-
ver as competências gerais, as específicas de
cada área do conhecimento e as de cada com- so de ensino e aprendizagem sempre norteado
ponente curricular? pelas competências mais gerais, espera-se que
Segundo a BNCC, tais competências serão os alunos concluam a educação básica dotados
alcançadas por meio de um elenco de habilida- das competências pretendidas.

Para saber mais sobre a BNCC, consulte os sites:


<www.basenacionalcomum.mec.gov.br> <www.movimentopelabase.org.br>
O site apresenta a BNCC em versão para navegação O site, gerido por um grupo não governamental de pro-
on-line ou em formato editável (pode-se baixar uma fissionais da educação, promove debates, produz estu-
tabela com os dados desejados). Também permite o dos e pesquisas com gestores, professores e alunos e
download do arquivo para impressão (em PDF). investiga casos de sucesso em vários países.

AS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS


Em articulação com as competências gerais da BNCC, a área de
Linguagens propõe que se assegure aos alunos o desenvolvimento
das seguintes competências específicas:

1. Compreender as linguagens como construção 4. Utilizar diferentes linguagens para defender pon-
humana, histórica, social e cultural, de nature- tos de vista que respeitem o outro e promovam
za dinâmica, reconhecendo-as e valorizando- os direitos humanos, a consciência socioambien-
-as como formas de significação da realidade tal e o consumo responsável em âmbito local,
e expressão de subjetividades e identidades regional e global, atuando criticamente frente a
sociais e culturais. questões do mundo contemporâneo.
2. Conhecer e explorar diversas práticas de lin- 5. Desenvolver o senso estético para reconhecer,
guagem (artísticas, corporais e linguísticas) em fruir e respeitar as diversas manifestações artís-
diferentes campos da atividade humana para ticas e culturais, das locais às mundiais, inclu-
sive aquelas pertencentes ao patrimônio cul-
continuar aprendendo, ampliar suas possibili-
tural da humanidade, bem como participar de
dades de participação na vida social e colabo-
práticas diversificadas, individuais e coletivas,
rar para a construção de uma sociedade mais da produção artístico-cultural, com respeito à
justa, democrática e inclusiva. diversidade de saberes, identidades e culturas.
3. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou 6. Compreender e utilizar tecnologias digitais de
visual-motora, como Libras, e escrita), corpo- informação e comunicação de forma crítica, sig-
ral, visual, sonora e digital –, para se expressar nificativa, reflexiva e ética nas diversas práticas
e partilhar informações, experiências, ideias e sociais (incluindo as escolares), para se comuni-
sentimentos em diferentes contextos e produ- car por meio das diferentes linguagens e mídias,
zir sentidos que levem ao diálogo, à resolução produzir conhecimentos, resolver problemas e
de conflitos e à cooperação. desenvolver projetos autorais e coletivos.

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 6 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

A LÍNGUA PORTUGUESA NA BNCC


As competências específicas de Língua Portuguesa são apresenta-
das a seguir.

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, 6. Analisar informações, argumentos e opiniões


histórico, social, variável, heterogêneo e sensí- manifestados em interações sociais e nos
vel aos contextos de uso, reconhecendo-a como meios de comunicação, posicionando-se ética
meio de construção de identidades de seus usuá- e criticamente em relação a conteúdos discri-
rios e da comunidade a que pertencem. minatórios que ferem direitos humanos e am-
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhe- bientais.
cendo-a como forma de interação nos di- 7. Reconhecer o texto como lugar de mani-
ferentes campos de atuação da vida social e festação e negociação de sentidos, valores e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades ideologias.
de participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se en- 8. Selecionar textos e livros para leitura integral,
volver com maior autonomia e protagonismo de acordo com objetivos, interesses e projetos
na vida social. pessoais (estudo, formação pessoal, entreteni-
mento, pesquisa, trabalho etc.).
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e
multissemióticos que circulam em diferentes 9. Envolver-se em práticas de leitura literária
campos de atuação e mídias, com compreen- que possibilitem o desenvolvimento do sen-
são, autonomia, fluência e criticidade, de so estético para fruição, valorizando a litera-
modo a se expressar e partilhar informações, tura e outras manifestações artístico-culturais
experiências, ideias e sentimentos, e continuar como formas de acesso às dimensões lúdicas,
aprendendo. de imaginário e encantamento, reconhecendo
4. Compreender o fenômeno da variação lin- o potencial transformador e humanizador da
guística, demonstrando atitude respeitosa experiência com a literatura.
diante de variedades linguísticas e rejeitando 10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferen-
preconceitos linguísticos.
tes linguagens, mídias e ferramentas digitais
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e para expandir as formas de produzir sentidos
o estilo de linguagem adequados à situação co- (nos processos de compreensão e produção),
municativa, ao(s) interlocutor(es) e ao gênero aprender e refletir sobre o mundo e realizar
do discurso/gênero textual. diferentes projetos autorais.

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 7 3/7/18 6:14 pm


O PROJETO PRESENTE
LÍNGUA PORTUGUESA
E A BNCC

O diagrama abaixo enumera, inicialmente, Em seguida, listam-se os campos de atuação


os eixos que organizam a proposição de habi- que vão permitir que se identifiquem tanto um
lidades para o Ensino Fundamental em Língua conjunto de gêneros textuais próprios como
Portuguesa, com os quais os professores já es- rotinas comunicativas institucionalizadas, si-
tão familiarizados desde os Parâmetros Curri- nalizando para um ensino-aprendizagem ali-
culares Nacionais. nhado às práticas sociais e culturais.

Oralidade

Leitura
Práticas de linguagem1
Produção de textos

Análise linguística/semiótica

Língua Portuguesa
Da vida cotidiana (anos iniciais)
no Ensino Fundamental

Artístico-literário

De estudo e pesquisa
Campos de atuação2

Jornalístico-midiático (anos finais)

Da vida pública (anos iniciais)

De atuação na vida pública


(anos finais)

1. O conceito de “práticas de linguagem” refere-se às dimensões particulares do funcionamento da linguagem em relação


às práticas sociais, nas quais a linguagem assume uma função de mediação. Como as práticas sociais são múltiplas e
diversas, as práticas de linguagem, consequentemente, são heterogêneas, e os papéis assumidos pelos interlocutores,
os ritos e as normas, inerentes à circulação discursiva, são dinâmicos e variáveis.
2. Os campos de atuação, que designam esferas de produção discursiva ou de atividade humana, caracterizam-se como
espaços estruturados de posições nos quais há certo domínio de concorrência e disputa interna. Os campos constituem
práticas discursivas dentro das quais se pode identificar tanto um conjunto de gêneros textuais próprios como rotinas
comunicativas institucionalizadas.

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 8 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

É a partir do cruzamento entre os eixos organizadores e os campos


de atuação que são relacionados os objetos de conhecimento a que
se vincula a proposição das habilidades que pretendem assegurar a
continuidade das aprendizagens ao longo dos anos de escolarização.
Em síntese, são estes objetos de conhecimento elencados pela BNCC:

EIXO DA LEITURA

Reconstrução e reflexão sobre as condições de produção e recepção dos textos pertencentes a diferentes gêneros
e que circulam nas diferentes mídias e campos de atuação

Dialogia e relação entre textos

Reconstrução da textualidade

Reflexão crítica sobre as temáticas tratadas e validade das informações

Compreensão dos efeitos de sentido provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de gêneros diversos

Estratégias e procedimentos de leitura

Adesão às práticas de leitura

EIXO DA PRODUÇÃO DE TEXTOS

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos que regem a circulação de diferentes gêneros
nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Dialogia e relação entre textos

Alimentação temática

Construção da textualidade

Aspectos notacionais e gramaticais

Estratégias de produção

EIXO DA ORALIDADE

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos orais que regem a circulação de diferentes
gêneros nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Compreensão de textos orais

Produção de textos orais

Compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de diferentes gêneros

Relação entre fala e escrita

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 9 3/7/18 6:14 pm


EIXO DA ANÁLISE LINGUÍSTICA/SEMIÓTICA

Fono-ortografia

Morfossintaxe

Semântica

Variação linguística

Elementos notacionais da escrita

Esse panorama do documento permite avaliar, em linhas gerais, que


as escolhas didático-metodológicas, orientadoras do trabalho desen-
volvido no Projeto Presente Língua Portuguesa, respondem ao que de-
termina a BNCC.

1. A diversidade de gêneros priorizados ofe- texto – Compreensão”, “De olho no tex-


rece ao professor a possibilidade de de- to – Oralidade” e “De olho no seu texto
senvolver projetos ou sequências de ativi- – Produção”, os alunos podem entrar em
dades que contemplam os vários campos contato com textos de diferentes gêneros,
de atuação previstos pela BNCC para os atuando em diferentes situações comuni-
anos iniciais, como descrito no quadro cativas e mobilizando as habilidades im-
abaixo. Ao realizar as atividades das se- plicadas nos processos de produção ou de
ções “Primeiros contatos”, “De olho no recepção de textos orais ou escritos.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Da vida Artístico- De estudo e Da vida


Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Cantiga de roda

Legenda de foto

1o ano Poema

Conto acumulativo e de
repetição

Seção “Ler para aprender”

Marchinha de carnaval

2o ano Adivinha

Conto de encantamento

10

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 10 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

CAMPOS DE ATUAÇÃO
Da vida Artístico- De estudo e Da vida
Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Regras de brincadeira

Relato de memória

2o ano Notícia (lide)

Conto de animais

Unidade “Ler para aprender”

Carta

Relato de viagem

Fábula

Notícia
3o ano
Conto latino-americano

Entrevista

Poema

Unidade “Ler para aprender”

Resenha

Conto árabe

Lenda

Reportagem de turismo
4o ano
Cordel

Biografia

Conto de artimanha

Unidade “Ler para aprender”

Conto etiológico africano

Poema

Notícia

Crônica
5o ano
Mito grego

Artigo de opinião

Conto de mistério

Unidade “Ler para aprender”

11

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 11 3/7/18 6:14 pm


2. Em relação ao tratamento dado aos conteú- o modo singular com que as palavras produ-
dos referentes ao eixo “Análise linguística/ zem efeitos de sentido. As seções “Atividades
semiótica”, como a BNCC sustenta (p. 78), permanentes – Alfabetização”, “Padrões da es-
desenvolve-se transversalmente aos eixos “Lei- crita” e “Gramática: primeiras aproximações”
tura” e “Produção de textos”, envolvendo a refletem sobre as convenções da escrita, a for-
análise textual, gramatical, lexical, fonológica matação do texto na página e a análise das pa-
e das materialidades das outras linguagens. Na lavras, a fim de garantir melhor entendimento
seção “De olho no texto – Organização”, os na leitura e coesão na escrita.
elementos da estrutura composicional e suas
formas de acabamento – abertura, desenvol- 3. Propondo um diálogo mais amplo com as
vimento e fechamento, segmentação em pará- práticas da cultura digital, o Projeto Pre-
grafos para hierarquizar os tópicos tratados – sente Língua Portuguesa procura mobilizar
são estudados ao mesmo tempo que se tecem objetos e atividades digitais que exploram
os sentidos. Na seção “De olho no texto – Es- diferentes linguagens, mídias e ferramen-
tilo”, apreciam-se as regularidades linguísticas tas para permitir outras formas de produzir
que caracterizam os diferentes tipos textuais e sentidos.

AS HABILIDADES DA BNCC NO PROJETO


PRESENTE LÍNGUA PORTUGUESA 1O ANO

Além dos objetivos listados no início de cada unidade, nas tabelas


a seguir, apresentamos uma relação das atividades trabalhadas no
1o ano e suas respectivas habilidades.

UNIDADE 1 – Cantigas de roda

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF01LP02, EF01LP05, EF01LP07, EF01LP08,


• Na loja do mestre André EF01LP10, EF01LP13, EF01LP14, EF01LP15

Atividade permanente – Alfabetização


• Alfabeto
EF01LP32, EF01LP33, EF01LP34, EF01LP38
• Localização de palavras em uma cantiga
• Bingo de nomes

De olho no texto – Organização EF01LP01, EF01LP07, EF01LP08, EF01LP09,


• A barata diz que tem EF01LP38, EF01LP41

Atividade permanente – Alfabetização


• Alfabeto
• Localização de palavras em adivinhas EF01LP34, EF01LP07, EF01LP17, EF01LP26
• Álbum de figurinhas
• Organização da agenda

De olho no texto – Oralidade


EF01LP04, EF01LP19, EF01LP41
• A barata diz que tem

12

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 12 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Atividade permanente – Produção de texto EF01LP09, EF01LP13, EF01LP16, EF01LP17,


• Crachá de identificação EF01LP22

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP02, EF01LP07, EF01LP08, EF01LP09,
• Escrita de nomes
EF01LP18, EF01LP32
• Escrita de nomes de brincadeira

De olho no texto – Oralidade


EF01LP04, EF01LP41
• De marré, marré

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP04, EF01LP19, EF01LP38, EF01LP41
• Ordenação da cantiga O meu chapéu tem três pontas

EF01LP02, EF01LP05, EF01LP07, EF01LP08,


De olho no texto – Compreensão
EF01LP10, EF01LP13, EF01LP14, EF01LP15

Atividade permanente – Alfabetização


• Localização de palavras trocadas
EF01LP07, EF01LP16, EF01LP32
• Localização de palavras (maior-menor)
• Escrita de nome de estabelecimento

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP14, EF01LP16, EF01LP20, EF01LP22
• Lista de tarefas domésticas

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP18, EF01LP24, EF01LP31
• Masculino e feminino

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP16, EF01LP22
• Parlenda

Atividade permanente – Alfabetização


• Complementação de parlendas
• Tapão de letras EF01LP03, EF01LP05, EF01LP07, EF01LP16,
• Escrita de nome de profissão EF01LP18, EF01LP32, EF01LP33, EF01LP34
• Ordenação da cantiga A pulga, de Vinicius de Moraes
• Associação entre imagens e o nome delas

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP16, EF01LP22
• Lista de gostosuras

De olho no seu texto – Produção EF01LP01, EF01LP19, EF01LP22

13

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 13 3/7/18 6:14 pm


UNIDADE 2 – Legendas de foto

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF01LP02, EF01LP03, EF01LP05, EF01LP06,


• Legenda de fotos de jornais, revistas e internet EF01LP13, EF01LP14, EF01LP15

Atividade permanente – Alfabetização


• Ordem alfabética
• Escrita de palavra relacionada à brincadeira EF01LP07, EF01LP31, EF01LP32,
• Localização de palavras em cantiga EF01LP33, EF01LP34, EF01LP38
• Álbum de figurinhas
• Cruzadinha

Atividade permanente – Produção de texto EF01LP14, EF01LP16, EF01LP19,


• E-mail EF01LP20, EF01LP22, EF01LP23

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP07, EF01LP18, EF01LP36
• Escrita de lista de peças do vestuário

De olho no texto – Oralidade


• Relato de passeio com informações sobre pessoas, lugar e EF01LP06, EF01LP31
tempo do acontecimento

Atividade permanente – Alfabetização


• Escrita de novas palavras relacionadas à brincadeira
• Escrita de novas palavras com base em combinações de EF01LP07, EF01LP16, EF01LP27
partes de palavras
• Cruzadinha

De olho no texto – Organização


• Legenda de fotos de álbum de família e lugares turísticos EF01LP01, EF01LP02, EF01LP03,
• Estrutura das legendas com informações sobre quem faz o EF01LP10
que e onde

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP16, EF01LP22
• Transcrição de canção

Atividade permanente – Alfabetização


• Complementação de poema
• Criação de novas palavras com base em combinações de EF01LP07, EF01LP16, EF01LP27
partes das palavras
• Associação entre características e o nome do animal

Atividade permanente – Produção de texto EF01LP14, EF01LP16, EF01LP20,


• Lista de convidados para casamento EF01LP22

De olho no texto – Oralidade EF01LP01, EF01LP02, EF01LP03,


• Apresentação e comentário de uma notícia recente EF01LP05

14

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 14 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Atividade permanente – Alfabetização


• Ordenação da cantiga Ciranda, cirandinha EF01LP07, EF01LP41
• Álbum de figurinhas

Atividade permanente – Produção de texto EF01LP14, EF01LP16, EF01LP19,


• Antecipação do final da história EF01LP22

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP07, EF01LP16
• Localização de palavras em poemas

De olho no seu texto – Produção EF01LP01, EF01LP19, EF01LP20,


• Legendas EF01LP22

UNIDADE 3 – Poemas

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF01LP01, EF01LP02, EF01LP05, EF01LP07,


• O ron-ron do gatinho, de Ferreira Gullar EF01LP10, EF01LP15

Atividade permanente – Alfabetização


• Escrita de rimas EF01LP07, EF01LP24
• Álbum de figurinhas

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP19, EF01LP20, EF01LP22
• Indicação de leitura

De olho no texto – Organização


EF01LP01, EF01LP08, EF01LP15, EF01LP28,
• Segredo, de Henriqueta Lisboa; Canção em Ó, de Elias José
EF01LP41, EF01LP42
• Onomatopeia

Atividade permanente – Alfabetização


• Escrita de resposta de curiosidade EF01LP16, EF01LP19, EF01LP24, EF01LP41
• Criação de versos

De olho no texto – Oralidade


EF01LP24, EF01LP41, EF01LP42
• Apresentação de adivinhas

Atividade permanente – Alfabetização


• Seleção de legendas de selos EF01LP09, EF01LP13, EF01LP16, EF01LP22,
• Localização de palavras em lista EF01LP24
• Criação de selos de animais e escrita de legendas

Atividade permanente – Produção de texto EF01LP02, EF01LP09, EF01LP13, EF01LP16,


• Parlenda EF01LP19, EF01LP24, EF01LP41

15

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 15 3/7/18 6:14 pm


Atividade permanente – Alfabetização
• Leitura de títulos de contos e de receitas culinárias EF01LP07, EF01LP08, EF01LP24
• Adivinhas

De olho no texto – Compreensão EF01LP01, EF01LP02, EF01LP07, EF01LP08,


• A foca, de Vinicius de Moraes EF01LP10, EF01LP24

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP07, EF01LP16, EF01LP18, EF01LP24
• Estrofe de poema

Atividade permanente – Alfabetização


• Ordenação da parlenda Hoje é domingo
EF01LP07, EF01LP16, EF01LP24
• Associação entre fotos de animais e
curiosidades sobre eles

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP18, EF01LP20, EF01LP24
• Bilhete

De olho no seu texto – Oralidade EF01LP01, EF01LP18, EF01LP23, EF01LP24,


• Sarau de poemas EF01LP41, EF01LP42

Atividade permanente – Alfabetização


• Álbum de figurinha EF01LP07, EF01LP17, EF01LP18, EF01LP24
• Cruzadinha

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP16, EF01LP18, EF01LP24
• Quadrinha

Atividade permanente – Alfabetização


• Escrita de características de animais
• Adivinhas EF01LP07, EF01LP16, EF01LP18, EF01LP24
• Cruzadinha
• Escrita de nome de animais

De olho no seu texto – Produção


EF01LP19, EF01LP20, EF01LP22, EF01LP23
• Convite

UNIDADE 4 – Contos acumulativos e de repetição

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF01LP01, EF01LP02, EF01LP05,


• A bolsa, a bolsinha e a bolsona, de Rosane Pamplona EF01LP07, EF01LP37

Atividade permanente – Alfabetização


• Localização de palavras em uma lista EF01LP07, EF01LP24
• Associação entre personagens e títulos de história

16

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 16 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP01, EF01LP16, EF01LP41
• Adivinha

Atividade permanente – Alfabetização


• Localização e cópia de palavras EF01LP07, EF01LP18, EF01LP24
• Álbum de figurinhas

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP16, EF01LP23
• Parlenda

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP07, EF01LP16, EF01LP32,
• Forca
EF01LP34
• Localização e escrita de títulos ditados

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP14, EF01LP16, EF01LP24
• Cantiga de ninar

Atividade permanente – Alfabetização EF01LP07, EF01LP24, EF01LP38,


• Ordenação de quadrinha A casinha da vovó EF01LP41

De olho no texto – Compreensão EF01LP01, EF01LP05, EF01LP07,


• O dia em que Jack foi procurar sua fortuna, EF01LP10, EF01LP13, EF01LP14,
de Joseph Jakobs EF01LP37, EF01LP42, EF01LP43

Atividade permanente – Alfabetização


• Associação entre palavras e imagens EF01LP07, EF01LP16, EF01LP24
• Leitura e escrita de nomes de personagens

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP16, EF01LP24
• Placa de rua e endereço

Atividade permanente – Produção de texto EF01LP14, EF01LP16, EF01LP20,


• Lista de tarefas domésticas EF01LP22

Atividade permanente – Alfabetização


EF01LP18, EF01LP24, EF01LP31
• Masculino e feminino

De olho no texto – Organização


• O céu está caindo!, de Rosane Pamplona EF01LP01, EF01LP05, EF01LP37,
• Localização de trechos que se repetem, ordem em que EF01LP42, EF01LP43
aparecem no texto

Atividade permanente – Alfabetização


• Álbum de figurinhas
• Cruzadinha
EF01LP07, EF01LP18, EF01LP24
• Lista de ingredientes
• Ordenação de quadrinha – Laranjeira pequenina
• Localização de nomes de brinquedos e brincadeiras

17

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 17 3/7/18 6:14 pm


Atividade permanente – Produção de texto
EF01LP16, EF01LP22
• Lista de gostosuras

De olho no seu texto – Produção


EF01LP01, EF01LP07, EF01LP16
• Bilhete

De olho no texto – Oralidade


EF01LP40, EF01LP42
• Apresentação de conto acumulativo

De olho no seu texto – Produção EF01LP02, EF01LP16, EF01LP19,


• Conto acumulativo EF01LP22

Ler para aprender – Brinquedos e brincadeiras


• Hora de brincar, de Cathia Abreu EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF12LP17,
• Quadros sinópticos EF02LP20, EF02LP22, EF02LP25, EF12LP17,
• Entrevista EF35LP17
• Ficha técnica

EF01LP07, EF01LP09, EF01LP14, EF01LP15,


Almanaque
EF01LP24, EF01LP41, EF01LP42, EF01LP43

De leitor para leitor EF01LP12

18

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 18 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

SUGESTÕES
DE ATIVIDADES
COMPLEMENTARES
1O ANO

HABILIDADE: EF15LP02
1. A situação proposta convoca os alunos a participar de um jogo de
antecipações e inferências em torno de um conto tradicional.

