Você está na página 1de 26

Universidade Presbiteriana Mackenzie

CCSA – Centro de Ciências Sociais e Aplicadas


Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas: Latu Sensu
Curso de Especialização em GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

TEMA 1

PROCESSO DE MUDANÇA: CONCEITOS

Professora: Juliana Guerra Vasconcelos Faria


Email: fariajgv@gmail.com
LIVROS E AUTORES
Possui graduação em Psicologia pela Universidade
LIMA, 2003: de Brasília (1976), Mestrado em Psicologia pela
Universidade de Brasília (1979) e Doutorado em
Processo de Melhoria Sociologia - University of Wisconsin - Madison (1992)
contínua (área de concentração: Organizações Complexas).
Pesquisador III da Empresa Brasileira de Pesquisa
Agropecuária, de 1980 a 2009; pesquisador
associado da Universidade de Brasília desde 1994.
Sua atuação integra as disciplinas de Psicologia e
Sociologia, especialmente direcionadas para
organizações de C&T e para a área de pesquisa de
avaliação. Tem-se dedicado aos seguintes temas:
estudos de prospecção tecnológica, gestão de
C&T, mudança organizacional, cadeias produtivas e
gestão de inovação tecnológica. Atualmente é
sócia de empresa de consultoria na área de gestão
da inovação e avaliação de políticas públicas.
Possui experiência como gestora, e também como
consultora nacional e internacional, nestas áreas.
LIVROS E AUTORES
A professora Dra. Isabella Francisca Freitas Gouveia de
VASCONCELOS, 2006: Vasconcelos é professora Adjunta em Administração da
Indução à Mudança FGV-EBAPE, Escola Brasileira de Administração Pública e de
Empresas da Fundação Getúlio Vargas (Rio de Janeiro).
Atua principalmente no Mestrado em Administração de
Empresas (Mex) e também no Doutorado. Possui a seguinte
formação acadêmica: Bacharel em Direito pela
Universidade de São Paulo, Mestrado em Administração
pela Fundação Getúlio Vargas, Doutorado em
Administração pela Fundação Getúlio Vargas, Mestrado
em Sociologia das Organizações pela Université de Paris IX
Dauphine et Doctorat es Sciences en Gestion pela HEC-
Ecole des Hautes Etudes Commeciales. Pós Doutorado em
Rutgers the new Jersey State University com prof. Charles
Heckscher. Publicou mais de 30 artigos em revistas
científicas com alta classificação no Qualis/CAPES, tanto
no Brasil como no exterior, É autora e co-autora de 6 livros,
entre eles Teoria Geral da Administração, escrito em co-
autoria com Fernando Claudio Prestes Motta.
LIVROS E AUTORES
ABRAHAMSON, 2006:
A mudança é necessária, mas a
dor que acompanha não é (...)
LIVROS E AUTORES

SANTOS, 2011:

Diretor Executivo experiente, com um histórico


comprovado de trabalho no setor de consultoria de
gestão. Hábil em Recursos Humanos, Planejamento
de Negócios, Inglês, Planejamento Estratégico e
Desenvolvimento de Liderança. Forte profissional de
desenvolvimento de negócios, com doutorado em
administração, focado em administração e
gerenciamento de negócios Diretor Executivo da
LEAD e CBEP.
O QUE É GMO?

1973-1986 1995 1997


A sobrevivência Sequência de Na maioria das vezes,
organizacional eventos que se o processo é incerto,
depende de análise desdobram descontínuo e
durante toda a conflitivo.
ambiental e
vida da entidade (MOTTA)
planejamento
estratégico. organizacional.
(ANSOFF e (VAN de vem E
PORTER) POLLE)
O QUE É GMO?

2000 2002
2003
Toda alteração,
As mudanças rápidas e planejada ou não, Processo contínuo,
de grande impacto, decorrente de fatores necessidade de
dificilmente são internos e/ou externos atualização. A
recebidas de forma à mesma que traz reprodução de modelos
passados representa a
consensual e algum impacto nos contradição de uma
despertam pouco resultados e/ou nas cultura a ser sustentada
comprometimento dos relações entre as pela inovação e,
envolvidos. pessoas no trabalho; portanto, voltada para o
(BRUNO FARIA) futuro”. (VIEIRA;
(FONSECA) VIEIRA, 2003)
O QUE É GMO?

Gestão de Mudanças:
Aplicação de um processo
estruturado e de um conjunto de
ferramentas para liderar o lado
humano da
mudança para atingir um
resultado de negócio desejado.
O QUE É GMO?
Processo
• A gestão de mudanças efetiva segue um
processo repetitivo e usa um conjunto holístico
de ferramentas para gerar mudanças bem-
sucedidas.
Fonte, PROSCI 2019

Competência
• Como uma competência para líderes, gestão
de mudanças é um conjunto de habilidades
que permitem a mudança e criam uma
capacidade estratégica para aumentar a
efetividade organizacional.
Fonte, PROSCI 2019
REVOLUÇÃO 4.0

