Você está na página 1de 45

CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 1 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
1. Qual é o fim supremo e principal do homem?

O fim supremo e principal do homem é glorificar a Deus¹ e alegrar-se nele


para sempre².

¹Rm 11.36; 1Co 10.31; ²Sl 73.24-26; Jo 17.22-24

¹Rm 11:36
36 Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para
sempre! Amém.

1Co 10:31
31 Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa,
façam tudo para a glória de Deus.

²Sl 73:24-26
24 Tu me diriges com o teu conselho, e depois me receberás com honras.
25 A quem tenho nos céus senão a ti? E na terra, nada mais desejo além
de estar junto a ti. 26 O meu corpo e o meu coração poderão fraquejar,
mas Deus é a força do meu coração e a minha herança para sempre.

Jo 17:22-24
22 Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como
nós somos um: 23 eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena
unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como
igualmente me amaste. 24 "Pai, quero que os que me deste estejam
comigo onde eu estou e vejam a minha glória, a glória que me deste
porque me amaste antes da criação do mundo.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 2 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
2. De onde se infere eu há um Deus?

A propria luz da natureza no espírito do homem e as obras de Deus¹;


porém, só a sua Palavra e o seu Espírito o revelam de um modo suficiente
e eficaz nos homens para sua salvação².

¹Rm 1.19-20; ²1Co 2.9-10; 2Tm 3.15-17.

¹Rm 1:19-20
19 pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque
Deus lhes manifestou. 20 Pois desde a criação do mundo os atributos
invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos
claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma
que tais homens são indesculpáveis;

²1Co 2:9-10
9 Todavia, como está escrito: "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu,
mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o
amam"; 10 mas Deus o revelou a nós por meio do Espírito. O Espírito
sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus.

2Tm 3:15-17
15 Porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são
capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus.
16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a
repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, 17 para que o
homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 3 / 161
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 4 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
3. Que é a Palavra de Deus?

As Escrituras Sagradas, o Velho e o Novo Testamento, são a Palavra de


Deus¹, a única regra de fé e prática².

¹2Tm 3.16; 2Pe 1.19, 21; Is 8.20; ²Lc 16.29, 31; Gl 1.8-9.

¹2Tm 3:16
16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a
repreensão, para a correção e para a instrução na justiça,

2Pe 1:19
19 Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão
bem se a ela prestarem atenção, como a uma candeia que brilha em lugar
escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em seus corações.
2Pe 1:21
21 pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens
falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo.

Is 8:20
20 Respondam: "À lei e aos mandamentos! " Se eles não falarem conforme
esta palavra, vocês jamais verão a luz!

²Lc 16:29
29 "Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os Profetas; que os ouçam’.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 5 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
3. Que é a Palavra de Deus?

As Escrituras Sagradas, o Velho e o Novo Testamento, são a Palavra de


Deus¹, a única regra de fé e prática².

¹2Tm 3.16; 2Pe 1.19, 21; Is 8.20; ²Lc 16.29, 31; Gl 1.8-9.

²Lc 16:31
31 "Abraão respondeu: ‘Se não ouvem a Moisés e aos Profetas, tampouco
se deixarão convencer, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos’ ".

Gl 1:8-9
8 Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente
daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! 9 Como já dissemos,
agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que
já receberam, que seja amaldiçoado!
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 6 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
4. Como podemos saber se as Escrituras são a Palavra de Deus?

Demonstra-se que as Escrituras são a Palavra de Deus - pela majestade¹


e pureza do seu conteúdo², pela harmonia de todas as suas partes³, e
pelo propósito do seu conjunto, que é dar toda a glória a Deus4; pela sua
luz e pelo poder que possuem para convencer e converter os pecadores e
para edificar e confortar os crentes para a salvação5. O Espírito de Deus,
porém, dando testemunho, pelas Escrituras e juntamente com elas no
coração do homem, é o único capaz de completamente persuadi-lo de que
elas são realmente a Palavra de Deus6.

¹Os 8.12; 1Co 2.6-7; Sl 119.18, 129, 140; ²Sl 12.6; ³Lc 24.27; At 10.43;
At 26.22; 4Rm 16.25-27; 5At 18.28; Hb 4.12; Tg 1.18; Sl 19.7-9; Rm 15.4;
At 20.32; 6Jo 16.13-14.

¹Os 8:12
12 Eu lhes escrevi todos os ensinos da minha Lei, mas eles os
consideraram algo estranho.

1Co 2:6-7
6 Entretanto, falamos de sabedoria entre os maduros, mas não da
sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo
reduzidos a nada. 7 Pelo contrário, falamos da sabedoria de Deus, do
mistério que estava oculto, o qual Deus preordenou, antes do princípio das
eras, para a nossa glória.

Sl 119:18
18 Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei.

Sl 119:129
129 Os teus testemunhos são maravilhosos; por isso lhes obedeço
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 7 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
4. Como podemos saber se as Escrituras são a Palavra de Deus?

Demonstra-se que as Escrituras são a Palavra de Deus - pela majestade¹


e pureza do seu conteúdo², pela harmonia de todas as suas partes³, e
pelo propósito do seu conjunto, que é dar toda a glória a Deus4; pela sua
luz e pelo poder que possuem para convencer e converter os pecadores e
para edificar e confortar os crentes para a salvação5. O Espírito de Deus,
porém, dando testemunho, pelas Escrituras e juntamente com elas no
coração do homem, é o único capaz de completamente persuadi-lo de que
elas são realmente a Palavra de Deus6.

¹Os 8.12; 1Co 2.6-7; Sl 119.18, 129, 140; ²Sl 12.6; ³Lc 24.27;
At 10.43 e 26.22; 4Rm 16.25-27; 5At 18.28; Hb 4.12; Tg 1.18;
Sl 19.7-9; Rm 15.4: At 20.32; 6Jo 16.13-14.

Sl 119:140
140 A tua promessa foi plenamente comprovada, e, por isso, o teu servo a
ama.

²Sl 12:6
6 As palavras do Senhor são puras, são como prata purificada num forno,
sete vezes refinada.

³Lc 24:27
27 E começando por Moisés e todos os profetas, explicou-lhes o que
constava a respeito dele em todas as Escrituras.

