Você está na página 1de 16

HISTÓRICO

Por volta de 1.840, em um pequeno povoado chamado Barro Preto, vivia um


povo simples e humilde que trabalhava e rezava. Lá vivia um piedoso casal de
lavradores: Constantino Xavier e Ana Rosa. Um dia, trabalhando em suas terras,
encontraram um medalhão de barro de aproximadamente 8 cm. Nesse medalhão
estava gravada a imagem da Santíssima Trindade coroando a Virgem Maria.
Respeitosamente beijaram aquela medalha e a levaram para casa. Nos finais de
semana os vizinhos se reuniam na casa do Senhor Constantino para rezarem diante
da medalha. E o Pai Eterno compassivo e Misericordioso que é, ouvia as orações.
Começaram a suceder numerosos prodígios, graças e milagres e a devoção
espalhou-se por toda a redondeza. Embora a imagem represente a Santíssima
Trindade coroando a Nossa Senhora, desde o inicio as pessoas falavam da imagem
do Divino Pai Eterno. Sua origem é o nome de Deus principio da Fé Cristã. Nela se
manifesta o próprio Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo, que agem num profundo
amor dinâmico de co-relação.
Na imagem do Divino Pai Eterno, nós veneramos Nossa Senhora que está sendo
coroada pela Santíssima Trindade, no entanto não faz parte da mesma. Sua coroa é
a mais alta honra que a Santíssima Trindade lhe concede em favor de sua total
entrega ao projeto salvífico de Deus Pai.
Com o passar do tempo o medalhão foi se desgastando e aquele senhor
achou por bem que ele fosse restaurado e dirigindo-se a um artesão de uma cidade
vizinha, pediu ao mesmo que fizesse aquele trabalho. Mas o artesão achou melhor
fazer outra imagem e fez a que até hoje é venerada pelos devotos do Divino Pai
Eterno, na igreja velha.

