Você está na página 1de 146

1

Planejamento e
Termo de Referência
- Licitações exclusivas e com
cotas às MPE
GIHAD MENEZES
Gerente de Licitações e Contratos

2
Modalidade Prazo (dias)

Concurso 45

Concorrência 45 ou 30

Tomada de Preços 30 ou 15

Convite 05 (cinco) dias úteis

Pregão 08 (oito) dias úteis

3
“O planejamento não diz respeito a decisões futuras,
mas às implicações futuras de decisões no presente.”
( Peter Drucker )

4
Planejamento:
O que é importante?

5
6
Diagnóstico da realidade
Árvore de problemas
O que ela representa?

Consequências

Problema

Causas (condicionantes
ou determinantes)

7
7
Consequências

Falta de equipamentos
médicos adequados

Causas

8
8
Planejamento Estratégico Situacional
SENSO COMUM muitas vezes não é suficiente!

Educação
Ensino público
Ensino fundamental
Falta de vagas
Construção de mais escolas

Certo?

9
9
2000 2020
10
Folha de São Paulo, 9/12/2013, “Falta mais eficiência ao SUS do que verba, afirma estudo”.

11
Constituição Federal 1988
• Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos
princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e
eficiência e, também, ao seguinte:
(...)
• XXI - ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços,
compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação
pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes,
com cláusulas que estabeleçam obrigações de pagamento, mantidas as
condições efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual somente
permitirá as exigências de qualificação técnica e econômica indispensáveis
à garantia do cumprimento das obrigações.

12
OBJETO (Lei 10.520/02)

(…)
Art. 1º - Parágrafo único.
Consideram-se bens e serviços comuns, para
os fins e efeitos deste artigo, aqueles cujos
padrões de desempenho e qualidade possam
ser objetivamente definidos pelo edital, por
meio de especificações usuais no mercado.

13
14
ALERTA DA SÚMULA 177 do TCU

1 - Definição "precisa" e "suficiente":


todos os aspectos fundamentais devem
ser contemplados de modo a não
ensejar dúvidas aos eventuais
interessados, como, por exemplo, a
quantidade demanda.

2 - Formulação imprecisa e insuficiente do objeto afeta


não somente os licitantes, mas atinge também os
concorrentes potenciais, maculando o pressuposto da
igualdade.

Fonte: Anna Chrispim, Tatiana Camarão

15
17
18
Projeto "mágico“
Objeto: "veículo Kadett, com capacidade para 04 passageiros".
Na sentença, o Juiz Federal argumentou que "o saudoso Kadett
deixou de ser produzido em 1998 - dez anos antes da licitação.
Além de limitar a concorrência, qual seria a necessidade de se ter
um veículo antigo servindo a prefeitura? Por que não, um Corcel II,
um Del Rey, ou uma Brasília amarela?"
A explicação é que apenas um dos licitantes - o vencedor, claro, -
tinha um Kadett.
Evitar copiar manuais ou catálogo de marcas
FAZER SEUS PRÓPRIOS CATÁLOGOS
Etapas do Planejamento

• Qual a importância da participação do "futuro


fiscal" do contrato no planejamento da
contratação?

• Como deve ocorrer o planejamento da


contratação?

• Recomenda-se que ao planejar a contratação


observe-se o cumprimento das seguintes etapas:
a) Elaboração do PB ou TR.
b) Estimativa de custo da contratação.
c) Elaboração do edital.

