Você está na página 1de 13

41

Apresentação

“Que o teu verbo, se és deus, ensine e brade


Sacudindo os que morrem sem viver.
Só assim hás de ter sinceridade
Para pensar e amor para escrever.”
O Desprendimento – José Oiticica

entre as quais podemos destacar o


fortalecimento das organizações de
classe que, por sua vez, deveriam
substituir suas diretorias por comissões
administrativas responsáveis pelo
desenvolvimento de associações de
auxílio mútuo e escolas.
Tais características apontam para a forte
inserção das ideias anarquistas junto ao
movimento operário, como se observa
na defesa da greve geral enquanto ação
capaz de mobilizar os mais amplos
setores da classe trabalhadora numa
mesma luta contra a opressão. De
acordo com a estratégia sindicalista
revolucionária, parcela do pensamento
ácrata que preponderou entre os
trabalhadores brasileiros, os núcleos
José Oiticica (1882-1957) específicos anarquistas devem
contribuir com a capacidade de
Em maio de 1919 os jornais operários
organização dos trabalhadores,
davam notícia do retorno de José
estimulando seus sindicatos a
Rodrigues Leite e Oiticica à Capital
ultrapassar as lutas corporativas, sem
Federal. Reconhecido como um
que para isso tenham que assumir,
combativo militante do movimento
necessariamente, cargos diretivos na
social, Oiticica fora deportado para
estrutura sindical. Assim, esses ativistas
Alagoas em função da intensa
reconhecem os sindicatos como
colaboração que prestou à chamada
ferramenta de todos os proletários, não
Insurreição Anarquista de 1918. De
apenas daqueles inspirados pelos
acordo com Carlos Addor, a greve
princípios ácratas, na mesma medida em
insurrecional deflagrada no Rio de
que compreendem que seus núcleos
Janeiro se insere no conjunto de ações
específicos não substituem o conjunto
levadas a cabo após as deliberações do
da classe.
Primeiro Congresso Operário de 1906,
Contudo, ainda que aquelas campanhas Formado pela Faculdade de Ciências
42
contra o aumento dos alimentos e Jurídicas e Sociais do Rio de Janeiro,
aluguéis tenham íntima relação com a Oiticica chegou a frequentar o curso de
atuação dos anarquistas no interior da medicina, versando também sobre
Federação Operária do Rio de Janeiro, filologia e história, disciplinas que
as contribuições de Oiticica para a lecionou durante a carreira no
insurreição que aconteceria no ano magistério. Além disso, demonstrou
seguinte eram, apesar de intensas, grande facilidade no aprendizado das
relativamente recentes. Para Aden línguas, habilidade que favoreceu sua
Assunção Lamounier, foi nas páginas de atuação na Universidade de Hamburgo,
A Lanterna, órgão de propaganda da onde lecionou como convidado do
Liga Anticlerical, que Oiticica teria governo alemão. A essa altura, após
declarado, pela primeira vez, sua adesão frustradas tentativas em busca de uma
aos postulados de Pierre-Joseph colocação no magistério público,
Proudhon, Makhail Bakunin e Piotr Oiticica já havia ingressado no corpo
Kropotkin. Nesse mesmo ano de 1912, docente do Colégio Pedro II.
João Penteado, Adelino de Pinho,
Florentino de Carvalho e Oreste Ristori, Apesar de conseguir as primeiras
militantes que logo se aproximariam colocações nos concursos que prestou,
desse novo companheiro, fundaram a Oiticica foi diversas vezes preterido,
Escola Moderna de São Paulo, razão pela qual recorreu ao ministro da
instituição inspirada nos fundamentos Justiça e Negócios Interiores, pasta
da Educação Racionalista defendidos responsável pelas questões educacionais
em Francisco Ferrer e a Humanidade durante a República Velha, com vistas a
Fraterna. Nesse artigo ao qual Aden se garantir a idoneidade dos seus
refere, Oiticica demonstra profunda avaliadores. Diante disso, o professor
admiração pela escola do educador Carlos Laet, cujas teorias foram
catalão, sentimento partilhado com amplamente questionadas pelo
Maria Lacerda de Moura, Fábio Luz e postulante à vaga, viu-se obrigado a
Edgard Leuenroth, com os quais o ponderar que o anticlericalismo e a
professor manteve permanente contato. orientação política do candidato não
deviam preponderar sobre a decisão dos
Como se vê, a década de 1910 foi seus arguidores. Assim, com a
intensa para Oiticica e o movimento assistência do ministro Carlos
operário. Nesse período, por Maximiliano, Oiticica foi aprovado por
desacreditarem no “espontaneismo” das unanimidade para o cargo de professor
massas, os militantes libertários de língua portuguesa, função que
organizaram palestras, criaram jornais e exerceu durante trinta e cinco anos em
fundaram escolas preocupadas com os nosso colégio.