At 10:43
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 8 / 161

43 Todos os profetas dão testemunho dele, de que todo aquele que nele
crê recebe o perdão dos pecados mediante o seu nome".

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
4. Como podemos saber se as Escrituras são a Palavra de Deus?

Demonstra-se que as Escrituras são a Palavra de Deus - pela majestade¹


e pureza do seu conteúdo², pela harmonia de todas as suas partes³, e
pelo propósito do seu conjunto, que é dar toda a glória a Deus4; pela sua
luz e pelo poder que possuem para convencer e converter os pecadores e
para edificar e confortar os crentes para a salvação5. O Espírito de Deus,
porém, dando testemunho, pelas Escrituras e juntamente com elas no
coração do homem, é o único capaz de completamente persuadi-lo de que
elas são realmente a Palavra de Deus6.

¹Os 8.12; 1Co 2.6-7; Sl 119.18, 129, 140; ²Sl 12.6; ³Lc 24.27;
At 10.43 e 26.22; 4Rm 16.25-27; 5At 18.28; Hb 4.12; Tg 1.18;
Sl 19.7-9; Rm 15.4: At 20.32; 6Jo 16.13-14.

At 26:22
22 Mas tenho contado com a ajuda de Deus até o dia de hoje, e, por este
motivo, estou aqui e dou testemunho tanto a gente simples como a gente
importante. Não estou dizendo nada além do que os profetas e Moisés
disseram que haveria de acontecer:

4Rm 16:25-27
25 Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a
coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre.
Amém. 26 Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até
suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras,
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 9 / 161

contrárias à natureza. 27 Da mesma forma, os homens também


abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de
paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens
com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua
perversão.

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
4. Como podemos saber se as Escrituras são a Palavra de Deus?

Demonstra-se que as Escrituras são a Palavra de Deus - pela majestade¹


e pureza do seu conteúdo², pela harmonia de todas as suas partes³, e
pelo propósito do seu conjunto, que é dar toda a glória a Deus4; pela sua
luz e pelo poder que possuem para convencer e converter os pecadores e
para edificar e confortar os crentes para a salvação5. O Espírito de Deus,
porém, dando testemunho, pelas Escrituras e juntamente com elas no
coração do homem, é o único capaz de completamente persuadi-lo de que
elas são realmente a Palavra de Deus6.

¹Os 8.12; 1Co 2.6-7; Sl 119.18, 129, 140; ²Sl 12.6; ³Lc 24.27;
At 10.43 e 26.22; 4Rm 16.25-27; 5At 18.28; Hb 4.12; Tg 1.18;
Sl 19.7-9; Rm 15.4: At 20.32; 6Jo 16.13-14.

5At 18:28
28 pois refutava vigorosamente os judeus em debate público, provando
pelas Escrituras que Jesus é o Cristo.

Hb 4:12
12 Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer
espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito,
juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 10 / 161

Tg 1:18
18 Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, para que
sejamos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou.

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
4. Como podemos saber se as Escrituras são a Palavra de Deus?

Demonstra-se que as Escrituras são a Palavra de Deus - pela majestade¹


e pureza do seu conteúdo², pela harmonia de todas as suas partes³, e
pelo propósito do seu conjunto, que é dar toda a glória a Deus4; pela sua
luz e pelo poder que possuem para convencer e converter os pecadores e
para edificar e confortar os crentes para a salvação5. O Espírito de Deus,
porém, dando testemunho, pelas Escrituras e juntamente com elas no
coração do homem, é o único capaz de completamente persuadi-lo de que
elas são realmente a Palavra de Deus6.

¹Os 8.12; 1Co 2.6-7; Sl 119.18, 129, 140; ²Sl 12.6; ³Lc 24.27;
At 10.43 e 26.22; 4Rm 16.25-27; 5At 18.28; Hb 4.12; Tg 1.18;
Sl 19.7-9; Rm 15.4: At 20.32; 6Jo 16.13-14.

Sl 19:7-9
7 A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma. Os testemunhos do Senhor
são dignos de confiança, e tornam sábios os inexperientes. 8 Os preceitos
do Senhor são justos, e dão alegria ao coração. Os mandamentos do
Senhor são límpidos, e trazem luz aos olhos. 9 O temor do Senhor é puro,
e dura para sempre. As ordenanças do Senhor são verdadeiras, são todas
elas justas.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 11 / 161

Rm 15:4
4 Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de
forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das
Escrituras, mantenhamos a nossa esperança.

At 20:32
32 "Agora, eu os entrego a Deus e à palavra da sua graça, que pode
edificá-los e dar-lhes herança entre todos os que são santificados.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 12 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
4. Como podemos saber se as Escrituras são a Palavra de Deus?

Demonstra-se que as Escrituras são a Palavra de Deus - pela majestade¹


e pureza do seu conteúdo², pela harmonia de todas as suas partes³, e
pelo propósito do seu conjunto, que é dar toda a glória a Deus4; pela sua
luz e pelo poder que possuem para convencer e converter os pecadores e
para edificar e confortar os crentes para a salvação5. O Espírito de Deus,
porém, dando testemunho, pelas Escrituras e juntamente com elas no
coração do homem, é o único capaz de completamente persuadi-lo de que
elas são realmente a Palavra de Deus6.

¹Os 8.12; 1Co 2.6-7; Sl 119.18, 129, 140; ²Sl 12.6; ³Lc 24.27;
At 10.43 e 26.22; 4Rm 16.25-27; 5At 18.28; Hb 4.12; Tg 1.18;
Sl 19.7-9; Rm 15.4: At 20.32; 6Jo 16.13-14.

6Jo 16:13-14
13 Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade.
Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que
está por vir. 14 Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e o
tornará conhecido a vocês.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 13 / 161

Primeira parte / DA FINALIDADE DO HOMEM, DA EXISTÊNCIA DE DEUS,


DA ORIGEM E VERACIDADE DAS ESCITURAS
5. Que é o que as Escrituras principalmente ensinam?

As Escrituras ensinam principalmente o que o homem deve crer acerca de


Deus e o dever que Deus requer do homem¹.

¹Jo 20.31; 2Tm 1.13.

¹Jo 20:31
31 Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o
Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome.