23
1. Solicitação da Demanda
2. Formalização Processual (protocolo)
3. Exame do Pedido pela Gestão da Administração
4. Pesquisa Mercadológica
5. Estimativa de Impacto Orçamentário-Financeiro
6. Elaboração da Minuta Contratual
7. Encaminhamento para Pregoeiro e Equipe de
Apoio: Formalização do Processo
Licitatório/Pregão e Elaboração de Minuta de
Edital
8. Encaminhamento para Parecer Jurídico

Fonte: Rita de Cássia Chió Serra 24


TERMO DE REFERÊNCIA
• FASE INTERNA PROJETO BÁSICO

• FASE EXTERNA

• CONTRATAÇÃO
Termo de Referência - documento apresentado
quando o objeto do convênio, contrato de
repasse ou termo de cooperação envolver
aquisição de bens ou prestação de serviços, que
deverá conter elementos capazes de propiciar a
avaliação do custo pela Administração, diante
de orçamento detalhado, considerando os
preços praticados no mercado da região onde
será executado o objeto, a definição dos
métodos e o prazo de execução do objeto.

26
26
Elaboração do Termo de Referência

I - a justificativa da necessidade da
contratação:
a) motivação da contratação.

b) benefícios diretos e indiretos que resultarão da


contratação.

c) conexão entre a contratação e o planejamento


existente.

Adaptação de João Luiz Domingues 27


Elaboração do Termo de Referência

II - o objetivo, identificando o que se pretende


alcançar com a contratação.

III - o objeto da contratação, com os produtos


e os resultados esperados com a execução do
serviço.

Adaptação de João Luiz Domingues 28


COMO SURGIU ESTA EXIGÊNCIA?

Lei 8.666/93

Art. 14. Nenhuma compra será feita sem a adequada


caracterização de seu objeto e indicação dos recursos
orçamentários para seu pagamento, sob pena de nulidade do ato
e responsabilidade de quem lhe tiver dado causa.

29
COMO FAZER UM TERMO DE REFERÊNCIA?

Verificação da
Adequação Adequação da
Identifica da Demanda às
disponibilidade
Orçamentária e
ção da Demanda Novas
da Adequação
ao Tecnologias
Demanda Mercado Disponíveis
ao
Planejamento
DOIS MODOS DE DEFINIÇÃO DO OBJETO

•Definição pelo próprio órgão requisitante do produto ou


serviço pretendido.

•Prévia definição em catálogo, listagem, tabelas, fornecidas


pela administração ao órgão requisitante, cabendo a esse
indicar os produtos segundo codificação usual e a quantidade
desejada.
JACOBY
POR UM COPO D’AGUA SAUDÁVEL PARA O CIDADÃO E
PARA A ADMINISTRAÇÃO

COPO (para água???), capacidade (mínima de???),


200 ml, em poliestileno branco, (com frisos???) e saliência na
borda. O peso de cada cento* de copos deverá ser igual ou
superior a (220 gramas???), e de acordo com norma
(ABNT!!!), NBR 14.865. Embalagem em caixa de papelão
(ondulado???), na qual os copos deverão estar
acondicionados em sacos plásticos (limpos e lacrados???),
com 100 unidades cada, contendo nome do fabricante, a
referência do produto e a quantidade de copos.

Fonte: Anna Chrispim e Tatiana Camarão


Súmula 177 do TCU:

"A definição precisa e suficiente do objeto licitado constitui regra


indispensável da competição, até mesmo como pressuposto do postulado de
igualdade entre os licitantes, do qual é subsidiário o princípio da publicidade, que
envolve o conhecimento, pelos concorrentes potenciais das condições básicas da
licitação, constituindo, na hipótese particular da licitação para compra, a quantidade
demandada uma das especificações mínimas e essenciais à definição do objeto do
pregão."
Evitar especificações técnicas vagas
BOAS PRÁTICAS
- Expressões para evitar direcionamento -
BOAS PRÁTICAS
- Modelos detalhados dos uniformes prezando pela qualidade
Fonte: https://www.tce.mg.gov.br/img/2017/Cartilha-Como-Elaborar-Termo-de-Referencia-ou-
Projeto-Basico2.pdf
Falta de confecção, pela
Administração, da planilha de
custos para contratos de
terceirização, como anexo ao edital
de licitação
Se ocorrer erro no preenchimento da
Planilha é possível desclassificar o
licitante?
O erro pode não ser motivo suficiente para a
desclassificação da proposta, desde que:
a Planilha possa ser ajustada sem a
necessidade de majoração do preço ofertado;
se comprove que o preço ofertado é suficiente
para arcar com todos os custos da contratação.
EXEMPLOS DE CRITÉRIOS
- VANTAJOSIDADE: Aspecto Econômico -