Leia para os alunos um conto de encantamen-  Registre as falas para retomá-las depois da
to. Para isso, organize o espaço de modo que os leitura do texto em voz alta.
alunos fiquem sentados confortavelmente em
círculo. Importante
Lembre-se de que a possibilidade de levantar
Antes da leitura
suposições ajustadas tem relação com diversos
 Informe aos alunos dados relevantes sobre fatores: o conhecimento prévio de como esse
o autor: nome, percurso como escritor, nacio-
gênero se organiza, o conteúdo temático mais
nalidade, outros textos literários escritos por
recorrente e o repertório dos alunos de situa-
ele etc.
ções de leitura e escuta de histórias.
 Diga o nome do conto e pergunte: “Do que a
história vai tratar?”, “Como será que ela ter- Depois da leitura
mina?”, “Quais personagens vocês imaginam  Retome as inferências e antecipações feitas
que participarão da trama?”, “Qual será o lu- pelos alunos e pergunte quais delas se confir-
gar em que a história se passa?”. maram. Convide-os a justificar suas afirmações.

HABILIDADES: EF15LP02
EF15LP15
2. A situação proposta a seguir convoca os alunos a participar de um
EF15LP18 jogo com as palavras e as imagens.

Escolha um livro em que as ilustrações e os tex- Antes da leitura


tos sejam indissociáveis. Sugestões: Bruxa, bru-  Chame a atenção para as ilustrações da capa.
xa, venha a minha festa, de Druce Arden, Editora Ajude os alunos a observar cada detalhe.
Brinque Book; A casa sonolenta, de Audrey Wood,  Forneça informações sobre o autor. Pergunte
Editora Ática; Mania de explicação, de Adriana se conhecem outros livros escritos por ele.
Falcão, Editora Salamandra. Organize um espa- Se o autor for conhecido, pergunte sobre os
ço cuidadosamente para que os alunos fiquem assuntos que costuma abordar, se são livros
confortáveis. Se possível, digitalize o livro para engraçados, comoventes etc. Proponha aos
apresentá-lo num projetor. É importante também alunos que levantem hipóteses a respeito do
levá-lo impresso para circular pela classe. conteúdo do livro. Pergunte a eles qual o as-

19

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 19 3/7/18 6:14 pm


sunto que acham que vai tratar e em que pistas  Pergunte também a respeito do que pensa-
se apoiaram para supor do que tratará o texto. ram enquanto ouviram a leitura.
 Observe se conseguem estabelecer relações  Selecione uma das páginas para analisar
entre as imagens e o título do livro. atentamente a relação entre as imagens e o
Durante a leitura texto, observando se percebem que as ima-
 Leia o texto para os alunos, se possível pro- gens contribuem para inferir, antecipar ou
jetando as páginas. Chame a atenção para ampliar o sentido do texto escrito.
como as ilustrações estão organizadas, que  Proponha a eles que escolham uma das pági-
informações elas apresentam, quais são as nas para ilustrar de um modo diferente.
relações entre imagem e texto, cuidando para
 Organize um mural ou varal com os desenhos
que o fluxo da leitura não fique truncado.
e proponha conversas entre eles para com-
Depois da leitura partilharem as decisões que tomaram no mo-
 Converse a respeito das personagens. mento de ilustrar a página.

HABILIDADES: EF15LP01
EF01LP19
3. A situação proposta a seguir convoca os alunos a participar de um
sarau com declamação de poemas.

Propor aos alunos que declamem poemas em  Assista com os alunos a declamações de
público cria a necessidade de que memorizem, poemas e escute poemas gravados no CD
aprendam a fazer entonações e deem ritmo à que acompanha o livro didático, levantando
fala de modo adequado ao contexto de comuni- as características próprias dessa situação de
comunicação (ritmo da fala, entonação etc.).
cação. Organizar um sarau torna-se, então, uma
Apresente, por exemplo, o vídeo em que Pe-
oportunidade de se aproximar de uma prática
dro Bandeira declama Mais respeito, eu sou
social e aprender suas formas e usos. criança!, disponível em: <https://novaescola.
 Selecione poemas adequados à faixa etária org.br/conteudo/3925/pedro-bandeira-de
clama-mais-respeito-eu-sou-crianca>. Sele-
e liste também os que já são conhecidos pe-
cione os poemas que serão declamados e
los alunos. Leia os poemas, compartilhando
ensaie com os alunos.
informações importantes sobre os portado-  Produza com a classe o convite para o sarau,
res desse gênero (livros, CDs etc.). Converse defina o lugar para a apresentação, organize
sobre a apresentação do sarau e defina com o espaço e realize um último ensaio antes
a turma quem será o público. da apresentação.

20

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 20 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

21

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 21 3/7/18 6:14 pm


22

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 22 3/7/18 6:14 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

23

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 23 3/7/18 6:14 pm


24

pdf-PPLP1-BNCC-M.indd 24 3/7/18 6:14 pm


S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 2-3 23/07/18 11:20


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 4-5 23/07/18 11:20


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
PRESENTE
LINGUA PORTUGUESA

E A BASE NACIONAL
COMUM CURRICULAR
Ensino Fundamental • Anos Iniciais

MATERIAL PARA O PROFESSOR

LP BNCC_CADERNO
FRONTIS PDF FINALGERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 2 23/07/18 09:36
APRESENTAÇÃO

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relativa à Educação In-


fantil e ao Ensino Fundamental, foi homologada pelo MEC no final de
2017. As escolas, tanto públicas como privadas, terão o biênio 2018-
-2019 para conhecê-la e adaptar-se de modo a efetivamente aplicá-la
a partir de 2020.
Buscando contribuir para orientar o professor do 2o ano durante
esse processo, as autoras do Projeto Presente Língua Portuguesa
elaboraram este caderno composto por três partes:
• uma visão breve, mas abrangente, da BNCC, destacando, ao final, o
componente curricular Língua Portuguesa;
• um exame das determinações da BNCC em face do Projeto Presente
Língua Portuguesa 2o ano;
• algumas atividades para o professor de 2o ano usar em sala de aula
de forma a atender mais completamente o que a BNCC determina.

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 2 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

EXAMINANDO A BASE
NACIONAL COMUM
CURRICULAR

RELEVÂNCIA
Como a BNCC define as competências pretendidas para os alunos e
as habilidades específicas que devem ser dominadas em cada etapa
do ensino, ela se constitui na diretriz para estados, municípios e Dis-
trito Federal elaborarem seus currículos e para cada unidade escolar,
seja pública ou privada, construir seu projeto pedagógico.
Trata-se de uma novidade que pode ter forte impacto em nosso
horizonte educacional porque determina os conteúdos essenciais de
cada ano escolar em cada etapa da educação básica, uma exigência
que não existia há décadas, pois estados, municípios e até unidades
escolares isoladas podiam seguir programações próprias. Agora, po-
rém, passa a haver uma base unificada para todo o ensino nacional.
Em consequência, a médio prazo, a BNCC influenciará, além dos cur-
rículos, projetos político-pedagógicos e planejamentos que orientam
os processos de ensino e de aprendizagem, as avaliações de larga
escala (como Saeb, Provinha Brasil, Prova Brasil, ANA), os livros didá-
ticos e a formação docente.

HISTÓRICO
A proposta de criação de uma base comum Educação (PNE), instituído em 2014, a Base
curricular não é recente. Desde a promulga- Nacional Comum Curricular (BNCC) começou a
ção da Constituição Federal, em 1988, já se ser construída em 2015 com a finalidade de
indicava, no artigo 210, a necessidade de es- estabelecer os conteúdos fundamentais a se-
tabelecer “conteúdos mínimos para o Ensino rem aprendidos por crianças e jovens durante
Fundamental, de maneira que assegurasse a a Educação Básica.
formação básica comum” (BRASIL, 1988). Tal De 2015 a 2017, foram divulgadas e discu-
aspecto foi ratificado na Lei de Diretrizes e Ba- tidas versões preliminares da BNCC. Reunindo
ses da Educação Nacional (LDB n. 9.394/96) e críticas e sugestões de instituições educa-
nos documentos oficiais subsequentes, como cionais, tanto públicas como privadas, e de
os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e educadores de todo o país, chegou-se ao do-
as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). cumento homologado em dezembro de 2017,
Como estratégia articulada ao cumprimento cuja implementação nas escolas é obrigatória
de algumas das metas do Plano Nacional da a partir de 2020.

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 3 6/7/18 11:43 pm


AS COMPETÊNCIAS GERAIS PRETENDIDAS
A BNCC trata da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do
Ensino Médio*, os três níveis de ensino que compõem a escolaridade
básica no país. Nesse percurso, busca-se dotar os educandos de dez
competências gerais, que listamos a seguir:

1. Valorizar e utilizar os conhecimentos histo- 6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências


ricamente construídos sobre o mundo físico, culturais e apropriar-se de conhecimentos e
social, cultural e digital para entender e expli- experiências que lhe possibilitem entender
car a realidade, continuar aprendendo e co- as relações próprias do mundo do traba-
laborar para a construção de uma sociedade lho e fazer escolhas alinhadas ao exercício
justa, democrática e inclusiva. da cidadania e ao seu projeto de vida, com
liberdade, autonomia, consciência crítica e
2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer responsabilidade.
à abordagem própria das ciências, incluindo
a investigação, a reflexão, a análise crítica, a 7. Argumentar com base em fatos, dados e in-
imaginação e a criatividade, para investigar formações confiáveis, para formular, negociar
causas, elaborar e testar hipóteses, formular e e defender ideias, pontos de vista e decisões
resolver problemas e criar soluções (inclusive comuns que respeitem e promovam os direi-
tecnológicas) com base nos conhecimentos tos humanos, a consciência socioambiental e
das diferentes áreas. o consumo responsável em âmbito local, re-
gional e global, com posicionamento ético em
3. Valorizar e fruir as diversas manifestações ar- relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e
tísticas e culturais, das locais às mundiais, e do planeta.
também participar de práticas diversificadas
8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saú-
da produção artístico-cultural.
de física e emocional, compreendendo-se na
4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral diversidade humana e reconhecendo suas
ou visual-motora, como Libras, e escrita), emoções e as dos outros, com autocrítica e ca-
corporal, visual, sonora e digital –, bem como pacidade para lidar com elas.
conhecimentos das linguagens artística, mate- 9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução
mática e científica, para se expressar e partilhar de conflitos e a cooperação, fazendo-se res-
informações, experiências, ideias e sentimen- peitar e promovendo o respeito ao outro e
tos em diferentes contextos e produzir senti- aos direitos humanos, com acolhimento
dos que levem ao entendimento mútuo. e valorização da diversidade de indivíduos e
5. Compreender, utilizar e criar tecnologias di- de grupos sociais, seus saberes, identidades,
gitais de informação e comunicação de forma culturas e potencialidades, sem preconcei-
crítica, significativa, reflexiva e ética nas di- tos de qualquer natureza.
versas práticas sociais (incluindo as escolares) 10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia,
para se comunicar, acessar e disseminar in- responsabilidade, flexibilidade, resiliência e
formações, produzir conhecimentos, resolver determinação, tomando decisões com base
problemas e exercer protagonismo e autoria em princípios éticos, democráticos, inclusi-
na vida pessoal e coletiva. vos, sustentáveis e solidários.

* Até o fechamento desta edição, a BNCC do Ensino Médio encontrava-se em análise no Conselho Nacional de Educação (CNE).

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 4 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

BNCC: ESTRUTURA NO ENSINO FUNDAMENTAL


O Ensino Fundamental engloba cinco áreas do conhecimento:
Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e
Ensino Religioso. Algumas dessas áreas do conhecimento têm mais
de um componente curricular. Essa estrutura pode ser visualizada no
seguinte organograma:

ENSINO FUNDAMENTAL

Áreas do conhecimento

Componentes curriculares

Anos Anos
iniciais finais
(1O ao 5O ano) (6O ao 9O ano)

Língua
Portuguesa

Arte

Linguagens

Educação Física

Língua Inglesa

Matemática Matemática

Ciências da
Ciências
Natureza

Geografia
Ciências
Humanas
História

Ensino Religioso Ensino Religioso

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 5 6/7/18 11:43 pm


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
Cada área do conhecimento busca levar os des elaboradas para cada componente curricu-
alunos a adquirir um grupo de competências lar em cada ano escolar. As habilidades expres-
específicas. Há também as competências de sam as aprendizagens essenciais de cada etapa
cada componente curricular.
da escolarização. Dominando as habilidades
De que maneira os alunos poderão desenvol-
previstas para cada ano escolar, em um proces-
ver as competências gerais, as específicas de
cada área do conhecimento e as de cada com- so de ensino e aprendizagem sempre norteado
ponente curricular? pelas competências mais gerais, espera-se que
Segundo a BNCC, tais competências serão os alunos concluam a educação básica dotados
alcançadas por meio de um elenco de habilida- das competências pretendidas.

Para saber mais sobre a BNCC, consulte os sites:


<www.basenacionalcomum.mec.gov.br> <www.movimentopelabase.org.br>
O site apresenta a BNCC em versão para navegação O site, gerido por um grupo não governamental de pro-
on-line ou em formato editável (pode-se baixar uma fissionais da educação, promove debates, produz estu-
tabela com os dados desejados). Também permite o dos e pesquisas com gestores, professores e alunos e
download do arquivo para impressão (em PDF). investiga casos de sucesso em vários países.

AS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS


Em articulação com as competências gerais da BNCC, a área de
Linguagens propõe que se assegure aos alunos o desenvolvimento
das seguintes competências específicas:

1. Compreender as linguagens como construção 4. Utilizar diferentes linguagens para defender pon-
humana, histórica, social e cultural, de nature- tos de vista que respeitem o outro e promovam
za dinâmica, reconhecendo-as e valorizando- os direitos humanos, a consciência socioambien-
-as como formas de significação da realidade tal e o consumo responsável em âmbito local,
e expressão de subjetividades e identidades regional e global, atuando criticamente frente a
sociais e culturais. questões do mundo contemporâneo.
2. Conhecer e explorar diversas práticas de lin- 5. Desenvolver o senso estético para reconhecer,
guagem (artísticas, corporais e linguísticas) em fruir e respeitar as diversas manifestações artís-
diferentes campos da atividade humana para ticas e culturais, das locais às mundiais, inclu-
sive aquelas pertencentes ao patrimônio cul-
continuar aprendendo, ampliar suas possibili-
tural da humanidade, bem como participar de
dades de participação na vida social e colabo-
práticas diversificadas, individuais e coletivas,
rar para a construção de uma sociedade mais da produção artístico-cultural, com respeito à
justa, democrática e inclusiva. diversidade de saberes, identidades e culturas.
3. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou 6. Compreender e utilizar tecnologias digitais de
visual-motora, como Libras, e escrita), corpo- informação e comunicação de forma crítica, sig-
ral, visual, sonora e digital –, para se expressar nificativa, reflexiva e ética nas diversas práticas
e partilhar informações, experiências, ideias e sociais (incluindo as escolares), para se comuni-
sentimentos em diferentes contextos e produ- car por meio das diferentes linguagens e mídias,
zir sentidos que levem ao diálogo, à resolução produzir conhecimentos, resolver problemas e
de conflitos e à cooperação. desenvolver projetos autorais e coletivos.

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 6 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

A LÍNGUA PORTUGUESA NA BNCC


As competências específicas de Língua Portuguesa são apresenta-
das a seguir.

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, 6. Analisar informações, argumentos e opiniões


histórico, social, variável, heterogêneo e sensí- manifestados em interações sociais e nos
vel aos contextos de uso, reconhecendo-a como meios de comunicação, posicionando-se ética
meio de construção de identidades de seus usuá- e criticamente em relação a conteúdos discri-
rios e da comunidade a que pertencem. minatórios que ferem direitos humanos e am-
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhe- bientais.
cendo-a como forma de interação nos di- 7. Reconhecer o texto como lugar de mani-
ferentes campos de atuação da vida social e festação e negociação de sentidos, valores e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades ideologias.
de participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se en- 8. Selecionar textos e livros para leitura integral,
volver com maior autonomia e protagonismo de acordo com objetivos, interesses e projetos
na vida social. pessoais (estudo, formação pessoal, entreteni-
mento, pesquisa, trabalho etc.).
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e
multissemióticos que circulam em diferentes 9. Envolver-se em práticas de leitura literária
campos de atuação e mídias, com compreen- que possibilitem o desenvolvimento do sen-
são, autonomia, fluência e criticidade, de so estético para fruição, valorizando a litera-
modo a se expressar e partilhar informações, tura e outras manifestações artístico-culturais
experiências, ideias e sentimentos, e continuar como formas de acesso às dimensões lúdicas,
aprendendo. de imaginário e encantamento, reconhecendo
4. Compreender o fenômeno da variação lin- o potencial transformador e humanizador da
guística, demonstrando atitude respeitosa experiência com a literatura.
diante de variedades linguísticas e rejeitando 10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferen-
preconceitos linguísticos.
tes linguagens, mídias e ferramentas digitais
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e para expandir as formas de produzir sentidos
o estilo de linguagem adequados à situação co- (nos processos de compreensão e produção),
municativa, ao(s) interlocutor(es) e ao gênero aprender e refletir sobre o mundo e realizar
do discurso/gênero textual. diferentes projetos autorais.

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 7 6/7/18 11:43 pm


O PROJETO PRESENTE
LÍNGUA PORTUGUESA
E A BNCC

O diagrama abaixo enumera, inicialmente, Em seguida, listam-se os campos de atuação


os eixos que organizam a proposição de habi- que vão permitir que se identifiquem tanto um
lidades para o Ensino Fundamental em Língua conjunto de gêneros textuais próprios como
Portuguesa, com os quais os professores já es- rotinas comunicativas institucionalizadas, si-
tão familiarizados desde os Parâmetros Curri- nalizando para um ensino-aprendizagem ali-
culares Nacionais. nhado às práticas sociais e culturais.

Oralidade

Leitura
Práticas de linguagem1
Produção de textos

Análise linguística/semiótica

Língua Portuguesa
Da vida cotidiana (anos iniciais)
no Ensino Fundamental

Artístico-literário

De estudo e pesquisa
Campos de atuação2

Jornalístico-midiático (anos finais)

Da vida pública (anos iniciais)

De atuação na vida pública


(anos finais)

1. O conceito de “práticas de linguagem” refere-se às dimensões particulares do funcionamento da linguagem em relação


às práticas sociais, nas quais a linguagem assume uma função de mediação. Como as práticas sociais são múltiplas e
diversas, as práticas de linguagem, consequentemente, são heterogêneas, e os papéis assumidos pelos interlocutores,
os ritos e as normas, inerentes à circulação discursiva, são dinâmicos e variáveis.
2. Os campos de atuação, que designam esferas de produção discursiva ou de atividade humana, caracterizam-se como
espaços estruturados de posições nos quais há certo domínio de concorrência e disputa interna. Os campos constituem
práticas discursivas dentro das quais se pode identificar tanto um conjunto de gêneros textuais próprios como rotinas
comunicativas institucionalizadas.

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 8 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

É a partir do cruzamento entre os eixos organizadores e os campos


de atuação que são relacionados os objetos de conhecimento a que
se vincula a proposição das habilidades que pretendem assegurar a
continuidade das aprendizagens ao longo dos anos de escolarização.
Em síntese, são estes objetos de conhecimento elencados pela BNCC:

EIXO DA LEITURA

Reconstrução e reflexão sobre as condições de produção e recepção dos textos pertencentes a diferentes gêneros
e que circulam nas diferentes mídias e campos de atuação

Dialogia e relação entre textos

Reconstrução da textualidade

Reflexão crítica sobre as temáticas tratadas e validade das informações

Compreensão dos efeitos de sentido provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de gêneros diversos

Estratégias e procedimentos de leitura

Adesão às práticas de leitura

EIXO DA PRODUÇÃO DE TEXTOS

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos que regem a circulação de diferentes gêneros
nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Dialogia e relação entre textos

Alimentação temática

Construção da textualidade

Aspectos notacionais e gramaticais

Estratégias de produção

EIXO DA ORALIDADE

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos orais que regem a circulação de diferentes
gêneros nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Compreensão de textos orais

Produção de textos orais

Compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de diferentes gêneros

Relação entre fala e escrita

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 9 6/7/18 11:43 pm


EIXO DA ANÁLISE LINGUÍSTICA/SEMIÓTICA

Fono-ortografia

Morfossintaxe

Semântica

Variação linguística

Elementos notacionais da escrita

Esse panorama do documento permite avaliar, em linhas gerais, que


as escolhas didático-metodológicas, orientadoras do trabalho desen-
volvido no Projeto Presente Língua Portuguesa, respondem ao que de-
termina a BNCC.

