Você está na página 1de 15

CONHECIFICOS ESPECÍFICOS 4

NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS


PARTE 3
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

O inteiro teor desta apostila está sujeito à proteção de direitos autorais.


Copyright © 2018 Loja do Concurseiro. Todos os direitos reservados. O conteúdo
desta Oapostila
inteiro não
teorpode
destaserapostila
copiadoestá
de forma
sujeito diferente
à proteção da de
referência
direitos individual
autorais.
comercial com
Copyright © 2016todos os do
Loja direitos autorais Todos
Concurseiro. ou outras notas dereservados.
os direitos propriedade retidas, e
O conteúdo
depois,apostila
desta não pode nãoser reproduzido
pode ser copiadoou de
de forma
outra forma distribuído.
diferente Excetoindividual
da referência quando
expressamente
comercial autorizado,
com todos vocêautorais
os direitos não deveoude outranotas
outras formadecopiar, mostrar,
propriedade baixar,e
retidas,
distribuir,
depois, nãomodificar,
pode serreproduzir,
reproduzidorepublicar ou retransmitir
ou de outra qualquer
forma distribuído. informação,
Exceto quando
texto e/ou documentos
expressamente autorizado,contidos
você nãonesta
deve apostila
de outra ou qualquer
forma copiar,parte desta
mostrar, em
baixar,
qualquer meio
distribuir, eletrônico
modificar, ou em republicar
reproduzir, disco rígido,ououretransmitir
criar qualquer trabalho
qualquer derivado
informação,
com base
texto e/ounessas imagens,contidos
documentos texto ounesta
documentos,
apostila sem o consentimento
ou qualquer expresso
parte desta em
por escritomeio
qualquer da Loja do Concurseiro.
eletrônico ou em disco rígido, ou criar qualquer trabalho derivado
com base nessas imagens, texto ou documentos, sem o consentimento expresso
Nenhum
por escrito conteúdo
da Loja aqui mencionado deve ser interpretado como a concessão
do Concurseiro.
de licença ou direito de qualquer patente, direito autoral ou marca comercial da
Loja do Concurseiro.
Nenhum conteúdo aqui mencionado deve ser interpretado como a concessão
de licença ou direito de qualquer patente, direito autoral ou marca comercial da
Loja do Concurseiro.

2
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Para cada caso existe uma atitude, e um socorro


diferente, veja à seguir alguns exemplos que exigem
NOÇÕES DE PRIMEIROS primeiros socorros:
SOCORROS - Choque elétrico
- Infarto e parada cardiorrespiratória
- Envenenamento
PROGRAMA: - Picada de cobra

Noções de Primeiros Socorros: conceito e - Corpos estranhos e asfixia


procedimentos preliminares; procedimentos a serem - Queimaduras
adotados em casos de asfixia, envenenamento,
- Sangramentos
desmaios, convulsões, queimaduras, hemorragias e
traumas. - Transporte de vítimas
- Fraturas, luxações, contusões e entorces
- Acidentes de trânsito
PRIMEIROS SOCORROS
É importante aplicar primeiros socorros?
É de vital importância a prestação de atendimentos
Na garantia do bem estar e da saúde humana, foram emergenciais. Conhecimentos simples muitas vezes
desenvolvidos uma série de procedimentos básicos que diminuem o sofrimento, evitam complicações futuras e
podem garantir pronto atendimento aos pacientes que podem inclusive em muitos casos salvar vidas. Porém
sofrem de determinados problemas. Considerando deve-se saber que nessas situações em primeiro lugar
casos simples como cortes, queimaduras, desmaios, deve-se procurar manter a calma, verificar se a
entre outros sintomas e condições de saúde, os prestação do socorro não trará riscos para o socorrente,
primeiros socorros foram elaborados com intenção de saber prestar o socorro sem agravar ainda mais a saúde
auxilio rápido, sendo aplicados nestes e em outros casos da(s) vítima(s), e nunca esquecer-se que a prestação
de saúde para garantir o bem estar dos pacientes. dos primeiros socorros não exclui a importância de um
Tratam-se de procedimentos de emergência, os quais médico.
devem ser aplicados a vítimas de acidentes, mal súbito O que se deve fazer?
ou em perigo de vida, com o intuito de manter sinais
vitais, procurando evitar o agravamento do quadro no A grande maioria dos acidentes poderia ser evitada,
qual a pessoa se encontra. É uma ação individual ou porém quando acontecem, geralmente eles vem
coletiva, dentro de suas devidas limitações em auxílio acompanhados de inúmeros outros fatores, como por
ao próximo, até que o socorro avançado esteja no local exemplo: nervosismo, cenas de sofrimento, pânico,
para prestar uma assistência mais minuciosa e pessoas inconscientes, etc.. Este é o quadro em maior
definitiva. ou menor extensão que depara-se quem chega primeiro
ao local, e dependendo da situação exigem-se
O socorro deverá ser prestado sempre que a vítima não providências imediatas. Sempre que possível devemos
tiver condições de cuidar de si própria, recebendo um pedir e aceitar a colaboração de outras pessoas, sempre
primeiro atendimento e logo acionando-se o deixando que o indivíduo com maior conhecimento e
atendimento especializado, o qual encontra-se presente experiência possa liderar, dando espaço para que o
na maioria das cidades e rodovias principais, e chega ao mesmo demonstre à cada uma, com calma e firmeza o
local do fato em poucos minutos. O profissional em que deve ser feito, de forma rápida, correta e precisa.
atendimento de emergência é denominado de
Socorrista, este possui formação e equipamentos Atitudes corretas
especiais, assim como os Paramédicos, e uma pessoa 1) A calma, o bom-senso e o discernimento são
que realiza um curso básico de Primeiros Socorros é elementos primordiais neste tipo de atendimento.
chamado de Atendente de emergência.
2) Agir rapidamente, porém respeitando os seus limites
Tipos de acidentes e o dos outros.

