Você está na página 1de 27

CREA

REVISTA DO CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DA BAHIA ISSN 1679-2866

v. 23, n. 69,
Terceiro trimestre
de 2020

PÓS-PANDEMIA
Oportunidades surgiram para as
Engenharias, a Agronomia e as Geociências

NITRATO DE AMÔNIO
Como a Engenharia pode
evitar tragédias como a
explosão no Porto de Beirute?
Foto: Cláudia Cardozo
ISSN 1679-2866
v. 23, n. 69
terceiro trimestre de 2020
PRESIDENTE (em exercício)
Eng. Civil, Minas e Seg. do Trabalho
José Francisco Alves de Miranda Ramalho Filho

CHEFE DE GABINETE
Elisângela Saraiva

Foto: Ângelo Rosário


DIRETORIA
2º Vice-Presidente: Eng. Florestal Dalton Longue Junior
1º Diretor Administrativo: Eng. Civil João Coelho da Costa
2º Diretor Administrativo: Eng. Civil Manoel Ramos Filho

EDITORIAL
1º Diretor Financeiro: Eng. Agrícola Dian Lourençoni
2º Diretor Financeiro: Eng. Eletricista Agnaldo Conceição Gomes Alves
3º Diretor Financeiro: Eng. Mecânica Ila Lorena Peixoto Silva

CONSELHO EDITORIAL
Prezados(as) Profissionais, Victor Lopes – Gerente de Comunicação e Marketing
Aline Marcelo – Engenharia Civil
Moisés Pedreira – Agronomia
A edição n.º 69 da Revista do Crea-BA traz como reportagem de capa Elizeu Marcos Silva – Segurança do Trabalho
uma discussão detalhada em relação a explosão do porto de Beirute, no Josenaldo Silveira – Engenharia Mecânica
Aline Correia – Geografia
Líbano, fato que chamou a atenção do mundo, mas que pode ser evitado José Batista de Oliveira Jr – Geologia e Minas
em outros locais, com a boa prática da Engenharia. Eduardo de Brito Silva – Engenharia Elétrica
Luciano Hocevar – Engenharia Química
A pandemia do novo Coronavírus segue exigindo cuidados e um Assessora de Comunicação
deles é com a qualidade do ar, principalmente em locais de grande Daniela Biscarde

circulação de pessoas, como shoppings centers, escolas e aeroportos. Elaboração


MC&G DESIGN EDITORIAL
Neste aspecto nossos profisisonais também são fundamentais, colocando
em prática conhecimentos técnicos que protegem a sociedade, como Redatores
Claudia Cardozo
aborda a matéria. Ailma Teixeira
Estela Marques
O Crea-BA segue determinado e focado no atendimento aos
Revisão
profissionais e empresas. Depois de um período reforçando os canais Otávio Flexa
Roberto Azul
remotos, retornamos em agosto e setembro, respectivamente, as
atividades presenciais de fiscalização e atendimento. O aprendizado Imagem capa
Shutterstock
neste período, totalmente digital, foi grande e temos a satisfação de
Impressão
perceber que seguimos cumprindo os prazos e demandas plenamente. Gráfica Edigráfica
Agora, com segurança e responsabilidade, estamos avançando neste Projeto gráfico
novo normal. Nossos servidores foram decisivos em todas as etapas Autor Visual/Perivaldo Barreto
deste processo. A dica é que os serviços digitais seguem funcionando Diagramação
Glaucio Coelho
plenamente, sem a necessidade do deslocamento até a sede ou
inspetorias do Conselho.
Nossa revista também serve de inspiração? Claro! É um grande canal
para tratarmos de exemplos de bons profissionais, com histórias que podem Nosso endereço
Av. Professor Aloísio de Carvalho Filho, 402, Engenho Velho de Brotas
ser fonte de desenvolvimento para outros colegas. Nesta edição trazemos CEP: 40243-620 – Salvador/Bahia
duas ótimas leituras, a partir das histórias do engenheiro Norberto Tels.: (71) 3453-8989/Telecrea: (71) 3453-8990
E-mail: revista@creaba.org.br
Odebrecht, que completaria cem anos, e da professora e engenheira www.creaba.org.br
Cristiane Agra, premiada pelo trabalho desenvolvido na UFRB.
As opiniões emitidas nas matérias e artigos
são de total responsabilidade de seus autores.
Desejo uma excelente leitura e reforço os laços de comprometimento
e compromisso do Crea-BA com todos os seus profissionais e a sociedade,
Revista CREA-BA/Conselho Regional de Engenharia e
sempre com o foco no exercício ético e legal das profissões de Engenharia, Agronomia da Bahia. Nº 69 (Terceiro trimestre de 2020).
Salvador: CREA-BA, 2006 - ISSN 1679-2866
Agronomia, Geociências e Urbanismo, visando à proteção das pessoas.
Trimestral

1.Engenharia. I. Conselho Regional de Engenharia e


José Francisco Ramalho Agronomia da Bahia
Engenheiro Civil, de Minas e de Segurança do Trabalho CDU 72:63 (813.8)
Presidente em exercício do Crea-BA CDD 720
06
QUALIDADE DO AR
uem garante o ar puro

10
PERFIL DA PROFESSORA
ma pessoa que inspira

12
ATENDIMENTO CREA
Atendimento presencial no Crea BA
será eito por agendaments

14
FISCALIZAÇÃO
Fiscais de volta s ruas equipe de fiscalização
cumpre quase mil atos fiscalizat rios em retorno
das inspeç es presenciaiss

16
ENGENHARIA DE RISCO
Como a engenharia pode prevenir acidentes
como a explosão no porto de Beirute
Foto: Cláudia Cardozo

24
CENTENÁRIO ODEBRECHT
O engenheiro Norberto Odebrecht

26
OPORTUNIDADES
Oportunidade em meio ao caos

32
COMPARTILHANDO CONHECIMENTO
36
Envie sua mensagem com nome completo, ENTIDADES PROFISSIONAIS
e-mail e telefone para o endereço eletrônico:
revista creaba.org.br. 42
Lembramos que as mensagens poderão ser PROFISSÕES
resumidas ou adaptadas ao espaço da revista. Engenharia de Telecomunicaç es
A geração do sinal que conecta pessoas
Siga o Crea-BA nas redes sociais
. acebook.com/creabahia,
Twitter: CreaBahia
46
Instagram: creaba
DRONES
Mais qualidade,
Edição on-line no site: .creaba.org.br modernidade e baixo custo
ou no aplicativo Crea BA.
#QUALIDADE DO AR #QUALIDADE DO AR

Foto: Tiago Caldas

Seis meses depois e o medo é justamente


esse. Habitar ambientes fechados, como shopping
centers e salas de aula, tem sido motivo de
resistência diante da retomada das atividades

QUEM
econômicas. A possibilidade de o novo coronavírus
se manter em suspensão no ar, junto com
partículas aerossóis, é o principal motivo disso.
A Organização undial da a de O confirma
a chance, chamada por cientistas de “transmissão
por aerossol”.
O engenheiro químico Edler Lins de Albuquerque,

GARANTE O
conselheiro do Conselho Regional de Engenharia
e Agronomia da Bahia (Crea-BA) e pesquisador da
área de poluição atmosférica, aposta na precaução
como caminho a seguir nesse período de retor-
no das atividades. Algumas normas da Agência

AR P RO
Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) orientam
os cuidados adequados, por exemplo, a Lei Federal
nº 13.589/2018, que estabelece a obrigatoriedade
de um Plano de Manutenção, Operação e Controle
(PMOC) em edifícios de uso público e coletivo que
A possibilidade de o coronavírus possuem ambientes de ar interior climatizado
artificialmente, e a orma da Anvisa ,
ficar em suspensão no ar preocupa que estabelece padrões mínimos de qualidade do
ar em ambientes fechados.
quem precisa frequentar ambientes “Nossa preocupação é o acúmulo de concen-
fechados na retomada das tração. Tem que lembrar que não é toda con-
centração de vírus que leva à infecção, mas a
atividades econômicas. gente não conhece esse limite. A norma diz:
‘Para renovação de ar, o parâmetro importante
ESPECIALISTAS E PLICAM COMO de medir é CO2’. Porque na nossa respiração a
Foto: Shutterstock gente devolve dióxido de carbono. Quando isso
acontece, o ambiente fica saturado; quanto mais

A
tiver, pior é a renovação do ar”, explica Edler
preocupação sobre o novo coronavírus está longe de passar. O “novo
Albuquerque.
normal” inerente à pandemia é representado por hábitos que antes não Nesse caso, a concentração de CO2 há de ser
compartilhávamos como sociedade. Higienizar as mãos com frequência? Não menor que 1.000 ppm. Outro parâmetro adota-
era uma preocupação. Evitar coçar os olhos com a mão suja? Era conversa comum do, a concentração de aerossóis precisa ser de
até 80 g/m³. O ideal é que essas informações
em programa matinal na TV aberta. Limpar os produtos que chegavam da rua?
estejam expostas para todos os usuários, como
Não tínhamos tempo para isso. Preocupação com a qualidade do ar em ambientes em painéis que indiquem a quantidade de CO2
internos? Bom, que cidadão comum poderia pensar nisso, afinal? no ambiente, por exemplo.

6 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 7
#QUALIDADE DO AR #QUALIDADE DO AR

DÁ PRA SE direção de circulação, no qual o vento O PMOC é o guia da fiscalização, já


HIGIENI AR A PALAVRA DE ORDEM
sai pela parte de cima da sala, passa que existem diferentes sistemas de
SENTIR SEG RO

Fo
verticalmente para baixo, onde encon- climatização. De acordo com as parti-

to
Além das escolas, os centros de compras também despertam algum

:A
ce
r vo
Nem todos os estabelecimentos se tra o sistema de sucção do ar. cularidades de cada um, o engenheiro

pes
tipo de insegurança em relação à qualidade do ar. No entanto, o coorde-

so a
preparam para informar a qualidade

l
“E aí as pessoas seriam menos vai propor um PMOC e estabelecer a nador da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) na Bahia,
do ar para os consumidores em tempo vulneráveis possível a essa circula- periodicidade de manutenção e hi- Edson Piaggio, garantiu que não há qualquer perigo em frequentar esses
real. Nesse caso, existem indicadores ção. Dentro do sistema de climatiza- gienização. ambientes.
acessíveis aos próprios clientes que ção teria um sistema de limpeza que “Num sistema maior e centrais, a Isso porque, segundo ele, as unidades seguem um protocolo rigoroso
refletem o grau de manutenção e lim- recirculasse o ar circulado. Usaria o gente faz até a análise do ar. Olha no desenvolvido por um infectologista com assessoria direta do Hospital Sírio-
peza naquele sistema de climatização. filtro absoluto que consegue reter PMOC se a manutenção está sendo Libanês, com foco na proteção da saúde dos trabalhadores e clientes. Entre as
O biólogo Erivaldo Pereira Queiroz, fis- vírus, radiação ultravioleta. O ar cap- feita, inspeciona o sistema de clima- iniciativas está a troca frequente dos filtros de ar condicionado. No Salvador
cal de Controle Sanitário da Vigilância tado embaixo que seria recirculado já tização — casa de máquinas, filtro, Shopping, por exemplo, a manutenção que antes ocorria a cada 30 dias agora
Sanitária de Salvador (Visa), chama a estaria limpo”, acrescenta. sistema de bandeja, se tem validade passa a ser feita duas vezes por mês.
atenção para os difusores do ar no teto e todo modo, o fiscal rivaldo e acúmulo de água, torre de funcio- O chefe de Manutenção do centro de compras, Raimundo Trindade, explica
Nossa preocupação dos estabelecimentos, que pode estar Queiroz reforça a necessidade de o namento, higienização e dutos, que que o investimento em higienização do sistema de climatização aumentou
é o acúmulo de limpo, sujo ou muito sujo. próprio estabelecimento passar es- não tem como olhar dentro, mas vai 150%. O motivo é o intervalo mais curto entre as práticas de manutenção e
Outro ponto de atenção é em rela- sas informações para o consumidor. ver se foi feito limpeza. Se a saída do
concentração. Tem que ção à estrutura do espaço. Ambientes Rotinas de manutenção e limpeza, bem difusor estiver suja, provavelmente o
sanitização. Por outro lado, a desinfecção das casas de máquinas com o fumacê,
que antes da pandemia acontecia a cada três meses, tem sido feita a cada 72
lembrar que não é toda fechados que usam aparelho split em como indicadores da qualidade do ar duto está sujo”, detalha. horas. O shopping acelerou também a avaliação de qualidade do ar, que passa
seu sistema de climatização não passam precisam estar expostas e acessíveis. Nesse contexto de pandemia, o en-
concentração de vírus a ser mensal, ao invés de semestralmente.
pela renovação do ar, já que esse modelo genheiro químico Edler Albuquerque “Aumentamos a capacidade de troca do sistema de ar condicionado. Depois
que leva à infecção, mas a faz a recirculação do ar que está naque- defende que o OC seja intensificado,
PMOC É A da Covid-19, a orientação da prefeitura e do Ministério da Saúde foi abrir as
gente não conhece esse le espaço. Sendo assim, o consumidor
GARANTIA DE T DO
com processo de manutenção mais portas e aumentar o sistema de ventilação. Quando passa pelo sistema de
de academias, escolas e lojas pode se frequente para promover a desinfecção ar condicionado, esse ar passa por filtros e pelo sistema de sanitização. e
limite. A norma diz: ‘Para atentar à possiblidade de circulação O Plano de Manutenção, Operação dos aparelhos. Não há uma frequência tiver alguma bactéria ou vírus, fica preso nos filtros. sistema de renovação
renovação de ar, o do ar nesses espaços: cobrar janelas e Controle (PMOC) é a chave que asse- ideal, mas poderia ser antecipado para constante. Acho muito difícil o vírus conseguir ficar num ambiente desse
e portas abertas periodicamente para gura a qualidade do ar em ambientes a cada três meses, ao invés de a cada
parâmetro importante renovação do ar interno, substituição
ventilado, com renovado e filtrado. as casas de máquina, onde entra esse
internos. O biólogo Erivaldo Pereira seis; ou, ainda, a higienização poderia ar, têm sistema sanitizante aprovado pela Anvisa”, explica.
de medir é CO2. do split pelo aparelho de ar condicio- Queiroz, fiscal de Controle Sanitário da ser realizada mensalmente.
nado tradicional que fura a parede, que Vigilância Sanitária de Salvador (Visa), “Mas o vírus pode se acumular em

Foto: Arquivo Pessoal Raimundo Trindade


Edler Albuquerque,
permite a absorção do ar externo para destaca que o documento precisa ser superfície e ficar ativo, dependendo
Engenheiro químico, conselheiro do dentro do espaço. O engenheiro quí- seguido à risca pelo estabelecimento, da superfície, a mais de 72 horas. Mas
Conselho Regional de Engenharia e mico Edler Albuquerque sugere ainda principalmente porque não há uma nesses intervalos de mês em mês
Agronomia da Bahia (Crea-BA) um sistema de climatização com única legislação específica para a Covid-19. nada garante que vou estar livre do
processo de contaminação interna.
Teria que limpar todo dia, mas não
dá”, pondera.
Por outro lado, o especialista chama
ESTABELECIMENTOS ADOTAM NOVOS H BITOS E INVESTEM MAIS EM NOME DA SEG RAN A
a atenção para uma “sanitização com
preservação”. Isso diz respeito ao uso
Assim como em outros aspectos do desenvolvido por um médico infec- esses ambientes isolados. Ou, então,
de agentes sanitizantes adequados,
cotidiano, com a Covid-19 não adianta tologista para as unidades escolares, outra possibilidade é transferir as aulas
para que não corroam o sistema de
saber o certo, é preciso colocá-lo em tem como ponto de partida o trabalho para ambientes abertos, como quadras,
climatização.
prática também. Promover a renova- com janelas e portas abertas. Até o parques ou jardins, para evitar acúmulo
“Água sanitária pode ser usada, mas
ção do ar é o caminho que leva à ga- fechamento desta matéria, não havia de pessoas nas salas.
não em todas as partes, porque tem
rantia de qualidade desse mesmo ar. previsão de retorno das atividades “Não temos essa cultura de aula
partes que são metal e pode causar
O Grupo de Valorização da Educação escolares. No entanto, as instituições sem ambiente refrigerado na rede par-
problemas de corrosão; o peróxido de
(GVE), coletivo formado por mais de de ensino têm se preparado para o ticular, mas esse novo normal vai ter
hidrogênio pode ser usado também, mas
75 escolas particulares de Salvador e chamado “novo normal”. que existir. É adaptação para todo mun-
em material plástico pode causar algum
Região Metropolitana, sabe bem disso. Nas escolas em que há salas no do, escolas e professores, a questão de
problema de danificação nas paletas do
De acordo com Wilson Abdon, subsolo e que por isso não podem abrir conforto técnico e de conduta na sala
ar condicionado. Tem que ter cuidado
porta-voz do grupo, o protocolo de portas e janelas para garantir a circu- de aula. Seguir protocolo não é opção,
para casar bem a sanitização com a
retomada das atividades escolares, lação do ar, a recomendação é deixar é realidade”, afirma Abdon.
preservação”, acrescenta Albuquerque.

8 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 9
#PERFIL #PERFIL DA PROFESSORA

UMA PESSOA QUE INSPIRA


A premiação internacional não é o primeiro pioneirismo da professora
Cristiane Agra. Formada em Engenharia de Materiais, pela Universidade
Federal de Campina rande, há anos, a profissional foi a primeira mulher
a trabalhar na indústria do alumínio. Vem daí seu projeto com mulheres.
“ o final da minha graduação, uma das grandes dificuldades que tive na

Foto: Arquivo Pessoal Cristiane Agra


indústria foi a questão de desenvoltura, orientação, de coisas pequenas – falar
inglês, mexer no computador. Fui para um meio masculinizado, trabalhava com
300, 400 homens. Tive que aprender ‘na tora’ mesmo”, lembra a professora,
que já passou por São Luís (MA), Salvador (BA), Poços de Caldas (MG) e Recife
(PE) antes de desembarcar em Feira de Santana (BA).
Apesar de professora titular no campus da Princesa do Sertão, o projeto WIE
começou mesmo no campus da UFRB em Cruz das Almas. A estudante Ana
Hellen Santos, 25 anos, graduanda no 7º semestre de Engenharia Mecânica,
se impressiona com a disposição da professora. Essa admiração a motivou a
indicá-la para o prêmio internacional. Foto: Reprodução/Facebook IEEE IE FRB

“Mesmo com essa distância ela se desloca de Feira até Cruz para fazer
esses encontros, para motivar o grupo. A professora Cris é uma pessoa
que o sangue dela incentiva. Ela é uma inspiração. Não tem outra palavra.
Ela busca engajar as meninas, é realmente uma grande inspiração para
todas nós, que ainda somos estudantes”, elogia.
Ana Helen acompanhou de perto o trabalho da professora Cristiane,
mas como representante dos grupos de afinidade em toda a região
nordeste. A chegada da orientadora no grupo da UFRB foi o que chamou de
“encontro muito bonito”, responsável por potencializar o desenvolvimento
das colegas baianas. Exemplo disso é o terceiro lugar no prêmio Grupo de
Afinidade emplar da América atina e Caribe. A meta alcançada em
foi planejada um ano antes.
“A chegada dela no nosso grupo veio pra mudar da água pro vinho. Ela
trouxe sua experiência e força de vontade de trabalhar, conseguiu ajudar a
gente de forma incrível. No momento que ela chegou, que fez o planejamento
Conheça a pro essora que oi a primeira pessoa da do ano todo com a gente, que a gente conseguiu definir e atamente o que
iria fazer e o que queria alcançar, deixou tudo muito claro”, acrescenta Camilla Ela é uma inspiração. Não
América Latina a ganhar pr mio internacional por sua Almeida, estudante do 8º semestre de Engenharia Elétrica e presidente do
WIE UFRB em 2019.
tem outra palavra. Ela busca
engajar as meninas, é
atuação nas áreas de tecnologia, sociedade e engenharia realmente uma grande
APRENDI ADO M T O

E
la inspira. E foi justamente essa capacidade de poucos fessora, que é também vice-presidente do WIE Profissional
“Ser a melhor”, “enfrentar os obstáculos”, “ter capacidade de chegar onde inspiração para todas nós, que
quiser” são algumas das lições aprendidas cotidianamente pelas estudantes ainda somos estudantes.
que motivou sua indicação ao prêmio internacional 2021 da Seção Nordeste.
do IEEE WIE UFRB. A estudante Ana Hellen destaca a importância de ter uma
IEEE Undergraduate Teaching Award, promovido pelo O primeiro projeto é o Woman in Engineer (WIE), um
profissional como a professora Cristiane orientando o grupo. Ana Hellen Santos,
Institute of Electrical and Electronic Engineers (Instituto de grupo de afinidade que incentiva a presença de mulheres
“Ela nos empodera, nos inspira, nos engaja. Ela mostra a todo momento Estudante, graduanda no 7º semestre de
Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) desde 1990. A profes- na área de engenharia. Na graduação são realizados projetos Engenharia Mecânica
que a gente é capaz, que a gente precisa ter foco, determinação e resiliência
sora Cristiane Agra, da Universidade Federal do Recôncavo de desenvolvimento e treinamentos técnicos. Um desses
para conseguir o que a gente tanto deseja – sejam metas pessoais ou metas
da Bahia (UFRB), foi a primeira pessoa da América Latina a projetos é o ‘Princesas da Tecnologia’, situado em Feira de
profissionais”, lembra.
receber a honraria.Engenheira de materiais formada pela Santana, conhecida como Princesa do Sertão, que desenvolve R CODE
Mas não são apenas as estudantes que aprendem com a orientadora.
Universidade Federal de Campina Grande, em todos os ní- meninas ainda no ensino médio. Conheça o trabalho do IEEE IE FRB
Se, por um lado, tem muito da professora Cristiane Agra nas aspirantes a
veis de graduação e pós-graduação, Cristiane concorreu na O outro projeto é a pesquisa Lean Healthcare, com foco https://www.instagram.com/ieeewieufrb/
engenheiras, as jovens deixam muito de si na professora também.
categoria Undergraduate Teaching, com outros professores nas unidades de saúde. Exclusivamente composto por me-
“Primeiro, alegria, porque a maior parte das meninas são muito jovens.
universitários em todo o mundo. Os critérios de avaliação ninas, tem como objetivo impacto social: a implementação
Outra é a energia. Elas não param! A gente tem agenda toda semana.
envolvem metodologias ativas, desenvolvimento de alunos de ferramentas que melhorem a gestão nas unidades de
Não existe ‘parar pra descansar’. Existe o descanso do lazer e tudo, mas a
do ensino médio e já na graduação, preocupação em desen- saúde pública. Isso inclui redução de desperdícios com
energia e alegria delas me contagiam tanto que acabo levando pra minha
volver projetos que facilitem o aprendizado na faculdade... medicamentos e melhor distribuição de medicamentos e
vida pessoal também. Meu esposo diz que eu tenho que parar um minuto”,
“Hoje eu conduzo dois projetos: um voltado para o IEEE insumos médicos. Atualmente, o grupo trabalha no Hospital
lembra, aos risos.
e outro que é um projeto de pesquisa”, diz orgulhosa a pro- da Mulher de Feira de Santana.

