Você está na página 1de 2

O Poder do lugar secreto

“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento, e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está
em secreto. E teu Pai, que vê secretamente, te recompensará” Mateus 6:5-6).
Estamos vivendo num contexto que estamos isolados ,mas muito juntos também.Isolados
mas bem pertos ,pos a vida digital ns faz viver esse paradoxo nesse tempo.

Mas vamos falar da vida no secreto com Deus ,o que isso pode nos ajudar e
em que podemos melhorar nesses nossos dias atuais.
O Salmo 91 é, nas escrituras, a passagem favorita de muitos crentes. Que grandes promessas
são encontradas aqui! O salmo inteiro é uma revelação do poder libertador e guardador, vindo
da atitude de busca a Deus. A pessoa que vive nesta habitação da oração terá domínio sobre
todos os laços do demônio, sobre todo o medo, toda doença e calamidade – poder para
prevalecer e produzir resultados na oração!
Mas há uma condição para tudo isso. É encontrada no verso 1: “Aquele que habita no
esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.” “Habitar” significa “viver.”
Você vive em seu lugar de oração – no esconderijo do Altíssimo? É ele o seu lar à qualquer
hora do dia?
Os que estiverem trancados com Deus, derramando sobre Ele a alma, buscando-O em tudo,
terão poder, autoridade, força espiritual, alimento para a alma e a mente. Serão guiados por
Deus a um lugar de repouso e plenitude espirituais!
GERA
Intimidade quer dizer aquilo que há de mais profundo no homem e em Deus. Está ligado ao
“dar-se a conhecer profundamente”. O próprio ser humano precisa querer dar-se a Deus no
mais profundo de si, porque Deus conhece o nosso íntimo, mas é preciso buscar uma amizade
profunda com Deus, a ponto de dizer: “Já não sou eu quem vivo, mas é Cristo que vive em
mim” (Gl 2,20). Ser íntimo do Senhor é apresentar-se ou estar diante d’Ele despojado de si
mesmo; é desvelar-se, tirar as máscaras; esvaziar-se totalmente; apresentar-se como
dependente unicamente d’Ele; sair da hipocrisia para a transparência. Estar totalmente “nu”
diante de Deus implica, também, em não ter vontade própria; assumir a vontade de Deus e não
estar cheio de si.

O viver submisso a Deus é caminho para uma profunda intimidade com Ele. Daí parte o ser
dependente do Senhor. Assim, a vida torna-se plena de sentido quando nos rendemos ao Seu
doce amor e à ação do Espírito. A nossa maturidade espiritual só será plena, só chegará ao
ápice, quando entendermos o que significa sermos totalmente dependente de Deus.

Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida
que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.
Gálatas 2:20

Você também pode gostar