3
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

3) Transmitir á(s) vítima(s), tranquilidade, alívio, utilizemos de técnicas que nos possibilitem à prestar
confiança e segurança, e quando estiverem conscientes um socorro rápido, preciso e eficiente, auxiliando
informar-lhes que o atendimento especializado está a pessoas que encontram-se, naquele momento
caminho. totalmente dependentes do auxílio de terceiros.
4) Utilize-se de conhecimentos básicos de primeiros
socorros, improvisando se necessário.
1. ASFIXIA
5) Nunca tome atitudes das quais não tem
conhecimento, no intuito de ajudar, apenas auxilie
dentro de sua capacidade. Asfixia pode ser definida como sendo parada
respiratória, com o coração ainda funcionando. É
Omissão de Socorro
causado por certos tipos de traumatismos como
É importante saber que a falta de atendimento de aqueles que atingem a cabeça, a boca, o pescoço, o
primeiros socorros e a omissão de socorro eficientes tórax; por fumaça no decurso de um incêndio; por
são os primeiros motivos de mortes e danos afogamento; em soterramentos, dentre outros
irreversíveis às vítimas de acidentes de trânsito. Os acidentes, ocasionando dificuldade respiratória,
momentos subsequentes a um acidente, principalmente levando à parada respiratória. Nesse caso, a
as duas primeiras horas são os mais críticos e identificação da dificuldade respiratória pela respiração
importantes para garantir a recuperação ou arquejante nas vitimas inconscientes, pela falta de ar de
sobrevivência das pessoas envolvidas. que se queixam os conscientes, ou ainda, pela cianose
acentuada do rosto, dos lábios e das extremidades
Segundo o Art. 135 do Código Penal Brasileiro, deixar de
(dedos), servirá de guia para o socorro à vítima. Se as
prestar socorro à vítima de acidentes ou pessoas em
funções respiratórias não forem restabelecidas dentro
perigo eminente, podendo fazê-lo, é crime, mesmo que
de 3 a 4 minutos, as atividades cerebrais cessarão
a pessoa não seja a causadora do evento. Ainda de
totalmente, ocasionando a morte. O oxigênio é vital
acordo com a atual Lei de Trânsito, todos os motoristas
para o cérebro.
deverão ter conhecimentos de primeiros socorros.
Abaixo podemos verificar o artigo na íntegra:
Principais Causas
Código Penal - OMISSÃO DE SOCORRO A. Bloqueio da passagem de ar. Pode acontecer nos
casos de afogamento, secreções e espasmos da laringe,
estrangulamento, soterramento e bloqueio do ar
Art. 135 - Deixar de prestar assistência, quando possível causado por ossos, alimentos ou qualquer corpo
fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou estranho na garganta.
extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao
B. Insuficiência de oxigênio no ar. Pode ocorrer em
desamparado ou em grave e iminente perigo ; ou não
altitudes onde o oxigênio é insuficiente, em
pedir , nesses casos, o socorro da autoridade pública.
compartimentos não ventilados, nos incêndios em
Pena: Detenção de 01 ( um ) a 6 ( seis ) meses ou multa. compartimentos fechados e por contaminação do ar
Parágrafo único: A pena é aumentada de metade, se a por gases tóxicos (principalmente emanações de
omissão resulta lesão corporal de natureza grave, e motores, fumaça densa).
triplica , se resulta em morte. C. Impossibilidade do sangue em transportar oxigênio.
No entanto, deixar de prestar socorro significa não D. Paralisia do centro respiratório no cérebro. Pode ser
prestar “nenhuma assistência à vitima”. Uma pessoa causada por choque elétrico, venenos, doenças, (AVC),
que solicita os serviços especializados, já esta fazendo o ferimentos na cabeça ou no aparelho respiratório, por
seu papel de cidadão, providenciando socorro. ingestão de grande quantidade de álcool, ou de
Nunca é demais que procuremos ter conhecimento de substâncias anestésicas, psicotrópicos e tranquilizantes.
técnicas de primeiros socorros, pois nunca se sabe E. Compressão do corpo. Pode ser causado por forte
quando poderemos precisar. Mesmo achando que não pressão externa (por exemplo, traumatismo torácico),
teremos coragem ou habilidade para aplicá-las não nos músculos respiratórios. O sinal mais importante
devemos deixar de aprender. Pois muitas vezes espírito dessa situação é a dilatação das pupilas.
de solidariedade apenas, não basta, é preciso que nos

4
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Primeiros Socorros · Não deslocar o acidentado até que sua respiração


volte ao normal.

· A primeira conduta é favorecer a passagem do ar


através da boca e das narinas · Remover o acidentado, somente deitado, mas só em
caso de extrema necessidade.
· Afastar a causa.

· Solicitar socorro especializado mesmo que o


· Verificar se o acidentado está consciente
acidentado esteja recuperado.

