Você está na página 1de 47

Redes de

Computadores
Emir Toktar
Eng. de Computação / Eng. Elétrica
PUCPR
emir.toktar.br@ieee.org
1
Ethernet 802.3

2
Sumário
 Padrões IEEE
 IEEE para LAN 802.3
 Formato do Quadro IEEE 802.3
 números em transmissão em little-endian order
 Formato de PDU
 Tipo de Serviços e Classes
 Quadro IEEE 802.2 LLC
 Quadro IEEE 802.3 SNAP

13.3 3
Padrão IEEE 802
 Em1985, a IEEE iniciou o projeto chamado
Project 802
 O projeto IEEE 802 especificou funções de
camada física e camada de enlace (data link)
dos principais protocolos LAN.
 Objetivo de estabelecer padrões para habilitar a
interoperabilidade entre diferentes equipamentos de
vários fabricantes
 Padrão adotado pela ANSI e em 1987 a ISO aprovou
o padrão internacional com o nome ISO 8802.

13.4 4
Ethernet IEEE 802.3
 Apectos importantes das redes Ethernet (IEEE
802.3)
 Cabeamento
 Codificação Manchester
 Protocolo MAC
 Algoritmo de Recuo Exponencial Binário
 Desempenho
 Ethernet comutada
 Fast Ethernet e Gigabit Ethernet

 IEEE 802.2: Controle Lógico de Enlace

5
Padrão IEEE para LANs
 IEEE criou diversos padrões para a camada física e dividiu a camada de enlace em
duas camadas chamadas LLC e MAC.

Padrões para a
camada física e
camada de enlace
de diversos
protocolos LAN:

Ethernet  802.3

Aplicação

Apresentação

Sessão

Transporte
LLC (Logical Link Control) IEEE 802.2 LLC / SNAP
Rede
MAC (Media Access Control) IEEE 802.3 Medium Access
Enlace

Física PHYSICAL IEEE 802.3 physical


6
Padrão IEEE

Grupos de trabalho 802. Os importantes estão marcados com *.


Os marcados com  estão adormecidos.
O grupo marcado com † foi abandonado e desfeito. 7
Padrão IEEE

Grupos de trabalho 802.


Os importantes estão marcados com *.
Os marcados com  estão adormecidos.
8
Transmissão do Sinal
 Transmissão em Banda Base
 Usam sinalização digital em uma única frequência.
 Todo o canal é utilizado para transmissão de um
único sinal de dado que ocupa toda a banda do cabo.
 Em uma rede banda base cada equipamento
transmite bidirecionalmente e alguns podem
transmitir e receber ao mesmo tempo.
 Usam repetidores para aumentar o alcance da rede.

9
Transmissão do Sinal
 Transmissão em Banda Larga
 Utiliza sinais analógicos e um conjunto de frequências.
 Sinais fluem através do meio físico na forma de ondas
eletromagnéticas ou ópticas.
 O fluxo do sinal é unidirecional.
 Múltiplos sistemas (televisão, rede) podem ser suportados
em um único cabo se houver banda disponível para os
múltiplos canais.
 Sistemas banda larga usam amplificadores para regenerar
sinais analógicos.
 Desta forma dois caminhos são necessários: caminho
inbound e outbound.

10
Padrão IEEE 802.3

IEEE 802.3

Baseband Broadband

Broadband: Banda Larga 10Broad36 é um padrão (802.3b) para suportar sinal Ethernet
10Mbit/s usando cabo de TV 75 com distância de até 3600m. Devido ao custo e
complexidade não obteve sucesso tornando-se obsoleta.

WCB/McGraw-Hill 11
Padrão IEEE para LANs
 A camada de enlace foi dividida em duas
camadas chamadas LLC (802.2 Logical Link
Control) e MAC (802.3 Media Access Control).

 A camada de enlace trata de:


 Montagem e delimitação de frames (framing)
 Implementação de mecanismos de controle de fluxo
 Implementação de mecanismos de controle erros

 Datagramas IP são enviadas em redes IEEE802 encapsuladas


dentro de camadas de enlace 802.2 LLC e SNAP, e camadas físicas
802.3, 802.4 ou 802.5. (RFC 1042 pg 2.)
12
Camada LLC
802.2 Logical Link Control
 No padrão IEEE, o protocolo 802.2 LLC reúne:
 Controle de fluxo
 Controle de erros
 Parte da tarefa de framing, que é tratada em ambas
camadas LLC e MAC.
 802.{3/4/5} MAC
O MAC (Media Access Control) define métodos
específicos para cada rede LAN.
 Contém uma série de módulos distintos.
 Cada módulo define o método de acesso e o formato do
framing específico para o protocolo LAN correspondente.