10 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 11
#ATENDIMENTO CREA #ATENDIMENTO CREA

CREA BA REALI A
te no início da pandemia, quando não
havia informação precisa de cuida-
dos para evitar o contágio do vírus”,
analisa. Para ele, mesmo com o fim

ATENDIMENTO PRESENCIAL
da pandemia, muitos profissionais
acabarão preferindo realizar boa parte
dos serviços on-line.

COM AGENDAMENTO PRODUTIVIDADE

Foto: Ângelo Rosário


NA PANDEMIA
A supervisora de relacionamento
do Crea-BA, Juliana Carvalho, garante
que a produtividade do setor aumen-
tou muito durante a pandemia, pois mais utilizado pelos profissionais para respondidas no mesmo dia para um
o estado é muito grande, e algumas requisitar o agendamento de serviços, atendimento que, geralmente, aconte-
inspetorias não puderam funcionar. como emissão de certidões especiais. ce no dia seguinte ao requerimento. A
“Nesse período, deixamos toda a de- Já Juciara Bittencourt, superviso- repartição também é responsável pela
manda em dia, mesmo com o aumento ra de Cadastro do Crea-BA, conta que emissão de registro de obra intelectual
de atendimento”, pontua. o setor tem recebido muitos pedidos e solicitação de registro de estrangeiro
Ela conta que, logo no início da pan- de emissão de certidão para emis- para atuar no Brasil.
demia, o Crea tomou a iniciativa de são de registro junto a Ordem dos
disponibilizar o telefone de todos os Engenheiros de Portugal (OEP). “Os CUIDADOS
gestores para tratar as demandas rece- profissionais que irão trabalhar em
bidas. “Nós sempre buscamos atender Portugal têm nos procurado muito. COM A EQUIPE
nosso público da melhor forma possí- Nós damos a entrada na solicitação, Todos os servidores irão trabalhar

Foto: Ângelo Rosário


vel, de forma satisfatória. Priorizamos o fazemos a análise dos documentos, com máscaras e terão disponíveis
atendimento de profissionais e empre- enviamos para o Confea, que encami- para uso protetores faciais e álcool.
sas, nos adequando à situação imposta nha o pedido para OEP”, explica o pro- Os funcionários que pertencem aos
Atendimento deverá ser agendado para evitar aglomeraç es
pela pandemia, dando o melhor para o cesso. Antes da pandemia, a média grupos de risco continuarão atuando
nosso público”, salientou. de pedidos no setor era de quatro por em teletrabalho. Os horários de aten-

O
Neste período, o setor monitorou mês, mas de abril a agosto, a média dimento permanecem os mesmos na
Conselho Regional de Engenharia vés do e-mail (atendimento@creaba. e tratar todos os processos de forma
o canal eletrônico com pedidos de mensal subiu para seis pedidos. sede e inspetorias, exatamente como
e Agronomia (Crea-BA) se pre- org.br , a fim de evitar aglomeração. virtual. “Até antes de , um profis-
agendamento para dar uma resposta A resposta de agendamento no se- era em março, antes da mudança da
parou para realizar o atendi- “ ssa é uma forma oficial que temos. sional que ia se registrar no conselho
ao profissional no prazo máximo de 24 tor também é rápida. Segundo Juciara, rotina decorrente da pandemia do novo
mento presencial dos profissionais as se o profissional, por e emplo, ligar precisava apresentar seu diploma e
horas. O e-mail institucional foi o canal as solicitações de agendamento são Coronavírus.
registrados. Durante todo o período no TeleCrea (71) 3453-8990, vamos preencher um requerimento físico, em
de distanciamento social, a equipe de atendê-lo, pois estamos aqui para aju- papel. Atualmente, o requerimento é
atendimento do Crea-BA se empenhou dar as pessoas”, afirma. eletrônico e a documentação pode ser
em dar uma rápida resposta para os Quem optar por ir até a sede do remetida após ser escaneada”, informa. DE ABRIL A AGOSTO FORAM FEITOS . ATENDIMENTOS VIA E MAIL
engenheiros, agr nomos, aos profis- Crea ou inspetorias deve obrigatoria- Entre os poucos serviços que apenas
sionais das geociências e urbanistas mente fazer uso das máscaras faciais podem ser feitos presencialmente está
que precisassem de algum serviço. durante todo o tempo de permanência a entrega da carteira profissional, tan- AFERI O ABRIL A AGOSTO/ AFERI O ABRIL A AGOSTO/
O retorno do atendimento presencial nas instalações. Será disponibilizado to a primeira via quanto a emissão da
EMISSÃO ARTS EMISSÃO CATS REG. EMPRESAS REG. PROFISSIONAIS
ocorreu no dia 21 de setembro. álcool em gel ou líquido para higieni- segunda via.
Segundo Joel Carvalho, coordena- zação das mãos na entrada e na saída Joel avalia que o novo coronavírus ABRIL 8.657 252 ABRIL 169 291
dor de Registro e Cadastro do Crea-BA, do local, além da exigência do distan- acabou forçando muitos profissionais
MAIO 9.738 266 MAIO 130 265
houve um estudo para “o retorno com ciamento de pelo menos 2 metros e a mudarem de postura. “Há ainda pro-
responsabilidade”. Assim, os profissio- a suspensão do contato físico entre fissionais que querem ser atendidos JUNHO 11.815 294 JUNHO 145 391
nais que precisarem de atendimento as pessoas. presencialmente, mesmo podendo
podem se sentir seguros de que todos O coordenador destaca que são pou- fazê-lo de forma on-line. Só que a
JULHO 14.822 332 JULHO 166 532
os protocolos sanitários estão sendo cos serviços que precisam ser feitos pandemia forçou muitas pessoas a AGOSTO 15.503 401 AGOSTO 155 472
seguidos. Uma das medidas adotadas pessoalmente, pois o Crea-BA dispõe se deslocarem para o virtual. Em um
é o agendamento de atendimento atra- de um sistema que permite trabalhar determinado momento, principalmen- TOTAL . . TOTAL .

12 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 13
#FISCALIZAÇÃO #FISCALIZAÇÃO

FISCAIS DE VOLTA S R AS
mil protocolos internos tramitados de março a julho.
Agora, com parte da equipe de volta às ruas, Câmera FISCALI A O EM TELETRABALHO
ressalta que todos os protocolos de segurança estão
sendo respeitados, com os profissionais devidamente M S DE AFERI O AGOSTO/
Equipe de fiscalização cumpre quase mil atos paramentados, usando máscaras, escudos faciais,
álcool gel e álcool isopropílico, além de outros equi- ATOS
AUTOS
2020
AUTOS ANOS
ANTERIORES
fiscalizat rios em retorno das inspeç es presenciais pamentos de proteção individual (EPIs) já comuns
às tarefas. Antes de ir a campo, os servidores foram JANEIRO 2.088 157 725
testados para Covid-19, e aqueles considerados no

A
grupo de risco à doença, seja por idade ou comorbi- FEVEREIRO 2.889 256 465
pós mais de quatro meses com com mais fiscais e com os protoco- de saúde, respeitamos e não saímos.
as atividades presenciais sus- los de segurança definidos pelo po- Saímos apenas quando a pandemia dades preexistentes, seguem no teletrabalho.
O setor elabora ainda um planejamento para a MARÇO 3.118 986 1.499
pensas, devido à pandemia, a der público. Depois, as visitações in demonstrou sinal de redução e, ob-
equipe de fiscalização do Conselho loco também foram retomadas nos viamente, quando os decretos muni- extensão das inspetorias. Se a retomada for defini-
tiva, Câmera estima que em outubro todos os pro- ABRIL 2.455 690 1.900
Regional de Engenharia e Agronomia municípios de Alagoinhas, Bom Jesus cipais ou estaduais permitiram nossa
da Bahia (Crea-BA) voltou a campo da Lapa, Jacobina, Jequié, Ribeira do atuação”, frisa Augusto Câmera, coor- fissionais possam retomar seus postos de trabalho.
MAIO 2.832 308 379
em agosto para inspecionar obras Pombal, Santa Maria da Vitória, Irecê, denador de fiscalização da entidade. Mas a entidade já tem um plano B, caso ainda não
em andamento. O saldo da retomada Feira de Santana, Itaberaba e Teixeira Durante a quarentena, os 58 mem- seja seguro ter os demais servidores em exercício: JUNHO 2.985 1.182 343
é positivo: 963 atos fiscalizatórios de Freitas. bros do setor se dedicaram a diminuir a uma “mini-força-tarefa” para que os fiscais mais
foram cumpridos desde então. “Era um anseio nosso já de muito demanda represada de anos anteriores próximos cubram a inspeção nas zonas daqueles JULHO 2.636 1.216 95
Inicialmente, o trabalho foi con- tempo, mas em respeito às condicio- e dos primeiros meses de 2020 — fo- ainda em teletrabalho. A medida visa a garantir a
centrado em Salvador, por ser a cidade nantes e às imposições dos órgãos ram 17 mil pendências concluídas e 30 efetividade das fiscalizações, que se tornaram ainda AGOSTO 2.826 407 22
mais importantes.
TOTAL . . .
FOCO NO E ERC CIO ILEGAL

Foto: Ângelo Rosário


Foto: Ângelo Rosário

Neste período inicial, a prioridade nas inspeções


têm sido as obras de médio e grande porte que fo-
ram alvo de denúncias durante a quarentena. Para
o coordenador, a aus ncia de fiscalização pode ter
culminado em aumento no número de irregularidades
durante a fase mais crítica da pandemia.
Ao longo de todo o primeiro semestre do ano,
foram . ações de fiscalizações feitas no estado,
com 8.890 autos lavrados. Já no período referente
a julho e agosto, a equipe realizou 5.462 atos, com
1.740 autos lavrados.
“ omos acostumados a dizer que a fiscalização é
uma forma educativa de mostrar ao profissional que
ele deve fazer aquilo que está na lei e quando você
não tem a presença de um fiscal, que muitas vezes
orienta por seu conhecimento, ele acaba por esque-
cer de cumprir a legislação. Então, com a falta dessa
orientação in loco, com certeza deve ter tido muitos
exercícios ilegais”, lamenta Câmera, ao ressaltar que
o objetivo do Crea-BA é sempre educacional. O auto
de infração deve ser o último recurso utilizado.

Todos os protocolos de segurança estão


sendo respeitados, com os profissionais
devidamente paramentados, usando
máscaras, escudos aciais, álcool gel
e álcool isopropílico, além de outros
Inspeç es oram retomadas em mais de cidades baianas equipamentos de proteção individual
(EPIs) á comuns s tare as

14 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 15
#ENGENHARIA DE RISCO #ENGENHARIA DE RISCO

Como a engenharia ESPECIALISTAS E PLICAM A IMPORTÂNCIA DA


ENGENHARIA DE SEG RAN A DE PROCESSOS PARA EVITAR
pode prevenir DANOS ATRELADOS ENGENHARIA DE RISCO
acidentes como a
E
se a tragédia no porto de Beirute fosse no porto de tão forte que chegou a abrir uma cratera de 43 metros
Salvador? Especialistas ouvidos pelo Conselho Regional de profundidade no porto, além de ocasionar um tremor

explosão no porto de de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA) ado-


tam cautela nas projeções por considerarem que diversas
variáveis interfeririam na dimensão do estrago — condições
de magnitude 3,3 graus, conforme registrado por obser-
vatórios sismológicos.
A investigação que apura as causas da tragédia ainda não
climáticas, planície das áreas, carga explosiva, entre outros foi concluída, mas é fato que algo detonou as 2.750 tonela-

BEIRUTE
pontos. Mas, de uma coisa o professor e engenheiro químico das de nitrato de amônio, substância altamente explosiva
Antônio Ribeiro, especialista em Engenharia de Processos, e normalmente utilizada na produção de fertilizantes, que
não tem dúvida: “acabaria com parte da Cidade Baixa”. estavam no local. Como Ribeiro explica, o nitrato não é in-
No Líbano, a megaexplosão, ocorrida no dia 4 de julho, amável em condições normais, logo, a carga não e plodiria
provocou a morte de mais de 180 pessoas, deixou outras por conta própria. O engenheiro químico Luiz Cláudio Lopes
seis mil feridas e cerca de 300 mil desabrigadas com a complementa ao dizer que tampouco um pequeno incidente
destruição de casas e edifícios, conforme os números seria capaz de tamanha destruição, o que sugere que uma

Fotos: Shutterstock
divulgados pela imprensa internacional. O impacto foi série de erros esteja por trás da tragédia.

Uma grande explosão como aquela de


Beirute nunca ocorre de um único evento, é
uma cadeia. Tem um evento menor que
dispara um evento um pouquinho maior
que dispara um evento médio e aí esse
evento médio tem potência para disparar
um evento catastrófico.
Avalia o especialista, que hoje presta consultoria em
Gestão de Riscos para a RSE Consultoria, Gerenciamento
de Riscos e Empresariamento.

BOMBA FL T ANTE
Lopes e Ribeiro concordam que entender o que ocorreu
em Beirute passa por compreender antes sob quais condi-
ções a carga de nitrato de amônio estava armazenada. A
substância estava no local desde 2014, mas sua história
com o Líbano começou a ser contada um ano antes, quando
o navio MV Rhosus fez uma parada de emergência no porto
da capital após apresentar problemas técnicos.
A embarcação saiu de Batumi, na Geórgia, em 23 de
setembro de . O destino final da viagem era o porto
de Beira, em Moçambique. No entanto, depois da parada
emergencial, o navio construído em 1986 foi impedido de
seguir viagem porque, segundo reportagem do jornal O
Globo, inspeções das autoridades portuárias concluíram
que ele não tinha condições de concluir o percurso.

16 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 17
#ENGENHARIA DE RISCO #ENGENHARIA DE RISCO

Cinco dos tripulantes — dois russos não pagou as taxas portuárias cobradas trato, entregá-lo ao Exército libanês ou

Foto: Civil De ense LB


e três ucranianos — foram obrigados nem deu satisfação às autoridades, vendê-lo à Companhia de Explosivos
a permanecer a bordo mesmo após o deixando que os funcionários respon- Libaneses. Como se sabe, nenhuma das
confisco do navio, sob o argumento de dessem pelo problema. opções foi adotada pelo país.
que era necessário manter a embar- Foi quase um ano depois, em se-
cação utuando e a carga segura. a tembro de 2014, que a Justiça libanesa C LT RA DE SEG RAN A
Ucrânia, onde o caso foi amplamente permitiu que os tripulantes saíssem da Com base nessas informações, as
repercutido, eles eram tratados como embarcação e fossem repatriados. A investigações preliminares indicam ao
“reféns” enquanto a embarcação era carga foi transferida para o armazém menos dois problemas: negligência e
chamada de “bomba utuante”. 12, localizado em frente à principal ro- falta de ação por parte do poder pú-
“Nós estamos aqui desde outubro dovia que liga o Norte ao Sul do país, blico. “Pra você guardar um material
[de 2013], com uma carga de nitrato onde permaneceu até a explosão. desses, você teria que ter um processo
de amônio, um explosivo [...] Fomos Tanto o gerente geral do porto, de contingência grande e segurança
abandonados, vivendo sem salário em Hassan Koraytem, quanto o diretor de processo. O primeiro passo é fa-
um barril de pólvora pelos últimos 10 da alfândega libanesa, Badri Daher, zer prevenção, o que provavelmente
meses”, disse o capitão Boris Prokoshev dizem ter feito vários alertas sobre não teve lá, utilizar outro produto ou
ao jornal Ukrainian Sailor, em julho o perigo da substância. Documentos manter esse produto com contingência
de 2014, conforme reproduzido por O obtidos pela imprensa internacional, para que não tivesse ponto de ignição”,
Globo. inclusive, confirmam essa versão ao e emplifica Ant nio ibeiro, especialis-
Já o dono da embarcação, identi- mostrar que funcionários da alfândega ta em Engenharia de Processos.
ficado como o russo gor rechush in, enviaram cartas à Justiça do país em De acordo com o também enge-
literalmente “abandonou o barco”. Uma pelo menos seis ocasiões, entre 2014 nheiro químico Luiz Cláudio Lopes, a A explosão gerou um tremor de magnitude , graus
reportagem da BBC Brasil conta que ele e 2017. Eles sugeriram exportar o ni- explosão despertou uma série de per-
guntas. Foram feitas análises de riscos não levar o cenário para uma situação absorve a cultura de segurança e faz
preliminares que definissem o grau daquelas como a de Beirute”, frisa. por uma obrigação. Aí a partir da dé-
Foram feitas análises de riscos preliminares que de segurança dos locais de armazena- Todos esses procedimentos inte- cada de 1990, esse conceito começou
mento? Havia controle de umidade e gram a chamada “cultura de seguran- a mudar com a ISO. Veio a ISO 9000,
definissem o grau de segurança dos locais de armazenamento
Fo
to:

ventilação? Quais eram os recursos de ça”, ausente no caso da capital libanesa. ISO 14000, ISO 45000… Hoje, a
Arq
uivo

Havia controle de umidade e ventilação? Quais eram os


Pesso

emergência e os recursos humanos dis- Lopes destaca que, historicamente, maioria das empresas trabalha no que
al

recursos de emergência e os recursos humanos disponíveis? poníveis? Ele mesmo tem a resposta: muitos estudos só são desenvolvidos nós chamamos de SGI, o Sistema de
“O problema nasce exatamente quando através da dor que acidentes catas- Gestão Integrada. Essa forma de in-
Ele mesmo tem a resposta: “O problema nasce exatamente
não há estudo”. tróficos como esse provocam, tanto tegrar a qualidade, o meio ambiente,
quando não há estudo. “Tudo que se fala em termos de se- com as perdas humanas quanto com essas normas e a segurança elevou o
Luiz Claudio Lopes,
Especialista em Engenharia de Processos gurança é porque você teve um estudo as perdas materiais. O reconhecimento patamar da indústria de confiabilida-
anterior; fez uma análise prévia. Aí você começa, então, na Europa, a partir de de e de integridade”, avalia Lalor, que
tem as chamadas medidas preventivas. episódios como o acidente nuclear de é também especialista em Engenharia

Foto: Shutterstock
A megaexplosão Por segurança, nós atuamos sempre de Chernobyl, em 1986, chega à indústria de Meio Ambiente e professor da
provocou a morte de mais forma preventiva, com uma série de dos Estados Unidos e depois avança pós-graduação em Segurança do
pessoas e deixou condições para administrar um risco para o resto do mundo. Trabalho da Universidade Federal da
outras seis mil eridas sem que ele tenha grandes chances Quanto ao Brasil, o especialista ava- Bahia (Ufba).
de concretizar os cenários estudados, lia que essa cultura ainda é baixa. Mas Por consequência, Lalor destaca que
ou de forma mitigadora, com uma ca- reconhece as melhorias atribuídas a esses eventos também serviram para
deia já mapeada de suporte técnico e diversos fatores, a exemplo dos efeitos valorizar o profissional da área porque
emergencial”, explica. da globalização e da legislação que se os empresários passaram a entender
Segundo o engenheiro químico tornou mais rígida. Já Lalor aponta que, sem um especialista no setor, a
Pedro Lalor, também especialista ainda outro fator que impulsionou essa empresa pode sofrer um sinistro capaz
em Gestão de Risco e Segurança de mudança de postura em território na- de destruir todo o negócio. Como em
Processos na RSE Consultoria, esse cional: a implantação de um sistema Beirute o porto é administrado pelo
plano B é formado pelas “barreiras rea- de qualidade na indústria. governo, a responsabilidade caiu na
tivas”, que fazem o primeiro combate “Quando eu comecei, há 30 anos, conta do poder público. Seis dias após
para atenuar as consequências do pro- o profissional estava muito ligado a a tragédia e, em meio a uma série de
blema, com planos de emergência, trei- uma questão de exigência da lei. Isso protestos, o primeiro-ministro Hassan
namentos e outras ações. “O objetivo é é muito ruim porque o empresário não Diab renunciou.