1. A diversidade de gêneros priorizados ofe- texto – Compreensão”, “De olho no tex-


rece ao professor a possibilidade de de- to – Oralidade” e “De olho no seu texto
senvolver projetos ou sequências de ativi- – Produção”, os alunos podem entrar em
dades que contemplam os vários campos contato com textos de diferentes gêneros,
de atuação previstos pela BNCC para os atuando em diferentes situações comuni-
anos iniciais, como descrito no quadro cativas e mobilizando as habilidades im-
abaixo. Ao realizar as atividades das se- plicadas nos processos de produção ou de
ções “Primeiros contatos”, “De olho no recepção de textos orais ou escritos.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Da vida Artístico- De estudo e Da vida


Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Cantiga de roda

Legenda de foto

1o ano Poema

Conto acumulativo e de
repetição

Seção “Ler para aprender”

Marchinha de carnaval

2o ano Adivinha

Conto de encantamento

10

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 10 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

CAMPOS DE ATUAÇÃO
Da vida Artístico- De estudo e Da vida
Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Regras de brincadeira

Relato de memória

2o ano Notícia (lide)

Conto de animais

Unidade “Ler para aprender”

Carta

Relato de viagem

Fábula

Notícia
3o ano
Conto latino-americano

Entrevista

Poema

Unidade “Ler para aprender”

Resenha

Conto árabe

Lenda

Reportagem de turismo
4o ano
Cordel

Biografia

Conto de artimanha

Unidade “Ler para aprender”

Conto etiológico africano

Poema

Notícia

Crônica
5o ano
Mito grego

Artigo de opinião

Conto de mistério

Unidade “Ler para aprender”

11

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 11 6/7/18 11:43 pm


2. Em relação ao tratamento dado aos conteú- o modo singular com que as palavras produ-
dos referentes ao eixo “Análise linguística/ zem efeitos de sentido. As seções “Atividades
semiótica”, como a BNCC sustenta (p. 78), permanentes – Alfabetização”, “Padrões da es-
desenvolve-se transversalmente aos eixos “Lei- crita” e “Gramática: primeiras aproximações”
tura” e “Produção de textos”, envolvendo a refletem sobre as convenções da escrita, a for-
análise textual, gramatical, lexical, fonológica matação do texto na página e a análise das pa-
e das materialidades das outras linguagens. Na lavras, a fim de garantir melhor entendimento
seção “De olho no texto – Organização”, os na leitura e coesão na escrita.
elementos da estrutura composicional e suas
formas de acabamento – abertura, desenvol- 3. Propondo um diálogo mais amplo com as
vimento e fechamento, segmentação em pará- práticas da cultura digital, o Projeto Pre-
grafos para hierarquizar os tópicos tratados – sente Língua Portuguesa procura mobilizar
são estudados ao mesmo tempo que se tecem objetos e atividades digitais que exploram
os sentidos. Na seção “De olho no texto – Es- diferentes linguagens, mídias e ferramen-
tilo”, apreciam-se as regularidades linguísticas tas para permitir outras formas de produzir
que caracterizam os diferentes tipos textuais e sentidos.

AS HABILIDADES DA BNCC NO PROJETO


PRESENTE LÍNGUA PORTUGUESA 2O ANO

Além dos objetivos listados no início de cada unidade, nas tabelas


a seguir, apresentamos uma relação das atividades trabalhadas no
2o ano e suas respectivas habilidades.

UNIDADE 1 – Marchinhas de carnaval

Propostas didáticas Habilidades

Marchinha de carnaval EF15LP01, EF15LP02, EF02LP12, EF02LP15

De olho no texto – Compreensão


EF15LP02, EF15LP03
• A jardineira, de Benedito Lacerda e Humberto Porto

Atividade permanente – Alfabetização


• Alfabeto
EF01LP04, EF01LP05, EF01LP07, EF01LP10,
• Nomes próprios
EF02LP06
• Confecção de agenda
• Bingo dos nomes

De olho no texto – Organização EF15LP01, EF15LP02, EF02LP12, EF02LP15,


• Ó abre alas, de Chiquinha Gonzaga EF12LP07

Atividade permanente – Alfabetização


EF12LP01, EF01LP05
• Ordenação de quadrinhas

12

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 12 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Estilo


• Cara a cara, de Caetano Veloso
EF01LP08, EF01LP09
• Repetição expressiva de palavras
Jogos de linguagem: palavras dentro de palavras

Atividade permanente – Produção de texto


EF12LP11
• Escrita de legenda

Atividade permanente – Alfabetização


• Ordenação de cantigas e de parlendas EF12LP01, EF01LP02, EF12LP03
• Associação de balões de fala com imagens em tirinhas

De olho no texto – Oralidade


EF02LP22, EF02LP23, EF02LP24
• Exposição com apoio em ficha de enquete

Atividade permanente – Alfabetização


• Transcrição de texto em letra de forma EF02LP07, EF02LP08
minúscula para maiúscula

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF12LP05, EF12LP07, EF02LP07, EF02LP08
• Marchinha

UNIDADE 2 – Adivinhas

Propostas didáticas Habilidades

Adivinha EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF02LP12
• Adivinha

Atividade permanente – Alfabetização


• Reflexão sobre as letras finais e iniciais das palavras
EF01LP09, EF02LP11
• Reflexão sobre as partes das palavras que mantêm
e as que se modificam

De olho no texto – Organização


EF15LP03, EF02LP12
• Partes das adivinhas: pergunta e resposta

Atividade permanente – Produção de texto


EF12LP05
• Transcrição de parlenda

De olho no texto – Oralidade


EF01LP19
• Roda de adivinhas

De olho no texto – Estilo


EF02LP12, EF02LP01
• Ponto de interrogação

13

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 13 6/7/18 11:43 pm


De olho no seu texto – Produção e revisão EF12LP05, EF12LP07, EF02LP08, EF15LP06,
• Escrita de adivinhas com palíndromo EF15LP07

UNIDADE 3 – Contos de encantamento

Propostas didáticas Habilidades

Conto de encantamento EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF15LP15, EF15LP16, EF02LP10
• As fadas, de Charles Perrault

Atividade permanente – Alfabetização


• Escrita de nomes de personagens de contos
• Localização de palavras durante ditado de conto EF02LP04, EF12LP01, EF01LP13
e de cantiga
• Adivinhas

Atividade permanente – Produção de texto


EF02LP01, EF02LP27
• Reprodução de um trecho de conto

Atividade permanente – Alfabetização


• Escrita das letras do alfabeto em letra cursiva EF02LP07
(maiúsculas e minúsculas)

De olho no texto – Organização


• As moedas-estrelas, dos Irmãos Grimm
• Chapeuzinho Vermelho, dos Irmãos Grimm EF15LP03, EF02LP28
• Estrutura composicional dos contos de encantamento:
situação inicial, conflito e resolução

De olho no texto – Oralidade


EF02LP15
• Roda de cantoria de cantigas

Atividade permanente – Alfabetização


• Transcrição de cantiga conhecida
EF01LP18, EF02LP04, EF02LP05, EF15LP18
• Ordenação de trechos de conto
• Jogo da memória

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF15LP15, EF15LP16
• A princesa e o grão de ervilha, de Hans Christian Andersen

Atividade permanente – Alfabetização


• Criação de novas palavras com base em combinações de
EF02LP02, EF12LP03
partes de diferentes palavras
• Localização, leitura e escrita de títulos de histórias

Atividade permanente – Produção de texto


EF02LP27
• Transcrição de história

14

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 14 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Estilo


• Os três moços, de Henriqueta Lisboa EF15LP03, EF15LP15, EF15LP16, EF35LP06
• Recursos para evitar a repetição de palavras

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Reconto de história conhecida

Atividade permanente – Alfabetização


• Criação de novas palavras com base em combinações EF02LP02
de partes de diferentes palavras

De olho no seu texto – Produção e revisão


• Escrita do final do conto Mulian, o gavião, EF12LP05, EF02LP08, EF15LP07
recontado por Heloisa Prieto

UNIDADE 4 – Regras de brincadeiras

Propostas didáticas Habilidades

Regra de brincadeira EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF12LP04
• Corrida do ovo

Atividade permanente – Alfabetização


EF02LP04
• Álbum de figurinha

Atividade permanente – Produção de texto


EF02LP13
• Bilhete

De olho no texto – Organização


• Queimada, de Adriana Friedmann
• Travessia da floresta, de Adriana Friedmann EF15LP03, EF02LP12, EF04LP13
• Estrutura das regras de brincadeira:
título, material necessário e regras

Atividade permanente – Alfabetização


EF02LP04, EF02LP05
• Lista de nomes de animais

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF35LP05, EF04LP13
• Rouba-bandeira, de Carlos Felipe

Atividade permanente – Alfabetização


EF02LP04
• Letra H

De olho no texto – Estilo


• Carrinho de lata, de Renata Meirelles EF15LP03, EF02LP09, EF03LP07
• Sinais de pontuação: vírgula em enumerações e ponto

15

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 15 6/7/18 11:43 pm


De olho no texto – Oralidade
EF03LP14
• Lista de brincadeiras

Padrões da escrita
EF04LP07
• Concordância de palavras em gênero e número

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF03LP14, EF15LP06, EF15LP07
• Regra de brincadeira

UNIDADE 5 – Relatos de memória

Propostas didáticas Habilidades

Relato de memória EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF35LP04, EF35LP05
• Os doces do casamento da princesa, de Rosane Pamplona

Atividade permanente – Alfabetização


• Localização de palavras em texto
EF02LP04
• Leitura de palavras com sílabas não canônicas
• Cruzadinha

De olho no texto – Organização


• Na traseira do caminhão, de Dráuzio Varella EF15LP03, EF35LP04, EF35LP05, EF02LP28
• Estrutura do relato com foco na abertura

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Relato de lembrança

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP18
• Decalque de parlenda

De olho no texto – Estilo


• Sua Avó, meu basset, de Sylvia Orthof EF15LP03, EF35LP04, EF35LP05
• Construção de humor por meio do exagero

Padrões da escrita
EF02LP04, EF03LP01
• Letra Q

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF02LP14, EF15LP06
• Escrita de relato a partir de um tema

16

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 16 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

UNIDADE 6 – Notícias

Propostas didáticas Habilidades

Notícia EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


EF12LP08, EF15LP03, EF35LP04, EF35LP05
• 40 árvores em uma só

Atividade permanente – Alfabetização


• Revisão de textos com problemas EF02LP08
de segmentação de palavras

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP18
• Adivinhas

De olho no texto – Organização


EF12LP08, EF15LP03, EF35LP03, EF35LP04
• Japão é obrigado a suspender caça às baleias

Padrões da escrita
EF03LP03, EF35LP13
• Letra H

De olho no texto – Oralidade


EF02LP19
• Recontar notícia

De olho no texto – Estilo


EF12LP08, EF15LP03, EF35LP04, EF35LP05,
• Uma história de animal de estimação perdido com final feliz
EF35LP06
• Recursos para retomar elementos do texto

Padrões da escrita
EF03LP03, EF35LP13
• Letra H

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF12LP11, EF15LP06
• Escrita de título de notícia

UNIDADE 7 – Contos de animais

Propostas didáticas Habilidades

Conto de animais EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF15LP15, EF15LP16, EF35LP06
• A festa no céu, de Silvana Salerno

17

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 17 6/7/18 11:43 pm


Padrões da escrita
EF03LP01, EF03LP02
• Palavras com R ou RR

Atividade permanente – Produção de texto


EF01LP18
• Trecho de música

Padrões da escrita
EF04LP02
• Palavras terminadas com -eiro e -eira

De olho no texto – Organização


• A rã e a raposa, de Figueiredo Pimentel,
EF15LP03, EF15LP15, EF15LP16,
e A tartaruga e a lebre, de Esopo
EF02LP28, EF35LP26
• Estrutura do conto de animais (situação inicial,
conflito e desfecho) e comparação com a fábula

Padrões da escrita
EF02LP01
• Letra inicial maiúscula

De olho no texto – Estilo


• O macaco e o coelho, de Monteiro Lobato
EF15LP03, EF35LP22
• Verbos enunciativos e palavras ou expressões
que sugerem o modo de dizer

De olho no texto – Oralidade


EF12LP05, EF02LP27
• Reconto de histórias

Padrões da escrita
EF02LP01
• Letra inicial maiúscula

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF02LP27, EF15LP05, EF15LP06
• Conto de animais

UNIDADE 8 – Ler para aprender – Insetos

Propostas didáticas Habilidades

• Insetos no cardápio, de Eraldo Medeiros Costa Neto


• Insetos à mesa, de Cathia Abreu
• Você sabia?, de Marcelo Duarte
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF12LP17,
• O que as baratas comem
EF02LP20, EF02LP22, EF02LP25
• Quadros sinópticos
• Curiosidades, de Marcelo Duarte
• Cartaz com curiosidades sobre insetos

EF02LP26, EF12LP02, EF35LP01,


Almanaque
F15LP14, EF12LP04

De leitor para leitor EF35LP02

18

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 18 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

SUGESTÕES
DE ATIVIDADES
COMPLEMENTARES
2O ANO

HABILIDADES: EF15LP03
EF35LP01
1. As crianças têm percepções muito singulares, e escutar o que pensam
EF35LP04 e dizem é condição para ajustar a prática aos conhecimentos prévios
delas. A atividade proposta é fruto da observação de um aluno numa
situação de interpretação de texto. Quando convidado a responder
perguntas sobre os possíveis sentidos de um texto, ele afirmou que
algumas delas eram perguntas de “achar” (no sentido de “encontrar”)
e outras, de “pensar”.

 Apresente o texto à classe (escolha um texto literário do livro didático), informe sobre o autor e per-
gunte se já conhecem algum outro texto escrito por ele. Leia o texto em voz alta e converse com a
classe a respeito das primeiras impressões provocadas pelo que ouviram.
 Peça aos alunos que classifiquem as perguntas da seção “De olho no texto” em duas colunas: pergun-
tas que são de “achar”, em que é preciso localizar uma informação explícita, e perguntas de “pensar”,
que dependem de inferências, estabelecimento de relações etc. Se desejar, você pode acrescentar
perguntas dos dois tipos, elaboradas por eles, ampliando assim o desafio proposto à turma.
 Solicite que compartilhem as respostas com a classe, discutindo as evidências em que se apoiaram
para a classificação das perguntas. Também é possível pedir que formulem uma pergunta de cada
tipo para o texto lido. Peça aos alunos que avaliem se as questões correspondem a cada um dos tipos.
Atividades como essas os ajudam a compreender os enunciados e a dar respostas corretas.

HABILIDADES: EF03LP01
EFLP0302
2. O objetivo desta atividade é planejar situações de sistematização que
EF03LP03 permitam aos alunos o desenvolvimento da capacidade de analisar, clas-
sificar e negociar saberes sobre algumas regularidades ortográficas. Uma
das condições para que uma atividade se transforme em uma situação
de aprendizagem é a circulação de informação pela classe. Já a sistema-
tização do conhecimento é uma condição desejável para que alguns
alunos possam reconhecer o que já sabem, enquanto outros possam se
aproximar do mesmo conteúdo de maneira diferente, construindo-o.

19

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 19 6/7/18 11:43 pm


Proponha aos alunos as seguintes atividades.
 Localizar e copiar palavras que exemplifiquem uma regularidade.
 Ler um texto realçando todas as palavras que contenham, por exemplo, a letra L.
 Transcrever as palavras em uma tabela que descreva os contextos em que a letra pode ocorrer.

L NO INÍCIO OU NO FINAL DA PALAVRA

L + vogal Consoante + L L no final de sílaba ou palavra

levar, habilidade floresta, clareira, atleta alguém, natural

Depois, proponha uma conversa coletiva sobre as situações encontradas e esclareça eventuais dúvidas.

HABILIDADES: EF02LP15
EF12LP18
3. O objetivo desta sequência de atividades é aproximar os alunos de
EF12LP19 alguns dos procedimentos necessários para buscar informações na
internet e compará-las. É importante que essa busca seja supervisionada
por você.

 Retome com os alunos o repertório de cantigas infantis que eles já conhecem, elaborando
uma lista. Informe que muitas dessas canções são antigas e que certamente foram canta-
das pelos pais e avós deles na infância. Como são conhecidas em diversas regiões do país
e transmitidas oralmente, há diferentes versões. Proponha aos alunos que perguntem
aos pais ou aos avós se conhecem a cantiga “A barata”, solicitando que escrevam a letra.
 Peça que apresentem as versões da letra da cantiga e as comparem. Diga aos alunos que con-
sultarão sites especializados para saber se existem outras versões, escolhendo a preferida
da classe.
 Apresente o site <http://letras.mus.br/cantigas-populares/983976/>, explicando aos alunos
como acessá-lo. Se possível, use um projetor que permita fazer a atividade coletivamente. Com-
pare a letra de “A barata” apresentada no site com as versões trazidas pelos alunos. Consulte com
os alunos o site <https://www.letras.mus.br/carequinha/1666129/>, comparando a versão da
cantiga “Sinhaninha” com “A barata”, listando as semelhanças e diferenças.
 Escolhida a versão preferida da turma, afixe-a no mural da sala ou organize uma cantoria para a
classe apresentá-la aos colegas da Educação Infantil.

20

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 20 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

21

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 21 6/7/18 11:43 pm


22

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 22 6/7/18 11:43 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

23

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 23 6/7/18 11:43 pm


24

pdf-PPLP2-BNCC-M.indd 24 6/7/18 11:43 pm


S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 4-5 23/07/18 11:20


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 6-7 23/07/18 11:20


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
PRESENTE
LINGUA PORTUGUESA

E A BASE NACIONAL
COMUM CURRICULAR
Ensino Fundamental • Anos Iniciais

MATERIAL PARA O PROFESSOR

LP BNCC_CADERNO
FRONTIS PDF FINALGERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 3 23/07/18 09:36
APRESENTAÇÃO

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relativa à Educação In-


fantil e ao Ensino Fundamental, foi homologada pelo MEC no final de
2017. As escolas, tanto públicas como privadas, terão o biênio 2018-
-2019 para conhecê-la e adaptar-se de modo a efetivamente aplicá-la
a partir de 2020.
Buscando contribuir para orientar o professor do 3o ano durante
esse processo, as autoras do Projeto Presente Língua Portuguesa
elaboraram este caderno composto por três partes:
• uma visão breve, mas abrangente, da BNCC, destacando, ao final, o
componente curricular Língua Portuguesa;
• um exame das determinações da BNCC em face do Projeto Presente
Língua Portuguesa 3o ano;
• algumas atividades para o professor de 3o ano usar em sala de aula
de forma a atender mais completamente o que a BNCC determina.

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 2 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

EXAMINANDO A BASE
NACIONAL COMUM
CURRICULAR

RELEVÂNCIA
Como a BNCC define as competências pretendidas para os alunos e
as habilidades específicas que devem ser dominadas em cada etapa
do ensino, ela se constitui na diretriz para estados, municípios e Dis-
trito Federal elaborarem seus currículos e para cada unidade escolar,
seja pública ou privada, construir seu projeto pedagógico.
Trata-se de uma novidade que pode ter forte impacto em nosso
horizonte educacional porque determina os conteúdos essenciais de
cada ano escolar em cada etapa da educação básica, uma exigência
que não existia há décadas, pois estados, municípios e até unidades
escolares isoladas podiam seguir programações próprias. Agora, po-
rém, passa a haver uma base unificada para todo o ensino nacional.
Em consequência, a médio prazo, a BNCC influenciará, além dos cur-
rículos, projetos político-pedagógicos e planejamentos que orientam
os processos de ensino e de aprendizagem, as avaliações de larga
escala (como Saeb, Provinha Brasil, Prova Brasil, ANA), os livros didá-
ticos e a formação docente.

HISTÓRICO
A proposta de criação de uma base comum Educação (PNE), instituído em 2014, a Base
curricular não é recente. Desde a promulga- Nacional Comum Curricular (BNCC) começou a
ção da Constituição Federal, em 1988, já se ser construída em 2015 com a finalidade de
indicava, no artigo 210, a necessidade de es- estabelecer os conteúdos fundamentais a se-
tabelecer “conteúdos mínimos para o Ensino rem aprendidos por crianças e jovens durante
Fundamental, de maneira que assegurasse a a Educação Básica.
formação básica comum” (BRASIL, 1988). Tal De 2015 a 2017, foram divulgadas e discu-
aspecto foi ratificado na Lei de Diretrizes e Ba- tidas versões preliminares da BNCC. Reunindo
ses da Educação Nacional (LDB n. 9.394/96) e críticas e sugestões de instituições educa-
nos documentos oficiais subsequentes, como cionais, tanto públicas como privadas, e de
os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e educadores de todo o país, chegou-se ao do-
as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). cumento homologado em dezembro de 2017,
Como estratégia articulada ao cumprimento cuja implementação nas escolas é obrigatória
de algumas das metas do Plano Nacional da a partir de 2020.

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 3 6/7/18 11:42 pm


AS COMPETÊNCIAS GERAIS PRETENDIDAS
A BNCC trata da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do
Ensino Médio*, os três níveis de ensino que compõem a escolaridade
básica no país. Nesse percurso, busca-se dotar os educandos de dez
competências gerais, que listamos a seguir:

1. Valorizar e utilizar os conhecimentos histo- 6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências


ricamente construídos sobre o mundo físico, culturais e apropriar-se de conhecimentos e
social, cultural e digital para entender e expli- experiências que lhe possibilitem entender
car a realidade, continuar aprendendo e co- as relações próprias do mundo do traba-
laborar para a construção de uma sociedade lho e fazer escolhas alinhadas ao exercício
justa, democrática e inclusiva. da cidadania e ao seu projeto de vida, com
liberdade, autonomia, consciência crítica e
2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer responsabilidade.
à abordagem própria das ciências, incluindo
a investigação, a reflexão, a análise crítica, a 7. Argumentar com base em fatos, dados e in-
imaginação e a criatividade, para investigar formações confiáveis, para formular, negociar
causas, elaborar e testar hipóteses, formular e e defender ideias, pontos de vista e decisões
resolver problemas e criar soluções (inclusive comuns que respeitem e promovam os direi-
tecnológicas) com base nos conhecimentos tos humanos, a consciência socioambiental e
das diferentes áreas. o consumo responsável em âmbito local, re-
gional e global, com posicionamento ético em
3. Valorizar e fruir as diversas manifestações ar- relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e
tísticas e culturais, das locais às mundiais, e do planeta.
também participar de práticas diversificadas
8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saú-
da produção artístico-cultural.
de física e emocional, compreendendo-se na
4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral diversidade humana e reconhecendo suas
ou visual-motora, como Libras, e escrita), emoções e as dos outros, com autocrítica e ca-
corporal, visual, sonora e digital –, bem como pacidade para lidar com elas.
conhecimentos das linguagens artística, mate- 9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução
mática e científica, para se expressar e partilhar de conflitos e a cooperação, fazendo-se res-
informações, experiências, ideias e sentimen- peitar e promovendo o respeito ao outro e
tos em diferentes contextos e produzir senti- aos direitos humanos, com acolhimento
dos que levem ao entendimento mútuo. e valorização da diversidade de indivíduos e
5. Compreender, utilizar e criar tecnologias di- de grupos sociais, seus saberes, identidades,
gitais de informação e comunicação de forma culturas e potencialidades, sem preconcei-
crítica, significativa, reflexiva e ética nas di- tos de qualquer natureza.
versas práticas sociais (incluindo as escolares) 10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia,
para se comunicar, acessar e disseminar in- responsabilidade, flexibilidade, resiliência e
formações, produzir conhecimentos, resolver determinação, tomando decisões com base
problemas e exercer protagonismo e autoria em princípios éticos, democráticos, inclusi-
na vida pessoal e coletiva. vos, sustentáveis e solidários.

