Você está na página 1de 2

AFERIÇÃO 3.O PERÍODO DO 10.

O ANO | 2019-2020 | FILOSOFIA

ATIVIDADES_2

1. Das alternativas apresentadas, selecione a correta.


1.1 A teoria de John Rawls tem como principal objetivo
A. determinar os princípios morais sob os quais uma sociedade se deve organizar.
B. criar condições para que as instituições possam aplicar a justiça.
C. atribuir princípios de justiça para que a sociedade seja igual.
D. definir um conjunto de princípios que permita criar condições para uma sociedade justa.

1.2 Segundo John Rawls, uma sociedade é justa quando


A. defende todas as pessoas por igual, independentemente das suas origens e condições.
B. cria condições para que todos os indivíduos tenham as mesmas oportunidades.
C. tem em atenção as classes mais favorecidas.
D. age particularmente sob um véu de ignorância.

1.3 Um apoio social, por exemplo, é para Rawls uma medida justa. Esta afirmação é
A. falsa; nem todas as pessoas estão em condições para usufruir desse subsídio.
B. verdadeira; a distribuição diferenciada da riqueza é justificada pelo apoio aos mais desfavorecidos.
C. falsa; coloca em causa a distribuição justa da riqueza ao dar a alguns e não a outros.
D. verdadeira; todos os indivíduos que procederam a descontos deverão ter esse direito.

1.4 O véu de ignorância pressupõe que as pessoas envolvidas


A. não tenham qualquer conhecimento da sua condição futura na sociedade.
B. não julguem os outros em função do conhecimento do seu passado.
C. não sejam influenciadas por fatores culturais e económicos na definição dos princípios justos.
D. apliquem a justiça de forma imparcial e igual para todos os cidadãos.

1.5 O princípio da igualdade de oportunidades visa sobretudo


A. impedir que as pessoas mais favorecidas possam usufruir de cargos superiores e privilegiados.
B. distribuir a riqueza de forma igual entre todos os cidadãos.
C. garantir que todos os cidadãos, mesmo os mais desfavorecidos, tenham iguais oportunidades.
D. estabelecer um salário justo e igual entre todos os cidadãos.

1.6 Rawls rejeita o utilitarismo porque, segundo ele,


A. são os princípios a determinar a justiça e não os efeitos ou as consequências das ações.
B. não deve ser a sociedade a determinar o que é o Bem ou a definir a distribuição justa de riqueza.
C. uma sociedade justa não é aquela que maximize a felicidade, mas que privilegie os mais desfavorecidos.
D. o utilitarismo não tem em atenção o mérito individual.

1.7 Um dos conceitos de Rawls cuja operacionalidade Sandel coloca em dúvida é


A. o véu de ignorância.
B. a regra maximin.
C. o princípio da diferença.
D. o princípio da igualdade de oportunidades.

1.8 Nozick opõe-se a Rawls, no que diz respeito ao papel do Estado, pois, segundo ele,
A. o Estado deveria ser mais interventivo a fim de assegurar os interesses dos mais desfavorecidos.
B. não se espera que o Estado dê primazia aos mais desfavorecidos quando deve defender todos por igual.
C. o Estado deve ter uma intervenção mínima a fim de assegurar as liberdades dos cidadãos.

1
D. espera-se que o Estado tenha uma intervenção mais ativa na justiça e não tanto na economia.

2. Indique se as seguintes situações são, segundo os princípios da justiça de Rawls, justas ou injustas.
Justifique a resposta para cada uma das alíneas.
A. Atribuir a alunos mais carenciados apoios financeiros e/ou materiais de forma a poderem concluir a
escolaridade obrigatória.
B. Criar uma taxa única intermédia, entre rendimentos altos e rendimentos baixos, para todos os cidadãos
no acesso à saúde.
C. Encerrar indiscriminadamente todas as escolas primárias, mesmo as do interior ou de pequenas
localidades, que não tenham no mínimo 20 alunos no total.
D. Investir mais numa zona desfavorecida a fim de criar condições para os seus cidadãos poderem usufruir
de bens e serviços básicos.
E. Definir impostos mais elevados para pessoas com maior rendimento, de acordo com escalões, a fim de
apoiar pessoas com maior carência económica.
F. Privilegiar os cidadãos nacionais em termos de oportunidade de emprego e condições sociais de forma a
não se perder a identidade nacional.

3. O seguinte quadro representa, numa escala de 0 a 100, o nível de vida em termos de condições básicas
de dois grupos sociais da mesma comunidade em quatro situações possíveis.

Situação 1 Situação 2 Situação 3 Situação 4


Grupo I 50 70 65 60
Grupo II 20 30 35 40

3.1 Tendo presente a regra maximin, indique qual das situações seria a preferível segundo Rawls.

3.2 Justifique a posição tomada em 3.1, esclarecendo o conceito da regra maximin.

4. Considere a seguinte situação:


Imagine a situação de um indivíduo (A) que, apesar de ter vivido com dificuldades financeiras durante a
infância, consegue atingir um nível de vida económico e social elevado na idade adulta graças a muito
trabalho durante anos, tendo até emigrado, abdicando de férias, fins de semana, evitando gastos que fossem
para além do essencial a fim de poder criar boas condições para si e para a sua família.
Imagine outra pessoa (B) que também viveu com as mesmas dificuldades, mas, não sendo ambiciosa, preferiu
permanecer na sua terra de origem, manter os seus amigos, apoiar a sua família e usufruir dos momentos de
lazer possíveis. Continua, contudo, a viver com essas mesmas dificuldades económicas. Não consegue um
emprego estável, é mal paga, e por isso nunca teve disponibilidade para comprar casa e ao final do mês tem
dificuldades em pagar a renda de uma pequena garagem onde vive transformada em habitação.

4.1 Segundo Rawls, será justo que a pessoa (A) desconte mais impostos do que a pessoa (B)? É
justo que a pessoa B, segundo Rawls, receba apoio social? Justifique.

4.2 Qual seria a posição de Robert Nozick face a esta situação?

4.3 Concorda com a posição de Nozick? Apresente uma crítica ou defesa à teoria de Rawls.