A concepção artística e simbólica desta imagem, que os devotos veneram


no Santuário do Pai Eterno, foi inspirada por Deus quem a materializou, ainda num
pequeno medalhão de barro milagrosamente encontrado, para que as pessoas que
a venerassem, pudessem visualizar claramente o plano perfeito de Deus para todos
os filhos e filhas.
Como a devoção foi aumentando e as romarias acontecendo à capelinha
doméstica já não podia suportar tantos fiéis, então sentiram a necessidade de um
espaço maior e construíram a primeira capelinha de pau-a-pique em 1854. Depois
de um certo tempo não comportando os devotos que vinham de longe foi
construída outra maior. Mas tarde construiu-se a igreja velha e hoje temos o
Santuário do Divino Pai Eterno, que no dia 19 de novembro de 2006, passará a
Basílica, que acolhe e ajuda os devotos na sua fé, fazendo com que sintam que
Deus os ama infinitamente e quer que todos experimentem concretamente este seu
amor que cura, salva e liberta.
Os missionários Redentoristas ficaram responsáveis pela Basílica do Divino Pai
Eterno, assim como pela Basílica de Nossa Senhora Aparecida.
A devoção do Divino Pai Eterno já tem mais de 150 anos de presença no
meio de nosso povo. É uma graça especial do Pai do céu dada ao povo goiano.
Vamos cultivar e propagar esta devoção, para que mais e mais pessoas
venham conhecer, por meio desta pequena imagem, esculpida em barro pelo Divino
Oleiro, o Seu infinito amor por todos nós.
NOVENA PERPÉTUA EM LOUVOR AO DIVINO PAI ETERNO
Primeiro Dia
C. Divino Pai Eterno, iniciamos hoje esta santa novena. Estamos aqui para louvar a vossa grandeza, a
vossa bondade e a vossa misericórdia. Vós criastes todas as coisas. Quisestes criar o homem e a
mulher para contemplar a obra criada e amar-vos para sempre. Um dia o ser humano achou que não
precisava de Vós e resolveu caminhar sozinho. Com essa atitude, pecamos e perdemos a Vossa
amizade. Mas Vós não deixastes de nos amar. Prometestes o Salvador, Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele
nos mostrou que a Vossa vontade é salvar a todos.
Antes ainda, chamastes Abraão para começar a formar o Vosso povo. Enviastes Moisés para tirar o povo
da escravidão do Egito e levá-lo à Terra Prometida. Depois os Profetas, que anunciaram a Vossa
Palavra para orientar a caminhada de Vossos filhos. O próprio Jesus nos afirma que veio a terra para
revelar o Vosso Amor e nos convidar a fazer parte da Vossa família. Divino Pai Eterno, por amor de
Jesus Cristo, que durante sua peregrinação nesse mundo tanto promoveu a Vossa glória, por palavras e
ações, dai-nos nesta santa novena à graça de Vos amar e cantar Vossos louvores, recebendo de Vós os
favores e graças que necessitamos. Ensinai-nos a confiar em Vossa proteção e a proclamar a Vossa
infinita misericórdia.
C. Sede bendito Senhor de nossos pais.
T. A Vós, louvor e glória eternamente!
C. Bendito seja o Vosso nome de glória e santidade.
T. A Vós, louvor e glória eternamente!
C. Bendito sois Vós que conheceis todas as coisas.
T. A Vós, louvor e glória eternamente!
C. Sede bendito, no firmamento celeste.
T. A Vós, louvor e glória eternamente!
C. Que todas as Vossas obras cantem vossos louvores.
T. A Vós, louvor e glória eternamente!
C. Oremos: Divino Pai Eterno, ouvi nossa oração. Nós Vos pedimos: Dai-nos um coração grande para
amar, compreender e perdoar a todos. Que de hoje em diante saibamos contemplar as Vossas criaturas
e reconhecer a Vossa presença em nossos irmãos.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Segundo dia
C. Senhor Jesus Cristo, viestes à terra para nos ensinar a viver como filhos de Deus. Para isto quisestes
assumir nossa vida, nascendo na simplicidade e na pobreza. Passastes pela vida fazendo o bem,
anunciando a Boa Nova, curando os doentes, consolando os tristes, dando vista aos cegos, alimento aos
que tinham fome... Vós nos destes a missão de continuar a Vossa obra redentora. A Vossa Palavra nos
mostra o caminho e a Eucaristia sustenta a nossa caminhada. Queremos ficar sempre convosco. Ó
Jesus, ajudai-nos a caminhar sempre unidos. Ajudai-nos a lutar pela vida. E quando chegar a nossa hora
derradeira, voltai para nós Vosso olhar misericordioso.
Quando eu estiver na agonia, dizei ao Pai Eterno:
T. Pai, perdoai-lhe!
C. Dizei a Nossa Senhora:
T. Eis aí o teu filho!
C. Dizei a mim:
T. Hoje estarás comigo no Paraíso!
C. Do mais profundo do coração rezemos:
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados os que sofrem perseguições, por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. Bem-aventurados sereis quando vos insultarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo gênero de
calúnia contra vós, por causa de mim.
T. Glória a Vós, Senhor!
C. OREMOS: Dai-nos, Senhor nosso Deus, por nossa fé, por esta santa devoção, a graça de amar a Vós
sobre todas as coisas, e ao nosso próximo como a nós mesmos.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Terceiro Dia
C. Ó Divino Espírito Santo, força de Amor que orienta e anima a caminhada de toda a Igreja. Vós sois o
Espírito de Verdade e de Amor que, desde a criação do mundo, viestes preparando a humanidade para
acolher Nosso Senhor Jesus Cristo. Dais vida à Igreja e estais presente em cada um de nós.
Supliquemos ao Divino Pai Eterno, que anima, sem cessar, a Igreja pelo dom do Espírito Santo, dizendo-
lhe com alegria:
T. Que o Espírito Santo renove todas as coisas!
C. Divino Pai Eterno, quereis reunir numa mesma fé, os vossos filhos dispersos; iluminai o mundo inteiro
pela graça do Espírito Santo.
T. Que o Espírito Santo renove todas as coisas!
C. Quereis congregar na unidade, pela força do Espírito Santo, todos aqueles que trazem o nome de
cristãos; concedei aos que crêem, um só coração e uma só alma.
T. Que o Espírito Santo renove todas as coisas!
C. Quereis que o mundo inteiro seja iluminado pelo Espírito Santo; dai-nos a graça de trabalharmos
juntos pela unidade e pela paz.
T. Que o Espírito Santo renove todas as coisas!
C. Curai os doentes, reconfortai os infelizes e abençoai nossas famílias.
T. Que o Espírito Santo renove todas as coisas!
C. Ressuscitastes vosso Filho pelo dom do Espírito Santo; dai-nos a graça da perseverança na fé e a
alegria da vida eterna.
T. Que o Espírito Santo renove todas as coisas!
C. OREMOS: Divino Pai Eterno, revelastes aos homens Vosso admirável mistério, enviando ao mundo
Vossa Palavra de Verdade e Vosso Espírito de Santidade, fazei que na profissão da verdadeira fé,
reconheçamos a glória da Trindade Eterna e adoremos a unidade em Sua onipotência. Por Nosso
Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Quarto dia
C. Ó Divino Pai Eterno, estamos aqui para louvar-Vos. Damos glória à Vossa Trindade, um só Deus em
três Pessoas, do qual tudo procede. Deus-Pai criou o mundo; Deus-Filho o remiu; Deus-Espírito Santo o
santifica. Tudo o que existe, vem dEle; tudo caminha para Ele e tudo foi feito para louvá-Lo e glorificá-Lo
eternamente. É grande demais a riqueza e a sabedoria de Deus.
C. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Dai graças ao Senhor dos senhores;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Só Ele fez grandes maravilhas;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Fez os céus com sabedoria;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Firmou a terra sobre as águas.
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Criou os astros do céu;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. O sol para presidir o dia;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. A lua e as estrelas para presidirem a noite;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Livrou-nos de nossos inimigos;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Ele dá o pão a todo ser vivente;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. Dai graças ao Deus dos céus;
T. Porque Eterno é o seu amor.
C. OREMOS: Velai, ó Divino Pai Eterno, com carinho de Pai, sobre a vossa família. E, como só
confiamos na Vossa graça, guardai-nos sob a Vossa proteção, Por Cristo, Senhor nosso.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Quinto Dia
C. Divino Pai Eterno, eu creio em Vós, mas aumentai a minha fé. Espero em Vós, mas fortificai a minha
esperança. Amo-Vos, mas aumentai o meu amor. Arrependo-me de tudo aquilo que fiz de errado e Vos
desgostou, mas peço-Vos o perdão confiante na Vossa misericórdia. Divino Pai Eterno, adoro-Vos como
meu criador; quero-Vos como meu único bem, e invoco a Vossa constante proteção. Jesus nos prometeu
todas as graças que Vos pedíssemos em Seu nome. É com essa confiança que queremos fazer subir até
Vós a nossa oração dizendo com fé:
T. Piedade, Senhor, porque pecamos.
C. Deus de misericórdia, conduzi nossos passos por um caminho santo, fazei que procuremos o que é
verdadeiro e justo, puro e do Vosso agrado.
T. Piedade, Senhor, porque pecamos.
C. Senhor, por causa do Vosso nome, não nos abandoneis para sempre, e não repudieis a Vossa
aliança.
T. Piedade, Senhor, porque pecamos.
C. Recebei nosso coração contrito e nosso espírito humilhado; pois sabemos que aqueles que têm
confiança em Vós, não serão envergonhados.
T. Piedade, Senhor, porque pecamos.
C. OREMOS: Ó Divino Pai Eterno, fonte de amor e de ternura, olhai pelos fiéis que Vos invocam e dai-
nos o perdão dos nossos pecados. Renovai em nós a vossa presença, abençoai nossas famílias, e
ajudai-nos a seguir de perto os passos do Vosso Filho amado. Isto vos pedimos em nome de Vosso Filho
Jesus, que convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Sexto dia
C. Quando chegou à plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de uma mulher, para salvar
a humanidade. Ó Maria, Deus quis que Vós fôsseis a cooperadora na obra da Redenção da
humanidade. Por isso, Ele Vos colocou no seu mistério mais íntimo, no mistério da Santíssima Trindade.
Nós podemos saudar-Vos como a Filha do Deus Pai, a Mãe do Deus Filho e Esposa do Deus Espírito
Santo. Deus Vos salve, templo vivo da Santíssima Trindade. E nós Vos saudamos cantando a Ave-Maria
do Pe. Pelágio.
Canto: Ave-Maria...
C. Irmãos e irmãs, rezemos todos ao nosso Salvador, que quis nascer da Virgem Maria, e digamos com
ela:
T. Minha alma se alegra em Deus meu Salvador.
C. Filho de Deus vivo, por Vossos merecimentos preservastes Vossa Mãe de toda impureza, fazei-nos
puros de toda pecado.
T. Minha alma se alegra em Deus meu Salvador.
C. Redentor da humanidade escolhestes como habitação o seio puríssimo da Virgem Maria, fazei de nós
sempre mais templos do Espírito Santo.
T. Minha alma se alegra em Deus meu Salvador.
C. Senhor das inteligências, Vossa Mãe meditava em seu coração vossos gestos e palavras, fazei que
conservemos vossas palavras num coração puro e bom.
T. Minha alma se alegra em Deus meu Salvador.
C. Salvador do mundo, quisestes que Maria estivesse ao pé da Cruz para Vos assistir, concedei-nos, em
meio às provações, a alegria da esperança.
T. Minha alma se alegra em Deus meu Salvador.
C. Rei dos reis, glorificastes Maria em corpo e alma, voltai sempre mais nossos desejos para as
realizações eternas.
T. Minha alma se alegra em Deus meu Salvador.
C. OREMOS: Ó Divino Pai Eterno, nós vos pedimos, concedei-nos saúde do corpo e da alma, e pela
gloriosa intercessão da Virgem Maria, fazei que sejamos livres das tristezas deste mundo e gozemos da
alegria eterna. Por Cristo nosso Senhor.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Sétimo Dia
C. Glória ao Divino Pai Eterno, que por seu poder nos tirou do nada, e nos criou à sua imagem e
semelhança! Glória ao Filho Jesus, que por seu amor nos livrou das penas eternas e nos abriu as portas
do Céu! Glória ao Espírito Santo, que por sua misericórdia nos santificou no Batismo e opera
continuamente a nossa santificação pelas graças que todos os dias recebemos de sua infinita bondade!
T. Demos Glória à Santíssima Trindade agora e sempre!
C. Nós Vos adoramos,Trindade Santíssima, com humildade devoção e profundo respeito, e vos damos
graças por nos haverdes revelado tão glorioso mistério. Humildemente Vos suplicamos a graça da
perseverança nessa fé por toda vida, para que um dia possamos contemplar-Vos, face a face no Céu!
T. Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do Céu nos abençoou em
Cristo, com todas as bênçãos espirituais.
T. Bendito sejais Vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo.
C. Antes da criação do mundo Deus nos escolheu em Cristo: para sermos diante Dele, santos e
imaculados.
T. Bendito sejais Vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo.
C. Conforme sua livre vontade nos predestinou a sermos seus filhos adotivos, por Jesus Cristo, fazendo
assim brilhar a grandeza de sua graça.
T. Bendito sejais Vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo.
C. Eis a graça que Ele nos oferece em seu Filho amado: Nele temos a redenção adquirida por seu
sangue, a remissão dos pecados.
T. Bendito sejais Vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo.
C. Inesgotável graça que até nós transborda em toda sua sabedoria e conhecimento, revelando-nos
assim o mistério de amor de seu desígnio benevolente.
T. Bendito sejais Vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo.
C. Aquilo que previra realizar em seu Filho na plenitude dos tempos, recapitular todas as coisas do Céu e
da Terra no Cristo.
T. Bendito sejais Vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo.
C. OREMOS: Acompanhai, ó Deus, os vossos filhos, que se gloriam de Vos ter por criador e guia.
Renovai em nós o que criastes, e conservai o que renovastes. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso
Filho, na unidade do Espírito Santo.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Oitavo Dia
C. Na Quinta-feira Santa, Jesus quis celebrar a última Ceia com os discípulos. Sabia que estava
chegando a hora de voltar para o Pai, mas queria continuar presente na vida e na missão de seus
discípulos. Enquanto ceavam, Ele quis nos dar a maior prova do seu Amor. Primeiro Ele lavou os pés
dos discípulos, para nos deixar o exemplo de que o amor verdadeiro se revela quando servimos os
irmãos. Depois, quis ficar conosco na Eucaristia para ser nosso alimento. Pela Palavra Jesus nos mostra
o caminho a seguir. Pela Eucaristia sustenta a nossa caminhada. Ele permanece conosco, como nosso
amigo e companheiro. Está sempre disposto a ouvir nossas orações e a nos dar a mão na hora das
dificuldades.
Rezemos ao Senhor Jesus Cristo, Pão da Palavra e Pão da Eucaristia, dizendo-lhe com esperança e fé:
T. Feliz quem segue o Senhor e se alimenta do Pão da vida Eterna.
C. Ó Cristo, Sacerdote da nova e eterna Aliança, ensinai-nos a amar e servir nossos irmãos.
T. Feliz quem segue o Senhor e se alimenta do Pão da vida Eterna.
C. Ó Cristo, Rei da Paz e Justiça, consagrastes o Pão e o Vinho em sinal de Vossa própria oferenda;
ensinai-nos a nos oferecer convosco.
T. Feliz quem segue o Senhor e se alimenta do Pão da vida Eterna.
C. Ó Cristo, verdadeiro adorador do Pai, Vossa oferenda pura é apresentada pela Igreja, de uma a outra
extremidade do mundo; reuni numa só família aqueles que alimentastes com o mesmo Pão.
T. Feliz quem segue o Senhor e se alimenta do Pão da vida Eterna.
C. Ó Cristo, Pão vivo descido do Céu, saciais a Igreja com o Vosso Corpo e o Vosso Sangue; fortificai-
nos em nossa caminhada para o Pai.
T. Feliz quem segue o Senhor e se alimenta do Pão da vida Eterna.
C. Ó Cristo, Pão da fraternidade servido sobre a mesa do altar, abençoai o pão nosso de cada dia, para
que nossas famílias sejam santificadas por Vós!
T. Feliz quem segue o Senhor e se alimenta do Pão da vida Eterna.
C. OREMOS: Ó Deus, que neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão,
concedei que veneremos de tal modo os mistérios do Vosso Corpo e Vosso Sangue, que possamos
sentir em nós os frutos da Vossa Redenção. Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai

Nono Dia
C. Divino Pai Eterno, completamos hoje nossa novena em louvor, honra e glória ao Vosso Amor.
Queremos pedir-Vos mais uma vez as graças que mais necessitamos (fazer o pedido...). Pedimos
também a graça da FÉ, para que possamos crer em tudo aquilo que Vós nos revelastes através de
Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. Fé para que possamos amar e compreender mais nossos
irmãos. Fé para que saibamos distinguir o que é certo e o que é errado. Pedimo-Vos a graça da
ESPERANÇA, para que saibamos viver este vida sem esquecer as realidades que nos aguardam. Dai-
nos, ó Divino Pai Eterno, a graça de sermos também perseverantes e fiéis aos vossos ensinamentos.
Pedimo-Vos a graça da CARIDADE, para que possamos amar-Vos sobre todas as coisas e a nosso
próximo como a nós mesmos. Dai-nos um coração generoso para amar a todos sem distinção. Livrai-nos
do pecado, e ajudai-nos a ter humildade para buscar a reconciliação cada vez que nos distanciamos de
Vós. Abençoai as crianças do nosso Brasil, aumentai a fé no coração dos jovens, dai aos pais a
sabedoria para orientar bem os seus filhos. Socorrei os doentes. Livrai nosso povo da fome, da peste e
da guerra. Dai paz às nossas famílias, ao Brasil, ao mundo. Iluminai nossos governantes para que
conduzam a nação conforme a Vossa vontade. Ajudai-nos a ter um coração agradecido para que
possamos contemplar a Vossa bondade e glorificar o Vosso nome para sempre.
C. Grandes e admiráveis são as Vossas obras, Senhor, Deus de Amor e de Misericórdia. Justos e
verdadeiros são os Vossos ensinamentos.
T. Grandes são as Vossas obras, Senhor!
Quem poderia deixar de Vos amar, Senhor, e quem não gostaria de glorificar o Vosso nome? Pois só
Vós sois Santo! E em Vós está nossa esperança!
T. Grandes são as Vossas obras, Senhor!
C. Todas as nações virão prostrar-se diante de Vós, pois governais com sabedoria o céu e a terra. O
Vosso Amor é Eterno e infinita é a Vossa Bondade.
T. Grandes são as Vossas obras, Senhor!
C. Vós nos reunistes em vossa casa e nos acolhestes com amor e ternura, por isso nós Vos louvamos e
Vos bendizemos.
T. Grandes são as Vossas obras, Senhor!
C. OREMOS: Divino Pai Eterno,fazei que sejamos esclarecidos para Vos conhecer, prontos para Vos
procurar, hábeis para Vos encontrar, perseverantes em Vos agradecer e fiéis pra observar Vossos
ensinamentos. Assim estaremos sempre convosco e poderemos amar-Vos e louvar-Vos por toda a
Eternidade!
T. Amém!
Cântico: Glória seja ao Pai
CONSAGRAÇÃO
DIVINO PAI ETERNO,
Aqui estamos para prestarmos a nossa homenagem. Nós cremos em Vós, Pai Eterno, nosso Pai e nosso
criador. Confiamos em vossa bondade e poder. Queremos amar-Vos sempre, cumprindo vossos
mandamentos e servindo ao vosso Filho Jesus, na pessoa de nossos irmãos. Nós vos damos graças
pelo vosso amor e pela vossa ternura. Vós nos atraís a Vossa casa e nos acolheis de braços abertos.
Vós nos guiais com os ensinamentos do Vosso Filho, Nosso Senhor, e nos dais sempre o vosso perdão.
DIVINO PAI ETERNO,
Queremos consagrar a vós:
Nossas famílias, para que vivam em paz e harmonia;
Nossas casas, para que sejam iluminadas pela vossa presença;
Nossas alegrias, para que sejam santificadas pelo vosso amor;
Nossas preocupações, para que sejam acolhidas em vossa
bondade;
Nossas doenças, para que sejam remediadas com a vossa
misericórdia;
Nossos trabalhos, para que sejam fecundos com a vossa benção.
DIVINO PAI ETERNO,
Recebei a homenagem da nossa fé, fortalecei a nossa esperança e renovai o nosso amor. Dai-nos o
dom da paz e da fidelidade à vossa Igreja. Pela intercessão de Nossa Senhora, Mãe do Vosso querido
Filho, dai-nos a perseverança na fé e a graça da salvação eterna. Amém!

