Você está na página 1de 4

TERMO PARTICULAR DE CONFISSÃO DE DÍVIDA

CREDOR: CONDOMINIO RESIDENCIAL QUINTA DAS ACACIAS, pessoa


jurídica, de direito privado, inscrita no CNPJ n º 01.626.479/0001-39, com sede
à Rua 1.012, Quadra 45 Lote 27, Setor Pedro Ludovico, Goiânia/GO, 74.820-
250, neste ato representado, na forma de sua Convenção de Condomínio, por
sua sindica Sra. ÉRICA MÔNICA TEIXEIRA MOREIRA, CPF nº 009.626.501-
96, residente e domiciliado à Rua 1.012, Quadra 45 Lote 27, Apartamento 503,
Setor Pedro Ludovico, Goiânia/GO, 74.820-250, neste ato representado por
seus procuradores.

DEVEDORES: RAFAEL DOS SANTOS MEYER, brasileiro, solteiro, eletricista,


portador da CI/RG nº 1.058.895.671 SSP/RS, inscrito no CPF/MF sob o nº
991.790.080-20 e CRISTIANE OLIVEIRA DE PAULA, brasileira, solteira,
administradora, portadora da CNH nº 00718699211 DETRAN/AL, inscrita no
CPF/MF sob o nº 926.113.624-91, ambos residentes e domiciliados na Rua
1.012, nº 791, Apartamento 104, Setor Pedro Ludovico, Goiânia – Goiás, CEP
74.820-250.

INTERVENIENTE-ANUENTE: MARCIA CAMPOS PRUDENTE, brasileira,


separada judicialmente, assistente social, portadora do RG/CI nº 763.772
SSP/GO, inscrito no CPF/MF sob nº 187.134.401-87, residente e domiciliada à
Rua S-4, Quadra 08 Lote 12/13, Apartamento 102, Residencial Ipê, Setor Bela
Vista, Goiânia/GO.

Resolvem o que segue:

CLAÚSULA PRIMEIRA – DA DÍVIDA CONFESSADA

Os DEVEDORES com anuência da INTERVENIENTE-ANUENTE assumem os


débitos referentes às taxas condominiais e despesas condominiais, inerentes
ao apartamento 804, situado no Condomínio Residencial Quinta Das Acácias,
vencidas em 10/03/2020, 10/04/2020, 10/05/2020, 10/06/2020, 10/07/2020,
10/08/2020 e 10/09/2020, bem como as parcelas de acordo vencidas em
30/10/2019, 30/11/2019, 30/12/2019, 30/01/2020, 28/02/2020, 30/03/2020,
30/04/2020, 30/06/2020, 30/07/2020, 30/08/2020 e 30/09/2020; que perfazem o
montante atualizado de R$ 9.296,31 (nove mil duzentos e noventa e seis
reais e trinta e um centavos).
CLÁUSULA SEGUNDA – DA FORMA DE PAGAMENTO

Pela transação realizada entra as partes, o DEVEDOR pagará ao CREDOR o


importe total de R$ 9.296,31 (nove mil duzentos e noventa e seis reais e trinta
e um centavos) da seguinte forma:

Parcela Tipo Valor Vencimento


01 Mensal R$ 1.500,00 30/09/2020
02 Mensal R$ 354,37 30/10/2020
03 Mensal R$ 354,37 30/11/2020
04 Mensal R$ 354,37 30/12/2020
05 Mensal R$ 354,37 30/01/2020
06 Mensal R$ 354,37 28/02/2021
07 Mensal R$ 354,37 30/03/2021
08 Mensal R$ 354,37 30/04/2021
09 Mensal R$ 354,37 30/05/2021
11 Mensal R$ 354,37 30/06/2021
12 Mensal R$ 354,37 30/07/2021
13 Mensal R$ 354,37 30/08/2021
14 Mensal R$ 354,37 30/09/2021
15 Mensal R$ 354,37 30/10/2021
16 Mensal R$ 354,37 30/11/2021
17 Mensal R$ 354,37 30/12/2021
18 Mensal R$ 354,37 30/01/2022
19 Mensal R$ 354,37 28/02/2022
20 Mensal R$ 354,37 30/03/2022
21 Mensal R$ 354,37 30/04/2022
22 Mensal R$ 354,37 30/05/2022
23 Mensal R$ 354,54 30/06/2022

Parágrafo único: O não pagamento de qualquer uma das parcelas, nas datas
aqui ajustadas sujeitará o DEVEDOR às seguintes sanções:

a) Juros de mora à razão de 1% ao mês;


b) Multa moratória estimada em 2% sobre o valor total da presente
obrigação;
c) Todas as despesas e custas judiciais, assim como honorários
advocatício, na base de 20% sobre o total do débito;
d) Antecipação das parcelas vincendas;
e) multa pecuniária no importe de 50% (cinquenta por cento) sobre a(s)
parcela(s) não adimplida(s);

CLÁUSULA TERCEIRA – DO TÍTULO EXECUTIVO EXTRAJUDICIAL

A quantia descrita na cláusula primeira é líquida, certa e exigível, por essa


razão as partes atribuem a esse termo de acordo o valor de TÍTULO
EXECUTIVO EXTRAJUDICIAL, onde o não cumprimento pelo DEVEDOR se
submeterá ao competente processo de Execução de Título Extrajudicial,
conforme os termos do artigo 784 do Código de Processo Civil, a ser proposta
na comarca de Goiânia – Goiás, independente de aviso ou intimação, tendo em
vista reconhecer que o presente traduz a realidade dos fatos, dando assim
liquidez e certeza à dívida ora avençada.

CLÁUSULA QUARTA – DO RECEBIMENTO POSTERIOR À DATA

O recebimento de qualquer das parcelas acima indicadas em data posterior ou


de forma diferente ao que fora avençado no presente instrumento não significa
novação ou qualquer perdão da presente dívida, valendo a quitação sobre as
parcelas já recebidas, sendo o referido ato mera liberalidade do CREDOR,
podendo optar por cobrar as multas previstas e exigir todas as obrigações
contratuais referentes às parcelas futuras que venham a ser inadimplidas

CLÁUSULA QUINTA – DA NULIDADE.

Se qualquer parte do presente contrato, não importando o motivo, for declarada


nula, não afetará as outras cláusulas, sendo que o contrato continuará em
pleno vigor e efeito

O presente instrumento é firmado pelas partes, livres de qualquer coação, com


caráter irretratável, onde as partes, após adimplemento de todas as parcelas,
darão mútua e recíproca quitação, para mais nada reclamar uma da outra, seja
a que título for.
E por estarem assim, justos e acordados, assinam o presente instrumento na
presença de 02 (duas) testemunhas, em 03 (três) vias de igual teor e forma.

Goiânia, 02 de outubro de 2020.

__________________________________________________________
CONDOMINIO RESIDENCIAL QUINTA DAS ACACIAS
CNPJ/MF nº 01.626.479/0001-39
CREDOR

________________________________________
RAFAEL DOS SANTOS MEYER
CPF/MF nº 991.790.080-20
DEVEDOR

________________________________________
CRISTIANE OLIVEIRA DE PAULA
CPF/MF nº 926.113.624-91
DEVEDOR

________________________________________
MARCIA CAMPOS PRUDENTE
CPF/MF nº 187.134.401-87
INTERVENIENTE-ANUENTE

Testemunhas:
1.__________________________________ CPF: ____________________

2.__________________________________ CPF: ____________________

Você também pode gostar