futuros e o futuro dos trabalhadores,
além de promover toda sorte de Apesar da ocupação política do pai,
agitações que culminariam com a Oiticica havia recusado ingressar na
insurreição carioca em novembro de administração pública, preferindo
1918. Amplamente envolvido com esse sustentar sua família com a carreira no
ativismo social, Oiticica colocou sua magistério, malgrado as decepções
proverbial erudição ao serviço das lutas causadas ao senador da república.
populares, sempre atuando ao lado Entretanto, as incertezas da profissão
daqueles com quem desenhou seu foram agravadas pelos percalços da
núcleo específico anarquista. militância social, circunstâncias que,
muito provavelmente, conduziram o Malgrado expresse as concepções de
43
professor a cobiçar um cargo no um militante neófito, ainda influenciado
Colégio Pedro II. Superadas as pelos valores positivistas, seu artigo
dificuldades com o sustento, Oiticica expõe o anticlericalismo e o ceticismo
abraçou definitivamente as utopias da que predominou entre os socialistas em
revolução social, entusiasmando-se relação à presença dos valores
fortemente com greves paulistas de religiosos junto às massas, evidenciando
1917 e as primeiras notícias sobre as uma perspectiva militante que ainda não
transformações revolucionárias na reconhecia as políticas afirmativas e o
Rússia Tzarista. direito à diversidade religiosa como
bandeiras de luta. Portanto, malgrado
O fervor das convulsões sociais no país alguns anarquistas contemporâneos a
de Tolstói, Bakunin e Kropotkin Oiticica procurassem contornar a aridez
aproximou ainda mais os anarquistas. do discurso político difundindo a prática
Sem reconhecer fronteiras nacionais, do federalismo, do mutualismo e da
libertários em ação nos dois lados do ação direta como expressões do
Atlântico estreitaram sua comunicação, espiritismo kardecista, Oiticica revela a
compartilhando experiências através das rigidez que predominou em relação à
cartas e jornais que trocavam. Dessa influência das religiões entre os
maneira, os arquivos que compõem os trabalhadores. Para a maioria daqueles
espólios Pinto Quartim e Deolinda militantes libertários, a tarefa
Lopes Vieira, acervos confiados à revolucionária consiste em criar os
biblioteca do Instituto de Ciências meios para a libertação econômica e
Humanas da Universidade de Lisboa, intelectual dos explorados, tarefa que,
conservam papeis que registram os por conseguinte, impõe a resistência a
laços de colaboração e amizade entre todos os meios capazes de obliterar a
libertários nos primeiros anos do século consciência de si, destacadamente as
XX. Esse cuidado com o apoio mútuo, Igrejas e o Estado.
partilhado pelo casal de educadores
anarquistas cujos guardados compõem Dessa maneira, ao celebrarmos o
os referidos espólios, confere aos seus centenário do ingresso de Oiticica nos
acervos um rico material para a quadros do Colégio Pedro II,
compreensão dessa comunicação. reverenciamos sua obra e trazemos a
Entre os diversos documentos reunidos lume “A questão religiosa no Brasil”,
naqueles espólios, encontramos um artigo que, apesar das investigações
manuscrito assinado pelo professor José desenvolvidas por um conjunto razoável
Oiticica, no qual o combativo libertário de pesquisadores, desconhecemos sua
avalia as tensões religiosas no Brasil. publicação entre os periódicos operários
Esse registro, provavelmente redigido pelos quais Oiticica transitou. A crítica
em 1915 para um dos jornais que mordaz do militante libertário,
contaram com a contribuição de Pinto sobretudo aos privilégios concedidos
Quartim, apesar de modestíssimo se pelo Estado à Igreja Católica, tanto
comparado aos contos, sonetos, estudos denota a permanência de determinados
de fonética e gramática, além dos dilemas na trajetória política do país
opúsculos de propaganda anarquista que quanto reforça a atualidade do tema.
compõem a obra do mestre indômito, Diante disso, pretendemos que a
oferece bons elementos para reflexão presente transcrição permita que
sobre seu tempo. pesquisadores e militantes dos
movimentos sociais consultem um caracterizam os cultos cristãos nas
44
significativo registro sobre a luta social escolas públicas, além de criminalizar
no Brasil. Nesse intento, optamos por seus trabalhadores ao judiciar as
transcrever literalmente o texto original, relações interpessoais, esvaziando a
preservando sua ortografia original e capacidade organizativa das
acrescentando, apenas, algumas notas comunidades escolares.
em parceria com o amigo e colega Contra semelhante estado de coisas e
Leonardo Brito, companheiro com o em defesa de uma instrução capaz de
qual desenhamos novos círculos auxiliar homens e mulheres na
libertários. construção de uma humanidade justa e
Em outras palavras, nesse momento em fraterna, rebelou-se o professor José
que lideranças religiosas especulam Oiticica que, ainda menino, fora
sobre as possibilidades de um partido expulso do seminário por recusar
político que subordine as esferas do estender a mão à palmatória. Filho
governo aos seus interesses, ampliando desse menino, o homem, cerrou os
o uso das instituições públicas para punhos na luta contra a opressão,
manifestações que comprometem a mostrando que roseiral e semente são
laicidade do Estado, o acesso ao legado ciclos que integram um mesmo
de Oiticica nos permite uma reflexão germinar. Estimamos que o contato com
mais ampla, que alcança formas a obra do mestre Oiticica, gérmen das
alternativas de organização com vistas a lutas ancestrais, floresça entre nós a
impedir qualquer esforço de imposição rosa negra das utopias libertárias.
do particular sobre o coletivo. Tais
esforços, expressos entre outros
exemplos pelo projeto de lei intitulado
“Escola sem Partido”, cujos autores
argumentam não haver moralidade fora ROGÉRIO DE CASTRO
da religião, justificam a inserção e a
Professor do Departamento de História Colégio
preponderância de liturgias que Pedro II/ Doutor em Educação pela UERJ.