· Desapertar as roupas do acidentado, principalmente


Só realizaremos a manobra de Heimlich em caso de
em volta do pescoço, peito e cintura.
obstrução total, quando a pessoa não consegue tossir,
falar ou respirar. Pode ser que você tenha passado por
· Retirar qualquer objeto da boca ou da garganta do isso alguma vez, ou que essa situação nunca tenha te
acidentado, para abrir e manter desobstruída a ocorrido. Em quaisquer dos casos não é nada demais
passagem de ar. conhecer uma técnica que pode salvar vidas. Os
sufocamentos (ou asfixia) são mais comuns do que
imaginamos, um pedaço de comida ou um objeto
· Para assegurar que o acidentado inconsciente continue podem ficar engasgados em nossas vias aéreas e nos
respirando, coloque-a na posição lateral de segurança. asfixiar pouco a pouco. É uma sensação terrível, tanto
para quem a vivencia como primeira pessoa, quanto
para quem é testemunho dela, e pode ser pior se, por
· Iniciar a respiração de socorro (conforme relatado a exemplo, sucede com uma criança pequena.
frente), tão logo tenha sido o acidentado colocado na Por isso hoje ofereceremos essa informação simples
posição correta. Lembrar que cada segundo é onde, mediante algumas regras básicas, é possível
importante para a vida do acidentado. salvar uma vida.
1. Identificar o tipo de sufocamento
· Repetir a respiração de socorro tantas vezes quanto Obstrução parcial: se vemos que a pessoa emite sons,
necessário, até que o acidentado de entrada em local se tosse, por exemplo, é um sinal positivo. Significa que
onde possa receber assistência adequada. suas vias aéreas não estão totalmente obstruídas. Tossir
é um mecanismo de defesa para expulsar restos de
comida ou objetos, por isso devemos incentivar par que
· Manter o acidentado aquecido, para prevenir o
a pessoa continue tossindo. Caso consigamos ver o que
choque.
está obstruindo a respiração, podemos extraí-lo
utilizando os dedos polegar e indicador. Mesmo que
situação se inicie com um sufocamento parcial,
· Não dar líquidos enquanto o acidentado estiver
devemos nos manter atentos para que a obstrução não
inconsciente.
se torne total. Caso sejam crianças menos de um ano,
vale lembrar que o simples fato de que estejam
· Não deixar o acidentado sentar ou levantar. O chorando e tossindo é um bom indício. Obstrução total:
acidentado deve permanecer deitado, mesmo depois de a pessoa não emite nenhum som, mas está consciente.
ter recuperado a respiração. Não é capaz de tossir porque o objeto em questão
tampa por completo suas vias aéreas. Nesse momento
devemos aplicar a Manobra de Heimlich.
· Não dar bebidas alcoólicas ao acidentado. Dar chá ou 2. Manobra de Heimlich em adultos ou crianças maiores
café para beber, logo que volte a si. de 1 ano

· Continuar observando cuidadosamente o acidentado,


para evitar que a respiração cesse novamente.

5
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

boca do bebê a não ser que possa ver e chegar até o


objeto, já que poderia empurra-lo ainda mais para
dentro e piorar o sufocamento. Se a via aérea continuar
bloqueada, aplique até cinco compressões no peito(dê
a volta na criança e oprima seu peito com os dedos).
Depois de cada compressão comprove se o
sufocamento passou. Como pôde ver a técnica é bem
simples, basta mantermos a calma e aplica-la com
segurança. Ela é sempre eficaz, logo, vale a pena
conhece-la para saber como agir e quem sabe, salvar
uma vida.

Lembre-se, iniciaremos a manobra de Heimlich apenas


se a pessoa em questão (ou criança maior de 1 ano) não 2. ENVENENAMENTO
puder tossir, falar, gritar e consequentemente, respirar.
Se não prestarmos ajuda imediata a pessoa acabará por O envenenamento pode acontecer quando a pessoa
perder a consciência, por isso é importante atuar rápido ingere, inala ou entra em contato com uma substância
e mantendo a calma, para que estejamos seguros do tóxica, como acontece com produtos de limpeza,
que fazemos. É uma manobra simples: monóxido de carbono, arsênico ou cianeto, por
exemplo, gerando sintomas como vômitos
Se posicione atrás da pessoa mas um pouco de lado, ou incontroláveis, dificuldade para respirar e confusão
seja, se você é destro fique um pouco mais para a mental.
esquerda e se é canhoto mantenha-se a sua direita.
Depois, envolva seu peito com uma mão e incline a Nestes casos, é importante que:
pessoa ou criança um pouco para frente, de forma que Ligue imediatamente para o Centro de Informações
o objeto que está obstruindo a garganta se movimente Antiveneno, através do número 0800 284 4343, ou
em direção a boca, ou seja, para frente, nunca para chame uma ambulância, ligando o 192;
dentro; Nesse momento comece dando 5 golpes secos
Diminua a exposição ao agente tóxico:
entre a omoplata da pessoa sufocada, faça-o com a
parte a mão localizada entre a palma e o pulso; Depois Ingestão: a única forma consiste em fazer lavagem
de cada golpe observe se o objeto finalmente saiu; Se o gástrica no hospital, por isso não force o vômito, nem
bloqueio continuar e a pessoa não conseguir respirar, ofereça outros líquidos;
aplique 5 compressões no abdômen: feche o punho e Inalação: tente remover a vítima do ambiente
coloque-o sobre o umbigo da pessoa, na boca do contaminado;
estômago. Com a outra mão aberta sobre a mão que
está no umbigo pressione seu estômago para trás, com Contato com a pele: lave a pele da vítima com água e
movimentos secos e bruscos. Repita a operação até que sabão e remova roupas manchadas pela substância;
o objeto em questão saia pela boca (atenção: não Contacto com os olhos: lavar os olhos com água fria
aplique essa ação em mulheres grávidas e crianças durante 20 minutos.
menores de 1 ano, nem com pessoas obesas); Se as vias
respiratórias da pessoa continuarem fechadas depois de Coloque a pessoa em posição lateral de segurança,
três ciclos de compressão e três golpes nas omoplatas, especialmente se estiver inconsciente para evitar que
chame uma ambulância. Nunca deixe a pessoa sozinha, sufoque caso precise vomitar. Veja como colocar
continue aplicando a técnica de Heimlich. alguém nesta posição;
Procure informações sobre a substância que provocou o
envenenamento, lendo o rótulo da embalagem da
Sufocamento em crianças com menos de 1 ano substância tóxica;
Se observar que a criança não chora e nem tosse, Enquanto se espera pela chegada da ajuda médica é
coloque-a rapidamente de barriga para baixo ao longo importante ficar atento se a vítima continua respirando,
de seu antebraço ou sobre sua coxa, com a cabeça para iniciando massagem cardíaca caso deixe de respirar.
baixo e apoie sua cabeça; Dê 5 golpes firmes nas costas Aprenda como fazer a massagem cardíaca
da criança com a parte da mão entre a palma e o pulso. corretamente.
Observe o interior de sua boca e elimine qualquer
obstrução que seja visível. Nunca introduza os dedos na