2Tm 1:13
13 Contudo, os perversos e impostores irão de mal a pior, enganando e
sendo enganados.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 14 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


6. Que revelam as Escrituras acerca de Deus?

As Escrituras revelam o que Deus é, quantas pessoas há na Divindade¹,


os seus decretos² e como Ele os executa³.

¹Mt 3.16-17; ²Is 46.9-10; ³At 4.27-28.

¹Mt 3:16-17
16 Assim que Jesus foi batizado, saiu da água. Naquele momento os céus
se abriram, e ele viu o Espírito de Deus descendo como pomba e pousando
sobre ele. 17 Então uma voz dos céus disse: "Este é o meu Filho amado,
em quem me agrado".

²Is 46:9-10
9 Lembrem-se das coisas passadas, das coisas muito antigas! Eu sou
Deus, e não há nenhum outro; eu sou Deus, e não há nenhum como eu. 10
Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda
virá. Digo: Meu propósito ficará de pé, e farei tudo o que me agrada.

³At 4:27-28
27 De fato, Herodes e Pôncio Pilatos reuniram-se com os gentios e com os
povos de Israel nesta cidade, para conspirar contra o teu santo servo
Jesus, a quem ungiste. 28 Fizeram o que o teu poder e a tua vontade
haviam decidido de antemão que acontecesse.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 15 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


7. Quem é Deus?

Deus é Espírito¹, em si e por si infinito em seu ser², glória³, bem-


aventurança4 e perfeição5; todo-suficiente6, eterno7, imutável8,
insondável9, onipresente10, infinito em poder11, sabedoria12, santidade13,
justiça14, misericórdia e clemência, longânimo e cheio de bondade e
verdade15.

¹Jo 4.24; ²Êx 3.14; Jó 11.7-9; ³At 7.2; 41Tm 6.15; 5Mt 5.48;
6Rm 11.35-36; 7Sl 90.2; 8Ml 2.6; 9Sl 145.3; 10Sl 139.1, 2, 7;
11Ap 4.8; 12Hb 4.13; Rm 16.27; 13Is 6.3; 14Dt 32.4; 15Êx 34.6.

¹Jo 4:24
24 Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em
espírito e em verdade"

²Ex 3:14
14 Disse Deus a Moisés: "Eu Sou o que Sou. É isto que você dirá aos
israelitas: Eu Sou me enviou a vocês".

Jó 11:7-9
7 "Você consegue perscrutar os mistérios de Deus? Pode sondar os limites
do Todo-poderoso? 8 São mais altos que os céus! Que é que você poderá
fazer? São mais profundos que as profundezas! O que você poderá saber?
9 Seu comprimento é maior do que a terra e a sua largura é maior do que o
mar.

³At 7:2
2 A isso ele respondeu: "Irmãos e pais, ouçam-me! O Deus glorioso
apareceu a Abraão, nosso pai, estando ele ainda na Mesopotâmia, antes
de morar em Harã, e lhe disse:

41Tm 6:15
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 16 / 161

15 a qual Deus fará se cumprir no seu devido tempo. Ele é o bendito e


único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores,
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 17 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


7. Quem é Deus?

Deus é Espírito¹, em si e por si infinito em seu ser², glória³, bem-


aventurança4 e perfeição5; todo-suficiente6, eterno7, imutável8,
insondável9, onipresente10, infinito em poder11, sabedoria12, santidade13,
justiça14, misericórdia e clemência, longânimo e cheio de bondade e
verdade15.

¹Jo 4.24; ²Êx 3.14; Jó 11.7-9; ³At 7.2; 41Tm 6.15; 5Mt 5.48;
6Rm 11.35-36; 7Sl 90.2; 8Ml 2.6; 9Sl 145.3; 10Sl 139.1, 2, 7;
11Ap 4.8; 12Hb 4.13; Rm 16.27; 13Is 6.3; 14Dt 32.4; 15Êx 34.6.

5Mt 5:48
48 Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês".

6Rm 11:35-36
35 "Quem primeiro lhe deu, para que ele o recompense? " 36 Pois dele, por
ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém.

7Sl90:2
2 Antes de nascerem os montes e de criares a terra e o mundo, de
eternidade a eternidade tu és Deus.

8Ml2:6
6 A verdadeira lei estava em sua boca e nenhuma falsidade achou-se em
seus lábios. Ele andou comigo em paz e retidão, e desviou muitos do pecado.

9Sl145:3
3 Grande é o Senhor e digno de ser louvado; sua grandeza não tem limites.

10Sl139:1
1 Senhor, tu me sondas e me conheces.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 18 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


7. Quem é Deus?

Deus é Espírito¹, em si e por si infinito em seu ser², glória³, bem-


aventurança4 e perfeição5; todo-suficiente6, eterno7, imutável8,
insondável9, onipresente10, infinito em poder11, sabedoria12, santidade13,
justiça14, misericórdia e clemência, longânimo e cheio de bondade e
verdade15.

¹Jo 4.24; ²Êx 3.14; Jó 11.7-9; ³At 7.2; 41Tm 6.15; 5Mt 5.48;
6Rm 11.35-36; 7Sl 90.2; 8Ml 2.6; 9Sl 145.3; 10Sl 139.1, 2, 7;
11Ap 4.8; 12Hb 4.13; Rm 16.27; 13Is 6.3; 14Dt 32.4; 15Êx 34.6.

Sl 139:2
2 Sabes quando me sento e quando me levanto; de longe percebes os
meus pensamentos.

Sl139:7
7 Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da
tua presença?

11Ap 4:8
8 Cada um deles tinha seis asas e era cheio de olhos, tanto ao redor como
por baixo das asas. Dia e noite repetem sem cessar: "Santo, santo, santo é
o Senhor, o Deus todo-poderoso, que era, que é e que há de vir".

12Hb 4:13
13 Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está
descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar
contas.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 19 / 161

Rm 16:27
27 ao único Deus sábio seja dada glória para todo o sempre, por meio de
Jesus Cristo. Amém.

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


7. Quem é Deus?

Deus é Espírito¹, em si e por si infinito em seu ser², glória³, bem-


aventurança4 e perfeição5; todo-suficiente6, eterno7, imutável8,
insondável9, onipresente10, infinito em poder11, sabedoria12, santidade13,
justiça14, misericórdia e clemência, longânimo e cheio de bondade e
verdade15.

