Você está na página 1de 6

MANUAL DE INSTRUÇÕES

E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

VIGA LVL
www.ekomposit.co m.br
NOTA FISCAL N° ___________
DATA. _____/____ /______.
Produto:
Viga LVL Tratada
Função:
Estruturas de telhados e aplicações estruturais em geral.
É indispensável a leitura deste manual antes de utilizar a peça Viga LVL. Guarde-o para novas consultas sempre que precisar.

Prezado (a) Cliente,


É gratificante para a EKOMPOSIT DO BRASIL sua decisão de adquirir nosso produto elaborado à base de madeira engenheirada e
tratada. Com certeza ele será parte importante tanto na elaboração do seu projeto, quanto da sua obra. Este manual apresenta as
recomendações para a instalação, usos, acabamento e manutenção da Viga LVL, além de outras informações complementares. É muito
importante a sua leitura atenta antes de iniciar a aplicação.

APLICAÇÕES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS


A peça Viga LVL foi projetada como elemento estrutural para A Viga LVL é produzida a partir da madeira do gênero Pinus,
uso como: vigas, caibros, terças, pilares, travessas e longarinas. engenheirada e tratada. Originária de áreas de cultivos
É empregada em projetos de telhados e de estruturas em geral. florestais certificados é, portanto, material de fontes naturais
Desde que observadas as recomendações contidas neste renováveis.
manual, poderá ter outras aplicações como guarda-corpo de O produto compõe-se de peça formada por multicamadas de
escadas e decks, degraus, mobiliário, entre outros. lâminas de madeira, sobrepostas umas às outras no sentido
A durabilidade do produto é assegurada pela aplicação de longitudinal das fibras, coladas entre si com resina fenólica de
moderno processo de tratamento industrial da madeira, com alto desempenho estrutural e à prova d’água, o que permite
preservativos de comprovada eficiência e que atendem às sua aplicação nas mais diversas condições de uso. A viga
normas brasileiras. Estes preservativos protegem a Viga LVL permite cortes, furos e desbastes. Entretanto, é importante
contra as ações deterioradoras causadas por agentes observar se estes não prejudicam as resistências mecânicas da
biológicos como cupins, brocas e fungos apodrecedores. peça, no local em que for aplicada.
Mesmo que a peça fique em contato direto com a umidade
e/ou em regiões infestadas desses insetos, ela estará imune às
ações desses organismos.
Esse resultado é possível porque a EKOMPOSIT adota
EMENDAS DE
tecnologias de ponta e emprega processos modernos de TOPO COLADAS
fabricação e maquinários de última geração, atendendo às
normas técnicas vigentes. O processamento industrial elimina Para se obter os comprimentos necessários, as peças recebem
algumas características que, embora naturais, tornam-se emendas de topos. São executadas empregando o sistema
indesejáveis na madeira. São elas: empenamentos, “Finger Joint”, estrutural de juntas dentadas coladas. As
abaulamentos, torções e rachaduras. Além destas, também emendas de topo poderão ser perceptíveis a olho nu.
reduz as variabilidades das resistências mecânicas e a
presença visual de nós nos produtos A/A. A secagem da
madeira é feita no estado de lâminas e ao fim da linha de
produção a peça atinge umidade equilibrada.
ACABAMENTO DIMENSÕES NOMINAIS
Todas as Vigas LVL são calibradas, retilíneas, sem farpas ou
lascas e com as faces lixadas e prontas para a aplicação
imediata de pintura antes da aplicação final. Quanto ao aspecto ESPESSURAS (mm)
visual das peças, é dividido em dois tipos de capas (faces 38 - 45 - 75 - 90
verticais): Capa C/C e Capa A/A.
Padrão de acabamento capa C/C: É possível a ocorrência de ALTURAS (mm)
nós vivos e/ou pequenas linhas de abertura de lâminas nas 45 - 75 - 100 - 150 - 200 - 300 - 400 - 600
capas (faces verticais), que poderão ser corrigidas com massa
específica na cor aproximada da peça. Nas demais faces da COMPRIMENTOS ÚTIL (mm)
peça podem ser notadas finas linhas, mais escuras, entre as Até 12.000
camadas das lâminas, em razão da cor da resina de colagem e
a presença de pequenos vazios (faces horizontais).
Padrão de acabamento capa A/A: As capas são livres de nós,
aberturas ou imperfeições físicas (faces verticais). Nas demais NOTA 1: Para as alturas de 45, 70 e 100 mm o
comprimento máximo é de 8000 mm.
faces da peça podem ser notadas finas linhas, mais escuras
entre as camadas das lâminas, em razão da cor da resina de
colagem e a presença de pequenos vazios (faces horizontais).
VARIAÇÕES
DIMENSIONAIS (mm)
Espessura: +2 / – 0
EMBALAGEM Altura: +2 / – 0
As peças se apresentam envoltas em filme plástico do tipo Comprimento: +10 / – 0
“stretch”. O objetivo é protegê-las até o início da sua aplicação.
Por isso, recomenda-se somente desembalar as peças à RESISTÊNCIAS MECÂNICAS
medida que forem aplicadas. Pode-se, a critério do aplicador e Módulo de Elasticidade (MOE): 12,1 GPa
para maior proteção das peças, retirar o filme “stretch” somente Módulo de Ruptura Flexão: 32 MPa
antes da aplicação do acabamento. Manuseio e transporte, Classe de Resistência NBR7190/97:C25
feitos com os devidos cuidados, evitarão o rompimento Peso Específico: 580 kg/m³
acidental do invólucro e, também, possíveis danos às peças. O Umidade: 12%
filme plástico da embalagem é material reciclável e o seu NOTA 2: Para estruturas de telhados mais complexas, ou mesmo para
descarte não deve ficar ao alcance de crianças. outros tipos de estruturas, recomenda-se consultar projetistas e
calculistas habilitados. Deve-se utilizar como parâmetro as
recomendações contidas na norma DIN EN 14279.

