Você está na página 1de 4

(Para)Textos– Português – 8.º / 9.

º ano

Ficha de Aplicação de Conhecimentos – Classes de Palavras

Atenta no texto.

Desço a rua, entro no metropolitano, estendo à menina muda as moedas


necessárias, aceito o retangulozinho que ela me fornece em troca, desço a escada,
espero, paciente, que se aproxime o olho mágico da carruagem subterrânea. Ela
chega, para, parte. Lá dentro, o silêncio do mar encapelado, isto é, o de toda aquela
ferragem barulhenta, som de não dizer nada. Na minha paragem saio, subo as
escadas do formigueiro ou do túnel de toupeiras por onde andei. E sigo pela rua fora
[…]”.

Maria Judite de Carvalho, “História sem palavras” in Este Tempo. Lisboa: Caminho, 1991

1. Assinala a opção correta.


1.1. No excerto “Na minha paragem saio”, encontramos
(A) uma preposição contraída + pronome possessivo + nome comum + verbo;
(B) uma preposição contraída + determinante possessivo + nome comum + verbo;
(C) uma preposição contraída + pronome possessivo + nome próprio + verbo;
(D) uma conjunção + pronome possessivo + nome comum + verbo.

2. Estabelece a correspondência entre a coluna A e a coluna B, de modo a


identificares a subclasse dos verbos presentes nos excertos.

Coluna A Coluna B
1. verbo copulativo
A. “entro no metropolitano”
2. verbo intransitivo
B. “dá-me o troco”
3. verbo transitivo direto
C. “A menina […] recebe a nota”
4. verbo transitivo indireto
D. “o troco não está certo”
5. verbo transitivo direto e indireto

3. Assinala o intruso em cada uma das alíneas.


a. dinheiro – formigueiro – troco – metropolitano.
b. máquinas – meninas – ausente – túnel.
c. retangulozinho – latinhas – carruagem.
d. verá – certo – digo – aproxime.
e. Ela – chega – parte – sigo.

4. Assinala as opções que correspondem a respostas corretas para cada uma das
alíneas apresentadas.
4.1. Seleciona as opções em que em que a palavra “só” seja um advérbio:
(A) O quê? Só isto?
(B) Só acredito nas evidências, não nesses testemunhos.
(C) Abandonado por todos, o estadista tornou-se num homem só.
(D) O livro de poemas de António Nobre intitula-se “Só”.

Página 1 | 4
(Para)Textos– Português – 8.º / 9.º ano

Página 2 | 4
(Para)Textos– Português – 8.º / 9.º ano

4.2. Seleciona a opção em que em que a palavra “mal” seja um advérbio:


(A) Mal começou a chover, toda a aldeia gritou de alegria e gratidão.
(B) Trata-se de um livro que trata de questões profundas como o Bem e o Mal.
(C) Senti-me mal, logo após a primeira garfada.
(D) Comecei a escrever a crítica, mal li o livro.

4.3. Seleciona a opção em que em que a palavra “baixo” seja um advérbio:


(A) É um músico de jazz que toca baixo.
(B) O rapaz parece-me baixo, para a idade.
(C) Põe a música baixo, baixinho.
(D) Foi deveras um ato baixo, vil.

4.4. As duas frases em que a palavra “a” é uma preposição são:


(A) Há que ter cuidado quando se está a conduzir.
(B) Apressa-te que a vida é curta.
(C) Desejava a alegria e encontrei-a.
(D) Depois de muito cirandar, cheguei finalmente a casa.

4.5. A frase em que a palavra “que” é um pronome é:


(A) Logo que saias da escola, telefona-me.
(B) É preciso poupar, que a vida está cara.
(C) Comprei um livro que é uma obra-prima.
(D) Que fazer quando todas as opções falham?

4.6. A frase em que a palavra “logo” é uma conjunção é:


(A) Mais logo haverá fogo de artifício para comemorar.
(B) Trabalha bem que logo serás recompensado.
(C) Mal cheguei à biblioteca, comecei logo a consultar uma enciclopédia.
(D) A tarde está serena, logo a manhã do dia seguinte será amena.

5. Completa cada uma das frases seguintes com um dos elementos apresentados no
quadro:

que – de que – a quem – cujo – em que – onde

a. ________ pertence este casaco?


b. A casa ________ vivi está em ruínas.
c. O filme ________ te falei é um clássico de Hitchcock.
d. ________ foi feito de ti?
e. Esta receita, _______ segredo não te posso contar, é uma delícia.

Página 3 | 4
(Para)Textos– Português – 8.º / 9.º ano

6. Transforma cada par de frases simples numa frase complexa, utilizando conjunções
e locuções conjuncionais. Faz apenas as alterações necessárias.

a. Ontem fiz os TPC todos. Vi um programa de televisão.


(locução conjuncional coordenativa copulativa)

______________________________________________________________

b. O vento soprava tão forte. Não foi possível dominar os incêndios.


(conjunção subordinativa consecutiva)

______________________________________________________________

c. Podes ter a melhor equipa. É necessário um elemento de sorte.


(conjunção subordinativa concessiva)

______________________________________________________________

d. As ruas seriam mais limpas. Todos limpassem as imediações das suas casas.
(conjunção subordinativa condicional)

______________________________________________________________

7. Transforma cada par de frases simples numa frase complexa, substituindo o


elemento sublinhado pelo pronome relativo “que”.

a. Os jogadores ganharam o Campeonato da Europa de Futebol. Os jogadores


foram homenageados.

______________________________________________________________

b. Embalam-me os odores de um jardim. Um jardim flutua no céu distante.

______________________________________________________________

c. Um vento varre a planície. Um vento é morno e doce.

______________________________________________________________

d. Aquela flor morreu. Aquela flor tinha apanhado geada.

______________________________________________________________

Bom trabalho!

Página 4 | 4

Você também pode gostar