Você está na página 1de 13

1

Universidade Católica de Moçambique


Instituto de Educação à Distância

Estudo das funções de varias variáveis assim como seu relacionamento com o custo ou
venda de um produto comercial que depende de vários factores

Bul Raiva – 000103197082000188338

Curso: Administração Pública


Disciplina: Matemática Aplicada a Administração
Pública
Ano de Frequência: 1º Ano -Turma ‟B”

Nampula, Outubro, 2020


II 2

1.1 Critérios de avaliação (disciplinas de calculo)

Classificação
Padrões Nota
Pontuação
do Subtotal
Categorias Indicadores máxima
tutor
 Índice 0.5
 Introdução 0.5
 Actividades 0.5
 Actividade 1

 Actividade 2

Conteúdo Actividades2  Actividade 3 17.51

 Actividade 4
 Actividade 5
 Paginação, tipo e tamanho
Aspectos
Formatação de letra, paragrafo, 1.0
gerais
espaçamento entre linhas

1
A cotação pode ser distribuída de acordo com o peso da actividade
2. O número das actividades pode variar em função da disciplina
3III

Folha para recomendações de melhoria: A ser preenchida pelo tutor

___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
______________________________________________
IV4

Índice

Introdução................................................................................................................................5

Estudo das funções de várias variáveis...................................................................................6

Conceito de funções de várias variáveis.................................................................................6

Derivadas de uma função de duas variáveis reais...................................................................7

Derivação em partes................................................................................................................8

Derivadas parciais de ordem superior.....................................................................................9

Aplicações das derivadas parciais na economia…………………………………………....11

Conclusão..............................................................................................................................12

Referencias Bibliográficas....................................................................................................13
5

Introdução

O presente trabalho em como ema de abordagem: Estudo das funções de várias variáveis
assim como seu relacionamento com o custo ou venda de um produto comercial que depende
de vários factores.

Assim sendo o trabalho tem como objectivos:

 Definir Funções de varias variáveis


 Exemplicar a ocorrências que dependem de vários factores
 Derivar a Funções de varias variáveis em partes
 Encontrar Solução de uma função de varias variáveis
6

Estudo das funções de várias variáveis

Funções de duas variáveis são muito comuns em nosso quotidiano, em termos gerais os
sistemas físicos reais raramente dependem de uma só variável, na verdade nós tendemos a
simplificar nossas análises para o universo limitado de nossos conhecimentos.

Conceito de funções de várias variáveis

Uma função de duas variáveis é a representação de um valor resultante de operações sobre


estas variáveis, basicamente representa-se por:

Z=f (x , y )

Em termos gerais uma função de duas variáveis é o resultado de um conjunto de regras que
operam dois valores independentes o qual resulta na imagem representada por uma variável
dependente. Da mesma forma que temos em funções de uma variável independente, estas
funções possuem um conjunto de valores admitidos como válidos para que suas variáveis
independentes não induzam a mesma a produzir valores inválidos, definimos o domínio como
um conjunto de valores cujo produto cartesiano é expresso como:

D=f ( x , y ) ∈ R2

Exemplo 1: O domínio da função f dada por f ( x ; y )=√ 9−x2 − y 2

É o conjunto D={( x ; y ) : x 2+ y 2 ≤ 9}

Exemplo 2 : O domínio da função g( x , y)=x ln( y2 −x) é o conjunto {( x , y ): x < y 2}.

Exemplo 3:O domínio da Função f ( x ; y )=√ x+ y,

Solução: Como a função raiz quadrada só está definida para números reais não negativos
devemos ter x+ y ≥ 0, o que geometricamente é a região do plano xyque está acima da reta
y=−x, incluindo a própria recta.

Se é o domínio de podemos admitir que os valores que resultam das operações da função
sobre este domínio produzem uma imagem I, a qual é representação do conjunto de todos os
valores que resultam da função sobre os pares em D.
7

I ={f ( x , y )∨(x , y )∈ D }

Exemplo 1

4
Seja a função: Z= ,
x + y2
2

Cujo domínio é D=¿(x , y)∨ ( x , y ) ≠( 0,0) }¿ , calcule os valores da imagem para os pares de
domínio:[(2,1),(3,2) ,(1,4)] .