ESTOCAGEM NOTA 3: Para outros usos da Viga LVL que tenham funções estruturais,
também deve-se utilizar como parâmetro as recomendações contidas
na norma DIN EN 14279.
A Viga LVL deve ser empilhada sobre calços, com altura
suficiente para a entrada de garfos de empilhadeira, e também
para evitar o contato direto da peça com o solo. Os calços
INSTRUÇÕES PARA
devem estar devidamente nivelados a fim de evitar INSTALAÇÃO
deformações nas peças e/ou o tombamento da pilha. O
Para a instalação da Viga LVL é imprescindível o conhecimento
espaçamento máximo entre os calços deve ter em torno de 2
das boas práticas de carpintaria e/ou marcenaria, assim como,
metros, e a altura máxima da pilha é de 4 metros, subdividida
atender todas as normas de segurança do trabalho que a
de acordo com a capacidade da empilhadeira. A largura da
operação exige. Primeiramente, é importante elaborar um
pilha será de acordo com a quantidade de peças, em razão das
projeto executivo da obra, que contenha todas as informações
suas larguras, porém, deve ser entre 1 e 1,25 metro.
necessárias para a sua implantação e atendendo as instruções
deste manual.
Utilizar sempre ferramental adequado e em boas condições de
CARACTERÍSTICAS funcionamento.
Para melhor acabamento no corte das peças, recomenda-se
DA MADEIRA utilizar serras com diâmetro apropriado a cada espessura, com
número de dentes de vídia compatível para realizar uma boa
Madeira é produto da natureza. Portanto, é normal que as
operação. Lixar as rebarbas. Para melhor desempenho e
peças apresentem veios, variabilidade de tons e texturas ou
durabilidade na fixação das peças e também para evitar
microfissuras. Estes aspectos são particularidades do material
possíveis manchas produzidas pelo escorrimento de ferrugem,
e não defeitos, pois não alteram as características estruturais
recomenda-se o uso de pregos anelados e parafusos com
do produto. Constituem fatores estéticos característicos e
rosca soberba, ou parafuso com porca e arruela. Todos devem
naturais, atestando a originalidade da madeira.
ser devidamente dimensionados e específicos para madeira,
com tratamento anticorrosivo do tipo galvanizado a fogo ou
aço inox.
Para aplicações INTERNAS: No caso de aplicações internas, Para a remoção de fungos emboloradores e/ou mofos
enclausuradas e livres do contato direto com a umidade, a viga superficiais, que são ocorrências normais em ambientes com
pode ser aplicada diretamente sem a necessidade de pintura alta umidade e calor, como no litoral ou no interior de bosques,
ou camada protetiva. No caso de aplicação interna e exposta deve-se lavar a superfície utilizando sabão/detergente neutros
ao contato humano ou exposição esporádica à umidade, a ou os produtos específicos encontrados no mercado.
chapa deve ter todas as suas faces e principalmente suas Com o passar do tempo, o acabamento feito com STAINS
bordas seladas com pintura ou camada protetiva para evitar a poderá esmaecer. Isto é normal, por conta do desgaste
troca de umidade com o meio onde se encontra, de modo a provocado pelo tráfego e/ou a ação dos raios ultravioleta do sol
preservar sua estabilidade dimensional e superfície de e do número de demãos aplicadas. Não é necessário remover
acabamento. a aplicação anterior. Basta limpar a superfície conforme as
Para aplicações EXTERNAS: No caso de aplicações externas instruções no rótulo do produto e reaplicá-lo em seguida,
onde a viga ficará exposta ao intemperismo e contato respeitando sempre a vida útil prescrita.
recorrente com a umidade recomendamos,
indispensavelmente, a impermeabilização e pintura de todas as NOTA 5: Nunca utilizar ácidos (muriático e outros) ou soda cáustica na
suas faces e, principalmente, suas bordas com pintura ou limpeza.
camada protetiva hidrorrepelente de qualidade e com
resistência ao intemperismo e raios UV, de modo a evitar a
troca de umidade com o meio onde se encontra, preservando
sua estabilidade dimensional e superfície de acabamento. CUIDADOS NA UTILIZAÇÃO
As Vigas LVL devem ser pintadas seguindo as recomendações
Quando a viga LVL for empregada em estrutura de telhados, ou
deste manual antes da fixação, de modo a impermeabilizar a
outros projetos, não deve-se jogar bitucas de cigarros acesas
peça por inteiro, garantindo a hidrorepelencia da madeira e,
sobre a viga. Não exceder os limites de carga previstos no
consequentemente, sua vida útil.
projeto (sobrecarga), evitar o uso de cadeiras e bancos com
NOTA 4: Conforme NBR 7190/97, para evitar rachaduras no local dos pés que apresentem pouca área de contato, nem arrastar
parafusos, é primordial pré furar com broca de diâmetro equivalente ao
centro do parafuso, não considerando o diâmetro da rosca. objetos pesados como vasos de flores, móveis e utensílios que
possam causar danos superficiais. A ação dos raios solares