45
A questão religiosa no Brasil
JOSÉ OITICICA

As religiões no Brasil em face da A principal é a referente às leis de mão-


legislação são absolutamente livres. A morta3. A opinião geral dos juristas
Constituição Federal garante a liberdade brasileiros como Ruy Barboza4, José
de culto e efetuou assim a separação da Higgino5, Paulo de Lacerda6, Levi
Igreja do Estado, unidos na monarquia Carneiro7, Alfredo Bernardes8, Clovis
como ainda hoje, incoerentemente, na Bevilaqua9, etc., é de que a Constituição
República Argentina.
3
Essa liberdade existe, de fato, no Brasil, Consistia no pagamento de taxas de
permanência em caso de falecimento do
embora possamos citar casos de contraente, sendo considerado um abuso de
proteção das autoridades ao culto poder. Sua origem remonta à Idade Média,
católico romano e a seus ministros, o quando os servos eram obrigados a efetuar
que é natural, por serem os dirigentes, pagamentos excepcionais em caso de
por convicção ou conveniência, falecimento do patriarca da família.
4
Ruy Barbosa de Oliveira atuou como
sectários da Igreja. Assim, alguns advogado, jornalista e político, sendo coautor da
abuzos, aliás ridículos para os católicos, primeira constituição da república, ministro da
mas inconstitucionaes se praticam; entre fazenda do presidente Deodoro da Fonseca e,
outros os titulos honoríficos de condes posteriormente, duas vezes derrotado para a
dados pelo papa aos catolicos de nota. presidência do executivo nacional. Além disso,
foi fundador da Academia Brasileira de Letras e
Essa inundação recente de condes assumiu sua presidência após a morte de
papaes prende-se, ao meu ver, ao plano, Machado de Assis.
denunciado o ano passado pelo 5
José Higino Duarte Pereira foi advogado,
Lancashire Daily Post1, da fundação de professor catedrático da faculdade de Direito do
um império clerical no Brazil com o Recife e membro do supremo tribunal federal e
da primeira constituinte republicana.
fanático príncipe Luiz de Bragança2 à 6
Filho de Sebastião de Lacerda, deputado
frente. federal e ministro da viação e obras públicas no
governo de Prudente de Moraes, tornou-se um
Essa liberdade ampla de conciência e
importante dirigente do Partido Comunista do
culto não impede entretanto que, em Brasil na companhia de seus irmãos Maurício e
face da nossa legislação, se hajam Fernando de Lacerda.+
7
suscitado graves questões. Levi Carneiro se formou em direito pela
Faculdade Livre de Direito do Rio de Janeiro
que, juntamente coma faculdade Livre de
Sciencias Juridicas e Sociaes do Rio de Janeiro,
deram origem à Faculdade de Direito da atual
Universidade federal do Rio de Janeiro. Atuou
1
Jornal britânico. Para maiores informações como juiz no Tribunal Internacional em Haia e,
acessar: como deputado constituinte em 1934, teve seu
http://www.britishnewspaperarchive.co.uk/searc mandato cassado com a implantação do Estado
h/results/1901-01-01/1950-12 Novo.
2 8
Luís Maria Filipe Pedro de Alcântara Gastão Alfredo Bernardes da Silva foi presidente do
Miguel Rafael Gonzaga de Orléans e Bragança, Instituto dos Advogados do Brasil entre os anos
filho de Isabel de Bragança e neto de D. Pedro de 1920-1922.
9
II, tornou-se herdeiro do trono brasileiro em Formado pela Faculdade de Direito do Recife,
1908 dada a renuncia do seu irmão Pedro de foi fundador da Academia Brasileira de Letras,
Orléans e Bragança. ministro da justiça no governo de Epitácio
Federal extinguiu as leis de mão morta 2º As associações religiozas
46
pois no seu artigo 72 § 2º diz: todos os constituídas depois da Republica estão
indivíduos e confissões religiozas sob o direito comum?
podem exercer publica e livremente o
seu culto, associando-se para esse fim e Lembra o orador que elas formam
adquirindo bens, observadas as corporações sui generis que por leis
disposições do direito comum. especiais devem ser reguladas. O pior
porem é que essas associações vão de
Essa ultima cláuzula coloca as encontro a dispozições expressas de
associações religiozas sob o direito direito comum. Basta citar uma.