Novena ao PAI ETERNO.

Orações iniciais para todos os dias:


Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em
nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Invocação do espírito Santo:

Vinde, espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do
vosso amor. Enviai o vosso espírito e tudo será criado e renovareis a face da Terra.

Oremos:

Deus, que doutrinais os corações dos vossos fiéis com a luz do espírito Santo,
concedei-nos que, pelo mesmo espírito Santo, saibamos o que é reto e gozemos
sempre de sua preciosa consolação. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Oração pela nossa perfeita união com Jesus:

Juntemos os nossos passos no mesmo ritmo,


Juntos estendamos as nossas mãos para que recolham os mesmos bens,
Juntos pulsem os nossos corações,
O mesmo sentimento penetre o nosso intimo,
O mesmo pensamento proceda do nosso espírito,
Nossos ouvidos escutem o mesmo silêncio,
Nossos olhares se encontrem e se fundam em um sou olhar,
Nossos lábios peçam juntos misericórdia ao Pai Eterno.

Orações finais para todos os dias:

Louvor:

Meu Deus, creio em Vós, pois sois infinitamente bom.


Meu Deus, espero em Vós, pois sois infinitamente misericordioso.
Meu Deus, amo-Vos, pois sois digno de ser amado sobre todas as coisas.

Deus é meu Pai!


Oh meu Pai dos Céus, como é doce e suave saber que Vós sois meu Pai e que eu
sou vosso filho!
É sobretudo quando o céu da minha alma é negro e a minha cruz mais pesada que
sinto a necessidades de vos dizer: Pai, eu creio no vosso Amor por mim!
Sim, eu creio que Vós sois meu Pai e que eu sou vosso filho!