Façamos

4 4
 f ( 2,1 ) = =
2 +1 5
2 2

4 4
 f ( 3,2 ) = =
2
3 +2 2
13

4 4
 f ( 1,4 )= =
1 + 4 17
2 2

Assim sendo, uma função de duas ou mais variáveis é definida como

f :U ⊂IR2 → IR (funções de duas variáveis independentes)

Exemplo: f ( x ; y )=xy +36 y−10

f :U ⊂ IR3 → IR (funções de três variáveis independentes)

Exemplo: Q ( x ; y ; z ) =x y 2 z+2 xz +3 z2 g ( s ; t ; v )=s 2+2 t 2+3 v 2

f :U ⊂ IRn → IR(funções de n variáveis independentes)

Exemplo: f ( x 1 ; x2 ; … x n )=x 1 x 2 x n

Derivadas de uma função de duas variáveis reais

Em economia, o estudo de quanto rapidamente as quantidades variam ao longo do tempo é


muito importante. Este estudo permite avaliar a procura futura duma mercadoria.
8

Para fazer estes estudos é preciso ter informações sobre as taxas de variação. O conceito para
descrever a taxa de variação duma função é a derivada, um conceito de análise matemática.
Este conceito foi abordado em funções de uma variável.

Derivação em partes

Em funções de duas variáveis, geralmente o objectivo tem sido determinar a taxa de variação
da função com uma das variáveis mantendo a outra constante, ou seja, derivar a função em
relação a uma das variáveis mantendo a outra fixa. Esse processo é chamado de derivação
parcial e a derivada resultante é chamada de derivada parcial.

Exemplos

1. Seja f ( x , y )=4−x 2−2 y 2

df [( 1+ h ) , y ]−[1,1]
a) ( 1,1 )=lim
dx h→ 0 h

df [4−( 1+h )2−2. 12 ]−[4−12−2.(1)2 ]


( 1,1 )=lim
dx h→ 0 h

df ( ) 4−1−2 h−h2−2−4+1+2
1,1 =lim
dx h→ 0 h

df ( ) −2 h−h2 h(−2−h)
1,1 =lim =lim =lim −2−h=−2
dx h→ 0 h h→0 h h→ 0

b) f ( x , y )=4−x 2−2 y 2

df [ x , ( 1+ h ) ]−[1.1]
( 1,1 )=lim
dy h →0 h

df [4−( 1 )2−2.(1+h)2 ]−[4−12−2.( 1)2 ]


( 1,1 )=lim
dy h →0 h
9

df ( ) 4−1−2−4 h−2 h2−4+1+2


1,1 =lim
dy h →0 h

df ( ) −4 h−2 h2 h(−4−2 h)
1,1 =lim =lim =lim −4−2h=−4
dy h →0 h h→0 h h →0

df df x
2. Achar e
dx dy ( )
se f ( x , y )=sen
1+ y

df x d x 1 x
dx
=cos ( ) ( )
. =
1+ y dx 1+ y 1+ y
. cos
1+ y ( )
df x d x x x . ( 1+ y ), −x , . (1+ y )
dy
=cos ( ) ( ) ( )
.
1+ y dy 1+ y
=cos
1+ y
.
( 1+ y )
2

x x
¿
(1+ y )2 ( )
.cos
1+ y

3. Um estudo realizado em uma fábrica revela que Q(x,y) = 5x2 + 7xy unidades de certo
produto são fabricadas quando x operários especializados e y operários não-
especializados estão trabalhando. Se o número de operários não – especializados
permanece constante, a taxa de variação da produção com o número de operários
especializados pode ser obtida derivando Q(x,y) em relação a x. O resultado é
chamado de derivada parcial de Q em relação a x e representado por Qx(x,y).

Qx(x,y) = 5(2x) + 7(1)y = 10x + 7y

Da mesma forma, se o número de operários especializados permanece constante, a


taxa de variação da produção com o número de operários não - especializados pode ser
obtida derivando Q(x,y) em relação a y. O resultado é chamado de derivada parcial de
Q em relação a x e representado por Qy(x,y).

Qy(x,y) = 0 + 7x(1) = 7x.


