Você está na página 1de 3

Diarreia

Introdução

A diarreia é a evacuação frequente de fezes aguadas. Afecta a maioria das


pessoas de vez em quando, e normalmente é causada por uma infecção viral ou
bacteriana, que se dissipa passados alguns dias.

No entanto, a diarreia pode ser algo sério em bebés e em idosos, que podem
sofrer de desidratação mais rapidamente. A diarreia crónica (diarreia que dura
mais de duas semanas) pode ser causada por um problema mais sério, por isso
deverá sempre consultar um médico.

Sintomas

Para além das fezes aguadas, outros sintomas comuns podem incluir dores e
cãibras abdominais, sensação de náusea ou vómito, febres, dores de cabeça e
perda de apetite.

Se os sintomas durarem mais de três ou quatro dias, deve pedir aconselhamento


junto do seu médico de família.

Causas

Quando o revestimento do intestino grosso ou delgado fica irritado, leva a um


aumento da evacuação de água pelas fezes. Essa irritação também leva o
intestino a contrair de forma severa e irregular, o que causa dores de barriga.

A irritação pode dever-se a certos alimentos ou bebidas contaminadas com


infecção, contactos com outra pessoa ou efeitos secundários de alguns
medicamentos.

O stress e a ansiedade, a ingestão de demasiado álcool ou cafeína e a ingestão


de demasiados doces ou alimentos muito condimentados também podem causar
diarreia. Por vezes, os bebés ficam com diarreia porque não conseguem digerir
devidamente determinados alimentos ou bebidas, sobretudo alimentos ou bebidas
que contenham lactose (um tipo de açúcar que se encontra no leite de vaca).

A diarreia crónica pode ser causada por problemas como a disenteria, a síndrome
do cólon irritável e a pancreatite, devendo por isso ser analisada pelo seu médico
de família.

Diagnóstico

Se a diarreia durar mais de três ou quatro dias, ou se tiver sangue ou muco nas
fezes, deve consultar o seu médico de família. O médico poderá pedir uma
amostra das fezes para ver se têm bactérias ou outros parasitas.

Page 1 of 3

Diarrhoea | Portuguese | Translated 04/08 © Queen’s Printer and Controller of HMSO 2008
Podem ser feitos outros testes para a diarreia crónica, como a sigmoidoscopia,
que envolve a passagem de um pequeno tubo de observação pelo recto. Este
tubo está ligado a uma lente e permite que o médico observe os intestinos.

Tratamento

Se tiver diarreia, beba muitos fluidos para evitar ficar desidratado. São preferidas a
água, o sumo de frutas e as bebidas isotónicas, que substituem os minerais e os
sais perdidos. As crianças com diarreia e vómitos devem continuar a beber
pequenas e frequentes quantidades de água ou fluidos especiais de hidratação,
disponíveis nas farmácias. O seu farmacêutico poderá aconselhar.

Também é bom comer alimentos ricos em hidratos de carbono, como batatas,


arroz e pão.. Se o seu filho tiver vontade de comer, dê-lhe sopa e alimentos ricos
em hidratos de carbono.

Os medicamentos anti-diarreicos normalmente não são necessários, mas podem


ser tomados, se desejar. Contudo, não devem ser dados a crianças ou caso haja
sangue nas fezes. Podem ser usados o paracetamol (na forma líquida para as
crianças) e o ibuprofeno no caso de febre.

Se um bebé tiver diarreia, pode ajudar dar-lhe temporariamente um leite de baixo


teor de lactose ou sem lactose. Se estiver a amamentar, tente evitar consumir
lacticínios, pois resíduos de lactose podem passar para o leite materno.

Complicações

Se achar que você ou o seu filho estão desidratados, deve ligar de imediato para o
seu médico de família. São sinais de desidratação uma micção reduzida, boca e
língua secas, falta de sensibilidades, olhos vidrados, sonolência e confusão.

Também deve contactar o seu médico de família se vir sangue ou muco nas fezes,
se vomitar por mais do que um dia, se apanhou a infecção no estrangeiro ou se a
diarreia não passar dentro de três a quatro dias.

Prevenção

Um bom nível de higiene e limpeza evitará que as infecções que causam diarreia
se espalhem. Deve sempre lavar as mãos depois de ir à casa de banho, de tocar
em animais, de fazer jardinagem e antes de tocar nos alimentos.

Se tiver diarreia, deverá ter muito cuidado com a sua higiene e não deve partilhar
toalhas. Se o seu emprego implicar trabalhar num ambiente de cuidados de saúde
ou preparação de alimentos, deve falar com o seu empregador e esperar 48 horas
até voltar ao trabalho.

Page 2 of 3

Diarrhoea | Portuguese | Translated 04/08 © Queen’s Printer and Controller of HMSO 2008
Serviço confidencial de tradução

O NHS Direct pode fornecer intérpretes confidenciais em várias línguas e no


espaço de minutos da sua chamada.

Basta seguir o nosso guia simples de 3 passos:

Passo 1 - Ligue para o número do NHS Direct: 0845 4647.

Passo 2 - Quando atenderem a sua chamada, indique em inglês a língua


que pretende utilizar. Espere na linha até estar ligado a um intérprete que
irá ajudar o NHS Direct a dar-lhe a informação e o aconselhamento sobre
saúde de que necessita.

Passo 3 - Em alternativa, pode pedir a um amigo ou familiar para ligar em


seu nome. Espere até que o intérprete esteja em linha para explicar as
razões da sua chamada.

Page 3 of 3

Diarrhoea | Portuguese | Translated 04/08 © Queen’s Printer and Controller of HMSO 2008