Acórdão 3197/16-P

(...) tanto os orçamentos, quanto as propostas de preços


devem ser detalhadas, e descrever objetivamente, todos
os itens que compõem o preço proposto, isto é, devem
conter os custos diretos, custos indiretos e lucro (...)
A análise da exequibilidade de preços nos
serviços continuados com dedicação exclusiva de
mão de obra deverá ser realizada com o auxílio
da Planilha de Custos e Formação de Preços.

Tal documento deve conter o detalhamento dos


componentes de custos que incidem na
formação do preço dos serviços.
Elaboração do Termo de Referência

IV - a descrição detalhada dos serviços a serem


executados, e das metodologias de trabalho,
nomeadamente a necessidade, a localidade, o
horário de funcionamento, com a definição da
rotina de execução

Adaptação de João Luiz Domingues 54


Elaboração do Termo de Referência

V - a unidade de medida utilizada para o tipo


de serviço a ser contratado, incluindo as métricas,
metas e formas de mensuração adotadas.

VI - o quantitativo da contratação.

• É possível obrigar e indicar o quantitativo de


pessoal que a contratada deverá empregar na
prestação de serviço?

Adaptação de João Luiz Domingues 55


Elaboração do Termo de Referência

VII - o custo estimado da contratação, o valor


máximo global e mensal estabelecido em
decorrência da identificação dos elementos que
compõem o preço dos serviços por meio de
fundamentada pesquisa dos preços praticados
no mercado.

Adaptação de João Luiz Domingues 56


Elaboração do Termo de Referência

VIII - a produtividade de referência, quando


cabível, ou seja, aquela considerada aceitável
para a execução do serviço, sendo expressa pelo
quantitativo físico do serviço na unidade de
medida adotada, levando-se em consideração,
entre outras, as seguintes informações:
a) rotinas de execução dos serviços.

b) quantidade e qualificação da mão-de-obra


estimada para execução dos serviços.

c) condições do local onde o serviço será


realizado.

Adaptação de João Luiz Domingues 57


Elaboração do Termo de Referência

d) relação do material adequado para a


execução dos serviços com a respectiva
especificação.
e) relação de máquinas, equipamentos e
utensílios a serem utilizados.

Adaptação de João Luiz Domingues 58


Elaboração do Termo de Referência

IV – condições que possam ajudar na identificação


do quantitativo de pessoal e insumos necessários à
execução contratual, tais como:
a) quantitativo de usuários.
b) horário de funcionamento da entidade e horário
em que deverão ser prestados os serviços.
c) instalações, especificando-se a disposição de
mobiliário e equipamentos, arquitetura, decoração,
dentre outras.

Adaptação de João Luiz Domingues 59


Elaboração do Termo de Referência

X - deveres da contratada e da contratante.

XI - o Acordo de Níveis de Serviços, sempre


que possível, e deverá conter:
a) os procedimentos de fiscalização e de
gestão da qualidade do serviço,
especificando-se os indicadores e
instrumentos de medição que serão adotados
pelo órgão ou entidade contratante.

b) os registros, controles e informações que


deverão ser prestados pela contratada.

Adaptação de João Luiz Domingues 60


Elaboração do Termo de Referência

c) as respectivas adequações de pagamento


pelo não atendimento das metas estabelecidas.

• Quando a contratação envolver a prestação de


serviços de limpeza e de conservação, na
elaboração do termo de referência devem ser
observadas as seguintes informações:

a) classificação das áreas internas, áreas


externas, esquadrias externas e fachadas
envidraçadas, segundo as características dos
serviços a serem executados, periodicidade,
turnos e jornada de trabalho necessários.