Eu creio que Vós me amais com um amor infinito!


Eu creio que Vós velais dia e noite por mim e que nem um cabelo cai da minha
cabeça sem o vosso consentimento!
Eu creio que, infinitamente Sábio, Vós sabeis muito melhor do que eu o que me
convém!
Eu creio que, infinitamente Poderoso, Vós tirais o bem do mal!
Eu creio que, infinitamente Bom, Vós fazeis que tudo concorra para o bem daqueles
que Vos amam; e, por detrás das mãos que ferem, eu beijo a vossa não que cura!
Eu creio, mas aumentai a minha Fé e, sobretudo, a minha Esperança e a minha
Caridade.
Ensinai-me a saber ver o vosso Amor dirigir todos os acontecimentos da minha
vida.
Ensinai-me a abandonar-me à vossa condução, como uma criança nos braços de
sua mãe.

Pai, vós sabeis tudo, Vós vedes tudo, vós me conheceis melhor que eu mesmo.
Vós podeis tudo e Vós me amais! Oh! meu Pai, já que desejais que nós vos
peçamos tudo, eu venho com confiança pedir-vos, com Jesus e Maria,... (dizer a
graça que se pretende obter e acrescentar um propósito para os dias da novena: "Prometo-Vos ser
fiel, especialmente durante estes nove dias, em tal circunstância.... com aquela
pessoa... ".).
Por esta intenção eu Vos ofereço, em união com os Sagrados Corações, todas as
minhas orações, os meus sacrifícios e mortificações, e uma maior fidelidade ao meu
dever.

Dai-me a Luz, a Força e a Graça do vosso espírito!


Confirmai-me neste espírito para que nunca O perca, não O entristeça, nem O
enfraqueça em mim.
Meu Pai, é em nome de Jesus Cristo, Vosso Filho, que eu Vo-lo peço.
E Vós, Jesus, abri o vosso Coração e colocai n'Ele o meu e, com o de Maria,
oferecei-o ao nosso Divino Pai .
Em troca, obtende-me esta graça de que tenho tanta necessidades!
Meu Divino Pai, dai-Vos a conhecer a todos os homens.
Que todo o mundo proclame a vossa Bondade e a vossa misericórdia!

Sede o meu terno Pai e protegei-me em toda a parte como a pupila dos vossos
Olhos.
Que eu seja para sempre o vosso digno filho.
Tende piedade de mim!
Pai Divino, doce esperança das nossas almas, sede conhecido, honrado e amado
pelos homens!
Pai Divino, Bondade infinita que se exerce para com todos os povos, sede
conhecido, honrado e amado pelos homens!
Pai Divino, orvalho benfazejo da humanidade, sede conhecido, honrado e amado
pelos homens!

Oblação Eucarística

Meu Divino Pai.


Sou mais do que nunca vosso filho.
Obrigado, meu Pai, por me terdes dado Jesus, Vosso Filho.
Com todas as graças e dons do espírito Santo que Ele traz com Ele.
Portanto, já não sou eu.
É o Vosso Filho bem amado que está em mim.
Pai, é Ele quem vos fala.
É Ele que vos reza, é Ele que vos ama, é Ele que vos implora por mim e por todos
os meus irmãos do mundo.

É por Ele que eu me deixo tomar, aniquilar e morrer para mim mesmo, para, por
Ele, não ser senão louvor, adoração e ação de graças.
Para que sou vós, meu Pai, sejais a minha vida e o meu Tudo.
Olhai agora, Pai, com complacência, para o vosso Filho
Não vejais nele senão este Filho que amais, o Vosso Jesus.
Assim, eu já não estou sozinho, meu Pai, estou na Trindade, vivo na Trindade e
morrerei no seio da Trindade.

Sim, Pai, nós todos queremos, pela nossa vida e pela adesão à Vossa Vontade em
tudo, ser com Jesus, pela graça do espírito Santo, o vosso templo, a vossa
consolação, o vosso apóstolo, e mais que tudo isso... como o vosso Filho, que vos
Amou até morrer de amor por Vós e de zelo pela vossa Glória.

Oh! Jesus, nós vos damos graças pelo Dom que acabais de nos fazer de Vós mesmo
nesta visita eucarística.
Nós Vos amamos com todo o nosso coração, em nós e em todas as Hóstias
consagradas do mundo inteiro, simplesmente, ternamente, fortemente, como
vossos irmãos e irmãs que não Vos querem deixar nem um sou instante neste dia,
mas permanecer no vosso Amor.

Neste momento a Espécie eucarística desaparece e dissolve-se com a Hóstia, mas


Vós continuais a habitar em nós como Verbo Divino. Oh! Filho adorável do Pai, Vós
quereis apropriar-vos da pobre humanidade de cada um de nós, para fazer dela
outros Cristos e pela vossa graça e o vosso Espírito Santo reproduzir, continuar,
viver em nós a vossa vida filial para a glória do Pai.

Eis-nos todos disponíveis, sinceramente desejosos de não viver, pensar, agir,


querer e amar, senão pelo movimento do vosso espírito, para que neste dia, do
nosso labor apostólico e de toda esta Obra que vos é querida, "por Vós, convosco,
em Vós", toda a honra e toda a glória sejam dadas ao Pai, na umidade do espírito
Santo.

Oh! Maria, Rainha dos Apóstolos e nossa Mãe, permanecei conosco durante este
dia. Nós vo-lo confiamos para que a vossa bondade nos ajude a torná-lo agradável
ao nosso Pai e rico em méritos para a salvação das almas.

Pai Divino, nós queremos amar-Vos.


Pai Divino, nós queremos glorificar-Vos.
Pai Divino, nós queremos tornar-Vos conhecido
Pai Divino, nós queremos fazer com que Vos amem.
Pai Divino, nós queremos fazer-Vos triunfar.
Pai Divino, venha a nós o vosso Reino, assim na Terra como no Céu.
Pai Divino, em nome de Jesus, fazei com que as nossas famílias, as nossas
comunidades, as nossas sociedades e nações, se unam na Paz, na Equidade e no
Amor.

