Você está na página 1de 8

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

FENÔMENOS DE TRANSPORTES
Trabalho complementar – Transferência de Calor

INSTRUÇÕES GERAIS
- Para realizar este trabalho complementar é necessário que seja estudado o capítulo 1 do livro
Transferência de Calor e Massa – Uma abordagem prática, do autor Yunus A. Çengel, adotado para
esta disciplina e disponível na Biblioteca Virtual;
- As respostas deverão apresentar duas casas decimais ou dois algarismos significativos, se
muito menores que 1;
- As memórias de cálculo deverão estar apresentadas;
- Ao final do estudo encontram-se as respostas para verificação.
Bons estudos! Atenção com as unidades!

1) Sabe-se que a temperatura do café se mantém razoavelmente constante no interior de uma


garrafa térmica perfeitamente vedada.
a) Qual o principal fator responsável por esse bom isolamento térmico?
b) O que acontece com a temperatura do café se a garrafa térmica for agitada vigorosamente?
Explique sua resposta.

2) Uma panela com água está sendo aquecida num fogão. O calor das chamas se transmite
através da parede do fundo da panela para a água que está em contato com essa parede e daí para o
restante da água. Na ordem desta descrição, o calor se transmitiu predominantemente por:
a) radiação e convecção b) radiação e condução
c) convecção e radiação d) condução e convecção
e) condução e radiação

3) Para resfriar um líquido, é comum colocar a vasilha que o contém dentro de um recipiente
com gelo, conforme a figura 1. Para que o resfriamento seja mais rápido, é conveniente que a vasilha
seja metálica, em vez de ser de vidro, porque o metal apresenta, em relação ao vidro, um maior valor
de:

a) condutividade térmica
b) calor específico
c) coeficiente de dilatação térmica
d) energia interna
e) calor latente de fusão.
Figura 1

4) A transmissão de calor por convecção só é possível:


a) no vácuo b) nos sólidos c) nos líquidos
d) nos gases e) nos fluidos em geral.
5) Um ventilador de teto, fixado acima de uma lâmpada incandescente, mesmo desligado, gira
lentamente após algum tempo da lâmpada estar acesa. Esse fenômeno deve-se à:
a) convecção do ar aquecido b) condução do calor
c) irradiação da luz e do calor d) reflexão da luz
e) polarização da luz.

6) Assinale a alternativa correta:


a) A condução e a convecção térmica só ocorrem no vácuo.
b) No vácuo, a única forma de transmissão do calor é por condução.
c) A convecção térmica só ocorre nos fluidos, ou seja, não se verifica no vácuo nem em materiais
no estado sólido.
d) A radiação é um processo de transmissão do calor que só se verifica em meios sólidos.
e) A condução térmica só ocorre no vácuo; no entanto, a convecção térmica se verifica inclusive
em matérias no estado sólido.

7) Uma carteira escolar é construída com partes de ferro e partes de madeira. Quando você toca a
parte de madeira com a mão direita e a parte de ferro com a mão esquerda, embora todo o conjunto
esteja em equilíbrio térmico:
a) a mão direita sente mais frio que a esquerda, porque o ferro conduz melhor o calor;
b) a mão direita sente mais frio que a esquerda, porque a convecção na madeira é mais notada
que no ferro;
c) a mão direita sente mais frio que a esquerda, porque a convecção no ferro é mais notada que
na madeira;
d) a mão direita sente menos frio que a esquerda, porque o ferro conduz melhor o calor;
e) a mão direita sente mais frio que a esquerda, porque a madeira conduz melhor o calor.

8) Atualmente, os diversos meios de comunicação vêm alertando a população para o perigo que a
Terra começou a enfrentar já há algum tempo: o chamado “efeito estufa”! Tal efeito é devido ao
excesso de gás carbônico, presente na atmosfera, provocado pelos poluentes dos quais o homem é
responsável direto. O aumento de temperatura provocado pelo fenômeno deve-se ao fato de que:
a) a atmosfera é transparente á energia radiante e opaca para as ondas de calor;
b) a atmosfera é opaca à energia radiante e transparente para as ondas de calor;
c) a atmosfera é transparente tanto para a energia radiante como para as ondas de calor;
d) a atmosfera é opaca tanto para a energia radiante como para as ondas de calor;
e) a atmosfera funciona como um meio refletor para a energia radiante e como meio absorvente
para as ondas de calor.