Adaptação de João Luiz Domingues 61


Elaboração do Termo de Referência

• Quando a contratação envolver a prestação de


serviços de vigilância, na elaboração do termo de
referência devem ser observadas as seguintes
informações:

a) a justificativa do número e das


características dos postos de serviço a serem
contratados.

b) os quantitativos dos diferentes tipos de


posto de vigilância, que serão contratados por
preço mensal do posto.

Adaptação de João Luiz Domingues 62


“... Na licitação na modalidade de pregão, o
orçamento estimado em planilhas de
quantitativos e preços unitários deverá
constar obrigatoriamente do Termo de
Referência, ficando a critério do gestor, no
caso concreto, a avaliação da oportunidade
e conveniência de incluir tal Termo de
Referência ou o próprio orçamento no
edital...”.
(TCU Acórdão 1.925/06 – Plenário – Relator Ministro Augusto
Nardes, 20/10/06)

63
TERMO DE REFERÊNCIA
Lista de Verificação
1. Abertura de processo administrativo devidamente
autuado, protocolado e numerado;
2. Existência da solicitação/requisição do objeto;
3. Autoridade competente justificou a contratação;
4. Possui a autorização da autoridade competente para a
abertura da licitação;
5. Termo de referência;
6. Existência de aprovação, com justificativa, acerca do
termo de referência, pela autoridade competente;

64
Minuta de edital e anexos

Anexos do edital:
(a) termo de referência;
(b) termo de contrato, se for o caso; e
(c) planilha de quantitativos e custos unitários, se for o
caso.

65
Súmula 331 TST
Estado de SP contrata seguro,
em algumas licitações, e fica
mais cara a contratação, mas
a ação judicial fica mitigada.

66
Pesquisa de Preços

67
O mito dos
"três"
orçamentos
A pesquisa de preços pode representar até 45% de
todo o tempo dedicado ao processo licitatório
(Casagrande, Cestari e Motta, 2012).
Se mal feita, podemos ter o sobrepreço como
consequência natural no procedimento licitatório.
Para ter o preço de mercado é conhecido o
costume de ter 03 orçamentos.
A jurisprudência acabou cristalizando o mito de que
“três orçamentos” validam o preço de mercado.
“não havendo pelo menos 3 ofertas, serão
convocados os 3 melhores classificados”
(Pregão, art. 4º, IX, da Lei 10.520/02)
Acórdão (nº 7821/2010)

“ACORDAM os Ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos


em sessão do Plenário, ante as razões expostas pelo Relator,
em: (…) 9.1.2. proceda, quando da realização de licitação, à consulta
de preços correntes no mercado, ou fixados por órgão oficial
competente ou, ainda, constantes do sistema de registro de preços,
em cumprimento ao disposto art. 43, inc. IV, da Lei 8.666/93,
consubstanciando a pesquisa no mercado em, pelo menos, três
orçamentos de fornecedores distintos, os quais devem
ser anexados ao procedimento licitatório;”
Lei nº 8.666/93
Art. 15. As compras, sempre que
possível, deverão:
(...)
V - balizar-se pelos preços praticados no
âmbito dos órgãos e entidades da
Administração Pública.
Lei 8.666/93, art. 15, § 1º: O registro de preços será precedido de
ampla pesquisa de mercado.

Lei 8.666/93, art. 43, IV: ...conformidade de cada proposta (...) com os
preços correntes no mercado...

Lei 10.520/01, art. 3º, III: dos autos do procedimento constarão (...) o
orçamento, elaborado pelo órgão ou entidade promotora da licitação,
dos bens ou serviços a serem licitados.