Bendita sempre Virgem Maria

De todo o coração pedimos a nossa Senhora, a Rainha da Unidade Católica, que


obtenha do nosso Bom Pai, pelos méritos de Seu Filho e o amor do espírito Santo,
que todos os Seus filhos vivam da Santíssima Trindade, para a Santíssima
Trindade, na Santíssima Trindade. Amém!

Meditação para o Primeiro Dia

Deus Pai nos acolhe

"Paz e salvação a esta casa e ao mundo inteiro! Que o meu Poder, o meu Amor e o
meu espírito Santo toquem os corações dos homens, para que toda a humanidade
se volte para a salvação e venha ao seu Pai, que a procura para a amar e salvar!"
"Eu venho para banir o temor excessivo que as minhas criaturas têm de Mim e para
lhes fazer compreender que a minha alegria está em ser conhecido e amado pelos
Meus filhos, Oh! seja, por toda a humanidade presente e futura. Eu venho trazer a
esperança aos homens e às nações.

Quantos a perderam há tanto tempo! Esta esperança fa-los-á viver em paz e


segurança, trabalhando para a sua salvação. Eu venho para Me dar a conhecer tal
como sou.
Para que a confiança dos homens cresça, ao mesmo tempo que o seu amor por
Mim, seu Pai, que sou tenho uma única preocupação: a de velar por todos os
homens e amá-los como meus Filhos. O pintor delicia-se na contemplação do
quadro que pintou tal como Eu me deleito na obra-prima da minha criação, pondo a
minha alegria na convivência com os homens. O tempo urge e Eu gostaria que o
homem soubesse, o mais depressa possível, que Eu o amo e que sinto a maior
felicidade em estar e conversar com ele, como um Pai com os seus filhos."

Meditação para o Segundo Dia

Deus Pai nos envia o Messias

"...Desde toda a Eternidade Eu sou tive um desejo: o de Me dar a conhecer aos


homens e de Me fazer amar, desejando permanecer permanentemente junto
deles." "Quando verifiquei que nem os Patriarcas, nem os Profetas, conseguiam
fazer-Me amar e conhecer pelos homens, resolvi ir Eu próprio. Mas como fazer para
andar no meio dos homens? não havia outro meio senão ir Eu próprio, na Segunda
Pessoa da minha Divindade." "no meu Filho, quer dizer, na Pessoa do meu Filho
feito Homem, o que não continuei a fazer! A Divindade, nesta Humanidade, ficou
velada, pequena, pobre, humilhada.

Eu levava, com o meu Filho Jesus, uma vida de sacrifício e de trabalho. Recebia as
Suas orações para que o homem tivesse um caminho traçado de modo a caminhar
sempre na justiça para vir em segurança até Mim!" "...Reconhecei que vos amei,
por assim dizer, mais que ao meu Filho Bem-Amado, Oh! melhor, mais que a Mim
mesmo. O que vos acabo de revelar é de tal modo verdadeiro que se tivesse
bastado uma das minhas criaturas para expiar o pecado dos outros homens, com
uma vida e uma morte como a do meu Filho, Eu teria hesitado. Por quê? Porque Eu
atraiçoaria o meu Amor fazendo sofrer outra criatura que amo em vez de sofrer Eu
próprio, no meu Filho.

“Eu jamais teria querido fazer assim sofrer os meus filhos." "Todos estes
acontecimentos são conhecidos pela maior parte dos homens, mas eles ignoram o
essencial, Oh! seja, que foi o Amor que tudo conduziu! Sim, é Amor. É isso que
quero esclarecer neste relato que acabais de ler. Este Amor é esquecido. Quero
recordá-lo para que aprendais a conhecer-Me tal como sou. Para que não tenhais
medo, como escravos, de um Pai que vos ama a este ponto."

Meditação para o Terceiro Dia

Deus Pai de Amor e misericórdia

"Eu sei compreender bem a fraqueza dos meus filhos”! Por isso pedi a Meu Filho
para lhes dar os meios de sustentar a sua fraqueza. Tais meios ajudá-los-ão a
purificar-se dos seus pecados para continuarem a ser os filhos do Meu Amor.
Esses meios são, principalmente, os Sete Sacramentos e, sobretudo, o grande meio
para vos salvar apesar das vossas quedas: A Cruz, o Sangue do meu Filho que, a
cada instante, se derrama sobre vós, desde que o desejeis, quer pelo sacramento
da Penitência, quer também pelo Santo sacrifício da Missa." "Seria possível que
depois de Me terdes chamado Pai e de Me terdes testemunhado o vosso amor,
encontrásseis em Mim um coração tão duro e insensível que vos deixasse perecer?
mão! mão! nem o penseis! Eu sou o melhor dos Pais.
Conheço a franqueza das minhas criaturas.

Vinde! Vinde a Mim com confiança e amor! E Eu vos perdoarei com o vosso
arrependimento.

Ainda que os vossos pecados fossem repugnantes como a lama, a vossa confiança
e o vosso amor levar-Me-ão a esquecê-los, de modo que não sereis julgados.
É verdade que Eu sou justo, mas o Amor apaga tudo! Escutai meus filhos, façamos
uma suposição e tereis a certeza do meu amor: para Mim, os vossos pecados são
como ferro; para Mim, os vossos atos de amor são como ouro.

Se Me entregásseis mil quilos de ferro nunca seria tanto como se Me désseis dez
quilos de ouro! Isto significa que com um pouco de amor se podem redimir imensas
iniqüidades." "Não duvideis! Se o meu coração não fosse feito assim já teria
exterminado o mundo tantas vezes quantos os pecados que ele tem cometido! Mas,
como sois testemunhas, a cada instante manifesta-se antes a minha proteção por
meio de graças e benefícios.

“Dai podeis concluir que há um Pai acima de todos os pais, que Ele vos ama e que
não deixará de vos amar, desde que o queirais." "Vinde, aproximai-vos, todos
tendes o direito de vos aproximar do vosso Pai, dilatai o vosso coração, rezai ao
meu Filho para que Ele vos faça conhecer, cada vez melhor, as minhas Bondades
para convosco."

Meditação para o Quarto Dia

Deus Pai, Filho e Espírito Santo

"Venho ter convosco por meio de dois caminhos: a Cruz e a Eucaristia”.


