Você está na página 1de 5

Ficha de Trabalho 3 Dito e Feito, 5.

o ano

GRUPO I
PARTE A

Lê o texto. Caso tenhas dúvidas acerca do significado de alguma palavra, consulta o


vocabulário apresentado.

Há cerca de cinquenta anos, a senhora Gage, uma viúva já idosa, estava


sentada no jardim de sua casa, num povoado chamado Spilsby, no Yorkshire. Apesar
de coxear e de ver já bastante mal, esforçava-se por arranjar um par de botas, pois
mantinha-se com apenas alguns xelins1 por semana. Na altura em que martelava as
5 botas, o carteiro abriu a porta e lançou-lhe uma carta para o colo.
Tinha o remetente «Messrs Stagg and Beetle, 67 High Street, Lewes, Sussex».
«Querida Senhora:
Temos o dever de informá-la da morte do seu irmão Joseph Brand.»
– Meu Deus! – exclamou a senhora Gage. O meu querido irmão Joseph
10 morreu.
«Deixou-lhe todos os seus bens», continuava a carta, «que consistem numa
casa, um estábulo, caixotes com pepinos, escoadores, carrinhos de mão, etcetera,
etcetera, em Rodmell, perto de Lewes. Lega-lhe 2 também a totalidade da sua fortuna,
isto é, três mil libras esterlinas3.»
15 A senhora Gage quase caiu de alegria. Não via o seu irmão há muitos anos, e
como ele nem sequer lhe respondia às solicitações 4 que lhe enviava todos os anos
pelo Natal, pensou que, como era muito sovina5 desde criança, não queria sequer
gastar um péni6 em selos. Mas agora tudo seria diferente para ela. Com três mil libras,
já para não falar da casa e de tudo o resto, ela e a sua família poderiam viver com
20 grande luxo o resto dos seus dias.
Decidiu ir imediatamente a Rodmell. O clérigo 7 do povoado, o reverendo8
Samuel Tallboys, emprestou-lhe duas libras e dez xelins para o bilhete e no dia
seguinte concluíra já todos os preparativos para a viagem. O mais importante era a
necessidade de alguém cuidar do seu cão, Shag, durante a sua ausência, pois, apesar
25 da sua pobreza, dedicava a vida aos animais e preferia passar privações 9 a regatear
um osso ao seu cão.
Chegou a Lewes uma terça-feira à noite. Naquela época, é preciso dizê-lo, não
havia uma ponte para atravessar o rio em Southease, nem sequer se tinha construído
a estrada de Newhaven. Para chegar a Rodmell era necessário atravessar o rio Ouse
30 por um vau10 de que ainda subsistiam vestígios, mas só era possível com a maré
baixa, quando as pedras do leito do rio afloravam à superfície. O senhor Stacey, o

DF5LP © Porto Editora 1


Ficha de Trabalho 3 Dito e Feito, 5.o ano

agricultor, ia de carro a caminho de Rodmell e ofereceu-se amavelmente para levar a


senhora Gage. Chegaram a Rodmell pelas nove horas, numa noite de novembro, e o
senhor Stacey indicou cortesmente11 à senhora Gage a casa situada no cimo do
35 povoado que o seu irmão lhe deixara. A senhora Gage bateu à porta. Não obteve
resposta. Voltou a bater. Uma voz muito estranha e aguda respondeu: «Não estou em
casa!» […]
Virginia WOOLF, 2007. A Viúva e o Papagaio. Lisboa: Relógio D’ Água Editores

Vocabulário
1
xelins: vigésima parte de uma libra.
2
lega-lhe: deixa-lhe por herança.
3
libras esterlinas: moeda oficial do Reino Unido.
4
solicitações: pedidos.
5
sovina: que é muito apegado ao dinheiro e aos bens materiais.
6
péni: moeda inglesa de cobre, equivalente a um duodécimo do xelim.
7
clérigo: pessoa do Clero, padre.
8
reverendo: sacerdote, padre.
9
privações: carência do que é necessário à vida.
10
vau: ponto onde, numa corrente de água, se pode passar a pé ou a cavalo.
11
cortesmente: de modo cortês, educado, gentil.

Responde aos itens que se seguem, de acordo com as orientações que te são dadas.
1. Seleciona, de 1.1. a 1.3., a única opção que completa corretamente cada frase, de
acordo com o sentido do texto.
1.1. No primeiro parágrafo, a senhora Gage é apresentada como
a. viúva, idosa e rica.
b. viúva, idosa e pobre.
c. viúva, idosa e sapateira reformada.
d. viúva, idosa e perita em arranjar botas.

1.2. A carta dirigida à senhora Gage comunicava-lhe que o seu irmão tinha morrido e
lhe tinha deixado
a. todos os haveres e parte do dinheiro.
b. alguns haveres e todo o dinheiro.
c. a totalidade dos haveres que possuía e uma carta.
d. a totalidade dos haveres e todo o dinheiro.

1.3. Perante a notícia da carta, a senhora Gage reagiu

DF5LP © Porto Editora 2


Ficha de Trabalho 3 Dito e Feito, 5.o ano

a. bem, porque tinha uma relação distante com o irmão.


b. bem, porque odiava o irmão e nunca o contactava.
c. mal, porque tinha uma relação muito boa com o irmão.
d. mal, porque gostava muito do irmão, embora ele vivesse longe dela.