18 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 19
#ENGENHARIA DE RISCO

TODA ATIVIDADE É DE RISCO SE AS NORMAS


DE SEG RAN A FOREM IGNORADAS
Foto: Arquivo Pessoal

Todas as atividades envolvem ris- de jornal. O perigo do botijão de gás é


co, mas isso não quer dizer que elas grande, mas o risco de ocorrer algum
deixarão de ser praticadas. Através da acidente é pequeno, pois há a gestão
gestão de risco e práticas de seguran- do risco”, avalia.
ça, uma pessoa pode ficar tranquila O acidente no porto de Beirute com
por ter um botijão de gás em casa para o nitrato de amônio reacendeu o deba- Foto: Civil De ense LB Foto: Agencia Nacional de Noticias do Governo Libanes

utilizar no preparo de refeições. Dirigir te sobre a importância da implantação


um carro pela cidade também envol- de normas e métodos de segurança nos do e foi entregue ao órgão ambien-
ve risco, mas a partir de conceitos e mais diversos segmentos da economia, tal”, afirma o especialista. “ uando se Seja na construção civil, no setor elétrico, no ramo
prática de direção segura, o motorista como a portuária, refinarias e e tração conhece esses riscos, pode-se adotar petroquímico, automobilístico, é preciso fazer o controle dos
consegue reduzir as chances de um de petróleo, petroquímicas, construção medidas mitigadoras ou preventivas riscos. Você pode escolher conviver com o risco de forma
acidente. Esses são alguns exemplos pesada e até em uma indústria de la- para evitar que aquele acidente acon-
simples apresentados pelo engenheiro ticínios. “Qualquer empreendimento teça, e se acontecer, o que fazer para
segura ou torná-lo fatal. Humberto Rocha,
civil Aurinésio Calheira, especialista que envolve uma grande quantidade Engenheiro eletricista, especialista em Segurança
minimizar os efeitos do acidente”, ex-
em Segurança, superintendente de de pessoas e apresenta risco ambien- plica Aurinésio, complementado que,
Segurança e Meio Ambiente do Comitê tal precisa ter uma análise de risco”, se “a gestão do risco for adequada, o
de Fomento Industrial de Camaçari explica o engenheiro Aurinésio. O su- acidente não acontecerá”. houver um vazamento, sabendo que a Cofic criou um guia de auditorias com segurança é a O . A certifica-
Cofic . le usa os casos para ilustrar perintendente do Cofic, que também As indústrias da região de empresa está dentro de uma fazenda mais de mil perguntas para as empre- ção reúne todas as normas do sistema
que há atividades que representam é membro do Conselho Estadual de Camaçari contam, muitas vezes, com com 10 pessoas próximas, sabemos sas responderem. As companhias com de gestão em uma mesma estrutura,
algum perigo, mas que podem ser pra- Meio Ambiente (Cepram), informa que apoio de empresas de consultoria de que o perigo existe, mas consideramos melhores pontuações são premiadas, facilitando o processo de implantação,
ticadas se observadas as normas e leis todas as licenças para funcionamento gestão de riscos, através de elemen- que o risco de acidente com morte é pois o comit não é um órgão fiscaliza- execução e auditoria. A ISO detalha
de segurança. “Sobre o botijão de gás, de empresas que apresentam riscos tos de gestão. “É preciso conhecer os menor do que se o laticínio estivesse dor e sim incentivador. Esse processo todos procedimentos necessários para
percebemos que o risco é tão pequeno são expedidas pelo Instituto do Meio elementos para saber quais são os dentro da cidade”, explica. educativo permite ainda a troca de elevação dos padrões de segurança de
que, quando ocorre, vira até notícia Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). riscos. É preciso fazer um inventário, No Polo de Camaçari, é realizado experiências entre as empresas para uma empresa. E quanto mais a empresa
A partir de sua experiência, observar como está a documentação com frequência um treinamento para melhorarem a gestão de risco. investe em segurança, mais benefí-
Aurinésio Calheira conta que no Polo de manutenção, é o que chamamos, situações de risco envolvendo 18 mil O engenheiro eletricista Humberto cios fiscais ela recebe, através do Fator
de Camaçari há diversos cenários de neste caso, de gestão da informação. pessoas. O simulado é um dos maio- Rocha, especialista em Segurança, por Acidentário Previdenciário (FAP), criado
riscos ambientais, mas que, entre 2002 A partir desses elementos, fazemos res do país e o último foi realizado em sua vez, analisa que todos “os empreen- pela Lei 10.666/2003.
e , o Cofic realizou o maior estudo uma análise de risco para dizer qual agosto, realizado por videoconferência, dimentos já nascem com uma análise Através da FAP, o Instituto
de risco no mundo, o que minimiza as a quantidade de uma determinada com participação de cerca de 40 em- de risco”. Mas as grandes corporações Nacional de Seguro Social (INSS) ava-
chances de ocorrência de um acidente substância, por exemplo, que pode presas, a Polícia Militar, a Companhia fazem a gestão do risco através de lia os riscos de acidentes das empre-
na região. “Nós levantamos todos os ser estocada naquele local, em função Independente de Policiamento controles internos e da adoção da sas relativas aos dois anos anteriores.
riscos existentes nas empresas do Polo, da população circunvizinha”, afirma Especializado (Cipe), Polícia Rodoviária, Compliance – uma política e cultura Quanto menor o número de acidentes,
dos produtos envolvidos, dos riscos de Calheira. Ele diz que, em uma empresa Defesa Civil, Grupamento Aéreo, organização para cumprir todas as nor- menos impostos a empresa paga. “Mas
explosão, riscos de incêndio, riscos de de laticínio, por exemplo, usa-se amô- Serviço de Atendimento Móvel de mas legais e atuar em conformidades. se tiver muitos acidentes, o INSS eleva
vazamento de gás. Tudo está mapea- nia para refrigerar os produtos. “Se Urgência (Samu) e a Concessionária “Quando operam em conformidade, as o valor do imposto para cobrir despe-
Bahia Norte. “O simulado é realizado empresas se tornam eficientes, efi- sas previdenciárias”, explica Humberto
Foto: Arquivo Pessoal
para que todos estejam preparados cazes e previnem acidentes”, afirma Rocha. “Por isso, nunca é demais falar
para quando alguma emergência ocor- Humberto Rocha. “É possível ver isso que segurança é investimento”. Para
uando eu comecei, há anos, o profissional estava muito ligado rer e reduzirmos ao máximo os impac- na prática. Quando uma empresa acha Humberto Rocha, todo engenheiro,
a uma questão de exigência da lei. Isso é muito ruim porque o tos. Todas as empresas paralisaram que é banal estar em conformidade, independente da área de atuação,
suas atividades por uma manhã para são grandes as chances de acidentes. precisa ter conhecimentos básicos
empresário não absorve a cultura de segurança e faz por uma obrigação.
que o simulado ocorresse”, conta. As empresas precisam atuar de acordo de segurança. “Seja na construção
Aí a partir da década de 1990, esse conceito começou a mudar com a Os simulados ocorrem devido ao com as leis e normas e, sobretudo, não civil, no setor elétrico, no ramo pe-
ISO. Veio a ISO 9000, ISO 14000, ISO 45000. número de acidentes ocorridos na dé- ser negligente”, assevera. troquímico, automobilístico, é preciso
cada de 1980, envolvendo químicos e ma das certificações mais confiá- fazer o controle dos riscos. Você pode
Pedro Lalor,
Engenheiro químico, especialista em Gestão de Risco e Segurança de Processos na RSE Consultoria
petroquímicos. “Com isso, passamos a veis no mundo de que a empresa está escolher conviver com o risco de forma
trabalhar na prevenção de acidentes. O em conformidade com as normas de segura ou torná-lo fatal”, declara.

20 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 21
#ENGENHARIA DE RISCO #ENGENHARIA DE RISCO

Foto: Arquivo Pessoal


SEG RAN A informando a quantidade do produto que que as empresas valorizem os engenhei-
será necessário, se há residências no ros de Minas e não contratem empresas
COM E PLOSIVOS entorno, se há barricadas para contenção ilegais pelos riscos de acidentes.
O nitrato de amônio é um dos pro- de ondas mecânicas em caso de explo-
dutos mais utilizados pela maioria das são, se há paiol para armazenamento do LEGISLA ES O acidente em
mineradoras do país como oxidante de produto, com controle de temperatura, Na Bahia, a Resolução 4578/2017, Beirute reacendeu
explosivos. Todo manuseio, armaze- umidade, entre outras informações”, ex- do Conselho Estadual de Meio o debate sobre a
namento e deslocamento do produto plica o engenheiro. Ambiente (Cepram) é a principal norma importância de normas
é regulado e fiscalizado pelo ército, De acordo com Pedro Lemos, a em- para gerenciamento de risco para em- e métodos de segurança
conforme previsto na Portaria 147 – presa que utiliza explosivos precisa ser preendimentos implantados na Bahia, Fotos: Divulgação/ Cofic

Colog, de 21 de novembro de 2019. O cadastrada no Exército, ter um capital para prevenir a ocorrência de danos à
capítulo 5 da norma é inteiramente social superior a R$ 200 mil, seguir a saúde humana, ao meio ambiente e as
dedicada ao uso de nitrato de amônio, legislação vigente, como a Portaria do instalações, e é válida para todos os
tanto para explosivos quanto para agro- Exército e as leis estaduais de meio negócios que utilizem substâncias con-
nomia. “Trabalhamos diretamente com
o nitrato de amônia na mineração, pois
ambiente. A mineradora ainda deve sideradas in amáveis, combustíveis, PARECE INOFENSIVO, MAS N O
contratar um profissional chamado tóxicas ou explosivas. Essa resolução é
ele é o oxidante de explosivos”, explica “blaster”, certificado pela olícia Civil utilizada como base em boa parte dos
o engenheiro de Minas, Pedro Lemos, O nitrato de amônio é um sal inorgânico, encontrado
para manusear os detonadores. O en- estados brasileiros para elaboração de
presidente da Associação Baiana dos na cor branca, que em estado puro e simples parece um sal
genheiro Luís Braga acrescenta ainda projetos de gerenciamento de riscos.
Engenheiros de Minas (Abem). grosso. Inofensivo na aparência, é perigoso e precisa ser
que todo procedimento de detonação é O gerenciamento de riscos envolven-
O produto é usado em quase 99% armazenado adequada e cuidadosamente, devido ao seu
acompanhado pelo setor de Engenharia do energia nuclear é previsto em reso-
dos explosivos utilizados pela mineração de Segurança do Trabalho. Antes disso, luções da Comissão Nacional de Energia
caráter oxidante e reagente a diferentes compostos. PROTOCOLOS DE MANEJO
brasileira pela segurança. “O explosivo “Para ocorrer fogo ou explosão, você precisa de três coisas: O armazenamento do nitrato de amônio é o maior risco
ele lembra que toda movimentação do Nuclear. Já o manuseio de explosivos é
evoluiu muito. Antes, eles eram fabri- combustível, comburente e uma fonte de calor, de ignição. associado à substância. Se feito de maneira incorreta, pode
explosivo é rastreada, desde a saída regulamentado pelo Exército Brasileiro,
cados com nitroglicerina, um material Quando junta esses três elementos, você tem o fogo e a ex- haver contaminação com produtos in amáveis, e posição
da fábrica. “Todos os explosivos são através da Portaria 147, do Comando
que causava problemas de saúde e pre- plosão. O nitrato de am nio, quando consultada a ficha de de calor ou ainda retenção de gases — e, consequentemen-
registrados com uma sequência de 24 Logístico (Colog), com destaque para
cisava de um controle muito grande na informação de segurança do produto (FISPQ), ela diz claramente te, explosões. Há ainda o risco de contaminação do solo e
números. Eles são rastreados em todo o capítulo V, que estabelece as regras
aplicação. Já o nitrato de amônia, é uma que ele é classificado como produto comburente”, e plica érgio irritação da pele e dos olhos. O professor Antônio Ribeiro
o trajeto é preciso ter escolta no trans- de segurança para manuseio do nitrato
substância muito mais segura, além de Ferreira, engenheiro químico na DuPont com 35 anos de atuação acrescenta que, em caso de circulação na corrente sanguínea,
porte, com filmagem”, afirma. de amônio.
ser biodegradável”, explica Lemos. no mercado de riscos e processos na área. a substância pode desencadear problemas como a metemo-
Tanto Pedro Lemos quanto Luís As empresas com alto padrão de
O engenheiro de Minas Luís Braga De acordo com o professor Antônio Ribeiro, especialista globinemia infantil, a doença do bebê azul, caracterizada pela
Braga informam ainda que a maioria segurança são beneficiadas pelo Fator
explica que o fabricante do nitrato de na área de Engenharia de Risco, o nitrato de amônio pode baixa concentração de hemoglobina no sangue.
das empresas de mineração optam Acidentário de Prevenção (FAP), previsto
amônia no Brasil fornece junto com o ser obtido de duas formas. A primeira delas, pela reação Para evitar situações de risco, os engenheiros utilizam
por comprar a quantidade necessária na Lei n.º 10.666/2003. O texto pre-
produto um manual de como estocar, entre sulfato de amônio – (NH4)2SO4 – e nitrato de cálcio como protocolo de manejo referências internacionais, já
de explosivos para cada detonação. vê redução das alíquotas do Risco de
como manusear e quais procedimentos – Ca(NO3)2; a segunda possibilidade é a partir da amônia que no Brasil ainda não há legislações que regulamentem
“A maioria das pedreiras da região de Acidente de Trabalho (RAT) de 1 a 3%
de segurança devem ser adotados. Braga gasosa – NH3(g) – e ácido nítrico – HNO3(aq). os aspectos de segurança do produto.
Salvador, por exemplo, compra a quan- segundo o desempenho de cada empresa
afirma que o ército só autoriza a utili- O Brasil produz atualmente 500 mil toneladas da subs- “Uma referência muito boa que a gente costuma usar
tidade necessária para cada detonação, no interior da respectiva Subclasse da
zação do produto após a apresentação tância por ano, através de uma indústria química no polo bastante são indicações, protocolos e guideliness do CCPS,
para evitar estocar o produto, roubos Classificação acional de Atividades
de um plano de segurança. “Qualquer petroquímico de Cubatão, na Baixada Santista. No entanto, o Centro de Segurança de Processos dos Estados Unidos.
e acidentes. Se ela comprou 10 quilo- con micas Cnae . O FA anual re ete
engenheiro que vai realizar uma explosão a maior parte do que é usado no Brasil ainda é importado de Existe um guideline que trata exatamente deste risco com
gramas de explosivos, tem que usar os a aferição da acidentalidade nas empre-
tem que apresentar um plano de segu- países como Rússia e Emirados Árabes. Em todo o mundo, materiais sólidos, que eles chamam de explosão em poeira.
10 quilogramas”, frisa Luís Braga. Eles sas relativa aos dois anos imediatamente
rança para o Exército, de forma detalhada, a produção do nitrato de amônio é da ordem de 22 milhões Existe também a NSPA, Associação Nacional de Controle de
também destacam que é fundamental anteriores ao processamento.
de toneladas. Fogo Americano, que tem também várias normas”, enumera
O principal uso de todo esse nitrato de amônio é na o engenheiro químico Sérgio Ferreira.
agricultura, como fonte de nitrogênio para o solo. Neste Na Bahia, o especialista destaca uma iniciativa adotada
caso, a substância pode ser usada nas formas nítrica (NO3) e desde 2007, após norma de segurança de processos editada
Para ocorrer fogo ou explosão, você precisa de três coisas: combustível, amoniacal (NH4). Por outro lado, Ribeiro lembra que o nitrato pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).
Fo

comburente e uma fonte de calor, de ignição. Quando junta esses três


to:
Arq

de amônio é usado também em explosivos para minas, pe- O documento estabelece que as empresas desenvolvam um
uivo

elementos, você tem o fogo e a explosão. O nitrato de amônio ele é


Pesso

dreiras e construção civil; herbicidas e inseticidas; obtenção sistema de processos baseado em risco. Além disso, perio-
al

classificado como produto comburente. de óxido nitroso para aplicação industrial; absorventes para dicamente profissionais de diferentes ind strias do rasil
Sérgio Ferreira, óxidos; oxidante para propulsores em foguetes; fabricação se reúnem em reunião do CCPS para discutir aspectos de
Engenheiro químico com 35 anos de mercado de riscos e processos de sacos isotérmicos; e na produção de fumaça anestésica segurança de processos, armazenagem, produtos químicos,
para auxiliar no manejo de colmeias. incêndios e explosões.