* Até o fechamento desta edição, a BNCC do Ensino Médio encontrava-se em análise no Conselho Nacional de Educação (CNE).

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 4 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

BNCC: ESTRUTURA NO ENSINO FUNDAMENTAL


O Ensino Fundamental engloba cinco áreas do conhecimento:
Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e
Ensino Religioso. Algumas dessas áreas do conhecimento têm mais
de um componente curricular. Essa estrutura pode ser visualizada no
seguinte organograma:

ENSINO FUNDAMENTAL

Áreas do conhecimento

Componentes curriculares

Anos Anos
iniciais finais
(1O ao 5O ano) (6O ao 9O ano)

Língua
Portuguesa

Arte

Linguagens

Educação Física

Língua Inglesa

Matemática Matemática

Ciências da
Ciências
Natureza

Geografia
Ciências
Humanas
História

Ensino Religioso Ensino Religioso

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 5 6/7/18 11:42 pm


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
Cada área do conhecimento busca levar os des elaboradas para cada componente curricu-
alunos a adquirir um grupo de competências lar em cada ano escolar. As habilidades expres-
específicas. Há também as competências de sam as aprendizagens essenciais de cada etapa
cada componente curricular.
da escolarização. Dominando as habilidades
De que maneira os alunos poderão desenvol-
previstas para cada ano escolar, em um proces-
ver as competências gerais, as específicas de
cada área do conhecimento e as de cada com- so de ensino e aprendizagem sempre norteado
ponente curricular? pelas competências mais gerais, espera-se que
Segundo a BNCC, tais competências serão os alunos concluam a educação básica dotados
alcançadas por meio de um elenco de habilida- das competências pretendidas.

Para saber mais sobre a BNCC, consulte os sites:


<www.basenacionalcomum.mec.gov.br> <www.movimentopelabase.org.br>
O site apresenta a BNCC em versão para navegação O site, gerido por um grupo não governamental de pro-
on-line ou em formato editável (pode-se baixar uma fissionais da educação, promove debates, produz estu-
tabela com os dados desejados). Também permite o dos e pesquisas com gestores, professores e alunos e
download do arquivo para impressão (em PDF). investiga casos de sucesso em vários países.

AS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS


Em articulação com as competências gerais da BNCC, a área de
Linguagens propõe que se assegure aos alunos o desenvolvimento
das seguintes competências específicas:

1. Compreender as linguagens como construção 4. Utilizar diferentes linguagens para defender pon-
humana, histórica, social e cultural, de nature- tos de vista que respeitem o outro e promovam
za dinâmica, reconhecendo-as e valorizando- os direitos humanos, a consciência socioambien-
-as como formas de significação da realidade tal e o consumo responsável em âmbito local,
e expressão de subjetividades e identidades regional e global, atuando criticamente frente a
sociais e culturais. questões do mundo contemporâneo.
2. Conhecer e explorar diversas práticas de lin- 5. Desenvolver o senso estético para reconhecer,
guagem (artísticas, corporais e linguísticas) em fruir e respeitar as diversas manifestações artís-
diferentes campos da atividade humana para ticas e culturais, das locais às mundiais, inclu-
sive aquelas pertencentes ao patrimônio cul-
continuar aprendendo, ampliar suas possibili-
tural da humanidade, bem como participar de
dades de participação na vida social e colabo-
práticas diversificadas, individuais e coletivas,
rar para a construção de uma sociedade mais da produção artístico-cultural, com respeito à
justa, democrática e inclusiva. diversidade de saberes, identidades e culturas.
3. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou 6. Compreender e utilizar tecnologias digitais de
visual-motora, como Libras, e escrita), corpo- informação e comunicação de forma crítica, sig-
ral, visual, sonora e digital –, para se expressar nificativa, reflexiva e ética nas diversas práticas
e partilhar informações, experiências, ideias e sociais (incluindo as escolares), para se comuni-
sentimentos em diferentes contextos e produ- car por meio das diferentes linguagens e mídias,
zir sentidos que levem ao diálogo, à resolução produzir conhecimentos, resolver problemas e
de conflitos e à cooperação. desenvolver projetos autorais e coletivos.

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 6 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

A LÍNGUA PORTUGUESA NA BNCC


As competências específicas de Língua Portuguesa são apresenta-
das a seguir.

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, 6. Analisar informações, argumentos e opiniões


histórico, social, variável, heterogêneo e sensí- manifestados em interações sociais e nos
vel aos contextos de uso, reconhecendo-a como meios de comunicação, posicionando-se ética
meio de construção de identidades de seus usuá- e criticamente em relação a conteúdos discri-
rios e da comunidade a que pertencem. minatórios que ferem direitos humanos e am-
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhe- bientais.
cendo-a como forma de interação nos di- 7. Reconhecer o texto como lugar de mani-
ferentes campos de atuação da vida social e festação e negociação de sentidos, valores e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades ideologias.
de participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se en- 8. Selecionar textos e livros para leitura integral,
volver com maior autonomia e protagonismo de acordo com objetivos, interesses e projetos
na vida social. pessoais (estudo, formação pessoal, entreteni-
mento, pesquisa, trabalho etc.).
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e
multissemióticos que circulam em diferentes 9. Envolver-se em práticas de leitura literária
campos de atuação e mídias, com compreen- que possibilitem o desenvolvimento do sen-
são, autonomia, fluência e criticidade, de so estético para fruição, valorizando a litera-
modo a se expressar e partilhar informações, tura e outras manifestações artístico-culturais
experiências, ideias e sentimentos, e continuar como formas de acesso às dimensões lúdicas,
aprendendo. de imaginário e encantamento, reconhecendo
4. Compreender o fenômeno da variação lin- o potencial transformador e humanizador da
guística, demonstrando atitude respeitosa experiência com a literatura.
diante de variedades linguísticas e rejeitando 10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferen-
preconceitos linguísticos.
tes linguagens, mídias e ferramentas digitais
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e para expandir as formas de produzir sentidos
o estilo de linguagem adequados à situação co- (nos processos de compreensão e produção),
municativa, ao(s) interlocutor(es) e ao gênero aprender e refletir sobre o mundo e realizar
do discurso/gênero textual. diferentes projetos autorais.

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 7 6/7/18 11:42 pm


O PROJETO PRESENTE
LÍNGUA PORTUGUESA
E A BNCC

O diagrama abaixo enumera, inicialmente, Em seguida, listam-se os campos de atuação


os eixos que organizam a proposição de habi- que vão permitir que se identifiquem tanto um
lidades para o Ensino Fundamental em Língua conjunto de gêneros textuais próprios como
Portuguesa, com os quais os professores já es- rotinas comunicativas institucionalizadas, si-
tão familiarizados desde os Parâmetros Curri- nalizando para um ensino-aprendizagem ali-
culares Nacionais. nhado às práticas sociais e culturais.

Oralidade

Leitura
Práticas de linguagem1
Produção de textos

Análise linguística/semiótica

Língua Portuguesa
Da vida cotidiana (anos iniciais)
no Ensino Fundamental

Artístico-literário

De estudo e pesquisa
Campos de atuação2

Jornalístico-midiático (anos finais)

Da vida pública (anos iniciais)

De atuação na vida pública


(anos finais)

1. O conceito de “práticas de linguagem” refere-se às dimensões particulares do funcionamento da linguagem em relação


às práticas sociais, nas quais a linguagem assume uma função de mediação. Como as práticas sociais são múltiplas e
diversas, as práticas de linguagem, consequentemente, são heterogêneas, e os papéis assumidos pelos interlocutores,
os ritos e as normas, inerentes à circulação discursiva, são dinâmicos e variáveis.
2. Os campos de atuação, que designam esferas de produção discursiva ou de atividade humana, caracterizam-se como
espaços estruturados de posições nos quais há certo domínio de concorrência e disputa interna. Os campos constituem
práticas discursivas dentro das quais se pode identificar tanto um conjunto de gêneros textuais próprios como rotinas
comunicativas institucionalizadas.

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 8 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

É a partir do cruzamento entre os eixos organizadores e os campos


de atuação que são relacionados os objetos de conhecimento a que
se vincula a proposição das habilidades que pretendem assegurar a
continuidade das aprendizagens ao longo dos anos de escolarização.
Em síntese, são estes objetos de conhecimento elencados pela BNCC:

EIXO DA LEITURA

Reconstrução e reflexão sobre as condições de produção e recepção dos textos pertencentes a diferentes gêneros
e que circulam nas diferentes mídias e campos de atuação

Dialogia e relação entre textos

Reconstrução da textualidade

Reflexão crítica sobre as temáticas tratadas e validade das informações

Compreensão dos efeitos de sentido provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de gêneros diversos

Estratégias e procedimentos de leitura

Adesão às práticas de leitura

EIXO DA PRODUÇÃO DE TEXTOS

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos que regem a circulação de diferentes gêneros
nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Dialogia e relação entre textos

Alimentação temática

Construção da textualidade

Aspectos notacionais e gramaticais

Estratégias de produção

EIXO DA ORALIDADE

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos orais que regem a circulação de diferentes
gêneros nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Compreensão de textos orais

Produção de textos orais

Compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de diferentes gêneros

Relação entre fala e escrita

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 9 6/7/18 11:42 pm


EIXO DA ANÁLISE LINGUÍSTICA/SEMIÓTICA

Fono-ortografia

Morfossintaxe

Semântica

Variação linguística

Elementos notacionais da escrita

Esse panorama do documento permite avaliar, em linhas gerais, que


as escolhas didático-metodológicas, orientadoras do trabalho desen-
volvido no Projeto Presente Língua Portuguesa, respondem ao que de-
termina a BNCC.

1. A diversidade de gêneros priorizados ofe- texto – Compreensão”, “De olho no tex-


rece ao professor a possibilidade de de- to – Oralidade” e “De olho no seu texto
senvolver projetos ou sequências de ativi- – Produção”, os alunos podem entrar em
dades que contemplam os vários campos contato com textos de diferentes gêneros,
de atuação previstos pela BNCC para os atuando em diferentes situações comuni-
anos iniciais, como descrito no quadro cativas e mobilizando as habilidades im-
abaixo. Ao realizar as atividades das se- plicadas nos processos de produção ou de
ções “Primeiros contatos”, “De olho no recepção de textos orais ou escritos.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Da vida Artístico- De estudo e Da vida


Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Cantiga de roda

Legenda de foto

1o ano Poema

Conto acumulativo e de
repetição

Seção “Ler para aprender”

Marchinha de carnaval

2o ano Adivinha

Conto de encantamento

10

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 10 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

CAMPOS DE ATUAÇÃO
Da vida Artístico- De estudo e Da vida
Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Regras de brincadeira

Relato de memória

2o ano Notícia (lide)

Conto de animais

Unidade “Ler para aprender”

Carta

Relato de viagem

Fábula

Notícia
3o ano
Conto latino-americano

Entrevista

Poema

Unidade “Ler para aprender”

Resenha

Conto árabe

Lenda

Reportagem de turismo
4o ano
Cordel

Biografia

Conto de artimanha

Unidade “Ler para aprender”

Conto etiológico africano

Poema

Notícia

Crônica
5o ano
Mito grego

Artigo de opinião

Conto de mistério

Unidade “Ler para aprender”

11

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 11 6/7/18 11:42 pm


2. Em relação ao tratamento dado aos conteú- o modo singular com que as palavras produ-
dos referentes ao eixo “Análise linguística/ zem efeitos de sentido. As seções “Atividades
semiótica”, como a BNCC sustenta (p. 78), permanentes – Alfabetização”, “Padrões da es-
desenvolve-se transversalmente aos eixos “Lei- crita” e “Gramática: primeiras aproximações”
tura” e “Produção de textos”, envolvendo a refletem sobre as convenções da escrita, a for-
análise textual, gramatical, lexical, fonológica matação do texto na página e a análise das pa-
e das materialidades das outras linguagens. Na lavras, a fim de garantir melhor entendimento
seção “De olho no texto – Organização”, os na leitura e coesão na escrita.
elementos da estrutura composicional e suas
formas de acabamento – abertura, desenvol- 3. Propondo um diálogo mais amplo com as
vimento e fechamento, segmentação em pará- práticas da cultura digital, o Projeto Pre-
grafos para hierarquizar os tópicos tratados – sente Língua Portuguesa procura mobilizar
são estudados ao mesmo tempo que se tecem objetos e atividades digitais que exploram
os sentidos. Na seção “De olho no texto – Es- diferentes linguagens, mídias e ferramen-
tilo”, apreciam-se as regularidades linguísticas tas para permitir outras formas de produzir
que caracterizam os diferentes tipos textuais e sentidos.

AS HABILIDADES DA BNCC NO PROJETO


PRESENTE LÍNGUA PORTUGUESA 3O ANO

Além dos objetivos listados no início de cada unidade, nas tabelas


a seguir, apresentamos uma relação das atividades trabalhadas no
3o ano e suas respectivas habilidades.

UNIDADE 1 – Cartas

Propostas didáticas Habilidades

EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,


De olho no texto – Compreensão
EF15LP04, EF35LP03, EF35LP04,
• Felpo Filva, de Eva Furnari
EF35LP05

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letra R

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP25
• Descrição de personagem de conto de fadas

De olho no texto – Organização


• Carta de uma joaninha coberta de problemas,
de Claire Llewellyn EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Carta de uma avó, de Ana Maria Machado EF15LP04, EF15LP15, EF03LP12,
• Estrutura das cartas: local, data, saudação, corpo, EF03LP16
despedida, assinatura
• Carta comercial e pessoal

12

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 12 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Atividade permanente – Produção de texto


EF03LP17
• Bilhete

Padrões da escrita
EF03LP05
• Separação silábica

De olho no texto – Estilo


• Felpo Filva, de Eva Furnari (trechos) EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Construção de humor por meio da ironia EF03LP12, EF35LP13
• Linguagem formal e informal

De olho no texto – Oralidade EF15LP09, EF15LP10, EF15LP11,


• Telemensagem EF15LP13, EF35LP10

De olho no texto – Estilo


• Nas folhas do chá, de Liu Hong e Flávia Lins e Silva EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Coesão sequencial: a palavra mas EF03LP12
• Uso de também, além disso, por tudo isso

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letra N

De olho no seu texto – Produção e revisão EF03LP17, EF03LP13, EF15LP05,


• Carta EF15LP06, EF15LP07

UNIDADE 2 – Relatos de viagem

Propostas didáticas Habilidades

EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,


De olho no texto – Compreensão
EF15LP04, EF35LP03, EF35LP04,
• Chegamos?, de Laura, Tamara e Marininha Klink
EF35LP05

Padrões da escrita
• Separação silábica EF03LP01, EF03LP05
• Letra M

De olho no texto – Organização


• Parque Kruger, de Arthur Nestrovski e Andrés Sandoval EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Rio de Janeiro, de Tatiana Belinky EF15LP04
• Estrutura dos relatos: abertura, desenvolvimento
e desfecho

Padrões da escrita
EF03LP01, EF03LP05
• Letras M e N

De olho no texto – Oralidade


EF15LP09, EF15LP10, EF15LP11,
• Situações formais e informais ao pedir orientações sobre
EF15LP13, EF35LP10
como chegar a algum lugar

13

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 13 6/7/18 11:42 pm


Atividade permanente – Produção de texto
EF35LP25, EF35LP26, EF35LP29
• Versão de um conto na perspectiva de um vilão

De olho no texto – Estilo


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Acontecimento importante, de Tatiana Belinky
EF03LP09
• Processo de adjetivação

Padrões da escrita
EF03LP01, EF03LP05
• Letras M e N

De olho no texto – Estilo


• Bessarábia, de Arthur Nestrovski e Andrés Sandoval EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Uso de parênteses para adicionar informações EF03LP09
sobre o assunto
• Descrições diferentes de um mesmo lugar

EF03LP01, EF03LP05, EF15LP05,


De olho no seu texto – Produção e revisão
EF15LP06, EF35LP25, EF35LP26
• Relato de viagem

UNIDADE 3 – Fábulas

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• O corvo e a raposa, de Esopo, recontada por Katia Canton
EF15LP04, EF35LP03, EF35LP04,
• O cachorro e o pedaço de carne, de Esopo, recontada por
EF35LP05
Katia Canton

Padrões da escrita
• Uso da letra inicial maiúscula e minúscula

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06, EF03LP25
• Curiosidade sobre Esopo e La Fontaine

De olho no texto – Oralidade


• Provérbios

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letra S

De olho no texto – Organização


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• A Cigarra e a Formiga, de Jean de La Fontaine
EF15LP04, EF15LP15, EF15LP16,
• A formiga má, recontada por Monteiro Lobato
EF35LP01
• Narração em verso e prosa

Padrões da escrita
• Letras S, SS, R e RR EF03LP01
• Jogo do Stop

14

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 14 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Estilo


• O lobo e o cordeiro, de Monteiro Lobato EF03LP08
• Verbos enunciativos

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letras S e SS

De olho no texto – Estilo


• A pomba e a formiga, de Esopo, recontada por
Rosane Pamplona EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Recurso para evitar a repetição de palavras EF03LP06, EF35LP29
ao se referir às personagens
• Pontuação no emprego dos verbos enunciativos

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF35LP25,


• Reescrita de fábula EF35LP26, EF35LP29

UNIDADE 4 – Notícias

Propostas didáticas Habilidades

EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,


De olho no texto – Compreensão
EF15LP04, EF03LP18, EF35LP03,
• Tigre está à solta nas proximidades da Eurodisney
EF35LP04, EF35LP05

Atividade permanente – Produção de texto EF15LP05, EF15LP06, EF03LP13,


• Carta da mãe da Chapeuzinho para a vovozinha EF03LP17

De olho no texto – Oralidade


EF03LP22
• Leitura de notícia

Padrões da escrita
EF03LP07
• Travessão, ponto-final e ponto de interrogação

De olho no texto – Organização


• Nova espécie de peixe é descoberta
em poças temporárias no RS
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Pernambucana ganha medalha de bronze
EF15LP04, EF35LP03, EF35LP04
em mundial de natação
• Primeira biblioteca sem livros de papel é inaugurada
• Estrutura do lide de uma notícia

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letras S/SS, R/RR e M/N

De olho no texto – Estilo


EF03LP08, EF35LP03, EF35LP04,
• Robô disfarçado de filhote faz imagens
EF35LP05
inéditas de pinguins
• Ampliação das informações do título no lide

15

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 15 6/7/18 11:42 pm


Padrões da escrita
• Travessão, ponto-final, ponto de interrogação EF03LP07
e de exclamação, dois-pontos

De olho no texto – Estilo


• Misha e amigos chegam para dar as boas-vindas
às mascotes de 2016
• Abertura da exposição de Ron Mueck na Pinacoteca EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03
tem filas no feriado
• Uso de vírgulas para isolar informações sobre tempo
e local noticiado

De olho no seu texto – Produção e revisão


• Nova espécie de dinossauro herbívoro é descoberta EF15LP07, EF15LP06, EF35LP07,
na Tanzânia EF35LP08, EF35LP09
• Escrita de lide de uma notícia

UNIDADE 5 – Contos latino-americanos

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,


• Os quatro sóis, tradução de Thereza Christina F. Stumer EF35LP03, EF35LP04

Padrões da escrita
EF03LP01
• Diferenças entre fala e escrita

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP27, EF35LP28
• Escrita de poemas

De olho no texto – Organização


• A espiga de milho, tradução de Thereza EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
Christina F. Stumer EF15LP04, EF35LP01, EF35LP03,
• Estrutura dos contos: desenvolvimento do conflito e seus EF35LP04
desdobramentos

De olho no texto – Oralidade EF15LP09, EF15LP13, EF35LP10,


• Ponto de vista sobre moral de fábula EF35LP11

Padrões da escrita
EF35LP07, EF35LP09
• Pontuação

De olho no texto – Estilo


• A raposa e o tatu, de Rogério de Andrade Barbosa EF03LP08
• Marcadores temporais

Padrões da escrita
EF03LP01
• Diferenças entre fala e escrita

16

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 16 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Estilo


• A chorona, de Silvana Salerno EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Uso da vírgula para isolar marcadores EF35LP29
temporais e espaciais

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF35LP25,


• Reescrita de conto latino-americano EF35LP26, EF35LP29

UNIDADE 6 – Entrevistas

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,


• Mauricio de Sousa conta os segredos para manter EF15LP04, EF03LP18, EF35LP03,
Monica atual, 50 anos depois de sua criação EF35LP04

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letra G

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP02, EF15LP05, EF15LP06
• Indicação de livro, filme ou peça teatral

De olho no texto – Organização


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Irmãs Klink, uma vida de aventuras
EF15LP04, EF35LP03, EF35LP04,
• Estrutura das entrevistas: apresentação,
EF03LP18
perguntas e respostas

Padrões da escrita
EF03LP07
• Pontuação

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06
• Perguntas para uma entrevista

Padrões da escrita
EF03LP07
• Pontuação

De olho no texto – Estilo


• Quando eu era criança: Palavra Cantada EF35LP03, EF35LP04, EF35LP05
• Perguntas e subtítulos

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06
• Perguntas para uma entrevista

De olho no texto – Estilo


• Entrevista com Angela Lago EF35LP03, EF35LP04, EF35LP05
• Palavras e expressões interrogativas

17

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 17 6/7/18 11:42 pm


De olho no texto – Oralidade
EF03LP22
• Entrevista

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP06, EF15LP07, EF35LP07,


• Registro de entrevista EF35LP08, EF35LP09

UNIDADE 7 – Poemas

Propostas didáticas Habilidades

EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,


De olho no texto – Compreensão
EF15LP04, EF35LP03, EF35LP04,
• Seis zeros, de Samuil Marchak
EF35LP23, EF35LP31

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letras M e N

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06
• Descrição de animal

De olho no texto – Organização


• Plutão, de Olavo Bilac
• O balão de ar com medo de voar,
de Ricardo da Cunha Lima
• Chapeuzinho Vermelho, de Braguinha
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Chapeuzinho Vermelho, de Charles Perrault
EF15LP04, EF35LP01, EF35LP03,
• Café com leite, de Renata Pallottini
EF35LP04, EF35LP23, EF35LP31
• Mémoria, de Guilherme Mansur
• Telhados, de Guilherme Mansur
• Pássaro em vertical, de Libério Neves
• Poemas narrativo e visual: verso, estrofe, rima,
construção visual

Padrões da escrita
• Letras M, N, R e S; segmentação de palavras, EF03LP01
divisão silábica

De olho no texto – Estilo


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Canção do exílio, de Gonçalves Dias
EF15LP04, EF35LP21, EF35LP23,
• Cidadezinha qualquer, de Carlos Drummond de Andrade
EF35LP31
• Diferentes linguagens em poemas de épocas distintas

Padrões da escrita
EF03LP01
• Letras E e I no final das palavras

De olho no texto – Oralidade


EF35LP28
• Minissarau de poemas

18

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 18 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Estilo


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Filosofia, de Ascenso Ferreira
EF15LP04, EF35LP21, EF35LP23,
• Às vezes, de noite, de Sérgio Capparelli
EF35LP31
• Repetição de palavras e expressões em poemas

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF35LP27,


• Poema inspirado em canção EF35LP29

UNIDADE 8 – Ler para aprender

Propostas didáticas Habilidades

Animais ameaçados de extinção


• Peixe-boi-marinho – Quadros sinópticos
• Onça-pintada – Quadros sinópticos
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Cachorro-do-mato-vinagre – Quadros sinópticos
EF03LP24, EF03LP25, EF03LP26
• Você sabia?
• Ler e selecionar informações em um texto
Informações sobre animais ameaçados de extinção

EF15LP14, EF35LP01, EF35LP17, EF35LP21,


Almanaque
EF35LP23, EF03LP11, EF03LP12

De leitor para leitor EF35LP02

19

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 19 6/7/18 11:42 pm


SUGESTÕES
DE ATIVIDADES
COMPLEMENTARES
3O ANO

HABILIDADES: EF03LP 01
EF03LP02
1. Para focalizar as questões ortográficas em estudo e permitir que os
alunos sistematizem as regularidades descobertas, é possível realizar
um ditado em que eles escrevam apenas algumas palavras omitidas do
texto. Em vez de escrever o texto inteiro, concentram-se apenas nas
palavras em que há o emprego do grafema em estudo, o que confere
maior dinamismo à atividade.