Decreto 3555/00, art. 8º, § 2º, II: ...propiciar a avaliação do custo pela
Administração, diante de orçamento detalhado, considerando os preços
praticados no mercado...
Se acaso aquele fornecedor que orçou vem a
participar da licitação, vê-se subitamente em uma
sinuca de bico: se repete o preço que adiantou é
pouco inteligente, pois que já abrira e anunciara seu
preço; se propõe mais alto está pretendendo
superfaturar, e se cota mais baixo então mentiu à
Administração anteriormente, quando cotou mais
alto... (Rigolin, 2012)
Em 2013, o TCU seguiu outro rumo. No Acórdão nº
868/2013 – Plenário concluiu que “para a estimativa
do preço a ser contratado, é necessário consultar as
fontes de pesquisa que sejam capazes de representar
o mercado.”
Cestas de preços.
fornecedores, pesquisa em catálogos de
fornecedores, pesquisa em bases de sistemas de
compras, avaliação de contratos recentes ou
vigentes, valores adjudicados em licitações de
outros órgãos públicos, valores registrados em
atas de SRP e analogia com compras/contratações
realizadas por corporações privadas (Acórdãos
2.170/2007-P e 819/2009-P)
Pesquisa de Preços
8.666/93

Art. 7º
§ 2° As obras e os serviços somente poderão ser
licitados quando:
II - existir orçamento detalhado em planilhas que
expressem a composição de todos os seus custos
unitários;

83
Art. 15. As compras, sempre que possível, deverão:
II - ser processadas através de sistema de registro de
preços;
V - balizar-se pelos preços praticados no âmbito dos
órgãos e entidades da Administração Pública.
§ 1o O registro de preços será precedido de ampla
pesquisa de mercado.

84
Pesquisa de Preços: boa prática

85
Art. 2º A pesquisa de preços será realizada mediante
a utilização dos seguintes parâmetros:
I - Painel de Preços disponível no endereço
eletrônico http://paineldeprecos.planejamento.gov.br;
II - contratações similares de outros entes públicos,
em execução ou concluídos nos 180 (cento e oitenta)
dias anteriores à data da pesquisa de preços;
III - pesquisa publicada em mídia especializada,
sítios eletrônicos especializados ou de domínio
amplo, desde que contenha a data e hora de acesso;
ou
IV - pesquisa com os fornecedores, desde que as
datas das pesquisas não se diferenciem em mais de
180 (cento e oitenta) dias.
86
§2º Serão utilizados, como metodologia para
obtenção do preço de referência para a contratação,
a média, a mediana ou o menor dos valores
obtidos na pesquisa de preços, desde que o
cálculo incida sobre um conjunto de três ou mais
preços, oriundos de um ou mais dos parâmetros
adotados neste artigo, desconsiderados os valores
inexequíveis e os excessivamente elevados.

87
1,50; 2,20; 3,50; 4,00; 10,00

Mediana = 3,50
Média = 21,20 / 5 = 4,24
Menor Preço = 1,50

88
Pesquisa com menos de três
preços ou fornecedores é possível?

§6º Excepcionalmente, mediante


justificativa da autoridade competente,
será admitida a pesquisa com menos de
três preços ou fornecedores.

89
Art. 4º Não serão admitidas
estimativas de preços obtidas em sítios
de leilão ou de intermediação de
vendas.

Art. 5º O disposto nesta Instrução


Normativa não se aplica a obras e
serviços de engenharia, de que trata o
Decreto nº 7.983, de 8 de abril de
2013.
90
Quem pode atuar como pregoeiro
nessa licitação? E quem serão os
membros de equipe de apoio?