22 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 23
#CENTENÁRIO ODEBRECHT #CENTENÁRIO ODEBRECHT

trabalho de outras tantas pessoas que canonizada pelo Vaticano em 2019. Ele
tiveram orgulho de trabalhar naquele a chamava de “mãe profissional” e, com Ele se preocupava
empreendimento. ela, aprendeu a buscar novos desafios
O administrador Júlio Perdigão, para expandir a empresa.
com o objetivo daquela
corrobora com Chagas. “Norberto não Todo seu conhecimento foi per- obra, se benefi ciaria a
tolhia ideias. Ele te conduzia para en- petuado em 10 livros — entre eles,
contrar soluções, analisando o cenário Sobreviver, Crescer e Perpetuar. Como
população. Ele não via a
no qual aquele desafio estava inseri- educador, ele sabia que o conhecimen- Engenharia como algo
do”, conta. Como engenheiro, Perdigão to precisava ser disseminado, quase
afirma que Norberto era visionário. “O que como uma doutrina, a partir de
estanque. Ele via como
engenheiro, por essência, é uma pes- um lema: “disciplina gera respeito, que algo humano.
soa desenvolvimentista. É uma pessoa gera confiança”. Como ser humano que
de realizações. Ele era um engenheiro acreditava no poder da transformação afirma Luís Roberto Chagas
do fazer acontecer, não de prancheta. social, criou a Fundação Odebrecht, em
Ele tinha muito esse ideal desenvol- 1965, quando ainda não se falava em

O engenheiro
vimentista”, acrescenta. “responsabilidade social”.
Um dos maiores orgulhos de Fotos: Divulgação / CNO

Norberto Odebrecht foi ter se torna-


do membro da Academia Nacional de
Engenharia. E quem conviveu com ele

NORBERTO
atesta que ele foi muito mais do que
um engenheiro ou um empresário: era
um líder, um educador e um ser huma-
no que defendia o desenvolvimento

ODEBRECHT
e a geração de oportunidades. Com o
passar dos anos, ele observou, concei-
tuou, sistematizou e disseminou tudo
o que produzia, através da Tecnologia
Empresarial Odebrecht — a TEO.
O diretor de comunicação da

A
pesar de tantos feitos, de ser 2ª Guerra Mundial. A construtora do ma. Ele conceituava aquela questão Odebrecht, Márcio Polidoro, conta al-
reconhecido nacionalmente pai havia falido e se mudara para e estimulava as pessoas a pensarem gumas curiosidades que lhe chamaram
como um grande empresário, Santa Catarina, mas Norberto, um em nas soluções. Ele queria que os en- a atenção logo quando foi trabalhar na
Norberto Odebrecht gostava mesmo autêntico nordestino, não queria ir genheiros levassem em consideração construtora. “Nós não tínhamos car-
era de ser chamado de engenheiro. para o Sul do país, pois acreditava no que, sem vegetação, haveria retenção tão de ponto. Para Norberto, o cartão
Ele cresceu no meio de canteiros de negócio, e, movido por sua intuição, de água no solo antes de chegar no era uma forma de controle, e pessoas
obras, acompanhando o pai, Emílio decidiu negociar com credores, for- rio, perdendo o objetivo. Para ele, não controladas não são felizes. Ele tinha
Odebrecht, em diversas empreitadas. necedores e clientes. Ofereceu como era uma questão apenas de fazerem a sensação de que o cartão era uma
Dali tirou diversos ensinamentos, que contrapartida o seu maior ativo: a uma conta de matemática”, afirmou. demonstração de desconfiança”, relata
se desdobraram em muitas trocas de mão de obra de mestres e operários Chagas afirma que, como enge- Polidoro. Outra curiosidade de que
conhecimento. Em 2020, se come- capacitados e formados por seu pai. nheiro, Norberto sempre pensava ele se lembra é o fato de Norberto só
mora o centenário deste personagem O engenheiro civil Luís Roberto em soluções para a sociedade. “Ele despachar a lápis, o que define como
importante para a Engenharia baiana Chagas começou a trabalhar na em- se preocupava com o objetivo daquela “simbólico”. “Se você não cumprisse
e brasileira. presa como estagiário, em 1968. Nos obra, se beneficiaria a população. Ele aquela delegação no prazo, poderia
Norberto Odebrecht nasceu no 48 anos em que trabalhou na compa- não via a Engenharia como algo es- apagar e mudar a data. Isso era con-
dia 9 de outubro de 1920, em Recife, nhia, teve algumas oportunidades de tanque. Ele via como algo humano”, fiança”, pontua.
Pernambuco. Sua família se mudou estar ao lado de Norberto. Ele conta pontua. Ao fazer o prefácio de um li- Norberto também gostava de con-
para Salvador quando ele ainda era que, em uma reunião sobre uma bar- vro escrito por Luís Roberto Chagas, versar com as pessoas, do jardineiro,
jovem. Em 1944, um ano após sua ragem no Baixo Sul da Bahia, Norberto Norberto abordou justamente esse passando pelos estagiários, até os
formação na Escola Politécnica da contou como era a região antes do “lado humano”. Como exemplo, ele diretores. Nessas conversas, ele ten-
Universidade Federal da Bahia (Ufba), desmatamento e que planejava um ressaltou que uma pessoa lendo um tava transmitir conhecimentos, com
ele fundou a Construtora Norberto reflorestamento no local: “Ele não livro, sob a luz da energia gerada por humildade e simplicidade. Ao longo
Odebrecht, após uma crise, em plena entrava direto na solução do proble- aquela barragem, teria por detrás o da vida, foi ainda amigo de Irmã Dulce,

24 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 25
#OPORTUNIDADES #OPORTUNIDADES

Há quem diga que o pior momento da pandemia do novo coronavírus já


passou, mas certamente continuaremos a sentir os efeitos dessa crise
sanitária por um bom tempo. Se por um lado, os cuidados com higienização,
distanciamento social, ventilação de ambientes e retomada econômica
estão na mira, por outro, áreas como engenharia, agronomia,
meteorologia, geografia, geologia e urbanismo têm encontrado
oportunidades em meio ao caos. A crise sanitária decorrente da
Covid-19 provocou transformações na indústria que podem ser
aproveitadas como possibilidade de atuação no mercado de
trabalho no “novo normal”.
CARTOGRAFIA

REG LARI A O F NDI RIA R RAL E RBANA


A pandemia do novo FIL O DE MERCADO PARA ENGENHEIROS CART GRAFOS
coronavírus virou as
rotinas de cabeça A produção agropecuária no Brasil, que demanda inten-
samente profissionais da Engenharia Cartográfica,
não deixou o setor esfriar durante a pandemia do novo
“Isso tem aberto um mercado que estava meio que ador-
mecido no Brasil. Todos os municípios necessitam desse
serviço. A regularização rural e urbana parte do princípio
para baixo, mas coronavírus. Diferentemente, outros nichos de mercado
esfriaram nos últimos meses e represaram as demandas
do mapeamento, medição do imóvel em si. A partir dessa
medição, que tem que seguir uma série de normas técnicas
para profissionais do setor. No entanto, esse cenário deve para ser estabelecido, ele é direcionado para um processo
acelerou mudanças mudar: o estouro dessa bolha implicará oportunidades em administrativo, que vai cuidar da emissão de um título ou
trabalhos de regularização fundiária e ambiental, além de do registro em cartório. Daí finaliza com a regularização
que configuram boas demandas judiciais devido à grilagem de terras e a crimes
cometidos contra o meio ambiente.
fundiária”, acrescenta Neto.

A perspectiva é do engenheiro cartógrafo Miguel Neto, CAPACITA O PRECISO


oportunidades de que também atua como analista do Instituto Nacional O cenário de retomada exige profissionais aptos a
de Colonização e Reforma Agrária na Bahia (Incra – atender às demandas que vão surgir e conscientes para
atuação no mercado Superintendência BA), como professor de pós-gradua-
ção e como autor de blog sobre georreferenciamento
escolher em que direção destinar energia. A capacitação é
o ponto-chave nesse novo momento do setor. Em confor-
profissional e geotecnologias. A regularização fundiária de imóveis
rurais, decorrente de legislação federal que estabelece o
midade com o conceito “Geo4.0”, desenvolvido pelo próprio
Miguel Neto no final de 2019, a ideia é que o profissional
georreferenciamento como forma de alcançar esse fim, alie capacitação, conhecimento dos recursos e ferramentas
se destaca entre as oportunidades no macrocenário. de trabalho disponíveis e necessidades observadas no

OPORTUNIDADE
“A pandemia represou monte de demanda de mercado, mercado. É a partir da característica profissional obser-
então muitos clientes deixaram de contratar serviços por vada que o engenheiro conseguirá identificar com qual
receio de como o mercado iria se portar. Essa demanda demanda se envolver.
está numa bolha e, assim que esse momento passar, vai “Os profissionais que estabelecem empresa hoje no

EM MEIO AO CAOS
vir enxurrada de trabalho”, avalia. Brasil têm dificuldade de mão de obra capacitada. Muitas
Outro grande mercado também abre oportunidades para vezes deixam de contratar porque vão ter o período de o
os profissionais da ngenharia Cartográfica: a regularização próprio patrão capacitar o funcionário. Não tem tempo
de imóveis urbanos. Neto explica que a Reurb, como se chama pra isso. O profissional ou estudante que já chega com
o procedimento, é puxada pelo Tribunal de Justiça da Bahia conhecimento adquirido, tendo noção, fica muito mais fácil
(TJ-BA), pelos cartórios e pelos prefeitos. de abraçar a oportunidade que seja”, destacou.

26 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 27
#OPORTUNIDADES #OPORTUNIDADES

R Code pra essa edição da revista http // .creaba.org.br/Imagens/FC imagens/Pd /Revista CREA .pd AGRONOMIA

BOM DESEMPENHO DO AGRONEG CIO ABRE


OPORT NIDADES NA REA DE FERTILI A O DO SOLO

Q uem conhece o setor do agronegócio sabe: na primeira


oportunidade de lucro, a tendência é de investimento
no solo. Desta vez não seria diferente. O setor foi o único
que é responsável por
identificar a necessi-
dade de nutrientes do
que apresentou resultado positivo no PIB do primeiro tri- solo; é ele que faz a
mestre, com arrecadação em cerca de R$ 120 bilhões, de recomendação de qual
acordo com o Ministério da Agricultura. Até o final do ano, adubo é necessário, de
a estimativa é que as lavouras rendam R$ 697 bilhões, R$ qual foliar no estágio
7 bilhões a mais do que o previsto em março e 8,6% acima vegetativo é necessá-
do resultado de 2019. rio para a cultura. Nós
O desempenho, de acordo com Aline Argolo, engenheira somos responsáveis
agrônoma e supervisora regional de vendas na Timac Agro, por acompanhar a fase
em Luís Eduardo Magalhães, abre caminhos para a área de vegetativa para verifi-
CONSTR O CIVIL fertilização – desde o preparo do solo até a fase vegetativa car as necessidades da
da plantação. Isso porque o mercado de químicos, adubos e planta e nutri-la”, expli-
DEMANDA CONT N A POR M O DE OBRA IMP LSIONA fertilizantes tem sido demandado por agricultores de com- ca a engenheira.
modities valorizadas no mercado nacional e internacional, De acordo com Aline
SETOR DA CONSTR O CIVIL NA PANDEMIA como soja, algodão, milho, feijão e café. Argolo, nesse segmento
Foto: Arquivo Pessoal Aline Argolo

Saída do mercado de maquinários para o agronegócio, de mercado, os profissionais podem atuar como assistente,
que foi impactado pelo fechamento das fábricas em decor- consultor ou representante comercial. No primeiro caso, é
E ntre as atividades presenciais que
não tiveram trégua durante a pan-
demia está a construção civil. O setor,
trução, tarefa essencial à maratona que
se travou para colocar de pé hospitais
de campanha, sempre foi o setor que
tadamente nos staffs administrativos,
inclusive das obras”, ressalta Marden.
Números do Cadastro Geral de
rência da pandemia do novo coronavírus, Aline encontrou
portas e janelas bem abertas na indústria de fertilizantes.
exigido apenas a formação em Engenharia Agronômica. Nos
dois últimos, é necessário pelo menos um ano de experiência
“O fertilizante é essencial. É o engenheiro agrônomo comercial, ainda que não seja no agronegócio.
ao lado da Agronomia, tem sustentado mais empregou trabalhadores. Empregados e Desempregados (Caged)
a economia do país em meio à crise “Não ter havido interrupção das mostram que a construção civil foi o
sanitária. Para o engenheiro civil e obras, públicas ou privadas, e a decre- setor que menos perdeu postos de
presidente do Sindicato da Indústria tação do estado de calamidade pública trabalho neste ano e já dá sinais de
SEG RAN A DO TRABALHO
da Construção do Estado da Bahia pelo governo federal mostraram-se recuperação. Em abril, primeiro mês
(Sinduscon-BA), Carlos Marden, dois fundamentais para continuarmos completo em que a Bahia esteve sob
fatores podem explicar esse cenário: sendo os impulsionadores de nossa medidas de restrição, os desligamen- PERITOS J DICI RIO PRECISAR DE PROFISSIONAIS
a cadeia produtiva de negócios e a de-
manda contínua por mão de obra.
economia, o que só foi obtido à custa
de um grande esforço e desprendi-
tos provocaram um saldo negativo de
-5.585 vagas. Em junho, esse saldo
DA ENGENHARIA DE SEG RAN A DO TRABALHO
No primeiro ponto, ele explica que o mento das empresas, que operaram chegou para -866, e em julho, a curva
setor impacta, direta ou indiretamente,
97 atividades em diversos segmen-
tos econômicos, como a mineração na
com seus contingentes de operários
reduzidos, pelo afastamento daqueles
que compunham os grupos de risco,
se inverteu, registrando saldo positivo
de 787 novas vagas de emprego. Apesar
disso, Marden mantém cautela ao dis-
N o período da pandemia, as ativi-
dades do Poder Judiciário foram
paralisadas. Com isso, diversas perícias
periculosidade e insalubridade. Para
isso, é preciso se cadastrar nos tribu-
nais. Os honorários são bem atrativos.
colos de segurança, partindo do coletivo
para o individual. Com a retomada da
economia, estamos percebendo um
produção dos insumos para o aço e a quase sempre seus mais tarimbados cutir o cenário, pois os desligamentos trabalhistas e previdenciárias deixa- E com os casos de Covid-19, é possí- aumento na oferta de vagas para tra-
comercialização de imóveis. Quanto ao colaboradores; além da forçada e re- ainda superam as admissões em 8.594 ram de ser realizadas. Os engenheiros vel que muitas pessoas recorram ao balhar como engenheiro de segurança
segundo, Marden destaca que a cons- pentina adaptação ao home office, no- empregos no acumulado do ano. de segurança do trabalho estão aptos Judiciário para comprovar o nexo da nas indústrias, mas não sei se há um
a produzir laudos periciais. De acordo atuação com a contaminação do vírus”, motivo lógico para isso”, declara.
com o engenheiro de produção, Rafael avalia o especialista. Ainda durante a pandemia, por força
MORADIA E TRABALHO N M S L GAR Franca Rocha e Rocha, especialista na afael Franca afirma que o mercado da Medida Provisória 927, muitas atri-
Apesar da liberação para o retorno de atividades profissionais, diversas empresas decidiram seguir por mais área, a tendência é uma alta demanda de segurança do trabalho, durante a pan- buições do setor de Segurança e Saúde
tempo com o trabalho em home office. as, para arden, a “alegada tend ncia” de que a casa vai se transformar de serviço para peritos com a reto- demia, foi atípico em comparação com as ficaram suspensos, como a realização
em ambiente profissional não vai gerar impacto significativo nos modelos de construção. “ ma vez que os nicos madas das atividades da Justiça do demais carreiras da Engenharia. “O mer- de treinamentos, eleição da Comissão
lançamentos que podem ser afetados por tais ampliações serão os destinados às classes alta e média-alta, que não Trabalho e Justiça Federal. cado teve demanda para quem estava Interna de Prevenção de Acidentes
“A demanda por peritos deve au- atuando na linha de frente no combate (Cipa), realização de exames ocupa-
representam, quantitativamente, fatias e pressivas no mercado, não identificaremos maiores impactos em nosso
mentar com o retorno das atividades à Covid-19, pois surgiu oportunidades cionais. Com a caducidade da MP, tais
setor”, analisa. Segundo o presidente do sindicato, essa mudança demandaria aumento nos custos de produção e
na Justiça do Trabalho e na Justiça para criação de planos de contingência procedimentos devem ser retomados
reduziria o número de unidades disponíveis em um mesmo terreno.
Federal para produção de pareceres de para adequar as atividades com proto- na indústria.

28 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 29
#OPORTUNIDADES #OPORTUNIDADES

A atividade é importante em
GEOGRAFIA MINERA O
diversos setores da economia.
“Uma loja de um shopping, por
exemplo, não pode funcionar sem S STENTABILIDADE ABRE MERCADO DE SETOR DE MINERA O APRESENTA GRANDE OPORT NIDADE
o Auto de Vistoria do Corpo de
Bombeiros (AVCB). Mas esse al-
OPORT NIDADES PARA GE GRAFOS PARA ENGENHEIROS DE MINAS NO P S PANDEMIA
vará só é emitido após o órgão
verificar o plano de combate a
incêndios desenvolvidos pelos O afastamento humano de am-
bientes naturais, como praias e
parques, chamou a atenção para o
cessário. Como mantê-lo nos espaços
públicos naturais, então? Qual deveria
ser a distância adequada? A mineração impulsionou a economia brasileira durante
a pandemia do coronavírus, conforme afirma o enge-
em testes,diagnósticos médicos rápidos e em pontos de
atendimento e sistemas de purificação de água. “Todos
engenheiros de segurança”, exem-
impacto da ação o homem na natu- Rodrigues destaca a obrigação de nheiro de Minas, Edvaldo Amaral, gerente geral da JMC os bens básicos são oriundos da mineração. Até a água,
plifica Franca. Outro segmento
reza. Com o retorno à rotina de antes gestores públicos na proposição de alter- Yamana Gold. E por ser um setor que faz o país crescer, bem necessário para a sobrevivência dos seres huma-
demandado é do ramo automo-
da pandemia, surge a necessidade de nativas e estratégias, como o loteamento demonstra grande potencial de oportunidades para quem nos, é proveniente da mineração. No momento, estamos
bilístico. “Oficinas de pintura de
ocupar esses espaços de forma mais das areias das praias, possibilidade de- é da área. “Na Bahia, há várias oportunidades para a área passando os insumos básicos para os itens hospitalares
veículos, pelo risco de contato
sustentável. E é nesse cenário que se fendida na Rede Internacional Pró-Praias. de mineração e engenharia de minas com a reabertura da como ferro, cobre e ouro, que são necessários para a fa-
com agente químico danoso, pre-
desenham novas oportunidades de “Os gestores municipais e a popula- mina de níquel e ouro, de um projeto para implantação de bricação de produtos e até de medicamentos”, afirma o
cisa de planejamento de seguran-
mercado para geógrafos. ção não sabem exatamente como proce- uma mina de ferro, além do aumento da capacidade atual engenheiro de Minas.
ça e saúde. São muitos os locais
O monitoramento das capacidades der. Nem toda área da praia é ocupada de minas existentes de cobre e vanádio no estado. Isto Edvaldo Amaral lembra que o profissional é responsá-
de atuação para o engenheiro da
de carga dos espaços públicos naturais pelos banhistas. m geral, não ficam sem falar do Projeto de Expansão da capacidade produtiva vel pelo planejamento, processamento e aproveitamento
área. Mas infelizmente, muitas
é uma das possibilidades, de acordo com mais distantes da linha d'água do que das minas da Yamana Gold na Bahia. Sem dúvidas, tudo dos recursos minerais. “Ele é de vital importância neste
vezes, o mercado não reconhece
José Rodrigues, geógrafo e coordenador 50 metros. Não adianta lotear a praia isso abre um leque muito grande de oportunidades para o momento em que estamos vivendo pois garante a via-
essa necessidade”, lamenta.
da Câmara de Gerenciamento Costeiro pensando que as pessoas vão ficar a profissional”, conta Edvaldo Amaral. bilidade dos projetos e o aproveitamento máximo das
Para o engenheiro de Segu-
do Painel de Mudanças do Clima de metros de dist ncia, não vão ficar, por- Durante a pandemia, a mineração não paralisou as reservas”, afirma.
rança, as empresas precisam en-
Salvador. que é desconfortável. O gestor tem que atividades. A Yamana, por exemplo, manteve as operações Com a pandemia, o setor econômico atuou com medidas
tender que investir em prevenção
“Avaliar, criar novas formas de mo- prever pra dizer a capacidade de carga para garantir o estoque de alguns produtos fundamentais, de restrição, de distanciamento social, e estabelecimento de
é melhor do que pagar por danos.
nitoramento com uso de tecnologias da praia. Esse estudo quem faz somos como o ouro. O minério é importante para o sistema de teletrabalho para funcionários do grupo de risco, de modo a
“Quando se reduz o número de
mais recentes, como o drone, pra fazer nós”, explica o geógrafo e professor. comunicação, para motores de reação na aviação, além de garantir a continuidade das operações, como o abastecimento
acidentes de trabalho, se atua na
o monitoramento das capacidades de ser base de enzimas artificiais que podem ser aplicadas do mercado, garantindo a segurança das pessoas.
gestão do Fator Acidentário de

