Você está na página 1de 2

Expressão gênica e regulação gênica nos procariotos

DNA das bactérias Tradução: processo em que se usa a informação


contida em um RNAm para construir um
Nos procariotos, o material hereditário está de polipeptídio.
algum modo isolado em certas áreas, mas não
confinado dentro de um envoltório nuclear. Por isso, Regulação da expressão gênica
entende-se que esses organismos não têm núcleo
verdadeiro, bem como não são observadas outras Existem mecanismos que regulam o processo de
organelas envoltas por membranas. Os transcrição do DNA para sintetizar RNA e a tradução
cromossomos dos procariotos é, em geral, circular desses para gerar proteínas. Cada célula contém
e formado por, aproximadamente, um milhão dos todo o material genético, onde a maioria dos genes
pares de bases. codifica proteínas cada um com funções próprias.
Entretanto algumas dessas proteínas são
Divisão de procariotos- Bipartição/fissão requeridas rotineiramente, enquanto outras
somente em determinadas circunstâncias, portanto
A cópia do DNA por enzimas de replicação começa as células não expressam todos os genes de seus
num ponto do cromossomo chamado origem de genomas o tempo todo.
replicação, que é a primeira parte do DNA a ser
copiada. À medida que a replicação continua, as Como ocorre a regulação da expressão gênica?
duas origens avançam para extremos opostos da
célula, puxando o resto do cromossomo juto com As bactérias têm moléculas reguladoras
eles. A célula também se alonga, em adição à específicas que controlam se um determinado gene
separação dos cromossomos recém-formados. será transcrito. Essas moléculas atuam se ligando
ao DNA próximo do gene promovendo ou bloqueando
Após a duplicação do DNA, os cromossomos-filhos a enzima da transcrição (RNA polimerase). Genes
ficam aderidos a pontos adjacentes na membrana bacterianos são frequentemente encontrados em
celular, liberando o centro da célula para ocorrer a operons.
divisão do citoplasma. A membrana se invagina e
forma um septo que divide a célula ao meio. Com o OPERONS: grupo de genes que são transcritos ao
rompimento das membranas celulares, os novos mesmo tempo porque estão sob controle de um
indivíduos são liberados. único promotor. São encontrados somente em
procariotos e garantem economia de energia para
O DNA é dividido em unidades funcionais chamadas a bactéria. Os operons podem ser:
genes, que podem especificar polipeptídios ou RNAs
funcionais. A informação de um gene é usada para Induzíveis: operons geralmente inativados, mas
construir um produto funcional em um processo que podem ser ativados na presença de uma
chamado expressão gênica. substância indutora.

De acordo com o dogma central da biologia a Repressíveis: operons geralmente ativados, mas
informação flui do DNA --> RNA --> Proteína, sendo que podem ser inativados na presença de uma
expresso em duas etapas: substância co-repressora.

Transcrição: uma fita do DNA do gene é copiada


para RNA (transcrito primário), que podem servir
diretamente como um RNA mensageiro.
O modelo do operon sinalizador produzido pela E. coli quando os níveis
de glicose estão baixos. O AMPc se liga a CAP,
Os operons são compostos por genes estruturais mudando sua conformação e tornando-a capaz de
que contém sequências de genes codificadores se ligar ao DNA e promover a transcrição. Sem o
envolvidos no metabolismo de uma substância, um AMPc, a CAP não consegue se ligar ao DNA, portanto
gene regulatório que codifica um produto específico fica inativa, ou seja, baixos níveis de glicose altos
chamado de repressor, uma região chamada níveis de AMPc.
operador que ligado ao repressor resulta na não
transcrição dos genes estruturais. A transcrição
também será influenciada pela presença ou
ausência de um indutor ou um co-repessor. Mutações

Operon Lac Diploide parcial: uma bactéria (organismo haploide)


que incorporou um fragmento do DNA de fora que
O operon lac contém genes que codificam proteínas contém uma variante do próprio gene de uma
envolvidas no metabolismo da lactose. É um operon bactéria, de modo que agora tem duas copias desse
induzível ativado somente na presença do açúcar gene.
lactose.
A constituição selvagem da bactéria é expressa com
Genes estruturais: sinal de +, os mutantes podem se apresentar como:

Lac Z: codifica a b-galactase, enzima que degrada a Z-, Y-, A-: não codifica proteínas funcionais.
lactose em açúcares simples.
Oc : impede que o repressor reconheça o operador
Lac Y: codifica a permease, enzima que permite a (constitutivo)
absorção da lactose.
Is: supra repressor
Lac A: codifica a acetilase.
I-: não reconhece o operador
Indutor: a alolactose é responsável pela
transcrição ou não dos genes. Na ausência do P-: RNA polimerase não reconhece a região
indutor não ocorre transcrição, enquanto que na promotora.
presença o processo é ativado.
Esses fatores podem ser:
Gene regulatório: codifica um repressor, que na
ausência do indutor está ativo e na presença o Cis: mutação no gene que afeta o seu pedaço do
repressor fica inativo. fragmento (O, P).

Operador: região em o repressor se liga. Na Trans: mutação que afeta o outro pedaço do
ausência do indutor o repressor está ligado ao fragmento (I).
operador e na presença não se liga.

CAP: Quando a lactose está presente, o


repressor lac perde a capacidade de ligar-se ao
operador e transcrição fica ativa. Para que ocorra
mais transcrições em menos tempo a proteína
ativadora de catabólicos (CAP) se liga ao sitio CAP.
A CAP nem sempre está ativa (capaz de se ligar ao
DNA). Ela é regulada por uma pequena molécula
chamada AMP cíclico (AMPc). O AMPc é um