91
Publicação: Negócios Públicos
94
95
96
97
Insere-se no poder discricionário do
Administrador optar pela publicação do
orçamento estimativo, juntamente com o edital,
com disponibilização aos interessados, mediante
provocação?
No caso do pregão a lei prevê que orçamento
em planilhas de quantitativos e preços unitários
deve constar dos autos do procedimento (art.
3º, inc. III da Lei 10520/02), sendo facultativo
constar do edital, mas, todavia, deve ser
respeitado a Lei de Acesso à Informação.
98
99
103
É possível a utilização do Pregão para contratação
de bens e serviços de informática?
SIM. É o que dispõe o Acórdão nº 1.747/15 – TP do TCE/PR, já
que “tem-se que a jurisprudência no âmbito dos Tribunais de
Contas tem aceitado a adoção da modalidade pregão para a
aquisição de bens e serviços de informática cuja qualidade e
produtividade possam ser estabelecidas objetivamente.
Analisando-se os autos, verifica-se que os serviços de informática
e tecnologia da informação licitados pelo Município [...] atendem
a protocolos, métodos e técnicas pré-estabelecidas e conhecidas,
bem como a padrões de desempenho e qualidade que podem ser
objetivamente definidos por meio de especificações usuais no
mercado. Dessa maneira, enquadram-se os mesmos na definição
de bens e serviços comuns [...]”.

104
105
Acórdão 3192/2016 Plenário (Representação, Relator Ministro-
Substituto Marcos Bemquerer)
Licitação. Edital. Vedação. Aquisição. Local.
É IRREGULAR EXIGÊNCIA DE QUE O EDITAL E SEUS
ELEMENTOS CONSTITUTIVOS SEJAM RETIRADOS
APENAS NA SEDE DO MUNICÍPIO. A exigência da presença
física do interessado na prefeitura para a obtenção de cópia do
edital afeta o interesse de empresas localizadas a distâncias
maiores do município de participarem do certame, reduzindo a
competitividade da licitação.

106
Um pregão pode ser utilizado para a
troca de frota, englobando ao mesmo
tempo a operação de alienação da
frota velha e a de compra da frota
nova.
107
Alertar para melhor controlar
PROCEDIMENTO

APA CI
IN 95/2014 - Art. 3º - (...)
Regimento Interno – Res. 01/06 – Art. 262
- Para esclarecer fatos;
- Para dano ao erário ou irregularidade;
- E-mail ao Prefeito e Controle Interno;
- Admissibilidade e TCE;
- Resposta pelo SGA;
- Medidas cautelares (Art. 400)
- Efeito: Declaração Formal
Acórdão 1045/16-P

Representação da Lei 8.666/93. Aquisição de pneus e produtos


correlacionados. Analise conjunta de 52 procedimentos e, bem
assim, dos 20 subitens insertos nos respectivos processos.
(...)
2) (...) Em certames do gênero é vedada a exigência de
qualquer documento que configure compromisso de terceiro
alheio a disputa
As Micro e Pequenas Empresas
O que são MPE ?
Lei
Enquadramento Complementar
123/2006.
Proteção Mercado
Alterações Leis
Local e Regional Complementares
147/2014 e
Obrigatoriedade 155/2016.

117
O art. 30 da Constituição Federal outorgou
competência aos Municípios para legislar
sobre assuntos de interesse local e
suplementar a legislação federal e estadual, no
que couber. Mas, é certo que lei municipal
não pode legislar em sentido contrário as
normas gerais, por afronta aos preceitos
estabelecidos na CF/88

118
Benefícios MPE´s

119
Lei Complementar nº 123
Art. 47. Nas contratações públicas da
administração direta e indireta, autárquica e
fundacional, federal, estadual e municipal,
DEVERÁ ser concedido tratamento
diferenciado e simplificado para as
microempresas e empresas de pequeno porte
objetivando a promoção do desenvolvimento
econômico e social no âmbito municipal e
regional, a ampliação da eficiência das políticas
públicas e o incentivo à inovação tecnológica.

120
Lei nº 8666/93

Art. 5o-A. As normas de licitações e


contratos DEVEM PRIVILEGIAR o
tratamento diferenciado e favorecido
às microempresas e empresas de
pequeno porte na forma da lei.

