Você está na página 1de 3

Um século é uma unidade de tempo que equivale a cem anos.

Logo, meio século equivale a 50


anos e 10 séculos equivalem a 1 000 anos, ou seja, um milênio
É fundamental se observar que um século começa no início de um ano 01 e termina no 00 —
por exemplo, o século XX começou em 1º de janeiro de 1901 e terminou em 31 de dezembro
de 2000 e o século XXI (atual) começou em 1º de janeiro de 2001 e terminará em 31 de
dezembro de 2100.
Os séculos na História são numerados com algarismos romanos e nomeados com ordinais do I
até o X (primeiro, segundo, terceiro,..., décimo) e com cardinais do XI em diante (onze, doze,
treze...).
Conceito
O conceito de "século" é uma invenção europeia decorrente do sentimento de destino
coletivo. Esse conceito vem substituir, na noção e experiência do tempo histórico, linear,
sucessivo, contínuo e progressivo, a noção de tempo mítico, circular, recorrente e eterno,
típico das práticas sociais agrárias e protopódicas. É justo a partir da época industrial
(especialmente a partir da segunda metade do século XIX) que se consolidam e se tornam
frequentes os centenários, as efemérides, as exposições universais, os espetáculos e os
discursos.
Os anos de início dos séculos:
1001 — século XI
1101 — século XII
1201 — século XIII
1301 — século XIV
1401 — século XV
1501 — século XVI
1601 — século XVII
1701 — século XVIII
1801 — século XIX
1901 — século XX
2001 — século XXI
2101 — século XXII
Formação dos números com base na primeira condição (os símbolos principais só se repetem,
no máximo, três vezes e os símbolos secundários não se podem repetir):
3: III (repete-se a letra I, que representa o número 1, três vezes. O número 4 já não se forma
com esta regra, pois não podemos repetir o I quatro vezes);
10: para representar o número 10 não vamos usar a repitição da letra que representa o
número 5, porque o V é um símbolo secundário e não se pode repetir. O número 10 tem uma
letra que o representa: o X. Tal como o o 10, o 100 também tem uma letra que o representa
(C) que torna desnecessária a repetição do 50 (L) e o 1000 (M), que torna desnecessária a
repetição do 500 (D), daí elas não se puderem repetir;

Formação dos números com base na segunda regra (com um número menor à esquerda,
subtraímos os valores: o maior pelo menor):
4: obtemos pela subtração de 5 por 1 (5-1), então vamos usar os símbolos que representam
estes valores (I, que representa o 1 e V, que representa o 5), colocando o menor à esquerda: IV
9: obtemos pela subtração de 10 por 1, usamos os símbolos que os representam (X e I) e
usamos o mesmo processo: IX
40: obtemos pela subtração de 50 por 10: XL
90: obetemos pela subtração de 100 por 10: XC
400: obetemos pela subtraçõ de 500 por 100: CD
900: obtemos pela subtração de 1000 por 100: CM
Nota: esta regra só é usada para representar os números acima indicados. Obdece, ainda, a
outra regra:

o I só se coloca antes de V e X;
o X só se coloca antes de L ou C;
o C só coloca antes de D e M;

Formação dos números com base na terceira regra (com um número maior ou igual à
esquerda, os valores somam-se):
6: forma-se pela soma de 5 mais 1, usamos os valores que representam estes algarismos (V
para o 5 e I para o um) e colocamos o maior valor à esquerda: VI
2: forma-se pela soma de 1 mais 1, usamos a letra I e repetimo-la duas vezes: II
7: forma-se pela soma de 5 mais 2, usamos a letra V e a repetição do I duas vezes: VII
30: forma-se pela repetição de do 10 (X) três vezes: XXX
35: soma de 30 com 5: XXXV
68: soma de 60 com 8. O 60 representa-se pela soma de 50 com 10 (LX) e o 8 pela soma de 5
com 3 (VIII). Assim o 68 representa-se por LXVIII
2485: soma de 2000 (MM) com 400 (CD) com 80 (LXXX) com 5 (V), por isso representa-se por:
MMCDLXXXV

Para passar de numeração romana para numeração árabe (a nossa numeração) pensamos da
seguinte forma:
IX: verificamos quais são os valores que temos (X que representa o 10 e I que representa o 1),
verificamos se é o maior ou o menor valor que está à esquerda, e aplicamos a regra. Neste
caso é o menor que está à esquerda por isso subtraímos os valores (10 - 1 = 9)
CL: é o maior valor que está à esquerda por isso somam-se os valores (100 + 50 = 150)
MMMCMXII: vemos passo por passo as letras que temos: repetição de M três vezes (3000),
depois temos um valor menor à esquerda de um maior (CM), por isso vai haver uma subtração
(1000 - 100 = 900), em seguida temos um valor seguido de dois mais baixos, por isso vai haver
uma soma (10 + 2 = 12). Assim, temos representadoo número 3912.

Quando sobrepomos uma barra a uma letra ou um grupo de letras, multiplica-se o seu valor
por 1000:

Decimal Romana

1 I

2 II

3 III

4 IV

5 V
6 VI

7 VII

8 VIII

9 IX

10 X

11 XI

19 XIX

20 XX

30 XXX

40 XL

50 L

60 LX

70 LXX

80 LXXX

90 XC

100 C

200 CC

300 CCC

400 CD

500 D

600 DC

700 DCC

800 DCCC

900 CM

1.000 M

2.000 MM

3.000 MMM

Você também pode gostar