13
Camada LLC
802.2 Logical Link Control
 O protocolo LLC fornece um único protocolo para o controle de
enlace de dados de todas LANs IEEE.
 O LLC diferencia-se da subcamada de acesso ao meio, o MAC, que
fornece protocolos específicos para os diferentes tipos de LANs.

802.2 LLC

802.3 802.4 802.5

14
Protocolos LAN da camada de enlace em relação OSI

15
Camada LLC
(Logical Link Control)
 Framing
O LLC define um PDU (Protocol Data Unit) similar ao
HDLC (na verdade, foi baseado no HDLC).
 Cabeçalho contém campo de controle similar ao
HDLC, usado para controle de fluxo e de erros
 Outros dois campos do cabeçalho definem o
protocolo da camada superior na origem e no destino
que se utiliza do LLC, campos chamados de:
 DSAP (Destination Service Access Point)
 SSAP (Source Service Access Point)

Protocol Data Unit (PDU): informação trocada entre os peers na camada de protocolos. Cada camada recebe a PDU
da camada superior como um bloco de dados, adiciona seus cabeçalhos/trailers de controle, criando a sua própria
PDU, num processo chamado de encapsulamento.
16
Camada LLC
(Logical Link Control)
 Demais
campos típicos da camada de enlace, como o
HDLC (X.25), foram deslocados para subcamada MAC.
 Significa que o frame definido no HDLC é dividido em uma PDU
na subcamada LLC e em um frame na subcamada MAC

Comparação de Frames HDLC x LLC e MAC

17
Formato de PDU
 O DSAP e o SSAP são endereços usados pela LLC para
identificar as pilhas de protocolo nas máquinas receptora e
remetente que estão gerando e usando os dados.
 O 1º bit do DSAP indica se o quadro é destinado a um individuo ou a um
grupo.
 O 1º bit do SSAP indica se a comunicação é um comando ou uma resposta
PDU

destino
origem

18
Campo de Controle
 O campo de Controle da PDU é idêntico ao campo de
controle no HDLC.
 Assim como no HDLC, os quadros PDU podem ser quadros I, quadros S ou
quadros U e transportam todos os códigos e informações que os quadros HDLC
correspondentes transportam

Information

Supervisory

11000000 (little-endian)0xC0
Unnumbered 00000011 (big endian)0x03
Aplica-se aos Tipos 1, 2 e 3
SPECIFIC REQUIREMENTS—PART 2: LOGICAL LINK CONTROL ANSI/IEEE Std 802.2, 1998 Edition p. 46
FOROUZAN 2010-09-01, p. 343  Ver também RFC 1042 p. 13 (Appendix on Numbers) 19
Tipos de Serviços e Classes
 O protocol Logical Link Control (LLC) tem diversos tipos de serviços:
 Service type 1: is a connectionless service with no establishment of a
connection, and an unacknowledged delivery.
 Sem conexão e Sem confirmação (Unacknowledged connectionless )
 Todos quadros U-format (1 byte).
 Mandatório RFC1042
 Service type 2: is a connection logical service with an acknowledgement of
delivery.
 Orientado à conexão, com estabelecimento de conexão entre os pares, na fase
de troca de dados, informação dos frames são transmitidos e entregues na
sequência. (connection-oriented service)
 Quadros I-format (2 bytes), S-format (2 bytes) e U-format (1 bytes)
 Service type 3: is a connectionless service with an acknowledgement of
delivery.
 Sem conexão para estabelecer o link e Com confirmação para permitir
recuperação de erro e ordenação; (acknowledged connectionless-mode)
 commands and responses are U-format PDUs

20
Resumo dos Tipos LLC

Exemplo de Jose Morales-Barroso - L&M Data Communications, may 2004 10 IEEE 802.3 Congestion
Management SG (http://grouper.ieee.org/groups/802/3/cm_study/email/pdf00000.pdf)
21
Tipos de Serviços e Classes
 Service classes furthermore support sundry permutations of these LLC
service types:
 Class I supports only service type 1.
 Class II supports both service type 1 and type 2.
 Class III support both service type 1 and type 3.
 Class IV support all three service types

 The SubNetwork Access Protocol (SNAP) is an augmentation of the


IEEE 802.2 LLC header. (SNAP é uma extensão do LLC)
 SNAP provides a method by which to utilize non-IEEE protocols on IEEE 802
networks.

