Você está na página 1de 10

PLANO DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM Nº 8/ 2019

FORMULÁRIO 1 - ALUNO

Unidade Operacional: Jaraguá do Sul


Curso: Técnico em Segurança do Trabalho Modalidade: EaD

Turma:

Docente(s):

Unidade(s) Curricular(es): Planejamento de Ações em Saúde e Segurança no Trabalho (volume 5)


Unidade(s) de Competência 1:
Planejar ações para assegurar a integridade física e mental das pessoas e a preservação do meio ambiente, do patrimônio e
da imagem da organização, de acordo com legislação e normas aplicadas à segurança, saúde e meio ambiente.
( ) Módulo Básico ( ) Módulo Introdutório ( x ) Módulo Específico III
Estratégia da situação de aprendizagem: ( x ) Situação-Problema ( ) Projeto ( ) Pesquisa ( ) Estudo de Caso

Título da situação de aprendizagem: Ações seguras.

Descritivo da atividade desafiadora, contextualizada, com suas especificações técnicas:

Prezado estudante!
Você é Técnico de Segurança do Trabalho de uma empresa de mineração, a Mineração Rocha S/A., que atua em
Santa Catarina, onde a matéria-prima de extração é a areia.
O processo consiste em extrair, com dragas, a areia do fundo do rio que é lavada, peneirada, colocada para secar e
utilizada conforme sua granulação. Em algumas situações a areia de cava também é utilizada.
Para você compreender como ocorre o processo de extração de areia, leia a informação a seguir:
Nota Técnica nº 305/2004/SOC: Cobrança pelo Uso de Recursos Hídricos do Setor de Mineração de Areia em Leito da
Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul.
“No processo de extração em leito, a areia é extraída diretamente do leito dos rios, através de dragas flutuantes,
como indicado na figura 1. O material extraído é armazenado junto às margens dos rios nos pátios de estocagem. Do
ponto de vista ambiental, há a necessidade de desmatamento junto à margem dos rios, com danos à mata ciliar e áreas de
proteção permanente.
Nos corpos hídricos, há o revolvimento do material do fundo dos rios, com possíveis prejuízos à biótica fluvial,
além de modificações da dinâmica de sedimentação, com movimentação dos finos e deposição em outros locais. Pode
ocorrer por breves períodos o aprofundamento da calha dos rios que leva ao rebaixamento do nível d água. Em alguns
casos, esse rebaixamento pode fazer com que as tomadas d’água dos pontos de captação à jusante fiquem fora d’água. No
entanto, com o passar do tempo, haverá nova reposição de material nos locais de extração, devido ao aporte de
sedimentos do próprio rio.
Já no processo de extração em cava, a extração da areia se dá em um ciclo fechado e progressivo em área e
profundidade, utilizando-se da água subterrânea como veículo do processo. O processo é iniciado mecanicamente até
atingir o lençol freático, momento em que passa a ser controlado pela água subterrânea, como ilustrado na figura 2.”

Fonte: Adaptado de: http://arquivos.ana.gov.br/institucional/sag/CobrancaUso/BaciaPBS/Textos/NT_305_Cobranca%20Extracao


%20Areia%20BPS%20-%2014062004.pdf

Imagem 1: Extração de areia de cava


Após ter tido a oportunidade de estudar sobre a hierarquia das leis e conhecendo um pouco sobre o processo de
extração de areia, você, futuro Técnico de Segurança do Trabalho, deve montar o quadro do dimensionamento do SESMT
(anexo 1), de acordo com o número de funcionários e o grau de risco da empresa. Leia atentamente a NR 4. Sua empresa
possui 500 funcionários que trabalham no horário normal, das 8h às 18h todos os dias, inclusive sábados até as 12h.
Além disso, você precisa elaborar o cronograma de implantação (anexo 2) das medidas de controle de segurança
para o projeto de extração de areia.
Após esta etapa, vamos participar do fórum de discussão e debater sobre a Legislação Trabalhista no Brasil e o
Nexo Técnico Epidemiológico. Para isto, é preciso que você leia sobre o assunto no site da Previdência Social ou outros
artigos disponíveis na rede mundial de computadores.