comum, extinguindo portanto as leis de
mão-morta que são leis de exceção. O nosso Código Penal assim preceitua:
Todavia, um advogado brazileiro, aliáz <<Art.103: Reconhece o cidadão
católico, o dr. Manoel Coelho brazileiro algum superior fora do paiz,
Rodrigues, num discurso pronunciado prestando-lhe obediência efetiva. Pena
no Instituto dos Advogados em 16 de de prisão celular por quatro mezes a um
julho de 1912 levantou as seguintes ano.
questões:
Parágrafo unico: Se este crime for
1ª Os frades tinham apenas o uzo e gozo cometido por corporação, será
dos bens de mão-morta e, por lei, o dissolvida, e cazo seus membros se
Estado tinha o direito de meia tornem a reunir debaixo da mesma ou
propriedade desses bens inalienaveis diversa denominação, com o mesmo ou
conforme a lei de 28 de junho de 1870, diverso regimen. Pena aos chefes, de
cabendo-lhe a propriedade absoluta prizão celular por um ano a seis anos,
deles no cazo de morte do ultimo frade. aos outros membros por seis a um
Era um direito adquirido pela nação ano>>
brazileira. Ora, o artigo 11 § 3º da
Constituição veda a promulgação de leis Ora as corporações religiozas bazeadas
retroativas de modo que, da data da no voto de obediencia tem um superior
Constituição em diante as corporações com séde na Europa e esse superior é
religiozas poderiam adquirir e vender obedecido em tudo, cegamente, por
bens livremente, mas os direitos voto solene.
adquiridos pela Nação brasileira Para exemplificar, o dr. Coelho
permaneceram intactos quanto as Rodrigues cita a ordem brazileira de S.
propriedades de mão-morta. O Estado Bento que esta sujeita à Supremacia da
só poderia despojar-se desses haveres Congregação de Beuron na Belgica.
por lei especial ou por declaração Lembra até que o grande emprestimo
especial de renuncia na Constituição. feito ha pouco tempo pelos frades sob
Isso não se fez, logo as corporações garantia dos bens sitos no Rio (muitos
religiozas tem o poder de adquirir ou pertencentes ao Estado) foi em grande
alienar bens, mas quando lhe pertençam parte enviado para a séde geral da
e os bens de mão-morta não lhe Ordem.
pertencem, porque a Nação não se
desfez deles por doação, venda ou Logo, essas corporações não se podem
renuncia expressa. mesmo constituir e estão sob a clauzula
de dissolução perante as leis comuns.

Pessoa e autor do projeto do código civil Alem disso é precizo não esquecer os
brasileiro. abuzos de que são uzeiros e vezeiros as
autoridades catolicas. Conto-lhes um fecundas das riquezas do paiz e o
47
cazo: celibato dos padres é perpetuo estimulo
Os bens das irmandades são, por lei, aos estupros, seduções, assassínios, de
bens civis. As irmandades são toda especie.
sociedades civis com fins religiozos. Não ha dia em que se não registrem, na
Extinctas elas, portanto, os bens de seu imprensa, escandalos de padres ou de
patrimônio revertem, por herança, ao freiras, em roubos, falcatruas,
Estado. uzurpações ou devassidão.
Ora, o cardeal Arco-verde10 baixou um No momento em que escrevo tenho
decreto determinando que os bens das diante de mim o vespertino A Rua de 15
irmandades sejam considerados, de de fevereiro de 1915 com duas
então em diante, bens da Mitra, denuncias e uma noticia.
reversiveis, por herança, à Igreja.
A primeira denuncia é a de crimes
Um jurista eminente, o dr. Leite e contra a propriedade cometidos pela
Oiticica, catolico e membro nessa epoca Ordem de S. Bento. O jornal publica a
da irmandade de S. Francisco Xavier fotografia de um recibo capciozo, sem
protestou e escreveu na Imprensa, jornal estampilha passado pela Ordem a um
do Rio, uma serie de artigos clarissimos pequeno arrendatário.
sobre o assunto.
O jornal diz textualmente: <<A maneira
Não se fez para coibir o abuzo e hoje de negocio dos padres é a mais
nenhuma irmandade se constitue sem anárquica possível. A gravura que
incluzão dos bens ao patrimônio da acima publicamos dá disso uma idéa. É
Mitra. um recibo de arrendatario forense de um
Meio fácil de enriquecer da Igreja. dos lotes de Iguassú, sem estampilhas,
passado à la diable, e com traiçoeiras
Influencia moral e social de cada uma
bazes de um contrato impresso nas
das diversas religiões que no Brazil se
costas do recibo para que os pobres
manifestam é em geral detestavel como
diabos sejam apanhados de surpreza
a influencia de qualquer preconceito. A
para legalidades futuras, num conchavo
historia nos atesta que as religiões tem
vergonhozo que permanentemente os
sido o maior empecilho do progresso
poderes publicos mantem a favor da rica
humano, porque os dogmas contrariam
confraria de S.Bento.>> Seguem-se as
a ciencia e os ritos imobilizam a ação.
dispozições do tal contrato
Elas foram a cauza de guerras horriveis
verdadeiramente um arrocho.
e os padres de qualquer seita são, no
fundo, capitalistas exploradores ou Note-se que as terras de Iguassú
socios de capitalistas. pertencem ao Estado e os frades se
Particularizando, direi que o catolicismo fazem donos delas.
