Você está na página 1de 28

Texto: Franciélia Alves

Ilustrações: Emanuel Oliveira


Texto: Franciélia Alves
Ilustrações: Emanuel Oliveira

Fortaleza ● Ceará ● 2018


Copyright © 2018 Franciélia Alves
Copyright © 2018 Emanuel Oliveira

Governador Coordenador de Cooperação


Camilo Sobreira de Santana com os Municípios (COPEM)
Vice-Governadora Márcio Pereira de Brito
Maria Izolda Cela de Arruda Coelho
Orientadora da Célula de Apoio à Gestão Municipal
Secretário da Educação Gilgleane Silva do Carmo
Rogers Vasconcelos Mendes
Orientador da Célula
Secretária-Executiva da Educação de Fortalecimento da Aprendizagem
Rita de Cássia Tavares Colares Idelson de Almeida Paiva Júnior

Coordenação Editorial, Conselho Editorial


Preparação de Originais e Revisão Maria Fabiana Skeff de Paula Miranda
Raymundo Netto Sammya Santos Araújo
Antônio Élder Monteiro de Sales
Projeto e Coordenação Gráfica
Sandra Maria Silva Leite
Daniel Dias
Antônia Varele da Silva Gama
Revisão Final
Catalogação e Normalização
Marta Maria Braide Lima
Gabriela Alves Gomes

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

A474e Alves, Franciélia.


Esconde-esconde das Palavras / Franciélia Alves; ilustrações de Emanuel
Oliveira. - Fortaleza: SEDUC, 2018.
24p.; il.
ISBN 978-85-8171-194-2
1. Literatura infantil. I. Oliveira, Emanuel. II. Título.
CDU 028.5

SEDUC - Secretaria da Educação do Estado do Ceará


Av. Gen. Afonso Albuquerque Lima, s/n - Cambeba - Fortaleza - Ceará | CEP: 60.822-325
(Todos os Direitos Reservados)
A Deus, que é a essência da minha vida. À minha família, esposo
e amigos. E em especial ao meu filho, Gustavo, que já se aventura
pelo mundo da leitura e pela descoberta das palavras.
4
Misturando as palavras
De forma bem divertida.
Brincar, ler e descobrir
A palavra escondida.

5
Foi assim que,de repente,
Kaco, o menino sapeca,
Percebeu que a palavra e a gente
Era uma mistura inteligente.

6
7
Vejam só que mister
Ele achou dentro de mistério.
Também um rio, ela guardava
No finalzinho da palavra.

8
9
10
Não podia ver galinha
Que já tirava a linha.
A dúvida logo vinha,
Quando lia sacola:
“Tiro saco ou cola?”
Fácil era retirar
A asa da casa,
A vela da fivela,
E o olho do repolho...

11
E não parava por aí:
Olha a ema em siriema!
Boia em jiboia!
Pião em escorpião!
E a mão lá no limão!

12
13
14
E como era esperto,
Chegava mais perto.
Via dentro do sapato
A sapa e o pato.

15
Dentro do camaleão,
Encontrava a cama e o leão.
Cara e bola
Ele via na carambola!

16
17
18
Kaco achava mais divertido
Deixando só o final:
Do baralho, o alho...
Da luva, a uva...
Do tucano, o cano...
Da almofada, a fada...

19
Com tanto tira e esconde,
Kaco brincava e sorria.
Vibrava, com alegria,
A cada palavra que descobria.
20
21
22
E você, também quer viajar
Nessa brincadeira?
Mas eu fico com brinca
Se você quiser a...
Cadeira!

23
Franciélia Alves
Sou natural de Limoeiro, mas atualmente
resido em Morada Nova, Terra do Vaqueiro.
Muito cedo, ainda criança, descobri o
prazer que a leitura me proporcionava ao
me debruçar e viajar pelos contos de fada.
Amante dos livros, adoro contar, recriar e ler
boas histórias. Sou professora, graduada em
Pedagogia e Pós-graduada em Gestão Escolar.
Contribuir para o legado cultural das nossas
crianças me deixa muito feliz e, com certeza,
é um incentivo ao meu trabalho de educadora.

Emanuel Oliveira
Sou artista visual, formado pelo IFCE. Gosto
de desenhar desde criança. Na adolescência
fazia revistas em quadrinhos sobre a vida
e sobre amigos, trocando por aí com outros
amigos. Brincar com palavras é quase como
brincar com o traço do desenho. Tem mais
desenhos que eu fiz aqui no: https:
//www.behance.net/desenhosdoemanuel
Apoio

Realização

O Governo do Estado do Ceará desenvolve, com os seus 184 municípios, o


Programa de Aprendizagem na Idade Certa - MAIS PAIC, com o compro-
misso de garantir e elevar a qualidade e os resultados da educação de suas
crianças e seus jovens.
Publicada pela Secretaria da Educação do Estado, através do MAIS PAIC, a
Coleção Paic, Prosa e Poesia, rica em identidade cultural, reúne narrativas
de autores do Ceará que tiveram seus textos selecionados por meio de se-
leção pública. Esse acervo constitui um estímulo a mais para se ler e contar
histórias em sala de aula, garantindo, assim, um letramento competente.