PINTURA ultravioleta normalmente altera a tonalidade, tanto da madeira,


quanto dos acabamentos. Portanto, a permanência de objetos
Para as vigas instaladas tanto em áreas externas quanto sobre as peças por determinado tempo poderá, quando
internas, recomendamos a aplicação de três demãos de verniz removidos, deixar marca em relação às outras áreas expostas
ou stain antes da aplicação do material no seu posicionamento à radiação solar.
definitivo, de modo a garantir a proteção contra intemperismo e Transporte e movimentação: Para maior segurança e também
raios UV. Esses produtos possuem ação hidrorrepelente, para garantir a integridade do material, quando o comprimento
fungicida e filtros solares, além de oferecerem uma variada for superior a 5 metros a posição correta de manuseio e
gama de cores sólidas e tonalidades que vão do natural aos transporte deve ser com as lâminas no sentido vertical onde
tons das madeiras “tropicais”. A aplicação deve atender as sua resistência é garantida.
recomendações contidas no rótulo da embalagem de cada Cortes, furos e entalhes: Na Viga LVL permite-se realizar cortes,
produto bem como, sua reaplicação e manutenção preventiva. chanfros, furos entalhes, etc. Entretanto, é importante destacar
Mais importante que a proteção do material através da pintura que, dependendo do ponto em que se fizerem estas
na aplicação é a manutenção preventiva da camada protetiva intervenções poderá haver redução das resistências
com o passar do tempo, de acordo com a recomendação mecânicas da peça (Finger Joint). Para efetuar cortes nas
contida no rótulo do fabricante do material que foi aplicado na peças, deve-se utilizar disco de serra com diâmetro e
chapa. Lembre-se, o maior inimigo da madeira é a umidade, quantidade de dentes de vídia suficientes para proporcionar
portanto, protegê-la adequadamente é fundamental para uma um bom resultado.
boa durabilidade e estabilidade das peças.

