Você está na página 1de 4

Psicologia | Emoções - PowerPoints e Manual de Psicologia.

Adelino Fernandes Nº 1 12ºC

Página 144

Resposta à Pergunta I.
1. -
2. F
3. -
4. F
5. -
6. -
7. -
8. -
9. -
10. F
11. -
12. -
13. -
14. F
15. -

Página 145

Pergunta II.
Resposta à Pergunta 1.
O psicólogo Norte Americano Paul Ekman realizou experimentos com pessoas em
diversos países. Ekman constatou nas suas pesquisas que a expressão facial de
seis emoções básicas eram as mesmas a toda espécie humana, independente da
cultura: o medo, a alegria, a tristeza, a ira, o nojo e o espanto. Isso poderia ser
verificado, por exemplo, em crianças que nascem cegas e, ainda assim, expressam
sorrisos quando estão felizes ou choram na tristeza, da mesma maneira que
pessoas sem problemas de visão. Outro fator levado em conta foi, o fato de que, em
todas as culturas, alegria é expressa com sorriso, raiva com franzimento das
sobrancelhas e tensão dos lábios, e assim por diante.
Esses dados levaram à consideração da existência de emoções primárias,
características da espécie Humana. Nesse sentido, as emoções Humanas teriam
Psicologia | Emoções - PowerPoints e Manual de Psicologia.
Adelino Fernandes Nº 1 12ºC

evoluído de um conjunto finito de estados emocionais, sendo que cada um deles


possuía a sua finalidade adaptativa e expressão representativa.

Resposta à Pergunta 2.
Na perspetiva psicológica, as emoções primárias, que surgem nos primeiros anos
de vida e caracterizam-se como: inatas, universais e evolutivas. Como é o caso do
interesse, da alegria, da tristeza, da raiva, do nojo/repugnância e do medo. Todas
elas têm uma função importante nas nossas vidas, principalmente no que diz
respeito à sobrevivência da espécie. Um dos casos que comprova esse argumento,
é, por exemplo, se nos depararmos com uma cobra, iremos adotar uma resposta
neurofisiológica, cognitiva e comportamental ao “medo”, que se o mesmo não
existisse, poderia significar sobreviver ou morrer. De modo que, para resolver este
dilema a espécie humana, desenvolveu e conservou algumas ferramentas, com a
intenção de assegurar a sua sobrevivência.
De maneira oposta, as emoções secundárias, sociais ou adquiridas, são impostas
por heranças familiares e por grupos sociais, religiosas e culturais. Para que se
entenda melhor, são emoções experimentadas posteriormente, e que dependem de
uma aprendizagem, ou seja, de uma interação social. São possíveis de
testemunhar, em consequência de um processo mental. Em termos cognitivos, o
córtex pré-frontal, é o suporte base para as emoções secundárias. Temos como
exemplos: a vergonha, o ciúme, a culpa e o orgulho.

Pergunta III.
Resposta à Pergunta 1.
De natureza leiga, as emoções e sentimentos são definidos como sinónimos, mas
no real âmbito da psicologia as palavras emoção e sentimentos têm significados
distintos. Paralelamente, as emoções e os sentimentos também estão estritamente
relacionados. Isto porque, uma emoção gera um sentimento, que por sua vez pode
dar início a emoções.
No que se refere à definição, uma emoção é uma reação a um estímulo ambiental,
essas reações são frequentemente automáticas e observáveis, no entanto, são
passageiras e podem gerar sentimentos ou não.
Psicologia | Emoções - PowerPoints e Manual de Psicologia.
Adelino Fernandes Nº 1 12ºC

O sentimento é o resultado de uma experiência emocional. Isto é, são sensações


que acontecem em “privado” e podem ser facilmente escondidas do mundo ao redor
(não observáveis) e são duradouras.

Resposta à Pergunta 2.
As distintas componentes emocionais, resultam da avaliação que o indivíduo faz
dos acontecimentos e das emoções, da avaliação dos comandos motores centrais
orientados para um objetivo, da avaliação das sensações corporais e da perceção
direta das expressões emocionais na face, voz e gestos dos outros e sobre os
componentes essenciais das emoções menciono a existência de, entre outros, dois
fatores: componente fisiológica cujo significado emocional é dado pelo julgamento
que lhe é contíguo, ou seja, um coração a palpitar pode ser uma manifestação de ira
ou de alegria, consoante o conteúdo proposicional do julgamento sobre a situação;
a componente comportamental, é a forma como experienciam as emoções para as
tornarem mais adequadas quando partilhadas com os outros, o que desencadeia
um determinado conjunto de comportamentos.
Assim sendo, com base nos dois componentes apresentados, assume-se que, a
componente fisiológica é caracterizada por um conjunto de reações fisiológicas
desencadeadas pela emoção atuante, como por exemplo, aumento do ritmo
cardíaco, respiração ofegante e a contração dos músculos; em contrapartida, a
componente comportamental é um critério pós-resultante necessária para a reflexão
emocional, sob a forma de comportamentos, como por exemplo a agressão, a crítica
verbal, os saltos de alegria, os gritos.

Resposta à Pergunta 3.
As emoções são omnipresentes na vida de um ser Humano. Independentemente
da idade, do sexo, da cultura ou da condição, é impossível desprezar as emoções
devido à sua íntima relação com os valores, as ideias e os princípios.
A complexidade das emoções existe, exactamente, na relação contínua que elas
estabelecem com a nossa história pessoal, com os significados que,
individualmente, atribuímos às situações, às pessoas e aos lugares. Do mesmo
modo que o fazemos recorrendo à linguagem, as emoções são rápidos e poderosos
Psicologia | Emoções - PowerPoints e Manual de Psicologia.
Adelino Fernandes Nº 1 12ºC

meios de comunicação, sendo a melhor forma de mostrar os estados interiores do


indivíduo, quando apresentados em equilíbrio.
Em virtude do que foi mencionado, seria de esperar, a ausência de emoções pode
ser ruinosa e dar origem a um pensamento deficiente, por exemplo, como
observados, nos casos de Elliot e Gage: ambos sofrem lesões que afetaram o
córtex órbito-frontal-amígdala, metamorfoseando a capacidade de raciocínio
indigente.
Muito se tem discutido, recentemente, acerca da importância das emoções na
estruturação do indivíduo, o que desencadeou a elaboração do conceito de
inteligência emocional e realização de testes a respeito do Quociente Emocional:
caracterizada por ser uma combinação das inteligências intrapessoal e interpessoal,
manifestadas por Gardner.

Você também pode gostar