¹Jo 4.24; ²Êx 3.14; Jó 11.7-9; ³At 7.2; 41Tm 6.15; 5Mt 5.48;
6Rm 11.35-36; 7Sl 90.2; 8Ml 2.6; 9Sl 145.3; 10Sl 139.1, 2, 7;
11Ap 4.8; 12Hb 4.13; Rm 16.27; 13Is 6.3; 14Dt 32.4; 15Êx 34.6.

13Is6:3
3 E proclamavam uns aos outros: "Santo, santo, santo é o Senhor dos
Exércitos, a terra inteira está cheia da sua glória".

14Dt 32:4
4 Ele é a Rocha, as suas obras são perfeitas, e todos os seus caminhos
são justos. É Deus fiel, que não comete erros; justo e reto ele é.

15Ex 34:6
6 E passou diante de Moisés, proclamando: "Senhor, Senhor, Deus
compassivo e misericordioso, paciente, cheio de amor e de fidelidade,
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 20 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


8. Há mais que um Deus?

Há um só Deus, o Deus vivo e verdadeiro¹.

¹Dt 6.4: Jr 10.10; 1Co 8.4.

¹Dt 6:4
4 Ouça, ó Israel: O Senhor, o nosso Deus, é o único Senhor.
Jr 10:10
10 Mas o Senhor é o Deus verdadeiro; ele é o Deus vivo; o rei eterno.
Quando ele se ira, a terra treme; as nações não podem suportar o seu
furor.
1Co 8:4
4 Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras
persuasivas de sabedoria, mas consistiram de demonstração do poder do
Espírito,
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 21 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS

9. Quantas pessoas há na Divindade?

Há três pessoas na Divindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo; estas três


pessoas são um só Deus verdadeiro e eterno, da mesma substância,
iguais em poder e glória, embora distintas pelas suas propriedades
pessoais¹.

¹Mt 3.16-17, e 28.19; 2Co 13.14; Jo 10.30.

¹Mt 3:16-17
16 Assim que Jesus foi batizado, saiu da água. Naquele momento os céus
se abriram, e ele viu o Espírito de Deus descendo como pomba e pousando
sobre ele. 17 Então uma voz dos céus disse: "Este é o meu Filho amado,
em quem me agrado".

Mt 28:19
19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em
nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,

2Co 13:14
14 A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do
Espírito Santo sejam com todos vocês.

Jo 10:30
30 Eu e o Pai somos um".
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 22 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


10. Quais são as propriedades pessoais das três pessoas da
Divindade?

O Pai gerou o Filho¹, o Filho foi gerado pelo Pai², e o Espírito Santo
procede do Pai e do Filho, desde toda à eternidade³.

¹Hb 1.5-6; ²Jo 1.14; ³Jo 15.26; Gl 4.6.

¹Hb 1:5-6
5 Pois a qual dos anjos Deus alguma vez disse: "Tu és meu Filho; eu hoje
te gerei"? E outra vez: "Eu serei seu Pai, e ele será meu Filho"? 6 E ainda,
quando Deus introduz o Primogênito no mundo, diz: "Todos os anjos de
Deus o adorem".
²Jo 1:14
14 Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua
glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade.
³Jo 15:26
26 "Quando vier o Conselheiro, que eu enviarei a vocês da parte do Pai, o
Espírito da verdade que provém do Pai, ele testemunhará a meu respeito.
Gl 4:6
6 Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele
que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 23 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


11. Donde se infere que o Filho e o Espírito Santo são Deus, iguais ao
Pai?

As Escrituras revelam que o Filho e o Espírito Santo são Deus igualmente


com o Pai, atribuindo-lhes os mesmos nomes¹, atributos², obras³ e culto4
que só a Deus pertencem.

¹Jr 23.6; Is 6.3, 5, 8; Jo 12.41; At 28.25; 1Jo 5.20; Sl 45.6; At 5.3-4;


²Jo 1.1; Is 9.6; Jo 2.24-25; 1Co 2.10-11; ³Cl 1.16;Gn 1.2; 4Mt 28.19;
2Co 13.14.

Jr 23:6
6 Em seus dias Judá será salva, Israel viverá em segurança, e este é o
nome pelo qual será chamado: O Senhor é a Nossa Justiça

Is 6:3
3 E proclamavam uns aos outros: "Santo, santo, santo é o Senhor dos
Exércitos, a terra inteira está cheia da sua glória".

Is 6:5
5 Então gritei: Ai de mim! Estou perdido! Pois sou um homem de lábios
impuros e vivo no meio de um povo de lábios impuros; e os meus olhos
viram o Rei, o Senhor dos Exércitos! "

Is 6:8
8 Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: "Quem enviarei? Quem irá por
nós? " E eu respondi: "Eis-me aqui. Envia-me!

Jo 12:41
41 Isaías disse isso porque viu a glória de Jesus e falou sobre ele.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 24 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


11. Donde se infere que o Filho e o Espírito Santo são Deus, iguais ao
Pai?

As Escrituras revelam que o Filho e o Espírito Santo são Deus igualmente


com o Pai, atribuindo-lhes os mesmos nomes¹, atributos², obras³ e culto4
que só a Deus pertencem.

¹Jr 23.6; Is 6.3, 5, 8; Jo 12.41; At 28.25; 1Jo 5.20; Sl 45.6;


At 5.3-4; ²Jo 1.1; Is 9.6; Jo 2.24-25; 1Co 2.10-11; ³Cl 1.16;
Gn 1.2; 4Mt 28.19; 2Co 13.14.

At 28:25
25 Discordaram entre si mesmos e começaram a ir embora, depois de
Paulo ter feito esta declaração final: "Bem que o Espírito Santo falou aos
seus antepassados, por meio do profeta Isaías:

1Jo 5:20
20 Sabemos também que o Filho de Deus veio e nos deu entendimento,
para que conheçamos aquele que é o Verdadeiro. E nós estamos naquele
que é o Verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e
a vida eterna.

Sl 45:6
6 O teu trono, ó Deus, subsiste para todo o sempre; cetro de justiça é o
cetro do teu reino.