MANUTENÇÃO
E LIMPEZA
Quando for necessário lavar as vigas, deve-se usar sempre
água com sabão/detergente neutros e enxaguar com bastante
água. Máquinas de jatos d'água sob alta pressão podem ser
utilizadas, tendo sempre o cuidado de manter uma distância
segura, de acordo com a pressão da máquina, para que o jato
não danifique a superfície da régua.
Higiene e Segurança: Como em qualquer atividade de
GARANTIA marcenaria ou carpintaria, utilizar óculos de segurança e
máscara contra pó, evitando a inalação prolongada de
A Ekomposit Madeiras do Brasil S/A garante aos seus produtos serragem. Dar preferência a locais abertos e arejados, pois
prazo de 20 (vinte) anos de garantia exclusivamente contra o facilitam a dispersão de pó. Deve-se substituir o uniforme de
dano causado pela ação de deterioração por fungos trabalho sempre que estiver saturado de serragem. Manter
apodrecedores ou insetos xilófagos (brocas e cupins) que sempre limpas as mãos, braços e rosto antes de fumar, beber
resulte na perda de massa específica da madeira e ou comer. Utilizar sempre ferramentas e Equipamentos de
comprometa sua parte estrutural. O referido prazo tem como Proteção Individual (EPIs) adequados e em perfeitas condições
início a data da nota fiscal de aquisição dos produtos. Os de uso.
Produtos Ekomposit são tratados em Usina de Preservação de
Madeira (Auto Clave), mediante o processo de vácuo-pressão.
Todo processo de fabricação é realizado dentro das normas DESTINAÇÃO FINAL
ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) atendendo
as classes de risco I, II, III e IV, da NBR 7190, o qual resultam
DA MADEIRA TRATADA
na imunização dos produtos. O descarte da madeira deve ser feito em aterro industrial
Dessa forma, não fazem parte da garantia eventuais controlado, devidamente autorizado pelo órgão ambiental local
ocorrências de bolores superficiais, fungos manchadores e e de acordo com as legislações ambientais tanto municipal
limos, visto não causarem danos por deterioração aos produtos quanto estadual vigentes. As réguas e resíduos de madeira
Ekomposit. Não se incluem na garantia, sem se limitar a estes: tratada não podem ser reutilizados na fabricação de produtos
danos causados pela falta de cuidados na utilização destinados à queima, como carvão ou briquetes. Nunca utilizar
apresentados neste manual, pelo manuseio, transporte ou a madeira tratada como combustível em fogões, lareiras,
aplicação impróprios, além de danos causados por sobrecarga, caldeiras, churrasqueiras ou para qualquer queima a céu
má conservação, acidentes, inclusive produzidos por produtos aberto. Não se deve utilizar a régua no interior de cabines de
químicos, intemperismo, elementos contundentes, fogo e raios. sauna, nem em tábuas de cortar carne, caixas de favos de mel
Também não se incluem na garantia o uso inadequado das e outros usos em contato direto com alimentos. Também não
ferragens de fixação, pinturas e acabamentos, além dos se deve utilizar a serragem de madeira tratada como cama para
desgastes decorrentes do uso. animais.
Procedimento a ser realizado para ser beneficiado pela Para qualquer obra deve-se consultar sempre profissionais de
garantia: em caso de defeito/vício no produto, o consumidor arquitetura e/ou engenharia.
deverá entrar em contato com a empresa enviando um e-mail Para outras informações, consulte o Departamento Técnico da
para o endereço sac@ekomposit.com.br contendo a nota fiscal EKOMPOSIT.
de fornecimento (cópia ou original), fotos do produto O usuário da Viga LVL contribui para a preservação do meio
defeituoso, relato dos acontecimentos e telefone para contato. ambiente e das florestas naturais brasileiras.
Após a solicitação a empresa entrará em contato em até 72
horas.

NOTA 6: Caracteriza-se a ação deterioradora causada à madeira por


insetos e/ou fungos quando houver infestação que cause perda
significativa de massa da madeira, comprometendo a sua resistência
mecânica. Bolor superficial causado por fungos, quando instalados por
determinado período e sem a sua remoção, pode ocasionar manchas à
madeira e/ou pinturas e revestimentos. Porém, não provocam danos
estruturais à régua, mas somente efeitos estéticos, não sendo,
portanto, considerados defeitos de fabricação.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
Movimentação Natural da Madeira: Madeira é um material
higroscópico, que absorve as variações de umidade do meio
ambiente. Por isso é normal que ocorram dilatações nas peças,
fator que deve ser observado no projeto.

Para qualquer obra, deve-se consultar sempre profissionais de arquitetura e/ou engenharia.
Para outras informações, consulte o Departamento Técnico da EKOMPOSIT.

BOLETIM TÉCNICO VIGA LVL TRATADA


EKOMPOSIT MADEIRAS DO BRASIL S/A
VERSÃO 001-2020 16/04/2020
MANUAL DE INSTRUÇÕES E
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

VIGA LVL
EKOMPOSIT MADEIRAS DO BRASIL S.A

49 3223 3400
ekomposit@ekomposit.com.br

O uso do LVL contribui para a conservação


do meio ambiente e das florestas naturais
brasileiras.

@ekompositdobrasil @ekompositdobrasil /Ekomposit Madeiras


do Brasil S/A

w w w.eko m p o s i t .c o m. b r

Você também pode gostar