 Da estrofe do poema A Arca de Noé, de Tinha PERU, tinha pato.


Ruth Rocha, poderiam ser ditadas as pala- Tinha vespa e CARRAPATO.
vras sublinhadas caso você desejasse exer- AVESTRUZ, CARNEIRO, pinto...
citar o emprego de R ou RR. É importante Tinha até ORNITORRINCO.
discutir com os alunos as diferentes possi- Urubu, besouro, BURRO.
bilidades encontradas e buscar a retomada Gafanhoto, GRILO, gato.
das regularidades que são observáveis. Tinha abelha, tinha RATO...
ROCHA, Ruth. A arca de Noé. São Paulo: Salamandra, 2009.

HABILIDADES: EF15LP05
EF15LP06
2. Fotos e legendas integram gêneros, como as notícias e os relatos de via-
EF15LP07 gem. É possível propor a utilização da internet para selecionar imagens
EF15LP08 que componham a produção desses textos. Outra possibilidade é a pro-
EF12LP11
dução de legendas para publicação em sites especializados. A sequência
a seguir pretende retomar a produção desse gênero e, ao mesmo tempo,
propiciar uma aproximação aos procedimentos necessários para utiliza-
ção de sites que permitem a publicação de fotos aprendendo a usar essa
ferramenta.

 Apresente o Flickr (www.flickr.com), explo- pessoas, evitando expor informações que


rando suas possibilidades. Nesse momento, podem ser acessadas sem controle. Expli-
é útil usar um projetor que permita a explo- que também que é possível usar filtros que
ração coletiva. Aproveite para discutir com a limitam o acesso às informações, tornando-
turma as implicações de publicações que se -as mais seguras. Se possível, leia textos
tornam públicas. É importante que percebam que tratem do tema, ajudando os alunos
que é melhor escolherem paisagens do que a se aproximar não só das possibilidades

20

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 20 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

oferecidas pela tecnologia, mas também de Solicite a cada aluno que produza uma le-
suas implicações. Peça aos alunos que esco- genda para a foto que escolheu. É impor-
lham uma foto de uma viagem que realizaram tante lembrar que, para publicar qualquer
com a família, lembrando-os de solicitarem produção, é preciso submetê-la a um pro-
a autorização dos pais. Organize visitas ao cesso de revisão. Uma possibilidade é tro-
Flickr para ler relatos de viagens e legendas, car entre os alunos os textos produzidos.
ampliando o repertório dos alunos. Publique as produções individuais acompa-
 Escolha uma das fotos, produzindo e revi- nhadas das fotos.
sando, coletivamente, a legenda. Publique,  Elabore um bilhete convidando as famílias a
com a turma, a foto e a legenda produzida. visitarem as fotos publicadas no Flickr.

HABILIDADES: EF15LP06
EF03LP01
3. Os poemas que os alunos conhecem de memória constituem um
EF03LP02 repertório que, além da apreciação estética, permite a você planejar
boas situações didáticas para refletir sobre as convenções da escrita.
Como a transcrição de textos libera os alunos de pensar a respeito
do que dizer e do como dizer, eles podem se concentrar nas questões
notacionais envolvidas na escrita correta: na segmentação em palavras,
na ortografia.

 Para que os alunos superem a dependên- identificar quais são as condições didáticas
cia de suas correções e, assim, assumam o necessárias para o planejamento de se-
comportamento de revisores dos próprios quência de atividades que cumpram a fun-
textos, é preciso que aprendam a refletir so- ção de ampliar as capacidades discursivas e
bre o próprio desempenho em relação aos linguísticas dos alunos.
conteúdos em estudo, tomando consciência  A tabela a seguir pode servir de modelo
do percurso de aprendizagem e empenhan- para uma autoavaliação dos textos pro-
do-se em melhorar. Objetivos bem definidos duzidos pelos alunos no que se refere à
iluminam os caminhos para que você possa escrita correta das palavras.

CONVENÇÕES DA ESCRITA

Preciso
Sim
melhorar

Escrevi corretamente palavras que envolvem o uso de R/RR?

Escrevi corretamente palavras que envolvem o uso de S/SS?

Escrevi corretamente palavras que envolvem o uso de M/N no final das sílabas?

Escrevi corretamente palavras que envolvem o uso de -M e -ÃO no final de palavras que
indicam o tempo?

21

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 21 6/7/18 11:42 pm


22

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 22 6/7/18 11:42 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

23

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 23 6/7/18 11:42 pm


24

pdf-PPLP3-BNCC-M.indd 24 6/7/18 11:42 pm


S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 6-7 23/07/18 11:20


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 8-9 23/07/18 11:21


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
PRESENTE
LINGUA PORTUGUESA

E A BASE NACIONAL
COMUM CURRICULAR
Ensino Fundamental • Anos Iniciais

MATERIAL PARA O PROFESSOR

LP BNCC_CADERNO
FRONTIS PDF FINALGERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 4 23/07/18 09:36
APRESENTAÇÃO

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relativa à Educação In-


fantil e ao Ensino Fundamental, foi homologada pelo MEC no final de
2017. As escolas, tanto públicas como privadas, terão o biênio 2018-
-2019 para conhecê-la e adaptar-se de modo a efetivamente aplicá-la
a partir de 2020.
Buscando contribuir para orientar o professor do 4o ano durante
esse processo, as autoras do Projeto Presente Língua Portuguesa
elaboraram este caderno composto por três partes:
• uma visão breve, mas abrangente, da BNCC, destacando, ao final, o
componente curricular Língua Portuguesa;
• um exame das determinações da BNCC em face do Projeto Presente
Língua Portuguesa 4o ano;
• algumas atividades para o professor de 4o ano usar em sala de aula
de forma a atender mais completamente o que a BNCC determina.

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 2 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

EXAMINANDO A BASE
NACIONAL COMUM
CURRICULAR

RELEVÂNCIA
Como a BNCC define as competências pretendidas para os alunos e
as habilidades específicas que devem ser dominadas em cada etapa
do ensino, ela se constitui na diretriz para estados, municípios e Dis-
trito Federal elaborarem seus currículos e para cada unidade escolar,
seja pública ou privada, construir seu projeto pedagógico.
Trata-se de uma novidade que pode ter forte impacto em nosso
horizonte educacional porque determina os conteúdos essenciais de
cada ano escolar em cada etapa da educação básica, uma exigência
que não existia há décadas, pois estados, municípios e até unidades
escolares isoladas podiam seguir programações próprias. Agora, po-
rém, passa a haver uma base unificada para todo o ensino nacional.
Em consequência, a médio prazo, a BNCC influenciará, além dos cur-
rículos, projetos político-pedagógicos e planejamentos que orientam
os processos de ensino e de aprendizagem, as avaliações de larga
escala (como Saeb, Provinha Brasil, Prova Brasil, ANA), os livros didá-
ticos e a formação docente.

HISTÓRICO
A proposta de criação de uma base comum Educação (PNE), instituído em 2014, a Base
curricular não é recente. Desde a promulga- Nacional Comum Curricular (BNCC) começou a
ção da Constituição Federal, em 1988, já se ser construída em 2015 com a finalidade de
indicava, no artigo 210, a necessidade de es- estabelecer os conteúdos fundamentais a se-
tabelecer “conteúdos mínimos para o Ensino rem aprendidos por crianças e jovens durante
Fundamental, de maneira que assegurasse a a Educação Básica.
formação básica comum” (BRASIL, 1988). Tal De 2015 a 2017, foram divulgadas e discu-
aspecto foi ratificado na Lei de Diretrizes e Ba- tidas versões preliminares da BNCC. Reunindo
ses da Educação Nacional (LDB n. 9.394/96) e críticas e sugestões de instituições educa-
nos documentos oficiais subsequentes, como cionais, tanto públicas como privadas, e de
os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e educadores de todo o país, chegou-se ao do-
as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). cumento homologado em dezembro de 2017,
Como estratégia articulada ao cumprimento cuja implementação nas escolas é obrigatória
de algumas das metas do Plano Nacional da a partir de 2020.

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 3 9/7/18 11:44 am


AS COMPETÊNCIAS GERAIS PRETENDIDAS
A BNCC trata da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do
Ensino Médio*, os três níveis de ensino que compõem a escolaridade
básica no país. Nesse percurso, busca-se dotar os educandos de dez
competências gerais, que listamos a seguir:

1. Valorizar e utilizar os conhecimentos histo- 6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências


ricamente construídos sobre o mundo físico, culturais e apropriar-se de conhecimentos e
social, cultural e digital para entender e expli- experiências que lhe possibilitem entender
car a realidade, continuar aprendendo e co- as relações próprias do mundo do traba-
laborar para a construção de uma sociedade lho e fazer escolhas alinhadas ao exercício
justa, democrática e inclusiva. da cidadania e ao seu projeto de vida, com
liberdade, autonomia, consciência crítica e
2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer responsabilidade.
à abordagem própria das ciências, incluindo
a investigação, a reflexão, a análise crítica, a 7. Argumentar com base em fatos, dados e in-
imaginação e a criatividade, para investigar formações confiáveis, para formular, negociar
causas, elaborar e testar hipóteses, formular e e defender ideias, pontos de vista e decisões
resolver problemas e criar soluções (inclusive comuns que respeitem e promovam os direi-
tecnológicas) com base nos conhecimentos tos humanos, a consciência socioambiental e
das diferentes áreas. o consumo responsável em âmbito local, re-
gional e global, com posicionamento ético em
3. Valorizar e fruir as diversas manifestações ar- relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e
tísticas e culturais, das locais às mundiais, e do planeta.
também participar de práticas diversificadas
8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saú-
da produção artístico-cultural.
de física e emocional, compreendendo-se na
4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral diversidade humana e reconhecendo suas
ou visual-motora, como Libras, e escrita), emoções e as dos outros, com autocrítica e ca-
corporal, visual, sonora e digital –, bem como pacidade para lidar com elas.
conhecimentos das linguagens artística, mate- 9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução
mática e científica, para se expressar e partilhar de conflitos e a cooperação, fazendo-se res-
informações, experiências, ideias e sentimen- peitar e promovendo o respeito ao outro e
tos em diferentes contextos e produzir senti- aos direitos humanos, com acolhimento
dos que levem ao entendimento mútuo. e valorização da diversidade de indivíduos e
5. Compreender, utilizar e criar tecnologias di- de grupos sociais, seus saberes, identidades,
gitais de informação e comunicação de forma culturas e potencialidades, sem preconcei-
crítica, significativa, reflexiva e ética nas di- tos de qualquer natureza.
versas práticas sociais (incluindo as escolares) 10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia,
para se comunicar, acessar e disseminar in- responsabilidade, flexibilidade, resiliência e
formações, produzir conhecimentos, resolver determinação, tomando decisões com base
problemas e exercer protagonismo e autoria em princípios éticos, democráticos, inclusi-
na vida pessoal e coletiva. vos, sustentáveis e solidários.

* Até o fechamento desta edição, a BNCC do Ensino Médio encontrava-se em análise no Conselho Nacional de Educação (CNE).

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 4 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

BNCC: ESTRUTURA NO ENSINO FUNDAMENTAL


O Ensino Fundamental engloba cinco áreas do conhecimento:
Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e
Ensino Religioso. Algumas dessas áreas do conhecimento têm mais
de um componente curricular. Essa estrutura pode ser visualizada no
seguinte organograma:

ENSINO FUNDAMENTAL

Áreas do conhecimento

Componentes curriculares

Anos Anos
iniciais finais
(1O ao 5O ano) (6O ao 9O ano)

Língua
Portuguesa

Arte

Linguagens

Educação Física

Língua Inglesa

Matemática Matemática

Ciências da
Ciências
Natureza

Geografia
Ciências
Humanas
História

Ensino Religioso Ensino Religioso

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 5 9/7/18 11:44 am


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
Cada área do conhecimento busca levar os des elaboradas para cada componente curricu-
alunos a adquirir um grupo de competências lar em cada ano escolar. As habilidades expres-
específicas. Há também as competências de sam as aprendizagens essenciais de cada etapa
cada componente curricular.
da escolarização. Dominando as habilidades
De que maneira os alunos poderão desenvol-
previstas para cada ano escolar, em um proces-
ver as competências gerais, as específicas de
cada área do conhecimento e as de cada com- so de ensino e aprendizagem sempre norteado
ponente curricular? pelas competências mais gerais, espera-se que
Segundo a BNCC, tais competências serão os alunos concluam a educação básica dotados
alcançadas por meio de um elenco de habilida- das competências pretendidas.

Para saber mais sobre a BNCC, consulte os sites:


<www.basenacionalcomum.mec.gov.br> <www.movimentopelabase.org.br>
O site apresenta a BNCC em versão para navegação O site, gerido por um grupo não governamental de pro-
on-line ou em formato editável (pode-se baixar uma fissionais da educação, promove debates, produz estu-
tabela com os dados desejados). Também permite o dos e pesquisas com gestores, professores e alunos e
download do arquivo para impressão (em PDF). investiga casos de sucesso em vários países.

AS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS


Em articulação com as competências gerais da BNCC, a área de
Linguagens propõe que se assegure aos alunos o desenvolvimento
das seguintes competências específicas:

1. Compreender as linguagens como construção 4. Utilizar diferentes linguagens para defender pon-
humana, histórica, social e cultural, de nature- tos de vista que respeitem o outro e promovam
za dinâmica, reconhecendo-as e valorizando- os direitos humanos, a consciência socioambien-
-as como formas de significação da realidade tal e o consumo responsável em âmbito local,
e expressão de subjetividades e identidades regional e global, atuando criticamente frente a
sociais e culturais. questões do mundo contemporâneo.
2. Conhecer e explorar diversas práticas de lin- 5. Desenvolver o senso estético para reconhecer,
guagem (artísticas, corporais e linguísticas) em fruir e respeitar as diversas manifestações artís-
diferentes campos da atividade humana para ticas e culturais, das locais às mundiais, inclu-
sive aquelas pertencentes ao patrimônio cul-
continuar aprendendo, ampliar suas possibili-
tural da humanidade, bem como participar de
dades de participação na vida social e colabo-
práticas diversificadas, individuais e coletivas,
rar para a construção de uma sociedade mais da produção artístico-cultural, com respeito à
justa, democrática e inclusiva. diversidade de saberes, identidades e culturas.
3. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou 6. Compreender e utilizar tecnologias digitais de
visual-motora, como Libras, e escrita), corpo- informação e comunicação de forma crítica, sig-
ral, visual, sonora e digital –, para se expressar nificativa, reflexiva e ética nas diversas práticas
e partilhar informações, experiências, ideias e sociais (incluindo as escolares), para se comuni-
sentimentos em diferentes contextos e produ- car por meio das diferentes linguagens e mídias,
zir sentidos que levem ao diálogo, à resolução produzir conhecimentos, resolver problemas e
de conflitos e à cooperação. desenvolver projetos autorais e coletivos.

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 6 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

A LÍNGUA PORTUGUESA NA BNCC


As competências específicas de Língua Portuguesa são apresenta-
das a seguir.

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, 6. Analisar informações, argumentos e opiniões


histórico, social, variável, heterogêneo e sensí- manifestados em interações sociais e nos
vel aos contextos de uso, reconhecendo-a como meios de comunicação, posicionando-se ética
meio de construção de identidades de seus usuá- e criticamente em relação a conteúdos discri-
rios e da comunidade a que pertencem. minatórios que ferem direitos humanos e am-
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhe- bientais.
cendo-a como forma de interação nos di- 7. Reconhecer o texto como lugar de mani-
ferentes campos de atuação da vida social e festação e negociação de sentidos, valores e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades ideologias.
de participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se en- 8. Selecionar textos e livros para leitura integral,
volver com maior autonomia e protagonismo de acordo com objetivos, interesses e projetos
na vida social. pessoais (estudo, formação pessoal, entreteni-
mento, pesquisa, trabalho etc.).
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e
multissemióticos que circulam em diferentes 9. Envolver-se em práticas de leitura literária
campos de atuação e mídias, com compreen- que possibilitem o desenvolvimento do sen-
são, autonomia, fluência e criticidade, de so estético para fruição, valorizando a litera-
modo a se expressar e partilhar informações, tura e outras manifestações artístico-culturais
experiências, ideias e sentimentos, e continuar como formas de acesso às dimensões lúdicas,
aprendendo. de imaginário e encantamento, reconhecendo
4. Compreender o fenômeno da variação lin- o potencial transformador e humanizador da
guística, demonstrando atitude respeitosa experiência com a literatura.
diante de variedades linguísticas e rejeitando 10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferen-
preconceitos linguísticos.
tes linguagens, mídias e ferramentas digitais
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e para expandir as formas de produzir sentidos
o estilo de linguagem adequados à situação co- (nos processos de compreensão e produção),
municativa, ao(s) interlocutor(es) e ao gênero aprender e refletir sobre o mundo e realizar
do discurso/gênero textual. diferentes projetos autorais.

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 7 9/7/18 11:44 am


O PROJETO PRESENTE
LÍNGUA PORTUGUESA
E A BNCC

O diagrama abaixo enumera, inicialmente, Em seguida, listam-se os campos de atuação


os eixos que organizam a proposição de habi- que vão permitir que se identifiquem tanto um
lidades para o Ensino Fundamental em Língua conjunto de gêneros textuais próprios como
Portuguesa, com os quais os professores já es- rotinas comunicativas institucionalizadas, si-
tão familiarizados desde os Parâmetros Curri- nalizando para um ensino-aprendizagem ali-
culares Nacionais. nhado às práticas sociais e culturais.

Oralidade

Leitura
Práticas de linguagem1
Produção de textos

Análise linguística/semiótica

Língua Portuguesa
Da vida cotidiana (anos iniciais)
no Ensino Fundamental

Artístico-literário

De estudo e pesquisa
Campos de atuação2

Jornalístico-midiático (anos finais)

Da vida pública (anos iniciais)

De atuação na vida pública


(anos finais)

1. O conceito de “práticas de linguagem” refere-se às dimensões particulares do funcionamento da linguagem em


relação às práticas sociais, nas quais a linguagem assume uma função de mediação. Como as práticas sociais são
múltiplas e diversas, as práticas de linguagem, consequentemente, são heterogêneas, e os papéis assumidos pelos
interlocutores, os ritos e as normas, inerentes à circulação discursiva, são dinâmicos e variáveis.
2. Os campos de atuação, que designam esferas de produção discursiva ou de atividade humana, caracterizam-se
como espaços estruturados de posições nos quais há certo domínio de concorrência e disputa interna. Os campos
constituem práticas discursivas dentro das quais se pode identificar tanto um conjunto de gêneros textuais próprios
como rotinas comunicativas institucionalizadas.