Especificações técnicas
NR 4

RELAÇÃO DE MATERIAIS, FERRAMENTAS E INSTRUMENTOS


Livro didático
Ambiente Virtual de Aprendizagem
Materiais complementares

Outras informações necessárias


<https://enit.trabalho.gov.br/portal/images/Arquivos_SST/SST_NR/NR-04.pdf>
<https://enit.trabalho.gov.br/portal/images/Arquivos_SST/SST_NR/NR-22.pdf>
<http://arquivos.ana.gov.br/institucional/sag/CobrancaUso/BaciaPBS/Textos/NT_305_Cobranca%20Extracao%20Areia
%20BPS%20-%2014062004.pdf>
<http://www.previdencia.gov.br/saude-e-seguranca-do-trabalhador/politicas-de-prevencao/nexo-tecnico-epidemiologico-
previdenciario-ntep/>

Anexo 1: Modelo de Relatório:

MODELO DE RELATÓRIO
PLANEJAMENTO DE AÇÕES EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO – SA 8 VOLUME 5
Nome do relator: Data: Grupo:

Atividade da empresa:
Grau de risco:

Quadro do dimensionamento do SESMT


Anexo 2: Modelo de Planilha
PLANO DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM Nº 8 / 2019 – VOLUME 5
FORMULÁRIO 2 - ALUNO
DETALHAMENTO DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM
*FUNDAMENTOS TÉCNICOS E DESENVOLVIMENT
CIENTÍFICOS OU **CAPACIDADES O CARGA
RESULTADOS CRITÉRIOS DE MEIO DE
ATIVIDADES TÉCNICAS E/OU CAPACIDADES CONHECIMENTOS HORÁRI
ESPERADOS AVALIAÇÃO ENTREGA
SOCIAIS, ORGANIZATIVAS E D P I G A
METODOLÓGICAS.
1ª Etapa: Relatório em  Analisar a política de saúde e Elaboração do Legislação. x x Ambiente 7h
Montar o quadro documento segurança do trabalho existente quadro de Virtual de
de Word. na organização. dimensionamento Aprendizagem.
dimensionamento  Analisar a relação custo- do SESMT, de
do SESMT da benefício das ações em saúde e acordo com a NR
empresa. segurança do trabalho para 4, descrevendo a
organização. atividade da
 Analisar com os setores empresa e
envolvidos na viabilidade da identificando o
implantação da política de saúde grau de risco da
e segurança do trabalho. empresa e
 Aplicar as normas e legislação de dimensionando o
saúde e segurança do trabalho. SESMT para esta
 Avaliar as condições de risco do classe de atividade.
ambiente de trabalho.
 Avaliar as condições gerais de
saúde e segurança do trabalho da
organização.
 Coletar informações de saúde e
segurança do trabalho para
elaboração de procedimentos,
considerando o histórico
ocupacional e organizacional.
 Comparar a política de saúde e
segurança do trabalho da
organização com padrões
definidos pela legislação.
 Comparar resultados obtidos na
análise das condições do
ambiente de trabalho com o
estabelecido em normas e
legislação de saúde e segurança
do trabalho.
 Divulgar, aos setores da
organização, os riscos
ocupacionais específicos.
 Elaborar relatório de adequações
da política de saúde e segurança
do trabalho às disposições legais.
 Identificar as peculiaridades de
cada setor da organização.
 Identificar normas e legislação de
saúde e segurança do trabalho
aplicáveis a cada setor.
 Investigar a relação entre a
cultura da organização e a
política de saúde e segurança do
trabalho.
 Recomendar os responsáveis pela
implantação da política de saúde
e segurança do trabalho.
 Utilizar normas e legislação de
saúde e segurança do trabalho.
 Utilizar técnicas de avaliação de
aspectos e impactos ambientais.
 Ter visão sistêmica.
 Ter comportamento ético.
 Ter capacidade de observação.
 Ter consciência prevencionista
em relação à saúde e segurança
do trabalho.
 Manter relacionamento
interpessoal.
 Manter-se atualizado.
 Seguir legislação, normas e
procedimentos.
 Ter rigor técnico.
 Comunicar-se de forma clara e
objetiva.
 Ter capacidade de negociação.
 Administrar conflitos.
 Cumprir prazos.
 Definir prioridades.
 Prever consequências.
 Resolver problemas.
 Ter senso investigativo.
 Trabalhar de forma planejada.
2ª Etapa Relatório em  Analisar a política de saúde e Elaboração do Legislação. x x Ambiente 6h
Elaborar um documento segurança do trabalho existente cronograma de Virtual de
cronograma de Word. na organização. implantação de Aprendizagem.
medidas de  Analisar a relação custo- medidas de
controle. benefício das ações em saúde e controle para o
segurança do trabalho para projeto de extração
organização. de areia e
 Analisar criticamente o demonstrar que a