A Cruz é o meu caminho para descer até os meus filhos porque foi por ela que Eu
os fiz redimir pelo meu Filho. E, para vós, a Cruz é o vosso caminho para ascender
até o meu Filho e, pelo meu Filho, até Mim. Sem ela nunca poderíeis fazer esta
caminhada porque o homem, pelo pecado, atraiu sobre si a separação de Deus
como castigo. Pela Eucaristia resido entre vós como um Pai na sua família.

Quis que o meu Filho instituísse a Eucaristia para fazer de cada Sacrário o
reservatório das minhas graças, das minhas riquezas e do meu amor, para os dar
aos meus Filhos, os homens." "nada me impedia, mesmo antes da Eucaristia, de vir
a vós, pois nada Me é impossível! Mas a recepção deste Sacramento é uma ação
fácil de compreender e que vos demonstra como Eu venho a vós. Quando estou em
vós dou-vos mais facilmente o que possuo desde que no peçais. Por este
Sacramento unis-vos intimamente a Mim e é nesta intimidade que a efusão do meu
Amor faz derramar na vossa alma a Santidade que possuo. “Imundo-vos com o
meu Amor e então não tendes senão que pedir-Me as virtudes e a perfeição de que
tendes necessidades, pois podeis estar seguros que nesses momentos de repouso
de Deus no coração da sua criatura Ele nada vos poderá recusar." "Quero mostrar-
vos também que Eu venho estar convosco por meio do meu espírito Santo. A obra
desta Terceira Pessoa da minha Divindade é levada a cabo sem ruído e muitas
vezes o homem não se apercebe dela.

Mas para Mim é um meio muito apropriado para permanecer, não sou no Sacrário,
mas também na alma de todos os que estão em estado de graça, para ai
estabelecer o meu Tramo e permanecer sempre como verdadeiro Pai que ama,
protege e ampara o seu filho. Ninguém pode compreender a alegria que sinto
quando estou sozinho com uma alma.

Ninguém compreendeu até agora os infinitos desejos do meu Coração de Deus Pai,
de ser conhecido, amado e honrado por todos os homens justos e pecadores.
“E são estas três homenagens que Eu desejo receber em desagravo dos maiores
pecadores."

Meditação para o Quinto Dia

Excelência do culto a Deus Pai

"Reconheço que Me honrais através do meu Filho e há quem saiba fazer subir tudo
até Mim por meio d'Ele, mas é um bem pequeno numero! Contudo não penseis que
ao honrar o meu Filho não Me honrais! Sim, vós Me honrais, pois Eu permaneço no
meu Filho! Portanto, tudo o que é glória para Ele, é-o também para Mim! Mas Eu
gostaria de ver o homem honrar o seu Pai e Criador com um Culto Especial.
Quanto mais Me honrares, tanto mais honrareis o meu Filho, porque segundo a
minha Vontade, Ele fez-Se Verbo Encarnado e veio até vós para vos dar a conhecer
Aquele que O enviou. Se Me conhecerdes, amar-Me-eis e amareis o meu Filho Bem-
Amado, mais do que o fazeis agora.

Vede quantas das minhas criaturas, tornadas minhas filhas pelo mistério da
Redenção, ainda não estão mas pastagens que Eu estabeleci, por meio de meu
Filho, para todos os homens.

Vede quantos outros - e vós os conheceis - ignoram ainda estas pastagens; e


tantas criaturas saídas das minhas Mãos, de que sou Eu conheço a existência, e vós
mão, que nem sequer conhecem a não que as criou!" "Gostaria que fosseis ter com
eles em meu nome e que lhes falásseis de MIM.

Sim, dizei-lhes que têm um Pai que, depois dos ter criado, lhes quer dar os
tesouros que possui. Sobretudo dizei-lhes que Eu penso neles, que os amo e que
lhes quero dar a felicidade eterna. Ah! Eu vos prometo: os homens converter-se-ão
mais depressa!" "E vós, que trabalhais para a minha glória e que procurais tornar-
Me conhecido, honrado e amado, asseguro-vos que a vossa recompensa será
grande, porque Eu contarei tudo, mesmo o menor esforço que fizerdes, e tudo vos
pagarei ao cêntuplo na Eternidade."

Meditação para o Sexto Dia


Deus Pai de Bondade

"Os homens julgam que Eu sou o Deus terrível e que precipito toda a humanidade
no inferno.
Que surpresa, no fim dos tempos, quando virem tantas almas, que julgavam
perdidas, usufruir da eterna felicidade, no meio dos eleitos! Gostaria que todas as
minhas criaturas tivessem a convicção que há um Pai que vela por elas e que
gostaria de lhes dar mesmo nesta Terra, uma antecipação da felicidade eterna.
Uma mãe nunca esquece a pequena criatura que acaba de dar à luz. Não é ainda
mais belo da minha parte lembrar-Me de todas as criaturas que coloco no mundo?
Ora, se a mãe ama este pequeno ser que Eu lhe dei, Eu o amo mais do que ela
porque o criei.

Se uma mãe amasse menos o seu filho por causa de algum defeito, Eu, pelo
contrário, amá-lo-ia ainda mais.
Ainda que ela o viesse a esquecer Oh! sou raramente a pensar mele, sobretudo
quando a idade o subtraísse à sua vigilância, Eu nunca o esquecerei.

Amo-o sempre, e ainda que ele não mais se lembre de Mim, seu Pai e seu Criador,
Eu lembro-me dele e continuo a amá-lo." "Se todos os homens que estão longe da
nossa Igreja Católica ouvissem falar deste Pai que os ama, que é o seu Criador e
seu Deus, deste Pai que lhes deseja dar a vida eterna, uma grande parte destes
homens, mesmo entre os mais obstinados, voltariam para este Pai de que vós lhes
falaríeis. Se não podeis ir diretamente falar-lhes assim, procurai os meios: mil
maneiras diretas Oh! indiretas, pondo mãos à obra com um verdadeiro espírito de
perseverança e um grande fervor, e Eu prometo que os vossos esforços serão em
breve, por uma graça especial, coroados de grandes êxitos.

Tornai-vos após-tolos da minha Paternal Bondade e, com o zelo que Eu vos der a
todos, sereis fortes e poderosos sobre as almas."

