Você está na página 1de 6

1

Universidade Veiga de Almeida

Campus Barra da Tijuca

Engenharia Civil 2020.1

TERRAPLANAGEM, CÁLCULO DE VOLUMES E DIAGRAMA DE BRUCKNER


Infraestrutura dos Transportes – Professor Alan Silva

Atividade de Pesquisa Individual

Leticia C. Braga Lima - 20171107048


2

Introdução
Nos grandes centros urbanos, a infraestrutura de transportes é uma área
cada vez mais importante, já que a elevada densidade demográfica demanda um
sistema integrado de transportes coletivos como metrô, ônibus, trens, entre outros.
Para o planejamento, execução e manutenção desses sistemas é necessário
e obrigatório a participação de engenheiros.
O profissional faz o planejamento da construção e da manutenção da
infraestrutura viária e de terminais rodoviários, ferroviários, portuários e
aeroportuários. Planeja e coordena serviços e sistemas de transporte e elabora
projetos de engenharia de tráfego, monitorando o fluxo de veículos nas vias.
E para que essa infraestrutura ocorra, deve haver toda uma preparação do
terreno anteriormente. Uma das técnicas utilizadas para essa preparação é a
terraplanagem.

Terraplanagem
Na prática, podemos definir que a terraplanagem é uma das principais
técnicas da engenharia civil, ajudando na criação de obras de engenharia de solo
(como estradas, rodovias, barragens, canais e valas), no nivelamento de áreas em
desenvolvimento para a construção, e etc.
A terraplanagem é a colocação ou retirada de terra para deixar um terreno
plano, evitando diversos tipos de problemas que podem dificultar a construção.
Um pouco de terra é retirada de uma parte mais alta do terreno e depositada
na parte mais baixa, tornando-o plano, com o uso de equipamentos especiais e
também com um cálculo preciso do quanto de terra precisa ser retirado (corte) e
depositado (aterro).
Antes de começar a terraplanagem, é necessária a retirada de todos os
elementos, naturais e artificias, que possam interferir nas operações.

Serviços preliminares:
- desmatamento;
- destacamento;
- limpeza.
3

Figura 1: Terraplanagem

O cálculo de volumetria para terraplenagem consiste na contratação do


Levantamento Topográfico com o Projeto de Terraplenagem, onde normalmente se
indicam as cotas altimétricas e dimensões dos platôs.
O cálculo de volume de terra a mover numa estrada, é realizado supondo a
existência de sólidos geométricos, cujo volume pode ser facilmente calculado.
Os sólidos geométricos usualmente considerados são os prismóides
formados entre duas seções transversais, geralmente locadas em cada estaca.

Figura 2 - Volume considerando dando um prismóide


4

Dentre os processos de cálculos temos:


- Método das superficies equidistantes
- Método das seções transversais
- Método das alturas ponderadas

Para o prismóide acima (Figura 2), o volume será dado pela fórmula:

V = L/6*(A1=4*Am+A2)
Vm = L/2*(A1+A2)

Quadro de volumes de terraplanagem


Após ser determinado o perfil de projeto, que é onde será feita a plataforma
que receberá a pavimentação, entramos na etapa seguinte, que são os cálculos dos
volumes de terraplanagem.

Figura 3: Exemplo de um quadro de volumes de terraplanagem


5

Algumas considerações:
– A linha destacada representa a estaca onde ocorre a transição corte-aterro,
que é também onde o perfil de projeto cruza o perfil do terreno, no projeto
geométrico;
– De E-50 até E-54, percebemos que há corte no terreno e o seu volume é a
diferença entre o Brückner da estaca 54 e o Brückner da estaca 50;

Diagrama de Bruckner
Também conhecido como Diagrama de Massas, é a representação gráfica
dos volumes acumulados e compreende a visualização da movimentação da terra
longitudinal e lateral ao longo da diretriz da rodovia, facilitando a elaboração do
projeto de terraplanagem.

Figura 4: Diagrama de massas


6

De um modo geral, destina-se a:


- estudo da compensação cortes-aterros;
- programação de bota-foras e empréstimos;
- programação dos equipamentos.

Como é feito um Diagrama de Brückner


Ele é gerado a partir do quadro de volumes da Figura 3. Com o quadro de
volumes devidamente preenchido, a última coluna destina-se ao cálculo do Brückner
para, em seguida, ser feito o traçado do gráfico.
O cálculo do Brückner é a diferença entre a o volume de corte e o volume de
aterro empolado mais o Brückner da linha anterior, ou seja, é acumulado.
O valor do Brückner inicial, na primeira estaca, é arbitrado e costuma-se
adotar o valor 1000.
No gráfico, como podemos ver na Figura 4, as abcissas levam o número das
estacas e as ordenadas, os valores do Brückner anteriormente calculados.

Referência Bibliográfica

CIMENTO MONTES CLAROS. Disponível em: https://


cimentomontesclaros.com.br/afinal-o-que-e-terraplanagem-e-para-que-serve/.
Acesso em: 17 abr. 2020.

UFPR. Disponível em: http://www.tecnologia.ufpr.br/portal/dtt/wp-content/


uploads/sites/12/2019/05/Terraplenagem2015.pdf. Acesso em: 17 abr. 2020.

KOENIG. Topografia: cálculo de volumes. Disponível em: http://


www.cartografica.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2012/11/Volume2006a.pdf.
Acesso em: 18 abr. 2020.

V I A N A . D i a g r a m a d e B r u c k n e r. D i s p o n í v e l e m : h t t p s : / /
www.guiadaengenharia.com/diagrama-bruckner/. Acesso em: 21 abr. 2020.