22
Formato do Quadro IEEE 802.3 MAC + 802.2 LLC

802.3 Data Link 802.2 LLC

IEEE 802.3 / SNAP - RFC 1042

Endereço Físico de Endereço Físico de Length


DSAP SSAP Controle Payload CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) ≤ 1500

6 Bytes 6 Bytes 2 bytes 1 1 1 Payload 4 bytes


802.2 LLC (3 Bytes) = Payload 43 bytes min 1497 bytes máx
RFC 1042 recomenda 802.2 LLC Type I

C - command
R - response Controle
DSAP SSAP
I - individual (1 ou 2 Bytes)
G - group
I/G Address Bit C/R Address Bit 0/1
802.2 LLC

 RFC1042 recomenda 802.3 MAC + 802.2 LLC Type I


(Unnumbered Information, value 0x03 - 1 Byte controle)

ANSI/IEEE Std 802.2, 1998 Edition p.56 Section 4


Estrutura de Controle pode ter 1 ou 2 Bytes (LLC tipo III / LLC tipo I ou II) 23
Formato do Quadro IEEE 802.3
 Para evitar confusão entre a especificação e a
transmissão, devemos ponderar:
 IEEE especifica números em transmissão em little-endian order.
 Protocolos Internet são documentados em byte-wise big-endian
order.
Number IEEE IEEE Internet Internet BigEndian
HEX Binary Binary Decimal HEX
UI Op Code C0 11000000 00000011 3 03
SAP for SNAP 55 01010101 10101010 170 AA
XID F5 11110101 10101111 175 AF
XID FD 11111101 10111111 191 BF
TEST C7 11000111 11100011 227 E3
TEST CF 11001111 11110011 243 F3

RFC 1042 recomenda comunicação Type I:


DASP (0xAA) SSAP (0xAA) Control (Unnumbered Information 0x03)
ANSI/IEEE Std 802.2, 1998 Edition p.56 Section 4
Estrutura de Controle pode ter 1 ou 2 Bytes (LLC tipo III / LLC tipo I ou II) 24
Padrões Ethernet DIX II e 802.3 RAW, LLC e SNAP
Ethernet II (DIX v2.0)
Ether
Endereço Físico de Endereço Físico de Protocolo Camada Superior
Preâmbulo Type CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) > 1534 (Protocol Data Unit - PDU) ou Payload

6 Bytes 6 Bytes 2 Bytes 46 a 1500 Bytes


IEEE 802.3
S
Endereço Físico de Endereço Físico de Length 802.2 Header + Payload
Preâmbulo F CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) ≤ 1500 PDU (Protocol Data Unit)
D
6 Bytes 6 Bytes 2 bytes 46 a 1500 Bytes CRC
IEEE 802.3 RAW (usados em rede Novel para encapsular IPX e NetBios)
S
Endereço Físico de Endereço Físico de Length Protocolo Camada Superior
Preâmbulo F CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) ≤ 1500 PDU (Protocol Data Unit) ou Payload
D
6 Bytes 6 Bytes 2 bytes 46 a 1500 Bytes CRC
IEEE 802.3 / 802.2 LLC [RFC1042]

Controle
S

DSAP
SSAP
Endereço Físico de Endereço Físico de Length 802.2 Header + Payload
Preâmbulo F CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) ≤ 1500 PDU (Protocol Data Unit)
D
6 Bytes 6 Bytes 2 bytes 1 1 1 1 Payload CRC
802.2 LLC (3 Bytes) = 43 min 1497 máx (1 Byte Controle) [RFC1042]
802.2 LLC (4 Bytes) = 42 min 1496 max (2 Bytes Controle)
IEEE 802.3 / 802.2 SNAP [RFC1042] Controle
S SNAP Id
DSAP
SSAP

