Você está na página 1de 3

Universidade Anhembi-Morumbi

Disciplina: Comunicação Visual


Profª Maria Cristina Merlo

Criação de Logomarca

A logomarca de uma empresa auxilia muito na fixação visual do nome da empresa ou de seus
produtos perante seus consumidores.
Conhecimento de técnicas visuais, estudos de cores e designers são primordiais para o êxito
comercial das empresas e seus produtos.

Ex.: logomarca Bombril, criou-se o hábito de caracterizar o produto "palha de aço" à


logotipia da marca.

Definições – Logotipo:

• Logo: Abreviatura de logotipo ou logomarca.


• Logomarca: Símbolo gráfico identificador de uma empresa ou marca, quando
composta do símbolo em si mais o logotipo.
• Logotipo: Letras (especialmente desenhadas ou adaptadas) utilizadas para compor o
nome da marca e empresa.

Logotipo
• A criação do logotipo deve estar vinculada à filosofia empresarial, política, atividade,
linha de produtos, sendo seu aspecto visual uma representação gráfica da empresa ou
agência.

Aspectos visuais:
– Características geométricas.
– Ser facilmente identificado.
– Ser facilmente reproduzido.
– Estar inserido no contexto das mensagens ou meios veiculados.
– Ser adaptável, legível, flexível, harmonioso, original, significativo,
memorável.

Para criação do logo devemos pensar:

Justificativa:
É o conceito e explicação dos métodos de criação. O que significa e seu composto
(item significado).

Originalidade:
– Comece rabiscando – círculos, quadrados, desenhos.
– Estilize – letras, formas, traços, cores, contrastes, tamanhos.
Significado:
– Guarde os esboços, relaxe e volte depois.
– Análise, critique, observe, julgue se agrada ou não.
– Pense: Significa alguma coisa? A marca realmente representa o que ela
propõe? Está fácil de entender? O grafismo traduz o que ela realmente
representa? Os traços, linhas significam: movimento, flexibilidade, segurança
ou o quê?
– A tipologia condiz com a empresa? Tem personalidade? É séria, moderna,
arrojada, conservadora?

Lembrança:
– O bom logo é aquele que é lembrado por muitos anos, mesmo passando por
modificações. Pense: Será fácil de ser lembrado?

– Em alguns casos é preciso que o logo sofra alterações e neste caso é preciso
reformular a missão/filosofia da agência ou produto ou serviço.

– O essencial é que o logo seja lembrado, mas principalmente no ato de sua


criação ter um olhar de futurístico para ele durar e durar anos.

Técnicas para criação

– Formas – aplicação do logo em P/B, colorido, positivo, negativo, reticulado.


– Logo positivo - em preto sobre fundo branco
– Logo negativo - em branco sobre fundo preto
– Logo reticulado – em p/b com área de cinza
– Cores - padrões e variações cromáticos.
– Tipologia – família tipográfica unificando a escrita e a identidade visual.
– Diagramação de construção – espaços e sua correta proporção.
– Aplicação do Logo - papelaria, veículos, brindes e etc.

Manual de Identidade Visual

É um guia que a empresa utiliza para a sua identidade padrão usufruindo das vantagens por
meio de regras, recursos e informações corretas em conjunto aos elementos institucionais que
irão reger sua aplicação na divulgação e fixação dos produtos ou serviços oferecidos:

– Aplicação correta do logotipo;


– Variações de formatos;
– Restrições e contrastes variados de cores;
– Limitações de utilizações.

• Significa em padronizar a empresa com uma identidade, personalizá-la visualmente,


mas também é preciso informar suas particularidades, tendo:
• Introdução: histórico e os objetivos sobre a empresa.
• Conceito do logotipo: é a justificativa e os métodos criativos utilizados – cor, tipo de
letra, etc.
• Papelaria - papel-carta, cartão, envelope: como deve ser aplicado o logotipo nessas
peças. Qual o espaço que ele ocupa. Qual o tamanho ideal das peças?

2
• Veículos: aplicação do logotipo em veículos da empresa sendo possível ou não.
Observar se a utilização não irá alterar suas proporções e cores.
• Brindes: utilização do logotipo como referência em bonés, chaveiros, camisetas,
agendas, calendários, canetas e etc.
• Fachadas, luminosos, equipamentos e etc.

Papelaria

A empresa ganha papel de destaque nas apresentações, relações comerciais e elaborações de


propostas.

Uma papelaria padronizada transfere aos clientes as características do negócio, a solidez e a


estrutura da marca da empresa.
• Cartões de visitas;
• Papéis de carta timbrado;
• Envelopes;
• Etiquetas;
• Blocos de anotações e
• Pastas para propostas.

• Pensando na papelaria – cartão de visita, papel-carta e envelope:


• Devem ter o mesmo apelo e identificação visual;
• Cartão de visita seguem os formatos tradicionais entre 9x5 cm ou 9,5x5,5 cm.
• Não deixar o texto muito próximo às margens;
• Papel-carta seguem nos formatos de 21x29,7, 21x29 ou 21x28 cm, qual for mais
adequado para impressão;
• Para valorizar a peça crie sempre usando as cores do logotipo, o bom senso, a
harmonia e adequação são importantes;
• Envelopes seguem os formatos variados entre 11x22(fechado) e 24,5x35 cm (fechado
– depois de dobrado e colado apenas com a aba para ser lacrada);
• Em algumas gráficas já possuem envelopes prontos, basta enviar a arte do logotipo e
dos textos para impressão.

Interesses relacionados