At 5:3-4
3 Então perguntou Pedro: "Ananias, como você permitiu que Satanás
enchesse o seu coração, a ponto de você mentir ao Espírito Santo e
guardar para si uma parte do dinheiro que recebeu pela propriedade? 4 Ela
não lhe pertencia? E, depois de vendida, o dinheiro não estava em seu
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 25 / 161

poder? O que o levou a pensar em fazer tal coisa? Você não mentiu aos
homens, mas sim a Deus".

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


11. Donde se infere que o Filho e o Espírito Santo são Deus, iguais ao
Pai?

As Escrituras revelam que o Filho e o Espírito Santo são Deus igualmente


com o Pai, atribuindo-lhes os mesmos nomes¹, atributos², obras³ e culto4
que só a Deus pertencem.

¹Jr 23.6; Is 6.3, 5, 8; Jo 12.41; At 28.25; 1Jo 5.20; Sl 45.6;


At 5.3-4; ²Jo 1.1; Is 9.6; Jo 2.24-25; 1Co 2.10-11; ³Cl 1.16;
Gn 1.2; 4Mt 28.19; 2Co 13.14.

Jo 1:1
1 No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era
Deus.

Is 9:6
6 Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está
sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus
Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz.

Jo 2:24-25
24 Mas Jesus não se confiava a eles, pois conhecia a todos. 25 Não
precisava que ninguém lhe desse testemunho a respeito do homem, pois
ele bem sabia o que havia no homem.

1Co 2:10-11
10 mas Deus o revelou a nós por meio do Espírito. O Espírito sonda todas
as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus. 11 Pois, quem
dentre os homens conhece as coisas do homem, a não ser o espírito do
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 26 / 161

homem que nele está? Da mesma forma, ninguém conhece as coisas de


Deus, a não ser o Espírito de Deus.

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


11. Donde se infere que o Filho e o Espírito Santo são Deus, iguais ao
Pai?

As Escrituras revelam que o Filho e o Espírito Santo são Deus igualmente


com o Pai, atribuindo-lhes os mesmos nomes¹, atributos², obras³ e culto4
que só a Deus pertencem.

¹Jr 23.6; Is 6.3, 5, 8; Jo 12.41; At 28.25; 1Jo 5.20; Sl 45.6;


At 5.3-4; ²Jo 1.1; Is 9.6; Jo 2.24-25; 1Co 2.10-11; ³Cl 1.16;
Gn 1.2; 4Mt 28.19; 2Co 13.14.

³Cl 1:16
16 pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis
e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas
as coisas foram criadas por ele e para ele.

Gn 1:2
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o
Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.

4Mt 28:19
19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em
nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,

2Co 13:14
14 A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do
Espírito Santo sejam com todos vocês.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 27 / 161
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 28 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


12. Que são os decretos de Deus?

Os decretos de Deus são os atos sábios, livres e santos do conselho da


sua vontade¹, pelos quais, desde toda a eternidade, Ele, para a sua
própria glória, imutavelmente predestinou tudo o que acontece,
especialmente com referência aos anjos e aos homens².

¹Is 45.6-7; Ef 1.11; Rm 11.33; ²Sl 33.11; Ef 1.4; Rm 9.22-23.

¹Is 45:6-7
6 de forma que do nascente ao poente saibam todos que não há ninguém
além de mim. Eu sou o Senhor, e não há nenhum outro. 7 Eu formo a luz e
crio as trevas, promovo a paz e causo a desgraça; eu, o Senhor, faço todas
essas coisas. "

Ef 1:11
11 Nele fomos também escolhidos, tendo sido predestinados conforme o
plano daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua
vontade,

Rm 11:33
33 Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus!
Quão insondáveis são os seus juízos, e inescrutáveis os seus caminhos!

²Sl 33:11
11 Mas os planos do Senhor permanecem para sempre, os propósitos do
seu coração, por todas as gerações.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 29 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


12. Que são os decretos de Deus?

Os decretos de Deus são os atos sábios, livres e santos do conselho da


sua vontade¹, pelos quais, desde toda a eternidade, Ele, para a sua
própria glória, imutavelmente predestinou tudo o que acontece,
especialmente com referência aos anjos e aos homens².

¹Is 45.6-7; Ef 1.11; Rm 11.33; ²Sl 33.11; Ef 1.4; Rm 9.22-23.

Ef 1:4
4 Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos
santos e irrepreensíveis em sua presença.
Rm 9:22-23
22 E se Deus, querendo mostrar a sua ira e tornar conhecido o seu poder,
suportou com grande paciência os vasos de sua ira, preparados para
destruição? 23 Que dizer, se ele fez isto para tornar conhecidas as
riquezas de sua glória aos vasos de sua misericórdia, que preparou de
antemão para glória,
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 30 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


13. Que decretou Deus especialmente com referência aos anjos e
aos homens?

Deus, por um decreto eterno e imutável, unicamente do seu amor e para


patentear a sua gloriosa graça, que tinha de ser manifestada em tempo
devido, elegeu alguns anjos para a glória¹, e, em Cristo, escolheu alguns
homens para a vida eterna e os meios para consegui-la²; e também,
segundo o seu soberano poder e o conselho inescrutável da sua própria
vontade (pela qual Ele concede, ou não, os seus favores conforme lhe
apraz), deixou e predestinou os mais à desonra e à ira, que lhes serão
infligidas por causa dos seus pecados, para patentear a glória da sua
justiça³.

¹1Tm 5.21; ²Ef 2.10; 2Ts 2.13-14; 1Pe 1.2; ³Rm 9.17-18, 21-22; Jd 1.4;
Mt 11.25-26.

¹1Tm 5:21
21 Eu o exorto solenemente, diante de Deus, de Cristo Jesus e dos anjos
eleitos, a que procure observar essas instruções sem parcialidade; e não
faça nada por favoritismo.

²Ef 2:10
10 Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para
fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as
praticássemos.