9) São processos físicos de transferência de calor por condução, exceto:


a) a ponta de uma barra metálica é colocada diretamente em uma chama e, em pouco tempo, toda
a barra estará aquecida;
b) em dias frios usamos agasalhos de materiais isolantes diminuindo a perda de calor do nosso
corpo para o meio ambiente;
c) em regiões muito frias é aconselhável que as janelas sejam de duas ou três vidraças para
reduzir a perda de calor;
d) o calor que recebemos do Sol.
10) Uma parede de tijolos e uma janela de vidro de espessura 180mm e 2,5mm, respectivamente,
tem suas faces sujeitas à mesma diferença de temperatura. Sendo as condutibilidades térmicas do tijolo
e do vidro iguais a 0,12 e 1,00, em unidades SI, respectivamente, então a razão entre o fluxo de calor
conduzido por unidade de superfície pelo vidro e pelo tijolo é:
a) 200 b) 300 c) 500 d) 600 e) 800

11) Num dia quente você estaciona o carro num trecho descoberto e sob um sol causticante. Sai e
fecha todos os vidros. Quando volta, nota que "o carro parece um forno". Esse fato se dá por que:
a) o vidro é transparente à luz solar e opaco ao calor;
b) o vidro é transparente apenas às radiações infravermelhas;
c) o vidro é transparente e deixa a luz entrar;
d) o vidro não deixa a luz de dentro brilhar fora.

12) Classifique as afirmativas referentes à condução térmica em falsas e verdadeiras:

a) ( ) Para que um pedaço de carne cozinhe mais rapidamente, pode-se introduzir nele um
espeto metálico. Isto se justifica pelo fato de o metal ser um bom condutor de calor.
b) ( ) Devido à condução térmica, uma barra de metal mantém-se a uma temperatura inferior
à de uma barra de madeira colocada no mesmo ambiente.
c) ( ) Os agasalhos de lã dificultam a perda de energia na forma de calor do corpo humano
para o ambiente devido ao fato de o ar, aprisionado entre suas fibras, ser um bom isolante
térmico.

13) No verão, tia Maria dorme coberta somente com um lençol de algodão enquanto no inverno
ela se cobre com um cobertor de lã. A escolha do cobertor de lã no inverno justifica-se,
principalmente, por que este:
a) é mais quente que o lençol de algodão;
b) é pior transmissor de calor que o lençol de algodão;
c) se aquece mais rápido que o lençol de algodão;
d) tem mais calor acumulado que o lençol de algodão;
e) é mais grosso que o lençol de algodão.

14) Um grupo de amigos compra barras de gelo para um churrasco num dia de calor. Como as
barras chegam com algumas horas de antecedência, alguém sugere que elas sejam envolvidas num
grosso cobertor para evitar que derretam demais. Esta sugestão:
a) é absurda, porque o cobertor vai aquecer o gelo, derretendo-o ainda mais depressa.
b) é inócua, pois o cobertor não fornece nem absorve calor ao gelo, não alterando a velocidade
com que o gelo derreterá.
c) faz sentido, porque o cobertor dificulta a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando o
seu derretimento.
d) é absurda, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, fazendo com
que ele derreta ainda mais depressa.
e) faz sentido, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando o
seu derretimento.
15) Um cozinheiro quer comprar uma panela que esquente rápida e uniformemente. Ele deve
procurar uma panela feita de um material que tenha:
a) alto calor específico e alta condutividade térmica;
b) baixo calor específico e alta condutividade térmica;
c) baixo calor específico e baixa condutividade térmica;
d) alto calor específico e baixa condutividade térmica.

16) A figura 2 mostra uma barra metálica de seção transversal quadrada. Suponha que 10cal fluam
em regime estacionário (permanente) através da barra, de um extremo a outro em 2min. Em seguida, a
barra é cortada ao meio no sentido transversal e os dois pedaços são soldados como representado na
figura II, sem alteração das propriedades físicas iniciais. O tempo necessário para que 10cal fluam
entre os extremos da barra assim formada é:

a) 4min
b) 3min
c) 2min
d) 1min
e) 0,5min
Figura 2

17) Um cobertor possui uma área de 1m², espessura igual a 2,5cm e coeficiente de condutibilidade
térmica de 8x10-5cal/s.cm.°C. Sabendo-se que o meio ambiente está a 3°C e a pele da pessoa que é
envolvida pelo cobertor apresenta uma temperatura de 36°C, determine a quantidade de calor perdida
pela pessoa, através do cobertor, durante um intervalo de tempo de 1 hora.