2. Após ter lido a carta, a senhora Gage pensou no que poderia fazer com a herança
que iria receber.
Explica como imaginou o seu futuro a partir de então.

3. Explica como conseguiu a senhora Gage dinheiro para a viagem para Lewes.

4. De entre os preparativos para a viagem da senhora Gage a Lewes, destacava-se


um.
4.1. Regista-o.
4.2. Comenta a opção de vida da viúva em relação aos animais.

5. Explica como era o percurso de Lewes até Rodmell.


5.1. Relacionando as informações que possuis sobre a senhora Gage com as
condições em que se realizaria a viagem, escolhe o adjetivo que melhor define o
percurso de Lewes até Rodmell:
a. incómodo.
b. agradável.
c. rápido.

PARTE B

Lê o texto seguinte. Caso tenhas dúvidas acerca do significado de alguma palavra,


consulta o vocabulário apresentado.

Numa manhã fria de março de 1941, Virginia Woolf sai de sua casa em
Rodmell, no vale do Ouse. Em tranquilo passo exausto 1 caminha entre o pomar e o
tanque, em que se movimentam silenciosos peixes.
É uma saída sem regresso, esta.
5 Virginia Woolf escrevera, antes, a seu marido Leonard:
«Tenho a certeza de que vou enlouquecer outra vez. E sinto-me incapaz de
enfrentar de novo um desses terríveis períodos. Começo a ouvir vozes e não consigo

DF5LP © Porto Editora 3


Ficha de Trabalho 3 Dito e Feito, 5.o ano

concentrar-me […]. Se alguém pudesse salvar-me serias tu (…). Não posso destruir a
tua vida por mais tempo.»
10 E, finalmente, uma frase inesperada, que retoma a que Terence diz a Rachel
morta, em Voyage Out, seu primeiro romance.
«Não creio que dois seres pudessem ser mais felizes do que nós o fomos.»
Virginia Woolf passa junto da cabana onde habitualmente escreve. Olhada
provavelmente apenas pela manhã, dirige-se ao rio Ouse. Tal como os céus de
15 Inglaterra invadidos pela aviação nazi2, o seu corpo é um campo devastado pelas
emoções.
Francisco VALE, «Virginia Woolf: dar ao mundo tudo o que ele pode incluir».
In Virginia WOOLF, 2004. Contos de Virginia Woolf. Lisboa: Relógio d’ Água

Vocabulário
1
exausto: cansado, esgotado.
2
nazi: relativo ao regime de Hitler.

6. Ordena as frases numerando-as de 1 a 6, de acordo com o texto.


Segue o exemplo:
d. – 1.
a. Antes de sair de casa, escreveu ao marido.
b. De seguida, caminha em direção ao rio.
c. A escritora aproxima-se do lugar onde costuma escrever.
d. Certa manhã, a escritora Virginia Woolf deixa a sua casa.
e. Na carta, a escritora revela as suas fragilidades e os seus sentimentos.

7. Transcreve a expressão que comprova que Virgina Woolf nunca mais voltou a casa.

GRUPO II

Responde aos itens que se seguem, de acordo com as orientações que te são dadas.
1. Lê as frases seguintes.
a. A senhora Gage vivia em Spilsby.
b. A viúva e Joseph Brand eram irmãos.
c. Eles raramente estavam juntos.
d. A viúva recebeu a herança do irmão.
e. O seu cão, Shag, e outros animais mereciam o carinho da viúva.

Classifica o sujeito de cada uma das frases.

DF5LP © Porto Editora 4


Ficha de Trabalho 3 Dito e Feito, 5.o ano

2. Lê a frase seguinte.
As suas botas estavam estragadas e, por isso, ela tentava arranjá-las.
Indica a classe a que pertence cada uma das palavras sublinhadas.

3. Lê a frase seguinte.
A viúva estava sentada no jardim de sua casa, martelava uma bota e recebeu a
visita do carteiro.
3.1. Regista o número de orações que constituem a frase.
3.2. Classifica a oração sublinhada.

4. Lê a frase seguinte.
«Naquela época, é preciso dizê-lo, não havia uma ponte para atravessar o rio em
Southease, nem sequer se tinha construído a estrada de Newhaven.» (linhas 27-29)
4.1. Indica o tempo e o modo da forma verbal sublinhada.
4.2. Distingue o verbo auxiliar do verbo principal.

5. Classifica as palavras quanto à acentuação.


a. «época» (linha 27)
b. «maré» (linha 30)
c. «só» (linha 30)
d. «rio» (linha 29)
e. «superfície» (linha 31)

GRUPO III

Relata uma viagem que tenhas feito e de que tenhas gostado especialmente.
O teu texto deve:
─ ter um título adequado;
─ apresentar o destino dessa viagem;
─ incluir o que mais te marcou;
─ referir quem te acompanhou;
─ apresentar o que sentiste antes, durante e depois da viagem;
─ ser correto e bem estruturado;
─ ter um mínimo de 140 e um máximo de 200 palavras.

DF5LP © Porto Editora 5