6
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Nos casos de envenenamento por ingestão, caso a como mostra a figura 2; Afrouxar as roupas e abrir os
vítima tenha queimaduras nos lábios, deve-se molhá-los botões para facilitar a respiração; Ir comunicando com a
suavemente com água, sem deixar a vítima engolir, vítima, mesmo que ela não responda, referindo que
porque a ingestão de água pode favorecer a absorção está ali para ajudá-la; Observar possíveis lesões
do veneno. causadas pela queda e se estiver sangrando, tratar a
hemorragia; Depois de recuperar do desmaio, pode ser
Sintomas que podem indicar envenenamento
dado 1 pacote de açúcardiretamente na boca. Além
Alguns dos sintomas que podem indicar que alguém disso, é importante ficar junto da vítima até à chegada
está envenenado e que precisa de ajuda médica são: da ajuda médica, mantendo o ambiente arejado, e sem
Queimaduras e vermelhidão intensa nos lábios; muita gente à volta e, se possível afastar a vítima de
locais perigosos, como janelas ou escadas.
Respiração com cheiro de produtos químicos, como
gasolina;
Tonturas ou confusão mental;
Vômitos persistentes;
Dificuldade para respirar.
Além disso, outros sinais, como embalagens de Levantar as pernas
comprimidos vazias, comprimidos partidos ou cheiros
intensos vindos do corpo da vítima, podem ser sinal de
que estava utilizando alguma substância tóxica,
devendo-se chamar imediatamente ajuda médica.
O que não fazer em caso de envenenamento
Em caso de envenenamento, não se deve:
Virar a cabeça de lado
Dar líquidos à vítima, pois pode favorecer a absorção de
alguns venenos;
Provocar o vômito se a vítima ingeriu um corrosivo ou
um solvente, excepto se indicado por um profissional de
saúde.
As informações recolhidas da vítima, ou do local, devem
ser fornecidas aos profissionais de saúde assim que Inclinar o tronco para as
chegarem ao local. pernas

Se o envenenamento ocorrer por ingerir detergente,


leia o que deve fazer e como evitar complicações. Se a vítima demorar mais de 1 minuto para acordar, é
recomendado chamar uma ambulância através do
número 192 e verificar novamente se está respirando,
3. DESMAIO iniciando a massagem cardíaca, caso não esteja. Após o
Quando ocorre um demasio, que é a perda da individuo recuperar a consciência, sendo capaz de ouvir
consciência repentina e que leva a uma queda brusca, e falar, deve ficar pelo menos 10 minutos sentado,
deve-se observar se a vítima está respirando e se antes de voltar a andar, pois pode ocorrer um novo
apresenta pulso e, caso não respire, deve-se pedir ajuda desmaio.
médica, ligando para o 192, e iniciar a massagem O que não fazer em caso de desmaio
cardíaca. Veja como fazer em: Como fazer massagem
cardíaca. No entanto, quando o indivíduo desmaia mas
está respirando, os primeiros socorros para desmaio Em caso de desmaio, não deve:
incluem: Deitar a vítima no chão, de barriga para cima, e
Não dar água nem comida ao individuo enquanto ele
colocar as pernas mais altas que o corpo e a cabeça,
estiver desmaiado;
cerca de 30 a 40 centímetros do chão, como mostra a
imagem 1; Por a cabeça da vítima de lado, para facilitar Não oferecer cloro, álcool ou qualquer produto com
a respiração e evitar asfixia devido ao risco de vômito, cheiro forte para respirar;

7
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Não sacudir a vítima, pois pode ter ocorrido alguma estão associadas com a epilepsia, pois diversos fatores
fratura e piorar a situação. podem desencadeá-la tais como: febre alta; diminuição
do açúcar no sangue; desidratação; febre alta; pancadas
O que fazer quando ocorre sensação de desmaio
fortes na cabeça; perda excessiva de sangue; tumores;
Caso a vítima ainda não tenha desmaiado, mas existem intoxicações por álcool, medicamentos ou drogas
sintomas de que isso possa ocorrer, como palidez, ilícitas, dentre outros fatores. Não é incomum as
tonturas e visão embaçada, recomenda-se que ela se pessoas se assustarem ao se depararem com alguém
sente e mantenha a cabeça entre os joelhos, como tendo uma crise convulsiva e, em função disto, as
mostra a figura 2 ou deitar-se no chão, de barriga para mesmas sentem-se temerosas em auxiliar. No entanto,
cima, e colocar as pernas mais altas que o corpo e a para aquele que sofre a convulsão a ajuda é de extrema
cabeça, como mostra a imagem 3, pois evita a queda. importância, visto que durante o processo convulsivo o
Também deve-se procurar respirar calmamente e risco de lesões em decorrência da perda brusca ou
procurar perceber o motivo da sensação de desmaio, muito rápida da consciência pode ocasionar queda
evitando, se possível o fator que provocou o desmaio, desprotegida ao chão, o que pode gerar ferimentos e
como medo ou calor, por exemplo e, só se deve até mesmo fraturas. A crise convulsiva não é um
levantar 10 minutos depois e apenas se já não existirem processo contagioso ou transmissível, sendo assim, não
sintomas. há qualquer risco para aquele que auxilia um indivíduo
nesta condição. É muito simples auxiliar uma pessoa
durante uma crise convulsiva, entretanto é necessário
Quando ir ao médico saber o que você deve ou não fazer durante este
Após o desmaio, e caso não tenha sido necessário momento.
chamar ajuda médica, é recomendado que o indivíduo
vá ao hospital se:
O que fazer:
O desmaio voltar a acontecer durante a semana
seguinte; Mantenha-se calmo e acalme as pessoas ao seu redor;

É o primeiro caso de desmaio; Evite que a pessoa caia bruscamente ao chão;

Apresentar sinais de hemorragia interna, como fezes Acomode o indivíduo em local sem objetos dos quais
negras ou sangue na urina, por exemplo; ela pode se debater e se machucar;