Foto: Arquivo Pessoal José Rodrigues


Prevenção (FAP). Em uma empre- carga do parque, para que não sejam
sa de grande porte, uma pessoa tão alteradas as condições ambientais,
que se acidenta e se aposenta seja parque marinho ou continental;
por invalidez, dois anos depois, uso das praias, para que a gente tenha ENGENHARIA MICA
passa a custar R$ 5 milhões por projetos que possam facilitar a gestão
das prefeituras”, enumera.
ano em impostos para a empre-
sa. Esse valor não é o orçamento O estudo desenvolvido pelo geó- TRATAMENTO DE DADOS NA IND STRIA DESTACA
total de dez anos de um setor de grafo deverá subsidiar as decisões do
prefeito quanto ao uso desses espaços.
COMPET NCIAS DOS ENGENHEIROS MICOS
Engenharia de Segurança”, ava-
lia o especialista. Franca afirma Enquanto houver vírus circulando, mas
que é preciso precificar quanto
custa uma ausência no trabalho
não houver qualquer perspectiva de
vacina, o distanciamento continua ne- C riar um banco de dados para cada processo, minerar
esses dados em busca de um padrão de comportamento,
com o desenvolvimento de modelos fenomenológicos e
o que o professor ellegrini faz na sua prática profissio-
nal. Atualmente, ele trabalha com uma das “novas fronteiras
em ngenharia uímica”: a biorrefinaria, uma instalação que
por doença, quanto custa um pico
uso de inteligência artificial. Essas são só algumas ne- integra equipamentos e processos de conversão de biomassa
epidemiológico de lesão. “Com os CIDADES MAIS SUSTENTÁVEIS
afastamentos, as empresas per- cessidades impostas pela indústria no contexto atual. E na produção de combustíveis, insumos químicos, alimentos,
dem com absenteísmo. Impacta Outra possibilidade de atuação nesse pós-pandemia é em relação à gestão todas elas destacam a relevância do profissional formado energia e outras coisas.
na produção”, pontua. sustentável nas cidades, tanto por parte de órgãos públicos quanto pela ini- em Engenharia Química. De acordo com o professor, há o desejo de levar uma
Ele acredita que no pós-pan- ciativa privada. Este último inclui gestão de resíduos sólidos e planejamento “A análise destes dados só poderá ser realizada por unidade industrial de médio porte para locais de baixo
demia, as empresas incorporarão urbano. Por exemplo, um lançamento imobiliário que deverá trazer propostas de quem tem conhecimento profundo na termodinâmica, desenvolvimento, como o Baixo Sul da Bahia. “O objetivo
uma política de segurança e que relação sustentável com o entorno, entre as quais: sistema de captação de água cinética química e os fenômenos de transporte (calor, é que esta biorrefinaria se integre à cultura local, sem
a profissão será bem valorizada. eficiente, destinação correta de resíduos sólidos e e uentes pensar no projeto massa e momento), além da análise numérica e estatís- destruí-la, trazendo educação (fundamental), saúde e
“As empresas que tiveram um de bairro ou de um condomínio com ciclovias integradas ao restante da cidade. tica”, ressalta o engenheiro químico e professor Fernando riqueza holística para o povo. Uma vez conseguindo o
bom plano de segurança, perce- “É um foco de negócio que já vinha crescendo, mas que acredito que vai ser Luiz Pellegrini. convencimento, inclusive financiamento, projetaremos,
beram a eficiência das soluções mais impulsionado ainda. A gente já vê nas galerias e supermercados produtos Para ele, a despeito da crise provocada pela pandemia, os construiremos e treinaremos o povo da terra para tocar o
da Engenharia, por isso, deverão mais amigáveis ao meio ambiente sendo mais demandados. Da mesma forma profissionais da área são essenciais para a transformação da empreendimento”, estima. O plano é parte de um trabalho
mantê-las”, frisa. as construções que usam energias renováveis já vinham crescendo, mas agora indústria. Portanto, o momento requer ainda mais estudos multidisciplinar, feito com o Senai Cimatec, a Coordenação
vão ser ainda mais valorizadas”, acrescenta. e conhecimentos, não apenas técnicos, mas também de de Economia Solidária do Governo da Bahia e um professor
relação social e com o meio ambiente. da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

30 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 31
#COMPARTILHANDO CONHECIMENTO #COMPARTILHANDO CONHECIMENTO

Em tempos digitais, nada melhor do que se manter


constantemente atualizado no con orto do seu lar, ou até TÁ NA LITERATURA
aproveitar as horas livres para ampliar seus conhecimentos.
Tendo tudo isso na palma da mão, seguem aqui dicas de
ebooks, filmes, séries, sites e perfis de Instagram que podem LIVRO GERENCIAMENTO DE RISCOS PARA A IND STRIA DE PETR LEO
auxiliar no dia a dia da sua profissão ou até mesmo startar a CONCEITOS E CASOS OFFSHORE E ONSHORE
Com uma junção de conceitos, fundamentos, estratégias e boas prá-
vontade de novos cursos de especialização. E ai, á pegou o
ticas de Engenharia de Segurança Offshore, esse livro é voltado ao
smartphone para salvar essas dicas público da graduação e da pós-graduação. Escrita pelo engenheiro
Geraldo Portela da Ponte Jr., doutor em Gerenciamento de Riscos e
Tá no streaming Segurança, a obra se propõe a organizar os temas associados à área
com base no conceito de “Linha Estratégica de Enfrentamento de
iscos”, que prev a definição de uma ordem de import ncia e prio-
PODCAST E LI ES AMBIENTAIS PODEMOS TIRAR DA CRISE ridade a ser adotada na prática de gerenciamento. O livro, que está
disponível tanto em versão física quanto e-book, é bem avaliado por
Como a qualidade do ar volta a ser pauta em tempos de pandemia, uma
leitores, que elogiam os conteúdos abordados.
boa indicação é o episódio sobre as lições ambientais deixadas pela crise,
do podcast “Café da Manhã”. Disponível apenas no Spotify, a produção
do jornal Folha de S. Paulo fala sobre como as medidas de isolamento
reduziram os níveis de poluição do planeta e os ganhos obtidos se alguns
hábitos forem mantidos no período pós-pandemia do novo coronavírus.
A entrevistada da vez foi Ana Carolina Amaral, responsável pelo blog LIVRO SOBREVIVER, CRESCER E PERPET AR
Ambiência. A obra foi lançada há mais de 30 anos, mas, quando se come-
mora o centenário do engenheiro Norberto Odebrecht, vale a
pena revisitá-la. O livro escrito por ele sistematiza a Tecnologia
Empresarial Odebrecht (TEO) e constitui também um conjunto
EBINAR AS PERG NTAS DO AGRO P S PANDEMIA de princípios, conceitos e critérios aprimorados no cotidiano do
A despeito da crise que afetou diversos setores econômicos durante a pan- baiano que se tornou um dos maiores nomes do país no setor da
demia, o agronegócio registrou recordes na Bahia. Mas como será o futuro construção civil. O livro pode ser adquirido no site da Fundação
do setor após a Covid-19? É o que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) se dedi- Odebrecht.
cou a discutir em um seminário on-line. Com a participação do sócio-diretor
da MBAgro, Alexandre Mendonça, e do sócio-diretor da Agroconsult, André
Pessoa, o vídeo aborda questões como o aumento do protecionismo global,
reorganização das cadeias de suprimento, revisão nos padrões sanitários e
outros tópicos. Ele está disponível no Youtube da FGV Agro.
LIVRO TELECOM NICA ES AVAN ADAS
E AS TECNOLOGIAS APLICADAS
PODCAST E PLOS O NO L BANO Abrangente. Assim pode ser definida a obra do engenheiro e pro-
OS PERIGOS DO NITRATO DE AM NIO fessor Vicente Soares Neto. O material didático é útil para pro-
fissionais das áreas de Telecomunicações, Elétrica, Eletrônica e
Com o nitrato de amônio sob os holofotes da mídia, não faltou fonte sobre o
Tecnologia da Informação por abordar, com exemplos práticos, o
assunto. Uma delas foi a décima quarta edição do podcast do Instituto Federal
processo da comunicação, a evolução dos sistemas de telecomu-
de Santa Catarina. Os apresentadores receberam o professor Marco Aurélio,
nicações, a teoria da probabilidade, os ruídos, a comunicação de
doutor em Química, para explicar o que aconteceu no Líbano e quais os riscos
dados, os meios de transmissão e outros tópicos. Disponível em
relacionados à manipulação e ao armazenamento dessa substância altamente
sites de compra, o livro destaca ainda os princípios básicos para as
in amável. Com apenas minutos, o episódio pode ser ouvido nos principais
redes sem fio de quarta, quinta, sexta e sétima geração, fator de relevância
agregadores de áudio.
no momento em que o 5G começa a ser testado no Brasil.

32 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 33
#COMPARTILHANDO CONHECIMENTO #COMPARTILHANDO CONHECIMENTO

TÁ NO CINEMA TÁ NAS REDES


FILME CARAMELO DRONES E ENGENHARIA DRONENGBR
A recente tragédia em Beirute, no Líbano, levou o quadro de crise econômica (https://www.instagram.com/dronengbr/channel/?hl=pt-br)
pós-guerra civil do país a um lugar de destaque no noticiário brasileiro. Mas além
de conhecer a tragédia, abordada nesta edição da revista, vale conhecer um pou- O uso de drones na topografia tem se popularizado cada vez mais e,
co mais sobre a cultura libanesa. sse filme, então, surge como um bom e emplo com isso, a empresa Drones e Engenharia mantém uma página no
por mostrar a beleza e a modernidade do país, que é tensionado pelas in u ncias Instagram, onde publica dicas sobre o uso da ferramenta, responde
árabes e europeias. Estreia da atriz Nadine Labaki como diretora, o longa-metra- dúvidas sobre a área e disponibiliza aulas ao vivo. Nos vídeos, os temas
gem acompanha a trama de seis mulheres em questões sobre amor, sexualidade
abordados vão desde planejamento de voo a índices de vegetação. A
e envelhecimento, para citar alguns tópicos. Em 2007, ele foi o representante do
Líbano no Oscar, e está disponível gratuitamente, com legenda em português, empresa ainda promove cursos on-line para profissionais da área.
no Youtube.

GEOCOM NICA O igeologico


(https://www.instagram.com/igeologico/?hl=pt-br)
Com mais de mil seguidores, o perfil da eocomunicação no
FILME PIRATAS DO VALE DO SIL CIO Instagram se dedica a disseminar conhecimento sobre geologia,
ntre diversos filmes sobre teve obs e ill ates, “ iratas do ale do ilício” geotecnia, hidrogeologia, meio ambiente e mineração. As postagens
aborda a criação e também o crescimento da Apple e da Microsoft, que foram costumam abordar conceitos, a exemplo de rochas sedimentares,
pioneiras no mercado da informática. A trama destaca a relação entre os dois
empreendedores numa discussão que passa pela ética e pela concorrência entre tipos de falhas, estruturas de vulcão, entre outras coisas. Além disso,
grandes empresas, além de mostrar como dois jovens, ainda estudantes, lide- os gerenciadores compartilham esclarecimentos sobre o uso de
raram a revolução que popularizou os computadores. Com direção de Martyn ferramentas que otimizam o trabalho dos profissionais.
ur e, o filme foi lançado em .

#NOTA DIÁLOGOS
FILME INCONTROL VEL DI LOGOS E CONECTAM PERMANECEM NO FIM DA ARENTENA
Um trem desgovernado, sem maquinista e carregado com produtos químicos Fruto de uma parceria entre o Crea-BA e o Colégio Regional de Entidades de Classe (CDER), o projeto
altamente perigosos. sse é o mote do filme baseado no incidente do C , “Diálogos que Conectam” segue a todo vapor após o retorno das atividades presenciais. Já são mais de
também conhecido como “Louco Incidente de Oitos””, que aconteceu nos Estados 45 edições, com transmissões ao vivo no Youtube. Entre os destaques mais recentes, estão as palestras
nidos em . a vida real, o trem com carga in amável só parou após
“O desenvolvimento da Bahia no século XXI passa pela Fiol e pela mineração”, apresentada pela ABG,
km, mas feriu apenas uma pessoa. Já no longa-metragem de 2010, um pouco
mais de emoção: o trem sai da estação desenfreado, levando tudo no caminho “Sondagens de Simples Reconhecimento em Solo: Contratação e Fiscalização”, com a Abenc, e “Nova
e com a ameaça de destruir uma pequena cidade com seu potencial explosivo. NR-1: PGR e Avaliação de Riscos Ocupacionais”, com a Abese.
Chris Pine e Denzel Washington protagonizam a ação dirigida por Tony Scott. (https // . outube.com/ atch v C opz JO &list PLv J B xPnMpqF v p hTRMpG Pce)

#NOTA UFRB ENERGIA


OR SHOP ON LINE DESTACA IMPORTÂNCIA DE FONTES RENOV VEIS NA GERA O DE ENERGIA

TÁ NA TV A importância das fontes renováveis offshores na geração de energia elétrica foi o tema do II Workshop de
Energias Alternativas, promovido pelo curso de Engenharia de Energias da Universidade Federal do Recônca-
vo da Bahia (UFRB), com apoio do Crea-BA. Realizado de 17 a 21 de agosto, o evento registrou mais de 10 mil
visualizações e teve palestrantes nacionais e internacionais. O engenheiro químico Luciano Hocevar, conse-
CHERNOB L lheiro e coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Química (CEEQ), celebrou o evento. “Ocupamos
Numa edição com destaque para a Engenharia de Risco, não pode faltar a indi- um lugar importante no conjunto dos cerca de 30 cursos no Brasil, porque conseguimos catalisar toda a
cação da minissérie Chernob l, lançada pela O em . A trama de ficção motivação para debatermos sobre o assunto”, avaliou.
retrata o que ficou conhecido como o maior acidente nuclear da história, ocorri-
do em 1986, na Ucrânia. Após uma série de falhas nos protocolos de segurança Os vídeos das palestras podem ser acessados no canal do curso Engenharia de Energias
da usina de Chernobyl, um incêndio jogou material radioativo na atmosfera, no YouTube. QR Code:
provocando a morte de diversas pessoas. (https // . outube.com/c/EngenhariadeEnergias FRB/videos.)

34 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 35
#ENTIDADES PROFISSIONAIS
#ENTIDADES PROFISSIONAIS
#ENTIDADES PROFISSIONAIS

#ENTIDADES PROFISSIONAIS
#ENTIDADES PROFISSIONAIS
#ENTIDADES
#ENTIDADES PROFISSIONAIS
PROFISSIONAIS ENT

ARA
ABESE PROMOVE #ENTIDADES
ASEAB INICIA NOVA
ABESECAMPANHA
elegeuPARA PROFISSIONAIS
VALORI A O
nova ABENC BA PROMOVER SEMANA DE EBIN RIOS Harlan Rodrigo FerreiraA
CAPACITA O ON LINE #ENTIDADES
ABESE
DE ENGENHEIROS AGRIMENSORES PROFISSIONAIS
ABESE elegeu novanova
ABESE elegeu
elegeu nova SOBRE ENGENHARIA CIVIL Harlan
Harlan
Harlan Rodrigo
Rodrigo
Harlan Ferreira
Ferreira
Rodrigo
Rodrigo da da Silvada
Silva
E MESTREFerreira
Ferreira daARSilva
PARA PERITOS J DICIAIS diretoriaABESE elegeu nova
e conselho
diretoria
GE GRAFO EM ITET R
diretoria e econselho
e conselho GE GE
GRAFO E MESTRE
GRAFO EM AR
E MESTRE EM ARITETITET
RA ERARBANISMO
E RBANISMO
diretoria e conselho
A Associação dos Engenheiros Agrimensores
diretoria
ABESE elegeu
do Estado
conselho
denova
da Bahia (Aseab), durante o A Associação Brasileira de Engenheiros Civis – Departamento
GE Bahia
GRAFO
Harlan(Abenc-BA)
GE GRAFO EEM
E MESTRE
Rodrigo promove
MESTRE
AR ITETEM AR
RA E ITET
Ferreira da RA
RBANISMOE RB
Silva
A Associação Baiana de Engenharia
#ENTIDADES PROFISSIONAIS
mês de setembro, deu continuidade
engenheiras agrimensores. O ABESE
na campanha
foco, desta elegeu
valorização dos engenheiros e
nova
uma semana de ebinários no m s de outubro. A programação será definida pelos
Harlan ERodrigo Ferreira
ITET RA EdaRBANISMO
SilvaEN
de Segurança (Abese) tem promo- diretoria vez,efoi
conselho
sobre a importância da atuação da
#ENTIDADES PROFISSIONAIS
GE GRAFO
grupos temáticos criados para estimular o debate sobre os principais temas MESTRE EM AR
relacionados ENTIDADES
A
vido palestras on-line no programa classe nas prefeituras e órgãosdiretoria e conselho contou com material
do governo estadual. A campanha a Engenharia Civil. No mês de outubro também encerra o prazo GE GRAFO
para oE MESTRE EM ARda ITET RA E RBANISMO
pagamento
“ iálogos que Conectam”, em parceria produzido com auxílio do Crea-BA, através da equipe de marketing. O conteúdo enfoca a anuidade com valor promocional da Abenc-BA, diante doHarlan cenário de crise econômica. ARTIG
Rodrigo Ferreira da Silva
com o Conselho Regional de Engenharia import ncia dos profissionais para oABESE elegeu
desenvolvimento novap blico com qualidade.
do serviço A anuidade pode será paga até o dia 5 de outubro. Ainda
Harlanneste ano ocorrerá
Rodrigo a eleição
Ferreira da Silva
e Agronomia da Bahia (Crea-BA).
ABESEeelegeu
diretoria nova
conselho GE GRAFO E MESTRE EM AR ITET
para os conselheiros da entidade, e só poderão participar os associados em dia com a
RA E RBANISMO

Durante o mês de agosto, a entidade


#ENTIDADES PROFISSIONAIS
diretoria e conselho GE GRAFO E MESTRE EM AR ITET RA E RBANISMO
anuidade. O valor pode ser pago através do site da Abenc, via cartão de crédito ou no
ENTIDADES PROFI

promoveu a palestra “Sustentabilidade


SENGE OFERECE PLANO DE SA DE PARA ASSOCIADOS
boleto bancário. A categoria estudantil pode se associar com isenção do pagamento.
ARTIGO
X Prevenção X Covid-19 – Precisamos O Sindicato dos Engenheiros da Bahia ABESE (Senge-BA)
#ENTIDADES oferece
elegeu o plano de saúde
nova
PROFISSIONAIS Harlan Rodrigo Ferreira da Silva ENTIDADES PROFISSIONAIS
pensar nisso”, com engenheira de se- Unimed/ Benevix para os sindicalizados em dia com as anuidades. Para ter acesso
gurança do trabalho, Lilian Accioly. diretoria
ao benefício, é preciso solicitar à secretaria do Senge ae declaração
conselhode situação de ABEM REALI A ELEI O PARA NOVA PRESID NCIA EM ARTIGO
GE GRAFO E MESTRE EM AR ITET RA E RBANISMO