Endereço Físico de Endereço Físico de Length 802.2 Header + Payload


Preâmbulo F Prot. CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) ≤ 1500 OUI PDU (Protocol Data Unit)
D Id
6 Bytes 6 Bytes 2 bytes 1 1 1 3 Bytes 2Bytes Payload CRC
SFD: Start Frame Delimiter 802.2 LLC (3 Bytes) /SNAP = Payload 38 min 1492 max (RFC1042)
FCS: Frame Check Sequence 802.2 LLC (4 Bytes) / SNAP= Payload 37 min 1491 max (2 bytes Controle)
RFC 1042 recomenda 802.2 LLC Type I (1 byte)
25
Quadro IEEE 802.2 LLC (802.2)
 IEEE 802.2 LLC usa os campos DSAP e SSAP da
camada LLC (802.2) e são geralmente usados para
multiplexagem.
 Ex: valor 0x42 Spanning Tree, 0x06 IP
Cabeçalho do Protocolo
Cabeçalho da Ethernet e
camada física 802.3 MAC header PDU 802.2 LLC header

IEEE 802.3
S CRC / FCS
Endereço Físico de Endereço Físico de 802.2 Header + Payload (Network PDU)
Preamble F Length Frame Check
Destino (MAC) Origem (MAC) (Protocol Data Unit)
D Sequence
7 Bytes 1Byte 6 Bytes 6 Bytes 4 Bytes
SFD: Start Frame Delimiter DSAP SSAP CONTROLE 42 1496
PDU = Mínimo: 42 Bytes Máximo: 1496 Bytes
FCS: Frame Check Sequence (Controle 2 Bytes)
DSAP SSAP CRTL 43 1497
PDU = Mínimo: 43 Bytes Máximo: 1497 Bytes
(Controle 1 Byte - RFC 1042)
Formato cabeçalho com 17 bytes apresentam dificuldade
implementação a 32 bits (6 MAC Dst + 6 MAC Src + 2 Len + 1 SAP + 1 DSAP + 1 Ctrl),
além da limitação do SAP para identificar protocolos, por isto foi estendido gerando o SNAP 26
IEEE 802.2 LLC - Exemplo
 Os campos DSAP/SSAP fornecem informações de qual protocolo
está embutido no protocolo de camada superior (PDU).
802.2 LLC

Controle
DSAP SSAP
(1 ou 2 Bytes)
I/G Address Bit C/R Address Bit 0/1
0x42 0x42 0x03

11000000 (little-endian)0xC0
00000011 (big endian) 0x03

27
Quadro IEEE 802.2 LLC
 Um dos problemas deste formato é que o SAP de 8 bits
é muito limitado para identificar todos protocolos.
 EXEMPLO: Apesar de existir identificação para o IP, não possui
para o protocolo ARP;
 Alguns fabricantes implementaram o IEEE 802.3 LLC para os
protocolos suportados,
apesar de poucos.

 Por estas razões foi ainda definido mais um formato, o


"Ethernet SNAP". (extensão do LLC)
ANSI/IEEE Std 802.2, 1998 Edition p.56 Section 4
Estrutura de Controle pode ter 1 ou 2 Bytes (LLC tipo III / LLC tipo I ou II) 28
Protocolo IEEE 802.2 SNAP
 O protocolo IEEE 802.2 SNAP é uma extensão do
protocolo IEEE 802.1 D – MAC Bridges
 Criado para facilitar a interoperabilidade nas Bridges de
redes LAN, onde o CSMA/CD contém Ethernet v.20
(DIX) e o IEEE 802.3
 No Ethernet 802.3 / SNAP, é adicionado ao LLC (3
bytes), o campo SNAP com 5 octetos (40 bits):
 3 bytes (24 bit) Identificação do fabricante* (OUI) e que não é usado
atualmente (exceção AppleTalk).
 2 bytes (16 bit) Protocolo ID (Ether Type).

Com o overhead do LLC header (3 bytes) e do SNAP header (5 bytes), o payload de um


FRAME IEEE 802.3 SNAP tem um tamanho máximo de 1492 bytes e tamanho mínimo
de 38 bytes
 Padding é adicionado para garantir tamanho mínimo de 38 bytes
29
Formato SNAP
SubNetwork Access Protocol

0x0800
0x0806
0x8035

30
Quadro IEEE 802.2 SNAP
 O protocolo é um SNAP quando o campo LLC header (3
bytes) precede com os valores 0xAA 0xAA 0x03

0xAA (DSAP) 0xAA (SSAP) e 0x03 (Controle)


802.3 Data Link 802.2 LLC 802.2 SNAP

IEEE 802.3 / SNAP - RFC 1042


SNAP Id
Endereço Físico de Endereço Físico de Length
DSAP SSAP Controle Protocol 802.2 Header + Payload CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) ≤ 1500 OUI
Id
0xAA 0xAA 0x03 0x000000 0x0800
6 Bytes 6 Bytes 2 bytes 1 1 1 3 Bytes 2Bytes Payload 4 bytes
802.2 LLC (3 Bytes) /SNAP (5 bytes) = Payload 38 min 1492
RFC 1042 recomenda 802.2 LLC Type I