18) No sistema que está esquematizado na figura 3 há condução de calor em regime permanente,
sem geração de calor e unidimensional. A condutividade térmica do material é 25W/m.K e a espessura
L é 0,5m. Determinar as grandezas desconhecidas em cada um dos casos complementando a tabela e
fazendo a indicação da direção do fluxo de calor.
dT/dx q Direção
Caso T1 T2
(K/m) (W/m²) de q
A 400K 300K 1→2
B 100°C -250
C 80°C 200
D -5°C 4000
Figura 3 E 30°C -3000

19) Em uma indústria farmacêutica, pretende-se dimensionar uma estufa para manutenção de
reagentes. Ela terá a forma cúbica de 1m de lado e será de aço (k = 40 kcal/h.m.°C), com 10mm de
espessura, isolada com lã de vidro (k= 0,08 kcal/h.m.°C) e revestida com um material plástico de
acabamento (k= 0,2 kcal/h.m.°C), também de 10mm de espessura. O calor será inteiramente gerado por
resistências elétricas de 100Ω, pelas quais passará uma corrente de 10A. Não pode ser permitida uma
perda de calor superior a 10% do calor gerado.
Sabendo-se que as temperaturas nas faces das paredes, interna e externa, são respectivamente 300°C e
20°C, pede-se:
a) a resistência térmica exigida na parede da estufa;
b) a espessura da lã de vidro.
DADOS: = . 1 = 0,86 /ℎ

20) Um reservatório metálico (k = 52 W/m.K), de formato esférico, tem diâmetro interno 1,0m,
espessura de 5mm e é isolado com 20mm de fibra de vidro (k = 0,034 W/m.K). A temperatura da face
interna do reservatório é 200°C e a da face externa do isolante é 30°C.
Após alguns anos de utilização, a fibra de vidro foi substituída por outro isolante, mantendo a mesma
espessura de isolamento. Após a troca do isolamento, notou-se uma elevação de 15% na transferência
de calor, bem como uma elevação de 2,5°C na temperatura da face externa do isolante. Determinar:
a) o fluxo de calor antes da troca do isolamento;
b) o coeficiente de condutividade térmica do novo isolante;
c) qual deveria ser a espessura do novo isolamento para que as condições de temperatura externa
e fluxo voltassem a ser as mesmas de antes.

21) Um método comparativo comum para medir a condutividade térmica de metais está ilustrado
no esquema da figura 4. Empilham-se as amostras cilíndricas de ensaio (1 e 2) e uma amostra de
referência, cuja condutividade é conhecida, todas com o mesmo diâmetro e comprimento. O conjunto
é prensado e fica lateralmente muito bem isolado. A condutividade térmica do material de referência,
neste caso o ferro Armco, é conhecida e igual a 65,7W/m.K. Sendo as temperaturas da fonte Tf = 400K
e do sorvedouro Ts = 300K, os termopares diferenciais embutidos nas amostras, com espaçamento de
10mm, indicam ∆TR = 2,49°C e ∆T1 = ∆T2 = 3,32°C, para as amostras de referência e de ensaio,
respectivamente.

Baseando-se nestas informações, determine:


a) Qual a condutividade térmica dos materiais de
ensaio 1 e 2?
b) Qual o comprimento dos cilindros de ensaio?
c) Em que circunstância ∆T1≠∆T2?

Figura 4

22) Um tubo de aço (k = 22Btu/h.ft.°F) de 1/2in de espessura e 10in de diâmetro externo é


utilizado para conduzir ar aquecido. O tubo é isolado com 2 camadas de materiais diferentes: a
primeira de isolante de alta temperatura (k = 0,051Btu/h.ft.°F) com espessura de 1in e a segunda com
isolante à base de magnésia (k = 0,032 Btu/h.ft.°F) também com espessura de 1in. Sabendo que
estando a temperatura da superfície interna do tubo a 1000°F a temperatura da superfície externa do
segundo isolante fica em 32°F, pede-se:
a) Determine a taxa de transferência de calor por unidade de comprimento do tubo;
b) Determine a temperatura da interface entre os dois isolantes.
23) Uma camada de material refratário (krefr=1,5kcal/h.m.°C) de 50mm de espessura está
localizada entre duas chapas de aço (kaço=45kcal/h.m.°C) de 6,3mm de espessura. As faces da camada
refratária adjacentes às placas são rugosas de modo que apenas 30% da área total estão em contato
com o aço (Figura 5). Os espaços vazios são ocupados por ar (kar=0,013kcal/h.m.°C) e a espessura
média da rugosidade é de 0,8mm.