é, entre nós, o que mais pernicioza A segunda denuncia é a da entrada de
influencia exerce. É um aparelho de uma moça para o Azilo Bom Pastor,
exploração muito bem organizado, suas contra a vontade da familia, seduzida na
ventozas estão aplicadas às fontes mais igreja de S. Affonso, pelos padres
Redentoristas. Esses cazos se repetem
10
Joaquim Arcoverde de Albuquerque amiude.
Cavalcanti foi o primeiro sacerdote a ser
elevado à condição de Cardeal na América A notícia do mesmo jornal se refere a
Latina. uma consequencia do celebre cazo
Idalina11. Os padres para confundirem Está extensamente generalizada no
48
os seus alugadores inventaram uma Brasil onde o analfabetismo é grande12.
Idalina, mas ficou provado que essa O terceiro se realiza em sessões de
moça era uma tal Maria Magdalena, consultas medicas, algumas gratuitas;
cujos paes se prestaram a farça. Essa mas, na maior parte, pagas a tanto por
menina para não aparecer em público, mez.
depois de esclarecida a falsificação, foi
entregue a um curador e acaba de ser Estudei durante anos essas sociedades e
por ele deflorada e consequentemente posso garantir que são uma exploração
internada no Azilo Bom Pastor sem que embora se registrem cazos notáveis de
os poderes públicos intervenham no cura. O tratamento é feito sempre em
cazo. todas pela homeopatia ou improjeção de
mãos.
Em suma, porcarias de padres.
A influencia do espiritismo-religião é
Agora mesmo tenho em mãos o naturalmente má.
processo do conego Cezario de Ataíde
que foi assassinado por um marinheiro Como porem a sua doutrina é a do
com cuja mulher adulterava. aperfeiçoamento e a da responsabilidade
individual, sem intervenção de padres,
Esses escandalos não se dão com os torna-se consolo e alivio de muitos e as
padres protestantes, maometanos ou vezes meio de regeneração.
pozitivistas a quem é permitido o
cazamento. Quanto aos cazos de loucura os
espiritismo nunca os vi, sinão em
Quanto ao espiritismo devemos
individuos já tarados, cuja mania mais
distinguir o espiritismo-ciencia, o cedo ou mais tarde explodiria em
espiritismo-religião e o espiritismo- qualquer outro sentido. Conheço cazos
curandi. de cura do dezequilíbrio mental pelo
O primeiro é uma simples escola de sonambulismo mediunico.
investigação dos fenomenos chamados O mal do espiritismo está em desviar as
espiritas e nela se encontram individuos conciencias do fato cientifico e injetar-
destituidos de qualquer idéia religiosa. lhes os principios de Allan Kardeck13,
O segundo é exercido em sessões de erroneos e futeis.
evocação e consiste em conversas com
espíritos e doutrinação dos maus e
12
sofredores. Há nesse trecho uma expressa referência de
José Oiticica aos cultos de matriz africana. A
despeito de sua inclinação anarquista, não
existe, de fato, uma preocupação do autor em
relação ao caráter marginal que estes cultos
11
Acusado de violentar e assassinar a menina possuíam no Brasil do início do século XX.
Idalina Stamato, interna do orfanato Cristóvão Destacamos que, enquanto fonte histórica
Colombo, instituição situada no bairro do primária, esse breve libelo revela a aversão que
Ipiranga (região hoje pertencente à Vila uma parcela significativa dos militantes
Prudente), o padre Francisco Consoni, membro libertários nutria pelas questões de natureza
da Congregação dos Scalabrinos, permaneceu espiritual, num período em que a defesa dos
imune aos clamores populares organizados por cultos de matriz africana permanecia distante
anarquistas e demais anticlericais. Tais enquanto bandeira de luta.
13
manifestações, presentes nas paginas dos Hippolyte Léon Denizard Rivail, estudioso
periódicos libertários, contrastaram com o dos fenômenos paranormais, ficou conhecido
silêncio do juizado de menores entre outras como codificador da doutrina Espírita com o
instituições do Estado. pseudônimo de Allan Kardec.
Sobretudo a doutrina da rezignação ao São hoje um dos principais
49
mal é de um efeito detestavel, pois colaboradores do clero romano na
agora o que importa no mundo são os disseminação prejudicialissima das
homens revoltados contra a organização tolices biblicas.
social. O pozitivismo tem uma Igreja no Rio,
Cousa notável, todavia! Tendo notado com um pastor supremo, o sr. Teixeira
nos espiritas uma compreensão facilima Mendes14. Sua influencia social foi
dos princípios anarquistas e fácil adoção grande na organização do governo
deles, exceto da negação de Deus. republicano, pois Benjamin Constant e
outros eram positivistas. Assim o tema
Uma seita que se está alastrando no da nossa bandeira é um lema pozitivista
Brasil é o budismo sob o nome de e a constituição do Estado do Rio
Teozofia. Mantem varios jornais, um Grande do Sul está impregnada do
deles no Rio, o Teozofista. espirito comtista, burguez e retrogrado.