2Ts 2:13-14 (2ª Tessalonicenses)


13 Mas nós, devemos sempre dar graças a Deus por vocês, irmãos
amados pelo Senhor, porque desde o princípio Deus os escolheu para
serem salvos mediante a obra santificadora do Espírito e a fé na verdade.
14 Ele os chamou para isso por meio de nosso evangelho, a fim de
tomarem posse da glória de nosso Senhor Jesus Cristo.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 31 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


13. Que decretou Deus especialmente com referência aos anjos e
aos homens?

Deus, por um decreto eterno e imutável, unicamente do seu amor e para


patentear a sua gloriosa graça, que tinha de ser manifestada em tempo
devido, elegeu alguns anjos para a glória¹, e, em Cristo, escolheu alguns
homens para a vida eterna e os meios para consegui-la²; e também,
segundo o seu soberano poder e o conselho inescrutável da sua própria
vontade (pela qual Ele concede, ou não, os seus favores conforme lhe
apraz), deixou e predestinou os mais à desonra e à ira, que lhes serão
infligidas por causa dos seus pecados, para patentear a glória da sua
justiça³.

¹1Tm 5.21; ²Ef 2.10; 2Ts 2.13-14; 1Pe 1.2; ³Rm 9.17-18, 21-22;
Jd 1.4; Mt 11.25-26.

1Pe 1:2
2 escolhidos de acordo com a pré-conhecimento de Deus Pai, pela obra
santificadora do Espírito, para a obediência a Jesus Cristo e a aspersão do
seu sangue: Graça e paz lhes sejam multiplicadas.

³Rm 9:17-18
17 Pois a Escritura diz ao faraó: "Eu o levantei exatamente com este
propósito: mostrar em você o meu poder, e para que o meu nome seja
proclamado em toda a terra". 18 Portanto, Deus tem misericórdia de quem
ele quer, e endurece a quem ele quer.

Rm 9:21-22
21 O oleiro não tem direito de fazer do mesmo barro um vaso para fins
nobres e outro para uso desonroso? 22 E se Deus, querendo mostrar a sua
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 32 / 161

ira e tornar conhecido o seu poder, suportou com grande paciência os


vasos de sua ira, preparados para destruição?

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


13. Que decretou Deus especialmente com referência aos anjos e
aos homens?

Deus, por um decreto eterno e imutável, unicamente do seu amor e para


patentear a sua gloriosa graça, que tinha de ser manifestada em tempo
devido, elegeu alguns anjos para a glória¹, e, em Cristo, escolheu alguns
homens para a vida eterna e os meios para consegui-la²; e também,
segundo o seu soberano poder e o conselho inescrutável da sua própria
vontade (pela qual Ele concede, ou não, os seus favores conforme lhe
apraz), deixou e predestinou os mais à desonra e à ira, que lhes serão
infligidas por causa dos seus pecados, para patentear a glória da sua
justiça³.

¹1Tm 5.21; ²Ef 2.10; 2Ts 2.13-14; 1Pe 1.2; ³Rm 9.17-18, 21-22;
Jd 1.4; Mt 11.25-26.

Jd 1:4
4 Pois certos homens, cuja condenação já estava sentenciada há muito
tempo, infiltraram-se dissimuladamente no meio de vocês. Estes são
ímpios, e transformam a graça de nosso Deus em libertinagem e negam
Jesus Cristo, nosso único Soberano e Senhor.

Mt 11:25-26
25 Naquela ocasião Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da
terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste
aos pequeninos. 26 Sim, Pai, pois assim foi do teu agrado.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 33 / 161
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 34 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS

14. Como executa Deus os seus decretos?

Deus executa os seus decretos nas obras da criação e da providência¹,


segundo a sua presciência infalível e o livre e imutável conselho da sua
vontade².

¹Dn 4.35; ²Ef 1.11.

¹Dn 4:35
35 Todos os povos da terra são como nada diante dele. Ele age como lhe
agrada com os exércitos dos céus e com os habitantes da terra. Ninguém é
capaz de resistir à sua mão nem de dizer-lhe: "O que fizeste? "

²Ef:1:11
11 Nele fomos também escolhidos, tendo sido predestinados conforme o
plano daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade,
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 35 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS

15. Que é a obra da criação?

A obra da criação é aquela pela qual Deus, pela palavra do seu poder, fez
do nada o mundo, e tudo quanto nele há, para si no espaço de seis dias, e
tudo muito bom¹.

¹Gn 1.1; Hb 11.3; Ap 4.11; Rm 11.36.

¹Gn 1:1
1 No princípio Deus criou os céus e a terra.

Hb 11:3
3 Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de
modo que o que se vê não foi feito do que é visível.

Ap 4:11
11 "Tu, Senhor e Deus nosso, és digno de receber a glória, a honra e o
poder, porque criaste todas as coisas, e por tua vontade elas existem e
foram criadas".

Rm 11:36
36 Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para
sempre! Amém.
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 36 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


16. Como criou Deus os anjos?

Deus criou todos os anjos como espíritos¹ imortais², santos³, poderosos4 e


excelentes em conhecimento5, para executarem os seus mandamentos e
louvarem o seu nome6, todavia sujeitos à mudança.

¹Cl 1.16; ²Mt 22.30; Lc 20.36; ³Mt 25.31; 42Ts 1.7, 5Mt 24.36;
1Pe 1.12; 6Sl 91.11-12; Mt 13.39; Sl 103.20-21; 72Pe 2.4.

¹Cl 1:16
16 pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis
e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas
as coisas foram criadas por ele e para ele.

²Mt 22:30
30 Na ressurreição, as pessoas não se casam nem são dadas em
casamento; mas são como os anjos no céu.

Lc 20:36
36 e não podem mais morrer, pois são como os anjos. São filhos de Deus,
visto que são filhos da ressurreição.

³Mt 25:31
31 "Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos,
assentar-se-á em seu trono na glória celestial.

42Ts 1:7
7 e dar alívio a vocês, que estão sendo atribulados, e a nós também. Isso
acontecerá quando o Senhor Jesus for revelado lá do céu, com os seus
anjos poderosos, em meio a chamas flamejantes.

5Mt 24:36
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 37 / 161

36 "Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o
Filho, senão somente o Pai.

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


16. Como criou Deus os anjos?

Deus criou todos os anjos como espíritos¹ imortais², santos³, poderosos4 e


excelentes em conhecimento5, para executarem os seus mandamentos e
louvarem o seu nome6, todavia sujeitos à mudança.