cronograma das medidas de empresa realiza as
controle no plano de trabalho. atividades com
 Analisar planilhas e gráficos segurança.
referentes à saúde e segurança do
trabalho.
 Aplicar as normas e legislação de
saúde e segurança do trabalho.
 Avaliar as condições de risco do
ambiente de trabalho.
 Avaliar as condições gerais de
saúde e segurança do trabalho da
organização.
 Avaliar novas tecnologias
aplicáveis às atividades.
 Coletar informações de saúde e
segurança do trabalho para
elaboração de procedimentos,
considerando o histórico
ocupacional e organizacional.
 Comparar os resultados obtidos
na análise das condições do
ambiente de trabalho com o
estabelecido em normas e
legislação de saúde e segurança
do trabalho.
 Divulgar cronograma das
medidas de controle.
 Elaborar planilhas e gráficos de
controle e acompanhamento de
metas de saúde e segurança do
trabalho.
 Estabelecer cronograma de ações
de saúde e segurança do trabalho
com cada setor.
 Identificar as peculiaridades de
cada setor da organização.
 Identificar consequências dos
riscos ambientais e de processos.
 Identificar na cultura de saúde e
segurança do trabalho existente
na organização, pontos a serem
melhorados.
 Identificar normas e legislação de
saúde e segurança do trabalho
aplicáveis a cada setor.
 Planejar eventos que promovam a
integração entre trabalhadores,
organização e sociedade.
 Planejar treinamentos, palestras e
campanhas voltados à saúde e
segurança do trabalho.
 Prever recursos vinculados ao
plano de trabalho.
 Programar verificações e
inspeções periódicas para
atualizar o plano de trabalho.
 Propor ações corretivas para as
causas de desvios, incidentes e
acidentes.
 Propor adequação dos
procedimentos da organização
com normas e legislação de
saúde e segurança do trabalho.
 Propor medidas preventivas e
corretivas em saúde e segurança
do trabalho.
 Propor soluções técnicas para o
atendimento às normas e
legislação de saúde e segurança
do trabalho com cada setor.
 Recomendar melhorias referentes
à saúde e segurança do trabalho
no plano estratégico da
organização.
 Relacionar os acidentes ocorridos
com os impactos que os mesmos
causam na economia e no
contexto social.
 Utilizar dados estatísticos
nacionais em saúde e segurança
do trabalho como referência.
 Utilizar normas e legislação de
saúde e segurança do trabalho.
 Utilizar planilhas com aspectos
financeiros, sociais e ambientais
relacionados à saúde e segurança
do trabalho.
 Verificar os resultados das ações
de saúde e segurança do trabalho.
 Ter visão sistêmica.
 Ter comportamento ético.
 Ter capacidade de observação.
 Ter consciência prevencionista
em relação à saúde e segurança
do trabalho.
 Manter relacionamento
interpessoal.
 Manter-se atualizado.
 Seguir legislação, normas e
procedimentos.
 Ter rigor técnico.
 Comunicar-se de forma clara e
objetiva.
 Ter capacidade de negociação.
 Administrar conflitos.
 Cumprir prazos.
 Definir prioridades.
 Prever consequências.
 Resolver problemas.
 Ter senso investigativo.
 Trabalhar de forma planejada.
3ª Etapa Posicionamento - Ter visão sistêmica. Participação do Legislação. x x Fórum: Você 2h
Participar do fórum pessoal. - Ter comportamento ético. fórum de acredita que o
de discussão. - ter capacidade de argumentação. discussão, expondo NTEP irá
- Ter capacidade de observação. seu ponto de vista e beneficiar os
- Ter consciência prevencionista em concordando e/ou empregados?
relação à saúde e segurança do discordando do Por quê?
trabalho. ponto de vista
- Manter relacionamento interpessoal. apresentado por
- Manter-se atualizado. outros dois
- Seguir legislação, normas e colegas.
procedimentos.
- Ter rigor técnico.
- Comunicar-se de forma clara e
objetiva.
- Cumprir prazos.

LEGENDA: D = Distância P = Presencial I = Individual G = Grupo


PLANO DE ESTUDOS CARGA HORÁRIA
AÇÕES A SEREM REALIZADAS
Leitura do livro didático
Navegação no Ambiente Virtual de Aprendizagem
Realização dos exercícios de passagem 15h
Pesquisa nos materiais complementares disponíveis na Biblioteca Virtual
Contato com o professor tutor em caso de dúvidas
Realização da situação de aprendizagem nº 8 15h
Total de Horas 30h