regularidade, através do e-mail admsenge@sengeba.org.br ou por hatsApp


VOTA O ON LINE Harlan Rodrigo Ferreira da Silva
De acordo com o presidente da Abese, ABESE elegeu nova
odrigo orais, também foram reali- 98122-6827. Em caso de atraso com a anuidade, é preciso efetuar a regularização. A nova presidência da Associação Baiana dos EEngenheiros de RAMinas (Abem)
zados cursos on-line de perito judicial,
diretoria e conselho
ara os não associados, é preciso preencher uma ficha de cadastramento disponível no
GE GRAFO MESTRE EM AR ITET E RBANISMO
foi escolhida no dia 26 de setembro, em uma disputa com chapa única, en-
ministrada pelo engenheiro de segurança site da entidade, realizar o pagamento por meio de depósito em conta e enviar para o cabeçada pelo engenheiro Luís Braga. “Esta eleição será um embrião para fu-
do trabalho, afael ocha. Foram forma- e-mail ou por hatsApp o comprovante do pagamento, ficha de cadastramento e cópia turas eleições do sistema do Conselho egional de ngenharia e Agronomia
das duas turmas para o curso. A primeira carteira do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA). O valor [Crea-BA], através do Sitac – um sistema de votação on-line”, explica Pedro Lopes.
turma foi capacitada entre os dias 10 e da anuidade de 2020: R$ 250. A Abem também promoveu uma palestra em parceria com o Crea-BA no projeto “Diálogos
14 de agosto e a segunda turma, de 17 a
SENGE BA celebra que Conectam”, sobre empreendedorismo de impacto, ministrada pelo economista
21 de agosto. O curso visa atender a uma AGROLEM
IBAPE BA SE MODERNI A E PROMOVE C RSOS E EVENTOSSENGE
lança LINEBA
SENGE
ON BA celebra
celebra
aniversário
e especialista em inovação e projetos, José Soares. O foco foi discutir uma nova mo-
demanda do mercado, pois perícias fica- AGROLEM
AGROLEM lança
lança aniversário dalidade de trabalho e o empreendedorismo, neste momento, pode ser a solução.
O nstituto rasileiro de Avaliaçõescarteira de ngenharia
associado
SENGEBABAcelebra
celebra aniversário
ram paralisadas na Justiça do Trabalho e erícias de
carteira
carteira
e se prepara
de
de associado
associado SENGE
pra
da ahia
SENGE
bape- A
BA celebra
IBAPE BAHIA
AGROLEM
realizou neste período de pandemia diversos lança cursos importantes para a classe. Até INSTITUTO BRASILEIRO DE
e na Justiça Federal devido a pandemia
AGROLEM lança
dezembro, a entidade realizaráAGROLEM e se prepara lança pra aniversário
aniversário SENGE BA
na celebra
AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE
ENGENHARIA DA BAHIA AGROLEM DEFENDE VALORI A O DO AGRONEG CIO
da Covid-19.
carteira
cinco
AGROLEMe se
grandes
de prepara
cursos: Perícias
associado eventos
lança pra Judiciais e Extrajudiciais
aniversário POR ESTIM LAR O CRESCIMENTO DO PA S
Engenharia; Inspeção Predial; carteira de associado
carteira
grandes
Desapropriação
grandes deeventos
e associado
Servidão;
eventos
Avaliação
aniversário
Básica de Imóveis
SENGEBA BAcelebra
celebra
carteira de associado meses aSENGE
CEB APOSTA NA REALI A O e se
Urbanos com Inferência Estatística.
prepara
e se prepara pra
e se
Ainda
A Associação
AGROLEM
prepara
lança
AGROLEM pra nosdospróximos
lança
pra lança
Engenheiros 8ª turma da
aniversário
A Associação dos Engenheiros Agrônomos de Luís Eduardo Magalhães (Agrolem)
DE CURSOS PARA MAIOR pós-graduação em parceira com a A
e se
Universidade
Associação
Agrônomos dos
prepara
Unijorge.
de Engenheiros
Luis Eduardo aniversário atua pela valorização da profissão e para estimular o desenvolvimento da Agronomia
Apra
A Associação
carteira dos deEngenheiros
grandes grandes eventos
carteira eventosde O associado
associado
APRO IMA O COM A entidade também criou duas
grandes eventos
câmaras
estudos técnicos como elaboraçãograndes
Agrônomos técnicas,
agalhães
Agrônomos
zou e emse
de
de
prepara
Luis
formada
Luis
Eduardo
por associados
Eduardo
pra
reali- para SENGE
realizar BA celebra no país. O presidente da entidade, engenheiro agr nomo oão uffel afirma que é
PROFISSIONAIS A daAssociação zou
agalhães
de normas
eEduardo
se
agalhães
em dos
eventos
de
deA setembro,
técnicas,
AGROLEM
prepara A
Orelatórios,
O
Engenheiros
setembro,
Magalhães, pra umem
reali-
em
lança
reali-
uis
boletins, artigos, entre
uis Perícias, Inspeções
encontro aniversário
a “agropecuária que mantém o rasil vivo”, área que e ige muito profissionalismo.
outros nas áreas de interesse A Associação
entidade, abrangendo dos Engenheiros
as Avaliações, SENGE BA celebra
A Associação zoudos em grandes
de setembro,
Engenheiros
carteira eventos de em uis
associado Os agrônomos têm melhorado as tecnologias agrícolas no país, visando a elevação da
O Clube de Engenharia da Bahia realizou Agrônomos
Prediais, Perícias Ambientais, A grandes
dos
Eduardo
Associação
Agrônomos
Mediação, Eduardo
profissionais
de
Arbitragem Luis
Magalhães,
dedos
Magalhães, eventos
Eduardo
AGROLEM da
um
Engenheiros
Luis
e outros. região
encontro
Eduardo
um encontro
com
lança também criou
O Ibape-BA produtividade. “Essas técnicas visam a redução dos custos de produção e meios para
dois importantes cursos de capacitação
Agrônomosagalhães
um canal no Youtube e está presente Agrônomos
de
agalhãeso Luis
presidente
dosnoprofissionais ede
AA Associação
Instagram A
Eduardo
O seLuis Oeprepara
doda Crea-BA,
região
reali-
dosEduardo
Facebook. reali- pra
com Luis
Engenheiros aniversário
agalhães dos profissionais
o A
A O
dmundo
Associação
presidente carteira
Campos,
do dos
da
reali- região
para
Engenheiros
Crea-BA, deLuis
com associado
deba-
minimizar a utilização de defensivos agrícolas, com a continuidade das atividades
para profissionais no m s de setembro. O zou em zou de setembro,
agalhães
o em
presidente grandes
AgrônomosA doO em
de setembro, de
Crea-BA,
eencontro
se eventos
em Luis
uis
prepara
reali-
uis Eduardo
Luis durante gerações trabalhando sempre visando a sustentabilidade”, afirma uffel.
curso de Manutenção, Inspeção, Controle
zou emEduardo de Magalhães,
zou
Eduardo setembro,
em ter demandas
Agrônomos
dmundo
dmundo de
Magalhães, em
Campos,
agalhães de
setembro,
um
Campos,
dos
um uis
Luis
Aparaem
encontro
para uis pra
profissionais.
OEduardo
deba-
deba-
reali-
Ele conta que, até a década de 1970, o Brasil precisava da importação de ali-
ASSOCIENGE REALI Ados
Eduardo PALESTRA ter
Magalhães,
Eduardo
dos
COM
Associados
agalhães
demandas
zou
profissionais
profissionais
ter demandas um
Magalhães, em Oregião
A encontro
da
ENGENHEIRO
discutiram
Agrandes
dosde
Associação
da
dos um
O propostas
setembro,
região doseventos
profissionais.
encontro
com
profissionais. com em eM
reali-
Engenheirosuis RILO REIS
e Gestão da Qualidade em Parques Eólicos zoutestemunharam
em Eduardo de setembro,
Agrônomos o lançamento
Magalhães, deem umLuis uisda
Eduardo
encontro mentos para abastecer a mesa de brasileiros, e com o surgimento da Empresa
dos profissionais
dos
o Associados da
profissionais discutiram
região da com
região propostas com e
e o curso Lean Six Sigma Green Belt. As A Associação dos Engenheiros e presidente
o presidente Associados
Técnicosnovados
Eduardo do da
carteira
do
Costa
Magalhães,
Crea-BA,
discutiram
Crea-BA, A
agalhães
de
profissionais doum propostas
AssociaçãoLuis
associado Ada
Luis
Descobrimento
Odos
encontrodada
região
eEngenheiros
en- comreali-(Associenge) Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), esta realidade foi transformada.
testemunharam o lançamento
aulas acontecem sempre nos finais de realizou no último diao24 presidente
dedmundoodmundo
setembro do
presidente
nova
umaCrea-BA,
testemunharam
Campos,
tidade,o
dos carteira
Campos,
zou
que
dotambém
palestra
presidente
profissionais para Luis
Crea-BA,
para
o lançamento
Agrônomos
em on-line
deba-
de
do
da região
de associado
Luis
deba-
setembro,
oferece decom
Crea-BA,
da
daLuis
des-
com
en- emo
Luis engenheiro
Eduardo
uis civil Kuffel explica que o Brasil produz 50% da soja mundial, 34% da carne de frango consumida
semana para viabilizar a participação do dmundo
Murilo Reis, sobre avaliações terdmundo
e perícias
ter demandas demandas
nova
Campos, na Campos,
carteira para
engenharia
contos dos dos
de
Eduardo
dmundo
em para
agalhães
profissionais.
associado
deba-
no
profissionais.
Campos, projeto
Magalhães,
estabelecimentos deba-
daA um
para en- Oencontro
Diálogos
deba-
co-
reali-
que Conectam,
o presidente
tidade, que dos também do
zou Crea-BA,
emoferece de da Luis
des-
setembro, em uis no mundo é brasileira, assim como 24% da carne bovina, por exemplo. Ele frisa que a
maior n mero de profissionais. esultado promovido em parceria tercom
demandas tertidade,
o Crea-BA.
Associados demandas
Associados dos Para
ter
discutiram
merciais
dmundo da dos
discutiram
que atambém
profissionais. profissionais.
presidente
demandaspropostas
cidade.
Campos, propostas
oferece
profissionais
dos
Parapara edadeba-eregião com
des-
Associenge,
profissionais.
completar Onimarcia
contos em estabelecimentos
o Eduardo
presidente Magalhães,
do co- um encontro
Crea-BA, Luis
produção da agricultura atinge apenas 7.6% da área agriculturável do país, de forma que
Nascimento, estes momentos ajudam contos
Associados
testemunharam
a na em
agenda, estabelecimentos
discutiram
Associados
atualização propostas
a oAlançamento
discutiram
do co-
e
da daderegião
propostas
conhecimento
Oprofissionaisrealiza, e com técnico. “Faz
da parceria da entidade com a empresa Associados discutiram
testemunharam ter
merciaisdemandaso propostas
da lançamento
cidade.
dmundo
dos
dos Para ecompletar
da
profissionais.
Campos, para deba- o mercado tem muito a crescer, sem comprometer as reservas legais. or fim, defende
nova merciais
testemunharam
carteira dadedecidade.
testemunharam Paraoopropostas
o lançamento
associado completar
da da Crea-BA,
en-
lançamento e dacontribuam
Interface Treinamento que tem mais 10 parte do propósito da nossa associação
nova
testemunharam oade
realizar
a Associados
carteiraagenda, lançamento
a testemunharam
agenda, nova
ater
ade
A
A
outubro,
ações o presidente
O como
discutiram
associado demandas
Odmundo
carteira
da en-
darealiza,
dos
realiza,
de associado
ncontro
essas, do
dedaque
profissionais.
de
Luis
en- deba-
para uma integração para melhorar os resultados de produção, com afinamento desde o
o crescimento profissional e a nova
tidade,
geração carteira
de
deque também
Engenheiros
contatos. associado
ooferece
Agrônomos
lançamento
Faremos da en-
des-
Campos,
mais da dare-
e para
com formatos que
anos de experiência no mercado, os pro- tidade,
nova carteira que a também
deagião de
associado oferece
outubro,
Associados o
datambém des- ncontro
discutiram propostas e produtor até o órgão de fiscalização dos profissionais ligados ao agronegócio.
tidade,
contos que tidade,
de outubro,
também
emcarteira queter
estabelecimentos
do atopiba oen-
demandas
oferece
e aahia oferece
ncontro
odes-
co- des-
dos profissionais.
fissionais associados ao C b tiveram permitam a participação decontos
tidade,todos,
que em
em denova
também várias
Engenheiros cidades
estabelecimentos
oferece
contos
de
em
associado
testemunharam da
Agrônomos
des-
Associados co-
estabelecimentos dae eagro
da do
discutiram
en- propostas
lançamento
re- rasil”,
co-
dafinaliza.
e
contos detidade,
merciais Engenheiros
em
da estabelecimentos
- Semana cidade.
que Agrônomos
Agronômica.
Para
também completar da
Osco- re- da en-
even-
de desconto na inscrição e os registrados merciais gião
datos domerciais
cidade.
nova
atopiba
Para e a oferece
carteira
testemunharam
dacompletar
cidade.
de associado
Paraeagro
des-
o lançamento
completar da
contos emamerciais
estabelecimentos
gião
agenda,
contosdo
da a A
ematopiba
abordarão
cidade. O
tidade, Para e co-
as
que acarteira
estabelecimentos
nova inovações
completar
realiza,
também eagro
de de da des-
oferece
co-
associado da en- ABG FA ESTREIA NO DI LOGOS E CONECTAM COM
e em dia com o Crea-BA tiverem desconto a agenda, - Semana a
aAgricultura
AdePara O Agronômica.
agenda, a A
realiza, O Os
de even-
realiza, de
APROGEO BA PARTICIPA merciais DE
da ENCONTRO
a-tos
a cidade.Semana
agenda,
merciais aoutubro,
abordarãoAada O DE
Agronômica.
completar
contos . oem
cidade. ePara
tidade,
deas
desafios
realiza,Os
ncontro
que
inovações
outubro,
even-
estabelecimentos
completar
tambémde
o Parada
fitos- oferece
ncontro
co-des-
PALESTRA SOBRE DESENVOLVIMENTO E MINERA O
de 30% na inscrição. Para o diretor do COORDENADORESa DE a de
CURSOS de outubro, oAgrônomos ncontro
agenda, aA atos abordarão
sanitários
Ode
Engenheiros
a agenda,
Agricultura
merciais
outubro,
a A as
regionais.
contos
realiza, oO
. merciais
inovações
da cidade.
de
e desafios
em
ncontro
da
realiza,re- da completar co-
estabelecimentos
de
CEB o engenheiro civil João Coelho da de Engenheiros
a agenda, ada O fitos-
Agrônomos
A cidade. da re- de
realiza, A Associação Baiana de Geólogos (ABG) fez sua estreia no programa “Diálogos que
a de deEngenheiros
Agricultura
oAgrônomos . ee adesafioso dare- fitos-
re- Para completar
de
gião Engenheiros
outubro,doa gião
sanitários atopiba doAgrônomos
deregionais.
outubro,
ncontro
atopiba da
aAncontro
eaeagro eagro
Costa promover e estimular a capacitação A Associação dos rofissionais
gião do eógrafos
sanitários
atopiba da aahia
regionais.
e a a de Aprogeo-
agenda,outubro,
eagro
o O A tem
ncontro sedemovimen-
realiza,
Conectam”, realizado em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia
de Engenheiros-gião
Semanade Engenheiros
doAgrônomos
-atopiba
Agronômica.
Semana Agrônomos
eAgronômica.
da
deassociados aa re-
Engenheiros Os eagro
even- da re-
Os oeven-
Agrônomos
de neste
outubro, dancontro
re-de pandemia
dos profissionais é também objetivo das tando para manter a proximidade
- Semana com os seus
Agronômica.
gião do atopiba Os even-
eatopiba
aOs eagroperíodo da Bahia (Crea-BA), dia 20 de agosto, com a palestra “O desenvolvimento da Bahia no
- Semana Agronômica. even-
entidades de classe. “ Estamos buscando do tos
giãomarcar
e isolamento social. ara atopiba
o ia
abordarão tos gião
do eAgricultura
eógrafo,
asdo
a abordarão inovações
deeagro
foi.do
as inovações
Engenheiros
realizada
edaAgrônomos
a
uma
da
eagroda re-
ive no perfil do Séc. XXI passa pela Fiol e pela Mineração”, ministrada por Antônio Carlos Tramm.
tos abordarão - Semana
tos abordarão
Agricultura as Agronômica.
.-inovações
as
Semana inovações
e desafios
gião daOs
e desafios
fitos-
atopiba
Agronômica. even-
da fitos-
e Os
a even- eagro
fazer parcerias com empresas que te- Instagram @aprogeoba- comSemanaa Agronômica.
doutora
Agricultura em
tos
Agricultura
geografi
abordarão
sanitários
tos
. regionais.
Osabordarão
e .desafios a- even-
asocimara
Semana
e desafios inovações
regionais.
fitos- obão.
Agronômica.
as
fitos- da
inovações Outro
Os evento
even-
da reali- No evento, foi debatido a importância da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), como canal
sanitários
nham experiência em promover cursos zado pela entidade foi tos
umaabordarão
Live para as
marcar
Agricultura
sanitários inovações
o Dia dotos
Agricultura
regionais. Meio da
abordarãoAmbiente,
. e desafios fitos-
. e as
desafios entre
inovações
fitos- o geógrafo
da e de escoamento de minérios e da produção agrícola da região oeste do estado até o Porto de
sanitários regionais. Agricultura
e possam agregar conhecimento na vida doutor em geologia José Souza Filho .esanitários
Agricultura oegeógrafo
desafios Uilliam
sanitários fitos-
regionais. Lima,. presidente
regionais. e desafios fitos- da Aprogeo- Ilhéus, no sul da Bahia. A conclusão da via está sendo discutida há 12 anos. O trecho 1 já está
sanitários regionais.
dos profissionais”. BA. Siga o perfil aprogeoba e confi
sanitários ra as pró imas novidades.
regionais. com quase da obra concluída. A previsão de conclusão do trecho é para o final de .

36 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 37
#ENTIDADES PROFISSIONAIS #ENTREVISTA #ENTIDADES PROFISSIONAIS

AS OPORTUNIDADES DE TRABALHO NA DEFESA DOS INTERESSES


PARA A ENGENHARIA COM O NOVO INDIVIDUAIS E COLETIVOS
MARCO LEGAL DA REG LARI A O DOS ENGENHEIROS

Foto: Arquivo Pessoal


F NDI RIA LEI N. /
A
principal missão do Sindicato dos
Engenheiros da Bahia (Senge-BA) é

C
onsidera-se que cerca de 70% dos imóveis urbanos específicas para o posterior registro e projeto urbanístico defender os interesses trabalhistas
brasileiros são ou estão irregulares. Trazendo esse de regularização fundiária.
recorte para mais perto da realidade da Bahia em As principais atividades técnicas inclusas no pro- individuais e coletivos da categoria. De acordo
números, somente na cidade de Salvador, cerca de 80%
dos imóveis tem algum tipo de irregularidade. Essas in-
cesso de Reurb são: Aerofotogrametria, Levantamento
Planialtimétrico Cadastral, Georreferenciamento, Lotea-
com o presidente em exercício da entidade,
consistências são usualmente conhecidas e resumem-se mento, Geodésia, Geoprocessamento, Sensoriamento Ronald José Souza da Silva, a defesa da
em ausência de individualização matricial da ocupação, Remoto, Cadastro Técnico, Vetorização de Dados, Desenho
desatualização da cadeia dominial, ausência de aver- técnico, Agrimensura Legal, Consultoria e Assessoria além categoria é importante para evitar a invasão
bação da construção, ausência de georreferenciamento das atividades de Urbanismo, coleta de dados geográfi-
urbano. Esses imóveis são palco da atividade humana cos, mapeamento, laudo ambiental, perícias, desenho de leigos no segmento e para defender um
Ronald José Souza da Silva
por moradia, indústria, comércio, serviços, agropecuária, arquitetônico, projetos dos mais variados tipos conforme
extrativismo estando sempre fora do custeio econômico necessidade do núcleo a ser regularizado. Presidente em exercício (Senge-BA)
salário mínimo profissional.
por não serem imóveis formais. Essa ação política-socioeconômica oriunda do instru-
Diante dessa irregularidade fundiária, que contribui mento legal, na verdade, não vem somente para combater
diretamente para o subdesenvolvimento econômico as invasões irregulares de imóveis públicos e particulares,
ual a principal missão da ual principal desa io Como oi a conquista pelo salário
brasileiro, o governo criou um instrumento jurídico mais ou promover uma maior segurança jurídica nas transações
Senge BA en rentado pela classe mínimo pro issional da categoria
flexível e inovador , para facilitar a regularização desses comerciais de imóveis, ou ainda contribuir para melhorar a
Nossa principal missão é repre- osso principal desafio é o des- A Lei n.º 4960 - A/66 foi conquista
imóveis irregulares: a Lei n.13.465/2017, a chamada circulação de riqueza no país, mas para que os núcleos infor-
sentar e defender os interesses tra- monte das empresas de engenharia, dos sindicatos de engenheiros e ar-
Lei da Reurb. mais urbanos existentes sejam finalmente contemplados
balhistas individuais e coletivos dos as pressões das empresas estrangeiras quitetos deste período. Atualmente
Sob a égide da referida lei, os ditames jurídicos acon- com infraestrutura básica necessária para a sobrevivência
engenheiros, geólogos e demais pro- para e ibilizar o registro de profissio- o sindicato promove negociação com
tecem conjuntamente com as atividades técnicas especia- digna da população.
fissões regulamentadas pelo istema nais estrangeiros e o sucateamento da objetivo de garantir o cumprimento
lizadas afetas aos profissionais do istema Crea Confea, A atuação da Engenharia, Agronomia e Geociências,
Confea/Crea. Engenharia no Serviço Público. da legislação. Tivemos vitórias impor-
especialmente nas Engenharias e Geociências, não deixando, nesse contexto, deve contribuir para a transformação do
tantes na Embasa, Cerb, MSX/Ford,
contudo, de incluir as atividades de Agronomia em deter- sistema Crea/Confea/Mutua num sistema socialmente
Como a Senge BA uais as vantagens PMS, UFC, Engevix, além de outras
minados contextos. referenciado trazendo a população serviços técnicos
representa os engenheiros em se iliar a entidade empresas. Na Embasa, por exemplo, a
O procedimento da Reurb, seja ela S – Social, E – de qualidade contribuindo para a defesa da sociedade,
Representamos através de estabe- Temos diversas vantagens. A pri- empresa ainda deverá pagar o salário
specífica, inominada ou híbrida, incluem, desde o prin- aproximando o profissional técnico especializado do
lecimento de acordos coletivos, nego- meira é ser um membro ativo de uma retroativo.
cípio, atividades técnicas profissionais que são relevantes cidadão habitantes das cidades brasileiras colocando
ciações por melhores condições labo- entidade de classe que defende os
para a sequência de atos que compõem o processo. em evidência a importância dos serviços da classe para
rais, defesa do mercado de Engenharia engenheiros e a Engenharia. Temos Como os engenheiros podem
Toda atuação técnica na Reurb pede o acompanha- o desenvolvimento do país.
contra a invasão de leigos e outras uma sede com espaços para reuniões, ter acesso através da entidade
mento da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica)
profissões alheias atuação profissional treinamentos e eventos sociais. Temos ao plano de sa de
do profissional executor trazendo segurança técnica ao
Márcia Virgínia Cerqueira Santos do Engenheiro, defesa e organização convênios com plano de saúde, insti- necessário proceder a filiação
processo. Entre as etapas técnicas importantes da Reurb,
Engenheira Agrimensora dos interesses dos Engenheiros au- tuições de ensino, hotéis de diversas entidade que pode ser realizada aces-
destaco a demarcação urbanística, planta georreferencia-
Presidente da Associação do Engenheiros tônomos e liberais, defesa do salário empresas e prestadores de serviços sando o site do Senge-BA, ou entrando
da do núcleo a ser regularizado, planta de sobreposição,
Agrimensores da Bahia (Aseab) mínimo profissional, da ngenharia e que proporciona desconto aos asso- em contato por meio do WhatsApp:
individualização dos lotes com geração de peças técnicas
Soberania Nacional. ciados da entidade. ( ) .