Como sabemos é uma religião em Deus O pozitivismo decai, porém, e si
e os modernos propagandistas querem conserva algum prestigio é todo
que seja a seita uma sinteze de todas as reduzido aos seus poucos fanáticos.
religiões fazendo questão dos principios A Igreja Católica não prosperou com o
e não da forma. advento da Republica. Ao contrario
baqueou. A sua separação do Estado
Propaga idéas morais elevadas juntas
foi-lhe um golpe cruel. Esse abatimento
com hipótezes sem nenhum
continuou-se até poucos anos atraz em
fundamento. Sua influencia é má para a
que principiou a requerer-se. Estamos
educação moderna porque põe a tese da
na época do ressurgimento.
ciência nos seus mestres, senhores
analfabetos ou de existência São varias as cauzas: a formidavel
problematica como o Cristo e o Buda. imaginação de confrarias religiozas
Os Teozofistas aceitam as idéas desses consequente a lei Combès a Republica
mestres como verdades absolutas por Portugueza; a absoluta liberdade de
mais absurdas que pareçam. Alem disso associação e organização garantida por
pregam a resignação como virtude. nossas leis e autoridades; a proteção
ostensiva feita a esses emigrantes pelos
O protestantismo, sob qualquer das suas poderes públicos mormente nos
múltiplas denominações, propaga-se Estados; a ação intensiva da Igreja
entre nós e ensina as sandices biblicas e Romana que volta as suas vistas para o
cristãs como verdades e leis morais Brasil.
perfeitas.
Esse ressurgimento, note-se bem, não se
Tenho convivido com os Batistas em dá só no Brazil, mas em toda a America,
cujo colégio lecionei durante quatro mesmo nos Estados Unidos, onde varias
anos e de onde acabo de sair. A vezes se tem levantado contra o perigo
propaganda deles se faz intensamente clerical.
com dinheiro americano e por meio de
missionários americanos ou estrangeiros 14
Raimundo Teixeira Mendes foi um dos
formados na América do Norte. principais difusores do Positivismo no Brasil.
Fundaram seminarios no Brasil onde Sua propaganda dos ideais comteanos
preparam pregadores brazileiros. Tem inspiraram a bandeira nacional, cujo projeto foi
por ele apresentado ao governo provisório do
um jornal no Rio.
marechal Deodoro da Fonseca
Um padre catolico romano Jeremiah Vem hoje anunciado o programa das
50
Croowley15 num livro importante deu o suas conferencias da quaresma. Entre
alarma contra os seus colegas outras coizas mirabolantes vai ele
demonstrando, com documentos e uma demonstrar cientificamente a verdade da
carta do Arcebispo de Chicago, a ação Encarnação de Deus em Cristo. Esse
pernicioza deles, denunciando o plano padre é de uma ignorancia igual à
jezuítico de aniquilarem as escolas audacia com que profere, entre aplauzos
primarias leigas por meio das escolas da melhor sociedade carioca, as mais
paroquiaes, onde se criam adeptos de horripilantes sandices.
Roma. Mas a inundação e a devastação do
Todos sabem que as escolas primarias Brasil recomeça agora pela gente dos
são a baze da democracia americana. trez votos, os tais missionarios de
A nomeação de um cardeal para o ambos os sexos. É uma calamidade.
Brazil deu aos olhos do povo Nas classes altas é quazi nenhum o
analfabeto, um formidavel prestigio à espirito religiozo. Na classe media reina
curia romana, prestígio que o Cardeal a indiferença. Vão à Igreja, batizam os
vai mantendo e aumentando com os filhos, ouvem missa, mas em geral
seus passeios a Roma, seguido de uma rejeitam os dogmas e troçam dos
comitiva nobre, de gente graúda. padres. A classe baixa explorada pelo
Mandou construir um suntuozo palácio padre tem apenas o espirito
e, em breve aí instalado, holofotizará, supersticiozo.
com o seu resplendor vermelho, a terra O sentimento supersticiozo esse sim é
verde de Caramurú16. ainda intenso, embora muito diminuido
A estupidização do povo será mais do que era no tempo da escravatura.
aproveitada pela ganancia dos caça- Conheço de perto a questão. É pasmozo
niqueis de batina. Tudo para gloria de ver como criaturas, dotadas de senso, se
Deus e da Virgem. sujeitam a praticas idiotas e irracionais
Para a élite das moças ricas e das damas do feitiço.
cristãs, bastam as irmandades e as Sabe-se que a ação malevola do feitiço
conferencias do padre Julio Maria17. dos negros é a propina de venenos
horriveis tirados das inumeras plantas
15
Trata-se do parde irlandês Jeremiah J. venenozas das nossas matas.