Considerando que as temperaturas das superfícies externas


da placa de aço são 430°C e 90°C, respectivamente,
calcule a taxa de transferência de calor que se estabelece
na parede composta.
OBS : Na rugosidade, o ar está parado, portanto,
considerar apenas a condução.

Figura 5

24) Uma tubulação de aço de diâmetro interno 80mm e 1cm de espessura tem condutividade
térmica kaço=37kcal/h.m.°C e transporta um fluido (hfluido=195kcal/h.m².°C) a 180°C. Para reduzir a
perda de calor, foi colocado um isolamento composto de uma camada de 1,3cm de espessura de
amianto (kamianto=0,16kcal/h.m.°C) e uma camada de 2cm de espessura de lã de rocha (klã=0,046
kcal/h.m.°C).
a) Calcular a perda de calor por metro de tubulação, sabendo-se que a temperatura na superfície
externa da lã de rocha é 38°C.
b) Calcular a emissividade da superfície da lã de rocha sabendo-se que a temperatura do ar
ambiente é de 27°C e que hambiente=17,2kcal/h.m².°C.

25) Uma barra cilíndrica de cobre, com 100cm de comprimento e 5cm² de seção transversal, foi
colocada em um aparato que permitiu a seguinte configuração: uma das extremidades está imersa em
um banho de vapor d’água sob pressão normal; a outra extremidade está imersa numa mistura de gelo
fundente e água. Sendo o coeficiente de condutibilidade térmica do cobre 0,92cal/s.cm.°C e
desprezando as perdas de calor pela superfície lateral da barra, determine a taxa de transferência de
calor através da barra no SI.

26) Vapor d’água escoa em um tubo de aço (kaço=50W/mK) com raio interno de 0,2m e uma
espessura de parede de 3mm. O isolamento térmico aplicado em torno do tubo tem 0,1m de espessura
com uma condutividade térmica de 0,07W/mK, e o coeficiente convectivo entre a superfície externa do
isolante e o ar ambiente a 25ºC é 25W/m²K.
Determine a queda de temperatura através do isolamento e o fluxo de calor em relação á área externa
do tubo, para cada metro de tubo.

27) Uma casa possui uma parede composta com camadas de madeira, isolamento à base de fibra
de vidro e gesso, conforme indicado na figura 6. Em um dia frio de inverno, os coeficientes de
transferência de calor por convecção são de hexterno=60W/m².K e hinterno=30W/m².K. A área total da
superfície da parede é de 350m².
Sabendo-se que:
kgesso=0,17W/m.K; kfibra=0,038W/m.K; kmadeira=0,12W/m.K
a) Para as condições de temperatura interior da
casa Tinterno=20°C e temperatura do ambiente
externo Texterno=–15°C, determine uma expressão
para a resistência térmica total da parede,
desprezando a radiação.
b) Determine a perda total de calor através da
parede.
Figura 6

28) Um reator em uma indústria química trabalha com a temperatura dos fluidos em seu interior
em 600°C sendo seu coeficiente de película 600W/m².K. O reator é cilíndrico e foi construído com aço
inoxidável tendo 2m de diâmetro externo, 3m de altura e espessura de 3cm e sendo a condutividade do
aço 50W/m.K. Ao operá-lo pela primeira vez, sem qualquer proteção, observou-se que a temperatura
da superfície externa do reator chegou a 580°C.
Tendo em vista o alto fluxo de calor observado no teste, decidiu-se aplicar uma camada de isolante e
uma de revestimento para acabamento, visando reduzir a transferência de calor para 10% da inicial.
Além disso, por motivos de segurança, a temperatura máxima da superfície externa do revestimento de
acabamento ficou estabelecida em 62°C.
O revestimento de acabamento disponível é uma manta de 2mm de espessura com condutividade de
0,1W/m.K e emissividade de 0,60. Determinar:
a) a condutividade do isolante a ser adquirido, sendo que a sua espessura, por motivos de espaço
disponível, não pode ultrapassar 15cm;
b) o coeficiente de película do ambiente externo ao reator, sabendo que a temperatura do
ambiente é 30°C.

