Você está na página 1de 3

Há mais de 25 anos atrás a terapeuta vocal finlandesa Marketta Sihvo, criou um

exercício simples e eficaz para a voz e o chamou de LAX VOX (do latim: laxe: livre,
solto; e vox: voz).
Já logo após 2-3 minutos de
exercício se sente e se prova uma
mudança da própria voz: fica mais
livre, mais clara e mais relaxada.
A produção do som vem sem
esforço, sem preocupação. A voz
soa mais redonda, cheia e
equilibrada.
Lax Vox é um instrumento útil
para todas as pessoas que usam a
voz, profissionais ou não.
O Lax Vox tem sido utilizado em
terapia vocal, no canto, na
educação fonética, no rádio, no
teatro, em musicais, em estúdios
etc..
Até as crianças gostam muito do
Lax Vox 

Instruções (Básico)
Você precisará de um tubo Lax Vox e uma garrafa com água.
Para o exercício de relaxamento do Lax Vox inicia-se sempre imergindo o tubo de 1 a 2
cm dentro da água. Quanto mais o tudo estiver imerso na água mais forte será a
resistência da água, por consequência , mais pressão na prega vocal.

Preparação:
Imerja o tubo de 1 a 2 cm dentro da água para crianças, 3 cm para mulheres e 4 cm
para homens aproximadamente. Insira a outra extremidade na boca (1 cm) entre os
incisivos centrais e a ponta relaxada da língua.
 O lábio envolve suavemente o tubo. Não deixe passar ar entre os lábios e o
tubo. O ar deve ser direcionado para o tubo. As bochechas ficam macias e
relaxadas. Não encha as bochechas de ar! Não morda o tubo!
 Mantenha a garrafa perto do corpo na altura do peito.
 Inspire através do nariz e expire com a boca no tubo.
 A água começa a borbulhar.

Fonação

 Comece sempre pronunciando no tubo um delicado “U” grave, variando a


duração (longo e curto) várias vezes. Deixe também que o tremor das
bochechas façam as bolhas.

 Pronuncie um longo “U” e varie a altura do som. A mandíbula deve estar


suspensa (não deixe a mandíbula caída), solta e relaxada.

 Como se sente? Preste atenção na musculatura, na respiração, na postura e na


voz: o que acontece? Com o Lax Vox há uma sensação de simplicidade e
relaxamento.

Glissando e Melodia

 Emita no tubo um som glissando para cima e para baixo.


 Cante no tubo melodias simples (por ex. Parabéns para você, brilha brilha
estrelinha...)
 Cante trechos das músicas do seu repertório no Lax Vox e logo em seguida
cante sem ele.
 Veja se muda alguma coisa quando afunda o tubo um pouco mais na água.
 Cante escalas ascendentes e descendentes e melodias da escala subindo de
meio em meio tom no piano (12321 -do-re-mi-redo/ 12345-4321-do-re-mi-fa-
sol-fa-mi-re-do)
 Coloque mais ar e pouco intensidade nas notas mais agudas! Frequências mais
altas precisam de mais fluxo de ar e tem uma pressão subglótica mais baixa.
Exercitar sem o tubo

Variante 1: Durante o exercício extraia lentamente o tubo da água. Mantenha


todo o resto invariável e continue a cantar ou falar no tubo.

Variante 2: Abra levemente os lábios durante o exercício. O tubo permanece na


boca. Todo o resto permanece invariável.

Variante 3: Exercite com o tubo na água e o tire lentamente da boca. Todo o


resto permanece invariável.

Exercite agora completamente sem o tubo vocalisando o “U” e o fonema


do“M” (boca chiusa). Mas mantenha a sensação que você teve usando o Lax
Vox.

Transferência na fala/ Canto

 Conte de 1 a 5, liste os dias da semana, recite frases curtas, etc. ou então leia
um texto em voz alta. Utilize na conversação uma voz enunciante e sonora.
 Se sentir que está perdendo a sensação que teve com o Lax Vox, repita o seu
texto/ a sua canção no Lax Vox.

Quantas vezes e por quanto tempo?


 Pratique o Lax Vox de 3-5X por dia por cerca de 2-5 minutos.
 A regra é: É melhor várias vezes por dia por pouco tempo do que uma vez por
dia por um longo tempo.

Você também pode gostar