1ª Revolução Industrial - Mecânica - 1780

2ª Revolução Industrial - Elétrica - 1870

3ª Revolução Industrial - Automação - 1969


REVOLUÇÃO 4.0
GMO 4.0

COMPETÊNCIAS
LIDERANÇA
SISTEMAS
CRIATIVA

CULTURA
MINDSET
ADAPTATIVA

PROCESSOS FUNÇÕES

ATITUDE
GMO LOCALIZAÇÃO
4.0
GMO 4.0

76% dos
CEOS
Dizem que sua
habilidade de se
adaptar à
mudanças vai
ser uma
vantagem
competitiva
fundamental.
(Prosci,2019)
ONDE ACONTECE

MELHORIAS NOS PROCESSOS


REESTRUTURAÇÃO

FUSÕES E AQUISIÇÕES NOVAS TECNOLOGIAS


AGENDA

MUDANÇAS
CONCEITOS RESISTÊNCIAS
ESTRUTURAIS

PAPEL DOS
PLANEJAMENTO TÉCNICAS
LÍDERES

ERROS COMUNS INDICADORES GUIA RÁPIDO


VOCABULÁRIO
• https://gestaodemudanca.com.br/
o-que-e-gestao-de-mudancas/o-
glossario-de-gestao-de-mudancas/

• http://escreverbem.com.br/corpor
atives-conheca-35-termos-de-
gestao-empresarial/
• https://gestaodemudanca.com.br/
gestao-de-mudancas-para-
projetos/gestao-de-mudancas-na-
linguagem-de-projetos/
ESPECIALISTA EM GMO
Executivos:
1. Participar ativa e visivelmente de todo o
projeto;
2. Apoiam uma coalizão de patrocínio
atuando, via gestão de resistência, com
seus pares;
3. Comunicam-se diretamente com os
colaboradores.

Equipe do projeto:
1. Projetam a mudança;
2. Gerenciam o lado técnico do projeto;
3. Envolvem-se com a equipe / recursos de
Gestão de Mudanças; Funções de apoio:
4. Integram-se em planos de Gestão de 1. Experiência e especialização;
Mudanças nos planos do projeto . 2. Conhecimento;
3. Ferramentas.
TED
TED
4) Instalar a
Transformação cultura de
5) Ser inclusivo
Constante aprendizado
contínuo

Colocar
3) Possibilitar
Pessoas em
capacidades
primeiro lugar

1) Inspirar 2) Apostar
com propósito Tudo
DINÂMICA DO LEGO (presencial)

Desconformo Tempo

Desânimo Gastos

Resultados Insegurança
DINÂMICA (aula on-line)- 0,5 pt - Game

Bruna Débora Gladys

Keila Letícia Maiara

Robério 8 9
RESULTADOS GMO

6X • Mais provável de atingir objetivos

• Mais provável de permanecer no


5X cronograma

• Mais provável de permanecer dentro


2X ou abaixo do orçamento
RESUMOS: GRUPOS 2, 3 e 4

A gestão de Não coloque


mudanças está um expert
cada vez mais As vezes, digital para
baseada em quanto mais sua
dados. As inovação transformação
empresas não melhor. digital.
estão preparadas
para isso.
PONTO E CONTRAPONTO (Próxima Aula)
ANÁLISE PONTO CONTRAPONTO
ALUNO(A):
TEMA DA AULA: GESTÃO ESTRATÉGICA DE LOGÍSTICA
Convergências/Complementos entre os
Divergências entre os textos
Leituras textos Questões/Objetivo/Justificativa
(Ruptura - Desconstrução)
(Base comum - Construção)

E-commerce -
Mundo Logística,
2019.

Crossdocking -
Mundo Logística,
2019.

Obs.: Na coluna Leituras transcreva apenas o nome dos arquivos dos textos para servir como pro memória.
Na coluna Convergência/Complementos... coloque a base comum ou fatos estimulantes seguidos da referência (autor, ano): Segundo fulano (2019), (...).
Na coluna Divergências... coloque fatos que desestabilizam a base comum (ruptura). Comece com termos como: mas, contudo, por outro lado .... seguido da (s) referência(s) (autor, ano)
Na coluna Questões coloque a declaração do problema como forma de pergunta. No objetivo coloque a promessa de uma solução (e desdobramentos)-use palavras como: Identificar,
avaliar, analisar e a justificativa (e dai?) – use palavras como: Para (...); Porque (...).
BIBLIOGRAFIA (Sempre atualizando / ongoing)
• NOVAES, Antonio Galvão. Logística e gerenciamento da cadeia de distribuição. Editora
Campus, 2004 – Cap 2
• BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos/Logística Empresarial. Editora Bookman, 2006.
Cap 1 e 2
• ALMEIDA, Celio Mauro. Estratégia Logística. Editora Fael, 2016. Cap 1, 2 e 3.
• ALMEIDA, Celio M.; TOLEDO, Geraldo L. Modelos de estratégia logística: uma análise crítica da evolução de
seus componentes. Semead, 2016.
• MOORI, Roberto G. A gestão estratégica logística como fator competitivo para criação de valor na cadeia têxtil.
Convibra, 2015.
• AGUIAR, Marco A. E.; ZAGUENI, Eliesete S.S. Crossdocking e dropshioping: um estudo em uma empresa e-
commerce. Abrepo, 2016.
• REVISTA MUNDO LOGÍSTICA. Maringá: Editora MAG, Maio/Junho, 2019. Bimestral.
OBRIGADA
Professora: Juliana Guerra Vasconcelos Faria
Email: fariajgv@gmail.com
WhatsApp: (11) 98203 0096