Crowley que, após deixar a diocese de Chicago,
tornou-se um mordaz crítico da Igreja Católica. O espiritismo explorador concorre
16
Diogo Álvares Correia foi um náufrago muito para essa permanencia da
português que, durante o século XVI, superstição.
estabeleceu-se junto aos indígenas do litoral
baiano, favorecendo o contato entre estes e os De alguns anos a esta parte surgiu, às
conquistadores lusitanos. dúzias, os cartomantes com anuncios
17
Júlio Maria de Lombaerde foi um padre pompozos nos jornais.
belga, francófono e autor de diversas obras
teológicas sobre a virgem Maria, que realizou É conhecido o poeta e escritor Mucio
inúmeras missões religiosas. Durante suas Teixeira18 que se alcunhou de Barão
pregações, defendeu a importância do
casamento enquanto sacramento e o significado
do ingresso na vida religiosa. No Brasil, Permaneceu no país até sua morte em 1944,
percorreu diversas regiões, granjeando contribuindo para a fundação de um jornal,
notabilidade pelas pregações e auxílio médico congregações, hospitais e escolas católicas.
18
aos pobres, dado seus conhecimentos O gaúcho Múcio Scevola Lopes Teixeira foi
rudimentares no campo da medicina. jornalista, poeta e diplomata. Esse membro da
Ergonte e é um dos mais procurados conseguiram ainda e parece que mesmo
51
charlatães desvendadores de misterios e entre catolicos não tem tido aceitação.
ledores do futuro. Esse impostor como Quanto à maçonaria penso que essa
os outros: Wasum, madamos Zizina, corporação é a mais augusta inutilidade
Tagilde, Olympia, etc., vivem a custa que há no Brazil.
dos beocios de toda casta e alguns
chegaram a enriquecer. Não sei de que vale e si faz algum coiza
é com mistério superior ao da Trindade.
O movimento reacionario contra a
religião é muito pequeno. Depois do Uma particularidade denunciada pelo
cazo Idalina, escandalozo e barbaro, escritor Jonathas Serrano21 na Revista
criou-se no Rio de Janeiro a Liga Anti Social, orgão catolico, ultramontano22 é
Clerical, centro de ação de onde que na maçonaria brazileira há um tipo
irradiaram inumeros pequenos centros. único na história: o do católico-maçom.
Todos, porém, com vida fraca, sem É pura verdade.
recursos, incapazes de manter uma ação De onde se conclui ou que o catolicismo
continua e forte. deles não é catolicismo ou que a
O órgão mais vigorozo e da maior maçonaria não é maçonaria.
circulação é A Lanterna19 de São Paulo,
mantido por um grupo insignificante de
moços tenazes com Edgard Leuenroth20 JOSÉ OITICICA
à frente.
É bom frizar que o elemento de reação
anticlerical ou melhor antirreligioza na
Liga Anticlerical como na Lanterna e
constituída, quazi excluzivamente, por
anarquistas extrangeiros e brazileiros
que agora se vão, com dificuldade,
organizando.
Partido político saido do seio das
religiões existentes no Brazil, não temos
nenhum. Os católicos tentam agora
constituir um partido catolico, mas nada

Academia Gaúcha de Letras se dedicou ao


estudo do “ocultismo” com o pseudônimo de
Barão Ergonte.
19
Periódico libertário anticlerical que circulou
21
durante a primeira metade do século XX e Formado em direito, Jonathas Archanjo da
contou com a colaboração de José Oiticica. Silveira Serrano foi aluno e professor do
20
Natural do interior de São Paulo, Edgard Colégio Pedro II. Ficou conhecido pelo seu
Leuenroth iniciou sua carreira na imprensa esforço de introdução de pressupostos da Escola
proletária como aprendiz de tipógrafo, atuando Nova nas práticas pedagógicas das escolas
posteriormente como jornalista, arquivista e católicas.
22
fundador de diversos jornais libertários. Como O ultramontanismo representou a expressão
ativista e historiador da acracia, exerceu forte de um segmento da igreja católica,
influência nas discussões do Congresso destacadamente na França e na Alemanha,
Operário Brasileiro de 1906, engajando-se devotado à valorização da supremacia papal
firmemente nas campanhas em benefício da face às transformações sócio-políticas e
criação das escolas. econômicas que caracterizaram o século XIX.
Posfácio 52
Interpretar e Mudar o mundo: conhecimento e a prática militante de José Oiticica.

Numa série de conferências realizada no XVIII:


início dos anos 1970, em homenagem “Embora os animais aprendam
ao filósofo pacifista Bertrand Russell, o através da observação muitas partes
anarquista norte-americano Noam de seu conhecimento, há também
Chomsky proferiu duas importantes muitas partes dele que são
análises acerca da relação entre recebidas da mão original da
linguagem e conhecimento. Interpretar natureza e que excedem em muito o
e mudar o mundo foram preocupações, quinhão da capacidade que
tanto de Russell, quanto de Chomsky possuem nas ocasiões ordinárias.
