Você está na página 1de 3

ATIVIDADE AVALIATIVA

DISCIPLINA: FARMACOLOGIA I
PROFA.: ALINE ZANDONADI
VALOR: 10,0 PONTOS

DATA PARA ENTREGA: 13/11 (VIA PORTAL)

(Responder na ordem proposta, colocando sempre o enunciado da pergunta, inclusive das questões
objetivas. Enviar em word ou pdf.)

Valor de cada questão: 0,625 pontos

1. Um medicamento é administrado, por via oral, na dose de 100mg; apenas 60mg são encontrados no
plasma sanguíneo. Dê uma explicação sobre a perda de 40mg.

2. Elisa está passando por um momento difícil em sua vida, pois seu filho, André, de 4 anos de idade quando
estava brincando na casa dos avós paternos encontrou uma cartela com 10 comprimidos de AAS infantil e
chupou todos como se fosse bala. André foi encontrado pela avó algum tempo depois inchado, com
manchas avermelhadas em seu corpo, apresentando dificuldades para respirar, até que ficou inconsciente.
Ela correu com ele para o hospital onde foi socorrido pela equipe de saúde que realizou uma lavagem
gástrica juntamente com diurese por infusão intravenosa de solução fisiológica com bicarbonato de sódio.
Explique de forma sucinta esse procedimento pela equipe de saúde.

3. Um paciente em tratamento crônico para um processo inflamatório a melhor escolha é um fármaco potente
ou eficaz? Justifique a sua resposta.

4. Os fármacos de ação específica precisam de se ligar a receptores para exercer seus efeitos
farmacológicos. Sobre essas estruturas podemos afirmar:
a) Os receptores estão localizados exclusivamente na membrana plasmática.
b) Os efeitos do fármaco são mais rápidos quando envolve receptores metabotrópicos.
c) Repostas que envolvem receptores localizados no núcleo das células, costumam ocorrer de maneira muito
rápida.
d) Quanto maior a quantidade de receptores disponíveis, menor será o efeito do fármaco.
e) Na tolerância farmacodinâmica observa-se uma diminuição no número dos receptores.

5. Assinale a alternativa que apresenta as formas terapêuticas em ordem crescente de velocidade de


absorção dos fármacos por elas veiculados:
a) comprimido, comprimido revestido, solução intravascular, xarope
b) suspensão oral, drágea, solução intramuscular, cápsula
c) drágea, comprimido, cápsula, solução oral
d) solução intramuscular, comprimido de liberação controlada, suspensão oral, xarope
e) drágea, comprimido de liberação controlada, suspensão oral, solução oral
6. Analise as informações apresentadas no gráfico abaixo, sobre a cinética plasmática do diazepam na
mulher obesa e na de peso normal.

Pode-se observar no gráfico que a meia-vida de eliminação do diazepam na mulher obesa, quando
comparada à meia-vida de eliminação do mesmo medicamento na mulher de peso normal, é cerca de:
a) duas vezes menor, o que demonstra que o medicamento tende a acumular-se mais no indivíduo com peso
normal.
b) duas vezes maior, pois esse medicamento é altamente hidrossolúvel, apresentando afinidade maior pela
água, sendo eliminado mais rápido pelos rins.
c) duas vezes maior, pois esse medicamento é altamente lipossolúvel e tende a acumular-se no tecido
adiposo, aumentando a distribuição do medicamento e, conseqüentemente, a meia-vida de eliminação no
indivíduo obeso.
d) quatro vezes menor, pois o diazepam, por ser lipossolúvel, demanda maior tempo de metabolização
hepática.
e) quatro vezes maior, pois esse medicamento é altamente lipossolúvel e tende a acumular-se no tecido
adiposo, aumentando a distribuição do medicamento e, conseqüentemente, a meia-vida de eliminação no
indivíduo obeso.

7. Descreva o processo de síntese e degradação da acetilcolina.

8. A um paciente com rinite alérgica foi prescrito um descongestionante nasal tópico, o Sorine, cujo principio
ativo é a Nafazolidina, um agonista adrenérgico alfa-1. Entretanto não lhe foi orientado o tempo ideal de
tratamento e como utilizou por um mês ininterrupto está dependente da utilização desta droga. Explique a
indicação clinica e a possível dependência apresentada pelo paciente.

9. Explique o efeito farmacológico do salbutamol, um simpatomimético, no tratamento da asma, assim como


a taquicardia e o tremor observado em alguns pacientes que fazem uso desse fármaco.

10. Descreva as hipóteses para explicar os sintomas positivos e negativos na esquizofrenia.


11. Diferencie os antipsicóticos convencionais dos atípicos. Especifique os receptores.

12. Um paciente em surto psicótico foi prescrito uma dose diária de Haldol. Após alguns meses de tratamento
o paciente apesar de não mais ter apresentados crises, encontra-se letárgico, abatido e não responde bem a
estímulos, tornando-se totalmente recluso e se nega a contatos sociais. Explique a base fisiopatológica da
esquizofrenia e qual o benefício terapêutico do fármaco prescrito e os efeitos sobre o humor do paciente
apresentado.

13. Ao acreditarmos na teoria da hiperfunção dopaminérgica da esquizofrenia, diversos medicamentos foram


desenvolvidos com o objetivo de melhorar os sintomas dessa doença. Baseado na afirmativa anterior, o que
caracteriza a divisão dos antipsicóticos em típicos e atípicos?
a) A presença de efeitos adversos motores que só ocorrem nos típicos.
b) A capacidade dos atípicos de tratarem os sintomas negativos da esquizofrenia.
c) A divisão cronológica na descoberta desses fármacos.
d) Todas as alternativas anteriores
e) Nenhuma das alternativas anteriores

14. Um paciente vem utilizando a 1 mês Parnate, um inibidor não seletivo e irreversível para o tratamento de
seu quadro depressivo. No ultimo final de semana para comemorar o aniversário de um colega de trabalho
foi convidado a um “happy hour” onde haviam diversos alimentos na forma de “tira-gosto” e vinhos. Ao
chagar em casa, se sentiu mal e foi levado as pressas para o hospital, sendo verificado que seu índice
pressórico havia subido para 190mmHg x 100mmHg. Imediatamente foi realizado procedimento para controle
da sua pressão arterial e depois de ficar sob observação por um dia retornou a suas atividades diárias.
Explique a base farmacológica do fato ocorrido e se algo na prescrição do antidepressivo poderia ser
alterado, evitando tal fato. Justifique a sua resposta.

15. Homem, 22 anos, faz uso de ácido valpróico e iniciou o tratamento concomitante com fenobarbital. Ele
acabou desenvolvendo uma grave depressão respiratória. O que causou a depressão respiratória?

16. Por que os benzodiazepínicos são considerados mais seguros que os barbitúricos?

Você também pode gostar