10

Derivadas parciais de ordem superior

Se f é uma função de duas variáveis, suas derivadas parciais f x e f y são funções de duas
variáveis, de modo que podemos considerar novamente suas derivadas parciais, isto é:

1. A derivada parcial de fx em relação a x é

2. A derivada parcial de fx em relação a y é

3. A derivada parcial de fy em relação a x é

4. A derivada parcial de fy em relação a y é

Exemplos:

1. As segundas derivadas de x 3+ y 3+ z2 +6 xyz=w . Dada a fórmula:

2 d2 w 2 d2 w d2 w 2
d w= 2
dx + 2 dxdy+ 2
dy
dx dxdy dy

Então

d 2 w d dw d
2
=
d x dx dx ( )
dx
2
= ( 3 x + 6 yz )=6 x

d 2 w d dw d
=
dxdy dx dy ( )
= ( 3 y 2 +6 xz )=6 z
dx

e
11

d 2 w d dw d
2
=
d y dy dy ( )
dy
2
= ( 3 y +6 xz )=6 y

logo

d 2 w=6 xd x 2 +6 zdxdy +6 yd y 2

Aplicações das derivadas parciais na economia

a) Custo marginal

Custo marginal, a qualquer nível q de produção, é o custo extra da produção de uma unidade
extra a mais (ou menos) de q. Por exemplo, se para produzir 400 unidades de um dado
produto o custo é 16.000 unidades monetárias e para produzir 401 unidades desse mesmo
produto o custo é 16.045 unidades monetárias, o custo marginal é 45 unidades monetárias.

Se a função de custo para produzir as quantidades x e y de dois bens é dada por C = Q (x, y),
então as derivadas parciais de C são as funções de custo marginal:

∂C
é o custo marginal com relação a x
∂x

∂C
é o custo marginal com relação a y
∂x

Exemplo

Se a função de custo para produzir as quantidades x e y de dois bens é c = 15 + 2x2 + xy + 5y2,


determinar os custos marginais com relação a x e y. Se y é mantido constante em 6 e x = 3, a
produção de uma unidade adicional de x acrescenta quantas unidades monetárias no custo
total? Se x é mantido constante em 3 e y = 6, a produção de uma unidade adicional de y
acrescenta quantos cruzados ao custo total?

∂C
=4 x+ y é o custo marginal com relação a x
∂x

∂C
=x +10 y é o custo marginal com relação a y
∂x
12

Se y = 6 e x = 3, a produção de uma unidade adicional de x acrescenta

∂C
=4 x+ y=4.3+ 6=18
∂x

Se y = 6 e x = 3, a produção de uma unidade adicional de y acrescenta

∂C
=x +10 y=3+10.6=63
∂x

Conclusão

Sejam x e y duas variáveis independentes. Se a cada para (x, y) de certo domínio D,


corresponde um valor bem determinado da variável z, diz-se que z é uma função de duas
variáveis independentes x e y no domínio D. A variável z é denominada variável dependente
ou, simplesmente função. Chama-se domínio de definição de uma função z = f (x), ao
conjunto dos pares (x, y) dos valores de x e de y para os quais esta função é definida.

O conceito para descrever a taxa de variação duma função é a derivada, um conceito de análise
matemática. Este conceito foi abordado em funções de uma variável.
13

Referencias Bibliográficas

BEIRÃO, C. (1992). Análise Matemática. Cálculo Diferencial em R(n). ISP, Maputo.

CHIANG, A. C. (1992), Matemática para Economistas. Editora McGraw-Hill, São Paulo.

DEMIDOVITCH, B. (1997), Problemas e Exercícios de Análise Matemática,. 4ª Edição,


Editora MIR, Moscovo.

EWARD,T.D. (1991), Matemática Aplicada a Economia e Administração. Editora McGraw-


Hill do Brasil, São Paulo.

PISKOUNOV, N. (1979), Calculo Diferencial e integral. Volume II, Moscovo.

STEWART, J. (2006), Cálculo Volume II. 5ª edição, São Paulo.

TAN, S. (2001), Matemática Aplicada à administração e economia, Thomson Learning,


Brasil.

Você também pode gostar