Surgir sintomas como falta de ar, vômito excessivo ou Utilize material macio para acomodar a cabeça do
problemas de fala, após acordar. individuo, como por exemplo; um travesseiro, casaco
dobrado ou outro material disponível que seja macio;
Estes podem ser sintomas de um problema de saúde
grave, como doenças cardíacas, neurológicas ou Posicione o indivíduo de lado de forma que o excesso
hemorragia interna, por exemplo, sendo, por isso, de saliva ou vômito (pode ocorrer em alguns casos)
muito importante que o indivíduo vá ao hospital nestes escorram para fora da boca;
casos. Afrouxe um pouco as roupas para que a pessoa respire
melhor;

4. CONVULSÕES Permaneça ao lado da vítima até que ela recupere a


consciência;
Você sabe como ajudar durante uma crise convulsiva?
Ao término da convulsão a pessoa poderá se sentir
A crise convulsiva ou convulsão ocorre devido a um cansada e confusa, explique o que ocorreu e ofereça
aumento excessivo e desordenado da atividade elétrica auxílio para chamar um familiar.Observe a duração da
das células cerebrais, nesse caso os neurônios. Esta crise convulsiva, caso seja superior a 5 minutos sem
atividade elétrica alterada, é em muito dos casos, o sinais de melhora, peça ajuda médica.
causador das alterações motoras de uma crise
convulsiva, muitas vezes caracterizada por movimentos O que não deve ser feito durante a crise convulsiva:
desordenados, repetitivos e rápidos de todo o corpo. Não impeça os movimentos da vítima, apenas se
Além disto, a convulsão também pode ocasionar perda certifique de que nada ao seu redor irá machucá-la;
temporária de consciência, aumento da salivação,
Nunca coloque a mão dentro da boca da vítima, as
ranger de dentes, perda do controle do processo
contrações musculares durante a crise convulsiva são
urinário e defecação. As crises convulsivas nem sempre

8
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

muito fortes e inconscientemente a pessoa poderá O que fazer na queimadura de 2º grau


mordê-lo;
Não jogue água no rosto da vítima.

5. QUEIMADURAS
Na maioria das queimaduras, o passo mais importante é
esfriar rapidamente a pele para que as camadas mais
profundas não continuem queimando e provocando
lesões. No entanto, dependendo do grau da
queimadura, os cuidados podem ser diferentes,
especialmente nas de 3º grau que devem ser avaliadas A queimadura de 2º grau afeta as camadas intermédias
o mais rápido possível por um médico para evitar da pele e, por isso, além da vermelhidão e da dor no
complicações graves como destruição de nervos ou local, podem surgir outros sintomas como bolhas ou
músculos. inchaço do local. Neste tipo de queimadura é
aconselhado que:
O que fazer na queimadura de 1º grau
Coloque o local afetado debaixo de água corrente fria
A queimadura de primeiro grau afeta apenas a camada por, pelo menos, 15 minutos;
superficial da pele causando sinais como dor e
vermelhidão na região. Nestes casos é recomendado Lave cuidadosamente a queimadura com água fria e
que: sabão de pH neutro, evitando esfregar com muita força;

Coloque a região queimada debaixo de água fria por, Cubra a região com uma gaze molhada durante as
pelo menos, 15 minutos; primeiras 48 horas, trocando sempre que necessário;

Mantenha um pano limpo e umedecido em água fria na Não fure as bolhas e não aplique qualquer produto no
região durante as primeiras 24 horas, trocando sempre local, para evitar o risco de infecção;
que a água aquecer; Procure ajuda médica se a bolha for muito grande.
Não aplique qualquer produto como óleo ou manteiga Esta queimadura é mais frequente quando o calor está
na queimadura; mais tempo em contato com a pele, como acontece
Passe uma pomada hidratante ou cicatrizante para quando se derrama água quente sobre a roupa, por
queimaduras, como Nebacetin ou Unguento. Veja uma exemplo.
lista mais completa de pomadas; Na maioria dos casos, a dor melhora ao fim de 3 dias,
Este tipo de queimadura é mais comum quando se fica mas a queimadura pode demorar até 3 semanas para
muito tempo ao sol ou quando se segura um objeto desaparecer. Embora as queimaduras de 2º grau
muito quente. Geralmente a dor desaparece ao fim de 2 raramente deixem cicatrizes, a pele pode ficar mais
ou 3 dias, mas a queimadura pode demorar até 2 clara no local.
semanas para cicatrizar, mesmo com o uso de pomadas. O que fazer na queimadura de 3º grau

Geralmente, a queimadura de 1º grau não deixa


qualquer tipo de cicatriz na pele e raramente apresenta A queimadura de 3º grau é uma situação grave que
complicações. pode colocar a vida em risco, uma vez que as camadas