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 8 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

É a partir do cruzamento entre os eixos organizadores e os campos


de atuação que são relacionados os objetos de conhecimento a que
se vincula a proposição das habilidades que pretendem assegurar a
continuidade das aprendizagens ao longo dos anos de escolarização.
Em síntese, são estes objetos de conhecimento elencados pela BNCC:

EIXO DA LEITURA

Reconstrução e reflexão sobre as condições de produção e recepção dos textos pertencentes a diferentes gêneros
e que circulam nas diferentes mídias e campos de atuação

Dialogia e relação entre textos

Reconstrução da textualidade

Reflexão crítica sobre as temáticas tratadas e validade das informações

Compreensão dos efeitos de sentido provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de gêneros diversos

Estratégias e procedimentos de leitura

Adesão às práticas de leitura

EIXO DA PRODUÇÃO DE TEXTOS

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos que regem a circulação de diferentes gêneros
nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Dialogia e relação entre textos

Alimentação temática

Construção da textualidade

Aspectos notacionais e gramaticais

Estratégias de produção

EIXO DA ORALIDADE

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos orais que regem a circulação de diferentes
gêneros nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Compreensão de textos orais

Produção de textos orais

Compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de diferentes gêneros

Relação entre fala e escrita

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 9 9/7/18 11:44 am


EIXO DA ANÁLISE LINGUÍSTICA/SEMIÓTICA

Fono-ortografia

Morfossintaxe

Semântica

Variação linguística

Elementos notacionais da escrita

Esse panorama do documento permite avaliar, em linhas gerais, que


as escolhas didático-metodológicas, orientadoras do trabalho desen-
volvido no Projeto Presente Língua Portuguesa, respondem ao que de-
termina a BNCC.

1. A diversidade de gêneros priorizados ofe- texto – Compreensão”, “De olho no tex-


rece ao professor a possibilidade de de- to – Oralidade” e “De olho no seu texto
senvolver projetos ou sequências de ativi- – Produção”, os alunos podem entrar em
dades que contemplam os vários campos contato com textos de diferentes gêneros,
de atuação previstos pela BNCC para os atuando em diferentes situações comuni-
anos iniciais, como descrito no quadro cativas e mobilizando as habilidades im-
abaixo. Ao realizar as atividades das se- plicadas nos processos de produção ou de
ções “Primeiros contatos”, “De olho no recepção de textos orais ou escritos.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Da vida Artístico- De estudo e Da vida


Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Cantiga de roda

Legenda de foto

1o ano Poema

Conto acumulativo e de
repetição

Seção “Ler para aprender”

Marchinha de carnaval

2o ano Adivinha

Conto de encantamento

10

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 10 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

CAMPOS DE ATUAÇÃO
Da vida Artístico- De estudo e Da vida
Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Regras de brincadeira

Relato de memória

2o ano Notícia (lide)

Conto de animais

Unidade “Ler para aprender”

Carta

Relato de viagem

Fábula

Notícia
3o ano
Conto latino-americano

Entrevista

Poema

Unidade “Ler para aprender”

Resenha

Conto árabe

Lenda

Reportagem de turismo
4o ano
Cordel

Biografia

Conto de artimanha

Unidade “Ler para aprender”

Conto etiológico africano

Poema

Notícia

Crônica
5o ano
Mito grego

Artigo de opinião

Conto de mistério

Unidade “Ler para aprender”

11

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 11 9/7/18 11:44 am


2. Em relação ao tratamento dado aos conteú- o modo singular com que as palavras produ-
dos referentes ao eixo “Análise linguística/ zem efeitos de sentido. As seções “Atividades
semiótica”, como a BNCC sustenta (p. 78), permanentes – Alfabetização”, “Padrões da es-
desenvolve-se transversalmente aos eixos “Lei- crita” e “Gramática: primeiras aproximações”
tura” e “Produção de textos”, envolvendo a refletem sobre as convenções da escrita, a for-
análise textual, gramatical, lexical, fonológica matação do texto na página e a análise das pa-
e das materialidades das outras linguagens. Na lavras, a fim de garantir melhor entendimento
seção “De olho no texto – Organização”, os na leitura e coesão na escrita.
elementos da estrutura composicional e suas
formas de acabamento – abertura, desenvol- 3. Propondo um diálogo mais amplo com as
vimento e fechamento, segmentação em pará- práticas da cultura digital, o Projeto Pre-
grafos para hierarquizar os tópicos tratados – sente Língua Portuguesa procura mobilizar
são estudados ao mesmo tempo que se tecem objetos e atividades digitais que exploram
os sentidos. Na seção “De olho no texto – Es- diferentes linguagens, mídias e ferramen-
tilo”, apreciam-se as regularidades linguísticas tas para permitir outras formas de produzir
que caracterizam os diferentes tipos textuais e sentidos.

AS HABILIDADES DA BNCC NO PROJETO


PRESENTE LÍNGUA PORTUGUESA 4O ANO

Além dos objetivos listados no início de cada unidade, nas tabelas


a seguir, apresentamos uma relação das atividades trabalhadas no
4o ano e suas respectivas habilidades.

UNIDADE 1 – Resenhas

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,


• Vinte mil léguas submarinas é como andar de submarino, EF04LP14, EF04LP15, EF35LP01, EF35LP03,
escreve João, 10, de João Vitor Indolfo Marolla EF35LP05

Padrões da escrita
EF04LP07
• Escrita do plural para orientar a escrita do singular

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06
• Começo da história

De olho no texto – Organização


• Árvore de dinheiro
• Rio de livros EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,
• Na embolada EF35LP03, EF35LP04
• O camundongo valente
• Apresentação, síntese do livro e opinião

12

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 12 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Gramática: primeiras aproximações EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,


• Substantivo EF15LP04, EF35LP06

De olho no texto – Estilo


• Procura-se! Galeria de animais ameaçados de extinção EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
• Uso da vírgula em enumerações EF15LP04, EF04LP05
• Repetição de palavras

Padrões da escrita
• S e Z em final de palavra

De olho no texto – Estilo


• Emília palmeirense? Otavio Frias Filho escreve sobre EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03,
a biografia da boneca, de Otavio Frias Filho EF04LP05
• Uso da vírgula para isolar expressões explicativas

De olho no texto – Oralidade


EF35LP10
• Dica de programa cultural

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP07
• Substantivo: concordância nominal

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF35LP07,


• Resenha EF35LP09

UNIDADE 2 – Contos árabes

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão


EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,
• O mercador e o gênio (1a noite),
EF35LP01, EF35LP03, EF35LP05
tradução de Mamede Mustafa Jarouche

Padrões da escrita
EF04LP06, EF04LP07
• Concordância verbal e nominal

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06, EF04LP01, EF04LP11
• Carta

De olho no texto – Organização


• O mercador e o gênio (2a noite), tradução EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,
de Mamede Mustafa Jarouche EF35LP03, EF35LP04
• Verbos enunciativos nos diálogos

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06, EF35LP16, EF04LP11
• Anúncio

13

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 13 9/7/18 11:44 am


De olho no texto – Organização
• O mercador e o gênio (3a noite), tradução de Mamede
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,
Mustafa Jarouche
EF35LP03, EF35LP04
• Verbos enunciativos nos diálogos
• Encaixe de histórias

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Contação de histórias

De olho no texto – Estilo


• O peregrino, o colar e o perfumista, tradução de Mamade
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04
Mustafa Jarouche
• Advérbios e expressões adverbiais

Gramática: primeiras aproximações


• Substantivo comum e próprio

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF35LP07, EF35LP09,


• Final do conto O mercador e o gênio EF35LP25, EF35LP26

UNIDADE 3 – Lendas

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,


• A vitória-régia EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF35LP05

Padrões da escrita
EF04LP05, EF04LP06, EF04LP07
• Pontuação: revisão

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP03
• Sílaba tônica e átona

De olho no texto – Organização


• Como apareceram os animais, de Hermâni Donato
• Como surgiu o milho, de Daniel Mundukuru
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04,
• Iara, de Thiago de Mello
EF35LP03, EF35LP04
• A mulher que virou beija-flor para libertar sua filhinha,
de Leonardo Boff
• Introdução da lenda: descrição de cenários e personagens

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP07
• Adjetivo

De olho no texto – Estilo


• O canto da flauta mágica: o Irapuru, de Leonardo Boff
• Irapuru: o canto que encanta, de Walde-Mar de Andrade EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04
e Silva
• Diferentes recursos para descrição de personagens

14

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 14 18/7/18 9:06 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP06, EF35LP09, EF35LP29
• Descrição de personagens

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Leitura dramatizada de lenda

De olho no texto – Estilo


• Por que o japim e o marimbondo são amigos,
de Rogério de Andrade Barbosa
EF15LP01, EF15LP02, EF15LP03, EF15LP04
• Uso da vírgula para isolar explicações
• Parônimos
• Verbos que representam vozes de animais

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP06, EF04LP07
• Substantivo e adjetivos: concordância nominal

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF35LP07, EF35LP09,


• Início da lenda EF35LP25, EF35LP26

UNIDADE 4 – Reportagens de turismo

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão EF15LP04, EF15LP18, EF35LP03, EF35LP01,


• Cambará do Sul – Por que ir EF35LP03, EF35LP04, EF35LP05

Padrões da escrita
EF04LP06, EF04LP07, EF35LP22, EF35LP30,
• Concordância entre as palavras
EF04LP05
• Pontuação

Atividade permanente - Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06
• E-mail

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP07
• Adjetivo

De olho no texto – Organização


EF35LP03, EF35LP04, EF35LP09
• Bonito, de Carla Nascimento

Atividade permanente - Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06, EF35LP09
• Cartão-postal

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP07
• Substantivo e adjetivo

15

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 15 9/7/18 11:44 am


De olho no texto – Estilo
• Chapada Diamantina
EF35LP06, EF35LP07, EF04LP20
• Uso de substantivos próprios e comuns
• Uso de numerais

Padrões da escrita
EF35LP22, EF35LP30, EF04LP05
• Pontuação

De olho no texto – Estilo


• Pantanal EF35LP08
• Conectivos ou organizadores textuais

De olho no texto – Oralidade EF15LP08, EF15LP09, EF15LP12, EF35LP10,


• Leitura oral de uma reportagem EF04LP17, EF15LP19

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP07
• Adjetivos

De olho no seu texto – Produção e revisão


• Produção de informações turísticas sobre o lugar EF15LP05, EF15LP06, EF35LP07, EF35LP09
onde os alunos vivem

UNIDADE 5 – Cordéis

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão


EF15LP04, EF15LP18, EF35LP03, EF35LP01,
• A velhota fofoqueira, de César Obeid
EF35LP03, EF35LP04, EF35LP05, EF35LP27
• Segredo de mulher, de Monteiro Lobato

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP06
• Concordância verbal

De olho no texto – Organização


EF15LP15, EF15LP16, EF35LP01, EF35LP03,
• A raposa e as uvas, de Severino José
EF35LP05, EF35LP11, EF35LP23, EF35LP27
• O cavalo e o burro, de Severino José

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP06
• Tempos verbais

Atividade permanente - Produção de texto


EF15LP05
• Reconto de fábula

EF35LP23
De olho no texto - Oralidade
EF35LP28
• Recitar um cordel

De olho no texto – Estilo


• O galo e a pérola, de Severino José
• Sentido figurado
EF15LP03, EF35LP04, EF35LP27, EF05LP08
• O adivinho, de Severino José
• Conjunções ou locuções conjuntivas que indicam
causalidade

16

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 16 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Padrões da escrita
EF04LP06
• Concordância verbal

De olho no texto – Estilo


• O professor sabe-tudo e as respostas de João Grilo,
de Klévisson Viana e Doizinho Quental
• Palíndromo EF35LP23, EF35LP31
• Rimas
• Linguagem poética
• Sentido semântico das palavras

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF15LP05, EF15LP06, EF35LP07, EF35LP09
• Transformar uma fábula em cordel

UNIDADE 6 – Biografias

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF35LP04, EF35LP05
• Ele não sabia que era escritor

Padrões da escrita
• Uso das letras L ou U no final das palavras EF35LP07, EF04LP01
• Plural e verbos no passado

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05, EF35LP07
• Elaboração de perguntas para entrevista

De olho no texto – Oralidade EF15LP09, EF15LP11, EF15LP12, EF04LP17,


• Planejar e realizar uma entrevista EF04LP18

Padrões da escrita
EF04LP01, EF04LP06
• Concordância verbal

De olho no texto – Organização


• O maior autor de livros que o Brasil já teve,
EF15LP01, EF15LP03, EF35LP03, EF35LP04
de Fernanda Marques
• Monteiro Lobato: o escritor e o artista

Padrões da escrita
EF04LP01
• Concordância e escrita de verbos

Gramatica: primeiras aproximações


EF04LP07
• Adjetivo

De olho no texto – Estilo


• Santos Dumont, de Juliana Geve EF35LP08, EF04LP14
• Marcadores temporais e espaciais

17

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 17 9/7/18 11:44 am


Padrões da escrita
EF04LP01, EF35LP12
• Analisar palavras que terminam em -M e ÃO

De olho no texto – Estilo


• Uma infância luminosa, de Lluís Cugota EF04LP06, EF04LP07
• Escrita em 1a pessoa

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF15LP07, EF35LP06,


• Escrever uma biografia EF35LP07, EF35LP08

UNIDADE 7 – Contos de artimanha

Propostas didáticas Habilidades

De olho no texto – Compreensão


EF15LP03, EF15LP15, EF15LP16, EF35LP06
• Sopa de pedras, de Edith Ferraz de Abreu

Padrões da escrita
EF04LP05, EF35LP07
• Pontuação e letra inicial maiúscula

De olho no texto – Organização


• O saco do adivinho, de Pedro Bandeira EF35LP29, EF35LP26
• Estrutura composicional do conto

Padrões da escrita
• Revisão da carta EF04LP06, EF04LP07, EF04LP11
• Concordância verbal e nominal

Atividade permanente - Produção de texto


EF15LP05, EF15LP06, EF04LP11
• Escrita de uma carta

De olho no texto – Estilo


• O caldo de pedra, de Marcia Kupstas EF35LP11
• Variações linguísticas

Padrões da escrita
• Análise da grafia de verbos em função EF04LP06, EF35LP07, EF04LP01
da concordância verbal

De olho no texto – Oralidade


EF15LP08, EF15LP09, EF15LP16,
• Reconto de histórias
EF15LP19
• Leitura e gravação de um conto de artimanha

18

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 18 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Estilo


• De como Malazarte entrou no céu, de Lindolfo Gomes EF35LP30, EF35LP07, EF35LP22
• Verbos dicendi ou de elocução

Padrões da escrita
EF04LP01, EF04LP02, EF35LP07
• Regularidades ortográficas

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF15LP07, EF15LP08,


• Escrita da continuação de um conto de artimanha EF15LP09, EF15LP16, EF15LP19

UNIDADE 8 – Ler para aprender

Propostas didáticas Habilidades

• Sistema digestório EF15LP01, EF15LP02

• Escrita de lista dos alimentos preferidos


• Desenho de hipóteses sobre o sistema digestório
EF04LP15, EF15LP03, EF15LP05, EF15LP06,
• Questionário sobre o funcionamento do SD
EF15LP07, EF15LP08, EF15LP10, EF35LP09,
• Sistema digestório — quadro sinóptico
EF35LP17, EF15LP18, EF04LP19, EF04LP20,
• Leitura e seleção de informações em verbetes
EF04LP21
enciclopédicos sobre a saliva
• Produção de um livreto sobre o sistema digestório

Almanaque EF35LP01, EF15LP14, EF35LP17

De leitor para leitor EF35LP02

19

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 19 9/7/18 11:44 am


SUGESTÕES
DE ATIVIDADES
COMPLEMENTARES
4O ANO

HABILIDADES: EF15LPO2
EF15LP04
1. A leitura deve constituir-se como uma atividade permanente, com o
EF15LP15 propósito de permitir que os alunos tenham acesso aos textos em seus
EF15LP18
EF35LP26 suportes de circulação. Ler um livro, analisar sua adaptação para o
cinema e obras de arte que se relacionem ao tema, por exemplo, é um
modo rico de abordar o ensino de forma multimodal.

Para ampliar a experiência com os contos ára- vocês acham que são as personagens que
bes, por exemplo, selecione um dos seguintes tí- aparecem na imagem da capa?”.
tulos: Ali Babá e os quarenta ladrões, adaptação  É possível também ler a sinopse da obra,
de Luc Lefort, Editora Ática; Ali Babá e os qua- geralmente presente na quarta capa, para
renta ladrões, adaptação de Tatiana Belinky, Edi- confirmar ou refutar algumas das hipóte-
tora Martins Fontes; Aladin e outros contos das ses iniciais.
mil e uma noites, adaptação de Rosalind Kerven,
 Organize a leitura compartilhada do livro,
Editora Companhia das Letrinhas; Histórias das
negociando com os alunos os possíveis
mil e uma noites, recontadas por Ruth Rocha,
sentidos do texto. Chame a atenção para a
Editora Salamandra.
descrição da caverna mágica e releia esse
Imaginemos que a obra selecionada seja Ali trecho mais de uma vez, pedindo aos alu-
Babá e os quarenta ladrões, que conta sobre a nos que fechem os olhos e imaginem o lo-
descoberta de um esconderijo de ladrões den- cal descrito. Ressalte a riqueza de recursos
tro de uma caverna mágica, repleta de tesouros empregados pelo autor: além de adjetivos,
roubados, que se abre mediante a senha “Abre- podem ser empregadas locuções adjetivas
-te, sésamo”. Ali recolhe algumas das riquezas e comparações para frisar a beleza dos ob-
da caverna, porém passa a ser perseguido pelos jetos preciosos contidos na caverna.
quarenta ladrões. Quem o ajuda a se livrar deles  Apresente um trecho do filme As mil e uma
é Mogiana, a heroína da história. Como ela faz noites (título original: Arabian Nights), dirigi-
isso? Só descobriremos mesmo isso se mergu- do por Steve Barron e lançado em 2000. Es-
lharmos nessa aventura. colha o trecho referente à história de Ali Babá
 A partir da leitura da capa do livro ou das e os quarenta ladrões, que se inicia por volta
ilustrações, estimule a turma a antecipar dos 17 minutos e dura cerca de 30 minutos.
o conteúdo da história, lançando algumas Analise a forma como a caverna é apresenta-
questões: “Sobre o que será essa histó- da visualmente. É por meio das imagens que
ria?”, “Quem será a personagem principal?”, podemos perceber a beleza do local. Analise
“Como é possível descobrir isso?”, “Quem a posição da câmera, os momentos em que

20

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 20 9/7/18 11:44 am


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

ocorre zoom, a sonoplastia que acompanha a emprega outros recursos para representar
cena e principalmente a expressão do rosto a caverna mágica de Ali Babá. A seguir,
da personagem. Ajude os alunos a perceber peça que descrevam a imagem, inferindo
que, no filme, as descrições não são faladas, quem são os sujeitos presentes e os obje-
mas materializadas de outras formas. tos que aparecem no cenário. Por fim, com-
 Para ampliar o trabalho, é possível também pare as semelhanças e as diferenças entre
analisar a ilustração de Edmund Dulac, pre- os suportes apresentados — livro, filme e
sente na página 44 do livro do 4o ano, que ilustração —, organizando um quadro.

HABILIDADES: EF15LP02
EF35LP21
2. A proposta consiste em antecipar o estudo, em casa, de um dos textos
EF12LP02 da coleção Presente Língua Portuguesa para, depois, propor que res-
pondam, em sala, às questões presentes no material.

Inicie o trabalho escolhendo um dos textos fazem parte do acervo da biblioteca da esco-
que fazem parte da seção “De olho no tex- la. Você já leu algum deles?
to”, na coleção Presente Língua Portuguesa, e  Faça uma busca em um dicionário, digital ou
solicite uma leitura antecipada em casa, com impresso, para saber o significado das pa-
base em um roteiro de estudo. Esse roteiro lavras que você não conhece e anote o que
pode ser disponibilizado e respondido on-li-
descobrir no caderno ou no próprio livro.
ne, utilizando plataformas específicas (como
o Moodle, disponível em <www.moodle.org>),  Releia o texto e verifique se você com-
enviado por e-mail aos alunos ou ser feito em preendeu tudo.
folha à parte, utilizando-se a internet apenas  Escreva a sua opinião sobre o texto lido.
para as pesquisas. Que parte mais lhe chamou a atenção?
Sugestões de perguntas para o roteiro: Você o achou engraçado, cheio de aventura
 Leia o título do texto. Na sua opinião, qual ou de medo? Quais informações descobriu
será o assunto principal desse texto? Quais a partir da leitura? Você o recomendaria a
palavras ajudaram você a formar essa ideia? alguém? Por quê?
 Observe as imagens. Elas ajudaram a ante- Caso esse roteiro seja disponibilizado em
cipar o assunto do texto? Por quê? algum meio digital, pode-se propor que as res-
 Observe como o texto está disposto na pági- postas à última pergunta sejam socializadas
na. Pensando nisso, você acha que o objetivo para toda a classe, funcionando como um fórum
principal desse texto é transmitir informa- de discussão, em que os alunos possam emitir
ções sobre a atualidade, divertir, emocionar suas opiniões, ler as dos colegas e comentá-las.
ou ensinar alguma coisa aos leitores? Depois desse estudo, oriente-os a responder,
 Identifique o autor desse texto. Pesquise na em sala, às questões propostas no livro para
internet sua biografia e faça uma lista de al- que sejam esclarecidas as possíveis dúvidas
guns livros escritos por ele para verificar se sobre o texto.

21

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 21 9/7/18 11:44 am


HABILIDADES: EF05LP14
EF15LP03
3. Antes de elaborar perguntas sobre um texto para serem respondidas
EF35LP03 pelos alunos, aconselhamos a você que realize uma análise do texto se-
EF35LP04 lecionado. Segue uma possível reflexão sobre uma resenha que consi-
dera tanto o plano do conteúdo como o plano da expressão (estrutura
composicional e estilo). A seguir, veja como cada aspecto estrutural é
contemplado na resenha Zoo de letras.