Exemplo SNAP com OUI Ethertnet padrão


(Xerox) 0x000000 e protocolo ID como IP (0x0800)

31
Protocolo IEEE 802.2 SNAP
 Os campos DSAP/SSAP fornecem informações de qual protocolo
está embutido no protocolo de camada superior (PDU) (802.2 LLC).
 Se os campos DSAP e SSAP são preenchidos por uma
combinação de ‘AA’ ou ‘AB’, então é sinalizado para ser usado o
SNAP para identificar protocolo que está embutido no protocolo de
camada superior (PDU).

I - individual G - group
11000000 (little-endian)0xC0
00000011 (big endian) 0x03
C – command R - response

32
Exemplo de valores SNAP
 Pacotes IP (TCP/UDP/ICMP)
D S

Controle
 DSAP 0xAA S S
OUI Type
A A
 SSAP 0xAA P P

 Control Frame Type 0x03 3 Bytes 5 Bytes


SNAP
 Organization Code 0x000000
 Ethertype 0x0800
 Pacotes ARP
 DSAP 0xAA
 SSAP 0xAA
 Control Frame Type 0x03
 Organization Code 0x000000
 Ethertype 0x0806

33
IEEE 802.3/SNAP: exemplo
SNAP Id
3 bytes(OUI): 00 00 0C
2 bytes(PID): 20 04
(Ether Type = DTP – número não padronizado)

SNAP Id

End. Físico de End. Físico de Ether DSAP SSAP Ctrl Org Protocolo Camada Superior
Tipo (Protocol Data Unit)
CRC / FCS
Destino (MAC) Origem (MAC) Type 0xAA 0xAA 0x03 0x00
000C 0x2004
6 Bytes 6 Bytes 2 Bytes 1 Byte 1 Byte 1 Byte 3 Bytes 2 Bytes 43 a 1497 Bytes (Controle 1 Byte - RFC 1042) 4 Bytes

(OUI) http://standards.ieee.org/develop/regauth/oui/oui.txt 34
Números de Protocolos não padronizados
Protocol Address Information Packet Information Comments
Spanning Tree 802.1D (STP) Destination MAC DSAP 0x42, SSAP 0x42, Control Frame Type The Spanning Tree protocol is used to prevent routing loops
01:80:C2:00:00:00 0x03 between switches
Port Aggregation Protocol Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Used to bundle ports on Catalys switches into EtherChannel.
(PAgP) 01:00:0C:CC:CC:CC 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol Similar to Ethernet bonding in the linux world.
0x0104
VLAN Trunking Protocol (VTP) Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Provides information about configured virtual LANs (VLANs)
01:00:0C:CC:CC:CC 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol
0x2003
Cisco Inter Switch Link (ISL) Destination MAC Unknown Cisco Version. Functionally similar to 802.1q.
01:00:0C:00:00:00
Dynamic Trunking Protocol Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Negotiates trunk port mode between Cisco Catalyst switches.
(DTP) 01:00:0C:CC:CC:CC 0x03, Organization Code 0x00000C,
Protocol 0x2004
Cisco Spanning Tree PVST+ Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Cisco proprietary verson of the Spanning Tree Protocol.
01:00:0C:CC:CC:CD 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol
0x010B
Cisco STP Uplink Fast Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Speeds up STP convergence time in the presence of reducant
01:00:0C:CD:CD:CD 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol links on networks consisting of Catalys switches.
0x200A
Cisco VLAN Bridge STP Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Operates on top of IEEE STP to bridge VLANS while running
01:00:0C:CD:CD:CE 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol single instance of STP. Indicates presence of Catalyst
0x010C 6000/6500 switches with Multilayer Switch Feature Cards
(MSFCs) installed.