38 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 39
#INSTITUTO POLITÉCNICO DA BAHIA – Engenharia Aplicada #TECNOLOGIA& INOVAÇÃO

E PERTISE E REA DO SABER TECNOLOGIA & INOVA O


O NOVO CEN RIO DE LEO & G S ONSHORE SISTEMAS DE REVESTIMENTO DE FACHADAS
Prof. Heyde Viveiros Maia Prof.ª Ana Helena Hiltner / Prof. Adailton Gomes

O segmento de Óleo & Gás, Onshore e Offshore (águas rasas), está bastante aquecido diante da A cultura relativa à manutenção de edificações no Brasil ainda precisa ser estimulada
implementação pela Petrobras de Desinvestimentos de parte de seus ativos. É notável este para que o aspecto dessas edificações no cenário das cidades e, sobretudo, dos grandes
cenário nos campos localizados na Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Espirito Santo. centros urbanos seja de limpeza, conservação e salubridade.
Dados apresentados pela ANP mostram que o Brasil, mesmo com maior área O edifício é constituído por diferentes tipos de materiais que envelhecem ou se
geográfica, tem produção e reservas Onshore menores que os demais produtores deterioram pela ação de agentes naturais que afetam de maneira desfavorável
da América do Sul. Nos últimos anos, houve redução das atividades de produção seu desempenho. Na envoltória das edificações a degradação dos materiais

Fo
to:
nestes campos, o que atingiu gravemente as populações locais, face ao que constituem o acabamento decorativo está relacionada com a ação das

Fo
Sh

to:
uth
alto grau de dependência social e econômica à pratica da exploração e da intempéries, dos agentes biológicos, esforços, incompatibilidade e fatores de

Shu
erst

ther
produção de petróleo e gás. uso. Sua durabilidade está, portanto, vinculada à manutenção do edifício. Daí

ock

stock
Além das operadoras já implantadas, o que se vê neste ano é a a necessidade da conscientização dos condomínios e dos proprietários dos
aquisição de campos Onshore por novos players e uma forte tendência imóveis na manutenção preventiva, bem menos onerosa que a manutenção
de novos entrantes, donde permite-se contar com novos investimentos corretiva. Oportuno destacar, entretanto, a importância que deve ser dada
a partir de 2021. pelas empresas construtoras à necessidade de um projeto para execução
Neste novo cenário, o Instituto Politécnico da Bahia (IPB) está pronto do sistema de revestimento, à qualidade dos materiais utilizados e à mão
para participar do desenvolvimento dos projetos, com profissionais de obra empregada, fatores que estendem o prazo para a necessidade da
capacitados em diversas áreas, como Estudos e Análises sobre gás natural manutenção.
produzido; Estudos Geológicos; Monetizações; Projetos Conceituais; Apoio O Instituto Politécnico da Bahia (IPB), orienta empreendimentos,
Técnico às Equipes do Projeto, inclusive Owner Engineering; Comissionamento desde a fase construtiva na elaboração de relatórios, pareceres, projetos e
e Start-up das instalações. procedimentos para execução das manutenções preventivas e corretivas, para
restabelecer a estética das fachadas degradadas, propiciando segurança aos
usuários das edificações e valorizando o patrim nio dos proprietários. O corpo técnico
do IPB conta com especialistas em sistemas de revestimento de fachadas, reconhecidos
nacionalmente, que atuam no mercado.

ENGENHARIA & MERCADO LINHA DE INCENTIVOS E CAPACITA O


REVITALI A O DO EDIF CIO F NDA O POLIT CNICA O NOVO NORMAL DO SANEAMENTO
Walter Barretto Suzzane Mercandelli / Victor Duarte
O Edifício Fundação Politécnica de concepção moderna em 1968 (lojas/escritórios), é um A dificuldade de adequação ao novo arco egulatório do aneamento ásico
dos mais importantes e significativos e emplares da arquitetura moderna na cidade do (Lei n.º 14.026/2020) é uma realidade vivenciada nacionalmente que resultou na
Salvador, e uma grande oportunidade engenharia em novo shopping, decorrente postergação do prazo de eliminação dos lixões do ano de 2021 para 2024. Assim,
da requalificação da avenida Sete, pela Prefeitura de Salvador, destacados os a necessidade dos gestores públicos em aplicar soluções para o atendimento
incentivos fiscais municipais, espaço de fruição pública — Relógio S. Pedro, dessa política é real, obrigatória e a curto prazo. Há, no Brasil, 4.897 municípios
Fo

centro da avenida único na Cidade com este parâmetro, que é considerado com população menor ou igual a 50 mil habitantes, o que representa 87,9%

Fo
to:

to:
div

qualificador da ocupação urbana pela nova ei de Ordenamento do so e do total de 5.570 municípios brasileiros, segundo o Instituto Brasileiro de

Sh
ulga

uth
Ocupação do Solo (Lei n. º 9,148/2016, art. 78). eografia e statística .
ção /

erst
O IPB está desenvolvendo um projeto de reabilitação do edifício O Instituto Politécnico da Bahia (IPB) desenvolveu solução em gestão

ock
Fundação Escola Politécn

implementando conceito de shopping moderno, prevendo ocupação da específica direcionada a dirigentes de istemas de esíduos ólidos
área vazada acima da galeria de modo a reinseri-lo competitivamente no Urbanos. Uma das vantagens é o incentivo à associação entre entes
mercado de Salvador para prestação de serviços nas cidades com poucos habitantes, poucos
Considerando a ocupação da região onde já foram realizados recursos e sem cobertura de saneamento. Esses municípios poderão
ica (

investimentos do Estado, prefeitura e setor privado, o momento é bastante implantar os serviços de forma coletiva, formando blocos, baseados no
FEP

interessante, tendo em vista a expressividade e articulação entre dos diagnóstico identificado através do sistema de georreferenciamento do
)

condôminos-âncora, que são a Fundação Escola Politécnica (FEP) e Casa Pia, manejo dos resíduos sólidos, incluindo a identificação e eliminação dos li ões
ligada à Arquidiocese, juntamente com os minoritários na implementação dos Planos Municipais e Regionais de Saneamento Básico.
Dentre outras soluções, esse é um exemplo de como o IPB, entidade que vem
há 124 anos desenvolvendo e fomentando soluções em engenharia para apoio ao
desenvolvimento da sociedade brasileira, se propõe a cooperar para o cumprimento
do Marco Regulatório dentro do prazo.

40 CREA, Salvador, BA, v. 23,


22, n. 68,
69, segundo
terceiro trimestre
trimestrede
de2020
2020 CREA,
CREA,Salvador,
Salvador,BA,
BA,v.v.22,
23,n.n.68,
69,segundo
terceiro trimestre de 2020 41
#PROFISSÕES #PROFISSÕES

ENGENHARIA DE
Naquela época, esse ramo
era desconhecido. Se tinha a

Fo
concepção de que a pessoa que

to:
Arq
ui v o
TELECOMUNICAÇÕES: trabalhava com internet era

pesso
al
aquela que pegava o fio e
passava para o vizinho.

A GERA O DO SINAL E lisses Costa,


Engenhario eletrônico

CONECTA PESSOAS
e fixa, operadoras de satélite, de De acordo com Ulisses,
comunicação multimídia, além da que atua como consultor de
indústria e demais serviços. provedores de internet, os
Foi na faculdade de Engenharia desafios são a estruturação
Elétrica da Universidade Federal das empresas. “Algumas em-
da Bahia (Ufba) que o engenheiro presas estão crescendo rápi-
de telecomunicações Ulisses Costa do. Geralmente, ela começa
descobriu a vontade de atuar na com um técnico que começa a
área. Em 2002, quando estava na empreender. Há uma necessi-
graduação, decidiu que iria para a dade de capacitação, de ter uma
Engenharia Eletrônica, fez a espe- visão mais empresarial do negó-
cialização em Telecomunicações e cio. O que sempre sugiro é fazer
começou a atuar com provedores de capacitações juntos ao Sebrae, por
internet por “força do destino” quan- exemplo. Também é preciso investir
do estagiou na Agência Nacional de em fibra óptica, pois a velocidade
Telecomunicações (Anatel). “Na- em si não é o problema. Os prove-
quela época, esse ramo era desco- dores costumam oferecer até 100
nhecido. Se tinha a concepção de Mb de internet, mas é a qualidade
que a pessoa que trabalhava com dessa internet, que até as grandes
internet era aquela que pegava o fio operadoras ainda não resolveram”, de outorga junto a
e passava para o vizinho”, brinca o avalia. Outro desafio é a falta de po- Anatel e ao Crea. O
especialista. líticas públicas para o setor, que não profissional também
Ulisses Romário participou da permite que as pequenas empresas precisa fazer estudo
fundação de várias associações de possam competir em igualdade com de radiação e muitas

C
omo as pessoas se comunicariam avançados que permitem videochama- Engenharia Eletrônica, de Computação. provedores de internet na Bahia. Ele as grandes operadoras, sem levar vezes, dialogar com as
e se manteriam informadas em das como ficaria o entretenimento A regulamentação da atividade está estima que há quatro mil empre- em consideração a geração de em- companhias de energia
um mundo em pandemia sem das pessoas sem televisão e rádio? prevista no artigo 9º da Resolução sas do setor no estado, de pequeno pregos. Na Bahia, Ulisses Romário elétrica para utilização
a Engenharia de Telecomunicações? Com certeza, seria muito mais difícil nº 218, de 29 junho de 1973, den- a grande porte, que compete com diz que cada empresa, em média, dos postes de ilumina-
Difícil de imaginar, não é? A internet atravessar esse momento tão difícil tre outras, torna a profissão do os grandes provedores do país com gera oito empregos. No total, os ção. O engenheiro da
estreitou a distância, ajudou a ame- se não fosse pelo avanço tecnológi- engenheiro regulamentada nesta qualidade. O setor, conforme Ulisses provedores baianos geram 30 mil área ainda pode trabalhar
nizar a saudade de pais, avós e ami- co desenvolvido pela Engenharia de área. O profissional precisa ser re- explica, não entrou em crise durante empregos diretos. no administrativo-finan-
gos, permitiu a realização de trabalho Telecomunicações, que surge como gistrado no Conselho Regional de a pandemia da Covid-19. Pelo con- O engenheiro em telecomuni- ceiro de empresas, além
remoto para manter o distanciamen- uma vertente da Engenharia Elétrica. Engenharia e Agronomia (Crea) e trário, percebeu uma necessidade cações, que atua no segmento de atuar como gestores, con-
to social. Como seria o mundo sem A profissão também pode ser poderá atuar em empresas de rádio, de expansão por todas as vantagens internet, realiza estudos; projetos sultores, ou abrir um pro-
a telefonia, sem aparelhos celulares exercida por quem se gradua em TV, operadoras de telefonia móvel que ofereceu para as pessoas. para expansão da rede; faz o pedido vedor de internet próprio.

42 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 43
#PROFISSÕES

Foto: Arquivo Pessoal

NA TELA DA TV
Foi por curiosidade que o enge- depois, foi engenheiro trainee na TV
nheiro de telecomunicações Marlon Sudoeste, em Vitória da Conquista, A produção de TV
Pamponet decidiu cursar Engenharia trabalhando com profissionais re- envolve o domínio de
Eletrônica. Ele queria descobrir como nomados, que atuaram na antiga TV equipamentos de captação,
funcionavam os equipamentos tec- Tupi, em São Paulo. “Estar com pes-
nológicos, como uma TV recebe uma soas experientes no início da carreira edição, exibição e

AN NCIO
informação transmitida a milhares contribuiu definitivamente para al- armazenamento de conteúdo
de quilômetros, de onde vinha o áu- cançar uma maturidade profissional”, audiovisual. Para cada etapa
dio por trás de uma caixa de som. E pontua.
essa curiosidade o levou a trabalhar O especialista conta que, na épo- desta, existe uma diversidade
com projetos de instalação, manu- ca, o mercado de Telecomunicações de equipamentos envolvidos:
tenção e sistemas de Engenharia de estava se abrindo com a privati- câmeras, microfones,
Telecomunicações, como satélites, zação do setor, e as operadoras de
fibra óptica, rede de computadores, telefonia móvel demandavam mui- iluminação, equipamentos de
rádios, antenas e com a própria te- tos profissionais nesta área. Mas computação gráfica e de
levisão. “A produção de TV envolve diz que, atualmente, a demanda se edição não-linear, entre
o domínio de equipamentos de cap- estabilizou devido a estagnação do
tação, edição, exibição e armaze- setor. “O Brasil perdeu duas grandes outros.
namento de conteúdo audiovisual. revoluções tecnológicas que pode-
Para cada etapa desta, existe uma riam atualizar o parque industrial e Marlon Pamponet,
diversidade de equipamentos envol- oferecer oportunidades para os enge- Engenhario de telecomunicações e eletrônico
vidos: câmeras, microfones, ilumina- nheiros do setor: a da microeletrônica
ção, equipamentos de computação e da comunicação pessoal. Para se
gráfica e de edição não-linear, entre ter uma ideia, não existe uma fábrica
outros”, explica. no país de semicondutores. Todos terno e ampliar o acesso a uma TV de
Pamponet conta que toda essa os chips eletrônicos são desenvol- qualidade. “Entendo que a nova Lei da
planta tecnológica opera com equipa- vidos no exterior. O mesmo ocorreu Liberdade Econômica pode destravar
mentos de geração de energia como com equipamento celulares e tablets, o país e abrir inúmeras oportunidades
grupos geradores e no-breaks, alimen- onde no máximo montamos o que é no setor de telecomunicações, pois
tação com dupla abordagem e, por produzido em outros países. Ou seja, estamos às vésperas dos leilões da
fim, equipamentos de climatização. perdemos três décadas, pois local- faixa do 5G, inclusive. O desafio passa
“Penso que TV envolve tudo que o há mente produzimos o mesmo que em pelas escolhas que fazemos no perfil
de tecnologia”, avalia. A carreira dele 1990 – commodities”, avalia. dos gestores públicos. Menos Estado
começou estagiando na TV Bahia, em Assim como Ulisses Romário, e mais liberdade certamente faz bem
Salvador, com supervisão do enge- Marlon diz que faltam políticas pú- para criar oportunidades — a história
nheiro Antonio Roberto Paoli. Logo blicas para expandir o mercado in- assim nos ensina”, pondera.

44 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 45
#DRONES #DRONES

MAIS ALIDADE,
Consultor autônomo em Geotec- do que eu gastaria com a tecnologia

Foto: Arquivo Pessoal


nologias e Meio Ambiente, Lima realiza tradicional”, estima, ao contar que rea-
treinamentos, executa serviços e faz liza levantamentos planialtimétricos
o processamento de dados. Antes de e reconhecimento de áreas por sua
incorporar o uso de drones no trabalho, empresa, a TopoCálculos. De acordo

MODERNIDADE
ele fazia mapeamentos por imagens com o agrimensor, a “plantinha” que o
de satélite, que tinham defici ncias profissional recebia passou a ser uma
as imagens disponíveis gratuitamente espécie de foto, com todas as informa-
não atendiam a todos os requisitos do ções e análises da área incorporadas.
serviço e aquelas de alta resolução en- Essa visão ampliada e privilegia-

E BAI O C STO
careciam demais o custo dos projetos. da trouxe incrementos também ao
Os vants, então, solucionaram esses agronegócio. De 2016 para cá, o uso
dois problemas ao entregar produtos de drones têm se popularizado cada
detalhados de baixo custo. vez mais no setor junto à chamada
Outro benefício associado à fer- “agricultura de precisão”, que consiste
ramenta é a agilidade nos processos. na adoção de tecnologias para moni-
Assim como Lima, o engenheiro agri- torar as áreas de forma mais precisa.

Profissionais
mensor e conselheiro do Conselho Ao sobrevoar um plantio com veículos
Regional de Engenharia e Agronomia aéreos não tripulados, por exemplo, o

ligados a da Bahia (Crea-BA), Uallace Xavier,


destaca a otimização do tempo. “Com
piloto consegue captar toda a planta-
ção em uma imagem única e cada pixel
Engenharia e o drone, eu devo gastar em média 10% é georreferenciado.

Geoci ncias
SO DE DRONES NA P LVERI A O
destacam PODE SER REG LAMENTADO
eficácia dos Atualmente, o setor do agronegócio aguarda a regulamentação do

drones em uso de aeronaves remotamente pilotadas (RPA), os drones, em atividades


agropecuárias. O objetivo é definir as normas para os drones destina-
atividades que dos à pulverização, usados para a aplicação de produtos em áreas onde
aviões agrícolas não chegam ou que as máquinas enfrentam dificuldades
vão da inspeção para aplicar. “Você define os polígonos de interesse e aplica de forma
localizada, com menos produto químico, custo menor, eficiência maior.

preventiva Acaba sendo sustentável em relação à saúde das pessoas e do meio


ambiente”, esclarece o engenheiro mecânico Marco Fabio Borges. De

solução de acordo com ele, uma vez que a atividade esteja regulamentada, o piloto
vai precisar passar por treinamento em uma escola certificada pelo Mapa

problemas para exercer a função.