9
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

mais profundas da pele estão sendo afetadas. Por isso


neste caso é recomendado que:
Chame imediatamente uma ambulância, ligando para o
192 ou leve a pessoa rapidamente para o hospital;
Coloque cuidadosamente uma gaze esterilizada ou um
pano limpo sobre a região afetada, até a chegada da
ajuda médica;
Não coloque nenhum tipo de produto na região
afetada.
Em alguns casos, a queimadura de 3º grau pode ser tão
grave que provoca falha em vários órgãos. Nestes casos,
caso a vítima desmaie e deixe de respirar deve-se iniciar É tido como hemorragia todo derramamento de
a massa gem cardíaca. Veja aqui o passo-a-passo desta sangue do organismo humano para fora dos vasos
massagem. sanguíneos. O sangue tem uma função vital e
fundamental no organismo, além de transportar os
Uma vez que todas as camadas de pele estão afetadas, nutrientes e o oxigênio para as células. Também leva o
os nervos, glândulas, músculos e até órgãos internos gás carbônico e outros resíduos e substâncias para os
podem sofrer lesões graves. Neste tipo de queimadura órgãos excretores do corpo. O sangue tem funções
pode não se sentir dor devido à destruição dos nervos, nutritivas, excretoras e imunológicas essenciais ao
mas é necessária ajuda médica imediata para evitar nosso organismo, o que leva a concluir que a perda de
complicações graves, assim como infecções. tal elemento em nosso corpo é extremamente
Quando ir ao hospital prejudicial e, dependendo da quantidade e do caso,
mortal. Uma hemorragia com muita perda de sangue
A maioria das queimaduras podem ser tratadas em não devidamente tratada pode levar a vítima a um
casa, no entanto, é aconselhado ir ao hospital quando a estado de choque e, posteriormente, a óbito. Já em
queimadura é maior que o palmo da mão, surgem casos de hemorragias de menor proporção, pode trazer
muitas bolhas ou é uma queimadura de terceiro grau, um quadro de anemia (falta de nutrientes, e baixa
que afeta as camadas mais profundas da pele. quantidade de glóbulos vermelhos no sangue).
Hemorragia externa: É o tipo de sangramento exterior
ao corpo, ou seja, que é facilmente visível. Pode ocorrer
em camadas superficiais da pele por corte ou
perfurações, ou mesmo atingindo áreas mais profundas
através de aberturas ou orifícios gerados por traumas.
Pode ser contida, utilizando técnicas de primeiros
socorros. Hemorragia interna: A hemorragia interna se
dá nas camadas mais profundas do organismo com
músculos ou mesmo órgão internos. Ela pode ser oculta
ou exteriorizar-se através de algum hematoma (mancha
arroxeada) na região da hemorragia. A hemorragia
interna costuma ser mais grave pelo fato de na maioria
6. HEMORRAGIA dos casos ser “invisível”, o que dificulta sabermos a
O sangramento intenso acontece quando há dimensão e a extensão das lesões.
rompimento de vasos sanguíneos (veias ou artérias). A As hemorragias ainda têm um outro tipo de
hemorragia pode ser interna (quando o sangue se classificação que se dá quanto ao tipo de vaso
acumula nas cavidades do corpo) ou externa sanguíneo rompido. Podem ser:
(sangramento visível), mas todas precisam de
Hemorragia Arterial: quando uma artéria é rompida ou
atendimento médico com urgência, pois se a perda for
cortada e o sangramento ocorre em jatos intermitentes,
intensa, em poucos minutos pode levar a vítima à
na mesma pulsação das palpitações cardíacas. O sangue
morte.
nesse tipo de hemorragia, apresenta uma coloração
vermelha clara e brilhante. Costuma ser mais grave por
ter uma perda mais rápida de sangue.

10
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Hemorragia Venosa: É o sangramento que se dá em * Continuar a compressão até que a hemorragia


decorrência do rompimento ou corte de uma veia, e estanque (no mínimo 10 min.);
tem uma coloração vermelha escura, típica de um
* Em seguida, faça uma ligadura compressiva (que é um
sangue rico em gás carbônico, tem um fluxo contínuo e
curativo bem preso e com certa pressão sobre a região
mais lento que o da hemorragia arterial.
afetada) no local da hemorragia.
Hemorragia Capilar: É um sangramento lento e com
* Durante todo esse processo, deve-se manter a vítima
menos volume de sangue, que ocorre nos vasos
calma e acordada, não dar nada para comer ou para
capilares (encontrados na extremidade interna da pele)
beber e mantê-la aquecida.
e é observado em arranhões e pequenos cortes
superficiais. * No caso de hemorragias nos membros com muita
abundância de sangue, as quais não se pôde conter
Abaixo, um comparativo da quantidade de sangue
após ter aplicado as técnicas acima mencionadas, pode
perdida em uma hemorragia e as consequências e/ou
ser que seja necessário o uso de um torniquete, que
sinais observados em cada estágio.
consiste em colocar um pano ou um
Quando se perde de 15 a 30% do sangue no organismo: esfigmomanômetro (pop. “liga de soro”) logo acima do
ferimento, de maneira a interromper quase que
Um estado de ansiedade;
integralmente a circulação sanguínea naquele local para
Observa-se o pulso fraco; estancar a hemorragia. Visto que é uma técnica muito
Sede excessiva; arriscada, o torniquete é recomendável somente em
última hipótese. Nos casos de hemorragias muito
Suor excessivo; constantes deve-se transportar a vítima imediatamente
Taquicardia (batimentos muito acelerados do coração); a uma unidade de saúde mais próxima.

Respiração rápida. Quando se perde de 30 a 50% do Compressão local:


sangue no organismo: Utilizando gase ou tecido limpo, realiza-se pressão
Taquicardia; sobre o local onde o sangramento é mais intenso. O
tempo de compressão variará conforme a avaliação do
Semiconsciência; paciente, podendo variar de três a cinco minutos,
Estado de choque. passado este tempo pode ser avaliada a compressão e a
lesão. Enquanto se realiza a hemostasia, deve ser
Quando se perde mais de 50% do sangue do organismo:
iniciado o transporte do paciente até um atendimento
- Dificilmente a pessoa que perde essa quantidade de médico adequado.
sangue sobrevive sem uma imediata intervenção
Compressão à distância:
laboratorial (transfusão de sangue) realizada por um
médico profissional. Caso o sangramento se mantenha após duas ou três
revisões, deve-se analisar a possibilidade de
O que fazer em casos de hemorragia?
compressão à distância, sobre a área do vaso que
* É necessário manter e transmitir a calma diante da alimenta a região do sangramento.
situação, passando à vítima confiança;
Torniquete:
*Deite a pessoa em posição horizontal, pois facilita a
É realizado atando uma faixa, tira de pano ou outro
circulação sanguínea entre o coração e o cérebro;
material macio sobre a área onde se possa bloquear a
* Aplique sobre o corte, perfuração ou ferimento, uma circulação. Devido ao grande número de procedimentos
compressa com gaze, ou um pano limpo (se possível incorretos, e que geram uma nova lesão, o uso de
antes, use luvas descartáveis, a fim de evitar possíveis torniquetes é indicado apenas no caso de perda de
contaminações), fazendo uma pressão firme sobre o membro,para dizermos que a hemostasia por
local com uma ou com as duas mãos, ou mesmo com torniquete apresenta efeito é necessário que o
um dedo, ou ainda uma ligadura, dependendo do sangramento cesse totalmente ou diminua
tamanho e do local do ferimento; substancialmente.
Se o pano ou gaze ficar encharcado com sangue, este
não deve ser trocado, mas mantido no lugar e colocado
outro por cima, para não interromper o processo de
coagulação do sangue que está sendo contido;