Zoo de letras 1

Quando juntamos 23 letras, que bicho que dá? 2 É o que acontece quando o autor diz que a folha de
alface é sempre a última no prato. Ou quando se per-
No livro O Bicho Alfabeto – que reúne poemas
gunta como a água do mar entra no coco. Ou, ainda,
de Paulo Leminski (1944-1989) –, periquito, formi-
quando deseja encontrar um mapa do tesouro que o
ga, lesma, tigre, sapo e cachorro ganham rimas do
leve até um baú cheio de “mapas do tesouro”! 6
poeta e ilustrações do cartunista Ziraldo (criador do
Menino Maluquinho). 3 Os 26 poemas do livro passeiam pela natureza
(tema preferido dos haicais) de maneira leve e diver-
Muitos desses textos são haicais, um tipo de poe-
tida. Por meio desse zoológico de letras, dá para co-
ma japonês que tem apenas três versos e que Lemins-
nhecer um pouco da obra de Leminski, que publicou
ki adorava escrever. 4
dois livros para crianças, compôs várias músicas e
Esses haicais não foram escritos especialmente ainda foi professor, tradutor e faixa preta de judô! 7
para crianças, mas trazem desejos, curiosidades e A apresentação do livro é do cantor e poeta Arnal-
observações que se aproximam desse público. 5 do Antunes. O Bicho Alfabeto, Paulo Leminski, Ed.
Companhia das Letrinhas. 8

Gabriela Mancini. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/folhinha/170943-zoo-de-letras.shtml?loggedpaywall#_=_>.


Acesso em: 23 abr. 2018. 9

1
O título da resenha brinca com o título da obra.
2
A abertura da resenha é uma pergunta que convida o leitor a respondê-la.
3
Descrição do livro resenhado. Entre parênteses, dados sobre o autor (data de nascimento e morte) e do ilustrador (título de
uma obra muito famosa).
4
Continuação da descrição do livro com realce para um tipo de poema: o haicai.
5
No parágrafo, a resenhista faz uma ressalva: os poemas não foram escritos especialmente para crianças. O “mas” introduz
um atenuante.
6
Esse parágrafo apresenta três exemplos para justificar a opinião de que os poemas podem ser apreciados por crianças.
7
Conclusão com a explicitação do ponto de vista da autora da resenha. Principal motivo para ler o livro: conhecer a obra do
poeta.
8
Informação a respeito de um elemento paratextual (elementos que acompanham os textos e ajudam a explicá-los, como
informação sobre os autores, apresentação, prefácio etc.).
9
Ficha técnica.

22

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 22 18/7/18 9:07 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

23

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 23 9/7/18 11:44 am


24

pdf-PPLP4-BNCC-M.indd 24 9/7/18 11:44 am


S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 8-9 23/07/18 11:21


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 10-11 23/07/18 11:21


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho
PRESENTE
LINGUA PORTUGUESA

E A BASE NACIONAL
COMUM CURRICULAR
Ensino Fundamental • Anos Iniciais

MATERIAL PARA O PROFESSOR

LP BNCC_CADERNO
FRONTIS PDF FINALGERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 5 23/07/18 09:36
APRESENTAÇÃO

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relativa à Educação In-


fantil e ao Ensino Fundamental, foi homologada pelo MEC no final de
2017. As escolas, tanto públicas como privadas, terão o biênio 2018-
-2019 para conhecê-la e adaptar-se de modo a efetivamente aplicá-la
a partir de 2020.
Buscando contribuir para orientar o professor do 5o ano durante
esse processo, as autoras do Projeto Presente Língua Portuguesa
elaboraram este caderno composto por três partes:
• uma visão breve, mas abrangente, da BNCC, destacando, ao final, o
componente curricular Língua Portuguesa;
• um exame das determinações da BNCC em face do Projeto Presente
Língua Portuguesa 5o ano;
• algumas atividades para o professor de 5o ano usar em sala de aula
de forma a atender mais completamente o que a BNCC determina.

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 2 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

EXAMINANDO A BASE
NACIONAL COMUM
CURRICULAR

RELEVÂNCIA
Como a BNCC define as competências pretendidas para os alunos e
as habilidades específicas que devem ser dominadas em cada etapa
do ensino, ela se constitui na diretriz para estados, municípios e Dis-
trito Federal elaborarem seus currículos e para cada unidade escolar,
seja pública ou privada, construir seu projeto pedagógico.
Trata-se de uma novidade que pode ter forte impacto em nosso
horizonte educacional porque determina os conteúdos essenciais de
cada ano escolar em cada etapa da educação básica, uma exigência
que não existia há décadas, pois estados, municípios e até unidades
escolares isoladas podiam seguir programações próprias. Agora, po-
rém, passa a haver uma base unificada para todo o ensino nacional.
Em consequência, a médio prazo, a BNCC influenciará, além dos cur-
rículos, projetos político-pedagógicos e planejamentos que orientam
os processos de ensino e de aprendizagem, as avaliações de larga
escala (como Saeb, Provinha Brasil, Prova Brasil, ANA), os livros didá-
ticos e a formação docente.

HISTÓRICO
A proposta de criação de uma base comum Educação (PNE), instituído em 2014, a Base
curricular não é recente. Desde a promulga- Nacional Comum Curricular (BNCC) começou a
ção da Constituição Federal, em 1988, já se ser construída em 2015 com a finalidade de
indicava, no artigo 210, a necessidade de es- estabelecer os conteúdos fundamentais a se-
tabelecer “conteúdos mínimos para o Ensino rem aprendidos por crianças e jovens durante
Fundamental, de maneira que assegurasse a a Educação Básica.
formação básica comum” (BRASIL, 1988). Tal De 2015 a 2017, foram divulgadas e discu-
aspecto foi ratificado na Lei de Diretrizes e Ba- tidas versões preliminares da BNCC. Reunindo
ses da Educação Nacional (LDB n. 9.394/96) e críticas e sugestões de instituições educa-
nos documentos oficiais subsequentes, como cionais, tanto públicas como privadas, e de
os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e educadores de todo o país, chegou-se ao do-
as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). cumento homologado em dezembro de 2017,
Como estratégia articulada ao cumprimento cuja implementação nas escolas é obrigatória
de algumas das metas do Plano Nacional da a partir de 2020.

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 3 9/7/18 12:15 pm


AS COMPETÊNCIAS GERAIS PRETENDIDAS
A BNCC trata da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do
Ensino Médio*, os três níveis de ensino que compõem a escolaridade
básica no país. Nesse percurso, busca-se dotar os educandos de dez
competências gerais, que listamos a seguir:

1. Valorizar e utilizar os conhecimentos histo- 6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências


ricamente construídos sobre o mundo físico, culturais e apropriar-se de conhecimentos e
social, cultural e digital para entender e expli- experiências que lhe possibilitem entender
car a realidade, continuar aprendendo e co- as relações próprias do mundo do traba-
laborar para a construção de uma sociedade lho e fazer escolhas alinhadas ao exercício
justa, democrática e inclusiva. da cidadania e ao seu projeto de vida, com
liberdade, autonomia, consciência crítica e
2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer responsabilidade.
à abordagem própria das ciências, incluindo
a investigação, a reflexão, a análise crítica, a 7. Argumentar com base em fatos, dados e in-
imaginação e a criatividade, para investigar formações confiáveis, para formular, negociar
causas, elaborar e testar hipóteses, formular e e defender ideias, pontos de vista e decisões
resolver problemas e criar soluções (inclusive comuns que respeitem e promovam os direi-
tecnológicas) com base nos conhecimentos tos humanos, a consciência socioambiental e
das diferentes áreas. o consumo responsável em âmbito local, re-
gional e global, com posicionamento ético em
3. Valorizar e fruir as diversas manifestações ar- relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e
tísticas e culturais, das locais às mundiais, e do planeta.
também participar de práticas diversificadas
8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saú-
da produção artístico-cultural.
de física e emocional, compreendendo-se na
4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral diversidade humana e reconhecendo suas
ou visual-motora, como Libras, e escrita), emoções e as dos outros, com autocrítica e ca-
corporal, visual, sonora e digital –, bem como pacidade para lidar com elas.
conhecimentos das linguagens artística, mate- 9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução
mática e científica, para se expressar e partilhar de conflitos e a cooperação, fazendo-se res-
informações, experiências, ideias e sentimen- peitar e promovendo o respeito ao outro e
tos em diferentes contextos e produzir senti- aos direitos humanos, com acolhimento
dos que levem ao entendimento mútuo. e valorização da diversidade de indivíduos e
5. Compreender, utilizar e criar tecnologias di- de grupos sociais, seus saberes, identidades,
gitais de informação e comunicação de forma culturas e potencialidades, sem preconcei-
crítica, significativa, reflexiva e ética nas di- tos de qualquer natureza.
versas práticas sociais (incluindo as escolares) 10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia,
para se comunicar, acessar e disseminar in- responsabilidade, flexibilidade, resiliência e
formações, produzir conhecimentos, resolver determinação, tomando decisões com base
problemas e exercer protagonismo e autoria em princípios éticos, democráticos, inclusi-
na vida pessoal e coletiva. vos, sustentáveis e solidários.

* Até o fechamento desta edição, a BNCC do Ensino Médio encontrava-se em análise no Conselho Nacional de Educação (CNE).

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 4 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

BNCC: ESTRUTURA NO ENSINO FUNDAMENTAL


O Ensino Fundamental engloba cinco áreas do conhecimento:
Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e
Ensino Religioso. Algumas dessas áreas do conhecimento têm mais
de um componente curricular. Essa estrutura pode ser visualizada no
seguinte organograma:

ENSINO FUNDAMENTAL

Áreas do conhecimento

Componentes curriculares

Anos Anos
iniciais finais
(1O ao 5O ano) (6O ao 9O ano)

Língua
Portuguesa

Arte

Linguagens

Educação Física

Língua Inglesa

Matemática Matemática

Ciências da
Ciências
Natureza

Geografia
Ciências
Humanas
História

Ensino Religioso Ensino Religioso

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 5 9/7/18 12:15 pm


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
Cada área do conhecimento busca levar os des elaboradas para cada componente curricu-
alunos a adquirir um grupo de competências lar em cada ano escolar. As habilidades expres-
específicas. Há também as competências de sam as aprendizagens essenciais de cada etapa
cada componente curricular.
da escolarização. Dominando as habilidades
De que maneira os alunos poderão desenvol-
previstas para cada ano escolar, em um proces-
ver as competências gerais, as específicas de
cada área do conhecimento e as de cada com- so de ensino e aprendizagem sempre norteado
ponente curricular? pelas competências mais gerais, espera-se que
Segundo a BNCC, tais competências serão os alunos concluam a educação básica dotados
alcançadas por meio de um elenco de habilida- das competências pretendidas.

Para saber mais sobre a BNCC, consulte os sites:


<www.basenacionalcomum.mec.gov.br> <www.movimentopelabase.org.br>
O site apresenta a BNCC em versão para navegação O site, gerido por um grupo não governamental de pro-
on-line ou em formato editável (pode-se baixar uma fissionais da educação, promove debates, produz estu-
tabela com os dados desejados). Também permite o dos e pesquisas com gestores, professores e alunos e
download do arquivo para impressão (em PDF). investiga casos de sucesso em vários países.

AS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DA ÁREA DE LINGUAGENS


Em articulação com as competências gerais da BNCC, a área de
Linguagens propõe que se assegure aos alunos o desenvolvimento
das seguintes competências específicas:

1. Compreender as linguagens como construção 4. Utilizar diferentes linguagens para defender pon-
humana, histórica, social e cultural, de nature- tos de vista que respeitem o outro e promovam
za dinâmica, reconhecendo-as e valorizando- os direitos humanos, a consciência socioambien-
-as como formas de significação da realidade tal e o consumo responsável em âmbito local,
e expressão de subjetividades e identidades regional e global, atuando criticamente frente a
sociais e culturais. questões do mundo contemporâneo.
2. Conhecer e explorar diversas práticas de lin- 5. Desenvolver o senso estético para reconhecer,
guagem (artísticas, corporais e linguísticas) em fruir e respeitar as diversas manifestações artís-
diferentes campos da atividade humana para ticas e culturais, das locais às mundiais, inclu-
sive aquelas pertencentes ao patrimônio cul-
continuar aprendendo, ampliar suas possibili-
tural da humanidade, bem como participar de
dades de participação na vida social e colabo-
práticas diversificadas, individuais e coletivas,
rar para a construção de uma sociedade mais da produção artístico-cultural, com respeito à
justa, democrática e inclusiva. diversidade de saberes, identidades e culturas.
3. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou 6. Compreender e utilizar tecnologias digitais de
visual-motora, como Libras, e escrita), corpo- informação e comunicação de forma crítica, sig-
ral, visual, sonora e digital –, para se expressar nificativa, reflexiva e ética nas diversas práticas
e partilhar informações, experiências, ideias e sociais (incluindo as escolares), para se comuni-
sentimentos em diferentes contextos e produ- car por meio das diferentes linguagens e mídias,
zir sentidos que levem ao diálogo, à resolução produzir conhecimentos, resolver problemas e
de conflitos e à cooperação. desenvolver projetos autorais e coletivos.

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 6 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

A LÍNGUA PORTUGUESA NA BNCC


As competências específicas de Língua Portuguesa são apresenta-
das a seguir.

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, 6. Analisar informações, argumentos e opiniões


histórico, social, variável, heterogêneo e sensí- manifestados em interações sociais e nos
vel aos contextos de uso, reconhecendo-a como meios de comunicação, posicionando-se ética
meio de construção de identidades de seus usuá- e criticamente em relação a conteúdos discri-
rios e da comunidade a que pertencem. minatórios que ferem direitos humanos e am-
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhe- bientais.
cendo-a como forma de interação nos di- 7. Reconhecer o texto como lugar de mani-
ferentes campos de atuação da vida social e festação e negociação de sentidos, valores e
utilizando-a para ampliar suas possibilidades ideologias.
de participar da cultura letrada, de construir
conhecimentos (inclusive escolares) e de se en- 8. Selecionar textos e livros para leitura integral,
volver com maior autonomia e protagonismo de acordo com objetivos, interesses e projetos
na vida social. pessoais (estudo, formação pessoal, entreteni-
mento, pesquisa, trabalho etc.).
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e
multissemióticos que circulam em diferentes 9. Envolver-se em práticas de leitura literária
campos de atuação e mídias, com compreen- que possibilitem o desenvolvimento do sen-
são, autonomia, fluência e criticidade, de so estético para fruição, valorizando a litera-
modo a se expressar e partilhar informações, tura e outras manifestações artístico-culturais
experiências, ideias e sentimentos, e continuar como formas de acesso às dimensões lúdicas,
aprendendo. de imaginário e encantamento, reconhecendo
4. Compreender o fenômeno da variação lin- o potencial transformador e humanizador da
guística, demonstrando atitude respeitosa experiência com a literatura.
diante de variedades linguísticas e rejeitando 10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferen-
preconceitos linguísticos.
tes linguagens, mídias e ferramentas digitais
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e para expandir as formas de produzir sentidos
o estilo de linguagem adequados à situação co- (nos processos de compreensão e produção),
municativa, ao(s) interlocutor(es) e ao gênero aprender e refletir sobre o mundo e realizar
do discurso/gênero textual. diferentes projetos autorais.

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 7 9/7/18 12:15 pm


O PROJETO PRESENTE
LÍNGUA PORTUGUESA
E A BNCC

O diagrama abaixo enumera, inicialmente, Em seguida, listam-se os campos de atuação


os eixos que organizam a proposição de habi- que vão permitir que se identifiquem tanto um
lidades para o Ensino Fundamental em Língua conjunto de gêneros textuais próprios como
Portuguesa, com os quais os professores já es- rotinas comunicativas institucionalizadas, si-
tão familiarizados desde os Parâmetros Curri- nalizando para um ensino-aprendizagem ali-
culares Nacionais. nhado às práticas sociais e culturais.

Oralidade

Leitura
Práticas de linguagem1
Produção de textos

Análise linguística/semiótica

Língua Portuguesa
Da vida cotidiana (anos iniciais)
no Ensino Fundamental

Artístico-literário

De estudo e pesquisa
Campos de atuação2

Jornalístico-midiático (anos finais)

Da vida pública (anos iniciais)

De atuação na vida pública


(anos finais)

1. O conceito de “práticas de linguagem” refere-se às dimensões particulares do funcionamento da linguagem em relação


às práticas sociais, nas quais a linguagem assume uma função de mediação. Como as práticas sociais são múltiplas e
diversas, as práticas de linguagem, consequentemente, são heterogêneas, e os papéis assumidos pelos interlocutores,
os ritos e as normas, inerentes à circulação discursiva, são dinâmicos e variáveis.
2. Os campos de atuação, que designam esferas de produção discursiva ou de atividade humana, caracterizam-se como
espaços estruturados de posições nos quais há certo domínio de concorrência e disputa interna. Os campos constituem
práticas discursivas dentro das quais se pode identificar tanto um conjunto de gêneros textuais próprios como rotinas
comunicativas institucionalizadas.

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 8 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

É a partir do cruzamento entre os eixos organizadores e os campos


de atuação que são relacionados os objetos de conhecimento a que
se vincula a proposição das habilidades que pretendem assegurar a
continuidade das aprendizagens ao longo dos anos de escolarização.
Em síntese, são estes objetos de conhecimento elencados pela BNCC:

EIXO DA LEITURA

Reconstrução e reflexão sobre as condições de produção e recepção dos textos pertencentes a diferentes gêneros
e que circulam nas diferentes mídias e campos de atuação

Dialogia e relação entre textos

Reconstrução da textualidade

Reflexão crítica sobre as temáticas tratadas e validade das informações

Compreensão dos efeitos de sentido provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de gêneros diversos

Estratégias e procedimentos de leitura

Adesão às práticas de leitura

EIXO DA PRODUÇÃO DE TEXTOS

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos que regem a circulação de diferentes gêneros
nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Dialogia e relação entre textos

Alimentação temática

Construção da textualidade

Aspectos notacionais e gramaticais

Estratégias de produção

EIXO DA ORALIDADE

Consideração e reflexão sobre as condições de produção dos textos orais que regem a circulação de diferentes
gêneros nas diferentes mídias e campos de atividade humana

Compreensão de textos orais

Produção de textos orais

Compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos em textos
de diferentes gêneros

Relação entre fala e escrita

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 9 9/7/18 12:15 pm


EIXO DA ANÁLISE LINGUÍSTICA/SEMIÓTICA

Fono-ortografia

Morfossintaxe

Semântica

Variação linguística

Elementos notacionais da escrita

Esse panorama do documento permite avaliar, em linhas gerais, que


as escolhas didático-metodológicas, orientadoras do trabalho desen-
volvido no Projeto Presente Língua Portuguesa, respondem ao que de-
termina a BNCC.

1. A diversidade de gêneros priorizados ofe- texto – Compreensão”, “De olho no tex-


rece ao professor a possibilidade de de- to – Oralidade” e “De olho no seu texto
senvolver projetos ou sequências de ativi- – Produção”, os alunos podem entrar em
dades que contemplam os vários campos contato com textos de diferentes gêneros,
de atuação previstos pela BNCC para os atuando em diferentes situações comuni-
anos iniciais, como descrito no quadro cativas e mobilizando as habilidades im-
abaixo. Ao realizar as atividades das se- plicadas nos processos de produção ou de
ções “Primeiros contatos”, “De olho no recepção de textos orais ou escritos.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Da vida Artístico- De estudo e Da vida


Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Cantiga de roda

Legenda de foto

1o ano Poema

Conto acumulativo e de
repetição

Seção “Ler para aprender”

Marchinha de carnaval

2o ano Adivinha

Conto de encantamento

10

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 10 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

CAMPOS DE ATUAÇÃO
Da vida Artístico- De estudo e Da vida
Gêneros textuais
cotidiana -literário pesquisa pública

Regras de brincadeira

Relato de memória

2o ano Notícia (lide)

Conto de animais

Unidade “Ler para aprender”

Carta

Relato de viagem

Fábula

Notícia
3o ano
Conto latino-americano

Entrevista

Poema

Unidade “Ler para aprender”

Resenha

Conto árabe

Lenda

Reportagem de turismo
4o ano
Cordel

Biografia

Conto de artimanha

Unidade “Ler para aprender”

Conto etiológico africano

Poema

Notícia

Crônica
5o ano
Mito grego

Artigo de opinião

Conto de mistério

Unidade “Ler para aprender”

11

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 11 9/7/18 12:15 pm


2. Em relação ao tratamento dado aos conteú- o modo singular com que as palavras produ-
dos referentes ao eixo “Análise linguística/ zem efeitos de sentido. As seções “Atividades
semiótica”, como a BNCC sustenta (p. 78), permanentes – Alfabetização”, “Padrões da es-
desenvolve-se transversalmente aos eixos “Lei- crita” e “Gramática: primeiras aproximações”
tura” e “Produção de textos”, envolvendo a refletem sobre as convenções da escrita, a for-
análise textual, gramatical, lexical, fonológica matação do texto na página e a análise das pa-
e das materialidades das outras linguagens. Na lavras, a fim de garantir melhor entendimento
seção “De olho no texto – Organização”, os na leitura e coesão na escrita.
elementos da estrutura composicional e suas
formas de acabamento – abertura, desenvol- 3. Propondo um diálogo mais amplo com as
vimento e fechamento, segmentação em pará- práticas da cultura digital, o Projeto Pre-
grafos para hierarquizar os tópicos tratados – sente Língua Portuguesa procura mobilizar
são estudados ao mesmo tempo que se tecem objetos e atividades digitais que exploram
os sentidos. Na seção “De olho no texto – Es- diferentes linguagens, mídias e ferramen-
tilo”, apreciam-se as regularidades linguísticas tas para permitir outras formas de produzir
que caracterizam os diferentes tipos textuais e sentidos.

AS HABILIDADES DA BNCC NO PROJETO


PRESENTE LÍNGUA PORTUGUESA 5O ANO

Além dos objetivos listados no início de cada unidade, nas tabelas


a seguir, apresentamos uma relação das atividades trabalhadas no
5o ano e suas respectivas habilidades.