(este último, octogenário e ainda Estas partes pouco ou nada
produzindo de forma profícua dentro e melhoram pela mais longa prática e
experiência, e a elas denominamos
fora da universidade) ao longo de suas
instintos, que se prestam a nossa
trajetórias políticas e intelectuais, que admiração como extraordinários e
necessariamente se cruzam e se inexplicáveis para todas as
justificam exatamente nesta intersecção disquisições da compreensão
e em linhas gerais o problema colocado humana. Porém, nosso espanto
Chomsky, nesta referência a Russell, se talvez cesse ou diminua, ao
orientava pela seguinte pergunta: pensarmos que o próprio raciocínio
“Como é possível que seres humanos, experimental, que possuímos em
cujos contatos com o mundo são tão comum com os animais e de que
breves, pessoais e limitados, estejam depende toda a condução da vida,
apesar disso em condições de nada é senão uma espécie de
instinto ou poder mecânico que atua
conhecerem o tanto que conhecem?”1
em nós e nos é desconhecido; e, nas
Russell e Chomsky faziam, com este suas operações principais, não é
questionamento, referência ao clássico dirigido por qualquer de tais
problema da relação entre relações ou comparação de ideias,
conhecimento, empirismo e indução como são os objetos peculiares de
presentes na obra de David Hume2. Ou nossas faculdades intelectuais.
Embora o instinto seja diferente,
melhor, ao processo de inferência
ainda assim é um instinto, que
indutiva a partir da experiência, ensina o homem a evitar o fogo;
proposta pelo pensador do século como ensina a ave, com tamanha
precisão, a arte da incubação e a
1
Bertrand Russell. Human knowledge: Its Scope economia e ordem do cuidado com
and limits apud Chomsky, N. In Problemas do os filhotes”. 3
conhecimento e da Liberdade. Rio de Janeiro:
Record, 2008, p. 15.
Com base em seu empirismo radical,
2
David Hume (1711-1776). Expoente do como evidencia a passagem acima,
empirismo britânico no século XVII, Hume Hume forneceu para Russell e Chomsky
expôs pela primeira vez sua reflexão sobre o uma necessária reflexão sobre o
problema da indução nas obras Tratado da processo construtor do conhecimento
Natureza Humana e Investigação sobre o
Entendimento Humano. Inferências e induções
3
que se fazem nas conexões causais e, a partir David Hume. Investigação sobre o
delas é possível construir a compreensão para entendimento humano citado por CHOMSKY.
além da mera experiência. Op cit. 17.
humano. Para além do empírico, a partir para qualquer militante anarquista e
53
da indução, o conhecimento pode – e José Oiticica, no Brasil do início do
deve - ser construído pelo Homem para século XX, fez jus a esta insígnia.
compreensão da realidade. Desta forma, De partícipe direto da insurreição
interpretar o mundo é um elemento da anarquista do Rio de Janeiro à condição
natureza humana coadunado às suas de professor de Língua Portuguesa do
sociabilidades erigidas ao longo da vida. Colégio Pedro II. Daí a pertinência da
Para além da interpretação do mundo, o pesquisa do ilustre colega historiador
problema que se apresenta para Rogério de Castro em resgatar, um
filósofos humanistas como Russell e século depois, tal manuscrito
anarquistas convictos, como Chomsky originalíssimo, justamente na efeméride
nos EUA, e Oiticica, no Brasil, está na do centenário da admissão de José
tarefa necessária de todo e qualquer Oiticica em nossa escola. A Questão
intelectual que por princípio ético faz Religiosa no Brasil: Libelo acusatório
jus a sua condição: mudar o mundo. É do papel da Igreja Católica no Brasil da
exatamente neste ponto, que os Primeira República, elaborado na
paralelos que fizemos acima se condição de resposta ao inquérito do
aproximam da obra de Oiticica. Este também anarquista e, naquele contexto
fora um intelectual que mais do que (1913-1918) exilado político, Pinto
compreender, se dispôs a transformar o Quartim.
mundo, a partir de um paradigma Justa remissão à trajetória de um
libertário e socialista de organização das
intelectual militante anarquista,
classes exploradas. Neste sentido, obliterada pela memória oficial deste
podemos afirmar assertivamente que o quase bicentenário Colégio Pedro II.
anarquismo, para todos estes
intelectuais mencionados, é o ideal
máximo de que a sociedade deve se
aproximar e a liberdade para ser
completa:
LEONARDO BRITO
“(...) Deve trazer consigo, não
apenas a mera ausência de Doutor em História Social pela UFF, professor
repressão, mas também a do Departamento de História do Colégio Pedro
II. Anarquista e imposmodernizável.).
oportunidade de auto-organização.
Ela [esta noção de liberdade] deve
conferir o direito de associação com
outras pessoas na construção de
uma organização social com
consciência e vida corporativa
próprias. Em suma, a liberdade
econômica deve se desenvolver
através de aplicações das
instituições à indústria.” 4
Conhecimento, liberdade e auto-
organização são princípios basilares

4
TAWNEY, R. H. “The Conditions of
Economic Liberty” In The Radical Tradition
(Org) Rita Hinden. New York: Pantheon Books,
1964, p. 103.