Cisco Sync Destination MAC Unknown Sent by the root bridge on VLAN 1 every 2 minutes. Helps to
01:00:0C:EE:EE:EE maintain an accurate STP topology.
Cisco Discovery Protocol (STP) Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type CDP is used to discover and announce network devices.
01:00:0C:CC:CC:CC 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol
0x2000
Cisco Group Management Destination MAC DSAP 0xAA, SSAP 0xAA, Control Frame Type Limits the forwarding of IP multicast packets only to those
Protocol (CGMP) 01:00:0C:DD:DD:DD 0x03, Organization Code 0x00000C, Protocol ports associated with IP multicast clients on Catalyst switches.
0x2001
35
Tamanho Mínimo dados Ethernet
 O encapsulamento Ethernet original v2.0 (DIX) (RFC
894) é o mais usado.
 A tamanho mínimo do payload de um frame Ethernet é:
 Ethernet original  46 bytes
 IEEE 802.3** com:
 802.2 SNAP  38 bytes (LLC c/ 1 byte de controle)

 802.2 LLC (1 byte de controle)  43 bytes (RFC 1042)

 802.2 LLC (2 bytes de controle)  42 bytes

 Se a quantidade de dados a transmitir for menor, são


introduzidos bytes de padding adicionais.
 INSERIDOS dentro do PDU do Frame Ethernet, ou seja, após
os Dados.

** RFC 1040 / ANSI/IEEE Std 802.2 36


Padrões IEEE 802 – Camada Física

37
Endereços Unicast, Multicast e
Broadcast
 Endereço Físico MAC destino
 Um endereço físico de origem sempre é UNICAST– porque o
frame provem de uma única estação.
 O endereço de destino pode ser UNICAST, MULTICAST ou
BROADCAST (ff:ff:ff:ff:ff:ff).
 O bit menos significativo do primeiro byte de endereço físico de
destino define o tipo de endereço.
 Se o bit é 0, o endereço é unicast; caso contrário, é multicast.

38
Exemplo 01
 Defina o tipo dos seguintes endereços de destino:
a. 4A:30:10:21:10:1A
b. 47:20:1B:2E:08:EE
c. FF:FF:FF:FF:FF:FF
 Solução
 Para achar o tipo do endereço, é necessário olhar o
segundo dígito Hexadecimal a partir da esquerda.
 Se é PAR, o endereço é UNICAST
 Se é IMPAR, é MULTICAST
 Se todos digitos são ‘F’, o endereço é broadcast

13.39 39
Exemplo - Resposta

Portanto, temos o seguinte:


 a. Endereço UNICAST, porque A em binário é 1010.
4A:30:10:21:10:1A
 b. Endereço MULTCAST, porque 7 em binário é 0111.
47:20:1B:2E:08:EE
 c. Endereço BROADCAST, porque todos dígitos são
“F”.
FF:FF:FF:FF:FF:FF

13.40 40
Exemplo 02
 Mostre como o endereço 47:20:1B:2E:08:EE é
transmitido pela linha de dados.
 Solução:
O endereço é encaminhado da esquerda para direita (left-to-
right), byte a byte; 47:20:1B:2E:08:EE
 Para cada byte, o bit menos significativo é transmitido
primeiro e o bit mais significativo, por último.
 Portanto, é enviado bit a bit da direita para esquerda (right-
to-left), como mostrado abaixo:
47 == 01000111 .:. Logo  11100010

41
Codificação
Ethernet

42
Codificação Ethernet 10Mbps
 O Ethernet padrão usa o método de acesso
CSMA/CD 1-persistent.
 A codificação utilizada é Manchester 10Mbps

43
Ethernet na Camada Física
Consultar apresentação de Camada Física [Dados e Sinais] AULA 006

44
Codificação Fast Ethernet
 A codificação Manchester precisa de uma
largura de banda de 200 Mbauds para uma taxa
de dados de 100 Mbps, o que a torna
inadequada para uma mídia como a do cabo de
par trancado.
 Foram escolhidos 3 métodos de codificação
para as implementações Ethernet
 100Base-TX  bloco [4B/5B] linha [MLT-3]
 100Base-FX  bloco [4B/5B] linha [NRZ-1]
 100Base-T4  linha [8B/6T] (compatibilidade de linhas de voz Cat3)

45
Codificação Fast Ethernet

sincronização

Padrão 100Base-T4 foi


desenvolvido para aproveitar
instalações de
cabos de voz (Cat3)

Ver CODIFICAÇÕES Capitulo 4 FOROUZAN, A., B. Comunicação de Dados e Redes de Computadores, 4ª edição 46
Codificação Gigabit Ethernet
 Codificação e Sumário Gigabit

*FOROUZAN, A., B. Comunicação de Dados e Redes de Computadores, 4ª edição, a partir da pág. 113
47

Você também pode gostar