121
122
Lei Complementar nº 123

48 (...)
I - DEVERÁ realizar processo licitatório
destinado exclusivamente à participação
de microempresas e empresas de
pequeno porte nos itens de contratação
cujo valor seja de até R$ 80.000,00 (oitenta
mil reais);

123
DECRETO 8.538/15
(COM AS ALTERAÇÕES DA LC 147/14)
Art. 6º Os órgãos e as entidades
contratantes deverão realizar processo
licitatório destinado exclusivamente à
participação de microempresas e empresas
de pequeno porte nos itens ou lotes de
licitação cujo valor seja de até R$
80.000,00 (oitenta mil reais).

124
Lei Complementar nº 123

48 (...)
II - PODERÁ, em relação aos processos
licitatórios destinados à aquisição de
obras e serviços, exigir dos licitantes a
subcontratação de microempresa ou
empresa de pequeno porte;

125
Lei Complementar nº 123

48 (...)
III - DEVERÁ estabelecer, em certames
para aquisição de bens de natureza
divisível, cota de até 25% (vinte e cinco
por cento) do objeto para a contratação de
microempresas e empresas de pequeno
porte.

126
127
Cota de 25% para MPE em contratações divisíveis

Caso TCE/PR
(Atas de Registro de Preços de Café – nos 01 e 02/2016)

Licitação Ata de Registro


Exclusivo MPE de Preços MPE
2.500 Pacotes

Concorrência Geral Ata de Registro


10.000 Pacotes
7.500 Pacotes de Preços Geral
Café Superior 2 Lotes

128
Suponha que a Administração não
utilize 100% do quantitativo e sim
somente 60%.
Como fica o quantitativo da cota
reservada?
129
ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 10 (AGU)
"PARA FINS DE ESCOLHA DAS MODALIDADES
LICITATÓRIAS CONVENCIONAIS (CONCORRÊNCIA,
TOMADA DE PREÇOS E CONVITE), BEM COMO DE
ENQUADRAMENTO DAS CONTRATAÇÕES PREVISTAS
NO ART. 24, I e II, DA LEI Nº 8.666/1993, A DEFINIÇÃO DO
VALOR DA CONTRATAÇÃO LEVARÁ EM CONTA O
PERÍODO DE VIGÊNCIA CONTRATUAL E AS POSSÍVEIS
PRORROGAÇÕES. NAS LICITAÇÕES EXCLUSIVAS
PARA MICROEMPRESAS, EMPRESAS DE PEQUENO
PORTE E SOCIEDADES COOPERATIVAS, O VALOR DE
R$ 80.000,00 (OITENTA MIL REAIS) REFERE-SE AO
PERÍODO DE UM ANO, OBSERVADA A RESPECTIVA
PROPORCIONALIDADE EM CASOS DE PERÍODOS
DISTINTOS."

130
131
Olá.

Em um mesmo Edital de Pregão Presencial, por exemplo,


posso dar prioridade de contratação tanto para as empresas
locais como para as regionais, frente a outros fornecedores
de regiões não priorizadas? Ou Tenho que priorizar apenas
uma 'categoria' (ou local, ou regional) em cada Edital?

Questiono pois, dependendo do objeto, tenho 3 fornecedores


em minha cidade, como também tenho mais de 3
fornecedores em regiões priorizadas pela legislação local,
como por exemplo priorizar os municípios que compõe a
região da AMERIOS.
Obrigado desde já.

132
133
Prioridade de contratação de MPE sediada local
ou regionalmente: desde de que justificado,
poderá ser dada prioridade de até 10% do melhor
preço válido para contratação de micro e
pequena empresa sediada local ou
regionalmente, objetivando a promoção do
desenvolvimento econômico e social no âmbito
municipal e regional. Essa prioridade é um
desempate entre as microempresas sediadas
local ou regionalmente e as demais
microempresas e empresas de pequeno porte.
134
Processo n° 39895-9/17, ACORDÃO -2910/17-STP
“O fummus boni iuris resta demonstrado na plausibilidade das alegações
apresentadas pela parte representante, as quais foram integralmente
recebidas, conforme considerações já tecidas no item anterior. Além disso,
cumpre observar que no presente caso há grandes indícios de violação aos
princípios da isonomia, igualdade e ampla competitividade, os quais devem
nortear as licitações e contratos administrativos, conforme artigo 3º da Lei n.°
8.666/939.
Reflexamente, é possível que a limitação do rol de competidores (aos
licitantes sediados no Município de Wenceslau Braz) seja prejudicial à
vantajosidade e à economicidade da futura contratação.
O periculum in mora, por sua vez, também está caracterizado, já que a franca
continuidade do processo licitatório pode vir a chancelar uma iminente
contratação dissonante dos ditames legais. Do mesmo modo, pode
representar distanciamento da seleção de proposta mais vantajosa à
administração.”