11
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Medidas auxiliares para hemostasia: permanentes, se não forem tratadas imediata e


adequadamente.
- Para minimizar a perda sanguínea, o local do
sangramento deve ficar em posição superior ao
coração.
Primeiramente, deve-se classificar as lesões para, assim,
- O paciente deve ser mantido aquecido para evitar que enumerá-las de acordo com seu grau de urgência:
entre em choque.
- O paciente deve ter sua pressão e pulso verificados
As fraturas podem ser dividas em fraturas abertas
frequentemente, para avaliar eventuais hemorragias
(expostas) ou fechadas.
internas ou se a hemostasia está apresentando eficácia.
- Fratura: Consiste, basicamente, no ato de quebrar os
- Manter o paciente deitado com a cabeça ao nível do
ossos. Como sinais, têm-se a dor, a diminuição ou
corpo ou mais baixa.
cessação dos movimentos, edema, etc.
Locais de hemorragias e pontos de pressão para
hemostasia:
- Fraturas Abertas: São fraturas nas quais há, na região
- Cabeça: compressão no local sangrante.
do trauma, comunicação entre os meios interno e
- Braço e antebraço: compressão no local sangrante. externo.
- Mão: compressão no local sangrante .
- Dedo: compressão no local sangrante e na base do - Fraturas Fechadas: São fraturas onde não há meio de
dedo. continuidade do interior com o meio externo.
- Tórax ou abdome: compressão no local sangrante
(estar atento à possibilidade de perfurações).
- Entorses: Como já foi dito, elas podem ser definidas
- Coxa e perna: compressão no local sangrante e na como estiramentos ou roturas de ligamentos
artéria femural. articulares.
- Pé: compressão no local sangrante e no tornozelo.
Ao fazer a compressão local deve-se tomar cuidado na - Luxações: Consistem, basicamente, no deslocamento
assepsia para evitar infecções. das extremidades articulares para fora de sua(s)
articulação(ões).
7. TRAUMAS

Deve-se, sempre, levar em conta os sinais de lesões que


Os traumas são causados por inúmeros motivos: de
estes traumas podem causar, principalmente se estes
uma simples queda a um acidente automobilístico
sinais estão levando à depressão dos sinais vitais (pulso,
(onde, normalmente, há um grau maior de gravidade).
respiração e consciência). Nas situações em que há risco
Os traumas que mais ocorrem são as fraturas, entorses
de vida, como a perda de pulso, dificuldade ou perda da
e luxações, e elas, normalmente, devem ser tratadas
capacidade de respiração, diminuição ou perda de
como emergências médicas. Nos acidentes
consciência ou sangramento em grande escala,
automobilísticos, deve-se dar ênfase ao fato destes
devemos colocar em prática todo o conhecimento
traumas ocorrerem, principalmente, devido à
adquirido nos treinamentos para RCP (Reanimação
irresponsabilidade e à imprudência dos motoristas e
Cárdiopulmonar) e Hemorragia e Choque,
seus acompanhantes. Salienta-se que, em casos de
apropriadamente; após a estabilização dos sinais vitais,
acidentes com veículos, a gravidade das lesões pode ser
ou caso não tenham sido prejudicados, devem-se iniciar
maior, devido à não utilização de EPI (equipamento de
os seguintes procedimentos:
proteção individual), como, por exemplo, o cinto de
segurança. As fraturas (ossos quebrados), as entorses
(estiramentos ou roturas de ligamentos articulares) e as 1- Manter a pessoa ferida (vítima) o mais imobilizada
luxações (extremidades ósseas fora de suas posições possível, aconselhando-a, primeiramente, a não se
normais nas articulações) raramente ameaçam a vida movimentar, verbalmente;
do paciente salvo em algumas regiões do corpo , mas
podem levar à dor e à incapacidade prolongadas e