29) Considere um forno mufla cúbico de arestas medindo 1,5m, fabricado em aço inoxidável
polido (ε=0,17), dentro de um laboratório. Durante um experimento, a temperatura da superfície
externa do forno foi avaliada em 83°C. Pede-se:
a) determinar a taxa de radiação emitida pelo forno;
b) determinar a taxa de radiação emitida pelo forno se seu revestimento for substituído por
alumínio anodizado, cuja emissividade é 0,82;
c) determinar a taxa de transferência de calor entre o forno mufla de aço inoxidável e as paredes
do laboratório, sabendo-se que estas estão a uma temperatura de 25°C;
Obs.: desprezar a radiação do fundo do forno mufla, que está apoiado em uma estrutura de alvenaria.

30) A CIA (Central Intelligence Agency) se utiliza de um pequeno dispositivo esférico (Dext=5cm)
e descartável para aquecimento de ambientes em missões de espionagem. Ele é composto
internamente de um gerador de calor de alta potência, envolvido por um material metálico de
espessura 1,2cm de alta condutividade (kmetal=350W/m⋅K) e revestido externamente por um material β
de alta emissividade (εβ=0,97) e espessura de 0,1cm. Ele só pode ser manuseado com a utilização de
uma luva especial já que a temperatura da sua superfície externa pode ser muita alta.
Determine a temperatura em que se encontra o gerador de calor na seguinte situação:
- condutividade térmica do material β= 0,50W/m⋅K;
- temperatura da superfície externa do dispositivo = 80°C;
- temperatura do ambiente externo = –5°C;
- coeficiente de película externo= 50W/m²⋅K.
Figura 7

31) Considere duas esferas com as características listadas abaixo, separadas por um espaço
contendo ar, como mostrado na figura 8:

Esfera A Esfera B

DEXT = 0,8m DEXT= 1,2m


TS=125°C TS=35°C
ε=0,50 ε=0,45
Figura 8
Pede-se:
a) Qual é a radiação emitida por cada uma das esferas?
b) Qual é a taxa líquida de troca de calor por radiação entre as esferas?
c) Qual das esferas recebe a radiação? Por quê?

RESPOSTAS
1) a) Se a garrafa está totalmente vedada, isto quer dizer que não haverá ar entre as camadas de materiais que a
compõe e o mecanismo de condução não ocorre no vácuo.
b) A temperatura aumentará, pois provavelmente, após um tempo de agitação vigorosa, haverá transformação de
energia mecânica em térmica.
2) D 3) A 4) E 5) A 6) C 7) D 8) A 9) D 10) D 11) A 12) a)V b) F c) V
13) B 14) C 15) B 16) E 17) 38kcal
18)
T1 T2 dT/dx(K/m) q(W/m²) Direção de q
Caso
A 400K 300K -200 5000 1→2
B 100°C -25°C -250 6250 1→2
C 80°C 180C 200 -5000 2→1
D 75°C -5°C -160 4000 1→2
E 30°C 90°C 120 -3000 2→1
19) R=0,326h.°C/kcal; e=152,1mm
20) q=963,24W; k=0,0397W/m.K; e=23,5mm
21) a) k1=k2=49W/m.K; b) 0,11m; c) quando as condutividades forem diferentes.
22) a) 722,4Btu/h.ft; b) 587,46°F
23) Q=4583kcal/h
24) a) Q=117,84kcal/h b) ɛ=0,60
25) Q=16,56kcal/h
26) T=70,307°C; 42,28W/m²
" #
27) a) = + + + + ) b) Q=4216,86W
. ! . !" . !# . $.

28) a) kisol=0,23W/m⋅K; b) hamb=18,87W/m²K


29) a) 1744,68W; b) 8415,53W; c) 887,79W
30) 90,39°C
31) a) QA=1432,42W; QB=895,18W; b) QRAD=918,46W; c) A esfera B porque TB<TA