135
Lei Complementar nº 123
Art. 44. Nas licitações será assegurada, como critério
de desempate, preferência de contratação para as
microempresas e empresas de pequeno porte.
§ 1o Entende-se por empate aquelas situações em
que as propostas apresentadas pelas microempresas
e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até
10% (dez por cento) superiores à proposta mais bem
classificada.
§ 2o Na modalidade de pregão, o intervalo
percentual estabelecido no § 1o deste artigo será de
até 5% (cinco por cento) superior ao melhor
preço.
136
No caso de pregão, a microempresa
ou empresa de pequeno porte mais
bem classificada será convocada
para apresentar nova proposta no
prazo máximo de 5 (cinco) minutos
após o encerramento dos lances,
sob pena de preclusão.

137
138
Lei Complementar nº 123

49. Não se aplica ...


II - não houver um mínimo de 3 (três)
fornecedores competitivos enquadrados
como microempresas ou empresas de
pequeno porte sediados local ou
regionalmente e capazes de cumprir as
exigências estabelecidas no
instrumento convocatório;

139
Lei Complementar nº 123

49. Não se aplica ...


III - o tratamento diferenciado e
simplificado para as microempresas e
empresas de pequeno porte não for
vantajoso para a administração pública
ou representar prejuízo ao conjunto ou
complexo do objeto a ser contratado;

140
Lei Complementar nº 123

49. Não se aplica ...


III - o tratamento diferenciado e
simplificado para as microempresas e
empresas de pequeno porte não for
vantajoso para a administração pública
ou representar prejuízo ao conjunto ou
complexo do objeto a ser contratado;

141
Participação exclusiva de MPE em contratações ≤ 80k
Licitação (Pregão) em SRP
Lotes Descrição Valor (R$)
01 Material Expediente 13.543,17
02 Papel A4/A3 44.220,67
03 Material Informática 13.525,38
04 Material Elétrico/Eletrônico 4.654,02
05 Gêneros Alimentação 32.558,50
06 Material Copa/Cozinha 22.321,74
07 Copo Plástico 180ml/50ml 34.074,00
08 Material Limpeza/Higiene 55.721,94
Total 220.619,42
142
Participação exclusiva de MPE em contratações ≤ 80k
Lotes Descrição Valor (R$)
01 Material Expediente 13.543,17
02 Papel A4/A3 44.220,67
03
04
Material Informática
Material Elétrico/Eletrônico
13.525,38
4.654,02 R$ 54.044,31
05 Gêneros Alimentação 32.558,50 24,49%
06 Material Copa/Cozinha 22.321,74
07 Copo Plástico 180ml/50ml 34.074,00
08 Material Limpeza/Higiene 55.721,94
Total 220.619,42

25% Total da Licitação = R$ 55.154,85

Prejulgado em trâmite: 465761/17


143
144
Dispensas por valor e inexigibilidades: nas
dispensas por valor - R$ 15 mil para obras e
serviço de engenharia, e R$ 8 mil para
compras e demais serviços - e nas
inexigibilidades, os gestores públicos deverão
dar preferência às micro e pequenas empresas
nas contratações que se enquadrarem no limite
de até R$ 80 mil. Não há necessidade de fazer
licitação, porém se a compra não for feita por
micro ou pequena empresa, deverá haver
justificativa
146

Você também pode gostar