12
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

2- Iniciar a imobilização propriamente dita da região Mantenha o local agredido o mais limpo possível,
agredida com talas, tipoias e ataduras (não utilizar principalmente se houver área com exposição de
gessos cilíndricos, mesmo se houver disponibilidade), de tecido, com sinais de escoriação e/ou hemorragia!
acordo com a situação;
Em caso de lesão de membros, procure sempre verificar
os pulsos periféricos do membro afetado, antes e
depois de ter sido feita a imobilização, para garantir que
3- Em caso de fraturas abertas, cuidar para que estas
a imobilização não está causando uma isquemia (parada
não se contaminem, mantendo a área limpa e
de circulação).
protegida;
4- Evitar o edema (inchaço) do membro lesado;
Em primeiros socorros, o TPT (transporte de Poli-
Traumatizados) é um dos temas que mais causam
5- Jamais se esqueça da SUA própria proteção, dúvidas e levam ao erro.
principalmente quando há secreções e/ou
Na ansiedade de transportar a vítima até o hospital,
sangramentos, ou quando o local do atendimento
muitos se esquecem ou simplesmente ignoram regras
oferece riscos (ex.: no meio da rua, com movimentação
básicas, que devem ser seguidas com a finalidade de
de veículos)
minimizar danos e aumentar a expectativa de vida do
politraumatizado.
A imobilização consiste (em primeiros socorros) no uso É importante a avaliação dos sinais vitais antes, durante
de tipóias, talas e ataduras. e depois da imobilização e transporte da vítima. No TPT,
será considerado como prioridade o SNC (sistema
nervoso central), ou seja, encéfalo e medula espinhal,
O que são tipóias? São, simplesmente, apoios feitos a assim como todo o arcabouço ósseo que o protege.
partir de panos, faixas, cintos, etc, que visam sustentar Pode ser considerado como uma terminação principal
o peso e manter os membros em elevação constante e aumentada do sistema nervoso central. Ocupa o crânio
com certa imobilização; ou caixa encefálica (arcabouço ósseo). A coluna dorsal é
composta de uma série de pequenos ossos: as
vértebras. Sustenta o tronco e a cabeça, cerca e protege
O que são talas? São improvisações onde procura-se a medula espinhal.
imobilizar a área afetada, de uma maneira muito rígida,
utilizando tábuas, galhos, pedaços de metais, jornais,
etc; Tipos de lesões
O que são ataduras? Consistem na utilização de faixas
de crepom, panos, fitas adesivas, etc, visando à
imobilização da área, de uma forma menos rígida e É definida como longa e quase cilíndrica massa de
como método adicional nas outras imobilizações. tecido nervoso, oval ou arredondada em secção
transversa, ocupando, aproximadamente, os dois terços
superiores do canal vertebral. A medula espinhal é
As condutas de primeiros socorros, principalmente nos formada por fibras nervosas que saem do cérebro e
casos de imobilização e transporte, necessitam de chegam a ele, controlando muitas funções do corpo. A
CRIATIVIDADE e muita IMAGINAÇÃO; por isso, deve-se medula espinhal é considerada a ligação entre o
sempre estar atento ao seu redor e, encéfalo e o restante do corpo, abaixo do pescoço,
consequentemente, manter sempre a calma, para onde se originam e terminam nervos periféricos. Estes
poder ter uma linha de raciocínio clara e coerente. nervos estão organizados em pares e passam entre as
vértebras. Em qualquer acidente, grave ou não, a vitima
A imobilização na prática: pode apresentar lesões na medula espinhal (total ou
Antes de imobilizar o local machucado, evite a parcial) ou simplesmente do arcabouço ósseo (total ou
movimentação! parcial). Entende-se como lesão total da medula
espinhal sua completa secção, sendo perdida a ligação
Jamais tente “endireitar” uma fratura, pois, através
com o encéfalo, e diz-se parcial quando parte da
desta manobra, você poderá aumentar os danos
medula foi atingida, seja anterior, posterior ou
(rompimento de tecido nervoso e/ou vascular, por
lateralmente. Entende-se como lesão total do
exemplo)!

13
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATRIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

arcabouço ósseo sua perda de continuidade em toda a Os principais gêneros de serpentes que causam
extensão, independente de lesão na medula espinhal acidentes no Brasil são:
(parte neural) e diz-se lesão parcial apenas quando há
fratura em algum dos seus pontos anterior, posterior e
laterais. A medula espinhal pode ser lesada sem
nenhum dano ao arcabouço ósseo. As partes mais
vulneráveis da coluna vertebral são os ossos do pescoço
(região cervical) e da parte inferior das costas (região
sacral). Estas definições ajudam a entender a
importância da correta movimentação da vítima, onde
as possibilidades de injúria deste órgão são grandes. O
simples fato de movimentar a vítima de maneira
impulsiva pode transformar uma lesão óssea em uma
poderosa lâmina e seccionar a medula espinhal, fazendo
com que a vítima fique com uma deficiência,
posteriormente.
Prevenção:
Causas mais comuns de lesão da medula espinhal e - Uso de botas de cano alto e luvas de couro;
coluna vertebral

- Não colocar a mão em buracos;


Quedas de altura;

- Evitar acúmulo de lixo


Mergulhos em piscinas rasas;

Acidentes com Aranhas e Escorpiões:


Quedas de cavalo ou moto;
Os acidentes com Aranhas e Escorpiões são comuns e
ocorrem principalmente dentro ou próximos das casas.
Desaceleração repentina de veículos (colisão frontal); São três os principais gêneros causadores de acidentes:
Quedas de objetos pesados nas costas

8. ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

O animal peçonhento é aquele que possui a peçonha


(veneno) e tem como inoculá-la em outro ser. Os
acidentes causados por serpentes são os mais
frequentes e estão principalmente relacionados à
atividade humana no campo e a fatores climáticos. A
maioria das serpentes é venenosa, mas a presença de
dentes inoculadores de veneno é o que caracteriza a
serpente peçonhenta e a diferencia da não peçonhenta.
Também podemos considerar a presença da fosseta
loreal (órgão termorreceptor) como uma característica
das serpentes peçonhentas (exceção: as corais). Mas em
caso de acidentes, sempre devemos considerar a
serpente peçonhenta.

14
GUARDA MUNICIPAL DE IMPERATIZ
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 4

Prevenção: - Retirar anéis, relógios;

- Limpar terrenos e jardins; - Procurar Serviço Médico rapidamente.

- Não colocar a mão em buracos, folhas secas... Não Fazer:


- Colocar substâncias colorantes no local da picada, nem
folhas ou pó de café.
- Uso de calçados e luvas;

- Combater insetos.

PRIMEIROS SOCORROS

Capturar os animais, sempre que estes não


apresentarem perigo, para identificação.
Ter sempre bom senso ao aplicar os Primeiros Socorros.

Primeiros Socorros de Serpentes:


- Manter a pessoa em repouso e calma;

- Retirar anéis, relógios, pulseiras...

- Lavar o local com água e sabão;

- Procurar Serviço Médico o mais rápido possível.

Não Fazer:
- Torniquete ou garrote;

- Não cortar ou chupar o veneno;

- Não dar álcool, calmante.

Primeiros Socorros de Aranhas e Escorpiões:

- Manter a pessoa em repouso e calma;

- Lavar o local da picada com água e sabão;

15

Você também pode gostar