UNIDADE 1 – Contos etiológicos

Propostas didáticas Habilidades

Conto etiológico africano EF15LP01, EF15LP02, EF04LP20

De olho no texto – Compreensão EF15LP02, EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03,


• O cassolo e as abelhas, de Rogério Andrade Barbosa EF35LP04, EF35LP05

Gramática: primeiras aproximações


EF03LP09
• Adjetivo

De olho no texto – Organização


• As duas mulheres e o céu, de Ilan Brenman EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF35LP26
• Estrutura dos contos (situação inicial, conflito e resolução)

Gramática: primeiras aproximações


EF04LP07
• Substantivo e adjetivo: concordância nominal

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP25
• Diário

12

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 12 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Reconto de conto

De olho no texto – Estilo


• Por que os gatos matam os ratos, de Júlio Emílio Braz EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF03LP09
• Adjetivos como recurso para descrever personagens

Padrões da escrita
EF03LP10, EF04LP08, EF05LP08
• Terminações -OSO e -AL em adjetivos

Atividade permanente – Produção de texto


EF05LP11, EF03LP07
• Piada

De olho no texto – Estilo


EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF35LP06,
• A princesa, o fogo e a chuva, de Anna Soler-Pont
EF01LP15, EF05LP07
• Coesão e paralelismo sintático

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF35LP25, EF15LP06, EF35LP07,


• Conto etiológico EF35LP08, EF35LP09

UNIDADE 2 – Poemas

Propostas didáticas Habilidades

Poema EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


• A Rua dos Cataventos – VI, Mario Quintana EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• A primavera endoideceu, de Sérgio Capparelli EF35LP05, EF35LP06, EF35LP27, EF04LP26
e Ana Cláudia Gruszynski

Atividade permanente – Produção de texto


EF15LP05
• Biografia

Gramática: primeiras aproximações


EF35LP06, EF35LP14
• Pronome

De olho no texto – Organização


EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• Amor é um fogo que arde sem se ver, de Luís de Camões
EF35LP05, EF35LP23, EF35LP27, EF35LP31,
• Apartheid soneto, de Avelino de Araújo
EF04LP26
• Estrutura do soneto

Gramática: primeiras aproximações


EF35LP06
• Repetição de palavras

De olho no texto – Estilo


• Velhas árvores, de Olavo Bilac EF35LP01, EF35LP04, EF35LP05, EF35LP23,
• Rio: o ir, de Arnaldo Antunes EF35LP27, EF35LP31, EF04LP26
• Uso de metáforas e palíndromos

Gramática: primeiras aproximações


EF35LP06
• Repetição de palavras

13

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 13 9/7/18 12:15 pm


De olho no texto – Oralidade
EF35LP28
• Declamação de poema

De olho no texto – Estilo


EF35LP01, EF35LP04, EF35LP05, EF35LP23,
• As pombas, de Raimundo Correia
EF35LP27, EF05LP07, EF35LP31
• Inversão dos constituintes da frase

Gramática: primeiras aproximações


EF05LP06
• Concordância verbal

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF04LP26, EF15LP05, EF15LP06, EF15LP07
• Poema visual

UNIDADE 3 – Notícias

Propostas didáticas Habilidades

Notícia EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


• Estudantes da zona leste enfrentam falta d’água em casa EF15LP03, EF15LP04, EF04LP14
e na escola, de Júlia Barbon

Gramática: primeiras aproximações


EF05LP06, EF04LP07
• Substantivo, verbo e adjetivo

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP15
• Entrevista

De olho no texto – Organização


• Após 21 dias de alta, nível do Cantareira volta a ficar
estável
• Após ficar estável, nível do Cantareira volta a registrar
EF15LP03, EF15LP04, EF04LP14
alta neste sábado
• Em 1 dia, represas têm 19,4% da chuva prevista no mês;
Cantareira sobe pouco
• Estrutura do lide e da suíte

Gramática: primeiras aproximações


EF05LP06
• Concordância verbal

Padrões da escrita
EF05LP01
• S e SS

Atividade permanente – Produção de texto


EF02LP22
• Enquete

14

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 14 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

De olho no texto – Oralidade


• RS: homem encontra fatura e dinheiro na rua e paga conta EF35LP15
• Debate

Padrões da escrita
EF04LP05, EF35LP07, EF35LP09
• Pontuação em diálogos

De olho no texto – Estilo


• Casos de dengue aumentam 57% em janeiro, diz
EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF05LP04,
Ministério da Saúde, de Natália Cancian
EF05LP07
• Citação direta e indireta
• Uso de aspas e de expressões enunciativas nas citações

Gramática: primeiras aproximações


• Recursos coesivos EF35LP14, EF04LP07
• Concordância verbal

Padrões da escrita
EF03LP08
• Letra maiúscula em substantivos próprios e início de frase

De olho no texto – Estilo


• Bichos são capazes de fazer mímica e até mentir o so-
EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF05LP04,
taque, dizem estudos, de Gabriel Alves
EF05LP07
• Outros usos para aspas nos textos: destacar expressões
e título

De olho no seu texto - Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF15LP07, EF15LP08,


• Notícia EF04LP16

UNIDADE 4 – Crônicas

Propostas didáticas Habilidades

Crônica EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,


• Da utilidade dos animais, de Carlos Drummond de Andrade EF35LP05

Padrões da escrita
EF04LP01, EF03LP02
• R/RR

Atividade permanente - Produção de texto


EF05LP14
• Indicação literária

Gramática: primeiras aproximações


EF35LP06, EF35LP14
• Pronome pessoal

15

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 15 9/7/18 12:15 pm


De olho no texto – Estilo
EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• Vó caiu na piscina, de Carlos Drummond de Andrade
EF35LP05, EF35LP06, EF05LP02
• Linguagem coloquial e expressões com duplo sentido

Gramática: primeiras aproximações


EF35LP06, EF35LP14
• Pronome pessoal

Atividade permanente – Produção de texto


EF03LP20
• Carta

De olho no texto – Organização


EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• O melhor amigo, de Fernando Sabino
EF35LP05, EF35LP26
• Discurso direto e discurso indireto

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Leitura dramática

Gramática: primeiras aproximações


EF35LP06, EF35LP14
• Substituição pronominal

Padrões da escrita
EF04LP01, EF03LP02
• R e RR

De olho no texto – Estilo


• Notícias de quirópteros, celenterados e poríferos, de João
EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
Ubaldo Ribeiro
EF35LP05, EF04LP03
• Ironia
• Linguagem científica e linguagem coloquial

Padrões da escrita
EF04LP01, EF03LP02
• S e SS

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF15LP06, EF15LP07, EF35LP07,


• Crônica EF35LP08, EF35LP09

UNIDADE 5 – Mitos gregos

Propostas didáticas Habilidades

Mito grego EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão EF15LP02, EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03,


• O cavalo alado, de Heather Alexander EF35LP04, EF35LP05

16

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 16 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

Padrões da escrita
EF05LP01, EF03LP02
• Letra X

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP25
• Fábula

De olho no texto – Organização


• Prometeu e os primeiros homens, de Claude Pouzadoux
EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF35LP26
(Tradução de Eduardo Brandão)
• Encaixe de mitos dentro do mito

Padrões da escrita
EF05LP01, EF03LP02
• X e CH depois de EN

Gramática: primeiras aproximações


EF05LP05, EF05LP06
• Tempo verbal: presente, passado e futuro

De olho no texto – Estilo


• As orelhas do rei Midas, de Alain Quesnel (Tradução de
Ana Maria Machado)
• Hades, de Heather Alexander
EF35LP01, EF04LP05, EF03LP09
• Poseidon, de Heather Alexander
• Descrição de personagens
• Uso da vírgula nas descrições, em situações onde há
aposto

Atividade permanente – Produção de texto


EF35LP23, EF35LP27
• Letra de canção

Gramática: primeiras aproximações


EF05LP05, EF05LP06
• Verbo no infinitivo e conjugado

De olho no texto – Estilo


• A tapeçaria de Aracne, lenda grega recontada EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF35LP06,
por Ana Maria Machado EF05LP07, EF35LP14
• Uso do QUE em orações adjetivas

Padrões da escrita
EF05LP01, EF03LP02
• X e CH

De olho no texto – Oralidade


EF05LP19
• Debate sobre comportamento de personagem fictícia

De olho no seu texto – Produção e revisão EF15LP05, EF35LP25, EF15LP06, EF35LP07,


• Reescrita de mito EF35LP08, EF35LP09, EF35LP06, EF35LP14

17

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 17 18/7/18 9:10 pm


UNIDADE 6 – Artigos de opinião

Propostas didáticas Habilidades

Artigo de opinião EF15LP01, EF15LP02, EF05LP19

De olho no texto – Compreensão EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,


• Time de futebol não é herança, de Mariliz Pereira Jorge EF35LP05, EF05LP15, EF04LP15

Gramática: primeiras aproximações


EF03LP08
• Advérbios

De olho no texto – Organização


• Vender ou não vender: uma falsa questão, de Sílvia Corrêa
EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• Organização dos artigos de opinião: apresentação do
EF35LP05, EF05LP15, EF04LP15, EF35LP09
tema, tomada de posição, justificativa de opinião com
base em argumentos e conclusão

Gramática: primeiras aproximações


EF03LP08
• Advérbios e expressões adverbiais

De olho no texto – Estilo


• Surto de otimismo, de Tostão
EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• Frases curtas introduzindo os tópicos tratados no
EF35LP05, EF05LP15, EF04LP15, EF05LP07
parágrafo
• Uso de conectores de oposição

Atividade permanente – Produção de texto


EF03LP09, EF35LP25
• Ficha descritiva

De olho no texto – Estilo


• Omissão de socorro, de Hélio Schwartsman
EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• Expressões que indicam responsabilidade enunciativa
EF35LP05, EF05LP15, EF04LP15, EF05LP07
• Uso de conectores de oposição
• Perguntas retóricas

Gramática: primeiras aproximações


EF03LP08
• Advérbios e expressões adverbiais

De olho no texto – Oralidade


• Menina pode jogar futebol?, de Rosely Sayão
EF35LP15, EF05LP19
• Debate sobre a participação de meninas em jogos tipica-
mente masculinos, como futebol

De olho no seu texto – Produção e revisão EF35LP15, EF05LP19, EF35LP07, EF35LP08,


• Artigo de opinião EF35LP09, EF05LP07

18

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 18 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

UNIDADE 7 – Contos de mistério

Propostas didáticas Habilidades

Conto de mistério EF15LP01, EF15LP02

De olho no texto – Compreensão


• O fantasma sem cabeça, de Ernani Ssó EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• As lágrimas do Sombreirão, de versão de Luis Alfredo EF35LP05, EF35LP26
Arango

Padrões da escrita
EF35LP22, EF05LP04
• Pontuação em diálogos

De olho no texto – Oralidade


EF15LP19
• Lenda urbana

Atividade permanente – Produção de texto


EF04LP19, EF04LP22
• Curiosidades do tipo Você sabia?

De olho no texto – Organização


• O caçador e a morte, de Gustavo Barroso
EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• A armadilha da morte, de Heloisa Prieto
EF35LP05, EF35LP26
• Estrutura dos contos: descrição de personagens,
conflito e desfecho

Padrões da escrita
EF05LP08, EF05LP01
• Família de palavras

Atividade permanente – Produção de texto


EF02LP13
• Carta

De olho no texto – Estilo


• A árvore dos desejos, de Rosane Pamplona EF15LP03, EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04,
• Coesão referencial e recursos de linguagem EF35LP05, EF35LP06
para construção do clima de mistério

Padrões da escrita
EF04LP05, EF35LP07, EF35LP09
• Pontuação em diálogos

De olho no texto – Estilo


• O navio dos ossos, de Terry Jones
EF35LP01, EF35LP03, EF35LP04, EF35LP05,
• Relações lexicais (substantivos que nomeiam
EF35LP07
partes de um todo)
• Conectivos comparativos

De olho no seu texto – Produção e revisão


EF35LP07, EF35LP08, EF35LP09, EF35LP25
• Conto de mistério

19

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 19 9/7/18 12:15 pm


UNIDADE 8 – Ler para aprender

Propostas didáticas Habilidades

África EF15LP01, EF15LP02

• África: país ou continente, de Mônica Lima


• Leitura de texto informativo e de mapas EF04LP19, EF04LP20, EF05LP23
• Preparação de seminário

• Diferentes paisagens em um só lugar, de Mônica Lima


• Leitura de texto informativo e de mapas EF04LP19
• Preparação de seminário

• Às margens do rio Nilo


• Quadros sinópticos EF04LP19, EF04LP20, EF05LP22, EF05LP23
• Leitura de verbete de enciclopédia

• Você sabia que na África existe um vulcão coberto


de neve?, de Celso Dal Ré Carneiro
EF04LP19, EF04LP20
• Leitura de texto informativo
• Elaboração de perguntas

• Saara
EF04LP19, EF04LP20
• Leitura de imagens

• As regras do jogo – Awalé, de Heloisa Pires Lima,


EF05LP09, EF35LP17, EF05LP24, EF35LP18,
Georges Gneka e Mário Lemos
EF35LP20
• Leitura de regras de jogo

Almanaque EF02LP26, EF12LP02, EF35LP01, EF12LP04

De leitor para leitor EF35LP02

20

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 20 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

SUGESTÕES
DE ATIVIDADES
COMPLEMENTARES
5O ANO

HABILIDADES: EF15LP01
EF15LP02
1. Ao propor a leitura de um texto, é frequente que a primeira tarefa
EF15LP03 dos alunos seja enfrentá-lo solitariamente, em uma leitura silenciosa.
EF04LP02 A proposta a seguir estabelece uma série de ações que antecedem a
EF04LP19
EF35LP17
leitura e possibilitam aos alunos procedimentos fundamentais, per-
mitindo a eles desenvolver estratégias cada vez mais apuradas para ler.
A situação sugerida serve somente como referência, cabendo a você
selecionar o tema, que poderá variar de acordo com seu planejamento
nos diferentes componentes curriculares.
Antes da leitura
 Informe aos alunos o tema principal do texto.
 Diga que, antes de lê-lo, devem pensar no que sabem sobre esse assunto.
 Anote as afirmações dos alunos na lousa ou em um processador de textos, caso disponha de da-
tashow. É importante que, nesse primeiro momento, você faça apenas a mediação da discussão,
sem avaliar as respostas dos alunos, mesmo que contenham equívocos conceituais.
 Peça que, a partir das ideias anotadas, organizem um quadro, como o sugerido a seguir,
preenchendo apenas as duas primeiras colunas.

O que ainda precisamos


O que sabemos O que queremos saber O que já aprendemos
aprender

 Concluída a primeira versão do quadro, pergunte se é possível reunir as informações em catego-


rias. Caso o texto seja sobre animais, é possível classificar as informações em: habitat, alimenta-
ção, reprodução, causas do risco de extinção etc.
 Solicite que, com base nessas categorias, reorganizem as informações das duas primeiras colu-
nas do quadro.
 Peça que formulem perguntas específicas sobre o que querem saber, anotando-as no quadro.
Durante a leitura
 Solicite a leitura silenciosa de um artigo de divulgação científica a respeito do tema, orientando-
-os a verificar se há respostas para o que querem saber.
 Retome o quadro, verificando se o texto confirmou o que já sabiam e se esclareceu suas dúvidas.

21

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 21 18/7/18 9:14 pm


Depois da leitura
 Solicite aos alunos que completem a terceira coluna do quadro.
 Peça que identifiquem os temas sobre os quais não havia informações no texto.
 Planeje uma visita à biblioteca escolar ou à sala de informática para que possam ampliar a pesqui-
sa. Certamente, o estudo realizado permitirá que enfrentem, sem muita dificuldade, textos mais
complexos.

HABILIDADES: EF35LP01
EF35LP06
2. A sequência de atividades, a seguir, analisa como os alunos podem
EF35LP08 evitar a repetição de palavras em um texto, variando os recursos de
EF15LP06 coesão referencial. É muito comum os alunos repetirem um mesmo
substantivo ao escreverem suas histórias. Ao verificarem que o pro-
nome pode ser usado para evitar essa repetição, outro problema sur-
ge: passam a repetir exaustivamente um mesmo pronome, causando
também ambiguidade. Podem aprender que, às vezes, basta cortar o
termo repetido ou substituí-lo por uma expressão nominal.

 Escolha um texto já analisado pela turma O canário


para realizar a atividade e retome o enre- Em um ano de rigorosíssimo inverno, um canário
do. É importante que os alunos já tenham veio bater à janela de um camponês, como que pedin-
conhecimento da história, pois o entendi- do permissão para entrar.
mento do seu conteúdo não deve ser um O bom homem abriu-a e [elipse] recebeu amistosa-
obstáculo para a realização da atividade. mente na sua morada a confiante avezinha, que [elipse]
Proponha que, em duplas, verifiquem como se pôs a comer as migalhas de pão caídas da mesa.
o autor evitou a repetição do nome de uma Mas, assim que a primavera apareceu, e que o arvo-
das personagens. Peça que façam uma lista redo se cobriu de verdejantes folhas, o camponês abriu
das possibilidades que encontraram e, de- a janela, e o seu hospedezinho voou para a floresta pró-
pois, abra uma discussão com a classe para xima, onde [elipse] começou a cantar alegremente.
que todos socializem as descobertas. É im-
Voltou o inverno, e o passarinho regressou tam-
portante que os alunos percebam que, além
bém, trazendo consigo a sua [companheira do caná-
dos pronomes, há outras formas de retomar
rio] pequena companheira. O camponês e seus [filhos
os referentes do texto, no caso, o nome das do camponês] filhos gostavam de ver como os pássa-
personagens em estudo. Converse com os ros olhavam para eles [o camponês + os filhos dele]
alunos e ajude-os a perceber que podem ser com grande confiança.
usados os seguintes recursos:
— Ah! — disse uma das crianças — Eles [o caná-
• pronomes; rio + a companheira] olham para nós como se quises-
• o
 utros substantivos ou expressões nomi- sem dizer alguma coisa.
nais para se referir à personagem; — Sim — suplicou o pai — se pudessem falar,
• o
 missão da palavra (elipse) em contextos diriam:
em que é possível perceber o referente — A confiança desperta a afeição e produz afeição.
pelo contexto.
PIMENTEL, Figueiredo. Contos da carochinha.
 Observe como isso ocorre no texto a seguir: Belo Horizonte: Villa Rica, 2005.

22

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 22 9/7/18 12:15 pm


Projeto Presente Língua Portuguesa e a BNCC

 Ofereça outros textos para que possam per- possível criar uma tabela em ficha específica
ceber como esses recursos são empregados ou colocar os itens na lousa para ajudar o alu-
por autores variados. no na tarefa de revisão. Sugestão:
 A seguir, apresente textos com repetição a) Citou o nome da personagem no início do
de palavras e oriente os alunos a reescre- texto?
vê-los usando os recursos já observados. É b) Usou outros substantivos ou expressões
possível utilizar textos dos próprios alunos que podem ser usados no lugar desse
ou adaptar textos já conhecidos para a rea- nome, com significado semelhante? Se
lização da atividade. Nesse último caso, ao não usou, quais poderiam ser usados?
final apresente a versão original para que
c) Usou pronomes no lugar dos nomes?
possam compará-la com as soluções cria-
das por eles, verificando semelhanças e d) Omitiu o nome da personagem, não escre-
diferenças. vendo nada no lugar?
 Proponha em uma situação de produção de e) Ao omitir o nome, é possível, pela leitura,
texto, já prevista na sua sequência didáti- saber a quem o texto se refere?
ca, uma revisão com foco nos recursos usa-  Por fim, peça que produzam uma nova versão
dos para evitar a repetição de palavras. É do texto com as mudanças necessárias.

HABILIDADES: EF35LP15
EF05LP19
3. O objetivo desta sequência é que os alunos possam, em colabora-
ção, organizar um debate em torno de um tema que mobilize a clas-
se, aprendendo a defender posições, fundamentar argumentos com
exemplos e informações, reconhecer os argumentos apresentados na
defesa de uma posição, avaliar a pertinência dos exemplos e informa-
ções que o fundamentam e reconhecer e usar estratégias de organiza-
ção para o desenvolvimento da argumentação.

 Leve os alunos a participar, como ouvintes, de uma série de debates para que eles possam perceber
as características comuns a essas situações comunicativas. É importante que eles observem que o
debate utiliza uma variante linguística mais próxima da linguagem formal, além de só ser possível
quando há oposições de pontos de vista sobre determinado assunto. Vale ressaltar que uma das re-
gras básicas desta situação comunicativa é o respeito ao outro debatedor; a oposição é de ideias.
 Organize situações que preparem o debate, definindo: as regras, quem será o mediador, quem
defenderá cada uma das posições, o tempo de preparação dos debatedores, se haverá ou não
plateia e qual será sua função.
 Organize a turma em pequenos grupos, distribuindo as tarefas relativas à preparação para deba-
ter o tema escolhido. Nesse momento, é importante que você selecione vídeos, textos e imagens
que subsidiem o debate, tanto da posição favorável quanto da posição contrária. Cada grupo deve
listar as informações e exemplos que fundamentam sua posição pessoal ou a posição que defen-
derá. É interessante prever ao menos uma a duas semanas para esta etapa.
 Retome as regras combinadas e realize o debate. Se possível, ele pode ser gravado para que seja
avaliada a participação dos alunos, levantando-se aspectos que possam ser melhorados em uma
próxima ocasião.

23

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 23 18/7/18 10:17 pm


24

pdf-PPLP5-BNCC-M.indd 24 18/7/18 9:21 pm


S E N T E
P R E R TUGUESA
UA P O
LING

B A S E
E A A L
A CIO N
N
CO M U M
IC UL AR
CUR R
e nt a l
u n d a m
n s i n o F
E i c i a i s
n o s I n
A
L P A R A
ATE R IA
M S OR
F E S
O PRO

CAPA BNCC_CADERNO GERAL_MODERNA_PRESENTE_PORT.indd 10-11 23/07/18 11:21


Formato Papel capa Papel Miolo #Págs LOMBADA Acabamento
LP PDF CMYK
205 x 275 cartão 250g Offset 75 g 24 canoa/grampo Laminação brilho