Você está na página 1de 6

Ilê Ase Oba kinan ade

ABERTURA DOS TRABALHOS – EXU E POMBAS GIRAS

Orador: Salve Oxalá Todos: Salve


Salve Xangó Salve
Salve Oxum Salve
Salve todos os Orixás Salve

Oni sa ure, a ula aje


Oni sa ure, o beri o man
Oni sa ure,
A ula je BABA
Oni sa aure, o beri o man
Oni sa aure 3x

Orador: Salve Todos: Salve

Abrimos a nossa gira, Pedimos a proteção, Ao nosso Pai Oxalá, Para cumprir
nossa missão. Está aberta a nossa gira, Com Deus e Nossa Senhora, Está
aberta a nossa gira, Zamborê Pemba de Angola.

Orador: Salve Todos: Salve


Salve o Ponto de Defumação Salve

Orador: Salve Todos: Salve


Salve nosso Pai Ogum Salve

Corre giro Pai Ogum, filhos querem se defumar, Umbanda tem fundamento, É
preciso preparar, Com incenso e benjoim, Alecrim e alfazema, Vou defumar
filhos Umbanda, Com as ervas da Jurema.

Defuma com as ervas da Jurema


Defuma com arruda e guine
Beijoim, alecrim e alfazema
Vamos defumar filhos de fé.

Orador: Salve Todos: Salve

Orador: Salve nosso Pai Xangó Todos: Salve

Pedra rolou, Pai Xangô, lá na pedreira


Segura o ponto, meu Pai, na cachoeira
Tenho o meu corpo fechado Xangô é meu protetor Firma o ponto, meu filho
Pai de cabeça chegou 3x

Orador: Salve Todos: Salve


Orador: Salve ponto de nosso Mãe Oxum Todos: Salve
ORO MIMA
ORO MIMAIO, ORO MIMAIO
ABADÔ OIEIEO
ORO MIMA
ORO MIMAIO, ORO MIMAIO
ABADÔ OIEIEO (3x)

PRECE PARA ABERTURA DOS TRABALHOS - EXU E POMBO GIRAS


(Apagar todas as luzes e acender somente a luz vermelha)

Orador: Laroyê Exu


Todos: Exu é Mo juba

Orador: Laroyê Pombo Giras


Todos: Pombo Gira é Mo juba

Orador: Salve todo o povo da Calunga


Todos: Laroyê

CHAMADA DOS COMPANHEIROS

Orador: Kobá kobá laroyê Esú Lonán mó giré lódê elegbara ô


Todos: Laroyê Exu é Mo juba

PONTO DE EXU E POMBO GIRAS

Malelê, Malelê, Malelê, Maleruá


Dona Padilha é de Malelê
Malelê, Malelê, Malelê, Maleruá
Dona Rosa é de Malelê
Malelê, Malelê, Malelê, Maleruá
Dona Quitéria é de Malelê
Malelê, Malelê, Malelê, Maleruá
Dona Mulambo é de Malelê
Malelê, Malelê, Malelê, Maleruá
Rainha da Praia é de Malelê
Malelê, Malelê, Malelê, Maleruá

Laroyê

É um maville mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 3x


Seu Marabô é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Zé Pilantra é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Veludo é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Exu Cobra é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Capa Preta é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Tiriri é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Beuzebu é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x
Seu Exu do Lodo é mavambo é kompensu êêê ê kompensu âââ 2x

Laroyê
Exú apavenã exú apavenã.
Em minha aldeia ingá é.
Exú apavenã. 3x

Laroyê

Ventou no canavial,
um trovão lá no céu ecuou
Salve Iansã e Xangô
Salve a coroa do exu Marabô(2x)

Laroyê

No clarão da lua, exu chegou caminhando na rua (2x)


Exu, exu os seus caminhos são de paz e de amor...
Exu, exu os meus caminhos quem protege é Marabô.

Laroyê

O Sino da igrejinha faz belém blém blom


O Sino da igrejinha faz belém blém blom
Deu meia-noite o galo já cantou
Seu Marabô que é o dono da gira
Oh corre gira que Ogum mandou

Laroyê

Já era meia-noite quando o malvado chegou


Com sua capa preta dizendo que era doutor
Ele é Exu Veludo
Dizendo que era doutor
Ele é Exu, Ele é Exu
Ele é Exu Veludo
Ele é o meu Senhor

Laroyê
Lá na encruzilhada, na encruzilhada
Existe um homem valente 2X
Com sua capa e cartola
Com seu punhal e Tridente 2X
É madrugada, é madrugada
E ele está ao meu lado
Por isso eu lê digo Capa Preta
Você é meu advogado
Laroyê

Água de beber, água de beber camarada


Água de beber, água de beber camarada
Todo mundo bebe tudo
Seu Zé Pilantra não bebeu nada

Laroyê
O Zé. quando for lá pra lagoa
Toma cuidado com o balanço da Canoa 2x
Seu Zé faça tudo o que quiser
só não maltrate o coração dessa mulher 2x

Laroyê

Lá vem ela, oh
Caminhando pela rua
Lá vem a Maria Mulambo
Com Tiriri, Marabô e Tranca-Rua [2X]

A lua brilhava
Tiriri bebia
Tranca-Rua cantava
Marabô sorria

São todos Exú de Fama


São todos Exú de Fé
Saravá Maria Mulambo
E todo Exú que aqui vier

Laroyê

De vermelho e preto
vestindo a noite o mistério trás
De colar de cor e brinco dourado a promessa faz
Se é preciso ir você pode ir peça o que quiser
Mas, cuidado amigo ela é bonita
Ela é mulher
Mas, cuidado amigo ela é bonita
Ela é mulher
E no canto da rua
Zombando, zombando, zombando está
Ela é Moça Bonita
Girando, girando, girando lá
E no canto da rua
Zombando, zombando, zombando está
Ela é Moça Bonita
Girando, girando, girando lá
Oi girando laroyê
Oi girando laroyê
Oi girando laroyê
Dói, dói, dói, dói, dói
Um amor faz sofrer
Dois amores fazem chorar 2x

No tempo em que ela tinha dinheiro


Os homens queriam lhe amar
Mas hoje o dinheiro acabou
A velhice chegou e ela se põe a chorar
Dói, dói, dói, dói, dói
Um amor faz sofrer
Dois amores fazem chorar 2x

Te dei amor
Te dei carinhos
Te dei uma rosa
E tirei os espinhos 2x

Dói, dói, dói, dói, dói


Um amor faz sofrer
Dois amores fazem chorar 2x

Orador: Laroyê Todos: Exu é Mo juba

PONTOS DE ENCERRAMENTO

Exú já trabalhou!
Exú já curiou! 2x
Exú já vai embora a sua hora já chegou!
Exú já vai embora a banda já chamou! 2x

Laroyê

Pé pelo pé
A encruzilhada já lhe chama
Pé pelo pé
A encruzilhada lhe chamou exú
Pé pelo pé
A encruzilhada já lhe chama
Pé pelo pé
A encruzilhada lhe chamou

Orador: kobá laroyê Esú Lonán mó giré lódê elegbara ô


Todos: Laroyê Eu é Mo juba

Todos: Quando o atabaque para, Filhos de Umbanda chora (bis 2x)


Adeus, adeus meu Pai, povo da Bahia, já foi embora.

Salve Oxalá Todos Salve


Salve Xangó Salve
Salve Oxum Salve
Salve todos os Orixás Salve

Está fechada a nossa gira


Com Deus e Nossa Senhora
Está fechada a nossa gira
Zambore Pemba de Angola. Todos Salve