Você está na página 1de 4

Capítulo 14 – Fluidos

Massa Específica (densidade):

Pressão:

Variação de Pressão com a Profundidade:

Princípio de Arquimedes (Empuxo):

-Peso aparente:

Vazão:

-Equação de continuidade: = constante

-Vazão Mássica:

Equação de Bernoulli (escoamento ao longo de um tubo):

Capítulo 18 – Temperatura, Calor e Primeira Lei da Termodinâmica

Lei Zero da Termodinâmica: Considerando corpos A, B e C, se A está em equilíbrio térmico com


B e B, por sua vez, está em equilíbrio térmico com C, A então estará em equilíbrio térmico com
C.

Conversões de Temperatura:

-Celsius em Fahrenheit:

-Fahrenheit em Kelvin:

Dilatação Térmica:

-Linear:

-Volumétrica:

Calor: Energia transferida por diferença de temperatura.

Capacidade Térmica (C): ( )=

Calor específico (c): ( )=

-Calor específico molar: Calor específico para 1 mol

Calor de Transformação (Latente):


-Fusão: Quantidade de energia por unidade de massa necessária para transformar um
sólido em líquido ou para se retirar e solidificar um líquido.

-Vaporização: Quantidade de energia por unidade de massa necessária para


transformar um líquido em gás ou a se retirar para condensar um gás.

Trabalho associado a uma Variação no Volume: ∫ ∫

Primeira Lei da Termodinâmica (Lei de Conservação de Energia):

-Sendo a energia interna do material, que depende apenas do estado do


material (temperatura, pressão, volume);

-Q a energia trocada entre o sistema e o ambiente em forma de calor (+ se


absorve, - se libera);

-W é o trabalho realizado pelo sistema (+ se sofrer expansão devido a força


externa, - se sofrer contração por força externa);

Aplicações da Primeira Lei:

- Processos adiabáticos (mesma): Q=0,

- Processos isovolumétricos: W=0,

- Processos cíclicos: ,Q=W

- Expansões Livres:

Capítulo 19 – Teoria Cinética dos Gases

Número de Avogadro: Um mol de uma substância contém unidades


elementares.

Massa Molar:

Número de mols:

Lei dos gases ideais:

-P = Pressão;

-V = Volume;

-n = Número de mols;

-R = Constante dos Gases Ideais (8,31 J/mol.K)

-T = Temperatura
-Constante de Boltzmann:

-Ou seja,

Trabalho em Uma Variação de Volume Isotérmica:

Pressão, Temperatura e Velocidade Molecular:

- √

- √

Temperatura e Cinética:

Livre Caminho Médio:


- d = Diâmetro da Molécula

Calores Específicos Molares:

- Isovolumétrico:

- Isobárico:

- Relação entre =

- Número de mols em um gás ideal:

Graus de Liberdade e : Seguindo o Teorema da Equipartição de Energia, que diz que a cada
grau de liberdade de uma molécula (ou seja, cada forma independente de se armazenar
energia) está associada uma energia de por molécula. Sendo f o número de graus de
liberdade:

- Base:

- Base:

- Monoatômicos: f = 3

- Diatômicos: f = 5

Processo Adiabático (Quando um gás ideal sofre lenta variação adiabática de volume):
, sendo y=

Capítulo 20 – Entropia e a Segunda Lei da Termodinâmica


Processos Unidirecionais: Processos irreversíveis não podem ser revertidos por meio de
pequenas mudanças no ambiente.

Entropia: É uma propriedade do estado. Se ocorrer um processo irreversível num sistema


fechado, sua Entropia aumenta;

Variação de Entropia:

- Qualquer Processo Reversível: ∫

- Isotérmico Reversível:

- Variação pequena de temperatura em relação a própria Temperatura

- Gás que passa reversivelmente para temperaturas e volumes diferentes:


( )

Segunda Lei da Termodinâmica: Sendo um sistema fechado, sua Entropia aumenta se os


processos ocorridos em seu interior forem irreversíveis, e permanece constante se estes forem
reversíveis.

Máquinas Térmicas: É um dispositivo que, operando ciclicamente, extrai energia térmica de


uma fonte e realiza um certo trabalho.

Máquinas ideais: São máquinas nas quais todos os processos são reversíveis e as
transferências de energia são realizadas sem perdas.

- Máquina de Carnot: sendo “e” sua eficiência.

Refrigeradores:

- Refrigerador de Carnot (apenas uma máquina de Carnot no sentido oposto):

Você também pode gostar