Você está na página 1de 49

APOSTILA

ANATOMIA HUMANA

Como socorrista, não é preciso que você saiba o nome e a localização de todas as
estruturas do corpo humano e nem ter a conhecimento da linguagem específica utilizada pelo
pessoal da saúde. Porém, se faz necessário conhecer algumas estruturas básicas do corpo
humano e suas localizações, pois, este conhecimento irá ajudar você prestar assistência à vítima.

O corpo humano pode ser dividido em regiões. Estas regiões têm os nomes comuns de:
cabeça, pescoço, tronco, membros superiores (braços e mãos) e membros inferiores (pernas e
pés).

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 2


ÓRGÃOS E SISTEMAS DO CORPO HUMANO

Órgãos do Corpo Humano

Sistema Respiratório Sistema Circulatório

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 3


Sistema Digestivo Sistema Renal e Urinário

SISTEMAS DO CORPO HUMANO

Objetivo: Explicar brevemente como os sistemas do corpo relacionam-se uns com os outros.
Funcionam para manter a saúde, protegê-lo contra doenças e permitir a reprodução da espécie

RESPIRATÓRIO
Definição: Pulmões e vias aéreas associadas, como a faringe, a laringe, a traquéia e os
brônquios, que comunicam os pulmões.
Função: Fornece oxigênio, elimina dióxido de carbono, auxilia a regular o equilíbrio ácido-básico
do corpo, auxilia na produção de sons da voz.

DIGESTÓRIO
Definição: Um tubo longo chamado de trato gastrintestinal e seus órgãos acessórios, tais como
glândulas salivares, fígado, vesícula biliar e pâncreas.
Função: Degrada e absorve alimentos para utilização pelas células, elimina resíduos sólidos e
outros.

URINÁRIO
Definição: Rins, ureteres, bexiga urinária e uretra que, em conjunto, produzem, armazenam e
eliminam a urina.
Função: Regula o volume e a composição química do sangue, elimina resíduos, regula o
equilíbrio e o volume de fluidos e de eletrólitos, auxilia na manutenção do equilíbrio ácido-básico
do corpo, secreta um hormônio que auxilia na regulação da produção de células sanguíneas
vermelhas.

GENITAL
Definição: Órgãos (testículos e ovários) que produzem células reprodutivas (espermatozóides e
óvulos) e outros órgãos que transportam, armazenam e nutrem células reprodutivas (vagina,
tubas uterinas, útero, ducto deferente, uretra, pênis).
Função: Reproduz o organismo e produz hormônios que regulam o metabolismo.

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 4


TEGUMENTAR
Definição: Pele (cútis) e estruturas dela derivadas, como pêlo, unhas e glândulas sebáceas e
sudoríparas.
Função: Auxilia a regular a temperatura corporal, protege o corpo, elimina resíduos, auxilia na
produção de vitamina D, recebe certos estímulos tais como temperatura, pressão e dor.

ESQUELÉTICO
Definição: Todos os ossos do corpo, suas cartilagens associadas e articulações.
Função: Sustenta e protege o corpo, auxilia nos movimentos corporais, aloja células que
produzem as células sanguíneas, armazena minerais.

MUSCULAR
Definição: Refere-se especificamente ao tecido muscular esquelético, em geral fixado a ossos
(outros tecidos musculares são o liso e o cardíaco).
Função: Participa na execução de movimentos, mantém a postura, produz calor.

NERVOSO – (NEURAL)
Definição: Encéfalo, medula espinhal, nervos e órgãos dos sentidos, tais como olho e orelha.
Função: Regula as atividades corporais por meio de impulsos nervosos, detectando mudanças
no ambiente, interpretando-as e respondendo às mesmas, causando contrações musculares ou
secreções glandulares.

ENDÓCRINO
Definição: Todas as glândulas e tecidos que produzem substâncias químicas reguladoras das
funções do corpo, chamadas hormônios.
Função: Regula as atividades do corpo por meio de hormônios transportados pelo
sangue do sistema cardiovascular, aos diversos órgãos-alvo.

CARDIOVASCULAR (CIRCULATÓRIO)
Definição: Sangue, coração e vasos sanguíneos.
Função: Distribui oxigênio e nutrientes às células, transporta dióxido de carbono e resíduos das
células, auxilia na manutenção do equilíbrio ácido-básico do corpo, protege contra doenças,
previne hemorragias pela formação de coágulos sanguíneos, auxilia na regulação da temperatura
corporal.

LINFÁTICO E IMUNOLÓGICO
Definição: Linfa, vasos linfáticos e estruturas ou órgãos contendo tecido linfático (grande número
de células sanguíneas brancas, chamadas de linfócitos), tais como o baço, o timo, os linfonodos
e as tonsilas.
Função: devolve proteínas e plasma (porção líquida do sangue) ao sistema cardiovascular
(circulatório), transporta gorduras do trato gastrintestinal para o sistema cardiovascular, serve de
local para a maturação e a proliferação de certas células sanguíneas brancas e auxilia na
proteção contra doenças pela produção de anticorpos, bem como de outras respostas.