Meditação para o Sétimo Dia

Deus Pai Amigo e Companheiro

"Se Me amais e Me chamais com confiança com o doce nome de Pai, começais já
nesta Terra a viver no amor e na confiança que farão a vossa felicidade na
Eternidade e que cantareis no Céu na companhia dos eleitos. Não é isso uma
antecipação da felicidade do Céu que durará eternamente? Desejo, pois, que o
homem se recorde muitas vezes que Eu estou onde ele está. Que não poderia viver
se Eu não estivesse com ele, vivendo como ele.

Apesar da sua incredulidade nunca deixo de estar ao pé dele." "Eu queria ver
estabelecer-se, uma grande confiança entre o homem e o seu Pai dos Céus, um
verdadeiro espírito de familiaridade e de delicadeza para não se abusar da minha
grande Bondade.

Eu conheço as vossas necessidades, os vossos desejos, e tudo o que tendes em


vós.

Mas como ficaria contente e re-conhecido se vos visse vir ter comigo e fazer-Me as
confidências das vossas necessidades, como um filho confiante faz com o seu pai!
Como vos poderia recusar fosse o que fosse, de menor Oh! de maior importância,
se no pedísseis?" "Eu gostaria que todos, desde a criança ao idoso, Me chamassem
pelo nome familiar de Pai e de Amigo, pois estou sempre convosco, e de Irmão,
pois Me faço semelhante a vós, para vos ver fazer semelhantes a mim."

Meditação para o Oitavo Dia

Deus Pai dos Jovens e das Famílias

"Como Eu desejaria ver colocar nessas almas jovens uma confiança, um amor todo
filial para comigo! Fiz tudo por vós; não fareis isso por Mim? Gostaria de Me
estabelecer em cada família como num domínio Meu, para que todos pudessem
dizer, com toda a segurança: "Temos um Pai que é infinitamente Bom,
imensamente rico e altamente misericordioso. Ele pensa em nós, está junto de nós,
ama-nos, observa-nos sustenta-nos, dar-nos-á tudo o que nos faz falta, se Lho
pedirmos. Todas as Suas riquezas são mossas, teremos tudo o que precisamos".

Eu estou expressamente presente para que Me peçais o que vos faz falta: "Pedi e
recebereis". ma minha paternal Bondade dar-vos-ei tudo, desde que todos saibam
considerar-Me como um verdadeiro Pai, que vive no meio dos seus, como de fato
faço." "Desejo que todas as famílias se coloquem, assim, sob a minha
especialíssima proteção, para Me poderem honrar mais facilmente." "...Gosto tanto
da simplicidade, e sei conformar-Me com a vossa condição.

Faço-Me pequeno com os pequemos, maduro com os homens de idade madura,


com os velhos torno-Me semelhante a eles, para que todos compreendam o que
lhes quero dizer, para sua santificação e para minha glória. mão tendes a prova do
que acabo de vos dizer no meu Filho, que se fez pequeno e fraco como vós?"
"Quero proteger a juventude como um termo Pai.

Há tanto mal no mundo! Estas pobres almas sem experiência deixam-se seduzir
pelos atrativos do vicio que, a pouco e pouco, as conduzem à ruína total. ou vós
que tendes especial necessidades de alguém que vos guarde na vida para poderdes
evitar o mal, vinde a Mim! Eu sou o vosso Pai que vos ama mais que qualquer
criatura vos amará alguma vez! Refugiai-vos junto de Mim, confiai-Me os vossos
pensa-mentos e os vossos desejos.
Eu vos amarei ternamente.
Dar-vos-ei as graças para o presente e abençoarei o vosso futuro.
Podeis ter a certeza de que Eu não vos esqueço, desde os 15, 20 Oh! 30 anos que
vos criei.

Vinde! Vejo que tendes uma grande necessidades de um Pai doce e infinitamente
Bom como Eu."

Meditação para o Nono Dia

Deus Pai dos Céus: Pai nosso


"A minha Glória no Céu é infinitamente grande, mas a minha Glória é ainda maior
quando Me encontro entre os meus Filhos, os homens do mundo inteiro.
O vosso Céu, minhas criaturas, é no Paraíso com os meus Eleitos, porque é lá, no
Céu, que Me contemplareis numa perpétua visão e que gozareis de uma glória
eterna.

O meu Céu é na Terra com todos vós, Oh! homens! Sim, é na Terra e mas vossas
almas que Eu procuro a minha felicidade e a minha alegria.
Podeis dar-Me esta alegria e é mesmo um dever vosso fazê-lo, pelo vosso Criador e
vosso Pai, que o deseja e o espera de vós." "A vós, minhas criaturas, amando-vos
como ao meu Filho que sou Eu, digo-vos como a Ele: vós sois os meus Filhos bem-
amados, em quem ponho a minha complacência.

É por isso que Me alegro na vossa companhia e desejo permanecer convosco.


A minha Presença entre vós é como o Sol sobre o mundo terrestre: se estiverdes
bem dispostos para Me receber, virei junto de vós, entrarei em vós, iluminar-vos-
ei, aquecer-vos-ei com o meu Amor infinito. Vós, almas em estado de pecado Oh!
ignorantes da verdade religiosa, Eu não poderei entrar em vós.

Mas estarei, mesmo assim, ao pé de vós, porque nunca deixo de vos chamar, de
vos convidar a desejar receber os bens que vos trago para que vejais a Luz e vos
cureis do pecado." "...Vejo todos os homens passarem a sua vida sem confiarem no
seu único Pai que queria dar-lhes a conhecer o seu único Desejo, que é o de lhes
facilitar a travessia da sua vida terrena para lhes dar, depois, no Céu, uma vida
toda divina. Esta é uma prova de que as almas não Me conhecem, como vós não
Me conheceis, pois não ultra-passais a medida da idéia que fazeis de Mim.

Mas agora que vos dou esta Luz, permanecei na Luz e levai a Luz a todos, pois será
um meio poderoso para fazer conversões e até mesmo para fechar, se possível, a
porta do inferno, porque Eu removo a minha promessa, que não poderá deixar de
se cumprir:

Todos aqueles que me chamarem, com todo o coração pelo nome de Pai, nem que
fosse uma vez só, não perecerão, mas estarão certos da sua vida eterna, em
companhia dos meus eleitos.