Você está na página 1de 8

PRODUÇÃO TEXTUAL

INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

PRODUÇÃO TEXTUAL Licenciatura em História

INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI
HISTORIA 7 8
ADQUIRA ESTE TRABALHO CONOSCO –
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WHATSAPP: (91)988309316
E-MAIL: portfoliouniversitario@gmail.com

CURSO: Licenciatura em História


PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História
Curso: Licenciatura em História Semestre: 7º/ 8º
Disciplinas:  Geografia do Brasil
 História do Brasil República II
 História Contemporânea: do século XX ao XXI
 História do Pensamento Político e Econômico
Professores  Flávia Bortoloti
 Fabiane Muzardo
 Julho Zamariam
 Igor Ramos
Competências:  Refletir, articular e sistematizar conhecimentos teórico-
metodológicos e empíricos necessários à prática do
profissional em História.
Habilidades:  Compreender o processo de construção da historiografia.
 Analisar as relações e tensões das ações dos sujeitos e as
dinâmicas dos processos históricos, percebendo a
historicidade das manifestações sociais e culturais.
 Entender a temporalidade do objeto histórico para além da
simples sucessão cronológica: suas continuidades, rupturas e
ritmos diferentes.
 Estabelecer a interdisciplinaridade.
Objetivos da
 Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado
Aprendizagem:
eficiente e eficaz.

 Desenvolver estudos independentes, sistemáticos e o auto


aprendizado.

 Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de


problemas práticos relativos à profissão.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História
 Direcionar o estudante para a busca do raciocínio crítico e a
emancipação intelectual.

PREZADO(A) ALUNO(A),
Seja bem-vindo(a) a este semestre!

A presente proposta de Produção Textual Interdisciplinar Individual (PTI) possui como


temática: Teoria da dependência: vertentes e soluções. Escolhemos esta temática para possibilitar
a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.

Tal discussão se insere no Brasil do pós-Segunda Guerra, durante o nascimento do modelo nacional-
desenvolvimentista, com tentativas de implementar políticas de desenvolvimento que levassem à integração
na nova ordem econômica mundial, que vinha se delineando como uma tendência, buscando a saída do
modelo “agrário-exportador”, no qual predominava a cafeicultura.

Após a “Era Vargas”, as atividades econômicas brasileiras passaram por diversas mudanças, sem
romper, todavia, as relações de dependência com o capital estrangeiro. Iniciava-se, desse modo, o
paradigma da substituição do comércio de importação por um processo mais efetivo de industrialização.
Nesse contexto, a maior transformação econômica ocorreu no governo de Juscelino Kubitschek de Oliveira
(1956-1960), quando vemos nascer um Brasil predominantemente industrial, com o estímulo à introdução
da tecnologia e capital estrangeiros em solo brasileiro, ampliação e diversificação de nossa industrialização e
a intensificação da urbanização.

Tal desenvolvimento dependeria também a uma mudança política, uma vez que propunham um
projeto conjunto entre o Estado, a burguesia industrial nacional, com o apoio da classe trabalhadora para a
condução do desenvolvimento nacional. Haveria, segundo os intelectuais da época, uma disputa entre o
projeto Nacional Desenvolvimentista, apoiado pela burguesia industrial, pelo proletariado urbano e pela
classe média técnica, e o projeto da elite agrária latifundiária e a classe média alta, favorável ao Liberalismo
e à intervenção estrangeira na economia nacional.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

A leitura da Situação Geradora de Aprendizagem e da Situação-Problema fornecerá os


elementos necessários para a produção textual proposta na sequência.

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Lúcia Wittgenstein é historiadora e foi contratada recentemente por uma empresa que
organiza palestras sobre diversos temas para diferentes públicos. Sua primeira tarefa é uma
palestra sobre as Teorias da Dependência, para um público bastante eclético que inclui pós-
graduandos de humanidades, gestores públicos e empresários. A ideia da empresa é um panorama
sobre a dependência econômica do Brasil, as teorias que explicam essa dependência e as
possibilidades de superação.

Apesar de Lúcia ter estudado o tema na graduação, ainda lhe faltam conhecimentos
suficientes para a elaboração de uma boa palestra. Nesse sentido e antes de tudo, ela elabora um
levantamento bibliográfico e se depara com diversos artigos que tratam do tema, com diversas
nomenclaturas, teorias e polêmicas. Portanto, decidiu circunscrever o tema da seguinte forma:
apresentar o contexto de surgimento das teorias da dependência, as vertentes de Fernando
Henrique Cardoso e de Rui Mauro Marini e, finalmente, três soluções possíveis: do antigo
desenvolvimentismo, do neoliberalismo e do novo desenvolvimentismo.

Situação-Problema

Lúcia Wittgenstein é historiadora e foi contratada recentemente por uma empresa que organiza
palestras sobre diversos temas para diferentes públicos. Sua primeira tarefa é uma palestra sobre as
Teorias da Dependência, para um público bastante eclético que inclui pós-graduandos de
humanidades, gestores públicos e empresários. A ideia da empresa é um panorama sobre a
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História
dependência econômica do Brasil, as teorias que explicam essa dependência e as possibilidades de
superação.

Apesar de Lúcia ter estudado o tema na graduação, ainda lhe faltam conhecimentos
suficientes para a elaboração de uma boa palestra. Nesse sentido e antes de tudo, ela elabora um
levantamento bibliográfico e se depara com diversos artigos que tratam do tema, com diversas
nomenclaturas, teorias e polêmicas. Portanto, decidiu circunscrever o tema da seguinte forma:
apresentar o contexto de surgimento das teorias da dependência, as vertentes de Fernando
Henrique Cardoso e de Rui Mauro Marini e, finalmente, três soluções possíveis: do antigo
desenvolvimentismo, do neoliberalismo e do novo desenvolvimentismo.

ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO

A partir da leitura da situação-problema apresentada, seu desafio é se colocar no lugar de


Lúcia Wittgenstein e produzir um texto dissertativo sobre as Teorias da Dependência, suas
vertentes e soluções; baseando-se na leitura de artigos e/ou livros científicos. A seguir,
apresentamos alguns pontos relevantes para nortear a reflexão sobre o caso relatado:

 Explicar o contexto de desenvolvimento das Teorias da Dependência.



 Discutir as duas principais vertentes das Teorias da Dependência: Fernando Henrique
Cardoso, às vezes denominada de weberiana; e de Rui Mauro Marini, muitas vezes
denominada marxista.

 Estabelecido os problemas, discutir as vertentes de solução: antigo desenvolvimentismo,
neoliberalismo (ou desenvolvimentismo associado) e novo desenvolvimentismo.

O texto deve ser entregue com o seguinte formato:

1. Capa e folha de rosto: Utilizar capa e folha de rosto padronizadas da instituição.

2. Introdução: A introdução (ao menos 1 lauda) deve


contemplar: a. Apresentação do tema;
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História
b. Contextualização do tema;
c. O que será discutido ao longo do texto.

3. Desenvolvimento: Para o desenvolvimento de seu trabalho (de 3 a 5 laudas), você deve


realizar:
a. Discussão do tema levantado na introdução;

b. Fundamentação teórica que apresente fatos, conceitos, elementos e problemas


relacionados ao tema.

4. Conclusão: Para concluir seu texto, você deve apresentar as suas considerações finais
acerca do tema. (1 lauda)

5. Anexos e apêndices: Apresentar, caso sejam utilizados, materiais, imagens, fotografias ou


registros.
6. Referências: Apresentar todas as fontes utilizadas para consulta na elaboração das propostas.

As leituras a seguir são sugestões que podem ajudar na elaboração do seu trabalho:

Texto 01:

DUARTE, Pedro E. D.; GRACIOLLI, Edílson José. A teoria da dependência: interpretações sobre o
(sub)desenvolvimento na América Latina. Anais do 5º CEMARX, IFCH-UNICAMP, Campinas, 2007.
Disponível em:
<https://www.unicamp.br/cemarx/anais_v_coloquio_arquivos/arquivos/comunicacoes/gt3/sessao4/Pedro_
Duarte.pdf> Acesso em 15 de julho 2020.

Texto 02:

SMANIOTTO, Edgar Indalecio. Dependência e Desenvolvimento na América Latina: uma obra e dois
presidentes. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 22, p. 205–208, jun. 2006. Disponível em: <
https://www.fe.unicamp.br/pf-fe/publicacao/4906/res1_22.pdf> Acesso em 15 de julho 2020.

Texto 03:
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História
BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. O Novo Desenvolvimentismo. In Globalização e Competição, Rio de
Janeiro: Campus-Elsevier, 2009, p. 75-94. Disponível em: <

http://www.bresserpereira.org.br/papers-cursos/cap.3-novo_desenvolvimentismo.pdf> Acesso em
15 de julho 2020.

OBSERVAÇÃO:

Você pode – e deve – consultar outras fontes (textos, artigos e afins) sobre o tema, na Biblioteca
Digital, na Biblioteca Virtual e nos materiais das disciplinas.

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA PRODUÇÃO TEXTUAL

1. O trabalho será realizado individualmente.

2. Importante: Você deverá postar o trabalho finalizado no AVA, o que deverá ser feito na
pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao prazo limite de
postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe prorrogação para a
postagem da atividade.

3. O trabalho final que será postado no ambiente virtual de aprendizagem deve conter de
05 até, no máximo, 08 laudas (considerando-se apenas a produção textual em si, com
introdução, desenvolvimento e conclusão, excetuando-se os elementos pré e pós-
textuais).

4. Deve conter, depois de pronto, capa e folha de rosto padrão da Universidade, sendo
organizado no que tange à sua apresentação visual (tipos e tamanhos de fontes,
alinhamento do texto, espaçamentos, adentramento de parágrafos, apresentação
correta de citações e referências, entre outros elementos importantes), conforme
modelo disponível no AVA.

5. A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos


idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os
trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Lembre-
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI

Licenciatura em História
se de que a prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e
deve ser evitada no âmbito acadêmico.
6. Importante: O trabalho deve ser enviado em formato Word. Não serão aceitos, sob
nenhuma hipótese, trabalhos enviados em PDF.
A seguir, apresentamos a você alguns dos critérios avaliativos que nortearão a análise do
Tutor a Distância para atribuir o conceito à produção textual:

· Normalização correta do trabalho, em respeito às normas da ABNT, com atendimento


ao número de páginas solicitadas.

· Apresentação de estrutura condizente com a proposta apresentada (com introdução,


desenvolvimento e conclusão).

· Uso de linguagem acadêmica adequada, com clareza e correção, atendendo à norma


padrão.

· Atendimento à proposta, contemplando todos os itens solicitados, com objetividade,


criatividade, originalidade e autenticidade.

· Fundamentação teórica do trabalho, com as devidas referências dos autores


eventualmente citados.

Lembre-se de que seu Tutor a Distância está à disposição para lhe atender em suas dúvidas
e, também, para repassar orientações sempre que você precisar. Aproveite esta oportunidade para
realizar um trabalho com a qualidade acadêmica de nível universitário.

Bom trabalho!
Equipe de professores

Você também pode gostar