¹Cl 1.16; ²Mt 22.30; Lc 20.36; ³Mt 25.31; 42Ts 1.7, 5Mt 24.36;
1Pe 1.12; 6Sl 91.11-12; Mt 13.39; Sl 103.20-21; 72Pe 2.4.

1Pe 1:12
12 A eles foi revelado que estavam ministrando, não para si próprios, mas
para vocês, quando falaram das coisas que agora lhes foram anunciadas
por meio daqueles que lhes pregaram o evangelho pelo Espírito Santo
enviado do céu; coisas que até os anjos anseiam observar.

6Sl91:11-12
11 Porque a seus anjos ele dará ordens a seu respeito, para que o
protejam em todos os seus caminhos; 12 com as mãos eles o segurarão,
para que você não tropece em alguma pedra.

Mt 13:39
39 e o inimigo que o semeia é o diabo. A colheita é o fim desta era, e os
encarregados da colheita são anjos.

Sl 103:20-21
20 Bendigam ao Senhor, vocês, seus anjos poderosos, que obedecem à
sua palavra. 21 Bendigam ao Senhor, todos os seus exércitos, vocês, seus
servos, que cumprem a sua vontade.

72Pe 2:4
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 38 / 161

4 Pois Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os lançou no inferno,
prendendo-os em abismos tenebrosos a fim de serem reservados para o
juízo.

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


17. Como criou Deus o homem?

Depois de ter feito todas as mais criaturas, Deus criou o homem, macho e
fêmea¹; formou-o do pó², e a mulher da costela do homem³; dotou-os de
almas viventes, racionais e imortais4; fê-los conforme à sua própria
imagem5, em conhecimento6, retidão e santidade7, tendo a lei de Deus
escrita em seus corações8 e poder para a cumprir9, com domínio sobre as
criaturas10, contudo sujeitos a cair11.

¹Gn 1.27, ²Gn 2-7; ³Gn 2.22; 4Gn 1.26; Mt 19.4; Ec 12.7; Mt 10.28;
5Gn 1.27; 6Cl 3.10; 7Ef 4.24; 8Rm 2.14-15; 9Ec 7.29; 10Gn 1.28;
11Gn 3.1-19.

¹Gn 1:27
27 Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem
e mulher os criou.

²Gn 2:7
7 Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas
narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente.

³Gn 2.22
22 Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma
mulher e a trouxe a ele.

4Gn 1:26
26 Então disse Deus: "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a
nossa semelhança. Domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 39 / 161

céu, sobre os animais grandes de toda a terra e sobre todos os pequenos


animais que se movem rente ao chão".

Mt 19:4
4 Ele respondeu: "Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez
homem e mulher’

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


17. Como criou Deus o homem?

Depois de ter feito todas as mais criaturas, Deus criou o homem, macho e
fêmea¹; formou-o do pó², e a mulher da costela do homem³; dotou-os de
almas viventes, racionais e imortais4; fê-los conforme à sua própria
imagem5, em conhecimento6, retidão e santidade7, tendo a lei de Deus
escrita em seus corações8 e poder para a cumprir9, com domínio sobre as
criaturas10, contudo sujeitos a cair11.

¹Gn 1.27, ²Gn 2-7; ³Gn 2.22; 4Gn 1.26; Mt 19.4; Ec 12.7;
Mt 10.28; 5Gn 1.27; 6Cl 3.10; 7Ef 4.24; 8Rm 2.14-15; 9Ec 7.29;
10Gn 1.28, 11Gn 3.1-19.

Ec 12:17
7 o pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu.

Mt 10:28
28 Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a
alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o
corpo no inferno.

5Gn 1:27
27 Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem
e mulher os criou.

6Cl 3:10
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 40 / 161

10 e se revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento,


à imagem do seu Criador.

7Ef 4:24
24 a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em
justiça e em santidade provenientes da verdade.

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS

17. Como criou Deus o homem?

Depois de ter feito todas as mais criaturas, Deus criou o homem, macho e
fêmea¹; formou-o do pó², e a mulher da costela do homem³; dotou-os de
almas viventes, racionais e imortais4; fê-los conforme à sua própria
imagem5, em conhecimento6, retidão e santidade7, tendo a lei de Deus
escrita em seus corações8 e poder para a cumprir9, com domínio sobre as
criaturas10, contudo sujeitos a cair11.

¹Gn 1.27, ²Gn 2-7; ³Gn 2.22; 4Gn 1.26; Mt 19.4; Ec 12.7;
Mt 10.28; 5Gn 1.27; 6Cl 3.10; 7Ef 4.24; 8Rm 2.14-15; 9Ec 7.29;
10Gn 1.28, 11Gn 3.1-19.

8Rm 2:14-15
14 ( De fato, quando os gentios, que não têm a lei, praticam naturalmente o
que ela ordena, tornam-se lei para si mesmos, embora não possuam a lei;
15 pois mostram que as exigências da lei estão gravadas em seus
corações. Disso dão testemunho também a consciência e os pensamentos
deles, ora acusando-os, ora defendendo-os. )

9Ec 7:29
29 Assim, cheguei a esta conclusão: Deus fez os homens justos, mas eles
foram em busca de muitas intrigas. "
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 41 / 161

10Gn 1:28
28 Deus os abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se!
Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as
aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra".

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS

17. Como criou Deus o homem?

Depois de ter feito todas as mais criaturas, Deus criou o homem, macho e
fêmea¹; formou-o do pó², e a mulher da costela do homem³; dotou-os de
almas viventes, racionais e imortais4; fê-los conforme à sua própria
imagem5, em conhecimento6, retidão e santidade7, tendo a lei de Deus
escrita em seus corações8 e poder para a cumprir9, com domínio sobre as
criaturas10, contudo sujeitos a cair11.

¹Gn 1.27, ²Gn 2-7; ³Gn 2.22; 4Gn 1.26; Mt 19.4; Ec 12.7;
Mt 10.28; 5Gn 1.27; 6Cl 3.10; 7Ef 4.24; 8Rm 2.14-15; 9Ec 7.29;
10Gn 1.28, 11Gn 3.1-19.