LEGISLA O VAI CONECTAR E IPE DISTÂNCIA


O decreto 10.306/2020, publicado em abril deste ano, instituiu que
a partir de 2021 todas as obras e serviços de engenharia realizados por

P
raticidade, economia, qualidade e mento cartográfico e prevenção de profissional, já que apenas um opera- entes federais terão que usar o BIM (Building Information Modeling ou
segurança. Essas são só algumas problemas. dor dá conta da tarefa. “É o que ocorre Modelagem da Informação da Construção, em português). Na prática, isso
significa que toda construção precisará ser replicada em ambiente digital,
das vantagens no uso de veículos Há cerca de três anos trabalhando com as operações para inspeção de es-
com modelagem tridimensional do terreno, ao longo da obra. “Imagine
aéreos não tripulados (vants) nas áreas com drones, o geólogo Juarez Lima truturas (prédios, gasodutos, telhados, uma multifuncional construindo a ponte Salvador-Itaparica. Aí tem um
de Engenharia e Geociências. Os vants lembra que, “até pouco tempo atrás”, ambientes confinados, dentre outras) especialista lá na China e o engenheiro aqui vai colocando as informações
ou drones, como popularmente são um projeto simples com mapeamento que envolvem o risco à vida humana. no modelo, análises de campo... Assim, o especialista pode verificar se a
chamados, têm modelos e habilidades aéreo exigia custo elevado e equipe Hoje elas podem ser realizadas atra- construção está seguindo o projeto, se houve algum erro ou intervenção”,
diversas que au iliam os profissionais numerosa. Essa lógica se inverteu com vés de drones de forma mais segura esclarece Borges. Dessa forma, as atividades de cada membro da equipe, Juarez lima,
nas atividades de inspeção, mapea- a integração do drone ao ambiente e ágil”, afirma. do supervisor ao gestor de logística, ficarão interligadas. ge logo

46 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 47
#DRONES #DRONES

Se utilizada a câmera multiespec- conseguir visualizar todos os ângulos dutividade” no trabalho que é feito coti-

Foto: Marco Fabio Borges


#DRONES
tral, o engenheiro industrial mecânico de visão externamente e o nosso ins- dianamente. No entanto, o engenheiro
VOO LEGAL
#DRONES

Marco Fabio Borges, CEO da empresa petor só consegue enxergar de cima da eletricista ressalta que a tecnologia não Como todo objeto que alça voo pre-
Drones Solutions, garante que o re- torre, não consegue voar em torno dela vem para substituir o recurso humano, cisa obedecer às regras previstas pelo
Se utilizada a câmera multiespec- conseguir visualizar todos os ângulos dutividade” no trabalho que é feito coti-

Foto: Marco Fabio Borges


sultado é ainda melhor. Isso porque como o drone faz”, explica. Os técni- pois, assim como o drone enxerga coi-
tral, o engenheiro industrial mecânico de visão externamente e o nosso ins- dianamente. No entanto, o engenheiro
Departamento VOO deLEGAL
Controle do Espaço
ela possui um infravermelho próprio, cos da equipe de Vilaça monitoram as sas não perceptíveis a olho nu, o inver- Aéreo (Decea), os drones estão sujeitos
Marco Fabio Borges, CEO da empresa petor só consegue enxergar de cima da eletricista ressalta que a tecnologia não à regulamentação
Como todo objetofederal. E não
que alça apenas
voo pre-
que apresenta osDrones
índicesSolutions,
vegetativos garantelinhas
que odere- transmissão
torre, não de alta tensão
consegue so também
voar em torno dela vem ocorre.
para“Ésubstituir
uma ferramenta
o recurso humano, essa. Piloto e às
cisa obedecer aeronave tambémpelo
regras previstas res-
da planta, mostrando ao técnico onde da capital pernambucana, um trabalho complementar”,
sultado é ainda melhor. Isso porque como o drone faz”, explica. Os técni- pois, assim como defi ne. O engenheiro
o drone enxerga coi- pondem às determinações
Departamento de Controle da Agência
do Espaço
a plantação está saudável
ela possuieum onde não que próprio,
infravermelho é tambémcos arriscado.
da equipe de Vilaça monitoram agrimensor
as sasUallace Xavier vai aalém
não perceptíveis e o inver-
olho nu, Aéreo (Decea),
Nacional os drones
de Aviação estão
Civil sujeitos
(Anac) e, em
está. A vantagemqueé a apresenta
possibilidade de Neste sentido, o benefício é o lembra que não basta investir na qua- à regulamentação
alguns federal. E não
casos, do Ministério daapenas
Defesa.
os índices vegetativos linhas de transmissão de alta tensão so também ocorre. “É uma ferramenta
essa. Piloto e aeronave
O engenheiro também
eletricista res-
Eduardo
adotar soluções específi casmostrando
da planta, para cadaao técnico
mesmoonde para adaconstrução civil. Sem umlidade
capital pernambucana, do equipamento,
trabalho complementar”, semdefi
que o pro-
ne. O engenheiro pondem
Vilaça, do às determinações
Departamento da Agência
de Manutenção
área, economizando produtosestá
a plantação quesaudável
po- aenecessidade
onde não que de que um técnico
é também faça fissional queagrimensor
arriscado. for operá-lo também
Uallace sejavai além e
Xavier deNacional
Linhas dede Aviação Civil (Anac)
Transmissão e, em
da Chesf, em
está. em
deriam ser despejados A vantagem
excesso. é“Ela
a possibilidade
rapel paradealcançarNesteo toposentido,
de um prédioo benefício é o lembra
capacitado. que exige
Cada setor não basta investir na qua-
diferentes alguns casos, do Ministério da Defesa.
Recife, destaca que não se trata de “brin-
adotar soluçõesexata-
específicas O engenheiro eletricista Eduardo
é muito especial na agricultura depara
20 cada
andares, mesmo para a construção
um equipamento de civil. Sem lidade
habilidades do equipamento,
dos técnicos sem que o pro-
e especialis- car de drone”, mas assumir a função com
Vilaça, do Departamento de Manutenção
mente porque vocêárea, economizando
consegue, cruzando produtos
médio queporte
po- podea necessidade
sobrevoar de que um técnico
o edifício, tas. faça fissionalveio
“A tecnologia que for
praoperá-lo também seja
ficar, mas responsabilidade para evitar
de Linhas de Transmissão acidentes,
da Chesf, em
com as informações de campo, gerar permitindo que o engenheiro demar- ela não faz mágica. O profissional temdiferentes
deriam ser despejados em excesso. “Ela rapel para alcançar o topo de um prédio capacitado. Cada setor exige invasão à privacidade
Recife, destaca que nãoe se
outras
tratainfrações.
de “brin-
é muito especial na agricultura exata- de 20 andares, umdevi-
equipamento “Isso é drone”,
fundamental, poisaofunção
pilotocomestá
análises muito ricas quanto ao estado que eventuais falhas com suas que terdeconhecimento
habilidadestécnico
dos técnicos
para quee especialis- car de
acessando
mas assumir
o espaço
mente porque você consegue, cruzando médio porte pode sobrevoar o edifício, tas. “A tecnologia veio pra ficar, mas responsabilidade paraaéreo da mesma
evitar acidentes,
e qualidade do plantio”, acrescenta. das descrições para buscar soluções o produto tenha qualidade”, defende. forma
invasãoque um pilotoe outras
à privacidade de helicóptero”,
infrações.
com as informações de campo, gerar permitindo que o engenheiro demar- ela não faz mágica. O profissional tem
direcionadas. compara. Confira as regras
“Isso é fundamental, vigentes:
pois o piloto está
análises muito ricas quanto ao estado que eventuais falhas com suas devi- que ter conhecimento técnico para que acessando o espaço aéreo da mesma
ANTECIPAÇÃO e qualidade do plantio”, acrescenta.“O mais importante
das descriçõescom para
isso não Foto: Drones /Arquivo Pessoal Uallace Xavier

buscar soluções o produto tenha qualidade”, defende. Atribuições dopiloto


piloto:
forma que um de helicóptero”,
é obter uma fotografi
direcionadas. sim um
a, mas • compara.
ter mais dera18
Confi asanos;
regras vigentes:
DE PROBLEMAS filme. Fazer inspeções periódicas,
“O mais importante ondecom isso não • cadastro obrigatório no Sistema de
ANTECIPA O
Foto: Drones /Arquivo Pessoal allace avier
Atribuiç es do
Aeronaves piloto
Não-tripuladas (Sisant);
Com toda a visão privilegiada que a você consegueé ver e dizer: ‘opa,
obter uma fotografi essa
a, mas sim um ter mais de 18 anos;no Sistema de
• cadastro obrigatório
ferramenta dá, osDE PROBLEMAS
profissionais ressal- fissura tinha um milímetro
filme. há um ano,
Fazer inspeções periódicas, onde cadastro obrigatório no Sistema de
Aeronaves Remotamente Pilotadas
tam ainda a efetividade
Comdos drones
toda em
a visão há seisque
privilegiada meses,
a você um consegue
milímetrover e meio,
e dizer: ‘opa, essa Aeronaves Não-tripuladas (Sisant);
(Sarpas) para solicitar
cadastro obrigatório acessodeao
no Sistema
antever problemas.ferramenta
De acordo dá, os o agora,
profissionais
com está com
ressal- fissura
doistinha um milímetro
milímetros’. Ou há um ano, espaço aéreo;
Aeronaves Remotamente Pilotadas
tam ainda
engenheiro eletricista a efetividade
Eduardo Vilaça, dosseja,
drones em há seis
a degradação meses,rápida
é muito um milímetro
e aí e meio, • descontinuar o voo, assim
(Sarpas) para solicitar acesso que
ao
com o aagora, está‘se
com dois em
milímetros’. Ou possível, quando notar problemas
do Departamentoantever problemas.de
de Manutenção De acordo
você começa predizer: de seis espaço aéreo;
seja, meio
a degradação é muito mecânicos,
descontinuarelétricos
o voo,ouassim
estruturais
que
engenheiro
Linhas de Transmissão eletricista
da Chesf, em Eduardo Vilaça, evolui
seis meses, milímetro e o rápida e aí que comprometam
possível, a segurança
quando notar problemasda
do Departamento de Manutenção de você começa a predizer: ‘se de seis em
Recife, por mais que o técnico use um nosso limite aceitável é cinco milíme- operação.
mecânicos, elétricos ou estruturais
Linhas de Transmissão datros, Chesf, em seis meses, evolui meio milímetro e o que comprometam a segurança da
binóculo ou máquina fotográfica, sem- eu sei que vai chegar ao estado
Recife, por mais que o técnico use um nosso limite aceitável é cinco milíme- Regras para a aeronave:
operação.
pre restam “pontos cegos” que ele não crítico daqui a tros, um ano e meio e posso
eu sei que vai chegar ao estado • aquisição de seguro obrigatório para
binóculo ou máquina fotográfica, sem-
consegue registrar. estar um passocríticoà frente do aproblema’”, Regras para acom
acidentes aeronave
terceiros em caso de
pre restam “pontos cegos” que ele não daqui um ano e meio e posso aquisição de seguro obrigatório para
“O drone hojeconsegue
está servindo pra estima Borges. estar um passo à frente do problema’”, uso comercial;
registrar. acidentes com terceiros em caso de
aumentar nossa capacidade Parapra Vilaça, todaBorges.
essa gama de • cadastro obrigatório no Sistema de
“O dronedehoje detec-
está servindo estima uso comercial;
Aeronaves Não-tripuladas (Sisant);
tar problemas. Eleaumentar
tem a vantagem de serviços
nossa capacidade de detec- se traduz em “ganho toda
Para Vilaça, de pro-essa gama de cadastro obrigatório no Sistema de
• cadastro
Aeronavesobrigatório no Sistema
Não-tripuladas (Sisant);de
tar problemas. Ele tem a vantagem de serviços se traduz em “ganho de pro- Aeronaves Remotamente Pilotadas
cadastro obrigatório no Sistema de
(Sarpas)
Aeronavespara solicitar acesso
Pilotadasao
Foto: Drones /Arquivo Pessoal Uallace Xavier Foto: Arquivo Pessoal Foto: Arquivo Pessoal
Remotamente
Foto: Arquivo Pessoal Foto: Arquivo Pessoal Foto: Arquivo Pessoal
espaço aéreo.
(Sarpas) para solicitar acesso ao
espaço aéreo.

QR Code pra essa edição da revista:


R Code pra essa edição da revista
http://www.creaba.org.br/Imagens/
http://www.creaba.org.br/Imagens/
FCKimagens/Pdf/Revista_CREA_52.pdf
FCKimagens/Pdf/Revista_CREA_52.pdf

Engenheiro
Drone utilizado agrimensor
em fotos aéreas allace avier eletricista
Engenheiro Engenheiro eletricista
Eduardo Eduardo Vilaça
Vilaça Engenheiro
Engenheiro mecânico
mecânico MarcoMarco Fabio
Fabio Borges
Borges

48 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 49
48 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 49
#INSPETORIAS #INSPETORIAS DO CREA-BA

COLÉGIO DE INSPETORES
Alagoinhas Ilhéus Paulo A onso
Rua Dantas Bião, s/n, sala 52, Laguna Praça Rui Barbosa, nº 32 - Centro. CEP 45.653-340 Rua Carlos Berenhauser, 322 Térreo,
Shopping - Centro CEP: 48030-030 Tel: (73) 3634-1158 Alves de Souza. CEP: 46.608-080
Tel: (75) 3421-5638 E-mail: creaba.ilheus@redecreaba.org.br Tel: (75) 3281-4887
E-mail: creaba.alag@redecreaba.org.br Inspetor: Eng. Eletricista Mario Jorge E-mail: creaba.pafonso@redecreaba.org.br

realiza primeira reunião por videocon er ncia Inspetor: Eng. Civil André Luiz Martins Freire

Barreiras
Salomão Silva
Irec
Inspetor: Eng. Mecânico e Eng. Seg. Trabalho
Glaucio Augusto Lima Bezerra
Ribeira do Pombal
Rua Caetano Moreira, n° 48, Centro
Rua Maria Mendes Ferreira, nº21, Sandra CEP: 44.900-000 Av.Oliveira Brito, 310,Ed. Bruna Center,

P
Regina. CEP: 47.802-022 Tel: (74) 3641-3708 / 1957 salas 09 e 10, centro. CEP: 48.400-000
ela primeira vez em sua história, o Colégio de Tel: (77) 3611-2720/3612-3700 E-mail: creaba.irece@redecreaba.org.br Tel: (75) 3276-3896
Inspetores do Conselho Regional de Engenharia e E-mail: creaba.barreiras@redecreaba.org.br Inspetor: Eng. Civil Amanda Batista Neiva E-mail: creaba.rpombal@redecreaba.org.br
Agronomia da Bahia (Crea-BA) se reuniu em uma Inspetor: Eng. Civil Maurício Mayer Inspetor: Eng. Eletricista Gutemberg
Itaberaba
Menezes Ribeiro
sessão por videoconferência. A reunião virtual aconte- Bom Jesus da Lapa
Praça Flávio Silvany , 130, sala 105,
ceu no dia 28 de julho para ouvir as demandas das 26 Santa Maria da Vit ria
Avenida Manoel Novaes,nº 1586, Centro, Edf. Empresarial João Almeida Mascarenhas
inspetorias espalhadas por diversas regiões da Bahia. A Edifício Avenida Center, Sala 6B, Bom Jesus Centro. CEP: 46880-000 Rua 06 de outubro, S/Nº, Centro
da Lapa-BA. CEP: 47.600-000 Tel: (75) 3251-3213 / 1812 CEP: 47.640-000
medida foi necessária para respeitar as regras de isola- Tel: (77) 3481-0301 E-mail: creaba.itaberaba@redecreaba.org.br Tel: (77) 3483-1090 / Fax: 3483-1110
mento social, definidas pelas autoridades de saúde em E-mail: creaba.bjlapa@redecreaba.org.br Inspetor: E-mail: creaba.smv@redecreaba.org.br
todo o estado. A prática tem sido comum no Crea-BA para Inspetor: Eng. Agrim. Luiz Eustaquio Diniz Bastos Inspetor: Eng. Agrônomo Danilo Alves
Itabuna
Pereira
viabilizar a realização de reuniões durante a pandemia Brumado
Avenida Princesa Izabel, 395, Condomínio
do novo coronavírus. Santo Ant nio de Jesus
Praça Coronel Zeca Leite, 460, Centro Itabuna Trade Center, sala 202, bairro São
O presidente em exercício do Crea-BA, engenheiro CEP: 46.100-000 Caetano. CEP: 45.607-291 Av. Roberto Santos, 88, Ed. Cruzeiro do Sul,
Tel: (77) 3441-3326 Tel: (73) 3211-9273 salas 103 e 104, Centro. CEP: 44572-060
civil, de Minas e Segurança do Trabalho José Francisco E-mail: creaba.brumado@redecreaba.org.br E-mail: creaba.itabuna@redecreaba.org.br Tel:/Fax: (75) 3631-4404
Ramalho, destacou a responsabilidade dos inspetores em Inspetor: Eng. Civil Marco Túlio Cunha Inspetor: Eng. Ambiental Marcio E-mail: creaba.saj@redecreaba.org.br
suas regiões. Ainda informou que o Conselho manteve as Camaçari
Massayoshi Watanabe Inspetor: Eng. Agrim. Carlos Roberto
Canuto Ribeiro
atividades com alta produtividade dos colaboradores na Av. Radial A, nº 67,Centro, Edfício Empresarial
Jacobina
modalidade de teletrabalho. Na ocasião, Ramalho pontuou Seabra
Pacific Center, salas Q e R, 1º andar Rua Duque de Caxias, 400A - Estação
para o grupo algumas prioridades enquanto estiver no CEP: 42.807-000 CEP: 44.700-000 Rua Jacob Guanaes, 565, Centro
Tel: (71) 3621-1456 / 3040-5871 Tel: (74) 3621-5781 CEP: 46900-000
exercício da presidência. Para o presidente do Crea-BA, encontros como esses E-mail: creaba.camacari@redecreaba.org.br E-mail: creaba.jacobina@redecreaba.org.br Tel: (75) 3331-1327
Um dos temas abordados foi a retomada gradual das são essenciais para o alinhamento de ações que visem Inspetor: Eng. Ambiental Claudia Jussiara Inspetor: Tecnólogo G. Ambiental E-mail: creaba.seabra@redecreaba.org.br
atividades presenciais de fiscalização e os protocolos de a melhoria contínua da atuação do Conselho em todo o Gomes do Nascimento Almacks Luiz Silva Inspetor: Eng. Civil Marcos Vinicius dos
Santos Silva
segurança para prevenção da Covid-19. Durante o encontro, estado. “A conversa foi bem construtiva e com a partici- Cruz das Almas Jequié
o coordenador de fiscalização Augusto C mera e plicou o pação importante dos nossos inspetores e inspetoras de Teixeira de Freitas
Rua Cícero Nazareno, nº 172, Centro Rua Frederico Costa, 61 - Centro. CEP: 45203630
plano de retomada, com realização de testes da Covid-19 diversos pólos da Bahia. Reuniões na modalidade telepre- Tel: (75) 3621-3324 Tel: (73) 3525-1293 Av. Presidente Getúlio Vargas, 3421, Centro
E-mail: creaba.cruz@redecreaba.org.br E-mail: creaba.jequie@redecreaba.org.br Edificio Esmeralda - salas 203, 204 e 205
para todos os fiscais que atuarão presencialmente. ambém sencial vem somar também neste contexto, permitindo Inspetor: Eng. Agrônomo e Seg. Trabalho Inspetor: Eng. Agrônomo Mario Josué de Carvalho CEP: 45.985-200
declarou que a entidade adquiriu todos os equipamentos de um contato mais frequente e solucionador”, finaliza. Adson Barbosa Melo dos Santos Tel: (73) 3291-3647/ 3291-7444
Juazeiro
proteção individual e segurança para uso dos fiscais que irão Eunápolis
E-mail: creaba.tfreitas@redecreaba.org.br
Rua do Paraíso, nº 97, Centro Médico e Inspetor: Eng. Agrimensor e Eng. Seg.
atuar nas ruas. Os funcionários do grupo de risco deverão Rua Castro Alves, 374, Sala 02 e 03, Centro Empresarial Dr. Olavo Balbino, sala 35, Trabalho Nilton Silva Correia
permanecer em regime de home-office por mais tempo. Mesmo sendo em um novo formato, CEP: 45820-350 Bairro Santo Antonio. CEP:48.903-050
Valença
A reunião contou com a participação de 51 inspetores Tel: (73) 3281-2806 Tel: (74) 3611-3303 / 3611-8186
das cidades de Alagoinhas, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, via videoconferência, foi dado a E-mail: creaba.eunapolis@redecreaba.org.br
Inspetor: Eng. Civil Vitor Grimaldi Carneiro
E-mail: creaba.juazeiro@redecreaba.org.br
Inspetor: Eng. Civil Hemerson Cardoso
Rua: Dr. Heitor Guedes de Melo, nº 111
Ed. Argeu Farias Passos, Centro
Camaçari, Cruz das Almas, Eunápolis, Feira de Santana, oportunidade de apresentarmos as Lopes Guimarães CEP: 45400-000
Guanambi, Itabuna, Ilhéus, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Feira de Santana Lauro de Freitas
Tel: (75) 3641-3111
Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Paulo Afonso, demandas de cada inspetoria e também Rua Prof. Geminiano Costa, 198, Centro Av. Brigadeiro Mário Epighaus, 78, Ed. Busines
E-mail: creaba.valenca@redecreaba.org.br
Inspetor: Eng. Civil Adilton Reis
Ribeira do Pombal, Santa Maria da Vitória, Santo Antônio
de Jesus, Seabra, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória
pudemos trocar informações com os CEP: 44001-120
Tel: (75) 3623-1524
Center, sala 115, Bloco B - Condomínio Porto 3 -
Centro. CEP:42.703-640
Vit ria da Conquista

da Conquista. Participaram também representantes de nossos colegas de outras reuniões. E-mail: creaba.fsa@redecreaba.org.br
Inspetor: Eng. Civil Gerinaldo Costa Alves
Tel: (71) 3024-3517
E-mail: creaba.lf@redecreaba.org.br
Avenida Jorge Teixeira, nº 74, 3º Andar,
S/304, Ed.Millenium, Candeias
diversos setores do Conselho. Inspetor: Eng. Eletricista Washington CEP: 45028-050
Guanambi
A coordenadora do Colégio de Inspetores, Nelma Willams Leal Brandão Tel: (77) 3422-1569 / (77) 3427-8843
Nelma Moraes, Av. Messias Pereira Donato, 495, Aeroporto E-mail: creaba.conquista@redecreaba.org.br
Santos, de Vitória da Conquista, avalia positivamente a Velho. CEP: 46430-000
Luis Eduardo Magalhães
Inspetor: Engª Civil Nelma Moraes Santos
Engenharia civil e coordenadora
reunião, que considerou proveitosa e interativa. “Mesmo do Colégio de Inspetores Tel: (77) 3451-1964 Av. JK, nº 1973, Salas 1 e 3, Centro
sendo em um novo formato, via videoconferência, foi dado E-mail: creaba.guanambi@redecreaba.org.br CEP: 47850-000
Inspetor: Engª. Civil Rozelece Castro Nogueira Tel: (77) 3628-6755
a oportunidade de apresentarmos as demandas de cada E-mail: creaba.lem@redecreaba.org.br
inspetoria e também pudemos trocar informações com Inspetor: Eng. Agrônoma Daniella Aparecida
os nossos colegas de outras reuniões”, destaca. das Virgens Cantelli

50 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 CREA, Salvador, BA, v. 23, n. 69, terceiro trimestre de 2020 51