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

O corpo possui os sentidos da visão, audição, tato, olfato e paladar. Através destes
sentidos somos capazes de ver, ouvir, sentir estímulos pela pele, cheiro e paladar.

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 5


CAVIDADES DO CORPO HUMANO:

Temos quadro grandes cavidades corporais, duas anteriores e duas posteriores.


Localizados nestas cavidades temos órgãos vitais, glândulas, vasos sangüíneos e nervos.

QUADRANTES DO CORPO HUMANO

Quadrante Superior Direito (QSD): contém a maior parte do fígado, a vesícula biliar e parte do
intestino grosso.
Quadrante Superior Esquerdo (QSE): contém a maior parte do estômago, baço e parte do
intestino grosso.
Quadrante Inferior Direito (QID): contém apêndice e parte do intestino grosso.
Quadrante Inferior Esquerdo (QIE): contém parte do intestino grosso.

Obs: Os ferimentos abdominais são freqüentes quando os ocupantes dos veículos não utilizam o cinto de segurança. Acidentes por
arma de fogo, arma branca, golpes no abdome e dorso, esmagamentos ou atropelamentos provocam, com freqüência, lesões abdominais.

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 6


PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 7
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 8
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 9
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 10
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 11
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 12
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 13
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 14
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 15
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 16
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 17
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 18
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 19
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 20
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 21
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 22
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 23
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 24
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 25
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 26
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 27
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 28
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 29
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 30
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 31
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 32
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 33
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 34
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 35
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 36
CUIDADOS ESPECÍFICOS COM FERIMENTOS PERFURANTES

Quando se deparar com essa situação, admita que há também dano interno, externo e
sangramento interno, sempre procurando por uma ferida de saída. Caso tenha um objeto
transfixado (vidro, faca, madeira, metal), Faça o seguinte:
Não remova o objeto;
Exponha a ferida;
Controle o sangramento por pressão direta;
Tente estabilizar o objeto transfixado usando um curativo acolchoado;
Mantenha a vítima em repouso e tranqüilo;
Cuide como o choque, não elevando o membro se estiver com objeto transfixado no
abdome, pelve ou no próprio membro.

PERFURAÇÃO POR ARMA DE FOGO (PAF)

1- Orifício de entrada (ferida oval);


2- Orifício de saída (ferida estrelada);
3- Lesão interna (depende do local).

PAF na cabeça, tórax ou abdome: a vitima deve ser transportado imediatamente ao hospital mais
próximo.

Cuidados :
Controle o sangramento por pressão direta;
Conduzir a vitima imediatamente ao hospital mais próximo

PERFURAÇÃO POR ARMA BRANCA (PAB)- faca, punhal, etc.

A lesão é equivalente ao trajeto do objeto, pois a energia cinética é pequena.


Avaliar risco de pneumotórax e perfuração de Órgão diversos.

Cuidados :
Não remova a faca ou objeto;
Exponha a ferida;
Controle o sangramento por pressão direta, sem tocar no objeto(faca);
Tente estabilizar o objeto transfixado usando um curativo acolchoado;
Mantenha a vítima em repouso e tranqüilo;
Cuide como o choque, não elevando o membro se estiver com objeto transfixado no
abdome, pelve ou no próprio membro.
Conduzir a vitima imediatamente ao hospital mais próximo

CUIDADOS ESPECÍFICOS COM FERIMENTO DE AVULSÕES

Se a pele estiver rasgada e deslocada parcialmente, deverá:


Limpar a superfície da ferida;
Cobrir delicadamente a área exposta;
Controlar o sangramento com curativo absorvente compressivo;
Caso exista desprendimento de partes, coloca-la em saco plástico, ou acondicionar em
um campo plástico ou esterilizado, mantendo em lugar fresco (aplicação de gelo
indiretamente).

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 37


PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 38
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 39
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 40
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 41
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 42
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 43
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 44
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 45
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 46
PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 47
EXEMPLOS DE TRANSPORTES DIRECIONADOS AO POLICIAL MILITAR, EM VITIMAS SEM
RISCO DE LESÃO NA COLUNA.

TRANSPORTE DE ACIDENTADOS

Transporte de “Cadeira”
Transporte de Apoio
Transporte de “Cadeirinha”

Transporte pelas extremidades


Transporte no Braça e nas costas

TRANSPORTE DE ACIDENTADOS
(Outros)

Por arrasto em tecido Em maca

Levantamento em Bloco Levantamento uma vitima


sem lesão na coluna.

PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 48


PRIMEIROS SOCORROS – CFSD 2009 49

Você também pode gostar