11Gn 3:1-19
1 Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais selvagens que o
Senhor Deus tinha feito. E ela perguntou à mulher: "Foi isto mesmo que
Deus disse: ‘Não comam de nenhum fruto das árvores do jardim’? " 2
Respondeu a mulher à serpente: "Podemos comer do fruto das árvores
do jardim, 3 mas Deus disse: ‘Não comam do fruto da árvore que está no
meio do jardim, nem toquem nele; do contrário vocês morrerão’ ". 4
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 42 / 161

Disse a serpente à mulher: "Certamente não morrerão! 5 Deus sabe que,


no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês serão como
Deus, conhecedores do bem e do mal". 6 Quando a mulher viu que a
árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso,
desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e
o deu a seu marido, que comeu também. 7 Os olhos dos dois se abriram, e
perceberam que estavam nus; então juntaram folhas de figueira para cobrir-
se. 8 Ouvindo o homem e sua mulher os passos do Senhor Deus que
andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia, esconderam-se da
presença do Senhor Deus entre as árvores do jardim. 9 Mas o Senhor Deus
chamou o homem, perguntando: "Onde está você? " 10 E ele respondeu:
"Ouvi teus passos no jardim e fiquei com medo, porque estava nu; por isso
me escondi". 11 E Deus perguntou: "Quem lhe disse que você estava nu?
Você comeu do fruto da árvore da qual lhe
Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS

17. Como criou Deus o homem?

Depois de ter feito todas as mais criaturas, Deus criou o homem, macho e
fêmea¹; formou-o do pó², e a mulher da costela do homem³; dotou-os de
almas viventes, racionais e imortais4; fê-los conforme à sua própria
imagem5, em conhecimento6, retidão e santidade7, tendo a lei de Deus
escrita em seus corações8 e poder para a cumprir9, com domínio sobre as
criaturas10, contudo sujeitos a cair11.

¹Gn 1.27, ²Gn 2-7; ³Gn 2.22; 4Gn 1.26; Mt 19.4; Ec 12.7;
Mt 10.28; 5Gn 1.27; 6Cl 3.10; 7Ef 4.24; 8Rm 2.14-15; 9Ec 7.29;
10Gn 1.28, 11Gn 3.1-19.

proibi comer? " 12 Disse o homem: "Foi a mulher que me deste por
companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi". 13 O Senhor Deus
perguntou então à mulher: "Que foi que você fez? " Respondeu a mulher:
"A serpente me enganou, e eu comi". 14 Então o Senhor Deus declarou à
serpente: "Já que você fez isso, maldita é você entre todos os rebanhos
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 43 / 161

domésticos e entre todos os animais selvagens! Sobre o seu ventre você


rastejará, e pó comerá todos os dias da sua vida. 15 Porei inimizade entre
você e a mulher, entre a sua descendência e o descendente dela; este lhe
ferirá a cabeça, e você lhe ferirá o calcanhar". 16 À mulher, ele declarou:
"Multiplicarei grandemente o seu sofrimento na gravidez; com sofrimento
você dará à luz filhos. Seu desejo será para o seu marido, e ele a
dominará". 17 E ao homem declarou: "Visto que você deu ouvidos à sua
mulher e comeu do fruto da árvore da qual eu lhe ordenara que não
comesse, maldita é a terra por sua causa; com sofrimento você se
alimentará dela todos os dias da sua vida. 18 Ela lhe dará espinhos e ervas
daninhas, e você terá que alimentar-se das plantas do campo. 19 Com o
suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que
dela foi tirado; porque você é pó e ao pó voltará".
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 44 / 161

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


18. Quais são as obras da providência de Deus?

As obras da providência de Deus são a sua mui santa¹, sábia² e poderosa


maneira de preservar³ e governar4 todas as suas criaturas e todas as suas
ações5, para a sua própria glória6.

¹Lv 21.8; ²Sl 104.24; Is 28.29; ³Ne 9.6; Hb 1.3; 4Sl 103.19;
5Mt 10.29-30; Gn 45.7; 6Rm 11.36; Is 63.14.

¹Lv 21:8
8 Considerem-no santo, porque ele oferece o alimento do seu Deus.
Considerem-no santo, porque eu, o Senhor, que os santifico, sou santo.

²Sl 104:24
24 Quantas são as tuas obras, Senhor! Fizeste todas elas com sabedoria!
A terra está cheia de seres que criaste.

Is 28:29
29 Isso tudo vem da parte do Senhor dos Exércitos, maravilhoso em
conselhos e magnífico em sabedoria.

³Ne 9:6
6 Só tu és o Senhor. Fizeste os céus, e os mais altos céus, e tudo que
neles há, a terra e tudo o que nela existe, os mares e tudo o que neles
existe. Tu deste vida a todos os seres, e os exércitos dos céus te adoram.

Hb 1:3
3 O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser,
sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa. Depois de ter
realizado a purificação dos pecados, ele se assentou à direita da Majestade
nas alturas,

4Sl 103:19
CATECISMO MAIOR DE WESTMINSTER ( 195 ) / NVI 45 / 161

19 O Senhor estabeleceu o seu trono nos céus, e como rei domina sobre
tudo o que existe.

Segunda parte / O que o homem deve crer sobre DEUS


18. Quais são as obras da providência de Deus?

As obras da providência de Deus são a sua mui santa¹, sábia² e poderosa


maneira de preservar³ e governar4 todas as suas criaturas e todas as suas
ações5, para a sua própria glória6.

¹Lv 21.8; ²Sl 104.24; Is 28.29; ³Ne 9.6; Hb 1.3; 4Sl 103.19;
5Mt 10.29-30; Gn 45.7; 6Rm 11.36; Is 63.14.

5Mt 10:29-30
29 Não se vendem dois pardais por uma moedinha? Contudo, nenhum
deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês. 30 Até os cabelos
da cabeça de vocês estão todos contados.

Gn 45:7
7 Mas Deus me enviou à frente de vocês para lhes preservar um
remanescente nesta terra e para salvar-lhes as vidas com grande
livramento.

6Rm 11:36
36 Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para
sempre! Amém.

Is 63:14
14 como o gado que desce à planície, foi-lhes dado descanso pelo Espírito
do Senhor. Foi assim que guiaste o teu povo para fazer para ti um nome
glorioso.

Você também pode gostar